Inmetro – Carros mais econômicos 2021

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

O Inmetro divulgou a tabela PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem) do ano de 2021, com dados e classificação de dados de eficiência energética com consumo e emissão de poluentes, assim como também detalhes técnicos dos modelos relacionados.


Assim, temos a lista dos carros mais econômicos.

A tabela de eficiência energética do ano 2021 tem várias mudanças nos resultados dos modelos, porém, alguns carros já fora do mercado ainda aparecem lá.

Também alguns que ainda não chegaram já foram testados pelo Inmetro, como o Novo Nissan Sentra, assim como o Kia Stonic MHEV, por exemplo.

Contudo, ainda que seja bem informativa, a tabela do Inmetro traz discrepâncias em relação às categorias dos produtos, adicionando modelos compactos aos médios ou definindo produtos como o Renault Kwid na categoria de utilitário esportivo e o T-Cross fora desse segmento.

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Mesmo assim, fizemos uma lista dos carros mais econômicos do Brasil nas categorias de hatch compacto, sedã compacto, hatch/sedã médio, SUV, picape flex e picape diesel. Em cada categoria, listamos 10 resultados, considerando mudanças de motor, transmissão, cabine e tração, dependendo da categoria.

No geral é o Chevrolet Onix Plus 1.0 manual o mais frugal, seguido do Corolla Cross Hybrid. Alguns modelos tiveram classificações bem distintas dentro do mesmo segmento, por causa do entendimento do Inmetro sobre classificação de veículos.

Nesta lista do Inmetro com os carros mais econômicos 2021, definimos o MJ/km na relação em primeiro lugar, assim como a classificação de categoria e geral em segundo. Com o combustível tão caro, é importante escolher bem o modelo zero km que irá adquirir.

O consumo comparativo também foi usado para reposicionar alguns modelos dentro do mesmo MJ/km.

Então, confira abaixo a lista do Inmetro com os carros mais econômicos 2021:

Hatch compacto

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Na categoria de hatch compacto, o destaque é o Renault Kwid com MJ/Km mais baixo, de 1,39. O subcompacto é erroneamente classificado como utilitário esportivo pelo Inmetro. Ele chega a fazer 14,9 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada, com a tão cara gasolina. Seu motor 1.0 de 66 cavalos no derivado de petróleo é bem frugal, tendo ainda ajuda do baixo peso.

O Onix 1.0 manual é outro dos carros mais econômicos a se destacar, com seu motor 1.0 de até 82 cavalos, mas contando com a transmissão manual de seis marchas. Outro que se beneficiou disso é o Onix 1.0 Turbo manual, que chega a 14,4 km/l na estrada contra 14,7 kgfm do aspirado. O Chevrolet Joy aparece como o terceiro Onix da tabela, com MJ/km de 1,58 e até 14,7 kgfm.

Assim como já dito no texto inicial, o Inmetro tem pesos e medidas diferentes para determinados modelos, por isso, o consumo mostrado pode variar até em relação à versão. Aqui, decidimos ater-se somente ao melhor resultado, sem alterar aos detalhes de consumo e aí o Argo 1.0 manual aparece mais bem colocado que o Mobi 1.0 manual.

O HB20 aparece na frente do Gol, enquanto o Sandero 1.0 manual aparenta consumo maior que o Yaris, mas na classificação do Inmetro eles têm o MJ/km. Em categoria e geral, o Renault é A/B contra B/B do Yaris 1.3 CVT. Na tabela desse segmento, ele é o único com câmbio automático e motor maior que 1.0 litro, praticamente uma exceção à regra e superior em economia aos demais.

Marca/ModeloMJ/kmEtanol km/l cidade/estradaGasolina km/l cidade/estradaClassificação Categoria/Geral
Renault Kwid 1.0 MT51,3910,3/10,814,9/15,6A/B
Chevrolet Onix 1.0 MT61,409,9/11,713,9/16,7A/B
Fiat Argo 1.0 MT51,479,5/10,413,7/14,7A/B
Chevrolet 1.0 Turbo MT61,479,4/11,213,5/16,0A/B
Fiat Mobi 1.0 MT51,479,7/10,713,7/15,3B/B
Hyundai HB20 1.0 MT51,519,5/10,513,3/14,9A/B
Volkswagen Gol 1.0 MT51,569,1/10,113,3/14,4A/B
Renault Sandero 1.0 MT51,589,1/9,713,3/14,1A/B
Chevrolet Joy 1.0 MT61,588,8/10,312,8/14,7A/B
Toyota Yaris 1.3 CVT1,589,0/9,913,1/14,2B/B

Sedã compacto

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Entre os sedãs compactos, o Onix Plus 1.0 manual não só é o mais econômico do segmento, mas também aquele com o melhor resultado entre os carros nacionais com motor a combustão. O compacto tem o menor MJ/km com 1,34, inalcançável por qualquer outro, nem mesmo pelos híbridos flex da Toyota.

