Manutenção

Entenda como funciona o sistema de freios ABS

freio-abs-diagrama Entenda como funciona o sistema de freios ABS

Equipamento será obrigatório em todos os veículos produzidos e vendidos no Brasil a partir de 1º de janeiro



Sueli Osório

A partir de 1º de janeiro de 2014 todos os veículos produzidos e vendidos no Brasil deverão ser equipados com freios ABS. Para o engenheiro mecânico André Brezolin, integrante da Seção Caxias do Sul da SAE Brasil, a resolução n° 380 do Contran, de 28 de abril de 2011, que torna o item obrigatório em 100% dos veículos, é um passo muito importante para aumentar o nível de segurança, visto que, atualmente, apenas uma pequena fatia da frota que circula no País possui o equipamento se comparada a de outros mercados, onde a grande maioria dos veículos conta com esse equipamento de segurança.

O sistema ABS  proporciona benefícios como a não derrapagem do veículo e, consequentemente, o aumento da estabilidade em condições de frenagens de emergência, permitindo que o usuário possa desviar de obstáculos enquanto freia, reduzindo a distância de parada em até 30%.

Com a redução das distâncias de parada proporcionada pelo uso do ABS, espera-se  uma redução significativa no número de acidentes provocados pelo travamento pré-maturo das rodas.

Além disso, a utilização do sistema ABS abre portas para o uso de outras tecnologias associadas, como o EBD (Electronic Brake Distribution) ou Distribuição Eletrônica de Frenagem e o ESP (Electronic Stability Program) ou Programa Eletrônico de Estabilidade. “Estes sistemas, quando usados em conjunto com  o ABS, permitem o aumento significativo no controle da trajetória do veículo em várias condições adversas, como frenagens em curvas ou desníveis em situações de pista seca ou molhada”, explica Brezolin.

Segundo o engenheiro, cabe salientar que somente a obrigatoriedade do uso do sistema ABS não será suficiente para alcançarmos os patamares de segurança de países desenvolvidos. “Temos de repensar nossas normas e regulamentações de segurança vigentes para que possamos atingir altos níveis de segurança veicular”, diz.

Como funciona 

O ABS (Anti-lock Braking System) é um sistema de frenagem que evita que a roda bloqueie e entre em derrapagem quando o pedal do freio é pisado fortemente, evitando a perda de controle do veículo.

Esse sistema é composto por sensores que monitoram a rotação de cada roda e a compara com a velocidade do veículo. Esses sensores medem a rotação e passam essas informações para a unidade de controle do ABS. Se essa unidade detectar que alguma das rodas está na eminência de travar, haverá a intervenção da central em milésimos de segundo, modulando a pressão de frenagem, garantindo assim que a roda não trave e proporcionando uma frenagem mais segura.

Quais as diferenças em relação à frenagem sem ABS?

Durante o uso normal do freio (fora da eminência de travamento das rodas), o condutor não irá perceber nenhuma diferença na utilização do freio. Contudo, quando o ABS estiver em funcionamento em condições de frenagem de emergência, em que as rodas estão no limite de travarem, ocorrerá uma forte vibração e ruído no pedal de freio. “Esta vibração é provocada pelo fluido no contrafluxo do sistema, causado pela bomba de recalque empurrando o fluido no sentido contrário, buscando a equalização da pressão hidráulica dos freios, a fim de evitar o travamento das rodas”, explica o engenheiro.

Este efeito é absolutamente normal e o condutor não deve, em hipótese alguma, aliviar a pressão ou a força sobre o pedal de freio para não causar a ineficiência do sistema de ABS e, consequentemente, o aumento da distância de frenagem.

Em caso de emergência, o motorista deve pressionar o pedal de freio e manter a pressão sobre ele com força máxima, pois o ABS não deixará as rodas travarem.

História

Os primitivos sistemas de ABS foram desenvolvidos por Dunlop para uso em aeronaves no início da década de 1950. Segundo Brezolin, o primeiro sistema de ABS utilizado em veículos de que se tem notícia data de  1969. Foi usado somente no eixo traseiro do veículo  Ford Thunderbird. Estes equipamentos utilizavam sistemas analógicos e sistemas de acumulação de energia.

