Em Curitiba: Volvo apresenta seu ônibus urbano elétrico BZL

Ônibus elétrico Volvo BZL
O BZL Elétrico é um chassi 4×2 movido por um motor de 200kW e torque de 43 kgfm, instalado na parte traseira

por Luiz Humberto Monteiro Pereira

A Volvo já começou a primeira demonstração de seu chassi de ônibus urbano 100% elétrico em uma operação real no Brasil.

O BZL Elétrico começou a rodar na primeira semana de setembro nas linhas Inter 2 e Interbairros II, que interligam de forma circular em dezenas de bairros de Curitiba (PR).

Atualmente, 135 mil passageiros passam diariamente por essas rotas, que fazem integração com o BRT da cidade em vários terminais.

“Curitiba é onde fica nossa fábrica e nossa sede no continente. Temos uma longa parceria com a cidade no desenvolvimento de ônibus para o sistema de transporte de passageiros, que virou referência no mundo em BRT (Bus Rapid Transit), com os articulados e biarticulados Volvo. Tenho certeza de que com os ônibus elétricos seguiremos esse mesmo caminho bem-sucedido”, comemora André Marques, presidente da Volvo Buses na América Latina.

Ônibus elétrico Volvo BZL
Ônibus elétrico Volvo BZL

Depois de Curitiba, a Volvo já tem outras demonstrações de seus chassis elétricos agendadas em São Paulo, Bogotá (Colômbia) e Santiago (Chile).

A Volvo Buses é uma das principais fabricantes de veículos comerciais elétricos do mundo, com mais de cinco mil ônibus eletrificados rodando em vários países. A meta da Volvo é que 50% dos ônibus comercializados pela marca sejam elétricos até 2030.

A demonstração em Curitiba faz parte do atendimento dos requisitos do edital publicado pela URBS, o órgão gestor do transporte público de passageiros da capital paranaense, para a aquisição de veículos elétricos para a cidade a partir de 2024.

Ônibus elétrico Volvo BZL
Ônibus elétrico Volvo BZL

Durante a demonstração em Curitiba, as autoridades municipais da URBS farão avaliações sobre pontos-chave como consumo de energia, autonomia, nível de ruído e o desempenho do veículo na topografia da cidade.

O BZL Elétrico é um chassi 4×2 destinado a operações urbanas e metropolitanas. É equipado com baterias de íon lítio de 94kWh – o veículo da demonstração de Curitiba conta com quatro baterias – e movido por um motor sem este ‘elétrico’ de 200kW e torque de 43 kgfm, instalado na parte traseira.

Todos os componentes do chassi e do trem-de-força foram desenvolvidos pela marca. Equipado com sistema de ar-condicionado, o BZL da demonstração em Curitiba foi construído de acordo com as exigências da URBS para ônibus elétricos, em atendimento às demandas do sistema de transporte da capital paranaense.

O veículo tem 12,6 metros de comprimento e carrega até 80 passageiros. Com autonomia para até 300 quilômetros, operará durante todo o dia e recarregará as baterias na garagem do operador à noite. Durante a demonstração, o ônibus circulará na frota da Viação Sorriso, uma das operadoras do sistema da cidade.

O BZL da demonstração de Curitiba está preparado para a ativação do serviço de Controle Automático de Velocidade. Essa tecnologia utiliza a conectividade GPS do veículo para identificar com exatidão a área de circulação, reduzindo a velocidade automaticamente em locais críticos.

Ao ser implantado pioneiramente nos biarticulados de Curitiba, em 2018, o Controle Automático de Velocidade reduziu em 50% os acidentes no primeiro ano de ativação.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Avatar photo
Autor: Luiz Humberto Monteiro Pereira - AutoMotrix

Jornalista carioca que trabalha com jornalismo automotivo desde 1992. Em 2018 criou a Agência AutoMotrix e, em 2020, a revista "Roda Rio".