*Featured Avaliações Conversíveis Esportivos Porsche

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Há 22 anos, o Porsche Boxster é uma das melhores opções para quem busca um conversível de alto desempenho e com um custo inferior ao de um Porsche 911, por exemplo, sem ser menos divertido de dirigir.


Custando R$ 480.000, o Porsche 718 Boxster GTS não é exatamente a linha de acesso do modelo, na verdade ele é a opção mais potente do roadster, que foi renomeado nesta geração em alusão ao clássico das pistas.

No caso deste Porsche 718 Boxster (que tem o irmão cupê Cayman) não será preciso ir às pistas para ter um carro realmente esportivo nas mãos.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre


Ele é um bólido com nada menos que 365 cavalos (GTS) em um “clássico” motor boxer central de quatro cilindros 2.5.

Com linhas inspiradoras, o Porsche 718 Boxster GTS reúne estilo de quem busca rodar rápido ao ar livre e tem a performance de um carro de competição e ainda com alguma eficiência em combustível, algo impensável em um carro bem mais purista que os híbridos atuais.

Claro, tudo tem seu limite.

Por fora…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Em uma brilhante e chamativa cor Miami Blue, o Porsche 718 Boxster GTS não é um carro discreto. E nem quer ser!

Sua silhueta é envolvente e bem esportiva, tendo faróis de LED com máscara negra e quatro luzes diurnas envolta do projetor principal.

O para-choque fundido com a carroceria apresenta ainda luzes de LED auxiliares. Nas laterais, o Boxster GTS tem belas e enormes rodas aro 20 polegadas, exibindo os grandes discos ventilados e as pinças vermelhas da Porsche.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O badge GTS em preto se destaca nesse tom de azul, assim como as entradas de ar laterais.

Com para-brisa bem inclinado, o Porsche 718 com teto móvel tem ainda retrovisores de bom tamanho e maçanetas que abrem para cima, como no Audi Q5, por exemplo.

Na traseira, o 718 GTS chama atenção por suas lanternas em LED com efeito 3D, assim como pelo nome Porsche mais discreto em fundo preto, em comparação com o bem visível 718 Boxster GTS em preto, mergulhado no fundo azul.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O para-choque tem ainda difusor de ar duplo e a característica ponteira de escape centralizada, que no GTS é dupla. Sobre o segundo porta-malas (sim, ele tem dois), luz auxiliar de freio e dois arcos anticapotamento devidamente em preto brilhante e com grade central.

Existem também telas internas dentro destes arcos estilosos (que caíram durante a avaliação, por simplesmente não estarem bem presas).

A capota de tecido de acionamento elétrico fica sob a cobertura preta logo atrás deles, emergindo em segundos e fechando completamente o diminuto habitáculo. A vigia traseira é em vidro. O limite de acionamento é de 50 km/h.

Por dentro…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Feito para dois, o Porsche 718 Boxster GTS não é muito espaçoso, mas para quem tem até 2 m de altura, ele veste perfeitamente. O ambiente mantém o DNA do Boxster, claramente notado no cluster analógico com três mostradores, sendo um deles digital.

A Porsche parece brincar com o indicativo de 300 km/h no velocímetro do Boxster GTS. Como se sabe, este instrumento é sempre o mais otimista de qualquer carro, mas nesse caso, falta espaço para o ponteiro…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Para isso, há um display digital com a mesma função. Já o conta-giros de fundo cinza é bem mais realista com 8.000 rpm de limite. O relógio analógico que se converte em cronômetro se destaca no topo.

Outra característica do Boxster é o minimalismo, tendo tela de multimídia pequena, mas com recursos importantes do PCM (Porsche Communication Management). Aqui esse alemão não segue outros que ainda insistem em comandos físicos para isso ou aquilo. Quase tudo é touchscreen.

Ainda assim se encontra sistema de áudio com CD/DVD/SD/USB (1 no porta-luvas e outro no apoio de braço central), bem como Bluetooth e a Jukebox com HD interno.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O som é da Bose com 10 alto-falantes e 10 canais amplificadores, tendo 505 watts. É opcional. Pode-se ainda optar por um mais simples ou o Burmester com 821 watts.

O volante de três raios tem detalhes em alumínio e boa empunhadura, além de paddle shifts de mesmo material, bem como o botão dos modos de condução Normal, Sport, Sport Plus e Individual, além do Sport Response, que acrescenta 20 segundos e poder extra.