Em 1978, a empresa alemã Bosch desenvolveu o ABS que utilizamos atualmente, que está associado ao uso extensivo de sistemas eletrônicos e válvulas eletromecânicas. Foi empregado inicialmente pelos veículos de passeio da Mercedes-Benz e, logo após, pelos veículos da BMW e pela indústria japonesa de automóveis.

Em 1984, a empresa ITT desenvolveu um projeto de ABS que combinava componentes do sistema de freio, como o atuador do ABS, servo-freio  e cilindro mestre.

Alguns marcos na história do ABS:

1978:

– Início da produção em escala;

– Peso do sistema: 6,9 kg;

– Custo aproximado: US$ 1.500;

1983:

– Sistema ABS chamado 2S, com unidade hidráulica e UCE separadas;

1989:

– Sistema ABS chamado 2E, com unidade hidráulica e UCE em um único componente;

1992:

– Tornou-se item de série nos veículos  Mercedes-Benz;

1993:

– Sistema 5.0, com redução significativa de peso e volume e maior precisão no sistema de controle;

1995:

– Sistema 5.3;

1998:

Sistema 5.7, associado ao uso do sistema  ESP;

2000:

– O uso do ABS atingiu o índice de 60% dos veículos produzidos  no mundo;

2001:

– Sistema 8.0;

2004:

– Torna-se item de série em toda a Europa;

– 2005:

– Sistema 8.1, com a integração dos sistemas ABS/ESP/TCS/EBD,  peso  de 1,4 kg, com menor ruído de funcionamento e melhor trepidação do pedal de freio , além de custo aproximado de US$ 350.

COMPARTILHAR:
  • Brunocarro1998

    Aqui em casa nunca mais entrará carro sem ABS. A discrepância é imensa, o carro fica muito mais seguro.

    • JonathanAbud

      Fato. Ja me envolvi em um acidente em que for notado claramente que se tivesse ABS, eu poderia ter escapado. Tambem nao compro mais carro sem abs.

      • Absurdo

        Assim, depois que se compra um carro com freio abs, você nunca mais fica cuidando do pedal de freio para não pisar bruscamente, mas com carro sem abs já houve várias situações e a questão é o modo como se pisa, conhece o freio e atenção dobrada mesmo..

    • PONCIO PILATOS

      acredito ser o item mais importante que existe no veículo (de segurança, é claro).

      • thales_sr

        Mais do que o cinto de segurança?

        • dougkmt

          Bom, pensando pela ordem dos fatores, se o carro conseguir frear ou desviar do obstáculo com o uso do ABS, sendo que sem o ABS ele iria colidir, então, para este caso, o cinto de segurança nem seria usado. Claro que sou a favor de todos os equipamentos de segurança, mas é complicado afirmar que um item é mais importante que o outro. O conjunto que fornece segurança como um todo, rs.

    • fabioalisson

      Faço das suas palavras, as minhas. Faz 2 anos que comprei meu primeiro carro com ABS, por sinal, foi também o primeiro da minha casa equipado com o item. Ano passado, quando minha mãe foi trocar de carro, fiz questão que fosse com ABS também.

      A segurança ativa aumenta absurdamente, inclusive por várias vezes já senti o sistema operando, inclusive em uma, foi uma fechada que levei com pista molhada, onde precisei freiar e desviar, se não tivesse ABS, era acidente certo.

  • Oba_

    E agora como sabemos qual versão equipam os modelos fabricados aqui?

    • Dragoniten

      Nos populares sabemos que é da versão 8.0 pra trás, já que nenhum tem ESP/TCS quando equipado com o sistema de ABS.

      • eduardoge

        Pelo que eu entendi existe sempre apenas uma versão no mercado (ou uma e mais um resto da anterior). Sendo que essa 8.0 aceita integração com ESP/TCS/EBD para gerenciar a trajetória do carro mas não que o carro tenha necessariamente tudo ao mesmo tempo.

        • Dragoniten

          Entendi. Obrigado pelas informações :)

    • JoaoMartini

      VW e Chevrolet usam o 9.0 (que foi lançado esse ano). Meu Fox é 2012/2013 e usa o 8.2 (que foi lançado em 2008); o 9.0 saiu no 2014 só.

      • dark_sat

        como sabes disso?

