Combustíveis Matérias NA

Gasolina e álcool se misturam?

Gasolina e álcool se misturam?

Ele são dois combustíveis bem diferentes. O primeiro é derivado do petróleo e um dos subprodutos do mesmo, mais valorizados, que abastece a maior parte da frota mundial de veículos. O segundo é de origem vegetal e é conhecido por ser limpo e renovável, mas abastece apenas uma pequena parcela dos automóveis do mundo, já que seu uso é intensivo apenas no Brasil, sendo usado de forma misturada em alguns países do mundo.


Estamos falando de gasolina e álcool, que também recebe o nome de etanol. O interessante nesses dois combustíveis é que passaram 25 anos separados em motores diferentes, não sendo jamais utilizados juntos em automóveis e outros veículos do tipo. Apenas com a tecnologia flex, foi possível misturar no mesmo tanque os dois produtos, que movem uma boa parte da frota nacional de veículos. Mas, será que gasolina e etanol se misturam?

Gasolina e álcool se misturam?

Sim, os dois combustíveis se misturam. Eles formam a chamada mistura homogênea, já que são substâncias apolares. Mas o que significa isso? No caso do álcool etílico, as moléculas possuem uma parte apolar e outra polar. Como de sua fórmula química C2H5OH, a parte C2H5 é apolar, ela acaba interagindo com as moléculas apolares da gasolina, que é essencialmente desse tipo.


Dessa forma, os dois combustíveis acabam sendo misturados naturalmente tanto no tanque de combustível quanto na própria refinaria, quando a gasolina pura recebe até 27% de álcool (etanol anidro). A mistura é tão boa que outros países, em especial de clima frio, passaram a adotar o combustível vegetal, mas misturado com o derivado de petróleo, a fim de reduzir as emissões de poluentes desse último. Nos EUA, o percentual de álcool – obtido do milho, diferente do brasileiro, que é extraído da cana-de-açúcar – chega a 85%. Ou seja, é quase como etanol com 15% de gasolina apenas para facilitar na partida a frio.

Gasolina e álcool se misturam?

A vantagem da gasolina é que ela suporta melhor os climas frios, o que ajuda carros com E85 a sobreviver ao rigoroso inverno do hemisfério norte ou do sul, já que a Argentina utiliza um percentual de 10% de álcool em sua gasolina, dita pura. No mundo, em torno de 60 países já utilizam essa mistura de gasolina e álcool em seus carros.

A tendência é que esse número aumente devido às pressões ambientais para cortar as emissões de poluentes. Mesmo motores de ciclo diesel já foram testados com 95% de etanol e um aditivo de detonação de 5%, já que não existe ignição por centelha, mas por compressão. Tecnologia com processo semelhante, a HCCI leva o nome da mistura de gasolina e álcool, sendo Homogeneous Charge Compression Ignition, capaz de permitir a ignição dos dois combustíveis sem a centelha das velas. Esse pode ser o último estágio dos motores de combustão interna.

Gasolina e álcool se misturam?

Geralmente, quando se pergunta sobre se gasolina e álcool se misturam ou não, outra automaticamente é feita: álcool se mistura com a água? A resposta é sim. Na fórmula química do etanol, a parte OH é polar e é uma das partes da água (H2O), que é totalmente polar. Por isso álcool e água se misturam.

Já a gasolina não se mistura com água, pois uma é apolar e a outra polar. Isso é o que se obtém no teste da gasolina para ver se está adultera, já que sua parte em álcool se desprende da mesma e mistura-se com a água, indicando o percentual de mistura. Nesse caso, uma tecnologia automotiva ainda em testes, tal como a HCCI, promete revolucionar o mercado de carros híbridos com células de combustível.

A tecnologia SOFC (Solid-Oxide Fuel Cell) utiliza células de combustíveis como aquelas usadas com hidrogênio, mas o processo químico é realizado com álcool, mas pode-se admitir até 55% de água misturada em sua composição. Assim, o resultado é eletricidade que, após armazenada em baterias de lítio, alimenta o motor elétrico do carro. Esse sistema está sendo testado pela Nissan, que já prometeu sua introdução futura no Brasil, devido à infraestrutura consolidada.

 

Gasolina e álcool se misturam?
Nota média 5 de 3 votos

  • El Gato Negro

    Notícia automotiva ou aula de Química para pré-vestibular? Desculpe, mas… não estou entendendo o que anda acontecendo com o NA…

    • Zé Mundico

      Na boa, mas a matéria me pareceu bem instrutiva. Claro que ninguém é obrigado a ter doutorado em química para sacar algumas informações básicas. Mas sempre é bom ter alguma noção mesmo que uma maneira superficial.

      • El Gato Negro

        A questão não é entender ou não de química. A questão é o conteúdo. Imagine entrar em um site de culinária buscando receitas e ler uma matéria sobre o gás de cozinha e como se dá a composição dele. É um conhecimento geral válido? Sim, é. Mas não é o que eu espero encontrar.

