*Destaque Listas Top 10 Mercado

Top 10: carros automáticos econômicos

nissan-kicks-sl-2018 Top 10: carros automáticos econômicos

Com os preços dos combustíveis cada vez mais altos, é imprescindível buscar por meios para reduzir o consumo do veículo. Para quem está pensando em trocar de carro por um outro modelo 0 km, vale analisar a tabela do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro e verificar os automóveis com menor consumo de combustível disponíveis no mercado brasileiro.



E dá também para aliar o conforto extra do câmbio automático com a economia de combustível. Há diversos automóveis disponíveis em nosso mercado que oferecem  uma motorização eficiente, aliada a uma transmissão sem o pedal de embreagem.

Abaixo, selecionamos os carros automáticos com menor consumo de combustível, considerando apenas os carros flex e com transmissão automática com conversor de torque, do tipo CVT (continuamente variável) ou ao menos automatizada de dupla embreagem, tendo como base os dados do Inmetro. Confira:

1) Honda City 1.5 CVT

novo-city-2015-impressoes-NA-1 Top 10: carros automáticos econômicos

O carro mais econômico disponível no mercado brasileiro é o sedã compacto City, o três-volumes mais em conta da Honda por aqui. Com preço inicial de R$ 66,4 mil, o modelo oferece um motor 1.5 litro flex de até 115 cv e 15,3 kgfm, associado a um câmbio automático do tipo CVT (que oferece sete marchas simuladas por aletas atrás do volante nas versões mais caras).

Este modelo entrega consumo de 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada quando abastecido com etanol e 12,3 e 14,5 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina. O City 1.5 CVT tem classificação “A” na comparação relativa na categoria e “A” na comparação absoluta geral, além de selo Conpet de eficiência energética.

2) Kia Picanto 1.0 AT4

kia-picanto-brasil Top 10: carros automáticos econômicos

Menor modelo desta lista, o Kia Picanto com motor 1.0 litro flex de até 80 cv e 10 kgfm, atrelado a uma transmissão automática de quatro velocidades. O hatch tem preço de R$ 51.990. Segundo dados do Inmetro, ele entrega consumo de 8,4 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada com etanol e 11,3 e 13,6 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” e “B” e selo Conpet.

3) Honda Fit 1.5 CVT

honda-fit-2018-NA-84 Top 10: carros automáticos econômicos

O terceiro modelo a ocupar esta lista é outro Honda. O monovolume Fit, que foi renovado recentemente, é dotado do mesmo motor 1.5 flex de até 115 cv e 15,3 kgfm e câmbio automático do tipo CVT usados no City. Neste caso, o preço inicial é de R$ 70,1 mil. O automóvel da marca japonesa entrega consumo de 8,36 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada com etanol e 12,3 e 14,1 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “A” na comparação absoluta geral e selo Conpet.

4) Nissan Kicks 1.6 CVT

nissan-kicks-sl-avaliação-NA-2 Top 10: carros automáticos econômicos

O primeiro crossover compacto deste ranking é o Nissan Kicks, que oferece um motor 1.6 flex de até 114 cv e 15,5 kgfm; associado a uma transmissão automática Xtronic do tipo CVT. Por a partir de R$ 80.490, o modelo dispõe de consumo de 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,4 e 13,7 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” e “B” e selo Conpet.

5) Toyota Etios 1.3 AT4

Toyota-Etios-2018-6 Top 10: carros automáticos econômicos

A Toyota marca presença neste top 10 com o compacto Toyota Etios, que usa um motor 1.3 litro flex de 98 cv e 13,1 kgfm, atrelado a um câmbio automático de quatro marchas. Esta configuração do hatch entrega consumo de 8,2 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada com etanol e 11,8 e 13,3 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral e selo Conpet. O preço inicial é de R$ 51.870.

6) Honda WR-V 1.5 CVT

honda-wr-v-avaliação-NA-4 Top 10: carros automáticos econômicos

Versão crossover do Fit, o Honda WR-V repete o motor 1.5 flex de 115 cv e 15,3 kgfm, além do câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável). O consumo do carro é de 8,1 km/l na cidade e 8,8 km/l na estrada com etanol e 11,7 e 12,4 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral e selo Conpet. O modelo parte de R$ 79,4 mil.

