Manutenção Segurança

Estabilidade pode ser alterada com uso de pneus de marcas diferentes

pneu-de-carro

O uso de pneus de marcas diferentes em um mesmo veículo é algo que eventualmente acontece, especialmente por conta dos custos envolvendo a aquisição de pneus novos. No entanto, o emprego de diferentes modelos de material rodante podem alterar a estabilidade do veículo.

Essa alteração não necessariamente coloca a segurança em risco, já que o uso de pneus mais aderentes na traseira, por exemplo, podem reduzir a tendência de sair de traseira (sobresterço). Isso pode ser feito, mas apenas se as medidas e a velocidade indicada do pneu forem as mesmas dos originais.

Mas, a recomendação é que se utilizem pneus da mesma marca e nas especificações descritas pelo fabricante do veículo. Em caso de alterações, o melhor é pedir ajuda de um especialista. Já no que diz respeito à suspensão, diferentes marcas em uso simultâneo não interferem no comportamento do conjunto.

[Fonte: Revista Quatro Rodas]





  • mestiçoblack

    ta caro pneu

    • Tiago GV

      É. E conheço muita gente que colocou pneus remold pra poder ter dinheiro pra pagar IPVA. Acho que esses tipos de coisas que estão diretamente relacionadas à segurança (pneus, amortecedores, molas) deveriam ter isenção de impostos.

      • Pacheco

        Ou imposto bem reduzido.

        Penso o mesmo sobre impostos dos alimentos da cesta básica, medicamentos e produtos de higiene. Imposto minimo, não essa facada atual.

        • Khusller

          Colocam protetor solar como cosmético para ter mais imposto, vão muito reduzir imposto de alguma coisa…

          • Pacheco

            Só vai aumentar… aqui o povo gosta disso.

        • Pedro Henrique

          penso o mesmo sobre energia elétrica e água, bens tão necessários mas ainda com carga de tributos e não é pouca não…

          • Pacheco

            Energia Elétrica tem mais imposto que combustivel. Minha conta de luz chega a dar medo de tanto imposto. Pra que isso?

      • João Cagnoni

        Amortecedores é relativo, pois muita gente troca sem precisar. Acho pouco provável que um amortecedor apresente problemas antes dos 100 mil km, mesmo aqui em SP, e quando falamos de suspensão a primeira coisa que trocam é o amortecedor. Existem peças muito mais importantes na suspensão para a estabilidade do veículo.

        • Louis

          Também acho que muita gente troca sem precisar. Na maioria das vezes, enganados por empurroterapia em lojas. Eu mesmo já cai nessa, o pneu traseiro estava escamado, na verdade foi por falta de rodizio, e o cara da loja me falou que era amortecedor, eu caí na conversa…
          Hoje tenho percepção mais apurada, e consigo sentir quando a estabilidade está comprometida, necessitando troca de amortecedores. Por falar nisso, vou trocar daqui 1 mês, meu carro está com 150 mil km com amortecedores originais ainda, e já sinto estabilidade comprometida.

          • Pacheco

            É que tudo depende do uso. Quando eu ia muito para o litoral, o amortecedor durava por volta de 50 mil km. Entrava areia nele.

          • João Cagnoni

            Sim… Mas o pior é quando você vai alinhar o carro e descobre que te empurraram uns 10 serviços que não servem pra nada.

  • Efulefante

    Costuma ter essas informações no manual do proprietário mesmo, inclusive destacando que pode afetar a eficiência do ABS, EBD… controle de estabilidade…
    Uma vez, troquei os pneus do carro da minha mãe por uns de baixa resistência à rolagem e pude notar que ele “cantava pneu” com mais facilidade que o anterior. Também se desgastou mais rápido, não sei se era característica dos tipo do pneu ou modelo (GPS Goodyear 165/79 R13).

    • Boris

      pneu original do aro 14. Tração índice B. deixa o controle de tração “ligadao”
      quando os meus acabarem vou pros yokohama

  • RyanSX

    Não só a estabilidade, como o conforto e ruído de rodagem e a durabilidade que pode ser menor em pneus diferentes. Já tive uma experiencia péssima com pneus de marcas não tão populares, e se for para ficar tranquilo eu prefiro pagar mais caro por pneus de marcas mais conhecidas, de preferencia Michelin.

