TOP 5: Motivos para não comprar o Jeep Compass

jeep compass 4xe avaliacao na 48
jeep compass 4xe avaliacao na 48

O Jeep Compass é um dos modelos de maior sucesso no mercado brasileiro nos últimos anos, e isso não apenas em relação aos SUVs.

No geral, o modelo sempre esteve entre os mais vendidos por aqui.

Mesmo assim, podemos apontar alguns aspectos negativos que o colocam atrás de seus rivais, especialmente o Toyota Corolla Cross e o Volkswagen Taos.

Quais são esses pontos? Será que eles poderiam fazer você desistir da compra?

Confira!

avaliacao jeep compass 2022 7
avaliacao jeep compass 2022 7

Consumo alto na versão flex

O Compass 2.0 flex era conhecido por ter um consumo mais alto e um desempenho abaixo do esperado, o que fazia alguns clientes (que tinham condições de investir mais) optarem pelas versões a diesel do SUV.

Isso melhorou muito com a chegada do motor 1.3 turboflex, que entrega até 185 cavalos e 27,5 kgfm de torque, estando associado ao câmbio automático de 6 marchas. Mas e o consumo, será que melhorou na mesma proporção?

Sim, houve uma evolução, mas o Compass continua gastando mais que alguns rivais. Seu consumo na cidade é de 7,1 km/l com etanol e 10,4 km/l com gasolina, enquanto na estrada ele marca 8,8 km/l (E) e 12,1 km/l (G).

Não são números ruins, mas se você realmente quer economizar, existem opções melhores. Uma delas é o Toyota Corolla Cross em sua versão 2.0, já que as opções híbridas estão em outro patamar de consumo.

O modelo japonês é melhor que o Compass em todas as medições, com a maior diferença na cidade com gasolina, onde ele alcança 11,7 km/l. Já a menor diferença fica no consumo rodoviário com etanol, quando o Corolla Cross chega a 9 km/l.

Outro concorrente mais econômico que o Jeep, o Taos 1.4 TSI chega a 9,1 km/l na estrada com etanol, superando ainda o rival da Toyota. Por outro lado, seu consumo urbano com este combustível é maior, alcançando 7,6 km/l.

Para ter um Compass com consumo mais baixo, você pode optar pela versão 4xe. Nesse caso, o SUV híbrido consegue marcar tranquilamente acima de 24 km/l na estrada, sendo que na cidade a economia é ainda maior.

Consumo Compass 1.3 Turbo Corolla Cross 2.0 Taos 1.4 TSI
Cidade – etanol 7,1 8,2 7,6
Cidade – gasolina 10,4 11,7 10,9
Estrada – etanol 8,8 9,0 9,1
Estrada – gasolina 12,1 13,0 13,0

 

jeep compass 4xe avaliacao na 50
jeep compass 4xe avaliacao na 50

Versão de entrada tem preço de SUV topo de linha

Não é querer chover no molhado, mas novamente precisamos falar dos preços como um ponto negativo.

Isso não se aplica apenas ao modelo da Jeep, mas ele é um dos destaques negativos nesse assunto em nosso mercado.

Quando foi lançado por aqui, o modelo reestilizado começava em R$ 139.990 na versão Sport, chegando até R$ 187.990 na opção S. Além dessas opções flex, o Compass diesel variava entre R$ 196.990 (Longitude) e R$ 216.990 (Trailhawk).

Essa era a tabela em abril de 2021, mas parece que faz mais tempo. Hoje, o Compass Sport custa R$ 180.390, ou seja, a versão mais barata do modelo está quase no patamar da opção mais equipada em seu lançamento.

Já a citada versão S atualmente custa nada menos que R$ 243.390, enquanto as configurações movidas a diesel ficam entre R$ 241.990 e R$ 262.990, valor pedido pela versão Limited ou Trailhawk.

Mas todos os concorrentes também estão mais caros, certo? Sim, mas não tanto.