7) Ford Fiesta 1.6 DCT6

NewFiestaEcoBoost-33 Top 10: carros automáticos econômicos

Em sétimo lugar aparece o hatch compacto Ford Fiesta, o único deste ranking a contar com um câmbio automatizado (PowerShift) de seis velocidades e dupla embreagem. Esta transmissão trabalha juntamente com um motor 1.6 litro flex, que consegue gerar até 125 cavalos de potência e 16 kgfm. Tal conjunto entrega consumo de 7,8 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol e 11,2 e 14,9 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” e “B” e selo Conpet.

O Fiesta 1.6 com câmbio automatizado tem preço inicial de R$ 63.190.

8) Chevrolet Onix 1.4 AT6

chevrolet-onix-2017 Top 10: carros automáticos econômicos

Atual automóvel que mais vende no mercado brasileiro, o Chevrolet Onix é o oitavo colocado desta lista. Por a partir de R$ 56.490, o hatch compacto oferece um motor 1.4 litro flex de até 106 cavalos de potência e 13,9 kgfm de torque, que trabalha juntamente com uma transmissão automática de seis velocidades. O modelo tem consumo de 7,9 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,7 e 13,9 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral e selo Conpet.

9) Nissan March 1.6 CVT

nissan-march-versa-2017-11 Top 10: carros automáticos econômicos

Outro carro da Nissan é o March 1.6 CVT, equipado com um motor 1.6 de 111 cv e 14,5 kgfm e câmbio automático Xtronic CVT. Este conjunto consegue entregar consumo de 7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol e 11,7 e 14,5 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” e “B” e selo Conpet. O preço inicial do modelo é de R$ 56.990

10) Chevrolet Cobalt 1.8 AT6

Chevrolet-Cobalt-2018-2 Top 10: carros automáticos econômicos

Por último, há o sedã compacto Chevrolet Cobalt, dotado de um motor 1.8 litro flex de até 111 cv e 17,7 kgfm, atrelado a uma transmissão automática de seis velocidades. O modelo custa a partir de R$ 68.570 e tem consumo de 7,6 km/l na cidade e 10 km/l na estrada com etanol e 11,1 e 14,4 quilômetros por litro, respectivamente, com gasolina, com notas “A” e “B” e selo Conpet.

EtanolGasolina
CidadeEstradaCidadeEstrada
1Honda City 1.5 CVT8,5 km/l10,3 km/l12,3 km/l14,5 km/l
2Kia Picanto 1.0 AT48,4 km/l9,7 km/l11,3 km/l13,6 km/l
3Honda Fit 1.5 CVT8,3 km/l9,9 km/l12,3 km/l14,1 km/l
4Nissan Kicks 1.6 CVT8,1 km/l9,6 km/l11,4 km/l13,7 km/l
5Toyota Etios 1.3 AT48,2 km/l9,2 km/l11,8 km/l13,3 km/l
6Honda WR-V 1.5 CVT8,1 km/l8,8 km/l11,7 km/l12,4 km/l
7Ford Fiesta 1.6 DCT67,8 km/l10,3 km/l11,2 km/l14,9 km/l
8Chevrolet Onix 1.4 AT67,9 km/l9,6 km/l11,7 km/l13,9 km/l
9Nissan March 1.6 CVT7,8 km/l9,8 km/l11,7 km/l14,5 km/l
10Chevrolet Cobalt 1.8 AT67,6 km/l10 km/l11,1 km/l14,4 km/l
4.0

  • Daniel

    Não sei como anda o Cobalt atual, mas a primeira versão do modelo bebia bem! Na época, eu tinha uma ASX que bebia descontroladamente e fazia médias quase idênticas ao do Cobalt AT de um amigo.

    • RVM

      temos um cobalt 1.4 ltz em casa… nunca passou de 10.3km/l e olha que é manual.

      • Ernesto

        Mas agora só tem Cobalt com motor 1.8, não é isso?

        • Joacir

          Cobalt 1.4 é furada , manco demais e bebê muito.

    • Samuel Justus

      Eu já tive uma spin automática e olha…5.5 no álcool era dureza hein! Na estrada melhorava pouca coisa, tá certo que ela era mais pesada mas mesmo assim um absurdo, pneus que não duraram 25 mil km tbm foi osso! Ela era 2013 e imagino que um cobalt não seja muito diferente.

  • Fanjos

    Nem ferrando o Cobalt faz isso, carinha aqui do trabalho tem a versão mecânica anda igual uma gazela de tão devagar e vive chorando que male male faz 7.5 na cidade na gasolina o__O, imagina com um cambio AT

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Se a Amarak passou no teste de emissão, pq o cobalt não pode ser tão econômico assim?

    • Bruno

      mas gazela corre bagarai!