    • Pacheco

      Uma vez coloquei um modelo para chuva na Zafira, que tinha o desenho bem doido. Ele fazia um barulho terrível de rolamento. Andar na rodovia era uma tristeza.

      Era um pneu com as ranhuras em formato de flecha. Ela fazia um degrade nas pontas e aquilo era uma fonte maldita de barulho.
      Porem na chuva, o carro não escapava nada, era perfeito.

      • leomix leo

        Tive o esse mesmo problema com uns MAxxis, são tipo um V. Faz muito barulho na rolagem, ruidosos d+. Agora aderiam muito em piso molhado, sem falar que se desmancharam antes dos 40 mil km.

        • Pacheco

          Sim, gasta que é uma maravilha. Porem, na chuva ele parecia que estava no seco. Nunca tive um problema de aquaplanagem com ele.

    • Ailton

      Rapaz ultimamente tenho optado por Michelin também.

      • Daniel

        desde 2003 eu tenho optado pelos Michelin.
        Na ultima compra me decepcionei, os pneus vieram com defeito (ficou um calombo transversal – sentindo vibração com menos de 20km rodados) e a Michelin me deu mó volta e não quis trocar, ainda, em teste, destruiram o pneu (o que me deixa sem evidencias do produto defeituoso), tive que aciona-los na justiça… aguardemos cenas dos proximos capitulos…

  • Ricardo

    O dia que pneus tiverem preços justos coloco os 4 iguais!

    • Daniel

      O que é preço justo pra vc?
      Quanto custa a sua segurança?

      (não estou defendendo o preço dos pneus! longe disso…. mas, mesmo caros, eu sempre troco com “meia vida” – 4mm – e sempre coloco pneus de primeira linha – Michelin) Acho que minha vida vale mais que 1600 reais de um bom jogo de pneus para o meu carro!

  • Joaquim Grillo

    Eu já cometi muito erro com pneus, o principal é fazer o tal chamado rodízio que para mim é mais para vender em grande escala, minha ultimas trocas de pneu foram apenas o da frente, o de trás se tiver os amortecedores em dia eles duram duas trocas dianteiras então na troca você só coloca novo nos dianteiros.

    • Pacheco

      Eu já prefiro fazer o rodizio e comprar pneus de qualidade. Já rodei com Remold que com 10 mil km viraram lixo.

      • Herbet Moreira

        Gasto os da frente, mando tirar, coloco os de trás lá e os zerados vão na traseira. Só isso. Rodízio pra mim é dinheiro e tempo no lixo… Nunca se deve deixar os pneus traseiros serem mais gastos que os dianteiros…

        • Pacheco

          Mas não fica mais gasto… vc faz o rodizio mensalmente e eles gastam iguais.

          • Herbet Moreira

            Na primeira troca do rodízio já ficam. Você pega o pneu dianteiro, mais gasto, e joga na traseira pra esperar os dianteiros (que antes estavam atrás) “igualarem” o gasto. Nunca o pneu traseiro pode ser mais gasto que o dianteiro, justamente por isso que rodízio é gasto a mais pra menos segurança.

            • Pacheco

              E vc vai andar com pneus de desgaste desigual? Eu preciso andar com os 4 próximos um do outro.

              • Herbet Moreira

                Porque e pra que? O eixo que você não controla (traseiro) deve portar os melhores pneus e só. Dá uma olhada no youtube que tem vídeo de sobra falando disso. Pneu traseiro em carro meu nunca fica velho, ele vai pro eixo dianteiro para acabar lá. Assista o(s) vídeo(s) e veja o que ocorre na prática.

                • Pacheco

                  Isso em carro com tração dianteira amigo. No meu Astra atual eu faço o rodizio e eles gastam iguais.

                  Agora quando eu tinha (e terei novamente) SUV 4×4 ou tração traseira, o rodizio é necessário.

      • Daniel

        Uma vez meu pai comprou um par de remold… depois de 20mil km ainda pareciam novos, até que… BOOOOM, grrssszzzzz Pow, Blammmm mô prejuizo (por baixo uns 5mil reais em 2003!)
        Remold nem de ouro!

        • Pacheco

          Eu já tive remold no carro e não durou 1/3 do pneu normal. Joguei dinheiro no lixo.

          É o tipico pneu bom para vc ser sacana e colocar no carro pra vender e falar que tem pneus novos. O cara compra e em 10 mil km troca.

      • Matafuego

        Sou desta opinião também. Consegui rodar 73000 km com um jogo de Goodyear Eagle Excellence fazendo o rodízio a cada 5000 km – e claro, mantendo os pneus calibrados.

        • Pacheco

          Sim… calibro sempre que vou ao posto.

          Como abasteço sempre no mesmo, frentista já sabe que tem que calibrar. Já paro até na bomba com o calibrador.

    • Daniel

      Eu já usei dos 2 jeitos: fazendo o rodizio religiosamente e o jogo de pneus acabando por igual e sem fazer o rodizio, trocando em dupla.

      As vantagens de fazer o rodizio:
      – postergar a troca
      – estar sempre com um jogo uniforme (seja durante o uso ou após a troca)
      – maior poder de barganha na hora de trocar os pneus (tipo promoções pague 3 leve 4)
      Desvantagens:
      – ficar metade do tempo com pneus melhores na dianteira, (ou com os piores na traseira), que, numa condução “no limite” não traduz no volante as condições reais de aderência, podendo haver derrapagem com os pneus traseiros.

      As vantagens de não fazer o rodizio
      – ter sempre bons pneus na traseira
      – divide o custo da troca de pneu (2 de cada vez)
      Desvantagens:
      – ao trocar os pneus não tem aquela resposta de “carro novo com pneu novo” (já que o correto é colocar os pneus novos na traseira e colocar os usados da traseira na dianteira)

  • Franco da Silva

    Se o indivíduo está com problemas para trocar adequadamente os pneus do veículo, está na hora de andar em um carro mais barato, com pneus mais baratos… está na hora de parar de ostentar. O mesmo vale para quem parcela o IPVA e quem anda sem seguro.

    • Pacheco

      Concordo contigo. O parcelamento do IPVA eu não considero um problema paga-lo em 3x, até por que ele vem bem no mês mais ardido, porem andar sem seguro e comprar tudo mais barato para colocar no carro é um erro de planejamento.

      • Franco da Silva

        Ah, 3, 4x direto no DETRAN é uma coisa… mas esse ano teve despachante oferecendo parcelamento em 12x no cartão de crédito.

        • Pacheco

          Ah ta… isso eu concordo. 18x no cheque não da… vc nem terminou de pagar e chega o proximo.

          Isso dai está errado mesmo.

      • tjbuenf

        Eu pago os IPVAs a vista e ando sem seguro. Andar sem seguro não quer dizer que não possa pagar.

        • Daniel

          Concordo… Meu pai só teve seguro durante 1 ano e uma vez na vida (na renovação consideraram o “Voyage SR” como esportivo e ele cancelou)…
          Uma vez meu pai não enxergou uma mulher com farol apagado durante uma chuva torrencial e bateu num cruzamento… pra ajudar, o outro carro rodopiou e acertou o poste de ré… Perda total… meu pai foi lá, pagou o carro da mulher (e ainda deixou ela com o carro). Muitos anos depois sofremos um acidente e deu perda total no carro… foi o tempo de sair do hospital e ir pra casa foi lá e comprou outro carro novo.
          Ele era a propria seguradora dele. Com o que ele economizou de seguro a vida toda, deu e sobrou para bancar os prejuizos.

          Já no meu caso, ainda não tenho essa reserva economica toda… então tive que apelar para o seguro… (até pq na cidade onde eu moro tá complicada a questão de roubos e furtos)

          • tjbuenf

            As seguradoras demonizam tanto meu “perfil” que pelo que eu realmente sou é muito mais vantagem eu ser minha seguradora.

            • Ricston

              Poxa, cara. Entendo perfeitamente o que você diz. Tenho mais de 10 anos de carteira, mais de 30 anos, casado, sem filhos, nunca tive carro furtado/roubado ou envolvimento em acidente. Garagem em casa e no serviço. Rodo pouco por dia e não moro em nenhuma boca de fumo. Resultado: cotações sempre na faixa de 10 a 20% do valor do veículo (quando não mais). Seguradora convencional estou fora.

              • tjbuenf

                Isso porque você ainda é casado. Se fosse solteiro eles entenderiam que você é malandro e o seguro aumentaria em 100%.

                • Ricston

                  Aí que está o problema. Esses orçamentos são iguais desde a minha época de solteiro. Ou seja, achei que ia melhorar, mas acham que sou “malandrão” até hoje.

        • Pacheco

          Depende da região não precisa de seguro, mas a assistência 24h é algo necessário.
          Eu tenho seguro em meus carros para que andar tranquilo e em caso de colisões. Nunca tive problema de furto ou roubo.

    • Gustavo73

      Sobre os pneus já falei do pessoal que comprou SUV/Crossover (principalmente os compactos) quando for trocar os pneus verá o tamanho da bronca.

    • Louis

      Eu ando sem seguro, mas se eu der PT compro outro no dia seguinte. Só passo longe de carro caro hehehe, mas se você bater em Ferrari dificilmente seu seguro vai cobrir hehehehe

  • Magnamox

    O que o pessoal não percebe é que o Pneu é um investimento a longo prazo, geralmente, você vai rodar mais de 40.000Km (fazendo rodízios e balanceamento a cada 10.000km) e que o custo maior inicialmente trará benefícios em toda vida util do pneu…

    Uma coisa que tenho em mente é que, a UNICA parte do carro que da´o contato dele com o asfalto é o PNEU… então não adianta ter um carro bom, estável + ABS, ESP e outras sopas de letras, se os pneus são REMOLD, pneu tipo sabão que é duro e escorrega na chuva ou de baixa qualidade…

    E outra, é uma segurança para a própria pessoa e sua família…

    • Rafael Rabitz

      depende o pneu, depende da tração,… depende do carro…
      tive um focus 2.0 (2005), comprei ele com 55mkm, e ainda estava com os péssimos P7 originais de fábrica… troquei, e coloquei os maravilhosos Conti Premium2, na medida original… pneus absurdamente bons sob qualquer condição climática… porém… acabaram-se com 15mkm.
      Com grana curta, fui de Conti Power, que são pneus para alta km… rodei uns 20 ou 30mkm com eles, e estavam “novos” ainda, até vender o carro…
      ———–
      infelizmente, pneu bom de grip, gasta rápido.

      • saosao

        Minha esposa rodou com o Bridgestone Turanza ER300 por 80 mil km, e ainda dava para andar mais um pouco. O pneu é muito bom, não canta e gruda no asfalto. Gostamos tanto que trocamos pelo mesmo modelo. No meu carro eu usava Prielli P6000, mas achei menos estável e mais barulhento. Na próxima vou trocar pelo Bridgestone também.

        • Lucas Vilanova

          Também tenho esse pneu e fiquei muito surpreso com a sua qualidade. Veio de fábrica no meu Onix LT 1.4 nas medidas 185/65R15 88H. Treadwear de 320. O custo dele hoje é em torno de R$ 349,00.

          Confirmo tudo o que você falou. Gruda no asfalto, seja no seco ou no molhado. Faço curva rápido e não canta. Ele só canta nas arrancadas fortes de primeira marcha. O carro também para bem rápido por causa do seu grip.

          Mas não o achei tão silencioso. Se eu pegar uma estrada asfaltada, mas com asfalto gasto, com a brita aparecendo, faz muito ruído dentro do carro. Você percebeu isso?

          • saosao

            O da minha esposa tem medida 195 55 R16 do Fit 2012. A medida é diferente mas o comportamento é igualzinho ao seu.
            Quanto ao barulho, será que não é da capacidade de isolamento acústico do carro? Meu carro é um Civic 2004 e ele filtra pouco o ruído externo, se for asfalto ruim pior ainda… Já o Fit 2012 filtra bem mais e só ouço o pneu em um certo tipo de pavimentação na estrada… talvez seja isso!

            • Lucas Vilanova

              Talvez a causa seja o asfalto mesmo, pois o Onix é muito silencioso. Em asfalto liso, o carro parece flutuar.

      • Magnamox

        Ja estou no segundo carro que uso Yokohama, e alem de rodar 60.000km (fazendo rodizio a cada 10.000km) ele tinha otima estabilidade, silencioso, e agarre… outro que falam muito bem são os Michelin.

      • Daniel

        Cara, eu gosto dos Michelin… tem modelos com otimo grip e treadwear de 400, 420… duram bem e grudam bem.

        Sobre os pirelli… sofri bastante com os mais pessimos ainda P6000 que vinham nas Merivas… pra ter uma ideia, na segunda Meriva que tivemos, com 4 ou 5mil km arranquei os P6000 e troquei pelos michelin a impressão em termos de aderencia e conforto (principalmente acustico) foi mais ou menos sair de um fusca para um Rolls Royce. Nem com os vidros abertos dava pra ouvir os pneus… já com os p6000 dava pra ouvir o rodar dos pneus mesmo com vidro fechado e som ligado.

      • PEDAORM

        Cinturato P7 é péssimo? Não entendo muito de pneu, pode explicar PQ?

    • Pacheco

      Um pneu altera inúmeras características no veiculo, então precisa ser estudado qual colocar.

    • Gustavo73

      Meu pai sempre diz. Não economize nunca em pneus, elementos da suspensão e freios meu filho.

      • Magnamox

        Também prezo isso, primeiro lugar freios em dia, pneus e suspensão… depois vou para o motor…rsrs

    • Herbet Moreira

      Ficar fazendo rodízio pra mim é desperdício de tempo e dinheiro. Gasto os dianteiros, coloco os de trás lá e os 2 pneus zerados vão pro eixo traseiro e ponto final. Assim, nunca, NUNCA vou ter pneu ruim no eixo traseiro, sobre o qual não tenho o controle direto. Mantenho no mesmo eixo sempre pneus de mesma marca e medida. Já tive Pirelli na frente e Michelin atrás sem qualquer problema. Sempre compro pneus com características iguais ou superiores aos originais, independente da marca.

      • Lucas Vilanova

        Nunca pensei por esse lado. Sempre fui do cara que a cada 10 mil: alinhamento, balanceamento e rodízio em X.

        • Herbet Moreira

          Compro sempre pneu de 2 em 2 e os pneus novos SEMPRE vão para o eixo traseiro. Tem vídeos à vontade por aí que justificam, sem qualquer sombra de dúvida, o motivo pelos quais os pneus mais novos devem estar sempre no eixo traseiro.

          • Lucas Vilanova

            Eu sei meu amigo. Alias, fui o responsável de mudar a mentalidade dos homens da minha família acerca disso – pneus novos sempre atrás. A minha maneira de falar foi relacionada ao seu comportamento com os pneus. Em vez do rodízio, você os deixa acabar.

      • Magnamox

        Uma das vantagens é voce estar sempre acompanhando o estado do pneu, as vezes um buraco que voce pega e desalinha, come o pneu inteiro com poucos kilometros…

        Outro ponto é que os pneus tem validade de 5 anos, pra quem roda pouco, acaba consumindo apenas os pneu dianteiros e os traseiros ficam “velhos” com borracha mais dura e perdendo as carcteriscas de um pneus novo..

        Outro ponto é que você sempre vai troca os 4 pneus juntos, masi facil para manter colocar o mesmo fabricante… muitos que trocam de 2 em 2 pneus colcoam fabricante diferente dando diferença no carro…

        No meu caso foi sempre util, pois no meu ultimo carro rodei 60.000 Km fazendo rodizio a cada 10.000km e todos os pneus estavam gasto por iguais.

        No meu carro atual ja estao com 30.000 e creio que vão até uns 50.000km pelo menos.

      • Louis

        Eu também sou relaxado com rodízio, e normalmente faço o que você falou, coloco novos na traseira, e o mais gasto vai para dianteira. Mas sinto um problema fazendo isso, dependendo do carro o pneu gasta desigual. Já tive várias vezes problema de pneu “escamado”, e quando roda faz barulho parecido com rolamento estourado…

      • Nostress

        Também não faço, inclusive no manual de um dos meus carros tem expresso que não é recomendado fazer o rodízio. Nos outros 2 não citam nada.

  • Muriçoca

    Tenho 2 pneus 205/55 R16 Michelin na frente, e 2 Bridgestone na traseira, não se trata de ter status pra bancar IPVA a vista ou rodar sem seguro, e sim a conveniência do preço pelo menos no meu caso, que não minha opinião é 2 marcas de primeira linha. E ao invés de criticar o cara que anda com um carro sem seguro ou parcela o IPVA temos que ver a quantidade de impostos cobrada num único pneu, aliás IPVA que também é um absurdo, e ter um carro com o minimo de segurança não é luxo algum.