        • JoaoMartini

          No lançamento da linha 2014 da VW, o Fox recebeu um aumento no servo freio e o ABS 9.0 e quando ele recebeu o facelift atual, em 2010 (e quando o gol G5 foi lançado), a VW anunciou que era utilizado o mais novo ABS 8,2 da Bosch.
          Sobre os Chevrolet, lembro-me que quando o Classic passou a receber os freios ABS como opcional, era mencionado que a versão era a 9.0. Se o Classic usa a 9.0, suponha-se que o restante da linha também usa.

          • dark_sat

            Eu entendo, mas tipo, a VW por exemplo, não anuncia que tipo de ABS o carro tem, apenas que tem ABS. Não fala se segue todas as especificações do 8.2, como disse. Nesse caso, teria de ter ESP e etc além de pré-tensionador, o que a mesma não divulga. Nosso SpaceFox (reestilizada, 2010) tem ABS, mas não tenho menor idéia se tem esses ítens.

            • JoaoMartini

              Meu Fox é o 2012 e tem ABS 8.2 (Vi na QR isso), mas o pré tensionador tem sim, e é informado no manual.
              Aliás, todo VW com Airbags possuem pré tensionador. Achava que isso era uma prática comum.
              E sobre o ESP, não é necessário que tenha ele pra ter o ABS 9.
              É como se fosse uma porta USB, tá ali, mas vc usa se quiser.

              • dark_sat

                E essa a minha maior dúvida, se foi implementado ou não. Provavelmente a central já tem todos os sensores (ou são à parte?) e só não está habilitado, ou algo do tipo.

                • Wellington Myph13

                  O ABS Mais novo Suporta ESP/TCS/EBD e talz, mas se a central não tiver estes controles, só funciona o ABS.
                  O que significa que, se a VW quiser colocar ESP, TCS desde o Gol por exemplo, já poderia colocar, e digamos que é barato, ainda mais barato depois que o sistema de freio já é o mais atualizado, mas como agente não liga muito pra isso, deixam sem mesmo…

              • ChristianX

                Do que adianta o Fox ter o ABS 8.2, se o sistema de freio é ruim e o carro ter péssima estabilidade?

  • birchip

    [youtube ZP40PoAPDOM http://www.youtube.com/watch?v=ZP40PoAPDOM youtube]

    • jaderf

      animal esse video, muito bom mesmo

    • arianoneves

      Procura por ESP no youtube que esse sim é espetacular, deveríamos ter o ESP obrigatório junto com o ABS assim como a Europa e EUA fazem.

  • Dragoniten

    " 2005:
    – Sistema 8.1, com a integração dos sistemas ABS/ESP/TCS/EBD, peso de 1,4 kg, com menor ruído de funcionamento e melhor trepidação do pedal de freio , além de custo aproximado de US$ 350."

    Acho que isso diz tudo o que precisamos saber sobre o lucro das montadoras, né?

    • Brunocarro1998

      Mas a Fiat cobrava R$700 reais no ABS para o Bravo (logo que saiu, era opcional). US$350 equivale a R$843. No Siena 2014 de entrada, o ABS custa 600 reais. Acho que não está tão fora do padrão não.

      • Dragoniten

        Mas o sistema da última geração já conta com ESP e TCS também. O Bravo possuía isso quando lançou? Não que eu saiba. A única versão que utiliza o módulo 8.1 (pra ter ESP e TCS) é o T-Jet.

        A maioria das montadoras utiliza o sistema de ABS de gerações anteriores, que é menos eficiente e, obviamente, mais barato.

        • JoaoMartini

          Para ter o ABS 9.0 não precisa necessariamente ter ESP. Vc pode ter o ABS 9 sem ESP, mas o contrário não.
          Sei que as melhorias no 9 incluem correção para frenagens em pisos irregulares.

          • Dragoniten

            Entendi. Podia jurar que eles estavam fazendo módulos "com tudo", mas obrigado pela correção.

            ABS, até há pouco tempo, em piso com brita, barro ou gelo simplesmente não funciona. Que bom que corrigiram, rs.

            • JoaoMartini

              Só acho engraçado que no 8.2 do meu Fox, esses dias eu fui testar mesmo e cravei o pé numa estrada de chão, com terra e pedras.. O ABS funcionou normalmente; vai ver no 8.2 já tinha alguma alteração sobre isso e apenas melhoraram ela na 9.

              • thales_sr

                Depende da utilização, não é em toda pista com terra que o abs não funciona… Procura uns videos sobre o abs off-road da amarok que você vê a diferença.

