Combustíveis Finanças Matérias NA Mercado

Álcool x gasolina: veja o cálculo de qual vale mais a pena

Álcool x gasolina: veja o cálculo de qual vale mais a pena

Álcool x gasolina, qual usar? Essa dúvida vem de muito tempo, desde o fim dos anos 70, mais exatamente, quando o derivado de petróleo, em plena crise, encontrou um rival de peso saído dos canaviais, hoje chamado etanol.


Mas, qual deles é realmente vantajoso? Neste artigo vamos ver por que o cálculo de 70% não é exato e citaremos os exemplos dos 10 carros mais vendidos no mercado.

Álcool x gasolina: diferenças

Álcool e gasolina até se misturam, mas individualmente, possuem eficiência energética bem distintas. Em geral, o álcool (etanol) rende menos energeticamente que o derivado de petróleo, que é a gasolina.


Por conta disso, em média seu rendimento é cerca de 30% inferior, gerando então uma diferença que é notável no bolso do consumidor. Mas, isso pode ocorrer para mais ou para menos, pois tudo depende do valor do litro de cada combustível aí na sua cidade.

Historicamente, os carros à álcool sempre gastaram mais que os movidos por gasolina. Nos anos 80 e 90, eles tinham motores diferentes até, sendo que isso mudou apenas em 2003, quando surgiu a tecnologia flex. Até então, não havia mistério. O cálculo de consumo de cada carro estava atrelado apenas ao preço de cada combustível.

Porém, quando a tecnologia flex uniu os dois, o consumidor passou a ter que viver com a matemática na cabeça – claro, para aqueles que levam a vida na ponta do lápis – para calcular mentalmente até, quando cada combustível é vantajoso em seu automóvel.

Como cada combustível possui uma estrutura de preço diferente, sempre com o álcool a ser mais em conta, o motorista muitas vezes desiste de ficar calculando e aposta apenas em um deles.

Para ajudar a tirar a dúvida, em relação aos preços, alguns postos colocam a diferença de preços em percentual, indicando se o álcool está mais ou menos vantajoso em relação à gasolina. Mas, será que todos os carros consomem os dois combustíveis nessa suposta proporção de 70%?

Antes do Inovar-Auto, programa automotivo que vigorou por cinco anos no Brasil, entre 2012 e 2017, os carros tinham uma diferença grande em relação ao consumo de cidade e estrada.

Em realidade, tanto com gasolina quanto com etanol, os carros ficaram mais econômicos na cidade e mais gastões na estrada. Essa aproximação de consumos urbanos e rodoviários foi sentida em muitos lançamentos recentes e nas atualizações técnicas do período.

O objetivo era claro, reduzir o consumo e a emissão para atingir a meta do Inovar-Auto, que previa redução de 12% em média. Ou seja, tirou-se da estrada para privilegiar a cidade. Então, apesar dessa diferença ter sido polida ao longo dos cinco anos de programa automotivo, os 70% ainda são a base de cálculo que muitos usam para saber se o álcool é mais vantajoso que a gasolina.

Álcool x gasolina: veja o cálculo de qual vale mais a pena

Álcool x gasolina: cálculo

O cálculo básico para se descobrir se o álcool é vantajoso ou não em relação à gasolina é simples. Basta dividir o preço do litro do etanol pelo da gasolina. Se o resultado for inferior a 0,7, o derivado da cana-de-açúcar é o melhor para abastecer. Se for maior que 0,7, então a gasolina é melhor.

Por exemplo, se o litro do álcool custar R$ 2,735 e o da gasolina R$ 4,272, então o resultado será de 0,640. Ou seja, o derivado de petróleo não é vantajoso e sim o combustível vegetal. Esse exemplo utilizou os preços médios do álcool e da gasolina na cidade de São Paulo entre os dias 17 e 23 de junho de 2018. Assim, nesse período, valeu mais abastecer com etanol.