O túnel elevado abriga uma estilosa alavanca de alumínio de boa pegada, assim como comandos físicos do ar condicionado dual zone e do sistema de som.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Também existem botões para o defletor de ar retrátil, escape com som mais grave, Start&Stop, ajuste dos amortecedores e o desligamento dos controles de tração e estabilidade.

Coisas próprias da Porsche, como os porta-copos articulados e escamoteáveis no acabamento do lado do passageiro, estão presentes, tal como a chave do lado esquerdo do volante.

Os bancos são envolventes e limitados em inclinação por causa do espaço interno. Afinal, atrás já vem o motor. No teto, o Boxster GTS tem ainda três botões configuráveis.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O acabamento de painel e portas possuem detalhes em fibra de carbono, enquanto as entradas e os assentos possuem padronagem em Alcantara, tal como no volante. Falando em volante, ele oculta na base, um botão de aquecimento do aro. Os pedais são de alumínio.

Para quem pensa em pegar a estrada com o Porsche 718 Boxster GTS, o espaço para bagagens é limitado a 275 litros, sendo 150 na frente (onde fica um estepe quase solto) e 125 litros atrás. Não há acesso direto ao motor.

Por ruas e estradas…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Lembra-se do velocímetro analógico?

Então, o Porsche 718 Boxster GTS é um bólido muito mais rápido e veloz que as versões com motor 2.0 ou a S, que tem o mesmo 2.5, mas este aqui tem 365 cavalos a 6.500 rpm e 43,8 kgfm a partir de 1.900 rpm, indo até 5.000 rpm.

Assim, ele “voa” de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e tem máxima (não limitada) de 290 km/h. Ou seja, com a margem de erro do ponteiro, ele certamente vai alcançar os 300 km/h marcados sem chorinho…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O propulsor de posição central é um boxer refrigerado a água com turbocompressor e intercooler, sendo bem mais potente que o 2.0 de 300 cavalos da versão de acesso e os 350 do Boxster S.

Logo na partida, ele ruge com vigor, parecendo mesmo que os escapes estão no modo mais animador, mas basta aciona-los, para que o ritmo fique ainda mais empolgante.

Com o câmbio automatizado de dupla embreagem banhada a óleo, o PDK, as sete marchas parecem mais do que suficientes para este Boxster GTS.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

As trocas são imperceptíveis e rápidas o suficiente para ele ser mais rápido que um piloto profissional em sua versão manual, não oferecida por aqui.

A força descomunal do boxer 2.5 faz o 718 Boxster GTS saltar rapidamente nas saídas, subindo de giro com a mesma rapidez que os metros vão sumindo sob as quatro rodas.

O vento no interior dá uma dimensão da coisa, já que em poucos segundos os velocímetros marcam 110 km/h sem cerimônia.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Como é um turbo, não dá para brincar com o pé no acelerador, pois, as respostas são imediatas. O giro sobe tão rápido que os 6.500 rpm o GTS já se encontra “anos-luz” dos carros comuns.

As retomadas são sempre com motor cheio, independente do modo de condução. Qualquer reduzida e o ponteiro fica entre 3.000 e 4.000 rpm, sempre pronto para resposta estilingada de grudar o corpo no assento. Rodando a 110 km/h, ele marca 1.800 rpm.

Com ou sem aerofólio ativo e suspensão macia, ou dura, o Porsche 718 Boxster GTS empolga de qualquer jeito, sendo um carro bem à mão, com direção bem direta e agradável, assim como dotado de freios potentes o suficiente para transformar o susto do passageiro em alívio em poucos metros.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Com as trocas manuais, tanto no volante quanto na alavanca, o Boxster GTS dá uma boa dose de liberdade ao condutor, mas tem seus limites, mudando quando acha necessário para não entrar em “stol” ou parar na “zona vermelha”.

Mesmo com tração traseira, tendo-se em mente que tudo está devidamente ligado, o Boxster GTS é um carro que não vai dar sustos ao motorista, sendo um carro bem controlável para quem conhece o próprio limite.

Mas, a coisa pode ficar mais interessante quando se adiciona o modo Sport, que rapidamente eleva o giro em quase 1.000 rpm.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Porém, para que usar o intermediário se você pode ir direto para o suprassumo, o modo Sport Plus? É como comer com os olhos…

Pulando de uns 2.000 rpm para quase 3.500 rpm, o boxer 2.5 muda tudo, vira bicho e despeja com gosto sua força nas rodas traseiras, tendo ainda um alívio dos controles de tração e estabilidade.

Assim como endurecendo a suspensão e deixando o escape do jeito certo, para emitir todo o ronco preso até então.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

É aí que o GTS mostra realmente seu poder ao fazer o 0 a 100 km/h em poucos segundos, cronometrados no PCM, que ainda tem modo de volta rápida se houver uma pista disponível.

O estrondoso motor logo atrás dos ocupantes dá o tom da brincadeira e realmente é para ser visto e ouvido de longe por quem está apenas apreciando de fora.

E se isso já não é o suficiente, ainda temos o Sport Response com uma carga de cavalaria extra, aquela para acabar com a batalha e vencer a guerra. São 20 segundos e poder máximo do 718 GTS, onde não só os metros somem e o ponteiro salta, como também o tanque esvazia.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Pense nele como um pós-combustor de um caça supersônico… Você voa, mas gasta muito combustível com isso. O Boxster GTS pode fazer algumas dezenas de quilômetros de autonomia sumirem em metros, mas também tem seu lado surpreendentemente frugal.

Na estrada, rodando sem os demais modos de condução, ele fez 11,5 km/l de gasolina. Muito bom para um carro sem nenhum modo Eco, já que seu Start&Stop só funciona na cidade, obviamente.

Nesse caso, ele fez aceitáveis 6,2 km/l com trânsito moderado.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Claro, se você pular para Sport ou Sport Plus, então vai ver a média rapidamente despencar, seja na estrada ou na cidade.

Deve-se lembrar de que o modo Individual está lá para quem quiser personalizar sua condução. Mesmo no Normal, pode-se fazer barulho e andar muito mais do que se imagina.

No conforto, o Porsche 718 Boxster GTS é um carro bem firme, mas sem os amortecedores enrijecidos, ele até cruza bem em pisos como bloquete ou asfalto não liso, mas é um carro feito mesmo para pistas boas.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

A altura é baixa e requer atenção nas lombadas e entrada/saída de garagem.

Os pneus não são muito largos, mas garantem uma aderência surpreendente no Boxster GTS, contornando com maestria curvas rápidas ou fechadas, sempre na mão.

Claro, existe uma ligeira saída de traseira se abusar, mas mesmo nisso, o Porsche 718 é bem controlável.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O Boxster GTS é bom de conduzir com ou sem o teto, mas é com tudo aberto que ele realmente dá mais prazer.

E é aquilo, se esfriar, ajusta o aquecimento e bom passeio. Caso contrário, o ar condicionado é suficientemente potente para manter o clima bom em dias quentes.

Por você…

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

O Porsche 718 Boxster GTS é mais uma boa obra de engenharia alemã que chama atenção não só pelo visual, ainda mais nessa cor azul, mas também pela dinâmica de condução.

Ele é um carro que pode ser dócil no dia a dia, mas que também entrega o poder de um carro de pista se desejar e a qualquer momento.

É verdade, não é nada barato. São R$ 480.000, fora os opcionais que evidentemente vão encarecê-lo ainda mais.

No entanto, não é uma compra racional, mas puramente emocional e isso, digamos, não tem preço para muita gente.

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre

Trata-se de um esportivo com poucos rivais, nesse caso específico, o mais próximo é o Jaguar F-Type P380 com seu motor V6 3.0 Supercharged de 380 cavalos, que custa R$ 494 mil.

Este inglês é um roadster clássico de motor dianteiro e tração traseira.

Para quem pode converter alguns de seus sonhos em realidade, o Porsche 718 Boxster GTS é um carro que vale a pena pelo conjunto, que além de belo e potente, traz ainda muito prazer ao dirigir.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Porsche 718 Boxster GTS

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 opostos (boxer), central e turbo

Cilindrada – 2.497 cm³

Potência – 365 cv a 6.500 rpm (gasolina)

Torque – 43,8 kgfm a 1.900 rpm (gasolina)

Transmissão – Automatizada de dupla embreagem de sete marchas com mudanças na alavanca e no volante

Tração – Traseira

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 4,1 segundos

Velocidade máxima – 290 km/h

Rotação a 110 km/h – 1.800 rpm

Consumo urbano – 6,2 km/litro

Consumo rodoviário – 11,5 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – McPherson

Eletromagnética

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 20 com pneus 235/35 R20 na frente e 265/35 R20 atrás

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.379 mm

Largura – 1.801 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.272 mm

Entre eixos – 2.475 mm

Peso em ordem de marcha – 1.405 kg

Tanque – 64 litros

Porta-malas – 275 litros (150 na frente e 125 atrás)

Preço: R$ 480.000

Porsche 718 Boxster GTS 2019 – Galeria de fotos

Avaliação: Porsche 718 Boxster GTS oferece poder e estilo ao ar livre
Nota média 5 de 4 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • F30FLORIPA

    TT-RS > 718 GTS

    • Andre Studart

      Loucura..