      • Raul Pereira

        Era o que eu ia falar kkk diria que ele é um hipopótamo

    • Wellington Myph13

      Do novo 2017? Porque o anterior não tem milagre, era Gastão independente do pé…

    • Leonel

      Pois é @fanjos:disqus, confesso que os números do Cobalt me causam estranheza, também. Até onde eu sei, ele tinha/tem a mesma fama que o Cruze 1.8 tinha, de beber bem. Me surpreende também os dados dos AT4, se forem verídicos, estão fazendo bons números.

    • Joacir

      Fiz uma viagem de 1.500 km com um Cobalt de um amigo, andando a 100 km/h ele fez 14.5 km/L , andando a 120 fez 13.5, até eu me surpreendi.

      • rafa

        Concordo contigo.
        Os motoristas de teclado que nunca dirigiram cruze/cobalt AT só falam asneiras. Tenho um cruze LTZ AT 1.8 MÉDIA cidade 8,5 a 8,9 e estrada 100 a 110km/H de 13,5 a 14 km/L (100% gasolina e ar desligado )

    • Pedrob

      O Cobalt 1.8 AT6 2016 (ainda com motor antigo) da minha esposa faz 9.8 km/L com gasolina em ciclo misto (50%/50% aproximadamente).

  • Luis Carlos K.

    Japoneses em peso na lista!

    Destaque também para Etios e Picanto que mesmo com câmbio AT4 conseguiram excelentes resultados. Deixaram sem palavras aqueles que julgam sem ter conhecimento.

    • Raul Pereira

      Mesmo assim o AT4 bebe bem, é que alinharam ele direitinho, mas em locais com muita subida/descida fica complicado de manter o consumo por conta de torque e tal. Ainda acho que a Toyota deveria ter colocado o CVT porque a diferença entre os dois fica muito discrepante nessas situações que exigem mais de torque e tals

    • Wellington Myph13

      É, no Inmetro está legal, mas em Sorocaba não deu muita prova não.
      Colega vendedor comprou um sedan 1.5 XS AT4 e não faz mais que 7km/l no etanol mais ou menos 50/50 cidade e estrada.
      O Onix anrigo dele era o 1.4 anterior, manual e de 5 marchas e fazia na faixa de 9km/l com etanol… São mundos diferentes, mas o 1.4 anterior tinha números piores do que o do Etios 1.5 AT4 tem…

      • Luis Carlos K.

        É o primeiro AT dele? Talvez ainda lhe falte prática. O da minha esposa faz 8 km/l na cidade e tenho um da geração anterior manual que faz cerca de 9 km/l. Estrada fazem uns 12 km/l. Mas o AT exige uma forma de dirigir mais suave e progressiva.

        • Wellington Myph13

          Ele já teve uma Livina 1.8 AT4, um Sportage AT6 e agora uma ix35 AT6, como segundo carro, usa pouco, é mais a esposa.
          Eu não andei com ele, meu pai que geralmente pega alguns dias de carona e talz e ficou sabendo. Eu falei que era pra ser econômico, e ele disse que não é…

        • Heleno

          Exatamente. No caso do Etios acredito que por ter apenas 4 marchas, o consumo varia muito conforme a condução. Vantagem do manual, que mesmo pisando fundo o consumo não altera tanto quanto no automático.

    • Deadlock

      Interessante que o Kicks foi mais econômico que o March, mesmo com peso maior e maior área frontal.

      • Luis Carlos K.

        Teve um outro rapaz que notou isso também. Pelo que pesquisei eles tem pequenas diferenças no motor e no CVT. Provavelmente seja por isso.

      • Rafael Lima

        Mas se for ver o tamanho do tanque de combustível não é tão econômico assim, pois mesmo fazendo médias boas você precisa parar mais cedo que por exemplo num City pra abastecer

        • Ferrari

          Cara, a economia de combustível está relacionado o quanto ele roda com um litro de combustível, nao quantas vezes vc precisa encher o tanque.

    • João Cagnoni

      Só tem japonês na lista pois costumam ter motores menos potentes.

    • Pedrob

      Em carros leve! pega uma Duster AT4 ou 2008 AT4 pra você ver!

      • Luis Carlos K.

        Besteira dizer que é boa ou ruim só por causa do número de marchas sem conhecer, cada transmissão tem suas particularidades. . Tem câmbio AT6 a venda no mercado que deixa a desejar.