    • Gustavo73

      Concordo que cada um sabe aonde o calo aperta. E momentaneamente as coisas podem se complicar. Mas os custos de manutenção de e de propriedade de um veículo devem entrar na decisão de compra de um automóvel. Afinal não adianta ter o dinheiro para comprar se não vai poder manter. Ter pneus diferentes em eixos diferentes a princípio não é um problema. Desde que ambos respeitem os padrões estabelecidos para o veículo.

      • Muriçoca

        Deve ser levado em consideração a manutenção também, muito BR compra carro parcelado achando que vai pagar somente a parcela do financiamento e esquece da manutenção, seguro e etc, tudo deve ser levado em consideração, porém é o que eu disse, mesmo eixo utilizo os dois iguais, porem na questão de valor a época comprei de marca diferente, porém ótimas, agora o cumulo é o cara parcela um Azera 2012 em 60 motherfucka vezes e colocar pneus remolde…

        • Gustavo73

          Penus respeitando as especificações do fabricante os mesmos no mesmo eixo, e de propostas parecidas nos dois eixos não devem dar nenhum problema mesmo. O resto é isso. Carro é uma máquina que dada a atenção necessária dura muito dem problemas, ao contrário do que muitos no Brasil pensan(50il km já tá muito usado. Mas isso tem seu custo, que vari de categoria para categoria principalmente nos pneus.

          • Muriçoca

            Infelizmente os que dão a devida atenção ao veiculo são poucos, quanto a manutenção desde que realizada em dia, não terá problema tão cedo, tenho uma Xsara Picasso 2007 1.6 mecanica que uso pra trabalhar, (70% uso rodoviario) está atualmente com 258 mil Km, nunca precisei abrir o motor e não tem nenhum ponto de vazamento, tudo sempre respeitando a manutenção do veiculo, até os 120 mil km consegui fazer a manutenção na css Citroen, depois disso começou a pesar muito o valor e passei a fazer em meu mecanico de confiança, e seu estado geral é otimo, aparenta ser nova ainda, e confio muito mais nela do que em um carro com 50/60 mil km sem manutenção alguma. No final das contas é tudo cuidado e manutenção preventiva e corretiva sempre em dia.

  • Zé Mundico

    Faz tempo que só uso pneu das “grandes”, desde Pirelli, Firestone, Michelin, Continental, até Dunlop, Bridgestone, Achilles e Yokohama. Não vejo como economizar nisso, pois a diferença é visível e mensurável.
    Nos meus tempo de liseira, sempre comprei pneu chinês, remold e meia vida. Posso dizer de cadeira que só tomei prejuízo.
    Pneu chinês não dura metade de um pneu decente. Já cometi a besteira de comprar pneu chinês apenas para ver o dito cujo se esfarelar com menos de 1 ano de uso!! Isso mesmo, o pneu se esfarelava!!
    Pneu remold deixa o carro todo empenado e fora de prumo, e se passar de certa velocidade o veículo começa a tremer todo.
    Pneu meia vida nem precisa dizer. Já está mais para lá do que prá cá , sendo apenas um quebra-galho com hora marcada.
    É melhor fazer uma forcinha e colocar pneu decente no carro. Seu bolso agradece.

  • Rodrigo

    Matéria muito confusa. E na frase final deixa tudo ainda mais confuso.
    “Mas, a recomendação é que se utilizem pneus da mesma marca e nas especificações descritas pelo fabricante do veículo. Em caso de alterações, o melhor é pedir ajuda de um especialista. Já no que diz respeito à suspensão, diferentes marcas em uso simultâneo não interferem no comportamento do conjunto.”

    O estagiário da 4 Rodas fumou um.

    • Gustavo73

      Realmente uma coisa é ter pneus com banda com desenho assimétrico em um eixo e pneus do tipo ecológico (baixa resistência de rolamento no outro) e por aí vai. Mas só o fato de não serem os mesmos nos dois eixos não será de cara algo problemático já pneus diferentes no mesmo eixo a coisa muda.

      • Rodrigo

        Sem contar que a reportagem só foca em estabilidade (e depois se perde em outros temas), mas e o conforto? E o consumo de combustível? E a performance de frenagem? E performance na chuva? E por aí vai.
        Dá a impressão, pra um leigo, que pneus só influenciam na suspensão e, esta, só serve pra dar estabilidade.
        Reportagem bem ruizinha essa.

