Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

chevrolet-kadett-gls-1998-10-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

Meu nome é Alex, moro em São José, Santa Catarina, e tenho desde 2008 um Kadett GLS ano 1998. Resolvi escrever esse relato pois apesar de hoje em dia estar bem mais fácil comprar um carro, com certeza ainda há muitos jovens que como eu vão ter que se virar para ter o primeiro carro, sem ter muito pra investir nisso. Além disso, não deixa de ser também uma história de amor entre um homem e seu carro.



Tudo começou quando, naquele ano de 2008, eu decidi comprar um carro para ir e voltar do trabalho e faculdade. Na época eu tinha 19 anos, não podia contar com “paitrocínio”, pois minha família não teria como ajudar a comprar o carro. Fui atrás então de um usado que fosse relativamente barato, fácil de manter e que ao mesmo tempo me desse alguma “alegria” ao dirigi-lo, sem consumir o meu salário que teria que ser dividido entre as prestações do carro, faculdade, contas de casa (moro com meus pais e os ajudo com as contas) além de outros gastos pessoais.

Procurei o carro por cerca de 2 meses, sem sucesso. Só encontrava alguns modelos (não olhei apenas Kadetts, mas vários modelos de diferentes fabricantes na faixa de 12 a 15 mil reais) em mau estado de conservação, por preços que não condiziam com a situação dos veículos. Foi então que um dia, cerca de um mês após eu ter meio que parado de procurar por conta do desânimo de não encontrar nada bom, que por curiosidade olhei um site de anúncios de automóveis e vi anunciado um Kadett GLS 1998.

chevrolet-kadett-gls-1998-9-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

Fui ver o carro e foi amor à primeira vista. Fiz um “test drive” e decidi pela compra. Na época, eu só tinha 2 mil reais para a entrada, pegos emprestados da minha namorada (época difícil). Pelo carro eram pedidos 14.200 reais, mas após um chorinho consegui por 13.800 e ganhei todo o licenciamento do veículo, além de um trato na embreagem e no motor de arranque, que foram as únicas coisas que reclamei do carro na ocasião. O restante do valor foi, claro, financiado, dando um pouco de dinheiro para o banco em forma de juros, infelizmente.

A partir daí, além de um meio de ir e vir acabei ganhando um hobby. O Kadett é um carro muito fácil de manter. Qualquer mecânico mexe nele, mas depois de passar por alguns picaretas, acabei encontrando um baita mecânico, que deixa o carro sempre em estado de novo. Gosto muito de mexer nele em casa também. Faço muita coisa que acho que ninguém mais vai fazer do jeito certo. Sou enjoado.

Gosto do carro limpo e com manutenção em dia. Se uma lâmpada queima, eu a troco o mais rápido possível. E dessa forma, concluí minha faculdade e andei milhares de quilômetros sem nunca ter ficado na mão com o Kadettinho. Além disso, é um carro gostoso de dirigir. Dá prazer sentir o ronco dele, fazer curvas, enfim, eu o acho um bom carro. Importante relatar que quando o comprei, já veio com um kit GNV com cilindros de 15m³, muito bem instalado e totalmente regularizado.

chevrolet-kadett-gls-1998-5-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

O antigo dono era muito caprichoso, o que se refletiu no excelente estado do carro no momento da compra. O GNV me ajudou demais com a economia. Na ponta do lápis, meu carro gasta um pouco mais da metade do que um 1.0 gasta, isso que possui um motor 2.0 com um bom fôlego, e o ar condicionado está quase sempre ligado. A manutenção? Muito pouca, quase nada. Nunca precisei mexer em nenhum componente do GNV, a não ser limpeza e regulagem. Na inspeção anual realizada para receber o selo do GNV o carro sempre foi aprovado com elogios dos técnicos.

Entretanto, nem tudo são flores. Algumas outras manutenções já foram necessárias, e o carro tem alguns defeitos que as vezes incomodam, o que as vezes acaba deixando nossa relação ser uma relação de amor e ódio. Por exemplo, os ruídos internos. O painel do carro não bate nada, mas os demais componentes internos fazem barulho quando se passa por irregularidades na pista. Já dei um trato nisso, diminuiu muito, mas ainda há uns grilos persistentes.

Outro defeito é o limitador das portas, que estourou dos dois lados. Após soldados, não deram mais problemas. Também fico louco por não ter porta objetos e porta copos dentro do carro. Projetaram o interior sem alguns itens que não custaria nada se fossem colocados.

chevrolet-kadett-gls-1998-2-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

Fora isso, houve outras manutenções, a maioria preventiva, além de outras coisas que fiz nele, como reforma dos bancos, instalação do spoiler lateral original (deu trabalho encontrar e paguei caro!), pintura das rodas e depois troca das rodas pelas atuais cor prata modelo Vectra Elite, troca de componentes da suspensão, correias do motor, pastilhas de freio, etc. Sempre faço uma revisão semestral, e troco tudo o que é necessário. Além disso retoques na pintura foram necessários, devido a marcas de pedras e areia no parachoque dianteiro e 3 encostadas de leve que deram na traseira dele, nada demais, somente pintura mesmo.

Ainda não sei quanto tempo vou ficar com meu Kadett, recebi algumas propostas de compra ao longo desses anos, mas sinceramente, não tenho como comprar um carro zero a vista, e não estou nem um pouco afim de entregar meu Kadett em forma de juros para algum banco. Também não é qualquer carro semi novo, usado ou novo que vai entregar o que ele entrega, ter um conjunto interior/exterior que me agrade, ou seja, terá de ser outra paixão para que essa seja “superada”.

Muita gente torce o nariz, chama de carro velho. Eu poderia hoje, se quisesse, comprar um carro moderno, “da moda”, “do ano”, pagar bem caro e abraçar mais um carnê, mas não farei isso, dou valor ao meu dinheiro e não quero mais ter que dar nem um centavo sequer a algum banco. Enquanto isso, o Kadettinho vai ficando por aqui, e eu acho que ele e eu gostamos muito de nossa relação.

chevrolet-kadett-gls-1998-8-620x826 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Kadett GLS 1998

Meu carro pode até não ser o mais seguro, o mais bonito, o mais econômico ou moderno, pode ser que não chame a atenção do(s) vizinho(s), mas não me importo com nada disso. Meu carro me dá prazer em dirigir, meu carro tem uma história comigo, trato ele como se fosse da família, sou grato a ele por ter me ajudado a concluir minha faculdade sem nunca me deixar na mão, e isso não há preço que pague.

Ficha técnica: Kadett GLS 1998 M.P.F.I.

Motor:
– Cilindrada: 1998 cm³
– Potência: 110 cv a 5400 RPM
– Torque: 17,9 kgfm a 2800RPM
– Razão de compressão: 9,2:1
– Câmbio: manual de 5 marchas
– Combustível: gasolina
– Aceleração 0-100km/h: 11,9s

Itens de conforto:
– Ar condicionado / ar quente
– Direção hidráulica
– Volante com regulagem de altura
– Vidros e travas elétricas (vidros com one touch)
– Travamento elétrico do porta malas
– Travamento de portas, porta malas e subida dos vidros pelo alarme
– Aviso sonoro de faróis acesos quando o carro é desligado
– Primeira velocidade do temporizador do limpador de para-brisas programável

Extras:
– Bancos em couro
– Rodas de liga leve aro 15 (originais são de 14 polegadas)
– Kit GNV de 15m³
– Som

Por Alex Johansson

  • AndredeAzambuja

    Lembro que quando eu era criança (uns 8 anos de idade) e tínhamos um Corsa 95, na rua um vizinho tinha um Kadett, eu achava o carro mais descolado do mundo haha Ainda acho um belo carro, parabéns =)

    • PONCIO PILATOS

      tive um GSI 94, vermelho bach… que saudade.