        • Pedrob

          Amigão, não falei “que é boa ou ruim só por causa do número de marchas”! To dizendo que, em carros leves o resultado ainda é até razoável. Já em carros pesados não. Uma AT6 sempre vai ser melhor que uma AT4 (em termos de consumo, performance e conforto acústico) MAS NÃO ESTOU DIZENDO COM ISSO QUE A AT4 É RUIM! Um carro tem que atender as necessidades/exigências do dono, e só!

  • Fabão Rocky

    C/ a nossa mijolina adulterada difícil ter um carro econômico!

    • Raimundo A.

      Ser flex já atrapalha. O motor deixa de trabalhar no ajuste ideal para apenas gasolina, que aqui já força ser flex devido ao percentual alto de etanol, e onde o etanol tem preço bom, assumir 100% desse combustível que até agora não se mostrou mais eficiente que abastecido com gasolina.

      É preciso o preço do etanol ser vantajoso para usá-lo, mas melhor autonomia que é bom, nada, e, infelizmente, não tivemos e talvez agora não tenhamos mesmo liberação dos motores a diesel em veículos de passeio. Pensar que tem veículo no exterior fazendo 30km/L por litro de diesel e não é muito mais caro que a sua variante a gasolina, embora sei que os motores a gasolina reduziram bastante a diferença sobre os motores a diesel, mas só quando estão com bastante tecnologia, que ainda não é o nosso caso.

      Poucos estão usando a injeção direta aqui ainda nas categorias com preços abaixo dos R$ 100 mil.

      • Ricardo Soares

        Curioso não terem informado os dados do new fiesta 1.0 ecoboost, é mais econômico que o 1.6, se não me engano e não é flex.

  • Raimundo A.

    Ter um Kicks econômico, mas lerdo…. Se tivesse aqui o 1.6 T-GDI, o desempenho seria muito melhor e o consumo, acho, seria pouco pior que o 1.6 aspirado. Pra mim, não vende muito mais por falta de um segundo motor.

    O que vejo de Renegade diesel e Creta 2.0, nada baratos, mostram que quem ofertar motor com mais desempenho e, de preferência, eficiente, venderá bem.

    Tenho dito que o Renegade só não está pior porque tem a oferta da mecânica a diesel e outros não crescem muito mais porque não tem segundo motor.

    • leandro

      Pergunta pra quem tem um kicks se ele é lerdo…
      Eu aluguei um por uma semana e me surpreendi, muito mais econômico que o meu New Fiesta powerShift e anda igual…
      Só não vou trocar o meu por um kicks pq na Ford me ofereceram condições muito melhores na troca por um EcoSport

      • Apopololo

        Segundo o meu chefe que alugou o Kicks em SP ele achou muito lerdo, mas ele anda diariamente com um 535i 2015, então não sei se da para confiar na opinião dele.

        • Ernesto

          É, ele não pode ser referência não. Rsrsrsrs

      • tech76

        Aluguei um por 5 dias e também achei tranquilo, mas peguei subida de serra e aí senti falta de potência (só com duas malas e duas pessoas no carro), talvez seja porque não acionei o modo Sport.

        Não é um desempenho extraordinário, mas está na média da categoria e condiz com a proposta do carro.

      • Luiz Eduardo

        Eu tenho um Kicks e viajo com ele todos os dias, ele só é lerdo para quem não sabe andar…

    • Vinícius

      O Kicks vende mais que o Renegade… É normal vc ver mais Renegade na rua pois é um veículo que começou a vender bem antes do que o Kicks.

      • Pedrob

        A questão levantada não é essa, mas sim o fato observado por ele de que as versões de Renegade e Creta com motores maiores tem uma fatia considerável das vendas dos modelos. Dessa forma ele sugere que uma segunda opção de motor (mais potente) poderia melhorar as vendas do carro (ainda que este já venda mais que o Renegade) atraindo consumidores que busquem performance superior ao entregue pelo Kicks 1.6 CVT. Eu concordo com isso e acredito que uma versão 2.0 aspirada já seria suficiente para atrair uma fatia desses compradores (ainda que um motor turbo downsizing seja sempre melhor opção).

        • Ernesto

          A Nissan poderia instalar no Kicks o 1.8 utilizado no Sentra que é vendido nos EUA.

  • afonso200

    mentira o Etios X 1.3 faz mais que 17 a 80km/h

    • Raimundo A.

      Eu já fiz 19km/L num Clio 1.0 cujo motor não tem nada de sofisticado. Dizer que se consegue tal consumo com determinada velocidade pode ser possível, mas tem muita variável para influenciar no dado. Mentira seria dizer que consegue fazer 25km/L Aí, o veículo deve está numa longa serra, descida com mais de 5km, e motor desligado.