Mas e no consumo dos carros? Essa diferença existe em qual proporção?

Para verificarmos isso, pegamos os 10 carros mais vendidos do mercado nacional de janeiro a maio de 2018 para verificar os consumos médios de cada um com os respectivos combustíveis e tirar a diferença.

Na tabela abaixo, confira os consumos médios e a diferença de etanol para gasolina nesses modelos, para saber quais são ou não vantajosos com gasolina.

Álcool x gasolina: veja o cálculo de qual vale mais a pena

Álcool x gasolina: consumo dos carros mais vendidos

Na tabela abaixo, colocamos os 10 carros mais vendidos entre janeiro e maio de 2018 no acumulado do ano.

Inserimos os consumos do Inmetro, mas esta análise do instituto é disponível apenas no ano 2017, pois o instituto ainda não divulgou a nova tabela de 2018, que consta com reclassificação dos limites em MJ/Km, provavelmente aguardando o anúncio do Rota 2030.

Ao invés de simplesmente colocarmos se o modelo em questão tem vantagem no uso do álcool se ele custar 70% do preço da gasolina, colocamos o valor máximo que o álcool pode custar para ainda ser vantajoso naquele modelo de veículo (mesmo que seja álcool aditivado).

Como calculamos isso? Levando-se em conta 1% abaixo da proporção exata de custo para os dois combustíveis. Vamos a um exemplo. Usemos o Onix 1.0 MT como base. Seu consumo com álcool na cidade é de 8,8 km/l e com gasolina na cidade é de 12,9 km/l.

Dividindo 8,8 por 12,9 chegamos ao número 0,68. Aí baixamos 1%, chegando a um preço máximo do álcool de 67% em relação a gasolina. Ou seja, se o álcool estiver custando 67% do preço da gasolina no seu posto preferencial, pode abastecer seu Onix 1.0 com câmbio manual tranquilamente, que você estará tendo uma vantagem financeira. Pequena, mas existente. Se o álcool estiver custando 68% da gasolina, é indiferente, e se estiver custando 69% ou mais, é perda de dinheiro.

Mas esse cálculo serve apenas para o Onix 1.0, já que se você tiver um Prisma 1.0, ou mesmo um Gol 1.0, a proporção vantajosa passa de 67% para 66%. Enfim, está tudo na tabela aqui abaixo. E se seu carro não consta na nossa tabela, você mesmo pode fazer o cálculo, dividindo o consumo do carro com álcool pelo consumo dele com gasolina, para saber onde fica o ponto de equilíbrio financeiro entre os dois combustíveis, no seu caso específico.

Álcool x gasolina: tabela com as proporções vantajosas para álcool em cada modelo

ModeloVantagem em usar Álcool NA CIDADE até a seguinte porcentagem do preço da gasolinaVantagem em usar Álcool NA ESTRADA até a seguinte porcentagem do preço da gasolina
ConsumoConsumoConsumoConsumo
CidadeCidadeEstradaEstrada
Álcool (km/l)Gasolina (km/l)Álcool (km/l)Gasolina (km/l)
Onix 1.0 MT8,812,910,515,367%67%
Onix 1.4 MT8,612,510,214,967%67%
Onix 1.4 AT7,911,79,613,966%68%
HB20 1.0 MT8,512,59,914,167%69%
HB20 1.6 MT8,111,69,913,868%70%
HB20 1.6 AT7,19,99,412,570%74%
HB20 1.0 Turbo MT8,211,610,114,369%69%
Ka 1.0 MT9,213,510,815,767%67%
Ka 1.5 MT8,111,79,613,868%68%
Polo 1.0 MT8,812,91014,367%68%
Polo 1.6 MT8,2129,513,967%67%
Polo 1.0 TSI AT7,911,49,513,968%67%
Prisma 1.0 MT8,913,110,815,866%67%
Prisma 1.4 MT8,812,910,715,467%68%
Prisma 1.4 AT8,111,910,214,767%68%
Gol 1.0 MT8,913,110,414,966%68%
Gol 1.6 MT7,911,59,71467%68%
Kwid 1.0 MT10,314,910,815,668%68%
Corolla 1.8 CVT7,811,49,213,267%68%
Corolla 2.0 CVT7,210,68,812,666%68%
Compass 2.0 AT6,18,87,510,868%68%
Argo 1.0 MT9,914,210,715,168%69%
Argo 1.3 MT9,212,910,214,370%70%
Argo 1.3 AT8,912,71014,469%68%
Argo 1.8 MT7,811,49,213,367%68%
Argo 1.8 AT7109,112,869%70%
Álcool x gasolina: veja o cálculo de qual vale mais a pena
Nota média 4.3 de 8 votos

