Chevrolet Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Vectra CD 99

carro-semana-vectra-cd-99-6 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Vectra CD 99

Sou um freqüentador assíduo do site Notícias Automotivas e depois de ler tantos artigos legais sobre a opinião dos leitores sobre seus carros, pensei em escrever algo sobre isso e espero que eu possa passar um pouco de minha experiência com este veículo tão especial.



Apresentação

Meu nome é Rodrigo Linhares, sou amante dos automóveis, sobretudo dos carros europeus desde muito jovem, incentivado pelo meu pai, que também esteve sempre ligado a este mundo. Meu pai foi uma pessoa que sempre foi fã do Monza desde seus primórdios, sendo eu por seguinte, um fã do Vectra, não somente do Vectra, mas de sedans da Opel de modo geral. Assim como meu pai havia conseguido ter seu Monza, eu, com muito prazer, pude ter mais de um exemplar deste maravilhoso modelo Vectra.

Primeira aquisição

Adquiri um Vectra GLS ano 99 da cor branca, motor 2.2 8 válvulas, 123cv, seu ponto forte era o conforto. Era um carro de presença, em seus pontos fortes também incluíam o moderníssimo desenho, que na minha opinião é ainda atual e o silêncio interno. Além de tudo dotava de um acabamento de tirar o chapéu mesmo dos mais exigentes. Na nota fiscal deste carro registra 28 mil Reais na concessionária, o proprietário fez questão de deixar o manual e todas as notas fiscais junto ao veículo.

Por mais que este carro fosse incrível com seus bancos em veludo muito aconchegantes e sua maciez, o Vectra CD possuía algo a mais que a versão GLS não tinha, um “tchã” a mais. Depois de um ano com o Vectra GLS resolvi adquirir um Vectra CD ano 1998. Mas não era um qualquer, era um especial,era o modelo que eu almejava, com seus diferenciais em relação ao GLS:

Pneus 195-65 com Rodas em 15 polegadas;
Faróis auxiliares que acompanham o desenho do para-choques;
Lanterna traseira fumê (um charme);
Ainda possuía todas as maçanetas na cor do carro.
Som original com controles ao volante e amplificador de som.
Retrovisor fotocromico.

Fora estas características básicas do modelo, este exemplar Confort Diamond (este é o nome da versão) anda possuía os itens:

Duplo airbag;
Freios ABS;
Teto solar;
Bancos e volante em couro;
Ar-condicionado digital;
Computador de bordo;
Teto solar;
Além do Câmbio automático com controle de cruzeiro;
E controle de tração.

Este era o modelo mais completo da época, de 1998. Seu preço na loja? R$ 63.000,00 na Concessionária, também possuo a nota fiscal. Como adquiri este carro de meu sogro e ele o tirou zero, ficou mais fácil manter estes documentos em minha posse, além de tudo, conhecer o histórico deste veículo.

carro-semana-vectra-cd-99-2 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Vectra CD 99

Características GLS e CD

Por mais que os carros “seriam” os mesmos, seu comportamento nada tem haver. Enquanto um era macio, com uma direção levíssima e uma traseira um tanto quanto boba, o outro era um carro duro, esportivo, direção pesada e colado no chão. Quero deixar claro que todas as características originais dos carros sempre foram e sempre serão mantidas por mim.

O motor 2.2 16 válvulas do CD não era muito evidenciado no trânsito do dia a dia com seu câmbio quatro marchas. Mas que se transformava acima dos 90 km/h. Na cidade eu o chamada de marreco, pela característica de vagarosidade na arrancada, no tirar do zero. Minha esposa falava para mim quando o guiava: “Como é lerdo para arrancar, meu Celta é tão esperto.”, mal sabia ela que a velocidade final do Celta era quase alcançada na primeira marcha do Vectra (exagerando um pouco), que efetuava a troca automática para a segunda marcha por volta de 95 km/h no Kickdown antes de cortar a injeção do combustível.

A terceira marcha daria algo em torno de 195 km/h e a quarta, de acordo com o manual, em uma situação normal de temperatura e pressão, não seria alcançado seu limite de corte de giro. Uma observação é que no GLS, o velocímetro marca até 220 Km/h e no CD este número avança até 260 Km/h.

Cabe aqui uma comparação: O GLS cinco marchas 8 válvulas à 2.000 giros estava a 70 km/h aproximadamente, já o quatro marchas 16 válvulas à 2.000 giros estava um pouco mais de 90 km/h, mostrando assim sua característica de carro que quer comer asfalto.

Os bancos em couro, o que tinham de esportivo perdiam em conforto em relação ao veludo. Ambos são bonitos do meu ponto de vista, mas o couro com tempo, mesmo com os devidos cuidados se tornam um pouco mais barulhentos com uns rangidos, mas que não poderiam faltar na versão CD já que fazem parte da composição do carro.