      • Rodrigo

        Já fiz 22.5 km/l com meu Golf TSI andando com Cruise Control travado em 90 km/h e em estrada reta e plana.
        Possivel é, mas pouco praticável, ja que nem sempre andamos todo o tempo nessa velocidade muito menos em trecho plano.

      • Ernesto

        O Clio não seria automático, né?

  • Aristarco Pederneiras

    Achei estranho a lista não conter os PSA e ter o Cobalt, baixei o pdf do Conpet de leves (http://www.inmetro.gov.br/consumidor/pbe/veiculos_leves_2017.pdf), consta apenas o 208 AT6, o C3 AT6 ainda não está na lista, contudo, o Chevrolet parece ter um consumo energético melhor, por isso está na lista. E ainda tem carros que fazem menos de 5km/l hoje em dia… bebem d+!

    • Ernesto

      Mas os PSA com baixo consumo são os com motor 1.2 Puretech, não seria isso? Aí não tem opção automática pelo que eu saiba.

  • Danilo

    Eu gosto muito da robustez dos velhos motores gm, mas duvido que esse consumo do cobalt esteja certo. Se for isso mesmo, vou comprar um pra mim, kkkk. É cada coisa?!

    • Janduir

      Consumo de inmetro é meio discutível mesmo, mas acredito que a Gm tenha feito algum milagre nesse motores Familia I, visto que todos os sites que testaram disseram que houve melhora no consumo. Minha esposa tem uma Ecosport 2010 AT 2.0. Se pegar um fim de semana com transito bom e velocidade média de 30km/h, chego a fazer 9km/l de gasolina e com ar ligado. E se pegar transito ruim, fica entre 6 e 7km/l (vel média na faixa de 20km/h). Esses dias um amigo com um Corolla 2009 AT disse que o dele fazia 10km/l gasolina na cidade, quando olhei o pc de bordo marcava 6,9km l e velocidade média de 19km/h (ele nem sabia usar o pc de bordo)… tenho um amigo que diz que o carro faz o que o dono quer… por isso consumo em cidade é sempre complicado. Mas ultimamente o pc de bordo tem dedurado os mentirosos…

      • Henrique Bittancourt Gouveia

        Medição de consumo do Inmetro não é discutível pois é padronizado. Igual pra todos que testam.

        • Ricardo Blume

          Exatamente. Claro que no dia-a-dia a coisa muda sensivelmente mas no teste do Inmetro, todos os veículos enfrentam condições iguais. Dá para ter uma boa base por ai.

        • Janduir

          Entendo ser discutível principalmente no consumo cidade, pois as vezes o carro faz 10,5km/l na estrada e 9,6km/l na cidade, pelos testes deles. O padrão das grandes cidades é se o carro faz 14km/l na estrada, na cidade vai fazer entre 7 e 8. Entendo que eles deveriam apenas informar consumo na estrada (tipo a 80km/h faz tanto / a 100km/h faz tanto, etc, acho que a 4 rodas testava assim), pois cidade depende muito de onde está…

          • Ernesto

            Mas até mesmo estrada pode variar muito.
            Sou de São Paulo, Capital, e vou muito para o Sul de Minas e por lá, as estradas na maioria dos lugares são de pista única, cheias de curvas e aclives/declives. Assim, o consumo fica lá no alto pois você muitas vezes pega um caminhão/ônibus ou carro mais lento e aí tem que esperar o momento que dá para ultrapassar. Nessas horas você usará muito o acelerador, aumentando o consumo.
            Agora, para chegar até Cruzeiro (cidade no interior de São Paulo que é caminho para a cidade de Minas que costumo ir), é Carvalho Pinto e depois Dutra. E nessas não ocorre tando disso de reduzir drasticamente e depois acelerar.
            Por isso que fazer um padrão é o ideal para verificar o consumo de todos os carros. Você saberá qual é mais econômico nessas condições e provavelmente o será em outras condições também.

          • Henrique Bittancourt Gouveia

            Existe a normatização do teste e todos passam pela mesma avaliação. A NBR que trata do assunto é a NBR 7024 que inclusive mostra como devem ser feitos as avaliações e cálculos para chegar nos resultados. Vale a pena a leitura. É bem técnico mas vale a pena para entender mesmo.

          • Henrique Bittancourt Gouveia

            Voce já chegou a ler a norma NBR 7024 que trata sobre os testes? Se sim, sabe que os testes são padronizados. Ela padroniza o teste para todas as montadoras e garante que todos serão testados da mesma forma. Se for levar em conta a condução de cada motorista sempre teremos valores diferentes até para estrada devido até a mudança da velocidade do vento.
            Fica a dica de se aprofundar no assunto pois o entendimento da norma é bem legal.