      • cavevolution

        Tive um SL/E 1.8 EFI 1993 gasolina, cinza grafite….Tenho muitas saudades dele também.

      • AventadorMan

        Qd tinha 12 anos de idade (hj tenho 31) meu sonho era o kadett gsi branco conversivel eheheh, qd tive mais sossegado de grana acho q vou comprar um e deixar de reliquia ehhehh

      • Eu tive um SL/E 91 a gasolina que eu troquei o giclê e metia álcool hahaha… depois tive um GSI 93 preto com teto, muito show.

  • Ale

    Belo carro! Foi um Cruze hatch da epoca!

    • Leandro1978

      Ou o Chuze HB é o Kadett de hoje? Já pensou nisso?…rs…

      • alexhmoraes

        Foi quase isso….. na verdade Kadett deu lugar ao Astra que deu lugar ao Sonic
        Cruze veio pra substituir Vectra….. (Então teremos Monza, Vectras, Cruze)

        • Leandro1978

          O Astra não deu lugar ao Sonic, porque simplesmente estava fora de sua faixa de preço. Quando era atual, custava tanto quanto seus concorrentes (Golf, Stilo, Focus, etc). Assim ele ocupava um espaço vago na linha da GM, que agora é ocupada pelo Sonic. Tecnicamente, o Sonic ocupa o espaço que o Corsa deveria ter ocupado, caso tivesse chegado a geração seguinte e não houvesse uma grande defasagem na GM de então. É meio confuso, mas pense assim, se (sempre se) a GM tivesse mantido sua linha atualizada, o Astra teria sido substituído pelo Vectra GT, o Corsa C teria sido substituído pelo D. Pensando que isto tivesse ocorrido e, devido à sua política a GM passasse a trazer os coreanos, teríamos o Cruze no lugar do Vectra e o Sonic no lugar do Corsa. Não teria havido a discrepância do Astra ocupando a faixa dos compactos premium.

          • alexhmoraes

            Muito enganado amigo…. você entende muito mesmo!

            Celta > (Futuramente pelo Spark)
            Classic > Classic LS
            Corsa > Onix
            Montana > Nova Montana
            Prisma > Onix Sedan/Prisma
            Agile
            Meriva > Spin
            Astra > Sonic
            Vectra > Cruze
            Zafira > Spin (A Spin veio p/ substituir as duas ao mesmo tempo)
            S10 > S10 (EUA conhecida como Colorado)
            Omega
            Malibu
            Camaro

            • Conrado

              Não, o Leandro está correto, sonic não é um carro médio, como é o Astra. O Sonic pertence a mesma categoria do Corsa.

            • msbiel13

              não não , ele ta certo sim , o astra que era muito defasado e ficou em uma faixa de preço inferior , porem na logica ele seria substituido pelo vectra GT e dpois pelo cruze HB

              • alexhmoraes
                • odirrr

                  Substituto em termos de valor, para o que representava nessa época.

                  A maior prova é saber que o Astra europeu é o nosso Cruze com outra carroceria.

                  A forçação em dizerem que o Sonic substituiu o Astra foi por conta do preço que o astra estava custando na época.
                  Lembrem quando era novidade o quanto custava.

              • alexhmoraes
              • Leandro1978

                Exatamente, resumiu bem o que estava dizendo. Mas mesmo assim, o colega não entendeu. Tá difícil.

            • riccorreasp

              Você está dizendo besteira e ainda por cima critica a explicação correta e bem fundamentada, diga-se de passagem, do Leandro.

              • alexhmoraes
              • alexhmoraes
                • aline

                  Cara, vc precisa ouvir mais. O Vectra (Brasil) era o novo Astra europeu. Astra/Vectra são o mesmo carro.

                  Nao adianta colar 50 links aí. Vc vai continuar errado.

                • aline

                  Olhe o Astra 04, nobre colega
                  http://ltp5.files.wordpress.com/2009/10/opel-astr

                • aline

                  E outra, o chevette não foi chamado de Kadett pra não confundir com a patente militar. Logo Chevette, kadett, astra, vectra (brasil), tudo geracoes diferentes do mesmo carro.

                • riccorreasp

                  Não sei o ano em que você nasceu… Talvez isso explique esse seu pensamento.

                  Aliás, é exatamente isso que a GM quer que pensemos.

                  Mas eu sou bem mais velho e tenho excelente memória.

                  • alexhmoraes

                    Ta bom, já entendi pessoal.
                    Só nao consegui entender ainda uma coisa o Astra custava em torno de 45 50 mil ai o Cruze de 60mil entrou no lugar dele.

                    • aatteennttoo

                      Simples cara,o preço do carro no brasil está subindo cada vez mais. quantos anos você tem? a um tempo atrás,você comprava um carro completo por R$ 18,000,00. o que aconteceu com o astra é que ele foi ficando defasado,e ao invés de colocarem o novo astra europeu no lugar,reestilizaram nosso astra e trouxeram o astra europeu com o nome de Vectra,com um preço acima,mas mantendo o preço do astra.
                      Como o Astra já estava defasado demais,colocaram no lugar dele o Sonic,aqui no Brasil,pois surgiu aí uma nova categoria chamada "compacto Premium",mas se o mercado mantesse seus moldes originais,o Sonic estaria no lugar do Corsa e o Onix nunca existiria.
                      O Astra europeu colocou salto e ficou sendo chamado de Vectra por aqui,o que fez ele "ser considerado categoria superior" mas na verdade ele é um medio assim como sua geração anterior. como o Astra mais novo (igual da europa) é muito moderno para nossas terras tupiniquins,trouxeram o Cruze,assim matando o Vectra(que na verdade era um Astra),sem trazer o europeu,que por aqui poderia competir com A1,Classe A e outros médios premium.
                      http://www.netcarshow.com/opel/2004-astra/1600×12

                    • aatteennttoo

                      Simples cara,o preço do carro no brasil está subindo cada vez mais. quantos anos você tem? a um tempo atrás,você comprava um carro completo por R$ 18,000,00. o que aconteceu com o astra é que ele foi ficando defasado,e ao invés de colocarem o novo astra europeu no lugar,reestilizaram nosso astra e trouxeram o astra europeu com o nome de Vectra,com um preço acima,mas mantendo o preço do astra.
                      Como o Astra já estava defasado demais,colocaram no lugar dele o Sonic,aqui no Brasil,pois surgiu aí uma nova categoria chamada "compacto Premium",mas se o mercado mantesse seus moldes originais,o Sonic estaria no lugar do Corsa e o Onix nunca existiria.
                      O Astra europeu colocou salto e ficou sendo chamado de Vectra por aqui,o que fez ele "ser considerado categoria superior" mas na verdade ele é um medio assim como sua geração anterior. como o Astra mais novo (igual da europa) é muito moderno para nossas terras tupiniquins,trouxeram o Cruze,assim matando o Vectra(que na verdade era um Astra),sem trazer o europeu,que por aqui poderia competir com A1,Classe A e outros médios premium.
                      http://www.netcarshow.com/opel/2004-astra/1600×12