Na tabela do Inmetro, o modelo com motor 1.0 aspirado faz 14,3 kgfm na cidade e 17,7 kgfm na estrada, ambos com o derivado de petróleo. Mais distante em MJ/km, mas não tanto em consumo, o Onix Plus 1.0 Turbo manual ainda prova que a caixa manual ajuda a poupar gasolina.

Nesta nossa tabela, a relação aspirado/turbo se inverte no Novo HB20S, com o turbo sendo mais eficiente.

Com 120 cavalos e 17,5 kgfm, o sedã compacto “estiloso” inverte o MJ/km em relação ao Onix Plus e chega a fazer 16 km/l na estrada.

Isso tudo com bom torque em baixa. Mesmo tendo o mesmo MJ/km, o Cronos 1.3 manual é mais econômico que o Voyage 1.0 manual (com roda aro 14 polegadas), sendo na gasolina o VW mais eficiente, mas o álcool pesou. Mesmo antigo, ainda bebe pouco

Depois do Renault Logan se mostrar como B/B nas classificações de categoria/geral, ele ficou a frente de Yaris Sedan com motor 1.5 de até 110 cavalos e câmbio CVT. Assim como o hatch, ele é mais frugal nesse aspecto e ainda tem o motor mais forte nas duas categorias.

Por isso, ele merece o destaque por estar num reino de 1.0 litro e câmbio manual…

Marca/ModeloMJ/kmEtanol km/l cidade/estradaGasolina km/l cidade/estradaClassificação Categoria/Geral
Chevrolet Onix Plus 1.0 MT61,3410,1/12,514,3/17,7A/B
Chevrolet Onix Plus 1.0 Turbo MT61,419,6/12,213,7/17,0A/B
Hyundai HB20S 1.0 Turbo MT61,439,8/11,613,6/16,0A/B
Hyundai HB20S 1.0 MT51,469,6/11,113,7/15,7A/B
Fiat Cronos 1.3 MT51,529,0/11,013,0/15,6A/B
Volkswagen Voyage 1.0 MT51,528,9/10,613,4/15,6A/B
Renault Logan 1.0 MT51,549,3/10,013,6/14,2B/B
Toyota Yaris Sedan 1.5 CVT1,569,0/10,613,0/14,5A/B
Chevrolet Joy Plus 1.0 MT61,588,8/10,312,8/14,7A/B
Honda City 1.5 MT51,618,6/10,312,4/14,6B/B

Hatch/Sedã médio*

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Este é um segmento que está difícil até para organizar uma tabela como a do Inmetro. Foi a única em que não necessariamente tivemos que caçar os modelos, pois, estão tão próximos na relação original que é fácil comparar para saber quais são os carros mais econômicos do segmento médio.

Obviamente, o Corolla Hybrid sai na frente com apenas 1,38 MJ/km e note como é a realidade de um híbrido. O consumo urbano é melhor, chegando ele a fazer 16,3 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada. Contudo, como a maioria dos motores japoneses, o 1.8 com Atkinson faz na estrada o mesmo que o 2.0 CVT ou o rival Cruze, quando com etanol.

No sedã nipônico, seu motorzão M20A 2.0 se aproveita da dupla injeção, da alta compressão (13:1) e do câmbio CVT de 10 marchas para poupar combustível.

Numa configuração mais tradicional, o filho único nacional dos hatches médios, o Cruze Sport6 fica abaixo do sedã, mas ainda é melhor que a dupla de Arrizos, com o 6 sendo pouco melhor que o 5.