52 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Eu faço as contas pelo custo do km rodado.
    Preço do combustível/consumo.
    Do balanço que tenho do meu carro, no último ano gastei 2500 litros de etanol e 200 de gasolina aprox.

    • É por aí mesmo João. O Inmetro é parâmetro mas o que conta é o estilo de cada um guiar e por onde anda (subidas, descidas, altitude, etc). Para ter certeza mesmo o ideal seria encher o tanque álcool e medir, depois fazer o mesmo com a gasolina. Você teria assim o seu próprio perfil. Os cálculos com base no 70% levam em consideração que a gasolina tem 27% de álcool? Se a gasolina fosse pura os carros seriam muito mais econômicos. O álcool por sua vez polui menos. O ganho de potência de 2 ou 3% no álcool não são perceptíveis. A questão é bolso mesmo. Eu só uso gasolina. Álcool só se não tiver gasolina. Questão de opção. Rodo uns 800Km/mês, assim, não há tanta diferença no bolso.

  • Essa conta de 30% não leva em consideração os aumentos na proporção de alcool na gasolina “pura”.. .também conhecida como mijolina que temos por aqui…

  • No meu caso, o custo do km rodado está em R$0,32 com gasolina. Mesmo com o preço do etanol fora dos 70%, ainda consigo entre R$0,32 e R$0,34 o km. (média geral cidade/estrada)

  • no meu carro atual (fox 1.6 8v) eu tenho documentado em planilha cada abastecimento que fiz com o tipo de combustível, consumo, entre outros dados, o que me deu a vantagem de ter um percentual personalizado especificamente para o meu uso: 76%… o cálculo não é totalmente preciso pois utilizo o carro para lazer então por vezes um abastecimento tem um tipo de rodagem diferente do outro, porém com o tempo e uso eles acabam entrando em equilíbrio… no último abastecimento utilizei a regra desses 76%, troquei de gasolina para etanol e consegui economizar bons 6 centavos por km rodado…

  • “Em realidade, tanto com gasolina quanto com etanol, os carros ficaram mais econômicos na cidade e mais gastões na estrada.”

    Eu gostaria de ver os dados que sustentam esta afirmação.

  • O meu Sandero 1.6 8v 2015 faz 8,5 km/l no álcool (R$ 3,50) e 10,0 km/l na gasolina aditivada (R$ 4,30). Então, uso geralmente o decimal 0,8 para cálculo. Curioso que a resposta do motor e, principalmente, do acelerador quando na gasolina ficam desagradavelmente lentas (imagino de 0,5 a 1 segundo de “lag”). Isso sem contar a perda de 1kgfm de torque. Razões pelas quais tento sempre abastecer álcool, ou então, no máximo, 50% de gasolina. De todos os carros que já dirigi (hoje tenho 30 anos), esse Sandero 1.6 é o único que tem essa característica pronunciavelmente desagradável na gasolina. Os outros flex dos quais tenho experiência se comportavam justamente ao contrário: no álcool, ficavam menos eficientes no consumo (70% ou menos) e se tornavam mais ásperos.