Traction Control e regime de baixa aderência: Duas características deste carro são os mecanismos de controle de tração, estes funcionavam muito bem quando testado, um deles é o Traction Control que não deixa o carro patinar. Ao afundar o pé e as rodas começam a girar em falso, a injeção é cortada e a luz TC no painel começa a piscar.

Era possível desligar o mecanismo caso queira gastar um pouco de pneu. O regime de baixa aderência é uma funcionalidade da caixa automática que faz o veículo arrancar sem patinar quando em areia, lama e neve. Este último adota a terceira marcha para arrancar, uma espécie de recuo que não aplica todo o torque nas rodas. Ambos os recursos sempre funcionaram corretamente quando exigidos.

Uma coisa que aprendi com outros entusiastas do Vectra e observando outros veículos foi distinguir couro original de fábrica e o posto em paralelo (as vezes pela concessionária). O couro original posto pela GM é mais rugoso e um detalhe importante era a lateral da porta, nesta o original era posto somente na parte superior não posta em toda lateral da porta, a parte inferior e o porta-mapas é revestido em veludo cinza ou azul.

Quando o couro é colocado posteriormente fora da linha de montagem este cuidado não era tomado, às vezes o couro era usado para revestir toda a lateral da porta, e às vezes a marca da Chevrolet é posto no encosto, além da qualidade do material ser um pouco inferior. Deste veículo o couro era legítimo de fábrica.

carro-semana-vectra-cd-99-7 Carro da semana, opinião de dono: Chevrolet Vectra CD 99

Pontos negativos

Manutenção cara, seguro caro, valor do carro mínimo. É um carro que você vai pagar um preço bem baixo no mercado, vai dar aquela sensação de “comprar um carro bom a preço de popular”. Mas cuidado, você pode estar pegando um carro que está dando (dará com certeza) manutenção, e o preço é salgado. Tudo nele é mais caro, desde a correia dentada até as pastilhas de freios por causa dos discos maiores em relação ao GLS.

Pode não ser um carro que quebra mais, porém ele tem muito mais coisa para quebrar e cobra mais quando isso ocorre. A idade vai chegando e os eletrônicos vão pifando. É um carro ótimo para quem gosta de fuçar e fazer por conta em casa. Senão prepare-se para arranjar um sócio: o mecânico.

O seguro dele é caro, por possuir peças caras de reparação, seu preço sobe bastante, cheguei a pagar 25% a mais do que o Vectra GLS e 40% a mais que um Astra.

Consumo

Aqui um ponto controverso, na cidade sempre entre 6.5 e 7.5 km/l, mas em viagens, facilmente entre 12.5 e 13.5 km/l. Eu nunca o considerei um bebedor, estava de acordo com seu peso e potência. Ar condicionado ligado não chegava a ser sentido em termos de desempenho e consumo.

Defeitos/Manutenção

A manutenção do motor 16 válvulas é sim mais cara que o de 8 válvulas. São mais peças e requerem maior cuidado. Já constatei diversas vezes que as peças de reparos são mais caras.

– Remoção de vazamento de óleo na tampa do cabeçote, três vezes. Eu nunca vi um Vectra 16 válvulas que não estivesse com a tampa babada em óleo, só o meu, mas a que preço, uma vez por ano as juntas precisavam ser trocadas, não agüentavam. Parece-me um defeito de projeto. Algo em torno de R$ 180,00 cada ida ao sócio.

– Mau contato nos motores de regulagem de altura dos faróis, o farol ia para cima e para baixo sozinho, na concessionária somente trocavam o conjunto ótico inteiro! R$ 980 cada. Desmontei o conjunto limpei todos os conectores e deu uma ‘amenizada’ na situação.

– Queima de lâmpadas no painel de instrumentos e no LCD do ar condicionado. Fato engraçado, a concessionária queria R$ 150,00 para a troca da lâmpada dos instrumentos e seriam pelo menos 3 horas de mão de obra e que o LCD do ar condicionado não seria possível arrumar, sendo necessário trocar todo o painel frontal e sairia em torno de R$ 450. Resolvi não fazer o serviço e em outro dia levei-o em uma auto-elétrica famosa e antiga aqui da minha cidade, trocaram as lâmpadas do instrumento, arrumaram a iluminação do LCD do ar condicionado aquele que a concessionária falou que NÃO era possível arrumar, levaram uma hora e me cobraram R$ 35,00. É engraçado para não dizer triste. Aqui em Blumenau somos muito mal servidos pela concessionária GM.

– Ar condicionado parou de gelar – Efetuei uma carga de gás no valor de R$ 120 e durou mais um ano.

– Computador de bordo acusando pastilha de freio – na Concessionária R$ 580 o par traseiro e R$ 900 o par dianteiro. Mas depois vimos que o sensor se soltou da pastilha e acusou erroneamente. Porém os sensores estragaram devido ao contato com o disco, resultado: R$ 200 cada sensor, são quatro.

– Silencioso traseiro: R$ 800 na concessionária, R$400 no mercado paralelo.

