Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Apesar da crise, os brasileiros ainda estão comprando carros, seja por necessidade ou por mero “luxo”. Prova disso é o mercado 0 km, sobretudo no segmento de modelos populares, o que inclui hatches e sedãs que costumam se posicionar na porta de entrada dos fabricantes.

Para se ter uma ideia, em 2019 o Chevrolet Onix liderou com 241.214 exemplares comercializados. Esse volume é mais que o dobro do segundo colocado, o Ford Ka, que no período conseguiu registrar 104.331 vendas.

Em 2020 a situação mudou drasticamente por causa da pandemia, com uma acentuada queda nas vendas do primeiro semestre. Ao final desse período e no primeiro mês do segundo semestre, porém, o setor começou a se recuperar.

Ao final do ano, o Onix manteve a ponta (135.351 unidades), com o HB20 em segundo (86.548) e o Gol em terceiro (71.151).

Em 2021, outra grande mudança no setor com a crise dos chips semicondutores (confira aqui Chips: Crise chega ao luxo e ricos têm de comprar carros usados), que derrubou as vendas do ex-líder Onix e trouxe outro modelo à liderança entre os populares. Pelo menos até que o Onix voltou à sua produção normal.

Confira abaixo os 10 carros populares que mais vendem no mercado brasileiro (com dados de janeiro a outubro de 2021):

1) Fiat Argo – 73,7 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

O Argo já aparecia como a salvação para as vendas da Fiat, mas se consolidou de vez no mercado nacional e agora briga pela liderança geral com o HB20. O modelo conta hoje com 25,67% de participação entre os hatches pequenos, com 73.795 unidades vendidas em 2021.

O modelo é vendido com motores 1.0, 1.3 e 1.8, em várias versões que variam entre R$ 68.490 e R$ 94.890, sem contar os opcionais.

2) Hyundai HB20 – 72,9 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

A briga com o Chevrolet Onix continua intensa, e deve voltar com tudo no futuro próximo. Mas enquanto a produção do modelo rival estiver sendo afetada pela falta dos chips, o HB20 aproveita para curtir a segunda posição no mercado brasileiro.

No acumulado até outubro de 2021, o vice-líder já acumula 72.989 unidades, o que representa 25,39% do segmento de hatchs pequenos. Ou seja, mesmo não gostando tanto de seu visual, os brasileiros reconhecem que se trata de um modelo interessante.

A gama do HB20 também foi completamente renovada com a chegada da nova geração, apresentando várias novidades na lista de equipamentos e também na motorização, assim como o rival Onix.

Agora, a gama conta com os motores 1.0 de três cilindros com 80 cv e o novo 1.0 turbo com injeção direta e 120 cv (o 1.6 de 130 cv saiu de linha, ficando apenas no HB20X). A atual linha tem preços entre R$ 65.690 e R$ 97.290.

3) Fiat Mobi – 62,4 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

O Fiat Mobi é o outro modelo da marca italiana que aparece bem entre os mais vendidos. O hatch popular é o terceiro mais vendido deste ranking e emplacou 62.465 unidades em nosso mercado de janeiro a outubro desse ano.

A participação do carrinho foi de 35,02% entre os hatches de entrada, liderando seu segmento.

A Fiat oferece o Mobi nas versões Easy, Like e Trekking, sempre com motor 1.0 Fire e transmissão manual. O preço inicial é de R$ 48.890, atingindo a cifra de R$ 60.890 na versão topo de linha.

4) Chevrolet Onix – 52,7 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Como citado anteriormente, o Chevrolet Onix deixou de ser o “rei das vendas” em nosso país, mas ele ainda aparece na excelente quarta posição.

O hatch compacto da fabricante norte-americana registrou 52.771 unidades emplacadas de janeiro a outubro de 2021, assegurando participação de 18,36% no segmento de hatches pequenos, segundo os dados informados pela Fenabrave.