      • Danilo

        Pois é, no seu texto você cita um carro que pode muito bem ser mais econômico que o Cobalt 1.8, que é o corolla. Achei muito, más muito estranho mesmo esse carro figurar entre os automáticos mais econômicos do país. Tem mais carro aí que é mais econômico que ele, disso eu não tenho dúvidas.

        • Ernesto

          Pelo que foi falado já há algum tempo, a GM mexeu bem nesse motor para torná-lo mais econômico.

    • Joacir

      Como eu disse acima :
      Fiz uma viagem de 1.500 km com um Cobalt de um amigo, andando a 100 km/h ele fez 14.5 km/L , andando a 120 fez 13.5, até eu me surpreendi.

      • Danilo

        Que boa notícia. Gosto bem do Cobalt, vou passar a considerar um em minha próxima troca de carros. Muito obrigado pela informação.

  • Victor Porto

    Já tive um fiesta 1.6 PS, e atesto firmemente, NÃO TEM PERIGO de ele fazer 11,2km/l na cidade, só se for uma cidade feita somente de rodovias. Em uma cidade normal, grande e com trânsito intenso, ele não faz mais do q 7km/l. Então se essa for a metodologia aplicada a todos os modelos da lista, sinto dizer q não passa de “super trunfo”, pq nada disso vai se aplicar à realidade..

    • Leonardo

      Você provavelmente mora em São Paulo então. Meu Fusion tá marcando 7,9 km/l no computador, não tem condição de um Fiesta fazer 7 km/l nunca. Meu irmão mesmo tem um Fiesta PS que de acordo com ele faz mais de 11km/l.

      • Victor Porto

        Juro pra vc. Moro em Fortaleza, pego trânsito médio diariamente. Já o vendi há mais de 1 ano, mas nunca passou de 8km/l. Ficava entre 6,5 e 7,5.

        • Ricardo Soares

          Concordaria com você até mês passado. Tenho um New Fiesta e dps que trocaram o kit da embreagem, consegui fazer quase 12km/l na cidade. Antes disso ele mal passava dos 10km/l, mesmo sem trânsito, só nas lombadas e semáforos. Na estrada não percebi melhorias, mas na cidade, ta excelente agora.

    • Thales Sobral

      O meu faz. Claro, tudo é percurso e pé.

      • Victor Porto

        Pé, é relativo. Não andava como um piloto de fuga, mas tbm não era a velhinha amarrada de 80 anos, pisava quando tinha q pisar, aliviava quando não tinha essa necessidade. Talvez o percurso seja o mais determinante, pois apesar de não pegar trânsito intenso, meu percurso casa-trabalho-casa, não passa de 5km..

        • Marcos Souza

          Já pensou em trocar de posto??? Combustível adulterado pode ter causado esse consumo. Também checaria a calibragem dos pneus e o óleo do carro. Óleo tbm tem que ser de boa qualidade e ser for uso severo, trocar em menos tempo. ( Uso severo=cidade, congestionamento, percursos muito curtos)

          • Leonardo azevedo

            Tem o fator clima calor da cidade tambem que pesa no consumo.

        • Ernesto

          Percurso com certeza influencia. E 5Km é muito pouco. Creio inclusive que a temperatura do motor nem tenha chegado no ideal de funcionamento.

      • Pedrob

        Falou o que o pessoal custa a entender! Consumo do carro não é só o carro é o carro, motorista e ambiente!

  • Lucas086

    Estão falando do consumo do cobalt, mas a linha 2017 passou por mudanças que deixaram ele menos Gastão, tenho um tio que atesta isso, mesma mudanças que o onix/prisma passaram e ficaram mais econômicos.

    • Janduir

      Todos os sites e revistas que testaram afirmaram isso. É que tem muito motor moderno ai em que o consumo fica um pouco melhor e muitos não se conformam. A zica de toda essa modernidade é quando dá alguma pipa não comum, tipo bomba alta pressão, visto que nossa gasolina não ajuda. Um amigo gastou quase 2 conto num radiador de um Jetta tsi que teve o radiador furado por uma pedra… Vejo muitos assustados com o valor pra trocar a correia dentada do Up, visto que tem que ter ferramentas especiais e desmontar uma parte da suspensão…

      • Lucas086

        Coisa que vi cara no Up! Foi a troca da válvula termostatica, coisa de 500 600 reais… quanto ao consumo do cobalt, todas as revistas atestaram isso, melhora no consumo.