        • saosao

          Tem um editorial do BCWS que trata sobre especificações dos pneus e as consequências das mudanças nos carros. Bem mais completa que esse da 3 rodas. Tem um consultório técnico sobre isso também por lá.

    • Louis

      O pior achei a última frase “respeito à suspensão, diferentes marcas em uso simultâneo não interferem no comportamento do conjunto.”
      Quer dizer que se eu colocar um amortecedor de cada marca não vai afetar a dirigibilidade ? Piada, é exatamente o contrário.

  • VW_Freak

    Acho que isso era óbvio de mais para alguém publicar uma matéria! mas ok! É fato isso!

  • Magnamox

    Eu tenho um Cunhado que só usa pneu Remold, ja falei por diversas vezes que a diferença de preço não compensa em nenhum aspecto, fora a segurança…

    Na ultima ele trocou todos amortecedores que estavam tuim e colocou tudo recondicionado…Ai que estrupiou tudo de vez…

    Uma coisa que penso é, se voce não consegue nem trocar o pneu do seu carro é sinal que alguma coisa ta errada…é melhor pegar um carro popular e deixar bem cuidado, do que pegar um premium e não conseguir nem abastecer (e tem muitos por ai).

  • João Cagnoni

    Os pneus do meu carro são 215/55 R16 e custam R$600 cada um “sem cholo”, mas o 205/55 R16 custa quase metade. Qual é a lógica?

    • Daniel

      O que eu não entendi até hoje é o pq de a citroen usar os 215 no Pallas e 205 no hatch. sei que o pallas tem entreixos mais longo, é mais pesado e tal… Mas não me lembro de outros casos de sedan e hatch usando pneus diferentes

  • Daniel dos Santos

    Geralmente os Pneus dos meus carros dura até 50.000km, dentro do limite minimo das ranhuras. Faço os rodizios impreterivelmente a cada 10.000km e a pressao dos pneus sempre conforme manda o manual. Chegando aos 50.000 km, troco os 4.

    • leomix leo

      Tb sempre troco os 4 de uma vez, rodízio a cada 10 mil km Tb.

  • Janduir

    Então estou ferrado, meu Vectra 2010 está com 4 diferentes meia vida -sem remendos (Continental – Pirelli – Hannkook – Nexen) como ando mais na cidade, e não passo de 110km/h pra mim tá de boa. Faço uns bicos na Uber. Quando comprei o carro com 32.000km, minha esposa rasgou 1 – ai paguei 100 conto no continental, depois peguei 1 buraco e foi-se outro. Depois tinha 2 Pirelli original ainda já na lona com 50.000km e no olx consegui + 2 meia vida por 180,00. Vou esperar até 70.000km e botar 4 Michelin 225-45-r17…

  • João Carlos

    Já fiz isso, pois a medida 185/55R16 original era Bridgestone, e queria mudar. Mas sempre aos pares do mesmo eixo.

    Agora, pneus mais desgastados, eu uso atrás. Como a aquaplanagem ocorre nos dianteiros, prefiro me resguardar. Não perco aderência na traseira pois troco os pneus quando chega aos 3 mm de sulco: uma recomendação já antiga da Chevrolet, Ford europa e Continental pneus.

    • Herbet Moreira

      Que? Aquaplanagem ocorre só nos dianteiros? Trocar com 3mm de sulco? Aquaplanagem ocorre em qualquer pneu, em qualquer eixo. Te garanto que é muito mais fácil corrigir um carro saindo de frente que um carro saindo de traseira. Trocar pneu com 3mm de sulco é dinheiro no lixo. Reveja seus conceitos…

      • João Carlos

        Estude.

        • Herbet Moreira

          Não vem com essa, argumente. Se não sabe, sinto muito.

          • João Carlos

            Não dá pra argumentar com está muito aquém do meu nível. Na boa, pesquise.

  • Rafael Oliveira

    Ahahahha que piada de reportagem…. As montadoras mudam a cada hora, com esse estoque abundande nas concessionárias vai ser fácil encontrar um mesmo modelo com duas marcas de pneus diferentes.

    Só podia ter vindo da Qpatas!!!! Isso tá mais para informe publicitário!

    Olha a cereja do bolo! Já no que diz respeito à suspensão, diferentes marcas em uso simultâneo não interferem no comportamento do conjunto.



Send this to friend