Avaliações Honda SUVs

Avaliação NA – Novo CR-V 2012 (3) – Comportamento e consumo na cidade

Avaliação NA - Novo CR-V 2012 (3) - Comportamento e consumo na cidade

Em comparação com a geração anterior do CR-V, o novo Honda CR-V 2012 tem um pouco mais de disposição. Reclamamos bastante da pouca força do motor 2.0 16v de 150 cavalos no CR-V anterior, pois com certeza é um carro pesado, com quase 1.600 quilos.


A mudança de 5 cavalos entre os dois não faz milagres, ainda continua um carro fraco, mas a versão sem tração integral tem a vantagem de perder algo em torno de 30 quilos. Juntando isso com o motor atualizado, dá pra perceber uma ligeira melhora nas respostas.

Mas aí entra o ECON: com ele acionado o desempenho é praticamente o mesmo do CR-V de 150 cavalos. Logo que você arranca com o carro, as rotações demoram a subir. Desligando o ECON, a mudança é para melhor, parece que aquele botãozinho alterna entre um CR-V com 150 cavalos e tração integral e um de 155 cavalos e tração apenas na dianteira.

Ou seja, a mudança no comportamento dinâmico do veículo é realizada da mesma maneira que no Civic, deixando o carro meio atordoado e sem vontade de acelerar forte. Aliás, quando desligamos o ECON vemos que a pequena diferença que existe na nova motorização passa a impressão de terem sido mais do que apenas 5 cavalos que foram adicionados.


A condução normal feita com o CR-V dentro de uma cidade mostra que ele continua sendo um carro bem familiar, pois tem bastante espaço interno, conta com uma suspensão confortável e tem pneus altos, que ajudam a filtrar as imperfeições das nossas ruas irregulares.

Passando por lombadas, valetas e travessias elevadas com o CR-V 2012, dá pra ver que ele simplesmente ignora estes obstáculos: se trata de um dos modelos vendidos hoje no Brasil que tem mais facilidade para transpor esse tipo de coisa sem repassar a pancada para quem está na cabine.

O lado ruim de todo esse conforto entregue é que o CR-V 2012 não é bom de curva, é necessário passar por elas em velocidades um pouco mais baixas. A carroceria não inclina muito nelas, na verdade são os pneus que começam a cantar com facilidade.

Ficou cansado de ver-nos falar mal do ECON nas nossas avaliações de Civic 2012 e CR-V 2012? Calma, fique tranquilo que no CR-V também tivemos uma boa melhora no consumo, usando este modelo, o que acaba fazendo com que o uso dele seja bem interessante para quem roda muito.

Tivemos uma média de consumo de 6,4 km/l na cidade sem o ECON ligado. Com ele acionado, essa média passou para 7,8 km/l, uma melhora bem expressiva, de mais de 20%. O uso em ambas as ocasiões foi feito com ar-condicionado ligado parte do tempo.

O que podemos concluir é que a melhora na potência do motor do CR-V se traduziu em um consumo pior, pois o modelo passou de 6,8 km/l da geração anterior para 6,4 km/l, e olha que estamos falando de um carro com tração 4×4 para um com tração apenas dianteira.

Mas com o ECON ligado, foi um consumo muito bom para um carro com o porte e o peso do CR-V. E o melhor da história é o seguinte: como o Honda CR-V é 2.0 16v, seu uso com ECON passa a ser tolerável, ao contrário do que acontece no Civic, que tem menos torque e consequentemente fica muito fraco com o ECON acionado.

Avaliação NA – Novo CR-V 2012 (3) – Comportamento e consumo na cidade
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email