– Vazamento de água do radiador: Aqui começou uma novela, foi trocado três vezes a válvula de ar quente, algo em torno de R$ 80 cada. Uma peça que a própria GM diz que não produz mais e ela mesma compra de terceiros para revender. O radiador também já foi trocado por causa de oxidação: 1.800,00.

E o que fez correr lágrimas dos olhos:

– Fundi o motor – Ficou sem água, aqueceu e eu não percebi. Foi feito o motor inteiro, de cabo a rabo, só ficou o bloco para contar a história, preço da brincadeira: R$ 6.800,00. E nunca mais o carro ficou igual. Após isto, o carro perdeu o encanto, as vibrações do motor aumentaram, o consumo aumentou, a concessionária não conseguia dizer o que era o problema. Causa raiz da falta de água: Válvula de ar quente, de novo logo que possível eu o vendi com menos de 100 mil Km rodados, um carro bom, mas com uma manutenção de amargar.

Dica

Caso você queira um Vectra CD, tome muito cuidado, como a manutenção dele é cara em relação ao preço do automóvel propriamente dito, é fácil encontrar exemplares que não receberam a manutenção correta, muitas vezes sem revisões, e como já vi muitas vezes, peças estragadas ao invés de ser repostas são muitas vezes apenas desativadas. Sensores de freios por exemplo.

Este carro acima relatado foi vendido por R$ 18.000,00.

5.0

COMPARTILHAR:
  • Gustavo

    Pois é, foi-se a era de Opels no Brasil…. uma pena.

    Mas em relação ao seu, que carro fantástico, hein? Parabéns mesmo por tê-lo mantido tão conservado….

    • V8_sempre

      Na verdade…

      Foi-se a época de qquer OPEL ostentando logotipo CHEVROLET, pelo mundo !

      Goste ou não… A Chevrolet é uma das marcas que mais cresce hoje no mundo todo ! Só ela sozinha, 4a. maior do mundo !

      • TopEngine

        Aqui no Brasil a GMB é um lixo,

        eu tenho um Astra 140cv 2010 que já trocou até o motor, e isso com procon e juizado de pequenas causas no meio..

        Chevrolet aqui no Brasil só do Omega pra cima.. e olha que nem tem muita coisa..

    • Rodrigo

      Obrigado!
      Sempre fui de conservar meus carros. Este não foi diferente.
      Abraços.

  • João Paulo Vizioli

    Parabéns pelo ex-carro. Considero-o como um dos últimos GMB áureos…

    • flaviomm

      1. Pelo ponto de vista da atualidade dos projetos… verdade… Chevy com alma de Opel. Tive um GLS 2.0 1997 (com o famoso motor de Monza… era lento e bebia… sonhava com o CD 2.0 16v)… 1a e 2a geração chegaram aqui no Brasil. depois veio o Astra batizado de Vectra.

      2. Mas é preciso dizer: o VECTRA na Europa… FRACASSOU. O nome foi esquecido, descontinuado. Insignia veio no lugar, maravilhoso por sinal. O nome Vectra estava "queimado".

      Dá uma pesquisada no youtube sobr o q o Clarckson do Top Gear falava do Vectra da 3a geração (europeu).

    • Fábio Vicente

      Na verdade, é o último né… o que veio depois, só decepção.

  • MatheusCampos

    Meu avô já teve um Vectra CD 2.0 99, e realmente o carro é muito bom, tem um motor espetacular que andava muito!!! e tinha um motor mais potente que o 2.0 de hoje.

    • TopEngine

      nada disso..

      o 2.0 8v de hoje tem 140cv, na época nem o 16v 2.2 tinha isso(132cv)

      • eduardogege

        O Vectra CD de 1997 vinha com um 2.0 16V que rendia 136 ou 140 cv!

      • Rodrigo

        O motor 2.0 16v rendia 141cv, o desta descrição 2.2 16v rendia 138cv, mas o torque aumentava em relação ao 2.0.
        Minha esposa possui um 2.0 8v 143cv 2011, é muito, mas muito mais fraco que o antigo 2.2. Realmente está fora do meu alcance dar qualquer explicação. Algo está errado, quem tem este carro reclama muito.
        Abraços.

  • Mak73

    Já tive um vectra Cd 97,foi um bom carro.

    • bandaxadibar

      Tiveo um GSI94….aquilo sim era um vectra de verdade

  • jcesarcbr

    Foi o que me desistir da GM: o preço de uma revisão 30.000 Km da Meriva que tive sem nenhum item a não ser preventiva, deu para pagar 3 revisões de FORD Fusion.

  • fuzila

    Tenho um Vectra CD 99/99 2.2 16v e discordo sobre o custo das peças.

    Primeiramente, gostaria de mencionar que quem tem um carro com mais de 5 anos de uso e tenta manter a manutenção do mesmo em uma concessionária, está querendo gastar dinheiro …

    Como exemplo, tenho alguns preços de alguns componentes ORIGINAIS recentemente trocados aqui no Rio de Janeiro (nunca em concessionária).