                • MauroRF

                  Lembro de o Bob Sharp ter abominado o uso do ABS justamente por esse motivo. Eu jamais compro carro sem.

            • Tejolo

              Neste caso entra o EBD….. já passei por situações de frenagem de emergência com e sem EBD, e te garanto que existe um abismo entre ter ou não o EBD.

              • Dragoniten

                Não quis dizer necessariamente o carro rodar, pois o EBD nada mais é que um acelerômetro que tenta manter seu carro em linha reta de acordo com a direção que ele está indo (não necessariamente para onde está apontando). O que eu quis dizer é que o ABS em alguns poucos pisos é menos eficiente do que as rodas de fato travarem.

                • thales_sr

                  Não, aí é ESP. EBD altera o balanço de freio de acordo com a aderência de cada pneu.

                  • Dragoniten

                    O EBD é como se fosse um ESP ativo (apenas quando o pedal do freio é pressionado) para que o carro não rode caso ele tenha uma distribuição de peso desigual ou tração diferente nas 4 rodas.

                    Se você estiver com o carro com metade das rodas no asfalto e metade em um terreno com menor aderência e socar o pé no freio, o ABS vai evitar que as rodas travem, mas o EBD vai evitar que o carro rode, já que o limite de frenagem de um lado seria superior fazendo com que o carro rode caso seja aplicada a força máxima de frenagem que cada roda suporta antes de travar. Com o EBD ele diminui a força nas rodas com maior tração para que seja possível manter a trajetória.

                    • dougkmt

                      Belo exemplo para explicar o funcionamento do ABS e EBD.

                    • Edson Roberto

                      Dragon, só explicando também sobre a instalação do ESP: Essa tecnologia pode sim vir via software, mas para que exista de fato o funcionamento, é necessário ter o "hardware", ou seja, a parte fisica de ligação para que isso funcione.

                      Para isso, o que é necessário:
                      – Modulo do ABS (ok, qualquer modulo de hoje já recebe modulo do ABS com tal possibilidade)
                      – Modulo de injeção eletrônica (que tenha o controle agregado)
                      – Cabeamento (pois há várias ligações feitas e o ESP é um deles)
                      – Por fim, o correto seria termos ESP em carros com apenas com disco nas 4 rodas. ACHO que o Fiesta usa apenas nas dianteiras. Mas o correto seria ter nas 4 rodas para atuar com o freio nelas… portanto com esse conjunto acima, a eficiencia muda e atuando com o dispositivo que tenha já instalado e configurado (e o carro pré configurado para tal) ele funciona.

                      Obviamente há custos que por aqui acredito que deve ser mais por exigencia da população e/ou por canetada para ter de série.

                    • Dragoniten

                      Morro de vontade de colocar discos traseiros e o módulo de ABS do Fiesta no Ka. Só falta a verba pra realizar o projeto, rs.

                      O sistema do ESP é tão simples, não entendo como todos carros que vem com ABS EBD, e disco nas 4 como você disse, não podem ter.

                    • Tejolo

                      Perfeita explicação. É uma pena que a legislação não exija também o EBD, que aumentaria quirela no custo, mas muito na segurança. Os casos que passei foram justamente ter que tirar para o acostamento (em terra) quando um FDP apareceu ultrapassando na subida, vindo de frente. Se tivesse apenas ABS, certamente teria rodado e aí só Deus para saber o que aconteceria.

                    • Dragoniten

                      Se bem que, convenhamos, um carro que tenha ABS e não tenha EBD já está completamente fora de questão. É uma tecnologia que está acessível à todas as montadoras há MUITO tempo. Se alguma delas colocar ABS sem EBD, será como escrever nos carros "temos um sistema de baixísimo custo no nosso carro, pois é a única coisa com a qual nos preocupamos".

                      O EBD realmente faz uma diferença brutal. Sinto falta no meu carrinho, mas está completamente fora do orçamento trocá-lo agora… :/

      • DCald

        843 com o cambio de hoje, né…

        • Brunocarro1998

          Tá. Supondo que o câmbio estivesse a 1,90 ainda sim sairia a 665, mais caro que o ABS do Siena e bem próximo do Bravo, mesmo assim, está longe ser caro perante o valor citado no texto.