                    • aatteennttoo

                      Simples cara,o preço do carro no brasil está subindo cada vez mais. quantos anos você tem? a um tempo atrás,você comprava um carro completo por R$ 18,000,00. o que aconteceu com o astra é que ele foi ficando defasado,e ao invés de colocarem o novo astra europeu no lugar,reestilizaram nosso astra e trouxeram o astra europeu com o nome de Vectra,com um preço acima,mas mantendo o preço do astra.
                      Como o Astra já estava defasado demais,colocaram no lugar dele o Sonic,aqui no Brasil,pois surgiu aí uma nova categoria chamada "compacto Premium",mas se o mercado mantesse seus moldes originais,o Sonic estaria no lugar do Corsa e o Onix nunca existiria.
                      O Astra europeu colocou salto e ficou sendo chamado de Vectra por aqui,o que fez ele "ser considerado categoria superior" mas na verdade ele é um medio assim como sua geração anterior. como o Astra mais novo (igual da europa) é muito moderno para nossas terras tupiniquins,trouxeram o Cruze,assim matando o Vectra(que na verdade era um Astra),sem trazer o europeu,que por aqui poderia competir com A1,Classe A e outros médios premium.
                      http://www.netcarshow.com/opel/2004-astra/1600×12

                    • Anselmo Dantas

                      Simples, reposicionamento de mercado, além do fato que todos os concorrentes subiram de preço, infelizmente algo natural do mercado. Esses ditos compactos premium ocupam a faixa de preço que os médios ocupavam há quatro ou cinco anos, Indo mais atrás no tempo, . Tive um Marea SX em 1999 e paguei 28.000 por ele, Golf 1.6 em 2001 e paguei por ele 36.000 reais., todos OKm. Hoje esse é o preço de carro de entrada. Simples assim.

                    • Eugenio C.

                      Alex, vide preços do Hyundai i30, Citroen Pallas etc…

                      CARRO EM FIM DE LINHA = PREÇO MAIS BAIXO.

                      LANÇAMENTO = PREÇO MAIS ALTO.

                      Entendeu?

            • Ranier_Aquino

              o amigo está certo. na europa, o que chamamos de vectra gt é na verdade astra. o onix (brasileiro)ou o spark(coreano) , como vc disse, deveria ter substituido o celta ,o substituto do corsa deveria ser, ou o corsa d (europeu) ou pelo sonic (coreano). o astra deveria ter sido substituido pelo astra europeu, que chegou a ser vendido com nome de vectra gt aqui e o vectra. ahhh, desisto, a gm fez uma confusão com os modelos aqui no brasil, e eu estou mt insatisfeito com os produtos e com os preços que eles tem cobrado…

            • Leandro1978

              Alex, desculpa, mas Classic > Classic LS … Ah! Vá…

              O que o colega msbiel13 cita, é exatamente o que eu tentei falar. Mas vc leu e, mesmo assim, parece não ter entendido. Então, colega, paro por aqui.

            • YoOdEx

              Parece que esqueceram o que foi o Astra na sua época. Ele é um legitimo Hatch médio. Concorrente do Golf, Stilo, Focus, 307. A faixa de preços era a mesma, custavam todos próximos. O Astra era muitíssimo admirado, coisa que o Cruze HB não chega a ser tanto. Tem quem goste do Cruze, mas não é uma unanimidade como o Astra praticamente foi.. O Sonic é simplesmente um compacto, que aqui no Brasil insistem de chamar de "Premium", junto com os demais de sua categoria.

              O Leandro está correto sim! Problema do Astra foi que ele durou mais de 10 anos no mercado na mesma geração, e no finzinho ele era vendido mais barato, simplesmente por não aguentar mais os novos concorrentes.

              • Leandro1978

                Exatamente. Além disso, ele tinha várias opções de motor, inclusive de 8 e 16 válvulas, além das diversas versões de acabamento. Hoje tem muito modelo aí com apenas uma versão de motor e duas de acabamento. Muito pobre para um mercado que paga tanto por tão pouco.

            • DCald

              Chevette – Kadett – Astra – Astrão (Vectra "3") – Cruze

              Zafira…. :'(

              Vectra A – Vectra B – "vazio" – Malibu

              Corsa B – Corsa C – Sonic

              Corsa Sedan B – Corsa Sedan C – Sonic Sedan/Cobalt (aqui tem 2 carros de mesma categoria, mas com publicos distintos)

              Celta – Onix

              Prisma – Novo Prisma…

              Meriva – Spin (embora a Spin seja inferior em um monte de coisas)

              O que faz muita salada na cabeça das pessoas são gerações distintas coexistindo e com preços doidos…

            • Alife

              Enganado você meu caro.O Cobalt veio substitui o ASTRA sedan

          • jersaosp

            exatamente… o sonic não tem porte e nda doq o segmento que o astra atua tem… sonic male male dá pra comparar com o finado corsa e olhe lá… só pelo fato de ter um preço igual ao q tinha ao astra não quer dizer que é da mesma categoria…

        • Adriano

          Pessoal tenho um kit suspensão, um kit embreagem e tampão para vender tudo po r$ 350,00
          47-84635779

          • alexhmoraes

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Voidbunny

    Lindo carro! Só vejo Kadett detonado nas ruas. Parabéns!

    • CyborgPilot

      Aqui na cidade em que eu moro o pessoal gosta muito de Kadett, tem uns impecáveis.

    • cavevolution

      O meu 93 era lindo também. Depois que vendi ele, o dono dele deixou um bagasso…Tenho dó de ver ele neste estado.

    • ArthurCobain

      Meu pai possui um, 94 1.8, ja com injeção eletronica. Ele não o troca por nada, deve amar mais o carro que o filho rsrs

  • personalfabao

    Kadett é o carro! Foi o melhor carro q a Chevrolet já fez. Saudades dos bons e velhos nothbacks.

    • Leandro1978

      Discordo. Pensando nos anos 1990, foi o Omega e depois o Vectra B. O Kadett é o terceiro ou quarto (briga com o Astra), o Corsa em seguida. Não vou levar em consideração o Monza e o Opala por serem produtos de suas épocas, assim acho injusta a comparação.

      • alexhmoraes

        Concordo, em comparação aos anos 90…. a Chevrolet teve excelentes carros em todas as suas categorias…. Saudades dos Vectras

        • marcelotavaresA

          o vectra so não te no brasil, nos outros Países .. esta com nome de OPEL INSIGNIA , brigando com Audi A4 , INSIGINIA mais o bonito que o DAewoo ,Lacetti mesmo Cruze

      • giodoesitbetter

        Mas aí é sacanagem. Você fez uma ordem descendente baseada nos preços.

        Acho o Kadett melhor que o Omega e o Vectra B pois tinha 'um belo veludo' custando muito menos que os irmãos.

        • Leandro1978

          Não me baseei em preço, mas no que representaram na época. O Omega foi um baita salto em qualidade em relação ao que existia na época. O Vectra manteve isso. O Kadett foi o melhor produto que a GM lançou depois do Monza, mas espera, foi o único carro realmente novo lançado pela GM em sete anos…rs… E foi o lançamento mais recente do mercado nacional desde o Uno, então com 4 anos de mercado. Veja, não estou falando que o Kadett era ruim, mas não considero o "melhor produto" que a GM já fez.

      • JPaulo10

        Leandro, todos Opel, não?

        • Leandro1978

          Pois é, né? Que coisa…rs… Pena não os termos mais. Embora ache que poderiam chegar aqui como Opel ou Buick, como uma marca acima da Chevrolet. Sonhando um pouco mais alto, acho que até a Cadillac poderia aportar por aqui.

        • MM_

          O primeiro Omega era "Opel"?

          • Leandro1978

            Sim, foi lançado na Europa em 1986. Aquela geração durou ate 1994, quando veio a segunda, que nunca chegou por aqui, embora o Omega australiano lembrasse muito.

    • zeuslinux

      Eu tive o Kadett e o sucessor, o Astra. O Astra era ainda melhor do que o Kadett, podes crer.

      • reuelrp

        Eu tenho os 2… Meu Kadett é igual a esse só que 96. Está indo para a minha mãe. Atualmente estou usando um Astra 2010 e estou adorando o carro…

      • cavevolution

        Em casa tivemos 2 Kadett's 90 e 93, 1 Ipanema 93 e 1 Astra 95. O Kadett 90 era um 1.8 SL/E gasolina carburado e o outro 93 um SL/E 1.8 EFI gas. A Ipanema era 2.0 EFI 110cv 1993. Já o Astra (importado) tinha motor 2.0 MPFI 116cv. Era um canhão pra andar na estrada. Foram todos bons carros desta época.

      • personalfabao

        O Astra pode ser melhor que o Kadett por ser uma geração mais moderna, mas em se tratando da versão esportiva dos 2, tipo, Kadett GSi e Astra GSi ou Astra SS.
        Sei q algumas pessoas podem discordar de mim mas o Kadett GSi dá um banho no Astra GSi ou SS. Por quê?
        O Kadett GSi era exclusivo e bem diferenciado dos demais Kadetts: grade, pára-choques dianteiros e traseiros exclusivos, faróis e lanterna de neblina, lanterna traseira, aerofólio e limpador traseiro exclusivos, saídas de ar no capô (que deram mais exclusividade ainda), spoilers, bancos recaro, painel digital e suspensão traseira a ar, fora a versão conversível.
        Diferentemente do Astra GSi que de exclusivo tinha apenas 8v a mais no motor, rodas de liga leve 16" e kit aerodinâmico, coisa que qq um poderia transformar um simples Astra num Astra GSi, exceto pelo motor.
        Na época em que o Astra GSi foi lançado, senti falta das saídas de ar no capô, dos pára-choques exclusivos, do painel digital, do banco recaro, etc.

  • Almeida77

    Pela ficha técnica parece que é um carro bem resolvido. Mas na estrada me pareceu na época bem manco. Ultrapassagens muito custosas. Fora a visibilidade que não é muito favorável. O que vale ressaltar é o acabamento exemplar da GM neste modelo.

  • PabloRJ

    Um dos Kadetts mais bonitos que já vi, parabéns.

    Tambem tenho o mesmo pensamento que o seu. Nunca dar dinheiro a banco para comprar carro.

  • Davy

    Tive um GL 98. Bom motor. Só isso. hehehe

    • giodoesitbetter

      Como assim? E aquele interior maravilhoso?

      • Davy

        Maravilhoso, mesmo.. O console central parecia ser feito de plástico de copo descartável. O interior é pequeno e desconfortável, a estabilidade um lixo e o ruído interno beirava o insuportável. Gastão. Problemas elétricos crônicos. Mas fazia sucesso com os frentistas, no posto, hehehe. Não foi o pior que tive. Pra que curte Kadett, percebeu que de 1989 até 1998 o acabamento piorou brutalmente.

        • YoOdEx

          Normal aqui isso né? Infelizmente. Meu avô teve um Polo 2003 e recentemente andei e dirigi um 2010.. que que fizeram com o carro? Perdeu a direção eletro-hidraulica, piorou o acabamento, alongaram o carro (o carro deixou de ser esperto, para ser um carro "normal"). Meu pai teve um Astra GL 2001 e depois trocou por um Advantage 2006.. as duas versões eram as básicas né? Mas a GL tinha estofamento melhor, tinha apoio de braço traseiro e outras coisas..

          O New Fiesta.. passou a ser feito aqui e perdeu qualidade no interior… São umas coisas lamentáveis.. Mas existem o contrário também. Fox evoluiu muito em todos sentidos (mantendo uma mesma geração) de 2003 para o 2010. O Punto ganhou um interior bem bacana agora..

    • RicLuthor

      O problema é que a partir da metade da década de 1990, as fábricas começaram a depenar os carros…

      Eu tive um Kadett 1992 SL 1.8 EFi, meu primeiro carro, e ele na época equivalia ao seu GL 1998, o acabamento do SL era muito bom. Painel emborrachado, bancos de veludo… Os bancos dele davam de 10 a 0 nos bancos de um Ford Focus 2.0, 0 KM hoje. O único pecado dos Kadetts era a iluminção do painel de instrumentos (hodômetro e conta-giros), exceto no GSI que tinha opção iluminação diferenciada e opção de painel digital, mas no GLS houve melhora signiticativa nesse aspecto, pois a iluminação dos instrumentos era idêntica ao do Vectra. E é fato, o acabamento do Kadett Lite e depois do Kadett GL foi muito piorado.

  • suguii

    Me identifiquei com os dois últimos parágrafos do seu texto, ah… se todos pensassem igual a você…….
    Como dizem, carro velho sim, mas é meu… rsrs…. Meu pai tem um Parati CL 97 até hoje e quando vou na casa dele, parece que saiu da fábrica recentemente, tamanho cuidado que ele tem pelo carro, motor impecável, carroceria sem riscos, interior bem conservado… eu até brinco falando pra ele fazer um texto sobre o carro pra eu enviar pro NA, mas ele não quer… rsrs…. ele tem outro carro bem mais moderno, mas o Parati é a paixão dele……
    E ao dono, parabéns pelo carro, de acordo com o seu relato, o Kaddet ainda tem bastante chão pra rodar…..

  • pumagtb

    Parabens Alex pelo carro fez muito sucesso na epoca sem falar no GSI, se eu fosse você não venderia ficaria com ele como sendo o segundo carro (no futuro), até porque é um veiculo facil e barato de se manter. Tem muito carro "atual" que não chega nem perto deste e não se esqueça que a maioria das pessoas estão alhienadas pelo consumo passam até necessidades para poder ter um OKM e ter um carnê o que acaba comprometendo a qualidade de vida.

  • Thomaz

    Adoro esse carrinho. Tive um, prata 98, entre 2001 e 2006. O único problema mais chato que eu tive foi o alternador, que tentei arrumar por duas vezes e depois por fim troquei. De resto, só alegria.
    Quando vendi, tava tão inteiro que anunciei e foi embora no mesmo dia, isso pq teve fila.

    • pauloreis

      curiosa este parte de fazer fila, tive um 98 também e, quando fui na feira vender, aconteceu em meia hora! foi impressionante. Ficaram 3 compradores fazendo um leilão do meu lado.

