TOP 5: Versões super raras da Kombi que foram vendidas no Brasil

A Kombi em si não é um carro muito raro de ver nas ruas. Foram mais de 1.500.000 unidades feitas em seus 56 anos de produção no Brasil, de 1957 até 2013.

Mas existem algumas versões muito raras dela, muito difíceis de serem vistas por aí, e que acabaram supervalorizando no mercado de carros usados, ficando apenas nas mãos de colecionadores endinheirados.

Vamos falar um pouco sobre 5 destas versões.

Confira:

Kombi Carat

Kombi Carat
Kombi Carat

A Volkswagen ficou preocupada com a chegada dos carros importados ao Brasil nos anos 90, onde vans comerciais como Renault Traffic, Mercedes MB180D e Kia Besta ameaçavam o jurássico modelo da marca alemã.

Então a Volkswagen decidiu atualizar seu modelo, dando a ele teto alto, porta lateral de correr e outras novidades, usando uma solução local da Volkswagen do México, que era usada por lá desde 1991.​

Em abril de 1997 chega a Kombi atualizada, no formato da Kombi Carat, que era um modelo mais luxuoso da Kombi, feita para o transporte de passageiros.​

A Kombi Caravelle do México, uma versão mais luxuosa, foi usada como inspiração para a criação da Kombi Carat, que tinha vários equipamentos adicionais, como alças de segurança no teto, espelho de cortesia no parasol do lado direito, bancos revestidos em tecido, banco central com descansa-braço, encosto de cabeça para todos os ocupantes, revestimento do assoalho em carpete, etc.

Até mesmo o porta-malas era revestido em carpete, algo que só poderia ser contado como “luxo” na Kombi, modelo conhecido por ser extremamente espartano.

Pelo lado de fora, vidros verdes, parabrisa degradê, desembaçador do vidro traseiro, lanternas fumê, piscas dianteiros na cor cristal e calotas exclusivas.

O revestimento dos bancos era das versões topo de linha dos modelos Santana e Quantum.

Kombi 6 portas

kombi 6 portas
kombi 6 portas

A Kombi 6 portas foi uma invenção puramente brasileira, um modelo criado para agradar a famílias e também a taxistas e lotações.

Ela tinha, além das duas portas dianteiras que toda Kombi tem, mais quatro portas traseiras, duas de cada lado, para facilitar a entrada e saída dos ocupantes.

Na prática, poucas pessoas compravam o modelo para usar com a família, pois estas seis portas atrapalhavam e muito o uso daquela Kombi para transportar quaisquer tipos de objetos maiores.

Na década de 70, muitos taxistas transformavam seus carros em lotações, no início e no final do dia, com destinos específicos, lucrando com a oportunidade de levar, digamos, 10 pessoas até um certo destino final.

O modelo durou pouco, de 1961 até por volta de 1975, 1976, e a quantidade de carros feitos com essa configuração foi pequena.

Kombi 50 anos

kombi 50 anos
kombi 50 anos

Quando a Kombi alcançou 50 anos sendo produzida no Brasil, em 2007, a marca lançou esta edição comemorativa, que é muito rara por terem sido feitas apenas 50 unidades.

A Volkswagen até mesmo falou em alto em bom tom que a edição era destinada a colecionadores da Kombi.

Ela tinha um visual todo retrô, com pintura saia e blusa, ou seja, uma cor até certa altura e outra mais para baixo, parachoques brancos, vidros verdes, parabrisa degradê, aros prata ao redor dos faróis, e emblemas especiais da edição, incluindo uma numeração no painel, de 1 a 50.

A pintura da carroceria é feita nas cores branco cristal e vermelho bonanza, e os bancos tem um novo tecido, chamado de Tear LE Fendy.

Kombi Série Prata

kombi serie prata
kombi serie prata

Apesar da Kombi Carat ser uma Kombi especial que foi lançada nos anos 90, a Kombi Série Prata foi a primeira série especial do modelo, pois a Carat era apenas uma versão mais equipada.

A Kombi Série Prata foi revelada em 2005, pelo fato de que o motor a ar da Kombi estaria sendo aposentado no final daquele ano, por causa das novas normas de emissão de poluentes.

Não se ​​trata de uma série tão limitada quanto a Kombi 50 anos, pois eram 200 unidades, mas mesmo assim, para um país do tamanho do Brasil, é uma quantidade bem pequena.

As Kombi da Série Prata eram pintadas na tonalidade Prata Light Metálico. Os parachoques e aros dos faróis tinham a cor Cinza Cross, que era um cinza bem escuro.

As lanternas traseiras eram fumê, e as setas dianteiras eram na cor cristal.

Kombi Last Edition

kombi last edition
kombi last edition

Aqui temos uma edição especial que acabou manchando o final de produção da Kombi no Brasil, por uma atitude bem anti-ética da Volkswagen na ocasião, no ano de 2013.

A marca revelou que uma série especial seria feita, onde as 600 últimas unidades da Kombi feitas no Brasil seriam dessa edição, com uma pintura azul, interior azul, e vários detalhes únicos.

Vários e vários colecionadores ficaram loucos para garantir as suas unidades, mesmo com a Kombi Last Edition custando R$ 85.000, muito mais do que o preço normal de R$ 40.000 e poucos reais pelas Kombis normais.

Passado um certo tempo, a Volkswagen decide dobrar a quantidade de Kombis que seriam feitas, passando de 600 para 1.200.

Muitas reclamações apareceram, com alguns clientes até mesmo processando a Volkswagen e conseguindo decisões que fariam a empresa a pegar o carro de volta e devolver o dinheiro.

A produção da Kombi Last Edition foi terceirizada, feita pela empresa Rontan, que montava carros para uso de polícias e outras forças governamentais. O interior foi feito com material de baixa qualidade, e a pintura azul foi feita por cima da branca original.

Itens de reposição não foram enviados ás concessionárias, deixando quem tiver que substituir um adesivo, por exemplo, tendo que se virar sozinho.

A VW ainda teve a coragem de produzir mais 2.000 Kombis comuns depois que as Last Edition foram feitas, manchando para sempre a sua numeração de chassis, que já não eram mais os números mais altos de produção.

No final, a sede ao pote da Volkswagen teve seu preço, com várias unidades da Last Edition sendo vendidas a preços bem menores, e algumas sendo até mesmo usadas como veículos de prefeituras e de transporte escolar, em uma visão que arde os olhos de quem coleciona carros antigos.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.