        • Janduir

          Obviamente quem compra esses carros zeros na garantia, não terão problemas. A zica é quando sai da garantia e o carro vai ficando queimado no mercado de usados, pois temos poucos mecânicos capacitados e o preço absurdo das peças. Um amigo comprou seminovo um Golf 1.4 turbo e a bateria deu pau (estava na garantia de 3 anos), mas a Vw falou que bateria era apenas 1 ano. Foi uma briga danada, pois a bateria nova custava quase 2 conto. Apesar de antiquados, os motores chevrolet Familia I tem uma manutenção muito simples e qualquer mecânico troca a correia dentada…por isso como usado são bem valorizados…

  • Luciano Souza

    Não entrou o dualogic, mas tinha um Grand Siena, que fazia 16,5 Km/l na estrada….Absurdo o carro de economico…

    • Apopololo

      É que a matéria é baseado em testes, mas você pode ter certeza que vai variar muito de motorista para motorista, uns fazendo mais outros fazendo menos.

      Meu pai tem um Cruze LT 1.8 AT6 2013 um carro no qual tem fama de beberrão, na cidade ele faz 9,3 Km/L e na estrada 14,7 Km/L na gasolina.

      • Luciano Souza

        Queria saber quais os parametros usados, para conseguirem esses numeros….Na etiqueta do inmetro do meu carro diz que faz 9km/l, na cidade, mas nunca chegou perto disso….Nunca passou de 6km/l…Queria saber que cidade é esta….??

        • Apopololo

          Cascavel-PR, método clássico de cálculo na bomba de combustível, a rota que é feito diariamente mal tem subida ou descidas e sem contar que meu pai anda tranquilo até de mais…

        • Henrique Bittancourt Gouveia

          Tem que ler a norma. Eu tinha em algum lugar aqui e tinha começado a ler. O teste é feito padronizado para todos.

        • Henrique Bittancourt Gouveia

          A norma é a NBR 7024. Vale a pena a leitura. Assim poderá entender como funciona.

      • Clementino Zelador

        deixe de mentira que coisa feia

        • Apopololo

          ¯_(ツ)_/¯

      • XandeeM

        Pois é ,tive um 2013 manual que fazia 7km/l na cidade com gasolina.Vai muito das condições do trânsito e pé do condutor.

  • tiago

    Cara, que loucura o Kicks ser mais econômico que o march.
    Alguma explicação para tal?

    • Luis Carlos K.

      Tem pequenas diferenças no motor e no CVT

      • tiago

        Bom, então a Nissan tá dormindo no ponto em não fazer essas pequenas alterações no march e ter o carro automático mais econômico do mercado.

      • Ferrari

        Nada, essas diferenças são mínimas, provavelmente próximo à margem de erro da medida.

  • TT 230

    Faltou o Toyota Etios Sedan 1.5 AT que faz 12,2 na cidade e 14,9 na estrada.

  • KevinGR

    Então o March é mais econômico e por diferença maior em 75% dos casos (melhor com gasolina cidade e estrada alem de melhor com etanol estrada), mas mesmo assim o kicks fica em 4º e ele em 9º.

    Bem como o FIT, que também ganha em 75% dos casos, chega a fazer 1 km/l a mais com gasolina na cidade que o picanto, e mesmo assim foi jogado pra terceiro porque faz 0,1 a menos em um único caso, apenas no etanol na cidade, ta “serto!”

    • Ferrari

      É, o ranking da matéria é bem esquisito.

  • Alvaro Guatura

    Impressionante a Honda emplacar os três modelos…
    temos aqui esse motor 1.5 com câmbio automático, é econômico mesmo (mas nem tanto)

    • G. Filho

      Só faltou o civic, HRV, Acord… dai seria “top 10 carros AT mais econômicos da… HONDA” rs

  • Leandro

    Impressionante é o consumo do Fiesta na estrada, melhor do que todos os outros.

    • Rodrigo

      Melhor aerodinâmica de todos, podes crer.
      Incrível como aerodinâmica influência no consumo. Em velocidade constante (100 km/h), na mesma estrada, no mesmo dia e horário (estávamos viajando em comboio) meu anterior Civic LXR 2.0 AT fez 16.5 km/l com AC ligado, enquanto que o Fit 1.5 AT da minha sobrinha que vinha logo atrás fez 15 km/l também com AC ligado. Com o detalhe que meu carro estava com 4 pessoas + bagagem e o dela 3.