      • Thomaz

        Pois é, foi a venda de carro mais rápida que fiz.
        Esqueci de falar. Já tive um GSi 93 também, preto metálico, teto solar, bancos recaro e etc, entre 1998 e 2000. E sério, não sei se era a empolgação da época, mas já dirigi diversos carros, e alguns mais potentes que o GSi… mas não me lembro de nenhum deles me dando o mesmo prazer em dirigir que ele me dava.

  • JanssenJ

    Sonho com um Kadettinho…. ai,ai :3

  • BlueGopher

    Já tive um Kadett GS 2.0 a álcool, vermelho.
    Era um carrão, com detalhes que iam desde as suas entradas de ar no capô, bancos Recaro, suspensão traseira regulável, belíssimas rodas de liga, até seu motor, que tinha um desempenho impressionante.
    Potente, estável, mas o problema é que bebia álcool desenfreadamente…

  • Ronaldo kravicz

    Tive um Kadett GL 2.0 1996, foi meu segundo carro isso em 2000, foi uma evolução grande em relação ao meu primeiro que era um Chevette DL 1.6 1991. Li seu texto inteiro esperando você mencionar os ruídos do painel, porque todos os Kadett que conheci tinham esse problema crônico de simplesmente balançar todo o painel.

    • CyborgPilot

      Isso que vc tá falando só se for no segundo modelo de painel usado apartir de 1996. Porque o primeiro modelo de painel que era igualzinho ao europeu e americano foi um dos painéis de carro dos fabricados no Brasil mais duráveis e de encaixes mais perfeitos que eu já vi até hoje. Posso dizer isso com conhecimento de causa porque tive um Kadett por 6 anos e meio e fiz parte do Kadett Clube do DF.

    • Alex Johansson

      E aí Ronaldo, beleza? Eu mencionei no texto sobre os ruídos internos, mas meu carro não tem ruído ou folga alguma no painel. Aliás, é de se elogiar muito o painel dele, pois tem um acabamento macio, emborrachado, agradável ao toque, coisa difícil de se ver hoje em dia. Os ruídos são provenientes de outros locais do interior. Tem que ter paciência e ir observando e caçando os "grilos".

      Abraço.

  • vitimsl

    Meu pai teve 2 Kadett's. Ele sempre diz que foi um dos melhores carros que já teve. Os dois na cor vinho. Eram muito bonitos e não davam nada, nenhum tipo de problema. Parabens pelo carro.

  • Leandro1978

    Bonito o carro. Parabéns.

    Pessoalmente, gostava do Kadett até meados dos anos 1990, depois chegaram Golf, Tipo, etc e o Kadett foi ficando para trás. Um tio teve um, ano 1994, e quando o dirigi, achei que tinha muitos pontos cegos, além de ter pouco espaço no banco de trás. Não gostei muito. Preferi a dirigibilidade do Golf e do Tipo que outros tios tiveram.

    Quanto a acharem velho, "sofro" do mesmo mal com minha perua Escort, mas é só dar um trato nela e aquele vizinho que a chamou de velha, vem falar: "ô tá bonitona, né?"… Falo nada.

    • JPaulo10

      Carro assim nem vale a pena pensar em vender. É cuidar bem e ir ficando …
      Eu me divirto lendo as trocas de informações entre os proprietários de antigões no Forum 4×4.
      Alguns carros/picapes ficaram sem substitutos. Quem tem uma raridade cuida dela como a própria filha.
      Poderia fazer um relato dessa Escort SW, não?

      • Leandro1978

        Pois é, até porque, achar outra perua vai ser difícil… Embora goste da Fielder e da Variant Jetta, a diferença de preço que teria que voltar acaba sendo muito maior do que estou disposto a pagar. Além disso, está desde zero na família (era do meu pai e depois peguei "posse"…rs…), acaba sendo integrante…rs… Posso fazer, por que não?

        • P500<<

          Faça sim :D

    • Alex Johansson

      Realmente o banco de trás não é muito espaçoso. Até por ter duas portas, fica meio complicado o acesso ao banco traseiro. Mas como sou solteiro, sempre estou andando sozinho ou então com a namorada, portanto não causa grandes incômodos isso. Ele tem alguns pontos cegos mesmo, e a visibilidade pelo retrovisor interno é bem reduzida, sendo que o aerofólio traseiro tem parcela de culpa nisso.
      Quanto à dirigibilidade, é questão de gosto e adaptação mesmo. É aquela coisa, sempre tem alguns pontos positivos e outros negativos, e vai depender muito do carro com o qual é feita a comparação.

      Abraço!

    • Eugenio C.

      Minha paixão da adolescência entre os médios foi o Astra 1995, belga. Achava o mais lindo de todos, seguido de Logus e Escort. E o interior, o motor… para minhas espinhas, era um sonho, rsrsrs.

  • coresplendor

    Parabéns pelo carro. No mais, muita gente confunde carro velho com carro antigo.

  • anderson_sp

    Hoje em dia é difícil achar um ao menos próximo ao original sem ser xunnado com apelo duvidoso, mas como foi dito pelo proprietário, alguns querendo cobrar até 15 mil em um Kadett, quando dá pra levar um Vectra GSi 1994 2.0 16v 150cv por preço parecido é loucura.

    • Alex Johansson

      Exatamente. O que dita a regra é o estado de conservação geral, a originalidade. Carros mais raros tendem a ser mais caros, é só ver o preço que se cobra em um Fusca antigo em bom estado.
      Hoje em dia, pelo preço de um Kadett GSI bem conservado ano 94, 95, é possível, por exemplo, comprar um Vectra bem mais novo. Quem procura o carro em particular, paga o preço, senão, parte para outra.

      Aqui dá pra ter uma ideia: http://www.webclassicos.com.br/

      Abraço!

  • Louis

    Belo carro, só não gostei das rodas, gosto das rodas originais, mesmo que fossem as de aço.

    • O_Corsario

      Também achei que destoaram um pouco.

    • Alex Johansson

      E aí Louis, beleza?

      Atualmente ele está com as rodas modelo do Vectra Elite aro 15:
      <img src="http://imageshack.us/a/img15/5705/20130115202151.jpg&quot; height="350" width="500">

      <img src="http://imageshack.us/a/img267/246/20130115212849.jpg&quot; height="350" width="500">

      As originais aro 14 são muito difíceis de encontrar em bom estado, portanto por enquanto vou permanecer com as aro 15 mesmo.

      Abraço!

      • Louis

        Essas ficaram melhor! Aquelas do Astra GSI são muito escandalosas rsrs

        abçs

        • Alex Johansson

          hahahaha Pois é. Quando comprei ele veio com elas, eram prata e estavam sem a calota central. Mandei reformar, deixar do jeito que se vê nas fotos, mas acabei decidindo posteriormente por trocá-las pelas atuais. Entretanto, se for prezar pela originalidade, sem dúvida as originais cairiam melhor, mas infelizmente não encontrei as 4 rodas em bom estado.

          Abraço.

  • marcio233

    Belo carro! Já tem status de relíquia!

  • alexsander_c

    Parabéns pelo belíssimo carro e pela atitude consciente de evitar se enforcar num financiamento somente por status.
    Pode não chamar a atenção do vizinho, mas chama a atenção de quem entende de carro.

    • P500<<

      Gostei muito do seu comentário, perfeito !!!

  • Daniel

    Belo carro. Parabéns. Difícil emcontrar um Kadett nesse mesmo estado hoje em dia.

  • Autoentusiasta

    Lindo e emocionante. Sou exatamente assim como você Alex Johansson. Parabéns pelo carro, pela bela história e ao NA pelo espaço cedido. Saudações autoentusiastas.

    • Alex Johansson

      Obrigado, realmente eu tenho um apego a esse carro. E esse espaço cedido pelo NA é fantástico. Por isso acesso este site todos os dias e divulgo para os amigos.

      Abraço!

  • O_Corsario

    Legal a avaliação, pouco técnica mas muito interessante de ler.
    Alguns dos problemas relatados são por causa do projeto mais antigo, como a falta de porta-copos e porta-objetos. Já outros são pelo uso, não tem jeito, uma hora aparecem problemas.
    Mas o importante é o que vc disse, ainda serve bem para você, te deixa feliz e cabe no seu orçamento… Trocar pra que?

    • Leandro1978

      Pois é, sempre penso nisso, se o carro está servindo às suas necessidades, não está dando muita manutenção, por que trocá-lo? Claro que é legal ter aquele carro mais novo, mas será tão necessário assim? Só de pensar em entrar em boleto e pagar mais do que vale, me dá arrepios…

      • O_Corsario

        Pois é. Até porque, muitas vezes, vc vai trocar um carro da década de 90 por um atual e é capaz do seu atual vir MENOS equipado e custando muito mais caro que o seu antigo.

    • Alex Johansson

      Pois é, eu evitei um pouco a parte técnica e foquei mais na história dele mesmo. hehehe
      Realmente muita coisa a gente vê que faz falta hoje no carro, mas que provavelmente na época, 1998, não era tão perceptível.
      De qualquer maneira, gosto dele, e desanima muito só de pensar em "entregar" ele para algum banco em forma de juros para financiar um carro mais novo, e como nele eu sei o que está bom e o que não está (mantenho todas as manutenções bem controladas), não vale a pena arriscar pegar algum carro em que eu gaste mais em manutenção (um usado mal cuidado, por exemplo).

      Abraço!

      • O_Corsario

        Mas ficou legal o texto, tão legal quanto seu ponto de vista!
        Abraço!

  • Geanmatheus

    Parabéns pelo carro, está muito bonito.
    Meu primo tem um e são só elogios, o único senão é o consumo, que é altíssimo para um carro deste porte.

    • cavevolution

      Eu tinha um SL/E 1.8 EFI 1993 a gasolina e fazia 10km/l na cidade. É claro que andando com pé de pena. Rs. Atualmente, tenho um Honda Civic LX 1.6 16v 2000 MT que faz 13km/l na cidade!

    • Alex Johansson

      Pois é, minha sorte é o GNV, tenho uma economia absurda com ele. O dia que trocar de carro vou sentir saudades de colocar 20 reais de GNV e andar quase 130km, com ar ligado e sem se preocupar com gasto de combustível em congestionamentos, aumento da gasolina, etc.

      Abraço!

  • dudupruvinelli

    Esse era o tempo em que a chevrolet sabia fazer carros. Parabéns pelo esforço e pelo carro.

    • cavevolution

      Saudades desse tempo.

  • diogo_rs6

    Parabéns pelo carro. Fez uma escolha muito boa e o carro está absolutamente impecável…..

  • TecoPadaratz

    GM de alma Opel.

    • cavevolution

      Essa época, quando os carros da GMB tinham origem da Opel, não tinhamos do que reclamar.

  • PauloPGomes

    Sou bem suspeito pra falar!
    Pois tenho exatamente o mesmo ano e modelo de carro!

    Não troco o meu por nenhum "novinho" desses de hoje em dia

    Sobre os defeitos, de fato são crônicos, o problema dos grilos eu sanei andando muito nele, e tirando um grilinho de cada vez.
    O Limitador quebrar tambem é crônico, pois ele tem uma porta muito pesada, a solução encontrada foi substituir pelo limitador do celta, que tem 2 estagios de limitação inclusive.

    O Consumo do Kadett é até razoavel, considerando que ele usa um câmbio bem curto (na versão GLS/GSi), consigo médias de 14 km/l na estrada e cerca de 9~10 km/l na cidade.
    O Desempenho é sensacional, poucos carros tem uma arrancada tão forte quanto o Kadett.

    O Maior ponto negativo fica por conta da carroceria, que se torce muito, e a estabilidade, que não condiz com o motor (embora seja muuuito confortável)
    Acho que uma barra anti-torção no cofre do motor, e a barra estabilizadora traseira do Vectra GSi, são o suficiente para sanarem esses problemas.

    O Kadett é um projeto antigo (1984), e de certa forma insano – Motor de Vectra em um carro com pouco mais do que 1000 kg – mas fatores como o visual diferenciado, os diferenciais esteticos intercâmbiáveis (Bancos Recaro, Painel Digital, Freio a Disco traseiro, Amortecedores Traseiros com regulagem de altura) fazem ele se destacar em meio a tantos carros "perfeitinhos" mas sem alma que existem hoje em dia!

    Fotos dele! http://oi56.tinypic.com/jqhvo2.jpg http://oi56.tinypic.com/fvihro.jpg http://oi55.tinypic.com/2cmsvgm.jpg

    • Alex Johansson

      Concordo com tudo o que você comentou. Quanto aos ruídos, é bem isso mesmo, andar, achar onde tá o bendito grilo e resolver. Só que como gosto de mexer no carro, acaba sendo até um hobby.

      Abraço!

  • Fer P

    baita carro hein, é chevrolet então não tem discussão

  • santana

    tive 3 e o ultimo um gls , que vendi pro meu sobrinho e logo o largou, fico procurando ele pelas ruas, que saudade, duas viagens pro nordeste sem dores de cabeça

  • Hoosier 559

    Belíssimo carro! Parabéns pelo cuidado!

    Tenho um Corsinha ano 98, que comprei também em 2008 com meus 20 anos. Cuido dele com o maior cuidado e uso ele todos os dias, já me falaram pra vender e pegar um mais novo, mas também estou totalmente indisposto de pagar juros pra banco e jogar meu dinheiro no lixo, e pra pegar 30 mil e dar em um carro eu prefiro investir em algo que me dê mais retorno futuramente…

    Enquanto isso, meu carrinho antiguinho segue me ajudando todos os dias a me livrar o estressante e desumano transporte público paulista.

  • ernestojr

    Como era chamativo o Kadett GSi na época , painel digital , banco Recaro , resposta rápida . Era criança e babava num preto de um amigo da família que ia no meu rancho .

    • cavevolution

      O GSI foi o sonho de muitos. Complementando o seu texto, tinha motor de 121cv, CheckControl e computador de bordo. Adorava também aquele painel digital do GSI.

      • CyborgPilot

        O meu SLE também saiu com check control e computador de bordo, cãmbio automático, DH, bancos e teto aveludados, painel emborrachado, trio elétrico e um toca fitas que pegava 3 fitas k7 ao mesmo tempo. Era muito massa o carro. Tenho várias fotos dele até hoje.

  • MecanicoDigital

    Em 96 eu tirei minha habilitação em um Kadett Lite 95/96 vermelho, o carro era zero na época, o painel dele era simples, não tinha conta-giros, vacuômetro nem o medidor de carga da bateria dos modelos mais equipados, mas tinha aquela setinha amarela que avisava a hora de trocar de marcha… um charme à parte… me lembro que o pessoal que não tinha dirigido ele achava que era ruim de manobrar por causa da traseira alta, mas isso não me atrapalhou em nada! Minha baliza saiu perfeita, hehehehehe…. Sem contar que o motor era um convite pra acelerar… Um carrão com certeza.

    Excelente carro, está muito bem conservado, parabéns!

  • Ivan_Correia

    Gosto muito de Kadett, carro muito bonito se bem conservado. O problema é que sempre cai nas mãos erradas e a maioria dos que rodam por aí são todos detonados =/

  • Ricardo Santana

    Sempre gostei desse carro. Em minha infância presenciei um maluco entrar em um campo de futebol do meu bairro com um GSI vermelho (com aquelas faixas negras na leteral). O cara arrepiou com ele atraindo a atenção de todos que estavam no local. O vermelho gritante, o ronco do motor e a poeira marcaram a imagem no kadett em minha memória.
    Parabéns pelo belo exemplar.
    Kadett, "Andando na frente"; "Voando mais alto". hehe

  • Tosca16

    Kadett era um carro extremamente jovem pra época , sonho de muitos . Apesar que eu ainda preferiria uma Diplomata por toda a nostalgia e nome do Opalão .

  • Rato_FpolisSC

    Tive um GL94 completo à alcool por quase dois anos (1996 e 1997). Excelente carro! Muito legal era a suspensão traseira a ar, regulável em qualquer compressor de borracharia. Acabei trocando por um carro mais econômico, não aguentei a sociedade com o posto de combustível! A disputa de quem bebia mais era grande: o carro ou o motorista? kkk

  • alexhmoraes

    Aqui no Brasil só falto as versões Sedan e Cabriolet do Kadett…. Sucesso

    • CyborgPilot

      Faltou a versão cabriolet?!

      • Eugenio C.

        Faltou estudar História do Carro Brasileiro, rsrsrsrs

        • CyborgPilot

          O kadett Cabriolet, ou seja, conversível foi fabricado no Brasil de 1991 até 1994 sempre com motor 2.0 e todos os recursos do GSI. A sua capota era elétrica.
          Uma curiosidade é que ele era mandado pra Itália para ser transformado em conversível pelo Estúdio Bertone. Inclusive na coluna B do carro vinha estampada a bandeira italiana.

  • Ranier_Aquino

    parabens pelo carro. meu pai teve um quando eu era criança, foi o primeiro carro que dirigi. um modelo 1.8 1996. de muitos carros que meu pai teve, o que eu tenho mais lembranças e saudade =D

  • André

    Excelente relato .. muito bom …

    Isso que deve ser pensado .. o amor pelo carro e nao oq todos vao olhar…

  • vinicius

    Quando motor era realmente a gasolina, não álcool que funciona com gasolina. Taxa de compressão: 9,2:1

    • Ivan_Correia

      É mesmo… hoje a taxa de compressão bate no teto

  • RicLuthor

    Parabéns pelo relato !

    Provou que realmente é apaixanado pelo carro e isso não é demérito algum. Belo carro !

    Na metade da década de 1990, as fábricas começaram a depenar os carros…

    Eu tive um Kadett 1992 SL 1.8 EFi, meu primeiro carro (comprado em 1999, quando tinha entrado na Faculdade, tendo pago nele exatos R$ 5.400,00), e ele na época equivalia ao GL de 1996 em diante, o acabamento do SL era muito bom. Painel emborrachado, bancos de veludo… Os bancos dele davam de 10 a 0 nos bancos de um Ford Focus 2.0, 0 KM hoje. Os únicos pecado dos Kadetts eram a iluminção do painel de instrumentos (hodômetro e conta-giros), exceto no GSI que tinha opção iluminação diferenciada e opção de painel digital, mas no GLS houve melhora signiticativa nesse aspecto, pois a iluminação dos instrumentos era idêntica ao do Vectra; e a seção inferior das portas que acabavam dando ferrugem e estourando.

    E é fato, o acabamento no Kadett Lite (que foi um Kadett simplificado) e depois do Kadett GL foi muito piorado.

    O meu era básico, mas tinha alguns incrementos que já vieram nele: engate, escapamento esportivo com saída dupla da marca Kadron, painel de Neon, suspensão que podia ter sua altura regulada por calibragem de ar (que vinha de fábrica)…

    Foi um dos grandes carros da GM do Brasil. Bom motor, sem ser gastão; manutenção barata; bom acabamento; tinha um belo design; o ventilador na opção de temperatura normal realmente mandava ar frio e não ar insuportavelmente quente como a maioria dos carros de hoje; a direção era leve (mesmo não sendo hidráulica), os freios eram bons… Realmente um carro com grandes qualidades.

  • RicLuthor

    Parabéns pelo relato !

    Provou que realmente é apaixanado pelo carro e isso não é demérito algum. Belo carro !

    Na metade da década de 1990 em diante, as fábricas começaram a depenar os carros…

    Eu tive um Kadett 1992 SL 1.8 EFi, meu primeiro carro (comprado em 1999, quando tinha entrado na Faculdade, tendo pago nele exatos R$ 5.400,00), e ele na época equivalia ao GL de 1996 em diante, o acabamento do SL era muito bom. Painel emborrachado, bancos de veludo… Os bancos dele davam de 10 a 0 nos bancos de um Ford Focus 2.0, 0 KM hoje. Os únicos pecado dos Kadetts eram a iluminção do painel de instrumentos (hodômetro e conta-giros), exceto no GSI que tinha opção iluminação diferenciada e opção de painel digital, mas no GLS houve melhora signiticativa nesse aspecto, pois a iluminação dos instrumentos era idêntica ao do Vectra; e a seção inferior das portas que acabavam dando ferrugem e estourando.

    E é fato, o acabamento no Kadett Lite (que foi um Kadett simplificado) e depois do Kadett GL foi muito piorado.

    O meu era básico, mas tinha alguns incrementos que já vieram nele: engate, escapamento esportivo com saída dupla da marca Kadron, painel de Neon, suspensão que podia ter sua altura regulada por calibragem de ar (que vinha de fábrica)…

    Foi um dos grandes carros da GM do Brasil. Bom motor, sem ser gastão; manutenção barata; bom acabamento; tinha um belo design; o ventilador na opção de temperatura normal realmente mandava ar frio e não ar insuportavelmente quente como a maioria dos carros de hoje; a direção era leve (mesmo não sendo hidráulica), os freios eram bons… Realmente um carro com grandes qualidades.

    Quem foi criança ou adolescente na década de 90 e gostava de carros, sempre sonhou em ter um Kadett GSi ou um Escort XR3 !

  • vhrocha

    Ja tive um Kadett 1996. Excelente carro.

  • thiagoribeiro92

    Tá bonito seu carro!
    Sempre curti Kadett, pena que é dificil achar um em bom estado para comprar.

  • V-mario

    Parabéns pelo veículo, e mante-lo em ótimo estado de conservação…
    Carro bacana!

  • flaviopiracicaba

    tambem tive um kadett gls 98 comprado em 2006 com 52300km, praticamente zero a julgar pela idade do carro na época,de cor branco o carro é muito bom, tive varias manutenções,mas devido ao fato de rodar 5mil km por mês,conforto sem comparações, vendi a um ano e meio para um amigo bem proximo vejo o carro todos os dias,continua impecável,motivo pelo qual ele havia comprado meu carro.hoje possuo um vectra elite,mas tenho muitas saudades do kadett, ainda mais quanto ao consumo comparado ao vectra.