Falando sobre os dois rivais já citados, o Corolla Cross começa em R$ 162.590 e chega a R$ 196.290 quando equipado com motor 2.0, enquanto as opções híbridas ficam entre R$ 202.690 e R$ 210.990.

Já o Volkswagen Taos, que tem apenas duas versões e é sempre oferecido com motor 1.4 TSI, parte de R$ 186.280 na versão Comfortline e chega a R$ 212.480 na opção Highline.

jeep compass sport T270 2022 11
jeep compass sport T270 2022 11

Espaço interno não é dos melhores

Um dos pontos mais elogiados pelos donos do Compass é o conforto oferecido a seus ocupantes, algo que já vinha desde seu lançamento por aqui.

Mesmo assim, o modelo não é dos mais espaçosos entre seus rivais.

Seu entre-eixos, por exemplo, é de 2,63 m, perdendo para o Corolla Cross, que tem 2,64 m, e para o Taos, com seus 2,68 m.

Não é uma diferença gritante, mas que deixa o Jeep para trás.

E se continuarmos olhando para a ficha técnica deles, o Compass também perde no comprimento (4,40 m contra 4,46 m dos rivais) e na largura (1,81 m contra 1,82 m e 1,84 m, respectivamente), empatando apenas na altura (todos por volta de 1,62 m).

Outra medida inferior a esses rivais está no porta-malas, que no Compass acomoda 410 litros. Enquanto isso, o modelo da Toyota tem 440 litros, enquanto o Volkswagen leva 498 litros e é o melhor entre os três.

jeep compass sport T270 2022 5
jeep compass sport T270 2022 5

A mudança visual foi muito tímida

A evolução do Compass debaixo do capô e no interior, o que inclui sua lista de equipamentos, foi muito grande. Tanto é que a reestilização deu novo fôlego ao modelo, que já tinha muita força em nosso mercado.

Por outro lado, ou melhor, do lado de fora, ele mudou bem menos.

A grade foi renovada, com aberturas menores, enquanto os faróis de LED ficaram mais finos e ganharam a companhia das luzes diurnas, antes posicionadas mais abaixo.

O para-choque mudou levemente e passou a contar com novos faróis de neblina, além de subirem um pouco para melhorar o ângulo de ataque. Além disso, poucas alterações, mantendo a traseira quase igual ao modelo anterior.

Tudo isso foi pensado para não mexer na identidade do Compass, afinal seu desenho foi muito bem aceito por aqui.

Mesmo assim, foram mudanças muito tímidas no visual para que o SUV realmente fosse considerado um “novo Compass”.

Novidades mais importantes virão apenas em 2024, quando a Jeep lançará a nova geração de seu utilitário. Ele vai receber uma nova plataforma e estará pronto para ser elétrico, além de mudar profundamente o visual.

Jeep Compass Limited 2022 5
Jeep Compass Limited 2022 5

Não tem versão 4×4 flex

Ao contrário do seu irmão Renegade, que trouxe o motor 1.3 turboflex com tração 4×4, o Compass limita a tração integral apenas ao motor diesel.

Teria sido interessante ver alguma versão com a mesma receita aplicada ao SUV compacto da marca. Aliás, isso já foi pensado no modelo anterior, ainda que por muito pouco tempo.

A linha 2018 do Compass preparava uma grande mudança: a chegada da versão Sport 4×4, mas com o motor 2.0 flex de 159/166 cv e 19,9/20,5 kgfm.

Tudo estava indo bem, até a marca perceber que o desenvolvimento dessa opção seria bem mais cara que o esperado.

O problema era conseguir casar esse motor com a tração integral e o câmbio automático de 9 marchas, exigindo bastante de seus engenheiros. O custo foi tão alto que a marca percebeu que não valia a pena lançar essa versão.

Para não jogar fora o projeto, a solução foi lançar uma edição especial, que durou muito pouco e colocou nas ruas apenas 700 unidades. Talvez essa seja a primeira vez que você esteja lendo sobre isso.

Esse pode ter sido o motivo para a marca não lançar um Compass 1.3 T270 4×4, mas certamente seria uma adição muito interessante à gama.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.