10 cuidados básicos para aumentar a vida útil do motor do carro

fumaca branca escapamento

Com o aumento no preço das peças e na mão de obra de serviços automotivos, a preocupação para manter o carro em ordem por mais tempo também cresceu.

Abaixo vamos dar algumas dicas para manter o bom funcionamento do motor do seu carro.

Confira:

Manutenção preventiva:

A boa e velha manutenção preventiva é sua aliada para evitar maiores gastos com seu automóvel, muitas vezes ela está detalhada no manual do proprietário e dita quais itens devem ser trocados ou inspecionados e com que frequência (em quilômetros ou em meses).

Dentro dos itens recorrentes posso citar alguns relacionadas ao motor:

1) Óleo e filtro do motor:

Temos um post falando sobre ele aqui no site , normalmente o prazo é de 6 meses ou 5.000km (às vezes 12 meses ou 10.000km).

Não se deixe enganar, é muito difícil saber se ele está bom ou não e para isso precisamos utilizar equipamentos caros e sofisticados, então sempre siga a troca conforme manual;

2) Correias, rolamentos e tensores:

As correias são componentes (normalmente de borracha) que tem a função de transmitir o movimento de uma polia para outra, apoiadas em rolamentos e tensores que fazem com que ela tenha um movimento suave ao mesmo tempo que mantenham a tensão certa.

O intervalo de troca varia muito de carro para carro, começando em 20.000km podendo chegar a até 120.000km. Elas também devem ser trocadas por tempo de uso, caso a quilometragem não seja atingida.

No caso de uma correia estourar ou rolamento travar, se ela for a que movimenta o comando, pode ocorrer o chamado “atropelamento de válvulas” que é o choque dos pistões com as válvulas, e, a depender da gravidade, pode condenar o seu motor.

3) Velas, bobinas e cabos de vela:

O intervalo de troca preventiva varia, porém, quando esses componentes estão no fim da vida útil podem perder eficiência.

Isso faz com que seu carro consuma mais combustível e podendo inclusive prejudicar sua embreagem, pois precisará aciona-la com maior frequência e por maior tempo, devido à perda de potência, causando seu desgaste precoce.

4) Filtros de combustível:

Responsáveis por retirar partículas de sujeira do combustível antes de chegar à injeção, devem ser trocados conforme manual (normalmente a cada 2 trocas de óleo) e caso danificados podem deixar passar essas partículas que irão entupir seus bicos injetores, causando um prejuízo razoável (principalmente em carros modernos que usam bicos de injeção direta)

5) Filtro de ar da admissão:

Responsável por filtrar o ar que vai para a câmara de combustão, quando entupido faz o carro perder eficiência e em casos mais graves pode deixar passar alguma partícula grande de sujeira causando até danos no interior do seu motor, te fazendo gastar milhares de reais, normalmente tem um intervalo de troca similar ao filtro de combustível.

Cuidados no uso:

pedais

Assim como a manutenção, algumas atitudes podem ser tomadas no dia a dia para prolongar a vida útil do seu motor, entre elas:

6) Não fique acelerando seu carro logo após a partida.

O óleo ainda está frio e muitas vezes nem chegou em todos os pontos de lubrificação. Espere alguns segundos antes de sair de casa e ande os primeiros minutos sem força-lo.

7) Não segure o volante do carro esterçado no limite por muito tempo.

Especialmente em carros com sistema de direção hidráulica, esse ponto é tido como um mito, mas é bem verdade que segurar o volante no ângulo máximo de giro exige mais da bomba da direção hidráulica.

8) Não ande com o pé descansando na embreagem, só pise ou encoste no pedal quando for trocar as marchas.

O mesmo vale para apoiar a mão na manopla de câmbio, isso pode gerar um estresse na caixa de marchas e reduzir sua vida útil.

9) Não acelere o carro imediatamente antes de desligar.

Isso não traz vantagem alguma e ainda pode fazer com que o combustível não queimado escorra para o óleo e o contamine.

10) Utilize sempre combustíveis de qualidade.

Um dos maiores vilões do seu motor é o combustível adulterado.

Desconfie de preços muito baixos, normalmente, ou ele não é de qualidade ou a quantidade informada pela bomba não é a que realmente foi para o tanque.

Espero que tenha gostado das dicas e fique ligado nos próximos posts.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.