Atualmente, o Onix conta com vários modelos, graças à nova geração lançada recentemente. Ainda veremos o modelo anterior, especialmente na versão de entrada Joy, em algumas concessionárias. Mas o renovado Onix, incluindo a versão sedã Onix Plus, é cada vez mais comum nas ruas brasileiras.

Uma de suas principais novidades foi a adoção do motor 1.0 turbo (que equipa as versões mais caras do hatch e quase todas as configurações do sedã), o que deve ajudar o Onix a se manter no topo das vendas. Seus preços partem de R$ 70.330 e chegam a R$ 98.750.

5) Volkswagen Gol – 51 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Embora esteja bastante defasado em relação aos concorrentes (a geração atual data de 2008), o Volkswagen Gol também vende bem. O hatch é o quinto mais vendido, com 51.035 exemplares emplacados nos primeiros dez meses de 2021.

Com esse volume, ele assegura a segunda posição entre os veículos de entrada, com uma participação de 28,61% e perdendo apenas para o Fiat Mobi.

A Volkswagen oferece a atual linha do Gol nas versões 1.0 e 1.6, esta última com a opção de câmbio automático. Os preços variam entre R$ 68.750 e R$ 84.550.

6) Renault Kwid – 42,4 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

Ex-líder no segmento de veículos de entrada, o Renault Kwid aparece com 42.431 unidades vendidas em 2021, o que lhe rendeu uma participação de 23,79% em seu segmento. O Kwid é oferecido pela marca com preços que começam em R$ 48.790, sempre com motor 1.0.

A versão mais cara e equipada do catálogo com quatro configurações continua sendo a Outsider, que custa R$ 62.290.

7) Chevrolet Onix Plus – 38 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

O segmento é outro, mas o Onix Plus não pode ser desconsiderado em nossa lista se a versão hatch aparece por aqui. Também muito afetado pela crise dos semicondutores, o sedã fechou os primeiros dez meses de 2021 com 38.081 unidades vendidas.

Isso lhe rendeu uma impressionante participação de 46,21% no segmento em que atua, o de sedans compactos (segundo a Fenabrave). Vale destacar que, para a entidade, ele não compete diretamente com HB20S, Cronos e Voyage.

As versões do Onix Plus começam em R$ 76.630 e chegam a R$ 103.520, usando as mesmas opções de motor e câmbio de seu irmão hatch.

8) Hyundai HB20S – 20,6 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

O grande rival do Onix Plus é o HB20S, mas segundo a Fenabrave ele atua no segmento de sedãs pequenos. Ou seja, os dois modelos lideram suas categorias, sendo que o representante da Hyundai aparece com 20.681 unidades emplacadas em 2021.

Isso lhe rendeu uma participação de 23,14%, numa briga muito acirrada com Voyage e Cronos, que aparecem logo em seguida. Atualmente, o HB20S é vendido com a mesma motorização do irmão hatch, com preços entre R$ 73.190 e R$ 100.590.

9) Volkswagen Voyage – 20,6 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

A nossa lista termina com mais dois sedãs, o primeiro sendo o Voyage. Com preços cada vez mais altos e um visual um pouco cansado, o sedã alemão continua tendo uma boa procura.

Falando sobre seu desempenho em 2021, o Voyage acumulou 20.648 unidades, perdendo para o HB20S por apenas 33 unidades e tendo 23,10% de participação.

Atualmente ele tem versões 1.0 e 1.6 (esta última com a opção do câmbio automático), com preços variando entre R$ 79.590 e R$ 92.590.

10) Fiat Cronos – 19,8 mil unidades

Top 10: carros populares mais vendidos no Brasil

A décima e última posição dessa lista é do Fiat Cronos, que tem apresentado diversas altas em suas vendas nos últimos meses. Levando em conta o acumulado de janeiro a outubro de 2021, ele já vendeu 19.807 unidades.

Isso lhe deu uma participação de 22,16%, um valor muito próximo dos líderes de seu segmento HB20S e Voyage. A linha atual do italiano tem os motores 1.3 e 1.8, com preços variando entre R$ 77.990 e R$ 103.990.

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.