        Mas tudo bem. É só o meu ponto de vista. Abraço.

        • Gutto Morais

          Mas vai plantar batata no asfalto seu mala sem alça….

      • El Gato Negro

        A questão não é entender ou não de química. A questão é o conteúdo. Imagine entrar em um site de culinária buscando receitas e ler uma matéria sobre o gás de cozinha e como se dá a composição dele. É um conhecimento geral válido? É. Mas não é o que eu espero encontrar.

        Mas tudo bem. É só o meu ponto de vista. Abraço.

    • André Luis Versiani
      • El Gato Negro

        Pra mim, ratifica o meu ponto de vista.

    • kravmaga

      Mas é para isso mesmo que as pessoas precisam aprender isso na escola !

      O NA tem mais é que fazer matérias deste tipo.

    • Unknown

      E o pior, com uma pergunta imbecil desta! ÓBVIO que se misturam, pois se não se misturassem, o que a pessoa abastecesse primeito seria consumido pelo motor até chagar a outra porção e passaria a ser consumida, que absurdo!

      • Emanuel Schott

        Não é assim tão obvio que o motor consome os dois combustíveis misturados. A matéria é interessante.

        • Unknown

          Ah não. Então você abastece metade álcool, metade gasolina, suponhamos. Na primeira metade do tanque, seu carro tem uma performance melhor (álcool) e depois você percebe a diminuição da performance, assim que ele passa a consumir a gasolina que não se misturou com o álcool! Façam-me o favor!!!! Menos matéria óbvias e mais informações importantes e coerentes!

  • Visionário

    O meu carro Flex tem 2 tanques, um para gasolina e outro para o álcool.
    O que me incomoda é que o tanque do álcool tem 55 Litros, e o tanque da gasolina fica lá na frente e tem apenas 8 Litros.
    Agora com a alta do álcool tenho que ir no posto a cada 2 dias abastecer gasolina.

    • André Augusto Rodrigues

      Tá de curtição! Só pode.

      • Xandy Paiva

        Não acredito que ele tenha escrito isso a sério 😎🤔😵

    • Lyn

      AUSHUSHAUSHAUSHUAHSUHSUAHS!!!!!!

    • Rafaelprado

      Cara faltou [IRONICMODE=OFF] no final…. Não sei como pode ter gente que achar que tu tá falando sério….
      Sem bem que no meu ultimo carro tambem tinha dois tanques, um deles só para gasolina….

    • Zé Mundico

      Beleza, pagando com cheque pré-datado ainda sai no lucro.

    • vicegag

      Devido a paralização a ANP aprovou varias medidas em caráter emergencial, dentre elas, a redução do etanol na gasosa.

  • Redoxon Medicine

    Não entendi. Se misturo etanol hidratado (que obviamente contém água) com gasolina e a gasolina não se mistura com a água, então dentro do tanque o etanol e a gasolina não vão se separar?

    • ObservadorCWB

      No Brasil em TERORIA TEMOS: Gasolina + álcool anidro para carros movidos a gasolina…… e Álcool Hidratado para carros movidos a etanol. No fim das contas temos Mijolina e Àguanool. O consumidor é sempre lesado por estas bandas. Ainda tem solventes e outros componentes de adulteração. O litro, que em algumas cidades comporta 750ml e por aí vai. O álcool não é toda esta maravilha não. Nos EUA realmente “pode chegar” a 85%, mas na grande MAIORIA não passa de 10% de álcool. Por isso lá um motorzão V8, consome o equivalente a um 1.6 das antigas por aqui. Em AVIAÇÃO, onde a hidratação do combustível não deve ocorrer, é muito difícil usar etanol. Até porque, a matéria não fala isso, o álcool possui como característica natural a sua hidratação (até mesmo pela humidade do ambiente).

      • Emanuel Schott

        Não é o etanol misturado a nossa gasolina que faz nossos carros consumirem mais, é a forma que os motores flex são feitos. A taxa de compressão deles é maior do que o ideal pra gasolina e menor que o ideal pro álcool. Isso resulta no consumo maior de ambos os combustíveis. Foi meio que uma gambiarra. Mas já existem estudos avançados pra criar um motor flex com taxa de compressão variável que se adapta ao combustível utilizado. Isso resolve o problema do consumo.

        Além disso, a UFMG desenvolveu um motor 1.0 bi-turbo exclusivo a etanol. Conseguiram desenvolver 185 cv e consumo menor do que um equivalente a gasolina.

        Era pra já estarmos pensando em usar motores só a etanol, mas o pré-sal surgiu, o governo cresceu o olho pra aquela coisa que até hoje não tem viabilidade econômica e abandonou o programa. Mesmo assim não quis largar o osso e cobra mais IPI de carros exclusivos a gasolina, o que força as montadoras a manter o flex.