    • thales_sr

      Na verdade, esse deve ser o custo de aquisição do sistema, falta ainda o custo para montar no veículo, integrá-lo aos sistemas eletrônicos do carro, etc…

    • thgramos

      Pois é, ia comentar isso. Desde 2005 o custo do sistema perto do custo total do carro é ínfimo, mas mesmo assim por aqui é considerado item de luxo.

      O Governo também não faz a parte dele e impõe a obrigação somente agora. Depois ficam fazendo propagandas e trazendo estatísticas de acidentes de trânsito. Já temos uma formação de condutores deficitária, ainda conduzindo carroças, não tem como dar certo.

      Mas agora os problemas acabaram, será norma os CFCs terem um simulador de carro para formação dos condutores! Piada…

  • VictorHugo

    Na empresa onde eu trabalhava, eu fiz um trabalho com textos e vídeos sobre uso de ESP, ABS e TCS. Meu gerente ficou impressionado sobre estes sistemas, mas me disse que no Brasil nem todos os veículos ( 4×4 que se usam na empresa tem este dispositivo( apenas versoes tops de linha, tirando Amarok) ).

  • MecanicoDigital

    Lembrando: Freios ABS (Antilock braking system ou "Sistema de Frenagem Anti-bloqueio") não dão superpoderes de frenagem a um automóvel. Na prática, ele apenas evita o travamento das rodas, permitindo que o condutor com pouca habilidade tenha melhor controle do veículo em situações de emergência.

    Ou seja: Um carro COM ABS não "freia mais" do que um carro SEM ABS. Aliás, existem casos de carros sem ABS que conseguem parar em distâncias menores que seus concorrentes com ABS.

    Não estou aqui questionando a tecnologia, muito pelo contrário, apenas esclarecendo um ponto que ainda deixa muitas dúvidas sobre este importante avanço na tecnologia automotiva.

    • Dragoniten

      Pra trackdays conheço gente que reclama de carros com ABS, justamente por mudar a dirigibilidade do carro caso você queira entrar na curva e dar um toque no freio pra traseira do carro sair um pouco, etc. Lados bons e lados ruins, rs.

    • Leandro1978

      Outra coisa importante, não é porque o veículo tem ABS e outros sistemas de segurança, que pode-se guiar de forma irresponsável. Como bem citado num artigo do André Dantas (As Falsas sensações de segurança – segunda parte):

      "Dirigir andando mais rápido e com menor espaço do carro da frente, freando depois, fazendo tomadas esportivas de curvas como se fosse um piloto só porque a tecnologia do carro permite, é, nada mais nada menos, que anular as vantagens que estas tecnologias oferecem e até mesmo se expor a um risco maior do que num carro sem essas tecnologias dirigido com as margens corretas. Portanto, estar num carro mais seguro não licencia ninguém a abandonar as antigas margens de segurança usadas pelas gerações mais velhas em seus respectivos carros de época".

      Aliás, um excelente texto do André Dantas, bastante explicativo sobre os equipamentos de segurança. É longo, mas bastante elucidativo (embora alguns aqui pareçam que não conseguem ler algo maior que 140 caracteres…rs…)

      Inclusive, parabenizo o NA por esta matéria explicativa.

      • Desci para comentar sobre isso. Muita gente acha que pode dirigir como um jumento só porque tem itens de segurança no carro, já vi gente falando que dirige colado porque tem ABS, que freia dentro da curva porque tem ABS, que não diminui a velocidade na chuva porque tem ABS… Pior são aqueles que se gabam de terem sidos salvos várias vezes pelo ABS, infelizmente o pessoal não entende que se o ABS geralmente entra em ação quando o motorista faz BURRADA…

        No dia a dia você não dá para notar a diferença entre um carro com ABS e outro sem, o ABS não melhora o desempenho nas frenagens normais, não melhora a estabilidade, não melhora o raio de curva, não melhora o grip….

        Na verdade, você só nota o ABS em situações de emergência…

        • MecanicoDigital

          É isso aí cara. Eu não teria conseguido explicar melhor.

      • Edson Roberto

        E também, por justamente mostrar ali que, ninguém "está morto" por não ter esses itens de segurança. Caso contrário apesar de ter um carro com até mais dispositivos eu estaria morto por outros 2 que nao tem…

    • fabioalisson

      O lance é que para motoristas comuns (não-pilotos) e em situação de pânico, pista com pouca aderência o abs faz toda diferença.

    • Filipe_GTS

      Parabéns pela sua explicação, muito clara e objetiva.
      Tem gente procurando arrimo em estrelinhas de crash test e siglas eletrônicas, imaginando que assim estará seguro de qualquer acidente. Esquecem-se que a responsabilidade e inteligência do motorista é o ponto crucial.

      • MecanicoDigital

        Valeu brother.

  • dudupruvinelli

    ABS: allows to brake and steer. É um absurdo serem fabricados carros hoje sem esse importante item. Na chuva faz mais diferença ainda!

    • Wellington Myph13

      O que aconteceu com o Anti-Lock Braking System?

      • Sérgio D.

        O cara escreveu
        ABS: Permite você frear e dirigir

        E não apenas a sigla.

  • GuiBashop

    Uma duvida:
    Supomos que um veículo fabricado no final de 2013, sem ABS e AirBag não foi comercializado no mesmo ano.
    Ficou no estoque de uma loja e já mudou o ano para 2014.
    Esse veículo pode ser vendido ao consumidor ?????
    Se não é permitido a venda, o que as empresas devem fazer???
    Devolver ao fabricante ????

    • Rps_sp

      Os veículos fabricados a partir de 2014 deverão contar com ABS e AB2 de fabrica. Caso o carro tenha sido fabricado em 2013 sem estes equipamentos, ele poderá ser vendido sem qualquer tipo de restrição.

    • DCald

      Sim, podera ser vendido.
      A Lei diz que os veiculos FABRICADOS a partir de 1/1/2014 são obrigados a ter.
      Se o veiculo for fabricado até as 23:59 do dia 31/12/2013, pode sair sem abs (se bem que não acredito que alguma fabrica de veiculos esteja funcionando nesse dia/horario)

      • erliviana

        Vide Uno Economy!v

    • Gustavo73

      A Lei fala em carros produzidos em 2014, e não vendidos.

    • Filipe_GTS

      A solução pra isso é um bom abatimento no preço!

      • Nathan

        Ninguém leu o texto acima não? "A partir de 1º de janeiro de 2014 todos os veículos produzidos e vendidos no Brasil deverão ser equipados com freios ABS".

        • Sérgio D.

          Ele pode ser produzido no Brasil e vendido no Peru. Neste caso ele não tem que ter ABS.
          Apenas os produzidos no Brasil, em 2014, para venda no Brasil.

      • Louis

        E pior que vai ter gente deixando de levar ABS e AB2 por R$ 1k de desconto…

        • Filipe_GTS

          1 pila é pouca coisa, mas um popularzinho de menos de R$ 30mil com 2 mil de desconto pela falta do Airbag e ABS é um bom negócio

    • jaderf

      Se a notícia está correta, nao poderá ser vendido, pois ela diz "produzidos e vendidos…", agora seila, nao li a lei…hehe

  • Freaky_Boss

    Caro ABS,

    seja bem vindo ao Brasil!

    Mas cuidado, aqui as pessoas preferem farol de milha ou porta óculos a você. Mas não fique magoado. O povo aqui é sem conhecimento, e pior, parece não querer conhecer.

    abraços

    • dudupruvinelli

      Tinham que fazer uma campanha de conscientização para esses que desconhecem o freio. A maioria tira o pé quando percebe a trepidação.

      • PortoWF

        Exatamente, isso é importantíssimo!

      • jaderf

        maioria vai falar mal e levar pro mecanico dizendo que ta com problema no freio! hahaha

        • Edson Roberto

          E alguns ainda é capaz de fazer de forma bizarra para desligar o recurso porque essa "trepidação pode dar problema".

  • 4lex

    ainda precisa tornar obrigatorio outros itens como barra de proteçao lateral e crash-box em todos os carros;

    mas ainda bem que finalmente , abs e ab2 serao itens obrigatorios em nosso mercado !

  • Andre

    ABS = Anti Break System
    Tradução literal: Sistema anti travamento

    • Hik

      Break = Quebra

      Você está fazendo isso errado…

    • thales_sr

      Anti break é sistema anti-quebra. Acho que esse sistema só existe no Corolla. :D

  • Filipe César

    Este texto esclareceu minhas dúvidas. Eu sempre achava que era um problema do carro naquele momento que você pisa de forma brusca no freio e logo em seguida faz aquelas vibrações e estralos, jurava que o carro estava com problema, é o meu primeiro carro com ABS, por isso achava estranho.

    • fabioalisson

      É comum as pessoas acharem que é problema mesmo. O Civic faz um barulho estranho e trepida muito o pedal. Inclusive um amigo que também tem um Civic me questionou quanto a isso, expliquei que não era defeito.

      • Pedro_Lourenco

        No meu Idea mesma coisa…na situação de emergência, o pedal trepida.

  • paulistadalapa

    Do jeito que esse país é um descaso, é capaz de usarem o modelo 1983 nos carros 2014 do mercado brasileiro.

    • Brunocarro1998

      Felizmente nesse ponto estamos em acordo com o resto do mundo. Só falta ESP e mais airbags.

  • malatha

    Se existe esta variação de sistemas, então imagino que nos chineses de baixo custo, a versão pode não ser a mais atualizada.
    Eles têm ABS, mas qual sistema???

    • O Jac Motors J3 tem freios Bosch ABS 8.1 com EBD e freia muito bem, inclusive na chuva e em curvas. Já me livrei de vários problemas graças ao ABS+EBD, principalmente fechadas em estradas, etc. É gritante a diferença dos carros com ABS+EBD e os sem ABS ou ainda os que tem APENAS ABS sem o EBD. Quando não tem EBD o sistema não consegue distribuir a pressão corretamente em paralelepípedos, estradas de terra, costelas de vaca e outas coisas que nosso asfalto maravilhoso tem.

      • thales_sr

        Se livrou de vários problemas graças ao ABS? Tá precisando dirigir mais defensivamente hein…

  • shemhazai

    Nunca mais fritei os pneus (estou no primeiro carro com ABS)

    • fabioalisson

      idem, é outro mundo em segurança.

    • Se seu carro não tem ABS e você frita o pneu o tempo todo… o problema não é o fato do carro não ter ABS, mas sim algum problema com o motorista… Fica dica…

      • Louis

        Bela observação, a última vez que "fritei pneu" faz uns 2 anos, em que um motoqueiro atravessou o cruzamento sem parar (preferencial minha), e travei as rodas para não acertar em cheio o manolo… Travar pneus deveria ser fato raro no cotidiano de motoristas.

        • thales_sr

          Pois é… Se alguém defende o ABS mostrando que o sistema o ajuda muitas vezes, quer dizer que ele tá abusando da sorte…

      • shemhazai

        onde estava escrito o "tempo todo"?

  • Filipe_GTS

    Engraçado, aqui nos comentários do site tem tanto defensor de segurança e carros completos, aí quando surge uma matéria ténica (muito boa, por sinal) nota-se que quase ninguém conhece a fundo esses instrumentos eletrônicos.
    Por exemplo, um comentarista acima citou que seu Fox apresenta um sistema bem moderno, quando grande maioria das pessoas vê o Fox simplesmente como um carro de "cara" igual a todos os VW e supostamente um mau negócio. O Polo mesma coisa, modelo do qual destoam por conta do design "datado" e motor supostamente ineficiente.
    Criticar é fácil, mas na hora de ir a fundo nota-se que uma minoria efetivamente conhece da parte técnica por detrás das siglas marketeiras (sim, muito mais marketeiras do que realmente seguras).
    Ter ABS não significa ter um bom sistema ABS, como podemos ver.
    Então pensemos: se o sujeito que visita este site frequentemente e se acha um grande informado automotivo desconhece qual a geração de freios ABS do seu próprio automóvel, o que dizer do desinformado automotivo que não sabe a diferença entre uma caixa automática, automatizada e CVT, por exemplo…

    • jaderf

      entao me ajuda aí parceiro, ja que eu sou super-desinformado, qual o sistema da minha tracker 2009??? porque nao acho em lugar nenhum essa informaçao, nem no manual do veiculo consta isso…só sei que tem ABS com EBD…

      • Filipe_GTS

        Se eu tivesse cobrando pra dar consultoria automotiva eu ajudava…

        • jaderf

          Poisé, o problema é saber qual o sistema da minha tracker 2009??? porque nao acho em lugar nenhum essa informaçao, nem no manual do veiculo consta isso…só sei que tem ABS com EBD…
          Se nem a fábrica nos informa, fica dificil!!

