Avaliações Hyundai Matérias NA Sedãs

Avaliação NA – Hyundai Azera 3 – Comportamento e consumo na cidade

Avaliação NA - Hyundai Azera 3 - Comportamento e consumo na cidade

Comprei meu Azera 2009 na cidade do Rio de Janeiro. Encontrei ele pelo site Webmotors, liguei na loja, tirei algumas informações, e então pedi para um membro do Fórum NA que mora por lá fazer o favor de ir até a loja e fazer um test-drive com o carro, tendo uma prévia do que eu encontraria sem ter que percorrer os quase 800 quilômetros de ida e volta até o Rio.


Ele me passou um relato bem favorável sobre o carro, o que fez com que eu decidisse ir até lá para fechar o negócio. Na época, estavamos com o Kia Soul aqui no NA, fazendo a avaliação de uma semana dele. Inclusive as fotos e a filmagem da estrada foram feitos indo até o Rio.

Peguei o carro ali no Botafogo, após minha gerente ter feito um TED para o dono do carro, com o valor dele, descontado o IPVA integral de 2011, que ficava em torno de 2.200 reais. Parei para abastecer em um posto de boa aparência, e me impressionei com o valor do tanque cheio: mais de 200 reais.

Tanque de 75 litros não é fácil. A autonomia é ótima na estrada, mas na hora de encher o tanque o valor não é nada leve. Pegando a estrada tive de me controlar para não distanciar muito do Kia Soul pilotado pela minha esposa, afinal, era só dar uma pequena pisada no acelerador que o Azera ia de 100 para 140 km/h, era incrível.


Quer dizer, ainda é incrível, para quem nunca teve um carro seis cilindros antes. Pular de 140 para 245 cavalos é uma diferença bem grande. Você tem que se adequar para não andar muito até mesmo dentro da cidade.

Andando na cidade

Aliás, por falar em cidade, é sobre isso que esta matéria trata: como anda (e como gasta) o Azera dentro da cidade. Sinceramente, não parece que o Azera tem mais de 1.600 quilos. Ele responde com muita rapidez.

A disposição do motor 3.3 é muito boa, fazendo com que o Azera sempre pegue no embalo rapidamente, sem esforço, até mesmo em subidas inclinadas. No caminho que faço do centro da cidade para minha casa, passo por uma rotatória e depois viro à direita, subindo em uma avenida de duas pistas.

Quando você está a 20 ou 30 km/h e pisa até o fundo do acelerador, o tranco da reduzida é bem forte, e o Azera acelera com tanto fôlego que mesmo sendo uma subida ele destraciona bastante, dançando pra todo lado.

Desempenho

Mas nem sempre (em todas as velocidades e rotações do motor) o Azera tem esse fôlego todo. A primeira e a segunda marchas são mais curtas quando requisitadas, já a terceira se mostra um pouco longa demais mesmo se você pisar fundo, o que tira um pouco do “momentum” em que você vem com o carro.

Mas não reclamo, afinal se trata de um sedã grande, comumente denominado “barca”, então o objetivo é andar tranquilamente com todo o conforto possível.

Nas acelerações, eu diria que o Hyundai Azera tem a disposição de um carro 3.3 V6 mesmo, nem mais nem menos. Mas ele não se incomoda com o peso grande que leva nas costas, 1.620 dele mesmo e mais de 100 do motorista.

Conforto

Andando na cidade, o conforto é total, e na maioria das ocasiões você não precisa pisar mais do que apenas a “casquinha” do acelerador. O torque de 31 kgfm é entregue em rotações baixas, o que compensa o fato de o Azera ter motor um pouco menor que outros sedãs grandes, que tem unidades 3.5 ou maiores.

A suspensão dele não é firme, é bem mole, ao estilo americano, o que faz com que o carro balance bastante em ruas muito irregulares ou ao passar por lombadas e valetas. Aliás, todo cuidado com a frente é pouco.

Ela costuma raspar em valetas maiores e também ao estacionar em vagas na diagonal, onde o carro acaba embicando na guia. Quem quer um sedã grande com toques esportivos sem dúvida deve ficar com um Fusion V6 ou outro modelo que julgar esportivo, pois além da suspensão macia, os bancos do Azera não tem muito apoio lateral.

O acabamento em couro também faz com que o corpo deslize de lado se você faz uma curva muito forte. OBS.: Digo esportivo pelo conjunto, certamente não pelo 0-100 que é igual ao do Azera.

Consumo

E o consumo? Proprietários de Azera costumam relatar médias urbanas que ficam entre 4,5 km/l e 6,5 km/l. Como minha cidade é pequena e os percursos são curtos, cheios de subidas, a minha média não é das melhores: faço exatos 5,0 km/l com meu Azera na maioria dos tanques que encho, metade do tempo com o ar-condicionado ligado. Mas já parei de calcular, isso nos faz é sofrer e parar de aproveitar a cavalaria debaixo do capô. Para economia, tenho um popular na garagem mesmo.

Gastão? Certamente que sim, mas se calcularmos que se trata de um sedã com motor V6, 245 cavalos e mais de 1.600 quilos, não está tão ruim. Alguns modelos 1.5 ou 1.6 que testamos aqui no NA apresentaram média de 8 km/l na cidade com gasolina, às vezes menos.

Ruído interno

O nível de ruído interno do Azera é ótimo. Se você pisa pouco, nem percebe o ronco do motor, muito menos o ruído de rodagem dos pneus 235. Um ponto que ajuda no fato de não ouvirmos o motor é a marcha-lenta que é lenta mesmo: começa em 1.000 rotações logo depois da partida mas já cai para umas 600.

E a posição de dirigir é muito boa, auxiliada pelas várias regulagens elétricas de banco e volante. Mas tudo isso que falamos aqui será comprovado pelo vídeo mostrando o comportamento do Azera na cidade, aguarde.

Avaliação NA – Hyundai Azera 3 – Comportamento e consumo na cidade
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email