    "A manutenção do motor 16 válvulas é sim mais cara que o de 8 válvulas"

    O preço das peças são em torno de 10-20% mais caras que o de 8v.

    "- Remoção de vazamento de óleo na tampa do cabeçote, três vezes. Eu nunca vi um Vectra 16 válvulas que não estivesse com a tampa babada em óleo, só o meu, mas a que preço, uma vez por ano as juntas precisavam ser trocadas, não agüentavam. Parece-me um defeito de projeto. Algo em torno de R$ 180,00 cada ida ao sócio."

    Esse problema é frequente em todos os modelos GM que utilizam esse motor. Entretanto, existem duas soluções no fórum do VectraClube que resolvem tais vazamentos …


    "- Mau contato nos motores de regulagem de altura dos faróis- R$ 980 cada.

    – Queima de lâmpadas no painel de instrumentos e no LCD do ar condicionado. "

    Esses problemas não são só de Blumenau. Como falei antes, fazer manutenção de um carro com mais de 5 anos de uso e fora de linha em concessionária é pedir pra gastar muito dinheiro … as oficinas mecânicas de confiança são a melhor escolha sempre …


    "- Computador de bordo acusando pastilha de freio "

    Os sensores são caros realmente, pois só são encontrados nas autorizadas … mas não considero o aviso ao ligar o carro um incoveniente … não procurei resolver …

    "- Silencioso traseiro": R$ 170,00 instalado aqui no Rio.


    "- Vazamento de água do radiador: Aqui começou uma novela, foi trocado três vezes a válvula de ar quente, algo em torno de R$ 80 cada. Uma peça que a própria GM diz que não produz mais e ela mesma compra de terceiros para revender. O radiador também já foi trocado por causa de oxidação: 1.800,00. "

    Troquei o radiador por um original e saiu por R$ 550,00 com mão-de-obra … novamente em uma oficina de confiança …

    Carros usados necessitam de um maior cuidado no momento de pesquisar e decidir onde fazer a manutenção … se deixar o carro na concessionária e esperar pra ver a conta depois é pedir para ser assaltado !

    Abraços.

  • Robson Iecker

    Duplo airbag;
    Freios ABS;
    Teto solar;
    Bancos e volante em couro;
    Ar-condicionado digital;
    Computador de bordo;
    Teto solar;
    Além do Câmbio automático com controle de cruzeiro;
    E controle de tração.

    Tem algo duplicado.

    • jttrainer

      eh pq eh panoramico. kkkkk

      no geral, eu considero um vectra um bom guerreiro

    • Rodrigo

      Opa,
      Obrigado pelo aviso, não tinha percebido.
      Abraços.

  • flaviomm

    Eu tive um VECTRA (DE VERDADE, não ASTRA)… GLS 2.0 1997… lindo, bem acabado… só que o motor de Monza o fazia lerdo, lerdo… além de beber muito.

    Adorava o carro.

    Troquei por um Astra mais novo.

    Obs: o a/c era fraco… o interior do carro tb era mto quente… o calor do motor passava para o habitáculo.

    • bandaxadibar

      Vectra de verdade foi o GSI94….

  • SyncBomb

    Tbm tive um VCD99 completo, um lindo carro, ótimo conforto e dirigibilidade, entretanto na hora da manutenção consumiu uns 5 mil reais em 2 anos :(

  • TTropicthunder

    Da época que não tinhamos concorrência direito no Brasil.

  • Marco_Reis

    Bom carro, à frente dos demais de sua época.

  • AutoIng

    Bom relato, esse é um carro que deixou muitas saudades! Os problemas em geral são normais pela idade do carro, e claro que o fator "nacionalização" acaba prejudicando em relação ao modelo produzido lá na Europa. Incrível como o visual dele é até moderno e agradável até hoje, isso me impressiona! O que eu não gostava nele era o motor do 8v (o 16v nunca dirigi), era um tanto lento na minha opinião e muito ruidoso, em baixas rotações tremia o carro todo e até o painel. De resto era muito confortável e nunca mais teve um sucessor à altura.

  • blindzector

    Excelente carro!

    Sempre achei lindo o Vectra CD 96~99, um motor digno da Opel, seguro, bonito confortavel!

    So acho feio o carro todo pintado … os detalhes em pretos eu acho ( No Vectra ) bonito. Da um contraste fora de serie!

    • V8_sempre

      O motor é o velho 2.0 q todos conhecemos, ampliado para 2.2… Com cabeçote 16V !

      Como carro acima de 2.0 hoje, paga muito mais imposto… A GM os abandonou !