      • Licergico

        consumo normal do civic em entradas… 16,5 a 17,5 km/l na cidade faço geralmente entre 10,5 e 11,5 … ( ar sempre , gasolina sempre [RJ ] ) .

        já atravessei a av.Brasil ( 60km ) no RJ de ponta a ponta com o cc ligado em 90km/h e o consumo foi de 22,5km/l nesta condição . ( ar ligado , cc a 90km/h e econ ligado )

        • Rodrigo

          Por isso, o Civic tem uma aerodinâmica muito boa. Tão boa que o faz ser melhor que o irmão menor (Fit) que além de mais leve tem motor menor também.
          Agora na cidade…

      • Leandro

        Sim , o coeficiente aerodinâmico na estrada faz muita diferença no consumo.

  • Ricardo

    Meu Polo 1.6 2009 entra entre os primeiros dessa lista aí.

    • Ernesto

      O seu é iMotion?

  • Rodrigo

    “Na avaliação feita pelo Inmetro, todas as motorizações do Polo conquistaram nota A de eficiência energética… O Polo 200 TSI fez médias de 8,0 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol e 11,6 km/l e 14,1 km/l com gasolina.”

    Logo teríamos um postulante a 3o ou 4o posto não relacionado na matéria. Por que?

    • G. Filho

      Por que? 2

  • Ricardo Alexandre da Rocha Bri

    Essa lista está errada NA. Faltou o Chevrolet Prisma automático nesta lista. É só olhar no site CONPET para ver que o Prisma ficaria entre os primeiros ou em primeiro desta lista, corrijam ai por favor. Ele tem selo A geral e selo CONPET de eficiência energética.

  • diogo santos

    Aluguei um kicks e fiz 12.5 com álcool na estrada. Infelizmente não pude testar com gasolina. Mas nos grupos de donos de kicks, o que mais se vê são relatos de média entre 17 e 18 na gasolina. É o carro mais econômico que já vi na vida! Infelizmente, tem um interior muito pobre e mesmo com esse consumo eu acabei escolhendo o renegade… que bebe mais que o Zeca Pagodinho!

  • Heleno

    Faltou o Etios Sedan 1.5 AT, segundo o inmetro faz 8,4 na cidade e 10,4 na estrada no álcool e 12,2 na cidade e 14,9 na estrada na gasolina.

  • Guilherme Zanforlin

    Cade o Fiesta Ecoboost?! Dessa lista, ele ficaria em primeiro

    • Ricardo Soares

      Não é flex :(

  • Paulo Rogerio Oliveira

    Tenho um Cobalt 2014 AT faz 8,1 cidade e 12,2 estrada se tratando de um carro 1.8 perto desses acho que esta bom… ….mas bem longe de otimo

  • Robinho

    Cobalt com este consumo? tenho minha duvidas…alias se tratando de GM sempre tenho duvidas com relação ao consumo, e olha que tenho um GM…

  • Elinho Casagrande

    Esses testes são efetuados em quais cidades? kkkkk Nunca consegui passar de 7,5 em carro nenhum!!

  • Abdallah

    Conheço pessoas com motores 2.0 automatico que fazem 9 na cidade….kkkkk

  • Zergling

    CVT FTW!

  • Coala loucão

    Mas não ganha do meu veiculo nas media de consumo. com dois copo de àgua eu fiz 14 km na minha monark .

  • Geraldo

    Aqui em Brasília, onde o revelo favorece, bem como as pistas, meu jetta tsi 2.0 turbo faz mais de 11 Km/l na cidade.

  • Daniel Alves

    Teste real só pegando uma média dos testes de revista e proprietários. O Creta Prestige por exemplo recebeu Nota A no Inmetro, com consumo em cidade de 10 km/l na cidade (gasolina). Nos grupos de proprietários nem o 1.6 faz essa média. O 2.0 varia de 5 a 7,5 km/l quando muito.

    • Ferrari

      Os carros da Hyundai bebem absurdos. Por isso, desencanei de ter um HB20, apesar de ser delicioso de dirigir.

  • GPE

    Esse cobalt aí ta errado! Lkkkkkk

  • Hodney Fortuna

    O Cobalt 1.8 na versão manual de um conhecido nosso dizia fazer 7 km/l na gasolina!

  • Fabio Teixeira

    Acho que o NA poderia criar a lista dos Top 10 dos carros com injeção direta, que é o que há de melhor para economizar combustível e melhorar o rendimento do motor. Será que há 10 modelos de carros no Brasil com injeção direta?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend