Mercado

Pesquisa revela as cores que mais desvalorizam um carro (7 cores)

Pesquisa revela as cores que mais desvalorizam um carro (7 cores)

Uma pesquisa realizada pelo portal Webmotors feita recentemente indicou quais são as cores que mais desvalorizam um carro no Brasil. O levantamento aponta que carros iguais e do mesmo ano, perdem valor de forma diferenciada apenas por causa da cor. Sim, o preconceito no Brasil ainda é forte com cores diferentes.


A influência da cor na desvalorização de um veículo foi pesquisada entre agosto de 2012 e agosto de 2014, tendo como base carros que custam entre R$ 20.000 e R$ 40.000. De todos os segmentos verificados, o de sedãs com cor prata perderam mais valor, com média de -10,66%.

Quem diria que uma cor tão tradicional em seu uso em carros tipo sedan seria a mais desvalorizada? E não para por aí, os sedans pretos depreciaram 10,66%, o segundo maior valor da lista, os cinzas baixaram 9,95% e os azuis 8,45%.

Nos hatches, a maior depreciação é de carros de cor amarela: -10,49%. É claro que essa cor não está na lista de sedans pois simplesmente não existe sedan amarelo no Brasil. Se existisse, com certeza seria super mega desvalorizado.


Nos utilitários esportivos e nas picapes, o cinza é o vilão na hora da revenda com -11,09% e -9,35%, respectivamente. Nas minivans, o vermelho é o que faz mais perder dinheiro: – 13,38%. Nas peruas, o cinza também não faz bem na hora da revenda: 11,61%.

E você, o que acha dos números dessa pesquisa? Já teve em alguma ocasião dificuldade para vender um carro por causa da cor da pintura dele? Conte para nós nos comentários!

Confira abaixo as cores que mais desvalorizam um automóvel:

Hatches

1) Amarelo – 10,49%
2) Prata – 10,39%
3) Preto – 10,21%
4) Cinza – 9,66%
5) Vermelho – 9,65%
6) Branco – 8,38%
7) Azul – 7,70%
8) Outros – 9,43%

Sedãs

1) Prata – 10,66%
2) Preto – 10,60%
3) Cinza – 9,95%
4) Branco – 9,24%
5) Vermelho – 8,84%
6) Azul – 8,45%
7) Outros – 9,91%

Utilitários esportivos

1) Cinza – 11,09%
2) Prata – 10,03%
3) Preto – 9,15%
4) Azul – 8,81%
5) Vermelho – 6,96%
6) Outros – 9,10%

Picapes

1) Cinza 9,35%
2) Prata 8,66%
3) Preto 7,90%
4) Branco 7,68%
5) Vermelho 6,94%
6) Outros 9,85%

Peruas

1) Cinza – 11,61%
2) Preto – 11,26%
3) Prata – 11,24%
4) Branco – 10,50%
5) Vermelho – 10,31%
6) Azul – 8,85%
7) Outros – 9,90%

Minivans

1) Vermelho – 13,38%
2) Preto – 12,49%
3) Prata – 12,03%
4) Cinza – 10,92%
5) Azul – 8,58%
6) Branco – 5,30%
7) Outros – 10,34%

[Fonte: Exame]

Pesquisa revela as cores que mais desvalorizam um carro (7 cores)
Nota média 1 de 2 votos

298 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Prata é facilmente a cor mais sem-graça para qualquer carro. Vejo a opção pelo prata o mesmo que dizer “Ah, vai qualquer uma!”, uma cor genérica, ou cor de nada. Agora, ainda por cima, desvaloriza mais, tá provado. Aos que compram carros dessa cor pq “tem mais mercado” apenas #MeusPesames XD

      • Tem certeza? O que vejo é que ninguém quer carro prata mais. Só compram por falta de opção nas revendas e concessionárias. Prata foi a cor de sucesso nos anos 90, mas hoje é vista como sem graça, “de velho”.

        • Sempre fala que carro prata perde todo seu charme, parece que o carro está envelhecido ou que falta algo a mais, assim como o branco (me da até arrepios essas duas cores. O preto ainda tem aquela coisa discreta, mas elegante e imponente.

          Os anos 90 embora o prata e o preto fossem as opções preferidas, tínhamos muitas outras cores disponíveis, uma que me lembro bem era o Azul Darsena do Chevy Astra (que a proposito eu tenho). O Azul simplesmente brilhava quando se tinha a luz do sol, e ao escurecer se tornava escuro bem próximo do preto. Hoje em dia os carros estão voltando a terem mais opções e isso é bom, só que a maioria em versões especiais de lançamento, logo ao passar dos anos ficam as mesmas cores (preto, branco e prata)

    • O prata ficou sem graça justamente por ter muito na praça. É uma cor prática, que aparece menos sujeira e o carro esquenta menos no sol. E dependendo do carro, eu acho que fica muito bonito, como por exemplo um Mercedes prata.

      Particularmente eu gosto do preto, tenho um carro preto, mas admito que preto bonito é só quando está brilhando de limpo.

      • Eu acho que meu carro (preto) só esteve limpo lá na concessionária… Não consigo deixar ele “brilhando de limpo”!
        Não sei se volto a comprar carro preto de novo…

        • Já tive carro preto e lembro da trabalheira que era manter limpo. Até para lavar, se não enxugar bem direitinho, fica todo manchado. Depois do preto, tive um branco. É fácil de limpar, mas se não limpar com frequência, ele vai escurecendo de baixo para cima rsrs Depois tive um prata e passava muito tempo sem limpar e só parecia sujo quando os aros começavam a ficar preto pelas pastilhas de freio. Agora voltei pro branco, que apesar do trabalho é minha cor favorita. Ainda mais no modelo que comprei.

          • É relativo o “manter limpo”… Todo carro suja igualmente, a diferença é que o preto aparece mais e o prata esconde. Agora se você faz o tratamento correto e lava adequadamente o carro, usa cera de qualidade (nada de grand prix ou equivalentes de supermercado), entre ceras utiliza os produtos de manutenção do enceramento e faz descontaminação da pintura com claybar sempre que necessário, aí é outros quinhentos…

            • Meu carro é prata e sempre usei a Grand Prix, e justamente comprada no supermercado…tem uma outra melhor pra me indicar? No momento, não conheço outra melhor.

              • Questão de pesquisa, amigo! Essas ceras que tem nos supermercados do brasil pararam no tempo. São difíceis de passar, difíceis de tirar e na primeira chuva vai pro bueiro abaixo… Tem produtos nacionais de qualidade, por exemplo, a cera Carnaúba Premium da Licoln, tem no walmart online.. É mais cara? Com toda certeza, custa 3x mais que essas ceras comuns, mas dura muito mais! Pra ti ter uma ideia, ela dura cerca de 30 a 45 dias na lataria, lavando todo fim de semana com shampoo de manutenção (shampoo não agressivo e que não tira cera). A fabricante promete que ela rende 60 veiculos, não sei se atinge isso tudo, mas tenho uma lata a dois anos, passando no meu carro, carro dos meus parentes e amigos, já deve ter ido umas 30 passadas e ainda ta na metade da lata. Dificuldade pra passar? Mínima, parece manteiga e não fico com o braço doendo uma semana…

                Mas essa Licoln é só um exemplo, tem varias outras boas ceras no mercado especializado, cada uma tem suas qualidades, mas essas ceras de supermercado é dinheiro jogado no lixo, tem muita agua na composição e muitos componentes abrasivos. Até hoje tem risco na lataria do meu carro causado por causa dos abrasivos de uma certa cera destas… Se quiser encontrar outros bons produtos, por preços interessantes, procure sites especializados em detail e polimento, como miromi, masterclean, etc.

                • Pera… eu acho que ele passa Gran Prix liquida. E essa é facinho de usar e tirar. Eu passava no meu Uno que era vermelho e durava por volta de 30 dias.

        • O problema do carro preto é que ele é preto na concessionária, depois de 1 ano ele já perde o brilho e vai ficando preto acinzentado.
          O máximo de cuidado que vc tiver não vai ser suficiente, até se lavando o carro da forma correta (2 baldes) a lavagem causa pequenos riscos no carro que vai tirando a beleza da pintura.
          Tive 3 carros pretos e digo, o preto envelhece bem mais rápido, mesmo vc tendo o máximo de cuidado do mundo.

            • Preto, branco, azul, vermelho… Todo carro deve ser lavado a sombra, lavar no sol é pedir pra ficar com marcas d’agua por todo o carro e ainda de quebra contaminar a pintura. Percebo que você é um cara que se interessa no assunto, mas não se aprofunda muito, assim como eu era há 2 anos atras… Dá uma pesquisada na internet, google, fóruns, sobre detail automotivo, acho que você vai se interessar pela área. Abraço!

              • Muito obrigado felipe . Realmente eu gosto dessas coisas, em particularmente eu gosto de carro, gosto de cuidar de carro, gosto de pesquisar sobre carros e informações sobre lançamento automotivo. A única coisa que não gosto é de mecânica kkk.

        • Compra uma cera de Carnaúba e passa no carro depois de uma boa lavação… Faça a manutenção com lavação + quick detailer e seu carro vai sempre estar brilhando. Preto é chato de manter, mas se tomados os cuidados corretos, fica brilhando sempre, experiencia propria.

          • Valeu pela dica! Vou tentar mais essa! Agora, você tem alguma ideia para espantar gatos? Imagina só como está bonito o carro: quando não esta parecendo que tirei ele de uma enchente (imundo de sujo), por causa da cor, não tem um lugarzinho sequer sem riscos de gato.
            O outro carro nem deixo aqui em casa por causa disso. Mas aprendi uma lição: ele não é preto!

            • kkkkkkk. Cara, passei por esse tipo de apuro também. Malditos gatos!!! Prédio que eu morava antes, tinha varios que ficavam perambulando pelo patio e viviam subindo no carro. Comprei um produto chamado Xô gato, comprei creolina, passava em volta do carro todo e nada, não tinha jeito, negócio era mudar e foi o que fiz. kkkkk. Agora arranhão causado por eles, só com polimento, não tem jeito.

              E foi meio que por causa desse negocio de gatos que eu aprendi a cuidar do carro preto com mais cuidado. Mandei polir o carro todo depois de mudar e investi em produtos importados para manutenção do brilho e proteção da pintura. Meu carro preto ta com cara de novo até hoje, com praticamente 3 anos de uso. Lavo ele a cada semana ou quinzena, depende do nível de sujeira e quando percebo que a cera ta perdendo efeito (sujeira/poeira começa a grudar na pintura), reaplico. Mas o negócio é qualidade dos produtos utilizados e nem sempre o camarada tem animo/vontade de conservar o carro.

        • Ja tive dois carros pretos e nunca mais!Qualquer risco de leve da logo na cara,sem falar do desprazer de mandar lavar o carro e no mesmo dia ele estar sujo!

          • Enquanto lavava ele ontem pensava: pra que isso tudo? Assim que terminei e virei as costas, um gato subiu nele e marcou de patas no capô e no teto… Parece sacanagem: acho que não é somente por ser preto, esse carro está é amaldiçoado mesmo.

        • Fred, carro preto é pra quem tem dinheiro e tem outro carro na garagem que não seja preto, e esta pessoa só usa o carro durante o final de semana. Pq a gente q usa carro no dia a dia, preto é ruim . Pq suja e arranha que é uma maravilha, e nem todo mundo gosta de lavar o carro todo final de semana .

      • Preto pra mim só se for metálico ou perolizado, quase não aparenta pequenos arranhados, lavou, tá novo!
        Já preto mais barato, aquele de pintura sólida, arranha só de passar um pano limpo pra secar o carro depois de lavar, além de que a pintura vai ficando “velha” com o passar dos anos (mesmo problema do vermelho).

          • O preto sólido é só manter encerado, cera com frequência e lavador com cera, sempre estará novo. Aceita qualquer retoque. Apesar de exigir lavagens mais frequentes é muito fácil de lavar comparado ao carro branco. Gosto do preto, cor elegante, fica bem em qualquer categoria carro, dum Up a uma Merc passando por uma Amarok (a preta perolizada é show).
            Carro prata é de frota (locadora), enjoou, já teve seu tempo.
            Carro branco, muito bonito, deixou de ser cor apenas de taxi ou frotista como por milagre, graças aos xeiques árabes, cor de carrão de “bacana”. Mas, dá trabalho demais para lavar, qualquer mancha e salpique de asfalto aparecem e ainda amarela com o tempo se não encerar.
            Carro vermelho é como mulher muito bonita, só na garagem do vizinho.
            As demais são cores neutras incluindo o azul, exceto o verde e marrom, onde o sujeito deveria trocar de carro mais seguido, não se aguenta muito tempo.

            • Tenho dois verdes aqui em casa, um Mille 2006 verde esmeralda e o Vectra Collection 2011.
              Não se cansa assim de ver e dependendo do ângulo temos a impressão que o carro é preto ou azul escuro no caso do Mille.

      • Aqui em Brasilia ou o Taxi é branco ou é prata, esses cores cansam meus olhos de tanto que as vejo todos os dias. Quando me passa um Fiesta e aquele azul (ou o Vermelho vinho que é ainda mais difícil) até parece um colírio para os meus olhos.

      • E louis carro preto é pra quem tem dinheiro e tem outro carro na garagem. Pq a gente que usa carro para o dia a dia, carro preto suja e arranha que é uma maravilha.

      • Acho que prata combinam com carros de design mais sóbrio. VWs por exemplo. Um Fusion ou um BMW pratas parecem efeiadod, as linhas são apagadas, desvalorizadas. Esses dias vi um 500 prata: achei ridículo… justamente um carro que ganhou inúmeros prêmios de design.
        Já imaginou um Ferrari prata? Um Lambo? Um Maserati? Não desce… simplesmente.
        Sobre os Mercedes: um Merc preto ou branco é mil vezes mais bonito, na minha opinião. Acho que só tem tanto carro prata por conta de ser um cor a prova de indecisão, uma cor do tipo “vai essa” por preguiça de escolher.

      • Concordo plenamente com vc. Cada modelo e versão combina com uma cor, não tem como generalizar. Por exemplo: já pensou vc comprar um sedã amarelo? Uma pick up amarela? Já se for esportivo combina. Um esportivo prata pra mim perde a graça. Uma coisa que me surpreendeu nessa matéria foi que a cor azul, que eu gosto bastante principalmente se for escuro, desvaloriza pouco. Eu pensei que era o contrário. Outra cor que muito me agrada pra qualquer modelo de carro é o verde escuro. Não me entra na cabeça uma pessoa comprar um carro zero numa cor que não lhe agrada só pensando na revenda. Meu próximo carro será azul. Eu compro o carro pra mim, não sou vendedor, sou usuário, se desvalorizar por causa da cor paciência. E se desvalorizar será quanto? Mil reais, dois mil? Não vou usar um carro por 3 ou 4 anos numa cor que não gosto só pra economizar uma micharia.