      • blindzector

        Infelizmente, os motores Europeus ao virem para o Brasil, ficaram para tras! E triste ver isso =/

  • madsauro

    Parabéns pela matéria. Possuo um marea ano 2000 2.0 20v e o carro nunca me deixou na mão, possuo ele desde 0km e sinceramente achava que o Vectra teria uma manutenção mais em conta. Acho que na compra a opção pelo marea foi acertada. Mas posso te dizer que ainda acho o vectra um carro muito bom, principalmente em relação a estabilidade, que deve ser considerada um ponto muito forte principalmente para quem viaja bastante, o carro transmite segurança.

    • Rodrigo

      Opa.
      Obrigado.
      Bem, como comentei, a manutenção do Vectra GLS (8v) já era bem diferente, um pouco mais em conta, além de mais simples.
      Abraços.

  • epa

    carro com mais de 10 anos só se for basicão, do contrário sai muito caro manter.

  • granemann

    O silencioso do meu vectra troquei a semana passada paguei R$130,00 colocado!!
    O ar do meu é gelado!!sensor de feios,isso é de menos!!!
    Eu não acho muito cara a mecânica dele,depende do estado de conservação,se tiver detonado dai sim vai gastar uma boa grana,só a parte elétrica é caríssima!!
    Mesmo assim prefiro andar com meu vectra do que andar com uno,gol,celta,palio zero.
    O conforto que tem no vectra vc não acha num carro 1.0,por mais que seja fora de linha o designer dele é bonito.
    Pena que a GM não deu o merecido valor a esse modelo que deu tanto lucro e prestígio pela marca,um carro de sucesso que foi virando um fracasso no fim de sua vida.

    • AutoIng

      O fato do designer do carro ser bonito não quer dizer que ele vá desenhar um carro bonito… E além do mais estou comprando o carro, não o cara que o desenhou (ainda se fosse UMA designer gata né?). Agora o Vectra concordo que é lindo sim :)

      • V8_sempre

        granemann…

        Design ! Designer é o cara que "faz" o design !

        Problema do Vectra… Se chamou Astra ! Qdo foi lançado, roubou quase todas as vendas do irmão maior !!! Até pq, a diferença de "carro" sempre foi pequena…

  • miudinho

    carrão.

  • Y07

    Bela máquina. Queria um desse como meu primeiro carro, assim como você, sou fãs de sedans da OPEL. Meu pai tem um Monza GL 95, há 16 anos, ele comprou com 8000km. E minha mãe tem um Agile (tão criticado, mas não dá problema, apesar de dever bastante para antigos GMB).

    Certa vez, quase comprei um Vectra CD 97 2.0 16v. Mas como sou novo, o seguro dele iria pesar. O carro, tinha quase todas as características do seu, exceto Teto Solar (algo que sou fã), Câmbio Automático e Bancos de Couro (Prefiro os de Veludo). E era na cor vinho. Este modelo era único dono, só que avaliei tudo e vi que não era vantagem.
    Eu pensava mesmo, em adquirir um CD ou um Challenge 2002, porém, o Challenge, engana no quesito do volante, apesar dele parecer ter airbag, não tem.

    Mas infelizmente, terei de fazer como todo brasileiro e comprar uma carroça, por conta de preço de manutenção e seguro, mas diferentemente dos brasileiros, não ficarei com a corda no pescoço 60x, pois junto uma grana faz tempo para isto.

    Posso dizer, que o Vectra é um carro que eu amo e para mim, de toda a década de 90, ele em termos de design, empata com o Chrysler Stratus, para mim, os dois carros mais belos daquela década e os que mais chamam a atenção. E olha que nesta, foi o auge da industria automotiva, tivemos Omega, Passat Alemão, Taurus, Mondeo, Neon, BMW 325i, entre outros.

    Mas lendo a "Opinião do dono", vejo que algo é certo. Apesar de ser uma excelente máquina, a idade já vai pesando e as funções eletrônicas já começam a dar problemas e os reparos são caros.
    Me chamou a atenção ver que o Ar Condicionado dele é digital, disto, eu não sabia.
    A GMB não tem um pós vendas bom, o Monza, que é um carro de manutenção simples e que foi bastante comercializado, por exemplo, não tem os forros da porta e as peças paralelas são de péssima qualidade.

    Parabéns pelo carro. É uma máquina que todos sentiremos falta e que por muito tempo, foi desejado por todos os brasileiros.

  • TiagoMegane

    Um dos ultimos grandes carros gm aparti de 2006 a qualidade caiu drasticamente

  • EKFRAGOSO

    Como proprietário de um modelo desse, só que 2001, eu digo que é um excelente carro. Mas exige uma manutenção preventiva bem rigorosa, principalmente na parte de arrefecimento e lubrificante. Se você usa lubrificante sintético, não tem muito o que se preocupar e só precisa respeitar o tempo certo para a troca. Quanto ao arrefecimento, cuide dessa parte com carinho, porque pode sair bem cara.

    Recentemente, troquei a bomba d'água, a correia e os tensores, limpeza e troca do líquido de arrefecimento e custou 629,00, c/ a mão de obra. Não é caro, mas como me pegou desprevenido, pesou.

    Provavelmente trocarei de carro esse ano, porque com a minha situação financeira atual, complica muito ficar com um carro assim. Quem sabe no futuro( e com mais espaço na garagem), eu pegue um de volta, logicamente não para uso diário, mas para deleite.

  • granrs78

    Meu pai teve um Vectra Gsi 96 branco e posso falar que carro era espetacular!! Andava muito e bebia como um 1.0, sem falar no acabamento que era muito bom e na minha opinião o motor foi o melhor de todos os Vectra era um 2.0 16v de 150cv de origem alemã, que coloca no chinelo muitos outros motores atuais.

    • bandaxadibar

      esse sim era um vectra de verdade….quando deixou de ser importado e feito no BR, notou-se a diferença de qualidade.

  • Leandro1978

    Um bom carro. Mas de manutenção cara, como o próprio autor cita. É para quem gosta e sabe cuidar.

  • lucasfs87

    Belissimo carro! dos tempos em que tinhamos carros originais no Brasil! Também sou adepto de carros usados completos, tenho um clio sedan privilege 2005, o carro é super confortável, economico e barato de manter.

  • ACR

    Ótimo carro, fora isso, acho que marcou bobeira nas manutenções, como que você não reparou na temperatura, o nível da água?
    No caso da retífica do motor é claro que não fica igual ao original, mas esses defeitos que está descrito no texto poderiam ser eliminados, não confio em manutenção de concessionária, nem sempre fazem um serviço caprichado, com atenção.

    • igorinhu

      Eu tenho um ano 2001, comprado zero, e já tive dois vazamentos na válvula de ar quente. O problema é que não há luz de temperatura, então você vai dirigindo, prestando atenção em outras coisas e não percebe o ponteiro colado. No meu caso tive a sorte de perceber o ponteiro sem causar nenhum dano ao motor.

    • Rodrigo

      Opa!
      Todas as manutenções foram feitas corretamente, a medida do necessário, além das revisões, quanto a isso eu acho que não foi a causa.
      Quanto ao aquecimento, este sim foi um momento de descuido. Mas eu digo que foi menos de 10 minutos após ligar o carro e sair que ferveu. Não tem luz indicativa, apenas o ponteiro, subiu e não chamou atenção alguma.
      Abraços.

  • lorim_ce

    Saudades do Vectra GLS 00 do meu pai….só era meio gastão…mas o conforto….os bancos de veludo…suspensão….prazer de dirigir nunca me esqueço…ha meus 18 anos….

  • JHerzév

    Putz, bateu uma nostalgia agora…do tempo em que tínhamos carros aos quais nos orgulhávamos, no tempo em que a GM(e as outras) faziam carros com paixão, o que não acontece hoje com o Agile, Cobalt e outras porcariazinhas monstruosas.
    Sem dúvidas um dos mais belos carros já fabricados no Brasil…se não for o mais belo. Lembro da "aura" que esse Vectra tinha no final dos anos 90, especialmente em 97/98, fazia qualquer um babar.

  • GuilhermeTucson

    É um classico para ficar na memória pois nao se vê mais vectras bem cuidados. Infelizmente a maioria esta morrendo na mão de boyzinhos ou pessoas que nao cuidam, eu ainda quero ter a sorte que meu pai teve de achar um monza classic automatico raríssimo i em perfeito estado, mas tb, o carro estava na casa de um senhorzinho que o tirou zero, contou a historia inteira do carro para o meu pai. Não se fasem mais GMs como antigamente e nem donos como antigamente tb!

  • jersaosp

    Em termos de preço ele sofre do mal dos sedãs médios/grande no brasil sofre. Tb tenho um sedan e pensar em vender dá vontade de chora, um carro que custava 120mil se vende por 50/40mil e olhe lá… Ai que entra um problema também, geralmente a pessoa compra esses carros a partir de 15mil, preço de popular pelado, só que apesar do preço ser de popular ele ainda é um carro de segmento superior, ou seja, a manutenção não vai ser igual ao do popular de "15zaum" que até o açougueiro da esquina por "30taum" faz o serviço. Muita gente compra por causa do preço, o carro até pela idade já tem muita coisa pra fazer, a pessoa não consegue arrumar o q tem pra fazer e muito menos manter e acaba com o carro.

    Em termos de manutenção TODOS carros merecem cuidado, até os 0km, o problema que brasileiro não cuida do carro e os 0km quando dão problema a garantia amortiza a pancada!! O meu eu já gastei praticamente o valor dele em manutenções mas hoje tenho um carro praticamente 0, potente, confortável e seguro.

  • Wikle

    "Este era o modelo mais completo da época, de 1998. Seu preço na loja? R$ 63.000,00 na Concessionária…".

    Ano Mês Valor Original Vlr. em 1º de Setembro de 2011
    1998Junho63.000,00 197.350,05

    Boa época para as nossas 4 grandes. Sem concorrência, metiam a faca mais do que hoje.