          (editado por ter relido seu comentário, e ter entendido melhor na segunda vez…) :D

          • Filipe_GTS

            Isso é lamentável… Aqui no Brasil nos omitem as informações.
            Eu baixei todo o manual de reparação do Civic ("New Civic"), em inglês. Tem tudo sobre o carro lá… São 5.000+ páginas… Nos fóruns internacionais é mais fácil obter informações valiosas.

            • jaderf

              Poise cara, vou ter q entrar nos foruns da suzuki internacionais pra ver se acho alguma informaçao da grand vitara, pq pra tracker vai ser dificil!

    • eduardoge

      Não concordo com você.
      O ABS só é utilizado quando a situação já fugiu do controle, então tanto faz saber qual a versão do ABS porque tudo que você pode fazer naquele momento é continuar com o pé no freio, independente da versão.

      PS: Para a maioria das pessoas tanto faz saber a diferença entre automático, CVT e automatizado. Tudo que elas querem é que o carro que elas pretendem comprar consiga trocar as marchas sozinho.

    • thales_sr

      Filipe, não acho que esse seja o caso. O ABS, mesmo na versão 8, já funcionava muito bem, e auxilia deveras em frenagens de emergência. Mas o problema é alguns defensores da segurança falarem que "o ABS é imprescindível, já me salvou de VÁRIAS situações de perigo", se precisou tanto assim do ABS, é porque tá se pondo em risco demasiadamente. Pra um cara desses, não tem sistema de segurança que dê jeito.

  • Oba_

    Em relação ao ABS é culpa da imprensa e da própria indústria que oculta as informações logicamente para esconder que usam produtos defasados.

  • Franciscochagas

    Pior que ainda vai ter muita gente comprando carro "modelo" "meia boca" 2014 sem esse sistema!!! Mico certo. É bom alertar isso para todos.

  • Wandersonop

    Tenho um dúvida: nos carros 'nacionais' que possuem freio a tambor nas rodas traseiras, o ABS opera nessas rodas também. O fato de o sistema lona-tambor não inflencia no ABS-EBD?

    • Louis

      Não influencia, ABS também é instalado em freio lona-tambor.

  • Leco222

    O sistema acima do 8.0 já funciona muito bem, sendo que o 8.0 chegou aqui por volta de 2006…
    Mas minha opinião é que o ABS acaba trazendo confiança exagerada ao mautorista, o que é mais perigoso para mim do que EU usar carro sem ABS. O melhor dos mundos seria que os motoristas não soubessem que o carro tem ABS, acredito que seriam mais prudentes.

  • Nícolas

    Um vídeo muito interessante sobre os sistemas de segurança. Mesmo para quem não fala inglês (perde algumas explicações, porém as imagens comprando o sistemas ativados e desativados falam por si só).

    Começa com o ABS;
    0:45 Controle de tração desligado;
    1:50 Controle de tração ligado;
    2:42 ESP desligado;
    4:03 ESP ligado;
    [youtube K3m24bjkfg0 http://www.youtube.com/watch?v=K3m24bjkfg0 youtube]

    • Viníciusk

      Ótimo vídeo!

      Sabe, eu fico pensando: nós mesmos, nossos pais e avós dirigiram por toda vida sem recursos de segurança como estes, e muitos nunca se acidentaram devido a sua boa prudência.
      Com todos estes sistemas de segurança que estamos tendo capacidade de usufruir hoje em dia, a quantidade de mortes no trânsito deveria ser praticamente zero. O problema são os irresponsáveis que acham que podem ser mais maníacos ainda na direção pelo fato de terem sistemas de segurança. Lamentável…

  • Jonas

    Falta agora tornar o ESP obrigatório no Brasil.

    • Viníciusk

      Ih, levando em consideração o tempo que levaram pra obrigar o ABS, podemos esperar a obrigatoriedade do ESP para daqui uns 10 anos.

  • Garcia

    O que adianta ter ABS se a maioria dos veículos nacionais possuem freio tambor nas rodas traseiras?
    E o ABS funciona somente nas rodas dianteiras? (Em alguns casos)

    Seria muito melhor se fosse obrigatório vir com freio a disco nas 4 rodas.

  • erli

    Como sugestão, proponho uma, matéria sobre quais gerações de ABS tem vindo em cada carro nacional, se é 8.0, 8.1 etc

    • Sérgio D.

      Tem que ver também as diferenças entre eles. Claro que entre um 6.0 e um 9.0 deve ter muita diferença. Mais entre 8.0 e 8.2 o que de fato muda.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email