        • Comprei um Fiesta Azul aí igual o da foto e não me arrependo nem um pouco, curto cada dia essa cor e dane-se se desvalorizar. Além disso, ela, sob a luz do sol, fica muito linda, e onde passo ficam torcendo o pescoço, como se fosse um lançamento, rsrsrs. Isso talvez ocorra, também, por ser a cor de lançamento. Outro azul bonito é do Novo Sandero, demais também. E O próprio Sandero, em 2008, teve um azul muito bonito. Comigo é assim, vou sempre buscar a opção de azul antes de qualquer outra cor.

          • sou um dos que torce o pescoço para ver o New Fiesta Azul da foto, hehe.

            Gosto também da cor amarela, mas ai o carro tem que ter visual um pouco mais esportivo, sempre gostei do Palio 1.8R que havia em 2007 mais ou menos e desse Palio Interlagos novo, acho show de bola.

            • Ah, sim, o Palio amarelo eu acho bonito sim. Meu irmão teve um 1.8 R vermelho que era muito bonito também. Eu pego muito a Castello Branco para viajar ao interior de SP e teve um sábado que, sem brincadeira, contei 4, isso mesmo, 4 Palios amarelos (do modelo novo) no sentido contrário. Parece que o povo está começando a gostar. Vejo mais desses Palios amarelos do que os Fiestas azuis iguais ao meu, rs. Agora, outro dia, vi um Etios Cross amarelo na minha frente. Haha, eu reparei que o povo olhava e ficava incrédulo, outros riam, rs. Uma coisa é certa: quem vai querer roubar um Etios amarelo?

          • Mauro, aproveitando sobre cores…. e a sujeira? Fica muito aparente nesse azul? Porque todos os Fiestas que vi com essa cor sempre estão limpos…rs

            • Então, ele precisa estar bem sujo para aparecer, o que acontece é que a cor vai brilhando menos, fica mais opaca, aí você sabe que está ficando sujo. Mas, para ser sincero, a cor é muito linda (claro, para quem gosta dela) e aí você começa a ver sujeira e lava logo, para ela ficar brilhante de novo, rsrsrs, é por isso que você sempre vê Fiestas azuis limpos, eu acho. É engraçado, toda vez que lavo e ele fica brilhando o número de olhares aumenta, rs. Teve uma vez que fui visitar um cliente na Berrini e saí na hora do almoço de lá, quando tinha muita gente caminhando naquele horário. Não deu outra, muitos olhares. Como eu disse, dá a impressão de que foi um carro lançado há 1 mês, coisa nova. Concluo que a cor é muito chamativa mesmo, já vi alguns nas ruas, mas são poucos perto do domínio do preto-prata-branco.

                • kkkkkkkkkk, puxa, que coincidência. Devo visitar esse cliente de novo no final do ano. Se quiser mesmo ver, quando eu estiver aí na região da Berrini, a gente combina, anota meu e-mail aí: frmauro34@hotmail.com. Adoro essa região, trabalhei aí em uma empresa em 2001-2002 e nesse meu cliente atual (dentro do escritório deles) de 2006 a 2011, quando passei a trabalhar em casa (ir todo dia de Santo André para SP era complicado, cansava). Era na André Ampère, um rua que começa no sentido Av Bandeirantes, quase em frente do antigo prédio da Nestlé. Cara, adoro aquele lugar, para passear, trabalhar, comer (se bem que é caro, viu, almoçar ali). Gosto muito da Avenida Padre Antônio, tem de tudo nela.

                  • Hehehe conheço muito bem a região, eu moro no Jabaquara e “perco” 20 minutos para chegar na Berrini. Eu morava em São Bernardo do CAmpo e obviamente, conheço Santo André também!!! rs
                    O legal é que vc teria como me mostrar alguns comportamentos do cambio no qual tenho curiosidade tbm e babar um pouco nessa versão…rs
                    Eu converso contigo por email! Abs!

        • Eu já acho que na atual geração o vermelho (puxado para o vinho) a mais bonita! Assim como o 408!

          Já o de geração anterior… o azul marinho era belo!

      • Concordo.
        O novo Golf fica muito bem com o branco, já o MK4,5 com esta cor fica estranho.
        Já o modelo anterior do Corolla fica muito bom preto, prata ou branco.

    • Em momento algum a matéria falou em mercado, falou em desvalorização. Segundo a matéria, se vc tiver um sedã vermelho ele se desvalorizará menos que o prata. Não significa que é mais fácil de vender que o prata.

    • Acho que a interpretação deve ser outra.
      O prata sempre esteve associado a modernidade e outros elementos, por isso sua preferência nacional, ao passo que o preto remete a luxo, privacidade, entre outros.
      Talvez por isso foram as cores mais pedidas há décadas, e acredito que sempre o serão por aqui.
      Logo, as cores mais desvalorizadas seguem uns critérios:
      – a mais comum
      – a mais chamativa, única
      Tendo isso em mente, perceba que nessa lista temos preto, prata, cinza… Até o branco (cor neutra e tendência mundial, mas q recentemente pegou no Brasil) já está entre as mais valorizadas.

      Isso está relacionado a lei da demanda, pois quanto mais disponível e um produto, mais barato ele é (menos valor agregado ele parece ter).

    • Olha, gosto é muito particular. Eu sempre gostei da cor prata, independentemente do segmento. Hj, como eu só compro carro usado, não dá para escolher muito as cores, afinal o estado de conservação irá falar mais alto. Mas se eu pudesse escolher entre preto e prata, iria de prata, pois suja menos, aparece menos risco, esquenta menos o interior e para finalizar, acho que os delhates pretos de grade e parachoque, ficam mais destacados que em carros de cor escura, mas como eu disse acima, gosto é muito particular. Abs.

    • Eu acredito que carro prata tenha mais mercado sim, mas justamente por ter muito no mercado acabam sendo vendidos um pouco mais baratos. Sejamos francos, prata desvalorizar 10,5% e outra cor 9% não indica praticamente nada.

    • MAS PRATA É O QUE MAIS VENDE É O QUE MENOS DESVALORIZA POR SER UMA COR METÁLICA,VERMELHO AZULE OUTRAS CORES MAIS DESVALORIZAM POIS NINGUÉM QUER,BOM PRATA E CINZA SÃO CORES NEUTRAS E AS PESSOAS PREFEREM CARROS MAIS ASSIM NEUTROS VERMELHO,DEPENDE DO CARRO MAS FICA FEIO EM SEDAN, HATCH É MAIS COMUM, E PASSANDO PRO BRASILIA POR EXEMPLO CARRO,BRANCO VERMELHO,PRATA,PRETO,CINZA E SÓ SÓ TEM CARROS ASSIM JÁ VI UM CARRO AZUL METÁLICO ,MAS ERA SUBARU,IMPORTADOS COLORIDOS VALEM MAIS ,SE FOREM PRATA PRETO,BRANCO E VERMELHO TIPO AS CORES DO BRASIL PERDE VALOR POIS NÃO CHAMA ATENÇÃO DAS PESSOAS

      • é muito questão de gosto mas falando do que desvaloriza as pessoa são mari vai com as outras, quer dizer,prata é gosto nacional porque não desvaloriza foi dito e logo as pessoas começaram a essa modinha de comprar carro prata pra revender quando quiserem trocar de carro,mas esquecem que mandam o carro como pagamento tem que pagar metade e quer dizer tem que tirar mais dinheiro do bolso ,quer dizer,são burras pra que trocar de carro todo ano ein? meu pai tem um celta do farol grande 4 portas desde o final de 2013 ele é vermelho funciona até hoje,3 anos 14 15 16,é bem besteira a cor se o celta fosse pintado de prata pouca diferença fazia,carro usado funcionando tudo bem

    • prata é a cor mais comum ,por ser metálica pode esconder arranhado e refletir a luz do sol,e é cor mais vendida,é uma cor neutra que agrada muitos,então prata não desvaloriza,pode até ser um celta,mas prata,comprando com um vermelho o prata ganha porque é um cor mais resistente,e vermelho já de conhecimento que os vermelhinhos estão em maior quantidade,mas desvalorizam mais,corolla e civic tem mais na cor prata e metálica como outros tons metálicos ,não precisa ser prata mas um azul cobalto etc…tons metálicos são sempre mais caros e valorizados,alias como saber se é metálico veja as cores,ou jogue need for speed qualquer um antigo com as cores metálicas,aquele brilho todo especial bom diferente das cores comuns e sólidas

  • e incrivelmente nao vemos carros azuis, quando fui comprar meu 208 queria azul, e para minha surpresa ele é vendido azul na argentina mas no Brasil nao sendo que ele é feito aqui, essa é a peugeot do Brasil…

        • Depende…. havia um azul até 2010 que era lindo, puxava para o azul marinho…. mas acredito que o preço incrivel de R$1750 pela cor (era perolizada) não caiu no gosto pelo preço. E então a marca deixou de ofertar.

          Era uma cor que adoraria para meu C3. Mas te aviso… era uma cor DIFICIL de manter.

          • Bom a cor em questão é azul bourrasque, na Argentina não custa nada, alias na Argentina nenhuma cor custa a mais, isso é coisa que inventaram no Brasil pra roubar um pouco mais, coloca no comercial que o carro custa por exemplo 40 mil mas quando voce vai comprar tem mais mil reais de pintura, inclusive o absurdo de se cobrar pela cor branca solida, a unica que não se cobra é a vermelha que o custo deve ser igual da branca e eu duvido que o azul perolizado seja 1750 reais a mais que essas 2 cores, picaretagem total das montadoras aqui no Brasil, mas tbm com o mercado protegido quem nao faria isso?

            • É complicado pois cada marca que coloca um preço. Mas eu penso que para um produto de R$32000 (Peugeot 206 na epoca que estava para ser mudado) ninguem se sujeitaria a pagar mais R$1750 para ter essa cor.

              É um absurdo de valor. Sobre a cor que vc cita, apenas para o 408. Entretanto, o 408 deixou de ter a cor vermelha, enquanto o 308 a possui (e eu já vi um 408 vermelho “sangue”).

              • e o pior é que voce ve o site da peugeot argentina e tem muito mais cores, e são vendidos aqui e lá, não tem explicação a não ser patifaria pura da peugeot, de outras marcas também ne, mas também colocam preço na cor e o pessoal paga, se começarem a se recusar dai a coisa muda, pior mesmo é ver o site da peugeot Uruguai, são os carros importados da Europa, tem 208 2 portas até, é de se lamentar mesmo.

        • Sempre amei carro azul escuro e verde escuro também. Um vendedor da Ford me disse que teria que esperar 4 meses pra pegar um Fiesta azul, pois a fábrica fica esperando acumular pedidos para pintarem nessa cor. Só fabricam sem pedidos prata, preto e branco. Acho isso ridículo, minha irmã teve que ficar com o carro prata porque a cor que ela queria (um vermelho escuro cintilante) não tinha em estoque e iria demorar 3 meses.

          • Cara, de que região você é? Comprei o Fiesta azul, na versão Titanium Poweshift na Mix de São Caetano do Sul, ABC, SP no começo de junho e tinha a pronta entrega. Acho que dei sorte porque a vendedora me falou exatamente isso, que eles esperam acumular os pedidos para essa cor e o vermelho Vermont, outra cor bonita também. Ela só me disse que, se eu quisesse o manual, teria de esperar 90 dias.

        • Comprei um Fiesta azul igual a esse da foto. Cara, foi a melhor cor que comprei até hoje esse tom de azul, sempre gostei dos azuis. Ele, quando bate a luz do sol, é lindo demais, e nas ruas, por onde passo, parece que estou andando de lançamento, todos olham, pois esse Azul Califórnia do Fiesta não tem muito. E quando viajo ao interior, ahahahaha, por onde passo então, torcidas de pescoço. Minha cunhada tem o mesmo New Fiesta, só que preto, e ninguém fica olhando, rsrsrs.

      • faltou o March, Sentra e muito provavelmente o Versa terá também. Até o Voyage tem azul na versão Evidence se não me engano. O Prisma e Onix tem um Azul bonito também. O azul mais feio era o do Etios, era um azul aberto demais, mas já corrigiram esse problema no atual.

  • Não é dificil de ver carro azul nas ruas. Daqui a pouco tempo, pode se tornar a cor da “moda” (como hoje é o branco). Onix, Prisma, HB20, HB20S, Fit, Civic 2015 e Gol possuem modelos nesta cor. Eu acho bonito.

  • Na pratica não é bem assim, revenda adora comprar carro prata, devido a procura ser maior, quando o carro é preto, a desculpa é que existe muito arranhões visiveis, e que o preto não consegue esconder tão bem, e etc, já o branco se for um carro popular, falam logo que é Taxi pelo menos aqui onde moro.

    • Não deu pra entender direito o método utilizado na pesquisa… creio q pode haver alguma falha.
      Nunca tive problemas em vender carros preto, prata, branco. Agora um amigo com um X1 marrom (feio pra cacete) está ha mais de 1 ano tentando vender por um preço justo o carro e TODOS que tiveram interesse em perguntar o preço desistiram pela cor. E ele esta pedindo menos q a Fipe e o carro está perfeito.

    • Acredito que seja porque a cor prata, geralmente, é metálica. Ai o cliente tem que pagar uns mil conto a mais pelo menos. Talvez o método de calculo leva isso em consideração, ai a desvalorização é maior em relação as outras cores (sólidas) que saem “de graça” no zero km…

  • Tem conta errada nessa pesquisa… Provavelmente a % do Prata ficou alto devido ao maior numero de carros pratas no mercado, porque não faz sentido, é a cor que mais vende e a cor que mais procuram…
    Eu odeio prata e só “aceito” em carros de entrada como Celta, Classic, Uno, Gol e assim vai, mas em carros de porte médio e sedans de passeio (De Cobalt pra cima) eu acho uma falta de personalidade. Cada um com seu gosto, mas eu jamais pego um carro Prata pra mim (Pra passeio, pra trabalho dia-a-dia já tive prata)…
    Nestes casos eu acredito que desvalorize mais as cores pratas sim. Já viram um 308 ou um Bravo Prata? Acho os dois os que mais me doem de ver na cor prata, quebra o visual do carro.

  • Comprei meu carro essa semana e a dúvida foi justamente na cor: a) pegar a versão mais cara em cores sólidas comuns (vermelho, preto ou branco); ou b) pegar a versão mais barata em cores diferentes e mais interessantes (vinho metálico e amarelo). Optei pela alternativa “a” e escolhi novamente vermelho (meu carro anterior também era vermelho). Não creio que o vermelho sólido crie problemas de desvalorização em carros de entrada. De qualquer forma, acho que ninguém deve deixar de optar por uma cor de que goste em função da desvalorização. É essa lógica terceiro-mundista que faz as montadoras empurrarem carro preto, prata (e agora branco) goela abaixo dos consumidores, já que essas cores são neutras, raramente são rejeitadas e sempre são a segunda ou terceira opção de todo mundo.

    Obs.: outra coisa que tinha ficado prá trás eram as opções de interiores em cores diferenciadas. O up! quebrou um pouco essa monotonia ao disponibilizar duas opções de cores p/ a parte inferior do painel, o console e as portas. Dei sorte na minha compra, pois peguei interior cinza claro, exatamente como preferia. Não acredito que isso desvalorizará o modelo p/ revenda.

    • Pior que os próprios vendedores incentivam isso. Na época do lançamento do Onix, gostei daquele laranja. O vendedor me aconselhou a escolher um com cores “normais” como o prata ou o preto, pois o laranja “desvalorizaria” muito na revenda…

      • Até acho que o laranja, especificamente, é um caso onde isso de maior desvalorização pode se aplicar. Ainda assim, defendo que as pessoas comprem, se assim gostarem. E me irrita mais ainda quando o vendedor te empurra um preto e um prata ao invés de um azul marinho, um verde escuro, um vinho, como se essas cores, que são absolutamente normais e nada chamativas, fossem IMPEDIR a revenda futura. Só porque o cara tá cheio de preto e prata no estoque. É querer fazer o comprador de mané.

        • No meu caso, eu já imponho ao vendedor: “Gostei dessas cores”. Se o cara começar a tentar ver, eu falo que ue vejo algum outro local que consigam me entregar.

          Te digo que é batata, quase sempre disponibilizam de alguma forma.

    • Carango novo, heim, Bedot? Parabéns! Então é um up!, o escolhido. Quais os equipamentos? Pelo que entendi, tem justamente o interior que mais me agradou neste carro, e sendo vermelho, é exatamente como o que vi na concessionária da Av. Princesa Isabel, quando fui conhecer, no lançamento. Já eu, desisti do March. Aliás, desisti de trocar de carro. O meu está novíssimo e com apenas 20.500 Km, apesar dos quase 6 anos. Achei que não compensava vender o meu e ainda ter que colocar R$ 21.000,00 para pegar o Novo SV 1.6 16v, sem a real necessidade de trocar de carro. Vou rodar mais uns tempos de Logan, que por sinal, nunca me deu dor de cabeça e superou minhas expectativas. Aprovadíssimo, he, he!

      • Pois é, Mr.Car, comprei o up!. Vou pegar semana que vem. O fator decisivo foi o custo. Ele era o que de melhor eu podia comprar pelo menor valor possível. Até por isso, comprei o 2 portas vermelho sólido, mas ao menos deu prá pegar a versão melhorzinha (Move), que tem bons equipamentos e permite alternativa nas cores do interior. Eu fechei o negócio por telefone, com base na proposta que eu mesmo havia passado por escrito em visita anterior. Só queria o preço, nem cheguei a fechar questão nesse lance do interior. Se fosse o interior preto, eu até toparia. Quando cheguei na concessionária prá assinar o contrato, o vendedor me disse que o interior da unidade escolhida era do tipo “dublin”, que é o cinza claro. Foi uma boa surpresa, até porque se o interior fosse preto, o carro ficaria excessivamente rubro-negro, o que nunca é bom, rs. Daqui a um tempo, farei uma resenha sobre o carro aqui no site.

        Quanto à sua compra, se o seu carro está bom e vc faria questão de características que encarecem muito a troca, não há mesmo porque trocar agora. Só se fosse por gosto mesmo. Daqui a um tempo entra um qualquer e vc faz a troca, quem sabe até migrando prá um segmento superior…

      • Estou no mesmo barco Mr. Car! Pesquisei, pesquisei, fiz as contas e continuo com o meu. A diferença é que é um pouco mais novo, cinco anos, mas bem mais rodado: 113.000km! rs

        • Se o meu estive com 113.000 Km, aí eu tinha coragem, embora não seja nenhuma quilometragem absurda, e muito carro que rodou isto, esteja melhor que outros com 30.000 Km. Depende do dono, he, he!

        • Tá parecendo o meu!!!! O C3 está com 100800km rodados! rs

          São 6 anos de convivencia e o carro inteiro (entre aspas, rasparam no carro infelizmente e minha mulher que estava com o carro não sabe onde).

          Mas o carro está funcionando muito bem além do Xsara que com 139000km está um relogio (finalmente, porque ele me andou dando um pouco de dor de cabeça até descobrir que estava vazando oleo da tampa de valvulas que com o tempo ficou curvada).

          • Ah o meu não. Eu já dirijo de forma bem, digamos, intensa… Minha esposa aprendeu a dirigir com o carro, e digamos que ela não é uma motorista suave nem medrosa… rs
            Além disso uma batida leve e uma batida forte deram uma surrada no carro.
            Mas nada de muito grave, embora eu veja a diferença.

            • Acredite… é bem parecido… minha mulher é medrosa mas andou tomando uma raspada que segundo ela: “Qdo o carro ta sujo não dá para ver”.
              Sem contar que ônibus já bateu no C3 (2 vezes!) e um carro.
              Não tem jeito… carro é isso aí… está sujeito a essas coisas.

    • Eu ia pegar meu Up hoje, mas fizeram porcaria na instalação do alarme. Peguei um Take Up branco, mas tem uma cor chamada prata lunar que eu acho muito bonita. Entretanto pagar mil e muitos reais somente por uma cor, estou fora. Esse valor eu uso para pagar os impostos ou seguro. As sólidas preto (nem pensar) e vermelho (impossível para um Gremista ehehehhe), assim sendo sobrou o branco. O Fiesta que dei como parte do pagamento também era branco e a primeira coisa que me perguntaram (cor e se era 1.0 ou 1.6).

      • Entendi o lance de ser gremista, rsrs. Também levo em consideração essa lógica das cores mais em conta. A diferença sempre permite fazer algum ‘up grade’ em equipamentos ou pagar custos de manutenção. Por isso que, de todos os carros 0km que tive até hoje, apenas o primeiro, um Peugeot 206, foi metálico (azul, combinando com o Grêmio, rs). Mesmo assim, só peguei dessa cor porque ele era uma unidade encalhada do ano-modelo anterior e estava em oferta. Senão, provavelmente seria sólido. Depois do 206, todos meus outros carros foram de cor sólida.

        Quanto à versão, uma das coisas que me fez optar pelo Move foi justamente a falta, no Take, de alarme, telecomando e da preparação p/ som (fiação + antena). Eu até toparia a ausência desses equipamentos (exceto a fiação, que daria muito trabalho prá instalar por fora), tanto que cheguei a fazer oferta num Take (amarelo ou vermelho ópera), desde que a diferença p/ o Move compensasse. Outros equipamentos que o Take tem a menos, alças no teto, luzes de leitura individuais, o ‘save’ do porta-malas e até conta-giros eu não faria questão. Só que a diferença acabou ficando irrisória. A concessionária tava muito mais aberta a negociar o Move. Por isso fiquei com ele.

        • O meu veio com preparação para o som, mas ao instalarem o alarme perderam a configuração da chave e não ligava. Irei pegá-lo na terça. Eu preferi que viesse com a preparação para som para evitar futuros problemas elétricos e perda da garantia, entretanto a concessionária tem esse serviço terceirizado, e o resto vocês já sabem. Uma coisa que me arrependi de não pegar foi o save, porque comprado por fora pedem mais de mil reais, um roubo!!!!! enquanto vindo de fábrica custa R$197,00.

          • Ah, sim, vc tem razão! Há um opcional no Take, identificado pelo código Wh0, que é a preparação. É que os Takes disponíveis no estoque da concessionária onde negociei não tinham esse código. O alarme não tem jeito: ou instala ou migra pro Move. Quanto ao save, até vejo alguma utilidade naquelas compras em que vc precisa proteger itens que quebram ou amassam, tipo ovos e pão, mas é um item que eu dispensaria numa boa se pudesse optar por algum outro no lugar.

            • Só tem um detalhe, com o save, deitando o banco traseiro fica uma plataforma no mesmo nível e sem o save fica o calombo do encosto. No Fiesta eu jogava o assento contra os bancos dianteiros e deitando o encosto ficava tudo no mesmo nível. Outra vantagem do Fiesta era o encosto bipartido, coisa que o Up brasileiro não possui.

  • O que desvaloriza é carro mal cuidado, não a cor. Gosto de carro com cor diferenciada (acho que traz personalidade) e quando precisei vendê-los, não tive nenhum problema, pois sempre foram bem cuidados, manutenção em dia, sempre encerados, etc. Azar de quem compra carro acreditando que será de fácil revenda. Existem carros que ficam bem em cores exóticas, como Punto T-Jet e Palio Sporting amarelos, o Stilo vermelho, Classe A e Fiesta azuis e até o Celta verde musgo (por que não?). Fiquei por muito tempo procurando um Vectra GT (GT-X) azul ou laranjado no mercado de semi-novos e não achei nada.

    • O problema me parece que está nos vendedores, que incentivam esta prática de que cores “diferentes” desvalorizam os carros. Citei acima, quando fui conhecer o Onix, achei interessante o laranja metálico, mas o vendedor me “desaconselhou” a comprá-lo, pois “desvalorizaria” muito, falando que seria melhor optar pelo preto ou prata.

      • Na realidade foram 5 unidades de Laranja para apenas veicular no comercial. Do azul foram apenas 50 unidades que eram comercializadas. Claro que os modelos laranja de comercial foram comercializados, mas são raros e até onde eu sei 3 deles já deram PT.

        Sempre essas duas cores eram na variante GTX.

        A Chevrolet não produzia com essa cor, foi terceirizado o serviço. Portanto o concessionario em epoca cobrava R$10000 se vc quisesse.

    • Um dia desses vi um Classic novinho nessa cor verde musgo (o dono me disse que o nome é verde Hera) e ficou parecendo outro carro, ficou até bonitinho.

    • Fer,
      Vc praticamente não achará o Vectra laranja pois foi feito para a propaganda. A Chevrolet produziu oficialmente apenas 5 unidades sendo que 3 delas deram PT. (todas são GTX)

      Alias outra raridade para esta cor: Apenas 2 deles eram automaticos. E eu não sei quais os que deram PT qual configuração eram…rs

      Sobre o azul, foram feitos apenas 50 unidades. É uma cor que geralmente quem tem pede po volta de R$5000 se comparado aos modelos de mesma versão / ano. Geralmente esse azul também é de configuração GTX.

  • Depois de 2 carros pretos em sequencia, no meu carro atual não tive dúvidas: Prata na cabeça. Eu gosto da cor, dá um aspecto de limpo pro carro, disfarça muito bem os arranhões. Preto é muito bonito, quando limpo, mas essa limpeza dura muito pouco, sem contar a questão dos danos.
    A diferença de desvalorização (0,06%) é insignificante. Num carro de 100 mil reais, perco 60 por ter escolhido a cor prata, quando comparado com o preto.

  • Que lixo de pesquisa, prata pode até ser sem graça, mas é a cor comercial, ou seja, é a única que é aceita por todos os gostos e estilos dentro de uma negociação de troca ou permuta.

    Pega um Hatch Vermelho e sai oferecendo em um feirão, os compradores discretos nem passam perto!

  • Mais do que o exterior, considero mais importante a cor do interior dos carros brasileiros. Já perceberam que vivemos sob a ditadura do preto? Bancos são pretos, forramentos são pretos, painel é preto, acessórios são pretos, botões são pretos, tapetes são pretos, enfim, tudo se nivela num preto sem graça.

    Diferente de carros americanos e europeus, onde existe a agradável democracia de interiores claros, que vão desde o cinza até o bege, passando por outras tonalidades belíssimas que podem ser facilmente adquiridas, conforme o modelo.

    E isso porque vivemos num país tropical, onde o sol inclemente bate no carro e transforma tudo que é preto em acumulador e difusor de calor. Tudo que é preto é quente!

    Ou é burrice muita ou é falta de gosto na vida.

    • Brasileiro é muito acomodado. Gosta de carro prata porque não aparece sujeira nem arranhão e gosta de interior preto porque não suja. Meu carro anterior tinha o interior caramelo. Em dois anos ficou cheio de manchas. Principalmente o banco do motorista, pois uso bastante calça jeans e o banco ficou escurecido. Troquei semana passada por um com interior branco. Ontem um manobrista pegou no forro da porta com o dedo sujo de caneta e ficou o dedão azul. Ainda bem que o carro veio com um kit removedor de manchas para couro. Vou testar. Portando, interior claro é realmente para que gosta muito, pois a trabalheira é grande. Imagina para quem tem crianças e animais domésticos.

          • Daí já que é um Evoque…. já penso que vc pode escolher o interior. E é isso que falta em nossos carros: A opção do interior.

            Para mim, não há problema em quem prefira o interior escuro, desde que eu tenha como opção o o interior claro. E é isso que me chateia em nosso mercado. Eu sou obrigado a ter uma cor escura a depender de que porte eu vou escolher o carro. Um modelo que particularmente não entendo porque não pode ter outra opção é do 408 que na China é de interior claro.

    • Eu tenho um Captiva preto com interior bege, e tive um Astra preto. O Astra com interior preto era insuportável após ficar uns 30min no sol do meio dia. O Captiva com o bege fica bem menos “sauna”, adoro interior o claro. Pena que a GM desistiu do interior claro ja em 2011.

    • mas ai acontece o que houve no Etios por exemplo, veio com um cinza mais claro e todo mundo “chineliou” dizendo que era coisa de indiano. A Toyota mudou pro Preto e disseram que melhorou.

      • Quem disse? Eu mesmo prefiro o interior claro. Só acho que o que falta no Etios é um painel mais agradavel que seja ele preto ou bege continua feio.

  • eu gosto de carro de cor vermelha, e é bem dificil de achar,

    o que acho que desvaloriza mais é a quantidade de carros no mercado de determinada cor, existe um certo parametro e margem para pechinchar, pq sempre tem um outro carro identico e mais em conta, já cores dificeis não existem, se procura aquela cor, ou paga o preço ou vai de outra

  • A melhor cor que eu acho, é o Bege/ Dourado … não suja muito, o carro sai dos 50 tons de cinza… Ja enjoei de ver carros apenas nestas tonalidades!

  • Mas a maior parte de culpa são das revendas e das CSS…chega com um carro de outra cor a não ser branco, prata ou preto….eles mesmo que desvalorizam o vermelho, o amarelo e o azul….você vai ouvir muito ” prata e preto é melhor pra vender”…ja vi v casos de ter o mesmo carro mas um era prata e o outro vermelho, e o vermelho ser desvalorizado em R$ 1.000,00 por ser vermelho….antigamente (dèdade de 70) os carros eram mais coloridos….

  • A pesquisa não reflete o mercado apesar de ter sido feita com base nele. Nunca um sedan vermelho será bem quisto ( a menos q seja uma versão esportiva).
    O fato dos carros pratas desvalorizarem mais de acordo com a pesquisa é pq tem maior quantidade de modelos a venda e isso reflete na qualidade dos veículos, pois é maior a chance de ter um carro mt rodado, mal cuidado e/ou batido. Já como tem poucos vermelhos e azuis, é mais difícil de ter uma quantidade de carros ruins. Além disso, o cara q pega um carro ” de cor” tende a cuidar mais.

  • No nosso mercado brasileiro pode até ser, mas no exterior, com belas máquinas esportivas ?

    Ferrari Amarela(cor oficial) ou Vermelha

    Lamborghinni amarela ou preta e até verde !

    Um belo Mustang Shelby Cobra Prata/Preto…

    Nosso mercado esta acostumado a Prata/Preto pois é o que temos aqui nos Populares.

    Carros com cores chamativas, quentes, só em esportivos.

  • Caramba, prata é a cor mais desvalorizada?! Pelo menos em São Paulo isso não é uma verdade, já que boa parte da frota é preto, branco ou prata… Não que eu concorde com isso, mas é o que vejo.

    Meu carro é prata, mas queria um azul (que não havia à pronta entrega, só preto, chumbo e prata. Acabei optando pelo prata justamente por não gostar de carros na cor escura).

  • Que engraçado, pelo que entendi as cores mais comuns são as que mais desvalorizam?
    Um ponto importante é lembrar que as cores tem vários tons. Por exemplo, “verde” pode tanto ser aquele verde abacate (que o Palio tinha, se não me engano) como um verde escuro do Fusion, bem discreto.
    Enfim, se olhar a diferença, é de menos de 2 pontos percentuais, do 10% a 8%, ou seja, deixar de comprar um carro da cor que gosta por medo de desvalorização é bobagem, exceto para tons muitos peculiares.

      • E a VW tinha vários “cinzas” que eram tbm um marrom e um verde. É engraçado, se vendesse como “verde” encalharia, mas como o nome é cinza seiláoque aí todo mundo compra e acha lindo. Realmente as pessoas são estranhas.

        • Eu já não acho. Porque se vc perguntar para a pessoa ela vai dizer que é “verde” e não o tal cinza. Isso acontece principalmente no Civic atual em que o azul é um tipo de cinza…rs

    • Não sei, mas pra mim faz sentido as cores mais comuns desvalorizarem mais, uma vez que existe uma oferta maior. Exemplo: prata e preto (se o cara está procurando um carro prata, chorar e o dono não reduzir o preço, ele vai procurar em outro lugar, pois se acha carro nestas cores até onde judas perdeu as botas.

      • Para mim então não faz sentido. Se são as cores mais procuradas, logo mais faceis de vender e por fim de menor valorização.

        Para mim, qdo se falar em cor dificil de vender quer dizer: mais tempo para vender e com maior desvalorização.

        Mas na pratica? Os vendedores (concessionarios ou multimarcas) vendem como se fosse uma cor exclusiva e com valor agregado maior. Só falam isso para comprar de vc o seu usado.

  • A industria esta tentando impor a cor AZUL no mercado automobilistico, podem prestar atenção, os carros de lançamento estão vindo na cor azul, os veiculos de TEST-DRIVE, são na cor azul…podem reparar… o novo FOX, o novo Sandero, o novo Fit da Honda, a nova Ford Ranger…e na pesquisa o AZUL desvaloriza menos que o prata????? CONTA OUTRA!!!!!

      • Tanto esse novo azul que apareceu quanto ao Marrom perolizado eu acho muito bonito, compraria qualquer carro com essas cores sem nenhum problema

        Eu tenho pena de quem compra carro pensando se o próximo dono vai gostar da cor que ele comprou.
        Eu compro carro sempre para mim e unicamente para mim e quem vai comprar o meu usado que se lasque se gosta ou não da cor.
        Nao gostou procura outro, nunca negociei abaixar preço dos meus carros na hora da venda por causa da cor e nunca perdi dinheiro com isso.

        • Eu tbm penso assim. Alias, não entendo porque deixaram de vender o HB20 marrom (na versão “civil”). É uma cor linda que caiu mto bem para ele e eu vi muito (e ainda vejo) no tempo de lançamento. Hoje se vê menos mas eu ainda vejo quase todo dia pelo menos 1 dessa cor.

    • Só não comprei azul a vida inteira por falta de opção, mas quando tem azul, vai ele. Agora, tenho o New Fiesta azul, foi a cor mais bonita que tive até hoje de meus carros (claro, em minha opinião, rsrsrs).

  • Meu pai vendeu um nf 1.5 azul (igual o da foto acima, lindo de doer), só pra pegar um branco 1.6 (não por causa do tivct com certeza!) sem graça.
    Tudo por conta da moda…

  • Sinceramente, está pesquisa está totalmente por fora.
    Carro cor prata é o mais fácil de revender, porque não sofre impacto por modismos, como hoje temos com a cor branca, que sempre foi desvalorizada mas hoje está em alta.

  • Eu particularmente gosto de cor discreta eu todos os carros. Apesar de não ter carro ainda, mas cor dos meus carros durante a vida é : PRATA, AZUL ESCURO, CINZA SCANDIUM e PRETO. E uma coisa que eu coloquei é o seguinte, carro pra andar na cidade ou estrada é cor prata, azul e cinza scandium , agora caso eu tenha algum sitio ou terreno eu compro uma picape ou suv prata, eu e caso tenha dinheiro para importados é preto ou azul. Uma coisa é certa detesto carro arranhado, mau cuidado e sujo.

  • Ou seja.. se vc pensar somente em comprar para vender posteriormente, vc não escolhe nenhuma cor, pq todas desvalorizam. Sou da linha que eu compro a cor que me agrada, não me importando com a desvalorização, pois quando for vender vão colocar o valor lá em baixo, e pelo menos eu usufrui de uma coisa que me agradou.

  • Estava procurando um carro azul pra comprar, só tinha preto e prata.
    Os vendedores vinham com a estória que é melhor pra revender, que carro colorido é mico.
    Depois eu perguntava quando que pagavam no meu preto, daí vinham as desculpas que estava riscado. que a sujeira aparece fácil.
    Eu esculachei um vendedor, falou um monte de benefícios da cor preta e depois meteu o pau no meu carro preto, falei pra ele então quando vc vende é a melhor coisa do mundo, quando vc compra é a pior, ia fechar negócio num carro 0 Km, mandei ele plantar coquinhos.
    Fui na VW não tinha up! azul, só existe pra uma versão e tome 3 meses de espera pra fabricar.
    A Ford não não lançou azul por Ka, só tem preto, 2 tipos de prata, branco, laranja e um vermelho horrível. Justamente o Ka que na 1ª geração tinha todas as cores possíveis.
    Fui na Nissan e achei o new March num azul lindo, conforme bate a luz ele fica meio verde e no escuro, fica cinza, ou seja 3 cores em uma.
    Peguei ele na sexta e no sábado fui pra praia, está chamando muita atenção, na Imigrantes teve vários que me deixaram passar só pra ver que carro era. Nunca pensei que um simples Nissan fosse chamar tanta atenção.
    Mas pra conseguir esse azul tem que pesquisar, porque é chegar e vão oferecer preto e prata em todas as versões.

  • Ou seja… todas desvalorizam!! deveriam fazer uma lista com as que menos desvalorizam, ajudaria mais os consumidores.
    Ai nessas listas estão todas as cores!!

  • OXe….

    Como um carro prata perde mais valor que um vermelho?

    Este estudo com certeza não leva com certeza o estado de conservação do carro.

    Um carro prata com 2 anos de uso esta ainda praticamente novo, já um preto…

  • Adorei saber que prata/preto/cinza são as cores que mais desvalorizam. Curiosamente são as cores mais sem graça e mais curiosamente ainda são as mais vendidas. Adorei essa notícia!

  • Pesquisa altamente questionável.

    Prata como uma das cores que mais desvaloriza? Não faz sentido pensar que um Corolla vermelho desvaloriza menos que um Corolla Prata.

    Devem ter usado uma metodologia muito estranha. Deve ser “Padrão Ibope” de precisão.

  • Estou à procura de uma XC60 Azul Barents ou Marrom. Não tem sido fácil achar… Em compensação… preto e prata… é o que mais tem, mas quero sair da mesmisse, ter um carro com mais jovialidade só de olhar pra ele. Definitivamente, prata e preto não!

  • eu não uso o caps lock para destacar ,mas porque é letra de forma a mais tradicional,e e acho melhor escrever assim ter mais facilidade de corrigir,pontuar e botar virgulas,letras pequenas podem ser escritas mais rapidamente,mas fica com erros berrantes e cavalares de português ou até mesmo ninguém nota o texto,não tenho nada contra o caps lock alias muitas vezes eu uso em outras atividades de digitção

    • se uma pessoa bebe e gosta de se sentir mal,você não irá falar para ela pra para parar de beber,nem se ela fumar maconha porque só faz mal para ela então não venha reclamar a mim por usar caps lock pelo seu preconceito por quem usa letras grandes na internet pois,não é uma técnica que faz mal a saúde da pessoa,mas apenas quem se incomoda é você,e respeitar a diferença dos outro e não cometer preconceito e modismos,respeite as diferenças,por obséquio

  • desligar o que? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkhuehuehuehuehuehuehuehuehueheuehueheuehueheuheuehueheuehuehuehue

  • prata é uma cor mais comum para todo, carro tal qual os carros prata são carros tão neutros e são muitas vantagens para a qual função contra arranhões e outros males como o rachamento e maior durabilidade do veiculo,independendo do estado do motor do veiculo e sua quilometragem,uma cor que não desvaloriza por simples ato de ser caro desde fábrica e de ser um tipo das pinturas metalizadas e modelos mais vendidos com está cor ex: corolla e civic,e demonstram uma sofisticação,estilo e beleza de carros,um status para o dono do automóvel e maior liquidez na hora da revenda pela cor se ruma cor muito bem conservada, dificilmente irá se desgastar, tem mais valor por que se observar em revenda de automóveis usados,percebesse que outros carros coloridos mostram mais imperfeições na pintura e uns outros modelos mais usados como o caso que tem cores berrantes ou mal cuidadas ,as tintas secas caindo da lataria de modo lamentável,e de como este carro não deveria nem sequer estar la para ser vendido mais uma vez ,e deveria estar em um ferros velhos porque um péssimos estados de conservação quer dizer ,um preço muito baixo independente da cor,quer dizer o prata mesmo quebrado é vendido por causa d e seu status,mas a questão é o tal qual que deixa com que está cor consiga tanto status,é por causa das próprias montadoras que definem isso,e fazem a sua propaganda com mais carros destas cores, estes pigmentos e fazendo a cabeça do consumidor e tentando leva-lo a acreditar que carros pratas são carros bons,ou preto, prata,cinza,vermelho,branco,há uma manipulação de preços para que o prata seja mais caro e assim com maior valor de revenda,é visto em vários locais,estes exemplos, assim como as pessoas vão como maria-vai-com-as-outras e prefiram comprar um carro pra revender já que não se apegam e assim o mercado se movimenta,como se o carro não fosse essencial você manter,e ainda você gaste mais para ter um mais novo,por puramente ostentação e exibicionismo.

    • o que acontece é isso,você escolhe a cor de seu próprio automóvel? não tudo há uma moda uma tendência para que os carros prata sejam “a cereja do bolo” por mais sem graça que ache,é como aquelas modas escrotas e bizarras de roupas femininas com decotes e transparências,pode ser algo muito vulgar,mas é um mal necessário,pra quem não quer,mesmo que sejam muitos homens e muitas mulheres detestem há isto e não pode apenas,reclamar,mas ver o lado positivo para entender a obra sem preconceitos,para tudo tem uma razão que deve ser estudada,e mais uma coisa,a cereja não é cereja,é chuchu.

  • prata é uma cor mais comum para todo, carro tal qual os carros prata são carros tão neutros e são muitas vantagens para a qual função contra arranhões e outros males como o rachamento e maior durabilidade do veiculo,independendo do estado do motor do veiculo e sua quilometragem,uma cor que não desvaloriza por simples ato de ser caro desde fábrica e de ser um tipo das pinturas metalizadas e modelos mais vendidos com está cor ex: corolla e civic,e demonstram uma sofisticação,estilo e beleza de carros,um status para o dono do automóvel e maior liquidez na hora da revenda pela cor se ruma cor muito bem conservada, dificilmente irá se desgastar, tem mais valor por que se observar em revenda de automóveis usados,percebesse que outros carros coloridos mostram mais imperfeições na pintura e uns outros modelos mais usados como o caso que tem cores berrantes ou mal cuidadas ,as tintas secas caindo da lataria de modo lamentável,e de como este carro não deveria nem sequer estar la para ser vendido mais uma vez ,e deveria estar em um ferros velhos porque um péssimos estados de conservação quer dizer ,um preço muito baixo independente da cor,quer dizer o prata mesmo quebrado é vendido por causa d e seu status,mas a questão é o tal qual que deixa com que está cor consiga tanto status,é por causa das próprias montadoras que definem isso,e fazem a sua propaganda com mais carros destas cores, estes pigmentos e fazendo a cabeça do consumidor e tentando leva-lo a acreditar que carros pratas são carros bons,ou preto, prata,cinza,vermelho,branco,há uma manipulação de preços para que o prata seja mais caro e assim com maior valor de revenda,é visto em vários locais,estes exemplos, assim como as pessoas vão como maria-vai-com-as-outras e prefiram comprar um carro pra revender já que não se apegam e assim o mercado se movimenta,como se o carro não fosse essencial você manter,e ainda você gaste mais para ter um mais novo,por puramente ostentação e exibicionismo.

    • hoje em dia não existe mais isso,vai que é por isso também que as vendas estão caindo,prata preto,vermelho ou cinza, não tem carro com essas cores mais atraentes,que sim atrai pelo olhar, qualquer um sonharia em ter.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email