  • André Castan

    Parabéns amigo. Excelente carro e o seu particularmente está muito bonito. Se eu fosse você nunca venderia esse carro. Conserva ele legal e no futuro quando vc puder, adquire um outro carro para o seu dia a dia.

    Abraço e boa sorte!

  • jetta

    Amigo,

    Parabéns pelo relato e tb pelo carro. Acho que só a sua responsabilidade quanto à não se atirar em outro carnê já o torna mais inteligente do que esses outros que andam pagando R$60 mil por carro que vale R$20 mil.

  • fabioalisson

    Parece muito bem conservado. Kadett é um carro bacana e que marcou época. Essa última "fornada" tinha um preço muito bom e era um carro completo, com excelente custo benefício na época.

    Discordo do autor quando o mesmo diz que o carro não chama a atenção, um carro com 15 anos de idade e nesse estado de conservação chama sim a atenção, pelo menos a minha, pois não é qualquer um que tem esse cuidado.

    Parabéns pelo carro!

    • 3ic

      sim, qualquer carro. fazem presença. Acho até curioso que quando criança achava a brasoca feia e hj viro o pescoço quando vejo uma circulando impecavelmente para ver.

  • MajorAutomotivo

    Tive um. Foi um ótimo carro. Manutenção fácil e muito resistente.
    Ponto fraco: o limitador da porta e a parte inferior da porta que sempre enferrujavam.

  • João_avr

    Melhor negocio que voce faz é ficar com o Kadett mesmo, tem muito carro 0km que não sai da loja tão bonito igual o seu carro.

  • William Loureiro

    Estava quase fazendo um pra mandar pra cá do meu…

    Eu tenho um Sle 1991 Cinza Chumbo que hoje só uso pra rodízio…Meu pai pegou 0km e ainda lembro dos plásticos que vieram no banco…

    Às vezes com meu carro atual mesmo sendo mais confortável e melhor que o Kadett, ainda sindo falta dele e acabo largando pra poder usar ele mais um pouco…

    Parabéns pelo Carro, um dos melhores que a GM já fez!

  • Andrade

    Nossa…melhor que andar a pé é ! Nos tempos da faculdade eu também comecei com um carro bem usado, lá pelos idos de 1988. Depois melhora ! Mas uma coisa te digo, o melhor carro que a gente tem é aquele que a gente pode manter !

  • Petrus

    Tirei minha CNH em 1998 num Kadett GL 1995, a álcool! Tenho saudades daquele carrinho até hoje! Lindo carro! Eu era doido pra comprar um 98! Parabéns!

  • macaense

    Conservadíssimo, parabéns!

  • Ninja Fodástico

    Parabéns pelo carro… eu sei como é esse amor por Kadett… Eu tenho um desde 2004 e tb foi meu primeiro carro, comprado qdo eu tb tinha apenas 19 anos… hj eu tenho 29 anos e amo meu carro mais do que nunca!!! O meu é um GL 96, EFI e chama mais atenção do que carro importado…

  • Lexus GS300

    Muita gente torce o nariz, chama de carro velho. Eu poderia hoje, se quisesse, comprar um carro moderno, “da moda”, “do ano”, pagar bem caro e abraçar mais um carnê, mas não farei isso, dou valor ao meu dinheiro e não quero mais ter que dar nem um centavo sequer a algum banco.

    Se no bostil as pessoas tivessem essa mesma linha de pensamento aí poderíamos chamar "isso daqui" de Brasil.

  • Lexus GS300

    Muito novo o Kadett do leitor. Lembrando que conheço pessoas que ao trocar seus Kadetts, preferiram depois o Astra Hatch, outro remanescente da Opel.

  • _ROPERCAV_

    Saudades, tive um Kadett SL 91, basicão… eu o adorava!

  • zeuslinux

    Só sei que depois que tive um Kadett nunca mais quis ter nenhum carro popular e pequeno. O problema desses carros é que fica difícil andar de novo em caro popular fraco, mal acabado e pouco confortável.

    Tirei um Kadett prata, com motor 1.8 e injeção eletrônica, em 1993 se não me engano. Tive que vendê-lo com menos de 3 anos de uso com dor no coração para comprar meu primeiro apartamento. Tive tantas saudades dele que comprei um Astra 2.0 0km também anos mais tarde, depois de passar por uma porcaria de um Gol. Não tem comparação um hatch médio desses com nenhum carro popular (nem esse HB20, com as devidas diferenças tecnológicas de cada época, se querem saber).

    • CyborgPilot

      " Não tem comparação um hatch médio desses com nenhum carro popular (nem esse HB20, com as devidas diferenças tecnológicas de cada época, se querem saber)."
      Faço minhas as suas palavras. Eu saí de um Kadett SLE/EFI 1992 1.8 automático para um Corsa Classic 2003 1.6 automático também, ou seja, um carro 11 anos mais novo e apesar do Corsa ser um carrinho bem esperto o Kadett é superior em todos os aspectos, menos no consumo, claro.

  • apzeiro2013

    Foi um grande carro(principalmente até 1995), mas hoje em dia a maioria está na mãos dos "manolos" infelizmente!

    Parabéns pela máquina, tá muito bem cuidada, uma grande exceção aliás!

  • GilianPrigol

    Sou suspeito de falar, kadettão é show, eu mesmo ja tive 3, na verdade p 3 é meu carro atual
    1º foi um SL 1,8 1990 cinza
    2º GSI branco 1994
    e o 3º e atual GSI CONVERSIVEL BORDÔ 1992

    Não me arrependo de nenhum dos 3, otimos carros, o conversivel foi um sonho realizado, vai faze 4 anos que to cm ele e só alegria..

    • CyborgPilot

      Gilian Prigol? Conheço e admiro seu trabalho de fotografar os carros de garagem dos colecionadores brasileiros. É vc mesmo né?

      • GilianPrigol

        sim!__só estou com o blog um pouco parado, penso em retornar.

  • Minha frustração de infância, esgotava a paciência do meu pai para comprar um Kadett, hehehehe… se eu achar um 91 – 93 em bom estado (quase impossível…) sou capaz de fazer negócio. Tanto ele como o Ipanema com a grade antiga são uma das minhas paixões…

  • Romis_gtr

    Simplesmente fantástico….pela idéia, pela consciência, pelo carro e por cuidar tão bem dele. 1 palavra: Parabéns!

  • Adriano_Silva

    Carro muito bom que até hoje vale a pena ter, nem que seja para usar nos finais de semana.

  • Fabrício

    Tive um 1998 GL 2.0MPFI e digo que o carro anda muito, somente um Azera me deixou para traz em mais de 10 anos chamando o Kadetão na 3°.

    • Gabriel Oliveira

      Concordo plenamente com você.Esse carro anda muito!!!

  • Gabriel oliveira

    Sem dúvida é o melhor carro que a GM já fez.Eu adoro esse carro!

  • Marcelo

    Tenho um e não abro mão dele.

  • Guilherme

    Kadettão MONSTRO. Parabéns cara!

  • TCHAGAS

    Ainda é um sonho meu, apesar q eu não usarei para o dia-a-dia, por isso ainda não o comprei. mas em breve. muito bom o relato, parabéns e não venda ele! abraços!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend