Top 10: Sedãs compactos mais potentes do Brasil (2022)

volkswagen virtus gts

Além de ter mais espaço interno e no compartimento de bagagens, os sedãs compactos também podem oferecer um desempenho bem interessante. Você sabe quais são os mais potentes dentro desse segmento?


Infelizmente, esse grupo de veículos tem ficado cada vez menor em nosso mercado. Nos últimos tempos, saíram de linha Chery Arrizo 5, Chevrolet Joy Plus, Fiat Grand Siena, Ford Ka Sedan, Nissan V-Drive e Toyota Etios Sedan.

Isso sem contar algumas versões específicas, como Virtus e Voyage com motor 1.6, Cronos 1.8, HB20S 1.6, Logan 1.6, entre outros. Ou seja, as opções atualmente são bem mais limitadas que alguns anos atrás.

Mesmo assim, a lista abaixo mostra que o cenário entre os sedãs compactos continua interessante, oferecendo desde modelos populares a versões esportivas, como o primeiro colocado Virtus GTS.

Para montar essa lista, decidimos incluir todas as versões ordenadas pela potência (com etanol). Isso fez com que as duas primeiras posições ficassem com o modelo da Volkswagen, atualmente vendido apenas com motorização turbo.

Além de citar a potência, também incluímos outras informações sobre cada modelo, como torque, aceleração, velocidade máxima, equipamentos e preços.

Confira!

1) Volkswagen Virtus GTS 1.4 TSI – 150 cv

volkswagen virtus gts 2

Começamos nossa lista sem nenhuma surpresa, pois todos sabem que o Virtus GTS ocupa com facilidade o posto de sedã compacto mais potente do país. Isso ficou ainda mais evidente depois da saída do Chery Arrizo 5, que também tinha 150 cv.

O modelo alemão aparece inicialmente em sua versão topo de linha, que vem com motor 1.4 turbo de 150 cv e 25,5 kgfm de torque (com etanol ou gasolina). O câmbio automático tem seis marchas.

Com esse conjunto, o modelo da VW acelera até os 100 km/h em apenas 8,7 segundos, com velocidade máxima de 210 km/h. Pena que tudo isso custe tão caro, pois atualmente ele é vendido por R$ 147.090.

Em sua lista de equipamentos, ele tem quatro airbags, piloto automático, ar digital, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré, controle de tração e estabilidade, detector de fadiga, faróis full LED, painel digital, VW Play e rodas de 17 polegadas.

2) Volkswagen Virtus 1.0 TSI – 128 cv

volkswagen virtus highline 2022 1

A segunda posição também é do Volkswagen Virtus, agora em suas versões com motor 1.0 turbo. Aliás, vale dizer que ele também apareceria por aqui na opção 1.6, mas essa saiu de linha recentemente.

Disponível nas configurações Comfortline (R$ 112.120) e Highline (R$ 128.130), esse propulsor 1.0 TSI tem 116/128 cv e 20,4 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. Ele chega aos 100 km/h em 9,9 segundos e tem máxima de 194 km/h.

A versão mais barata já vem com direção elétrica, quatro airbags, A/C, multimídia VW Play, start/stop, sensor de estacionamento, entre outros. Já a mais cara tem uma lista bem parecida com a topo de linha GTS.

3) Honda City 1.5 CVT – 126 cv

honda city 2023 avaliacao na 47

O novo Honda City se renovou em diversos aspectos, inclusive ganhando um novo motor 1.5 com injeção direta. Ainda que não tenha turbo, seu desempenho e consumo ficaram melhores.

Detalhando os números, todas as versões do City tem o propulsor 1.5 DOHC i-VTEC de 126 cv e 15,5/15,8 kgfm, associado ao câmbio CVT de 7 marchas. Isso leva o sedã aos 100 km/h em 10,8 segundos, com 175 km/h de máxima.

