Câmbio CVT: Como a rotação do motor se estabiliza na velocidade desejada?

argo cvt 1
argo cvt 1

O câmbio CVT é um tipo um pouco diferente de câmbio automático, pois ele não tem marchas propriamente ditas.

Ele tem um conjunto de polias de tamanhos diferentes, que conseguem manter a rotação do motor sem se alterar, ao passo que o carro vai ganhando velocidade.

O CVT funciona através da otimização constante da rotação do motor. Isso é feito ajustando a relação de transmissão entre duas polias em forma de “V”.

O CVT diferencia-se das transmissões automáticas tradicionais pela forma como entrega potência. Isso faz a aceleração ser mais suave e o motor trabalhar de maneira mais eficiente.

cambio cvt
cambio cvt

Com essa tecnologia, dirigir se torna uma experiência linear e sem sobressaltos, parecida com o aumento gradual de velocidade de barcos e aviões.

Mas como a rotação do motor se estabiliza em um certo ponto para alcançar essa velocidade desejada?

Bem, os câmbios continuamente variáveis, ou CVT, são controlados por um sistema eletrônico. Este sistema tem algoritmos que levam em conta a rotação do motor e também a posição em que está o acelerador.

Assim, a decisão de que rotação manter é tomada. Em muitos modelos ela fica na faixa entre 2.500 e 3.500 rotações.

Veja algumas vantagens do controle eletrônico do câmbio CVT:

Aspecto Avaliado Sem Controle Eletrônico Com Controle Eletrônico
Estabilidade de Rotação Variações Maiores Variações Mínimas
Consumo de Combustível Alto em Alterações de Velocidade Otimizado para Diversas Velocidades
Experiência de Direção Irregular Suave e Previsível

Mas o câmbio CVT não agrada a todos, pelo contrário, existem muitas pessoas que se sentem incomodadas com o fato da rotação do motor não subir e descer, como acontece em carros com câmbio automático convencional.

Para sanar essa “irritação”, algumas marcas adotaram o uso de caixas CVT com simulação de marchas, onde a rotação do motor sobe e desce, como se o câmbio em questão fosse do tipo comum.

Essa simulação é feita por meio de software.

Veja algumas diferenças entre o câmbio CVT e o câmbio convencional automático:

Característica Câmbio CVT Transmissão Automática Convencional
Eficiência Otimização da economia de combustível Depende do padrão de troca de marchas
Sensação de Aceleração Suave e Contínua Marcada por trocas de marchas perceptíveis
Manutenção da Rotação do Motor Estabilidade de rotação em diferentes velocidades Variação de rotação conforme trocas de marcha
Inovação Técnica Introdução da variação de transmissão Uso de engrenagens definidas para marchas fixas

 

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.