Kia Sorento – Defeitos e Problemas

sorento 001

A Sorento é uma SUV com opções de 5 ou 7 lugares que se posicionava, no lançamento, acima da Sportage.

Espaçosa e bem completa, pode ser uma boa opção para quem precisa de espaço ou mais lugares, sendo uma alternativa à Santafé e até à Ford Edge.

Se está pensando em comprar uma Sorento, fique de olho no nosso texto de hoje, nele vamos listar os principais problemas e reclamações do modelo.

Ela já está disponível no Brasil há um bom tempo, porém seu maior sucesso se deu a partir da “nova Sorento”, que foi anunciada em 2010 para o mercado brasileiro.

Foi lançada com dois motores:

O primeiro foi o 4 cilindros 2.4L rendendo 174 cv e 23 kgfm de torque, a aceleração de 0 a 100 km/h é na casa dos 11s e a velocidade máxima de quase 190 km/h.

O segundo foi o V6 3.5L rendendo 278 cv e 34 kgfm de torque, com a aceleração de 0 a 100 km/h em ótimos 8,2s e velocidade máxima limitada a 190 km/h.

De série tinha câmbio automático sequencial de seis velocidades, airbag duplo, ABS, ar-condicionado digital, rodas de liga leve aro 18, acendimento automático de faróis, sensor de proximidade traseiro, e mais.

Nas versões de sete lugares, vem de série com espelho retrovisor interno, chave inteligente, airbags laterais e de cortina, teto solar panorâmico elétrico, assento do motorista com ajuste elétrico, ar condicionado para a terceira fileira de bancos, entre outros.

Abaixo estão os principais problemas e reclamações do modelo:

Suspensão com barulhos e desgaste

A Sorento apresenta barulhos e desgaste nos componentes da suspensão com frequência, devido ao peso do carro e as péssimas condições das estradas brasileiras.

Em especial os amortecedores e buchas são os componentes que mais sofrem desgaste, por isso fique atento a ruídos e batidas secas ao passar por desníveis e lombadas.

Rede de concessionárias pequena

A Kia não é tão presente quanto algumas outras montadoras, isso pode ser um problema se seu carro estiver na garantia, tendo que leva-lo para revisões em cidades que não são a sua.

Caso o carro já esteja fora da garantia o problema é menos grave, mas ainda pode dificultar a compra de peças originais.

Motor 2.4 apresentou problema de lubrificação

Existem diversos relatos de problemas na lubrificação do motor em determinadas condições de uso mais severo, inclusive com motores fundindo.

Segundo proprietários, para se prevenir o problema é necessário trocar a bomba de óleo por uma diferente da original e esse serviço é um pouco caro, se possível procure unidades já corrigidas.

Não existem relatos de problema nas unidades mais novas, em especial após 2018.

Barulho internos

sorento 002

Os acabamentos plásticos, em especial o painel, apresentam barulhos na rodagem, teste o carro em uma rua esburacada, especialmente se o carro tiver uma quilometragem alta.

Um foco bem comum de barulho é no teto solar, que tem o reparo um pouco complicado e consequentemente caro.

É interessante testar o carro andando com o teto em todas as posições e ficar atento a barulhos.

Consumo

Não é nenhuma surpresa que um carro grande e pesado com motor de alta cilindrada tenha um consumo maior que um popular, mas mesmo assim é importante considerar isso na hora da compra.

O consumo fica na casa dos 7 km/l na cidade e 9 km/l na estrada, rodando sempre na gasolina, com relatos de consumo até um pouco piores.

Volante descasca

O acabamento prateado do volante não tem uma boa durabilidade e descasca mesmo quando ainda novo.

Se a unidade que estiver comprando for usada e o acabamento estiver bom, ele provavelmente já foi restaurado, então fique atento à qualidade do serviço.

Manutenção cara

Apesar de ter um conjunto robusto e que não dá muito problema, quando isso acontece é bem caro para arrumar, com os 4 amortecedores custando na faixa de R$ 3.000,00.

Os faróis partem de R$ 600,00 e chegam a R$ 2.000,00 cada, dependendo do ano e versão do carro.

Pneus 235/60 R18 de uma marca de qualidade alcançam o valor de R$ 1.000,00 a unidade.

Conclusão

Sorento 003

A Sorento é uma boa pedida para quem procura uma SUV com preço atrativo, diversos opcionais e motorização robusta e sem defeitos crônicos (em especial a V6).

O seu consumo é elevado, superior a concorrentes mais modernos e com motorização turbo, por exemplo, mas o preço de aquisição mais baixo pode compensar esse consumo, dependendo do uso que o carro terá.

Se possível opte por uma V6, que tem consumo maior (mas nem tanto), porém costuma ser mais completa e tem um motor sem o problema crônico da bomba de óleo, além do desempenho exemplar.

Assim como qualquer carro, é primordial comprar uma unidade conservada e de preferência com histórico de manutenções e notas fiscais dos serviços realizados, as peças são caras então atenção especial à procedência.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.