Em termos de equipamentos, o City EX (R$ 107.900) vem de série com roda de 16 polegadas, controle de estabilidade e tração, seis airbags, sensor crepuscular, piloto automático, ar digital e multimídia de 8 polegadas.

A opção intermediária EXL (R$ 114.200) acrescenta bancos em couro, sensor de estacionamento e painel digital, enquanto a topo de linha Touring (R$ 123.200) tem sensores de estacionamento dianteiros e espelho retrovisor fotocrômico.

Confira: Avaliação: Novo Honda City tem proposta equilibrada

4) Hyundai HB20S 1.0 Turbo – 120 cv

hyundai hb20s 2021 avaliacao na 1

Se o visual do novo Hyundai HB20S não agradou a todos, não há como negar que a marca acertou no interior e na parte mecânica. Prova disso é que o motor 1.6 saiu de cena, deixando apenas o 1.0 nas versões aspirada e turbo.

A última tem 120 cv e 17,5 kgfm (com qualquer combustível) vindos do propulsor de 1,0 litro com 3 cilindros e injeção direta. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100 km/h em 10,7 segundos e chega aos 191 km/h, seja com câmbio manual ou automático.

Com esse motor, os preços do sedã variam entre R$ 94.990 e R$ 108.390, vindo sempre com rodas aro 15, quatro airbags, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas, A/C, direção elétrica e multimídia de 8 polegadas.

5) Chevrolet Onix Plus 1.0 Turbo – 116 cv

Novo Onix Plus Premier 11

Grande concorrente do HB20S, o Onix Plus usa uma receita muito parecida ao oferecer diversas versões 1.0, as mais caras com a ajuda do turbocompressor. A diferença é que o modelo da Chevrolet perde na potência.

Seu motor 1.0 de 3 cilindros rende 116 cv e 16,3/16,8 kgfm e pode ser associado ao câmbio manual ou automático, sempre com seis marchas. Vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e atinge 187 km/h de máxima.

O Onix Plus aparece com esse conjunto em seis versões, com valores entre R$ 89.670 e R$ 107.760, vindo sempre com seis airbags, assistente de partida em rampa, controle de tração e estabilidade, direção elétrica, ar-condicionado e MyLink de 8 polegadas.

Veja também: Avaliação: Onix Plus Premier surpreende em consumo

6) Nissan Versa 1.6 – 114 cv

nissan versa 2021 3

Outro sedã compacto recentemente renovado em nosso mercado foi o Nissan Versa, que agradou pelo novo visual externo e interno. Por outro lado, alguns ficaram decepcionados pela única opção de motor.

Ele é vendido nas versões Sense (MT ou CVT), Advance CVT e Exclusive CVT, sempre com motor 1.6 de 114 cv e 15,5 kgfm. A opção manual chega aos 100 km/h em 10,8 segundos, enquanto a CVT faz o mesmo em 10,7 segundos. A velocidade máxima é de 185 km/h e 180 km/h, respectivamente.

Bem equipado, o Versa vem de série com seis airbags, ar-condicionado, direção elétrica, controle de tração e estabilidade, sensor de estacionamento, assistente de partida em rampa, chave presencial, rodas aro 15 e sistema de som com USB.

Os preços variam entre R$ 94.890 e R$ 122.490.

7) Toyota Yaris Sedan 1.5 CVT – 110 cv

toyota yaris 2023 8

A linha da Toyota no Brasil está cada vez menor, especialmente com as recentes saídas do Etios, Prius e Camry. O Yaris Sedan, por outro lado, continua firme, sendo vendido entre R$ 96.890 e R$ 117.590.

Na parte mecânica, o sétimo sedã compacto mais potente do país vem sempre com o motor 1.5 16V Dual VVT-i, que entrega 105/110 cv e 14,3/14,9 kgfm. Ele é associado ao câmbio CVT Multidrive, que simula 7 velocidades.

Além de não estar próximo dos mais potentes, o conjunto mecânico do Yaris Sedan também não tem um desempenho tão impressionante: aceleração de 0 a 100 km/h em 12 segundos e máxima de 186 km/h.

O que realmente agrada nesse modelo é sua lista de equipamentos de série, que inclui sete airbags, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas, multimídia com 7 polegadas, ar-condicionado, entre outros.

Veja: Toyota Yaris e Yaris Sedan ficam mais caros

8) Fiat Cronos 1.3 – 109 cv

fiat cronos drive s design 2022

Se o Fiat Cronos ainda fosse vendido com motor 1.8, ele apareceria na segunda posição dessa lista. Como sua gama tem apenas o propulsor 1.3, ele se limita à oitava colocação, entregando 101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm.

Esse propulsor é associado ao câmbio manual de cinco marchas, levando o sedã compacto italiano até os 100 km/h em 11,5 segundos e com máxima de 183 km/h. Nada mal quando o comparamos com o Yaris Sedan 1.5.

A versão de entrada custa R$ 82.990 e vem com A/C, direção elétrica, lanternas de LED, alerta de pressão dos pneus e outros itens básicos. Não tem rádio ou central multimídia, nem como opcional.

Já a opção Drive acrescenta multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, controle de tração e estabilidade, Hill Holder e volante multifuncional, custando R$ 88.590.

9) Volkswagen Voyage 1.0 – 84 cv

volkswagen voyage 2022 1

Depois de diversos modelos com motores mais potentes ou com a ajuda de turbocompressor, vamos finalizar falando de dois sedãs compactos com motor 1.0 aspirado. O primeiro deles é o Volkswagen Voyage, que custa R$ 82.900.

Sem suas versões 1.6, que saíram de linha recentemente, ele se limita à configuração 1.0, que tem 75/84 cv e 9,7/10,4 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas. Ele leva 13,2 segundos para atingir 100 km/h e tem máxima de 173 km/h.

Bem limitado na lista de equipamentos, o Voyage tem apenas ar-condicionado, direção hidráulica, freios ABS com EBD, alerta de frenagem de emergência, banco do motorista com ajuste de altura, vidros dianteiros elétricos, entre outros.

10) Renault Logan 1.0 – 82 cv

renault sandero logan stepway 2020 impressões na 7

Por último, o Renault Logan 1.0 fica atrás do rival da Volkswagen por entregar 79/82 cv e 10,2/10,5 kgfm de seu propulsor 3 cilindros, associado ao câmbio manual de cinco marchas.

Esse conjunto leva o francês até os 100 km/h em 13,2 segundos, mesmo tempo do Voyage, com máxima de 164 km/h. No site da marca, os preços estão indisponíveis, assim como qualquer versão com motor 1.6.

A versão de entrada vem com quatro airbags, direção eletro-hidráulica, vidros dianteiros elétricos, luzes diurnas em LED, ar-condicionado e um enorme porta-malas de 510 litros.

Top 10 – Sedãs compactos mais potentes do Brasil (2022):

  1. Volkswagen Virtus GTS 1.4 TSI – 150 cv
  2. Volkswagen Virtus 1.0 TSI – 128 cv
  3. Honda City 1.5 CVT – 126 cv
  4. Hyundai HB20S 1.0 Turbo – 120 cv
  5. Chevrolet Onix Plus 1.0 Turbo – 116 cv
  6. Nissan Versa 1.6 – 114 cv
  7. Toyota Yaris Sedan 1.5 CVT – 110 cv
  8. Fiat Cronos 1.3 – 109 cv
  9. Volkswagen Voyage 1.0 – 84 cv
  10. Renault Logan 1.0 – 82 cv

Autor: Viny Furlani

Formado em Gestão de Negócios, trabalha no segmento automotivo há mais de 17 anos. Em 2009, passou a escrever avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos, em vários sites. Além das matérias escritas para o NA, também cuida das mídias sociais do site.