    • Depende o quanto vc roda.
      Meu caso é de 27 centavos para 40 centavos o km rodado. De alcool pra gasolina.
      50% mais caro rodar na gasolina.
      Se gasto 500 no alcool gastaria 750 na gasolina.
      Pra mim é uma boa diferença

  • Tô com um carro que faz, em média, 10 na gasolina e 7 no álcool. Em um BR aqui em São Paulo encontro o derivado do petróleo por R$4,18 e o etanol a R$2,72. Qual a fórmula do custo de km rodado vocês usam para eu avaliar qual a condição mais vantajosa?

    • No seu caso é 0,7. Multiplique o preço da gasolina por 0,7. Nos preços que você colocou, dá 2,92. Esse é o preço a que eles se equivalem. Como o seu etanol está 2,72, então está 20 centavos mais barato para você abastecer com álcool.

  • Eu creio que o melhor a fazer é rodar um tanque na cidade até a reserva, depois completa com o outro combustivel. Daí no segundo medir o consumo, já que o primeiro ainda tem uma grande influencia do combustível anterior.
    Fiz isso com carro e com moto, no meu caso. O carro não vale a pena usar etanol na minha região, já a moto vale pena, pois a diferença de consumo com etanol ficou um pouco menor que 25%

  • Prefiro sempre completar com gasolina para evitar estar indo toda hora em postos. Mas com certeza não é o mais econômico.

    Agora uma coisa que para mim parece óbvia é que há algum ‘esquema’ para sempre os dois combustíveis estarem próximos e nenhum sair em vantagem.

    • Cartel! Aqui no DF quebraram esse esquema recentemente, mais de 20 envolvidos estão sendo julgados, mas em se tratando de Brasil, não vai tardar tudo voltar a mesma. Aqui ja notei em alguns postos tá sendo vantajoso botar Alcool, nunca tinha visto isso no DF, só no entorno, já no Goias. Foi divulgado na mídia que o esquema de Cartel forçava os donos de postos a manter o Etanol num patamar desvantajoso e que o consumidor foi lesado em 800 milhões de reais em 5 anos…

  • Só lembrando pessoal, que uma manutenção correta ajuda também consumo. Passar o motor no scanner, ver se tem algum sensor com defeito.etc… Combustíveis estão caros pra ficar andando com motor desregulado…

  • aqui no sul (sta catarina) o álcool so valeu a pena ser utilizado durante alguns meses ali entre 2008-2009 eu tinha um astra flex na época bem beberrão, compensava isto abastecendo sempre no álcool; pouco depois não valeu mais a pena… faz uns 10 anos que ninguém poe álcool por aqui

  • O problema do etanol é a obrigação dos usineiros venderem pra Petrobras (pra ela dizer quanto vai ser pra vc) e depois ir pra distribuidora… Se pudesse vender direto pro posto geral andava só no álcool.

  • Meu carro é um Civic 2.0 A/T 2016. Na gasolina faz 7.2km/l, no alcool faz 5.8km/l, logo tenho uma proporção de consumo de 80%, sendo assim, quase sempre o Álcool é vantajoso pra mim. (Preços médios em Fortaleza/CE: A: 3,60 / G: 4,70)

  • no meu mille economy sempre completo o tanque quando chega a reserva, uma vez com etanol e na outra vez com gasolina, claro, sempre fica um pouco do outro combustível a acaba misturando, mas as minhas médias é de um rendimento de 80%, 9,7km/l etanol e 11,7km/l gasolina

  • na tabela do inmetro a gasolina é E22. no meu polo tsi indica aproximadamente 69% considerando esta mesma tabela, mas com a gasolina é a E27,5 no meu polo tsi a proporção fica em mais de 71,5%

  • Pra mim depende do carro.
    Tem carros que consume melhor em um combustivel do que em outro, pois tem mais performance.

    Meu carro faz 10km/l na estrada no etanol e 12km/h na gasolina, qual você acha que vou usar (se a gasolina ta sempre cara)?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email