    • V8_sempre

      Montadoras colocam os preços nos carros, sobretudo margem de lucro… De acordo com a cotação do dólar !

      Multi-nacionais… Dinheiro vai pro bolso de quem está fora do país !!!

      Em 94.. Um 1.0 custava 7.500 reais ! (Dólar a 1 por 1)

  • V8_sempre

    Jà tive um desses… GLS 2.2 99

    Saindo de um SANTANA… Foi assustador a diferença ! É muito mais carro que o VW !!! Andar a mais de 200 km/h com um dedo no volante (E parecendo estar a 120 km/h) foi demais !! Bom, se trata de um carro projetado para rodar até com motores V6 (No exterior) e assim, chegar nos 250 km/h !

    Consumo é isso aí… 6 a 7 km/l… Mas com gasolina, pesa um pouco (Na cidade) ! Na estrada, ele vale cada pingo de gasolina com sobras, até pq não bebe tanto nesta condição !

    Falam de beberrão… Pq adoram "passar" ele no alcool, e com taxa de compressão baixa p gasolina, haja desperdício de combustível!

    Mas, pela categoria dele… O achei um carro muito apertado (Estilo nitidamente europeu) ! O "NOVO" VECTRA é imensamente mais espaçoso !!

    Ou seja, o antigo era voltado mais para a esportividade… O novo é voltado mais para o conforto ! Vai do gosto de cada um !

    Bem ao contrário do que esse povo todo fala… De plataforma a suspensão traseira multi-link ou não… Na "prática", achei o novo Vectra um carro melhor que esse antigo ! Perdendo só em desempenho !

  • mjprio

    Poxa, pelo carinho com que ele falou do carro; e o estado em que ele se encontrava , achei que fosse ficar com ele até chegar a idade de pôr placa preta. Acho que ele poderia ter ido a SP, pois no mercado livre eu achei uma loja que vende os motores completos e parciais, na faixa de 5 mil a 8 mil reais. Achei até o motor do A3 com turbo; e pasmem, o 1.9 SDi da VW argentina na caixa!!!!

    • Rodrigo

      Olá
      Este carro sempre foi tratado com muito cuidado por mim e por seu proprietário anterior. Sempre fui uma pessoa que conservou bem seus carros e este não foi diferente. Mas para mim, eu estava passando por uma maré de azar com este carro: problemas no motor, não ficou bom, um sujeito colidiu na lateral (nada grave), mas o cara estava embrigado e até me agrediu quando falei em chamar a guarda de trânsito.
      Então foi um um problema atras do outro e na época, era minha esposa que mais estava com ele. Resolvi então me desfazer (após muito remorso) e adquirir um veículo novo para minha esposa.
      Mas sem dúvida este carro me deixa saudades.

      • mjprio

        Rodrigo, eu não duvido do cuidado que vc teve com o carro. Dá pra ver nas fotos; e lamento o que ocorreu! Espero que você possa adquirir outro carro do seu gosto e possa nos brindar com outro excelente comentário aqui no NA. Eu já ouvi diversos relatos de ex proprietários desses Vectra e de Omega, que muito a contragosto, tiveram que se desfazer dos seus carros, pela extensão dos problemas apresentados e pela dificuldade em achar sobressalentes. Eu fico chateado com isso, pois eu tenho um classic e sofro com o pós venda da GM, que é sofrível!!!

  • Marco_Aurelio

    O meu sonho é conseguir um Vectra GLS ano 2001 ou 2002 (aquele do pára-choque traseira e lanterna mais quadradinho), de rodas de liga e pneus 185/70-R14, que são a metade do preço dos pneus de aro 15 e 16, principalmente. Aqui no PR ainda não consegui achar um em bom estado de conservação (diga-se manutenção em dia). Os que já tive a oportunidade de dirigir estão muito “sambados” e teria que gastar muito dinheiro principalmente na suspensão dianteira que “rincha” muito.
    Certa vez em Três Corações consegui um GSi 2.0 16V, ano 96, branco, motor alemão, impecável e pouco rodado. Mas a seguradora se recusou a fazer o seguro por ser carro esportivo. E ao fazer uma visitinha à concessionária Chevrolet da cidade, me pediram a bagatela de R$ 4.500 por uma manutenção básica. Fiquei louco (e decepcionado) e desisti da compra. 2 semanas depois, em Belo Horizonte, na Casa do Chevrolet, orcei o preço das peças e elas ficavam somente 90% mais baratas que na concessionaria (isso mesmo: R$ 450,00). Quase tive um ataque, mas aí ja era tarde. O carro já havia sido vendido. O Vectra e um carro muito confortável, e principalmente BONITO. Sempre terá seu lugar de destaque no mercado automobilístico brasileiro e ainda hj angaria o olhar de muita gente pela rua, pela sua BELEZA, não pelo design desastroso de trAgile (vulgo Horribile), coCobalt, Monstrana e Cia. Bons tempos aqueles da GM… afinal de contas tinham DNA OPEL. Aquilo sim era carro de encher os olhos, mesmo que às vezes esvaziassem os bolsos.

  • Carrão TOP hein, só acho que os detalhes nos parachoques (que normalmente são pretos) pintados na mesma cor tirou o charme da originalidade no resto, lindo e último GM de verdade. Agora vamos combinar, a manutenção condiz com o nível do "carrão" hein.

    • Rodrigo

      Olá amigo.
      Os detalhes na cor do carro foi feito ainda na montagem pela GM. Foi uma espécie de "série" especial para superintendentes da GM na época. Meu sogro conseguiu uma das unidades não sei como, ele nada tem haver com a GM.
      Abraços.

  • Bruno Rocha

    É do tempo que a Chevrolet fazia carros.

  • janduir

    Amigo, parabéns pela avaliação desse fantástico carro. Serve de alerta para aqueles que querem andar de carrão, mas não tem condições. Muita vezes, é melhor pagar 18000 num popular e não ter dor de cabeça. Vai muito da sorte e da manutenção preventiva que poucos brasileiros fazem…

    • Rodrigo

      Olá amigo, obrigado! é legal poder compartilhar com vocês.
      Abraços.

  • O_Corsario

    MUito boa a avaliação, conseguiu mostrar bem as vantagens e desvantagens de ter um carro usado.

    • Rodrigo

      Olá amigo, Obrigado pelo retorno!
      Abraços.

  • BrunoMulsane

    Bom, na época meu pai saiu de um tempra 16v para um vectra 16v 96. O gm tinha controle de estabilidade e teto solar a mais que o do tempra. Me lembro do meu pai reclamar que o motor do vectra era mais lerdo que o do tempra. E eu chorei na época que meu pais fez a troca, pois o fiat era mais espaçoso e confortável que o vectra. Logo em 98 ele trocou em um mondeo clx 16v completo! Nossa, esse me fez saudade. Tinha uma dirigibilidade, conforto e cambio incríveis! O acabamento era excepcional. Na época não fez sucesso, pois o vectra era o queridinho. Mas quem ia testar o ford, o comprava. Enfim, esse vectra era bonito e elegante, mas a concorrencial era melhor. Esse painel da gm marcava 260km/h, mas um diplomata nos passou, na época. E que eu saiba o ponteiro do opala marca 220km/h.

  • Glauco

    Olá!

    Tenho um Vectra GLS 2.2 8 válvulas 1998 há 5 anos e, não me arrependo por nem um segundo por ter adquirido. Com certeza ele desvalorizou mais de R$ 10.000,00 desde quando comprei mas, pelo menos os gastos com manutenção "preventiva" que tive com ele valeram mais a pena do que se eu tivesse um popular novo e tivesse que desembolsar mais de R$ 1.000,00 pelo IPVA. Esse sim um dinheiro mal gasto. E sabem que carro irei comprar assim que vender o meu? Outro Vectra B ano 2005 modelo Elite.

  • Denis Lopreto

    Ola Paulo! Muito interessantes seus comentarios! Acabei de comprar um Vectra CD 2.2 16V 1998 com 38 mil km! Tbm uma raridade! Gostaria de conversar com vc sobre algumas coisas. Se puder me mandar um email eu agradeco. Um abraco! denislopreto@yahoo.com.br

  • robert

    queria saber por gentileza porque meu velocimetro vectra cd97/98 16 v so marca ate 20 km não ultrapassa e nem chega a 40 kilometros e ja emparelhamos a 180 km na ponte rio niterói e o cara me falou o dele estava a 180 e o meu 20 km;hora ? e tem uma peça no capo ela tem uma trava se ligar a trava empurrando a pra trás o ponteiro fica assim e se empurrarmos para frente ele marca velocidade acima ate uns 60 oscilando e vc está ha 200 km/hr e se mante lo ali que é o certo a alavanca pra frente do carro, é do lado esquerdo no capot a frente do motorista em mantendo se ali descarrega bateria e não marca o devido nem assim, obrigado Robert

  • Daniel

    Cara, esse vectra q vc deve ta falando que é lento na arrancada tem aids só pode. tenho um vectra gls 2.2 ano 99 que vc falou q é inferior ao cd. em termos de arrancada o carro eh uma máquina. Quem não é acostumado com tal arranca cola no banco, o carro chega 90 km/h desenvolvendo 1ª e 2ª apenas, 0 a 100 km/h em muito pouco tempo, eu particularmente q gosto de velocidade é o carro perfeito se tratando de custo/ beneficio. É um carro q apesar de um tanto que antigo é muito chamativo, claro que dei umas mechidas na sua estética, mais ele originalmente é top de se ver. E de fato o velocimetro do cd marca 260 km/h max, e o do gls marca 220 km/h, porem no gls ta marcando 220 km/h não eh só de enfeite não….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email