    • th!nk.t4nk

      O TT-RS custa mais de 20% a mais. No custo x benefício, o 718 ainda é mais negócio.

      • F30FLORIPA

        Quem compra TT-RS não o faz pensando na desvalorização, até pq o 718 GTS anda menos que o TT-RS mas custa 80 mil a mais.

      • F30FLORIPA

        TT-RS custa 430 mil e o 718 GTS custa 480 mil.

    • Eric PB

      Então me diz como o 718 gts virou 59:235s no vellocita e o ttRS 1:01:325. O tempo do 718 é superior a de AMG GT S e Ferrari 458.
      Detalhe, mesmo piloto. Porsche tira leite de pedra.
      Me poste um video onde o mesmo piloto em um traçado virou mais rapido com ttrs. Fonte, canal Acelerados.

    • Eduardo Zacchi

      Cara, na boa, TT-RS é tesão e aquele motor 2.5 de 05 x cilindros da Audi é uma pornografia automotiva, mas o acerto dinâmico de um Porsche faz os próprios Audi passarem vergonha…

  • Dizem que a profissão mais cobiçada de um homem é ser fotógrafo da revista Playboy, como essa profissão deixou de existir no Brasil creio que ser avaliador de carros deste tipo possa se tornar uma profissão altamente cobiçada e ocupar a posição de fotógrafo.

    • Fanjos

      Agora só pode ser fotografo de Playboi, onde somente é permitido fotografar fêmeas que pesem mais de 10 arrobas

      • Da mesma forma que avaliador de carro só vai poder avaliar SUV kkkkk (outros modelos vão deixar de existir ).

      • Ernesto

        Verdade! As feminazis não deixam!

  • Piston head

    Tem umas 3 fotos do painel totalmente sem foco… No mais, esse azul é lindo.

  • Domenico Monteleone

    Porsche fica lindo até em cor de Fusca

  • th!nk.t4nk

    Esse mini-Porsche só acho interessante nessa versão mesmo. É bem estiloso e anda bem.

  • Ernesto

    Neste vídeo o Audi é TT-S e não TT-RS.

  • F30FLORIPA

    Nesse vídeo é o TT-S (2.0, 4 cilindros, 300cv), estou falando do TT-RS (2.5, 5 cilindros, 400cv).

  • Para mim o carro mais lindo que existe atualmente.

  • Charlis

    Até hoje, foi o carro mais perfeito que já dirigi, ainda na sua versão de entrada (2.0T).
    É inacreditavelmente perfeito, equilibrado, confortável, estável e divertido.
    Nem da para acreditar que se trata de um motor 4 cilindros, pois o ronco que ele emite, é algo sensacional e lindo.
    Realmente, como o autor disse, ele não lhe dá sustos. Mesmo com tudo desligado, é difícil fazer a traseira deslizar em uma curva.
    Os Porsches em geral, 718 e 911, são tão equilibrados, que é o único exemplo de carro que eu já vi pessoalmente acender os discos dianteiros e traseiros igualmente nos Tracks que participo, normalmente isso ocorre somente no dianteiro.
    Ainda nessa linha, o 911 também é o único exemplo que eu conheço, que os discos dianteiros e traseiros tem o mesmo diâmetro.

    Infelizmente, aqui na Terra da Banana, 99,9999999% da população não pode nem sonhar em ter esse carro.
    Mundo a fora, é possível chegar nele, custa caro obviamente, mas é possível.
    Esse, sem dúvidas, seria meu sonho de consumo automotivo.

    []s

    • Eric PB

      Idem meu amigo.

  • G. de F.

    Em uma única palavra para definir: perfeito!

  • Luconces

    Aluguei um Boxster S 2015 manual por 4 dias… foi uma experiência incrível! Era Março e a temperatura estava em torno de -2 graus mas não foi impeditivo de andar com a capota abaixada kkkkk

    O carro instiga a pisar mais forte e a sensação é de controle absoluto.

    O próximo da lista é um Tesla Model S 100D, já reservado para Setembro.

    • Jorge Farofa

      Dirigi um modelo 2008 e com câmbio manual. Experiente indescritível e incomparável. O câmbio automático perde até a graça.

      • Luconces

        Exato. Automático não deve ser chato mas o manual é único!

  • Alex BH

    Que coincidência! Abri o site e me deparo com esse lindo Porsche azul! Acabei de ver um Cayman aqui em BH exatamente dessa cor. Um oásis no meio de insossos pratas e brancos…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email