        • Marcos Souza

          Sei motor flexível trabalha numa taça de compressão intermediária, teoricamente se tivermos uma proporção de mistura desses combustíveis, poderemos atingir essa taxa intermediária ideal é e nossos carros seriam mais econômicos?!?!
          Não seria melhor cada montadora informar qual seria a melhor mistura de combustíveis? Coloca 30% de gasolina e 70% de etanol, por exemplo

    • Emanuel Schott

      Só o etanol hidratado (o nosso “etanol” comum) tem água.

      O que se mistura na gasolina é o anidro, 100% puro.

    • Alessandro Araujo

      O álcool que é adicionado a gasolina é ANIDRO (sem água).

      • Redoxon Medicine

        Perfeito Alessandro Araujo. Concordo contigo. Mas não foi essa a minha dúvida.
        Vou colocá-la novamente: se misturar no tanque do carro gasolina com etanol, sendo o etanol hidratado, não ocorrerá a separação da água do etanol ao juntar-se com a gasolina?
        Ou seja, a gasolina e o etanol se misturam porém a água separa-se de ambos?
        Será que é isso que ocorre?

  • Ricardo

    Dá para produzir etanol e diesel do milho! Deveriam explorar mais este produto.

    • Samluzbh

      A produção de Etanol com milho é mais cara, você precisa de mais área plantada pra extrair a mesma quantidade que a cana.

      • José Castro Neto

        Onde ????
        1 tonelada de cana vai produzir de 80 a 90 litros de álcool. 1 tonelada de milho se extrai 400 litros.
        Milho tem produção mais cara pelas próprias peculiaridades da cultura, que requer boa fertilidade e investimento na lavoura para se obter boa produtividade.

        • Emanuel Schott

          E pra produzir 1 tonelada de milho é preciso uma área muito maior que 1 tonelada de cana.

          • José Castro Neto

            1 hec dá pra se obter até umas 200 sacas = 12.000 kg.

            Desconheço se após a produção do álcool do milho se pode obter algum subproduto, tipo farelo para ração, rentabilizando melhor a operação. Alguém só ramo pode esclarecer essa dúvida?

            • Emanuel Schott

              A produção recorde de milho no Mato Grosso foi de pouco mais de 100 sacas, ou 6 toneladas.

        • Samluzbh

          Um hectare de Milho produz entre 15 e 20 toneladas, isso dá, no final das contas, 3 500 litros de etanol. Já um hectare de Cana rende 90 toneladas e produz entre 7 mil e 8 mil litros de etanol. Além do fato que as moléculas do Milho são mais difíceis de serem quebradas pelas enzimas o que faz o processo com o Milho demorar mais.

    • Ducar Carros

      O diesel de milho, e da cana, são muito caros para serem produzidos, então, não vale a pena.

      O etanol de milho já está sendo produzido em MT, em uma usina dedicada, e em usinas flex, de cana e milho.

      • Ricardo

        Mas tanto o diesel como etanol saem da semente do milho ou de partes diferentes?

    • Unknown

      Menos eficiente que a cana, pode ter certeza!

  • Fábio Barros

    Matéria interessante. Mas eu gostaria de fazer uma observação, a mistura de etanol e gasolina não é feita nas refinarias e sim nas distribuidoras.

  • Sonfav

    No último parágrafo está escrito que o carro com tecnologia SOFC poderá funcionar com pinga, ou entendi errado? hehehehehe

  • Piston head

    E o percentual de água presente no etanol presente na gasolina não prejudica em nada os monofuel?

    • Emanuel Schott

      O etanol misturado na gasolina é 100% puro, não tem água.

      • José Castro Neto

        O álcool anidro, que é misturado à gasolina, tem uma fração bem pequena de água, menos de 0.5%. Pode-se dizer que é puro.

  • cepereira2006

    A dúvida que eu tinha quanto a isso não vi respondida na matéria. Em um carro flex, ao misturarmos gasolina e etanol hidratado no mesmo tanque, com o tempo o etanol não se mistura com a gasolina, deixando a água do etanol no fundo? Sempre que misturei os dois combustíveis, no finzinho do tanque o carro começa a engasgar.

    • Redoxon Medicine

      Pois é… foi exatamente esta pergunta que eu fiz lá no começo e infelizmente ninguém souber responder ou não compreenderam.
      Estamos na mesma @cepereira2006:disqus…

    • Fábio A.

      Apesar da matéria ser ineressante, acho que não esclareceu bem esse ponto, da mistura do etanol hidratado com a gasolina.

  • Geraldo da Costa

    Qualquer coisa mistura com qualquer outra coisa…Arroz mistura com feijão, agua mistura com areia, etc. A questão eh: a mistura eh homogênea ou heterogênea? No caso da gasolina e etanol forma-se uma mistura homogênea, pois um componente eh miscível no outro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email