Eles não têm injeção direta e o CVT de nove marchas não ajuda. Pior mesmo é o Civic com o velho motor 2.0 i-VTEC e o CVT, ficando muito acima em consumo que Corolla, Cruze e mesmo os Arrizos. Abaixo dele somente o Novo Cerato 2.0, que mesmo assim ousou passar de 2,00 MJ/km…

Marca/ModeloMJ/kmEtanol km/l cidade/estradaGasolina km/l cidade/estradaClassificação Categoria/Geral
Toyota Corolla 1.8 Hybrid1,3810,9/9,916,3/14,5A/B
Toyota Corolla 2.0 CVT1,738,0/9,711,6 13,9A/C
Chevrolet Cruze 1.4 Turbo AT61,757,8/9,811,3/14,0A/C
Chevrolet Cruze Sport6 1.4 Turbo AT61,807,6 9,411,1 13,5A/C
Caoa Chery Arrizo 6 1.5 CVT1,827,6/9,411,0/13,3B/C
Caoa Chery Arrizo 5 1.5 CVT1,827,6 9,611,0/12,9B/C
Honda Civic 2.0 CVT1,917,2/8,910,5/13,0B/C
Kia Cerato 2.0 AT62,026,5/9,39,6/13,1C/C

(*) Consideramos os Flex.

SUV*

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

O segmento que vem bombando tem alguns modelos bem econômicos, entre eles o Corolla Cross Hybrid, com apenas 1,35 MJ/km, melhor que o sedã e quase batendo o Onix Plus 1.0 manual (A GM fez um bom trabalho com sua injeção indireta). Mais volumoso que o irmão, o crossover faz 17 km/l na cidade com o “petróleo”, mas com 1,39 km/l na rodovia, quando precisa de força.

Tendo apenas 123 cavalos de forma combinada, o crossover se distancia em desempenho do 2.0 CVT, mas para quem busca eficiência energética, que é o foco do carro, ele é a indicação perfeita. O Tracker manual confia em seu 1.0 Turbo de 116 cavalos para beber pouco e estar nas mesmas classificações do Corolla Cross híbrido flex.

Isolado em MJ/km como o Tracker citado, o T-Cross manual é um “carro médio” para o Inmetro e por isso aparece com a classificação B/B, mas tem resultado melhor que o Tracker 1.0 automático. O Nissan Kicks 1.6 com CVT é bem definido como um “utilitário esportivo compacto” e tem mesmo MJ/km de Corolla Cross 2.0 e WR-V 1.5, ambos CVT.

Contudo, o Inmetro deu-lhe C/C nas classificações de categoria e geral… O mesmo ocorre para o crossover da Honda, mas ambos viram o Toyota ficar entre eles e com A/C. A partir daí, tudo é C/C, com Tracker 1.2 Turbo (sem injeção direta) bater C4 Cactus 1.6 automático e o Novo Creta 1.0 TGDI automático, que já decepciona…

Marca/ModeloMJ/kmEtanol km/l cidade/estradaGasolina km/l cidade/estradaClassificação Categoria/Geral
Toyota Corolla Cross 1.8 Hybrid1,3511,8/9,617,0/13,9A/B
Chevrolet Tracker 1.0 Turbo MT61,559,0/10,413,0/14,8A/B
Volkswagen T-Cross 1.0 TSI MT61,648,5 /0,112,2/14,5B/B
Chevrolet Tracker 1.0 Turbo AT61,708,2/9,611,9/13,7B/B
Nissan Kicks 1.6 CVT1,797,6/ 9,311,3/13,6C/C
Toyota Corolla Cross 2.0 CVT1,798,0/9,011,5/12,8A/C
Honda WR-V 1.5 CVT1,798,1/8,811,7/12,4C/C
Chevrolet Tracker 1.2 Turbo AT61,807,7/9,411,2/13,5C/C
Citroën C4 Cactus 1.6 AT61,807,8/9,411,1/13,1C/C
Hyundai Creta 1.0 Turbo AT61,808,3/8,711,6/12,0C/C

(*) Consideramos os Flex.

Picapes flex

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Nas picapes com motor flex, independente se leves ou médias, a predominância nos carros mais econômicos foi da Strada. A nova geração da picape ficou mais leve e eficiente, inclusive com o velho motor 1.4 Fire. Ainda sem CVT, a utilitária com cabine simples e motor 1.3 chega a fazer 13,8 km/l na estrada e a cabine dupla 13,2 km/l.

Elas são as únicas de classificação A/B. Com motor 1.4, são A/C e ambas tem o mesmo consumo na estrada, que também é similar ao da Saveiro 1.6 cabine simples, fazendo 12,4 km/l na estrada com gasolina. Ainda assim, a VW tem 1,89 MJ/km ante os 1,71/1,77 MJ/km da Strada 1.3 e 1.4, respectivamente.

Com o porte e peso considerado no cálculo do MJ/km, a Oroch ainda se mantém abaixo de 2,00 MJ/km na versão 1.6 manual, pois, a 2.0 manual fica em 2,11. Isso é apenas pouco abaixo da Fiat Toro 1.3 Turbo, que tem classificação A/C por causa de seu porte médio. Mesmo assim, seu consumo com etanol é elevado e na gasolina não passa de 11 km/l.

Pior que a Toro 1.3 Turbo, só mesmo a Toro 1.8, que tem 2,21 MJ/km de eficiência energética, mas pelo menos passa de 11 km/l na gasolina, quando na estrada. Seu número na estrada com etanol também é superior ao do Turbo. Nos dois casos, a transmissão é a mesma Aisin de seis marchas, mas o ideal no 1.3 Turbo seria a caixa ZF 9HP de 9 marchas para ajudar no consumo.

Marca/ModeloMJ/kmEtanol km/l cidade/estradaGasolina km/l cidade/estradaClassificação Categoria/Geral
Fiat Strada CS 1.3 MT51,638,8/9,712,6/13,8A/B
Fiat Strada CD 1.3 MT51,718,5/9,212,0/13,2A/B
Fiat Strada CD 1.4 MT51,778,3/8,911,7/12,4A/C
Fiat Strada CS 1.4 MT51,778,3/8,811,8/12,4A/C
Volkswagen Saveiro CS 1.6 MT51,897,5/8,810,8/12,4C/C
Volkswagen Saveiro CD 1.6 MT51,897,6/8,610,9/12,1C/C
Renault Oroch 1.6 MT51,957,6/7,711,1/11,2C/C
Renault Oroch 2.0 MT62,117,0/7,410,0/10,9D/C
Fiat Toro 1.3 Turbo AT62,146,6/7,99,7/10,7A/C
Fiat Toro 1.8 AT62,216,3/8,09,0/11,2A/C

Picapes diesel

Inmetro - Carros mais econômicos 2021

Por seu porte e peso, a Toro Diesel é um dos carros mais econômicos entre as picapes com o óleo combustível. Os 2,33 MJ/km garantem os 13,3 km/l na estrada e 10,4 km/l na cidade. Fazer mais de 10 km/l no ciclo urbano, contudo, não é primazia da monobloco da Fiat. Bem maiores, L200 2.4 4×4 manual e Ranger CD 2.2 4×4 manual também conseguem a façanha.

Apenas a L200 CD manual consegue fazer na estrada quase o mesmo que a Toro, com 13,2 km/l, usando chassi de longarinas, feixe de molas e motor 2.4 de 190 cavalos. Após Toro, L200 e Ranger, aparece a Hilux CD 2.8 4×4 automática, acima da S10 cabine simples e Frontier 2.3 automática de sete marchas.

Logo depois aparece a Hilux manual e a S10 automática, ambas com cabine dupla e tração 4×4.

A Frontier 4×2 manual fecha o grupo, que varia de classificação A/D para Toro, L200 manual e L200 automática, assim como B/D para Ranger, Hilux e S10, sendo apenas a última com cabine simples e dupla. Frontier, S10 e Hilux têm versões classificadas como C/D.

Ainda assim, o pior resultado em consumo urbano das picapes diesel listadas no Inmetro não fica abaixo de 9,3 km/l, o que está muito bom para esses modelos grandes e pesados, mesmo usando motores grandes como o 2.8 Duramax da S10, que tem 200 cavalos e 51 kgfm.

A Hilux não fica por menos e tem o 2.8 1GD com 204 cavalos e 50,9 kgfm.

Marca/ModeloMJ/kmDiesel km/l cidadeDiesel km/l estradaClassificação Categoria/Geral
Fiat Toro 2.0 AT9 4×42,3310,413,3A/D
Mitsubishi L200 2.4 MT6 4×42,3810,113,2A/D
Mitsubishi L200 2.4 AT6 4×42,539,811,8A/D
Ford Ranger CD 2.2 4×4 MT62,5910,310,4B/D
Toyota Hilux CD 2.8 4×4 AT62,629,711,1B/D
Chevrolet S10 CS 2.8 4×4 MT62,649,711,0B/D
Nissan Frontier 2.3 4×4 AT72,689,311,3C/D
Toyota Hilux CD 2.8 4×4 MT62,699,311,2C/D
Chevrolet S10 CD 2.8 4×4 AT62,729,410,7B/D
Nissan Frontier 2.3 4×2 MT62,799,310,2C/D

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.