*Destaque *Featured Avaliações Chevrolet SUVs

Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-32 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Numa dança de cadeiras impressionante, a GM tirou de circulação a antiga Chevrolet Captiva, que só nos EUA estava presente há uma década, substituindo-a por um SUV cujo nome é associado ao irmão maior, o Equinox.



Este Chevrolet Equinox 2018 – em sua terceira geração – foi reduzido em tamanho para ocupar a vaga da Captiva e de quebra recebeu a plataforma D2XX do Novo Cruze. Ele ficou tão menor, que até a Captiva vendida na Ásia é ainda um pouco maior. Que dirá a antiga geração deste SUV, com seus 4,77 m e, a anterior a ela, que media 4,79 m.

Agora com 4,65 m, o Chevrolet Equinox 2018 chega para ser o intermediário na gama de utilitários esportivos da GM no Brasil. A proposta é boa, oferecendo performance e eficiência, com um pacote bem recheado na inédita versão Premier e por um preço competitivo no atual cenário careiro do nosso mercado: R$ 149.900. Global, já que será vendido em 114 países, o SUV é focado na família, mas isso não significa que ele é um carro apenas comportado.

Sob o capô, um dos trunfos do Chevrolet Equinox 2018 é o motor Ecotec Turbo SIDI 2.0 com nada menos que 262 cv e 37 kgfm. A GM divulga o torque máximo em 4.500 rpm, mas não se engane, ele começa bem cedo e dá ao familiar uma performance de esportivo, até com direito a ronco grave nas duas saídas de escape. Não poderia ser diferente, já que é o mesmo motor do Camaro 2.0 nos EUA.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-29 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Por fora….

Com porte mais familiar, tendo grandes vigias laterais traseiras separadas por colunas C bem estilizadas, oriundas da geração anterior do SUV, o Chevrolet Equinox 2018 tem um visual sofisticado e uma aparência que está intimamente ligada ao Cruze.

O conjunto ótico full LED autoajustável com LEDs diurnos e desenho agressivo, mescla bem com a grade cromada hexagonal e elementos superiores, bem como com o para-choque dotado de faróis de neblina e repetidores de direção. Grandes vincos nascem na ponta do capô e reforçam as colunas A do Chevrolet Equinox 2018.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-8 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Os frisos cromados em formato de seta nas portas traseiras também ajudam a compor a identidade desse utilitário esportivo, assim como as barras metálicas no teto, que ainda tem um vidro panorâmico com grande vão de abertura, deixando o ar livre entrar. A antena barbatana se apresenta bem no conjunto. Mas, de volta às portas, chama atenção as maçanetas parcialmente cromadas, que valorizam a cor do carro.

As rodas de liga leve aro 19 polegadas dão um ar mais esportivo ao modelo com seus cinco raios duplos e acabamento diamantado. Na traseira, o Chevrolet Equinox 2018 apresenta lanternas em LED grandes e vistosas visualmente, enquanto as colunas D se fundem com as vigias em molduras pretas. O para-choque com escape duplo cromado dá a dica do que tem sob o capô.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-40 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Por dentro….

Em seu ambiente, o Chevrolet Equinox 2018 esbanja espaço, conforto e muitos detalhes sofisticados e até certo ponto luxuosos. O SUV é apresentado com acabamento em dois tons, com preto e o cinza contrastante, que são completados por forração em couro, materiais soft touch e apliques cromados.

O visual é inspirado no Cruze e por isso a semelhança é enorme. Não por acaso, ambos compartilham muitos componentes, mas não são exatamente iguais. No Chevrolet Equinox 2018, a instrumentação ampla e bem completa, sem firulas e exibições desnecessárias, não está lá para impressionar, mas para cumprir sua função. E o faz bem.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-45 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Já a multimídia MyLink é uma das mais intuitivas do mercado e ainda se destaca pelos sistemas Android Auto e Car Play, reforçados pelo OnStar (Exclusive) e navegador GPS nativo. Ou seja, nem é preciso usar Maps ou Waze, mas sabemos bem que a dupla do Google é muito mais eficiente. Sem CD, DVD ou qualquer disco, ele foca na conectividade e nas conexões mais atuais. Por causa disso, virou sucesso em modelos mais baratos da GM. Há um apoio para carregamento indutivo de smartphone e duas entradas USB bem úteis.

O ar-condicionado dual zone cumpre com excelência sua função, que é reforçada por difusores de ar traseiros. O volante em couro tem uma boa pegada e é bem completo, tendo inclusive os comandos de alertas de colisão e invasão de faixa. Volume e mídia ficam atrás, onde paddle shifts seriam bem-vindos. Uma pena realmente, dada a performance do carro.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-49 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Já que é para lamentar, vamos para a alavanca de câmbio. Ela tem altura, acabamento e posição certa. No entanto, no topo, há um botão para mudanças manuais. Se os automáticos da GM já insistem naquele botãozinho lateral, esse do Chevrolet Equinox 2018 não ajudou nada. Esqueça do modo manual, pois é muito pouco ergonômico.

Ainda fica um pouco pior se o braço estiver sobre o alto apoio de braço central, o que naturalmente pode acontecer. Há bom espaço ali, mas ele poderia ser mais baixo. Mediano também é o porta-luvas no uso. Fora isso, o Chevrolet Equinox 2018 apresenta assentos confortáveis, bons porta-copos, prático ajuste de abertura e acionamento da tampa do porta-malas na porta do condutor, assim como duas memórias dos ajustes elétricos do banco do motorista.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-68 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

No teto, OnStar, luzes de leitura em LED (assim como na traseira) e para-sóis com espelhos iluminados por dimmers. Os comandos do teto solar elétrico e da persiana são bons de manuseio. O ambiente fica bem iluminado com a luz externa, dando ainda mais prazer em estar a bordo do Equinox. Isso somado ao sistema de som Bose com 5 alto-falantes e 2 tweeters.

Quem vai atrás tem ainda – além do ar-condicionado – outra entrada USB para carregamento, bem como encosto com ajuste e um estranho apoio de cabeça central, que se projeta para frente… Destoa não só visualmente, mas é pouco prático quando o banco é rebatido. Este, por sinal, pode ser dobrado por comandos laterais no bagageiro, que tem 468 litros até as janelas e 670 até o teto.

A tampa pode ser aberta pela chave, por dentro, na própria maçaneta ou no pé, a mais difícil, pois como todos os carros avaliados com essa tecnologia, nunca funciona no primeiro ou segundo movimentos. O bom é o ajuste de limitação de altura da abertura do porta-malas, o que evita danos na porta de acesso. Em resumo, é um ambiente muito agradável para uma família, seja no dia a dia ou em férias.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-35 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

 

Por ruas e estradas….

Não parece, mas pode ser. O “pode ser” é uma referência ao que o Chevrolet Equinox 2018 proporciona quando é exigido, mas aí fica a sensação de que ele faria muito melhor se alguns detalhes – já mencionados – estivessem de acordo com uma proposta mais esportiva. Não, o Equinox não é um esportivo, mas não teria problemas em aceitar a tarefa.

A GM poderia ter adicionado o motor 1.5 Turbo de 174 cv, usado na versão intermediária nos EUA e, ainda assim, o SUV teria uma performance adequada para a família. No entanto, aqui o negócio é mais em forte e o 2.0 Turbo de 262 cv e 37 kgfm surgiu junto com o pacote Premier, o mais completo.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-91 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

O conjunto motriz ofertado é potente o suficiente para surpreender muito pai ou mãe de família. Basta ligar o motor, não de dentro do carro, diga-se de passagem, mas lá de fora, para que o Chevrolet Equinox 2018 mostre que tem algo diferente. O ronco das duas bocas de escape não parece de um SUV familiar, mas de um esportivo de verdade.

Nos EUA, esse propulsor faz parte da gama do Chevrolet Camaro e, naturalmente, o escape está dimensionado para algo, digamos assim, menos familiar. Para a garotada que espera no colégio, o amiguinho felizardo vai virar celebridade ao entrar no novo SUV, que mesmo à distância, mantém tudo fechado. Mas, é preciso deixar o ar-condicionado ligado anteriormente, para que este funcione nesse modo.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-80 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Ao volante, o ronco grave já não é tão perceptível e há certa decepção nisso. Mas, lembramos novamente, não é um esportivo. De funcionamento suave, o propulsor entrega disposição até em hora extra. Ele quer trabalhar, mas não exige isso ao conduzir. Agradável e dócil nas saídas, ele cumpre com folga qualquer ordem dada ao acelerador, arrancando na frente da maioria dos carros ou simplesmente deslizando suavemente no meio urbano.

O câmbio automático de nove marchas da GM está bem-casado com o 2.0 Ecotec Turbo SIDI, proporcionando trocas rápidas, suaves e precisas. O giro se eleva rápido, mas na casa dos 2.000 rpm, outra marcha entra e assim vai indo. Em cruzeiro, ele aponta para a mesma marca aos 110 km/h. Nas retomadas, cheio ou vazio, o Equinox fará tempos muito bons para seu porte e peso. Ou seja, ultrapassagens sem esforço ou preocupação são comuns no dia a dia com este SUV.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-75 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

A posição L é para as trocas manuais, tendo pouca interferência eletrônica e bloqueando bem o automático, mas com aquele botão na alavanca… O indicador de marchas no painel é pouco confiável, indicando uma marcha que não é a engatada. Tudo isso é feito ainda com um nível de ruído muito bom, até demais, pois não se percebe nem o silvo da turbina.

De novo, não nos esqueçamos o que ele é e o que propõe. Na estrada, conseguimos um bom consumo de 13,2 km/litro, enquanto na cidade atingimos 9,5 km/litro, sempre com gasolina, seu único combustível. Somados a isso, temos ainda o modo Eco e o Start&Stop, que entra em ação regularmente. A tração apenas dianteira ajuda bastante na frugalidade, assim como a aerodinâmica bem resolvida e dotada de grade ativa junto ao radiador, como na Spin.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-37 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

O bom conjunto é um dos que proporcionam o melhor de dois mundos. A suspensão, por sua vez, tem uma boa mescla de conforto e estabilidade, filtrando bem as irregularidades do pavimento. Mas e a tal esportividade? O “DNA Camaro” está presente junto com o “DNA Cruze” neste crossover e a performance muda ao acionar um comando. Nada de S, Sport, Dynamic ou algo assim. No Chevrolet Equinox 2018, basta fazer o que qualquer um faria, encher o pé no acelerador.

Sem qualquer modo de desempenho, o SUV rapidamente muda de estação e passa da valsa para o punk rock em milésimos de segundo, arrancando com vigor e fazendo as rodas dianteiras patinarem como se não houvesse controle de tração. Por isso, é bom ir lá na frente da alavanca do câmbio e acionar o AWD. A tração nas quatro rodas funciona bem em pisos de baixa aderência, mas também ajuda na performance esportiva.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Cheio, o motor 2.0 Ecotec Turbo parece saber o que você quer e se mantém em modo de combate até quando o “piloto” desejar. As trocas são longas e o giro sobe rapidamente até as alturas, chegando a 6.000 rpm em muito pouco tempo. Nesse ponto, parece que há mais motor do que carro.

A direção elétrica responde prontamente e, com ajuda do AWD, pode-se fazer curvas bem dentro, embora a traseira vá mesmo dar uma escapadinha, mas nada que o condutor possa ser pego de surpresa.

O conjunto de suspensão com multilink na traseira, mantém o Chevrolet Equinox 2018 bem no chão e isso é muito bom em mudanças rápidas de trajetória também. Em grande parte, iacontece com ajuda de controles de segurança diversos. Existe até controle de estabilidade com reboque.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-81 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Os freios, sem dúvida, foram dimensionados para essa resposta, pois atuam de forma firme e equilibrada, dando mais segurança e confiança ao condutor. Mas, se lá nos giros altos o SUV se comporta dessa forma, fica a sensação de que ele poderia proporcionar ainda mais prazer ao volante. Suas rodas aro 19 ajudam não só no visual, mas no equilíbrio dessa outra proposta, mas paddle shifts e até um modo Sport de verdade, deixariam as coisas bem interessantes.

A troca manual existe e, além de pouco ergonômica, não dá prazer algum da forma como é acionada. Enfim, está lá apenas para constar na lista de 110 itens do generoso conteúdo do SUV. É aquele tipo de item que é preciso ter, mesmo que ninguém vá usá-lo.

Mas, ao contrário disso, o estacionamento automático ajuda bastante, especialmente em vagas que desistimos por pensarmos simplesmente que não dá. Basta indicar a direção e acionar um comando perto do câmbio, para o Chevrolet Equinox 2018 medir, manobrar e corrigir sua posição perfeitamente, bastando apenas obedecer às ordens na tela central e ajustar o freio.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Outro item muito bom em manobras é o alerta de tráfego traseiro, que indica a posição de pessoas, bicicletas e veículos que estão se aproximando. Alertas de ponto cego também ajudam, bem como o de colisão e o alerta de faixa, que corrige levemente a direção. Faltou um controle de cruzeiro adaptativo.

O que não falta, no entanto, são alertas. Tem até para quem esquece alguém ou alguma coisa dentro do carro. Trouxe o menino da escola? Cadê o cachorro? Quem não coloca o cinto no banco traseiro, também é dedurado. Tudo isso com muita vibração para o condutor, não de alegria, mas de seu próprio banco, que reforça os avisos sonoros e luminosos através do assento.

chevrolet-equinox-2018-avaliação-NA-8 Avaliação: Chevrolet Equinox 2018 é um familiar eficiente com performance de esportivo

Por você….

O Chevrolet Equinox 2018 é, dentro de sua categoria, uma opção muito interessante. O novo SUV da GM tem belo visual, espaço interno como se deve, assim como um porta-malas que atende. O nível de conforto é realmente para uma família exigente e o conteúdo é um dos mais completos do segmento.

No quesito segurança, além dos muitos alertas e controles, vem devidamente equipado com seis airbags e conjunto ótico geral em LED. No conforto, desde a partida remota até a abertura do bagageiro com as mãos ocupadas, são outros atributos do modelo. Teto solar panorâmico, conectividade com Android Auto e Car Play, assistência ampla com o OnStar, entre outros, estão presentes no pacote da versão Premier, que traz tudo e mais alguma coisa para o Chevrolet Equinox 2018.

Isso tudo e mais a performance acima da média para sua categoria, tornando o SUV um dos melhores casamentos entre propostas distintas. O preço parece alto e realmente é, mas quando comparado com a concorrência se diferencia positivamente. E então, vale o Chevrolet Equinox 2018? Sim, para a diversão da família e sim, para diversão individual, do pai de família.

Medidas e números….

Ficha Técnica do Chevrolet Equinox Premier 2018

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, turbo
Cilindrada – 1.998 cm³
Potência – 262 cv a 5.500 rpm (gasolina)
Torque – 37 kgfm a 4.500 rpm (gasolina)
Transmissão – Automática com nove marchas e trocas manuais na alavanca
Tração – Dianteira e Integral

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 210 km/h (gasolina)
Velocidade máxima – 7,6 segundos (gasolina)
Rotação a 110 km/h – 2.000 rpm
Consumo urbano – 9,5 km/litro (gasolina)
Consumo rodoviário – 13,2 km/litro (gasolina)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 19 com pneus 235/50 R19

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.652 mm
Largura – 1.843 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.695 mm
Entre eixos – 2.725 mm
Peso em ordem de marcha – 1.693 kg
Tanque – 59 litros
Porta-malas – 468 (até as janelas) e 670 litros (até o teto)
Preço: R$ 149.900

Chevrolet Equinox 2018 – Galeria de fotos

  • Aristeu Junior

    Forte candidato a ser meu próximo carro

    • Cristiano_RJ

      Ótima escolha. Sem dúvida o melhor custo-benefício até os R$ 150 mil.

      • Acha melhor que o 3008? Eu olho para esse carro e me parece tão sem graça comparando com 3008, desde design, até acabamento interno, itens de série, a vantagem é o motor e é um pouco maior, mas sei lá, parece pouco pelo que cobra.

        • Cristiano_RJ

          Rodrigo, o Equinox faz o 0 a 100 km/h junto com o BMW 320i e o Civic Touring, abaixo dos 8 s, enquanto o 3008 faz em 9 s altos, quero dizer, próximos dos 10 s, talvez ligeiramente melhor que o Corolla, por exemplo. Não é ruim e é adequado à proposta, do carro, é verdade, mas não é empolgante (fiz o TD e pude constatar). Aí, poderiam me dizer que seria mais racional um carro que andasse menos mas que fosse mais econômico, como o 3008. E eu teria que concordar. Do mesmo modo, o acabamento do Equinox é nível Cruze, bom, mas inferior ao do 3008 sem sombra de dúvidas. Mas quando falamos em conteúdo, aí o Equinox supera o 3008 com certeza. Fora que tem tração 4×4 e é mais espaçoso. No frigir dos ovos, acho que vale o preço pouco maior. Mas quando vocÊ coloca o fator design (emocional) aí não tem pra ninguém: a Peugeot foi extremamente feliz com o desenho do 3008.

          • Questionei justamente para ver se sua percepção geral era muito diferente da minha pelo que vejo não é, mas por preferências pessoais acaba apontando mais para o Equinox, eu sinceramente, pro meu gosto, ainda sou mais 3008.

            • Aristeu Junior

              o 3008 era o melhor nessa faixa de preço até a chegada do Equinox que ganha por oferecer mais, mesmo tendo acabamento e alguns mimos a menos.
              A Peugeot deveria colocar uma motorização melhor no 3008, eu sei que da pra reprogramar, mas não é a mesma coisa de algo original.

              • ALEMAO RS

                Aristeu concordo com você em quase tudo, mas pelo menos aqui no RS veículos da Peugeot caem muiiiito no valor de revenda , mas muito mesmo.

                • igomd

                  Aqui no PR era algo verdadeiro no 206/7, 307 AL4. Até mesmo no 308. Ja no 208, 3008 antigos essa desvalorizaçao seguiu a media do mercado.

              • TijucaBH

                comentei essa questao da motorização do 3008 na epoca do lançamento e teve um leito que ficou debatendo e discordando, falando que dá pra remapear o 1.6 THP e que ele passa de 210 cavalos.
                O que eu penso é que por mais potencia que voce possa tirar do 1.6 THP, nunca que ele vai chegar no 2.0 Turbo. Pode até empatar na potencia, mas terá menos torque e o motor vai andar muito no limite!

                A Peugeot realmente precisa de um motor mais forte para grandes sedans e como uma opçao mais brava para o 3008 (nao precisa tirar o 1.6 de linha). Talvez agora com a compra da Opel, ela passe a oferecer motores maiores…

                • igomd

                  O THP foi um motor importante, um marco, mas já ficou para trás. Merece alguns ajustes e atualizações.

                  • Cristiano_RJ

                    O THP ficou para trás? Só se for na Europa, né? Aqui no Brasil ele ainda é considerado um motor de ponta, com injeção direta de combustível e turbo, moderno como poucos. Dá uma olhada na concorrência. Veja o Compass flex com seu 2.0 aspirado sofrido de guerra que se esforça para movimentar o bicho e como efeito colateral bebe que nem o Mussum! Aliás, esse motor Tigershark tem a mesma origem dos motores utilizados pela Mitsubishi no ASX e pelas coreanas Hyundai e Kia no Creta, ix35 e Sportage. Dá uma olhada no motor do RAV4 e do atual CR-V. O que todos esses tem em comum? Utilizam motorização aspirada com injeção multiponto muito menos modernos que o 1.6 THP utilizado no 3008.

                • Marcus Mendes

                  Com a compra da Opel pelo grupo PSA, a GM vai trazer para o Brasil veículos com design made in USA.Não vai dar para continuar com os veículos projetados pela Adam Opel.
                  http://www.opel.pt/veiculos/ver-todos-veiculos/todos-veiculos.html

            • Cristiano_RJ

              Vai fundo que também é boa opção.

          • João Cagnoni

            O correto não seria comparar o 3008 com a CRV e o Civic Touring com o 308?

            • Cristiano_RJ

              Quando digo que o Equinox anda junto da 320i e do Civic Touring não estou fazendo uma avaliação de modelos dentro de um segmento. Estou simplesmente pegando uma referência de carro incontestavelmente veloz e dizendo que o Equinox é igualmente veloz. Da mesma forma, o Corolla está sendo utilizado como uma referência para demonstrar o quanto o 3008 anda. Isso não é uma comparação entre SUV’s ou entre hatches ou sedans, etc. Não há problema nenhum em tomar uma referência de qualquer segmento que seja.

        • F30FLORIPA

          Além do design (algo subjetivo), no que você considera o 3008 superior ao Equinox?

          • Na verdade o que pega mesmo é design e acabamento interno, acho que mais o acabamento que design no meu caso. Motor no meu caso não importa o do 3008 é bom o suficiente e mais econômico.

        • João Cagnoni

          No geral (design, acabamento e itens de série) o 3008 manda muito bem, mas o powertrain do Equinox é sensacional. Eu ficaria com o Equinox. Eu sei que não faz muito sentido comprar um carro grande por causa do motor, mas esses carros grandes já sofrem nas ultrapassagens e um motor de 260cv é muito bem vindo e sobe o carro para outra categoria.

          • Edson Fernandes

            Mas mesmo os 165cv do 3008 são suficientes.

            O negocio é que o Equinox no custo-beneficio é superior. Mas o visual do 3008 é bem mais futurista e até jovial que o Equinox. Eu teria de dirigir os dois para ver qual iria me agradar mais. As vezes o de menor potencia me agrada mais.

            Curioso né… se a VW tivesse adotado o motor 1.4 TSI no Jetta desde o começo, eu nunca teria tido o Fluence. MAs como o 2.0 flex do Jetta era manco, optei pelo Fluence.

            • João Cagnoni

              Concordo, mas a Renault poderia ter o motor do Fluence GT em uma versão mais conservadora e mais em conta.

              • Edson Fernandes

                Tem sim… o do Duster, Captur e Sandero RS…rs

        • Marcus Mendes

          Será que passa nos testes da LATIN NCAP?

        • Impala_67

          O Acabamento é excelente, vai conferir ao vivo

        • Paulo Vítor

          O lançamento do Equinox não tira os méritos no 3008, referência em estilo, acabamento, tecnologia e dirigibilidade. Na minhão opinião são as melhores opções do segmento. Entretanto, o 3008 sofre com a baixa oferta, devido às limitações de importação, e ainda é uma incógnita como o mercado irá recebe-lo. No frigir dos ovos, o Equinox parece ser uma compra mais equilibrada.

    • Leonel

      Eu não sei, iria olhar com muito carinho o 3008. Ele possui o já conhecido e super elogio conjunto mecânico do 1.6 THP com o AT6, mais que suficiente para a proposta. Além disso, eu vejo ele com um interior mais refinado e uma estética exterior mais interessante. A dica é, de fato, um bom test-drive em ambos.

      • ALEMAO RS

        Verdade Leonel, concordo com você em quase tudo, mas pelo menos aqui no RS veículos da Peugeot caem muiiiito no valor de revenda , mas muito mesmo. Ficaria com o EQUINOX fiz o Test Drive e me surpreendi em tudo ( Anda muito).

        • Leonel

          É que eu sou muito de comprar o produto e curtir demais ele @gersonmiolo:disqus e não me preocupar com o valor da revenda. Seriam no mínimo 3 anos para eu curtir demais o meu carro. E alguém que desembolsa 150k em um carro em teoria tem muita “gordura para queimar”.

          Mas claro, o test-drive poderia me fazer mudar de ideia he he…

        • Edson Fernandes

          Só um detalhe: Carros desse porte e valor, tem desvalorização enorme.

          Pode ser PSA ou Chevrolet: A desvalorização é alta.

          • Matthew

            A própria Captiva da Chevrolata hoje não vale nada no mercado de usados. Tem uma penca anunciada por menos de R$ 50 mil. O duro desses modelos importados é a manutenção, encontrar peças de reposição é um pesadelo, além do consumo de combustível absurdo. Só vale a pena para o primeiro proprietário. Daí em diante vira um mico. Mas a Honda CR-V que é dessa mesma categoria tem uma desvalorização aceitável até.

    • Luciano RC

      Confesso que me surpreendi com o carro tbm.

    • Ⓜ️arcelo

      acho que a única mancada neste carro é o botãozinho para troca de marchas manual.

      • th!nk.t4nk

        E a traseira estilo “senhora gorda”. Mas SUV americano normalmente tem traseira feia mesmo, isso nao tem jeito.

        • Ⓜ️arcelo

          Acho que o estilo todo do carro vai agradar só mulheres, vai ser tipo um CRV com motor

  • Pedro Cunha

    Acabo de morder a língua sobre “SUV”…
    Vi ao vivo e me agradei das proporções. O design “confunde” o cérebro e leva á crer ser algo como uma “SW altinha” e não um suve com aspecto trambolhento, á exemplo da captiva, trailblazer e o próprio tracker.
    Vamos ver se a concorrência “acorda” e se inspira nas pranchetas.

    • ADRIANO ARRAZ

      Tive a mesma impressão. Pessoalmente ele não possui o aspecto abrutalhado comum dos players dessa categoria no nosso mercado.

    • Joacir

      Eu ficaria com o GM , primeiro porq a concessionaria da Peugeot fica a 400 km de onde moro, e segundo devido a altura do carro com relação ao solo.

    • Ramón Alves

      Verdade Pedro, também me surpreendi quando o vi ao vivo. Antes eu o categorizava como um carro de funerária, mas quando vi ao vivo, o tamanho dele é aceitável. Só achei muito baixo para um SUV. Se brincar é o mais baixo dessa categoria. Posso estar enganado, mas tive a impressão que Sua altura do chão parece ser igual a de um carro de passeio e não um SUV…

      • Pedro Cunha

        Justamente pelo perfil mais “baixo”(menos alto, eu diria) me passa uma impressão mais agradável. As laterais limpas e a fluidez das linhas ajudam nisso. Não tenho números exatos, mas chuto ser mais baixo que o falecido Dodge Journey(que é um “crossover”).

  • edgar__rj

    Gosto do design até a coluna C… Após acho uma catastrofe… Desenho das lanternas, vigias laterais, Etc.
    Olhando o carro de lado, parece um sedã com uma prancha de stundUp no teto kkkk

  • yurieu

    Sem dúvida, o melhor veículo do Brasil, por ter um preço compatível com a realidade, e por suas qualidades. Não esqueçam que é a menor manutenção da categoria.

    Só não vai ser o primeiro lugar pois brasileiro tem ojeriza de coisas boas. Vão ficar no Compasse da Fiat, no Chute da Nissan, no Hyundai piorado brasileiro…

    • RBuriti

      Exato, tenho um compass diesel, estou feliz com ele. É bastante econômico e dá para enfrentar trilhas leves com ele.
      Sua economia + segurança são bem vindas (20km/l na estrada com Diesel estou achando ótimo).

      Infelizmente não foi a vez da Equinox, ops, esqueci que um ano atrás ela nem era vendida aqui no Brasil. Por isso ojerizei?

      Seu comentário não tem nada de útil.

      Saiba que o conceito de “melhor” como você aplicou foi bem subjetivo.

      • yurieu

        Sim… assim como o destino do Equinox é sair de linha daqui 3 ou 4 anos. Porque brasileiro fez assim como cada um dos bons carros que rodaram aqui. O mesmo Equinox Diesel lá dos EUA, que anda infinitamente com 1L de Diesel, seria um fracasso aqui.

    • tiago

      Acredito que o grosso das vendas do compass deve se situar na faixa dos 115.000,00.
      Mas, de fato, com a versão limited do Compass a 160 mil, fica dificil não optar por esse Equinox.

      • Edson Fernandes

        Isso se a pessoa não quiser o diesel por ser mais economico. MAs é fato que o Equinox é melhor equipado.

  • Dia

    Melhor custo x benefício da categoria.

    • NutheoTobba

      Eu Tb adoro aqueles animais, tão engraçadinhos e não fazem mal a ninguém! Capivara é tudo de bom!

      • Obrigado, AMÉM!!!

        • NutheoTobba

          Sabia que vc existia! Vem pra África, aqui não vou deixar ninguém te caçar! Como vc é dotosa gordinha!

  • Cristiano_RJ

    Chama a atenção a forma agressiva como a Chevrolet retornou à briga nesse segmento com o Equinox. Ele entrega muito mais do que qualquer concorrente em sua faixa de preço: mais desempenho, mais segurança, mais conteúdo, mais espaço interno. Para não dizer que é perfeito, peca no consumo. Agora as únicas razões para não se optar por ele seriam a necessidade de uso off-road, que naturalmente levaria à escolha de um Compass Trailhawk, ou o cara não ter sipatizado com o design (razão emocional).

    Só espero que a Chevrolet também não seja agressiva nos reajustes.

    • Luiz Fernando

      O consumo na minha opinião está mais que condizente, bebe igual uma Saveiro Cross.

      • Cristiano_RJ

        O consumo é muito ruim.

        • Edson Fernandes

          Mas para um Equinox e o “enorme motor” está muito bom. Entendo que vc tenha um Serie 1 2.0 turbo… mas olha esse trambolho e o seu… é louvavel o consumo. Alias, é melhor que meu Fluence.

          • Cristiano_RJ

            O motor não é tão enorme assim não Edson. É um 2.0 quatro cilindros. A potência é que é bem elevada, o que provavelmente é a razão do consumo elevado. Veja o que postei acima para o colega Joacir, uma lista de SUV’s compactos e médios. A BMW X1, por exemplo, anda tanto quanto o Equinox e é um dos mais econômicos do segmento. O Creta e o Captur de 4 marchas, são aceitos por todos como beberrões, e ainda assim são mais econômicos…

            PS. Em tempo, troque a Série 1. Agora estou com uma Série 3. ;-)

            • ALEMAO RS

              Desculpe Cristiano, mas diriji um Captur Automático de 4 marchas e mesmo há 110KM/h era uma briga conseguir 10km p/l e no Test que fiz no Equinox deu 12,3 … Vou respeitar sua opinião , mas pela cavalaria e por ser turbo é mais econômico que muito SUV .

            • Edson Fernandes

              uia… ai sim!

              Eu sempre curti a serie 3. De BMW ela seria de longe a minha escolha! Espero que aproveite!

              • Cristiano_RJ

                rsrsrsrs… valeu meu camarada! Estou aproveitando Edson. Com certeza. Possui atributos que a Série 1 carecia e sem perder a esportividade. E o melhor de tudo: ainda possui design mais harmônico.

                • Edson Fernandes

                  Na minha opinião: BEM mais harmonico! rs

                  O problema desse carro pra mim é um só: Dificil ficar sem pisar. Ele convida demais a isso.

                  Que seja curtido como puder! rs

                  • Cristiano_RJ

                    Até que é bem menos arisco que o Jetta. Aquele sim instigava o tempo todo. Só quando colocamos no modo Sport é que o bicho fica enjoado. ;-)

      • yurieu

        O Equinox poderia ser muito mais econômico, pois seu motor não é calibrado para 30% de álcool. Como gasolina fraca e imposto significam maior arrecadação, vamos padecer disso para sempre.

    • Louis

      Eu achei o consumo muito bom.

      • Cristiano_RJ

        Não é nem muito bom e nem bom. É bem ruim mesmo.

        • Joacir

          Ruin? Meu Sonic sedan Automático faz esse mesmo consumo com a mesma velocidade, esse consumo pelo motor e peso do carro está ótimo.

          • Cristiano_RJ

            Então o consumo do seu Sonic é bizonho. Será que motores pouco econômicos são uma marca registrada da Chevrolet? Bem, utilizando dados da revista Quatro Rodas, que sempre testa os carros com gasolina, dá uma olhada aí o que seria um carro econômico e um carro gastão e onde o Equinox se posiciona:

            Suzuki S-Cross 1.4 turbo A/T – 13,3 / 16,8 – média* = 14,9 km/l
            Mercedes GLA 1.6 turbo A/T – 11,4 / 15,3 – média* = 13,2 km/l
            BMW X1 2.0 turbo A/T – 10,9 / 14,4 – média* = 12,5 km/l
            Hyundai Tucson 1.6 turbo DCT – 11,1 / 13,9 – média* = 12,4 km/l
            Chevrolet Tracker 1.4 turbo A/T – 10,3 / 14,0 – média* = 12,0 km/l
            Audi Q3 1.4 turbo DCT – 10,2 / 13,9 – média* = 11,9 km/l
            Peugeot 3008 1.6 turbo A/T – 10,2 / 13,8 – média* = 11,8 km/l
            Honda HR-V 1.8 aspirado CVT – 10,4 / 13,1 – média* = 11,6 km/l
            Hyundai ix35 2.0 aspirado A/T – 9,5 / 13,6 – média* = 11,3 km/l
            Kia Sportage 2.0 aspirado A/T – 9,3 / 12,1 – média* = 10,6 km/l
            Renault Captur aspirado 2.0 A/T – 9,2 / 12,3 – média* = 10,6 km/l
            Hyundai Creta 2.0 aspirado A/T – 8,2 / 12,7 – media* = 10,2 km/l
            Chevrolet Equinox 2.0 turbo A/T – 8,9 / 10,3 – média* = 9,5 km/l
            Jeep Compass 2.0 aspirado A/T – 8,0 / 11,0 – média* = 9,4 km/l

            • Joacir

              Em comparação ao Equinox, realmente o consumo do meu Sonic está muito bizonho, ele faz 13.7 na pista a 110km/h , a 100km/h faz 15,00 km/L, mas em relação aos seus concorrentes ele não está muito longe, basta ver esse vídeo aqui mesmo nesse site: https://m.youtube.com/watch?v=yqnQdV5zlvc
              E outra: eu não dou o mínimo de crédito a Quatro Rodas, nem acesso seu site o nem leio suas revistas, acredito muito nas informações postadas por esse site aqui ou o carplace.

              • Joacir

                A maioria dos carros acima citados , em termo de motor, não se compara com o Equinox, lógico que a comparação é injusta.

              • Cristiano_RJ

                Brother, não sei porque sempre que posto informações de alguma fonte, não importa que fonte é essa, a reposta padrão é uma tentativa de desqualificar a mesma. Não importa, a Quatro Rodas testa os modelos segundo procedimento padrão que permite fazer uma comparação entre os mesmos. O que importa não é se bate com o que você consegue fazer no dia-a-dia, mas sim a diferença entre cada modelo. No caso, o Equinox é beberrão sim. Infelizmente na época em que o Sonic foi testado, a revista ainda usava etanol e não dá para comparar, mas duvido que o consumo fosse pior que o do Equinox.

                • Joacir

                  Bom aí não sei, mas pramim a quadro rodas , seria minha última fonte de pesquisa, o link q te enviei foi do notícias automotivas testando o Sonic, testaram com etanol e gasolina,se para vc um carro pesado, grande com 270 cavalos de potência,como a Equinox, que faz 13.3 kl/L na pista é beberrão, então nosso assunto termina aqui, abraços.

                  • Iran Borges

                    Concordo. Pelo tamanho, peso e cavalaria do motor, o Equinox até que é econômico.

                  • Cristiano_RJ

                    Tudo bem Joacir, vou pegar então os dados de outra fonte e depois calcular o custo do km rodado para poder nivelar carros abastecidos com etanol e com gasolina. O problema de BCWS é que eles tem poucos testes, inclusive eles não tem os testes do Equinox. Para fazer comparativos de diferentes modelos, é primordial que a fonte seja a mesma para garantir homogeneidade de condições durante o procedimento de teste:

                    Suzuki Vitara 1.4 turbo A/T – 13,4 / 17,6 = 15,3 km/l (G)
                    Peugeot 3008 1.6 turbo A/T – 9,8 / 15,1 = 12,2 km/l (G)
                    Chevrolet Tracker 1.4 turbo A/T – 8,3 / 11,0 = 9,5 km/l (E)
                    Honda HR-V 1.8 aspirado CVT – 8,2 / 10,6 = 9,3 km/l (E)
                    Chevrolet Equinox 2.0 turbo A/T – 8,4 / 10,1 = 9,2 km/l (G)
                    Renault Captur 2.0 aspirado A/T – 6,5 / 10,0 = 8,1 km/l (E)
                    Hyundai Creta 2.0 aspirado A/T – 6,3 / 10,0 = 8,0 km/l (E)
                    Jeep Compass 2.0 aspirado A/T – 5,5 / 8,0 = 6,6 km/l (E)
                    Hyundai ix35 2.0 aspirado A/T – 5,3 / 6,9 = 6,0 km/l (E)

                    Fonte: Motor 1.

                    Agora acessando o site da ANP, encontramos que o preço médio da gasolina e do etanol no Brasil entre 01 e 16/11 foi de 3,960 R$/l e 2,752 R$/l, respectivamente. Utilizando esse valor para calcular o custo de cada 1.000 km rodados temos o seguinte ranking:

                    Vitara – R$ 258
                    Tracker – R$ 289
                    HR-V – R$ 297
                    3008 – R$ 325
                    Captur – R$ 341
                    Creta – R$ 346
                    Compass – R$ 415
                    Equinox – R$ 432
                    ix35 – R$ 457.

                    Como podemos ver acima, embora não tenha o mesmo número de modelos para comparar, fica claro que o Equinox é sim beberrão.

                    • Joacir

                      Muito bom kkkkkk,mas veja o motor do Equinox e compara com o do Compras e ix35 , que estão quase no mesmo valor para rodar os 1.000 km,aí eu te pergunto: será q realmente é o Equinox que é beberrão ? Equinox não se compara em motor com nenhum desses da lista, abraços.

                    • Cristiano_RJ

                      Veja bem, o concorrente mais próximo em preço do Equinox não é nem o Compass flex e muito menos o ix35. É o 3008. E vale ressaltar que ele tem motor mais forte que os dois citados por você. Como falei lá em cima, EU, comprando um carro para MIM, sem sombra de dúvida optaria pelo Equinox, pois não troco desempenho por nada. Mas sendo RACIONAL, do ponto de vista do consumidor médio desse tipo de modelo, o 3008 entrega mais: desempenho bom (ao invés de excelente) com consumo moderado (ao invés de elevado). E ressalto que é elevado sim, pois minha esposa tem um Creta, que bebe menos, e ele é gastão. É um fato que não posso negar, mesmo o carro nos agradando muito. O Compass flex é outro beberrão e ninguém nega. Mesmo assim bebe menos. Não faz sentido dizer que o Equinox bebe pouco.

            • Pedro Mello

              Gasta perto do Compass. Então é muito ruim mesmo.

            • yurieu

              Nunca vi tanta tranqueira reunida, rs. O Equinox não é calibrado pra tanto álcool assim como os outros.

    • NutheoTobba

      Capivara não é agressiva, elas são boazinhas!

    • yurieu

      Assim ó… A GM bateu o martelo e o Equinox já está sendo vendido em cada canto do mundo. Está sendo também elogiado em cada mercado. Quanto às vendas, não deve chegar em segundo lugar.

    • Daniel Costa

      Estava bem empolgado com o 3008. Mas quando comparei a versão brasileira com a versão europeia, vi o quanto depenaram o carro aqui. Tiraram quase tudo o que o torna um carro mais sofisticado lá fora. O painel é lindo, mas só isso, pois tiraram as principais inovações, como navegação. O conjunto de som brasileiro é bem basiquinho . Não tem nada de assistente de condução. Pequenas mordomias, todas cortadas. Ou seja: 3008 barsileiro é somente bonito, mais nada.
      Já o Equinox, é mais feio q o 3008, mas veio quase o mesmo da versão internacional, com tudo o que foi projetado p ter.
      Eu, particularmente, não fico confortável em pagar 140 mil em um carro depenado, só pela beleza.
      Por isso, agora, estou bem mais inclinado p Equinox.
      O teste drive será o ponto final.

      • Cristiano_RJ

        Daniel, o Equinox é mais equipado sim que o 3008, mas você vai me desculpar, terei que discordar de você quando diz que o carro é depenado, em que pese os equipamentos que não fazem parte do pacote da versão importada para o Brasil. Igualmente é uma injustiça dizer que não passa de um carro bonito. A questão aqui é comparar com a concorrência. Pegue por exemplo um Jeep compass, que na verão Longitude diesel é infinitamente menos equipada e na versão Limites flex, além do conjunto mecânico bem inferior, ainda não tem o teto solar panorâmico de série. E o Tucson, então, que pelo mesmo preço vem com faróis halógenos, freio de mão no pé, cinto traseiro central do tipo subabdominal e função one touch só no vidro do motorista? Pegue o Sportage e a coisa não muda muito. Idem para os caríssimos CR-V e RAV4. Enfim, ele é bonito sim, mas também é bem equipado, possui bom conjunto mecânico, e acabamento primoroso.

        • Daniel Costa

          Cristiano, discordo de você, pois, quando eu disse depenado, eu o fiz em comparação ao modelo vendido no Brasil e o vendido na Europa do próprio 3008. Esses outros que você citou são muito pior (apesar que muitos deles, nem a versão internacional possui tantas coisas assim).
          Eu fiquei muito decepcionado com a Peugeot em ver ela tirar alguns itens que fazem sim o carro ser muito superior lá fora. Exemplo: o i-cockpit. Quando ela projetou esse sistema, com essa tela do painel, a recheou de funções de interação com os assistentes de direção e navegação, além de informações mais técnicas do carro em tempo real. Daí, veja a versão brasileira: tiraram tudo isso. A nossa versão só serve para mostrar os instrumentos “analógicos” em cores diferentes. Só isso! Esse sistema, com esse potencial, ser reduzido a isso, não me conformo!
          Outra coisa: a versão brasileira não tem o conjunto de som FOCUS, de melhor qualidade que tem na Europa. Aqui, é somente um conjunto básico.
          E mais: para cá, só trouxeram esse padrão de acabamento em couro simples, somente preto e com essas costuras estranhas. Veja os reviews da versão europeia para ver a belezura de acabamento em couro especial, em cores de requinte, e mais alguns acabamentos de painel e portas. É outro nível.
          Por último: também cortaram todos os assistentes de direção semi-autônoma, como frenagem automática, piloto automático adaptativo, etc.
          Sem falar, também, de algumas mordomias, como tampa elétrica do porta malas e etc. ou da motorização mais nova que eles tem lá fora.
          Isso que me incomoda: parece que no Brasil o público é inferior e que aqui essas coisas não importam.
          Deveriam, no mínimo, trazer essa versão atual como entrada, mas oferecer a versão Premium, mais cara obviamente.
          Se tivesse a versão completa aqui, mesmo que por uns 170 .. 180 mil, eu nem olharia para outras opções como o Equinox.
          Como disse, estava empolgado como meu futuro carro. Mas depois que vi a versão Européia, passei a não gostar da versão brasileira mais.
          Já o Equinox, é de fato a mesma experiência de possuir esse carro nos USA e aqui no Brasil. A única coisa perdida são o aquecimento/resfriamento dos bancos, só isso!
          Isso que é estranho: quando vamos lá fora, dirigimos carros ótimos. Daí, chegamos no Brasil, mesmo tendo um bom dinheiro, não conseguíamos comprar nada parecido (com exceção dos produtos para ricos mesmo!). Nesse caso, o Equinox já começa a mudar as coisas.

  • tiago

    Baita Carrão!!!
    Se a GM tivesse mais unidades ia complicar a vida do Compass top de linha.

  • DiogoFVargas

    maquinão

  • Cosi fan Tutti

    Qual ligação desse carro com o Traverse? Pq ele parece um traverse menor.

    • yurieu

      Dois veículos maravilhosos. Traverse no lugar da Feioblazer seria um sonho!

    • Rafael Neves

      Se não me engano, a Traverse é a versão 7 lugares da equinox assim como a Suburban é a versão 7 lugares da Tahoe

      • Hiluin

        Equinox e Traverse têm plataformas diferentes.

    • Hiluin

      A gravatinha e o motor 2.0. A plataforma do Traverse é outra.
      E o Traverse também dispõe de um motor V6.

  • No_Name

    Com gasolina a quase R$ 5,00 fica difícil defender um carro que não seja flex…

    • kravmaga

      Fica difícil defender o uso do álcool quando na maior parte do país são mais caro andar com álcool. Aqui no Rio o álcool nunca foi vantajoso e, nos 2 anos em que tive um carro flex, só coloquei álcool uma vez para verá diferença de desempenho.

      • F30FLORIPA

        O problema é que a própria Chevrolet recomenda que o Equinox seja abastecido com gasolina Premium (Podium, Octane, etc..) que custa quase 6 reais.

        • kravmaga

          Não existe isso. Eu mesmo tive a Captiva, que não era flex, só colocava gasolina aditivada comum, usei o carro por 3 anos e nunca tive problema nenhum. Aliás, ela também usava injeção direta e descobri depois que ela era homologada para usar até E85 (mistura fixa de 85% de álcool com 15% de gasolina).

          O meu carro atual também é só gasolina, é turbo e tem injeção direta. Só uso gasolina aditivada comum.

          Se somar o tempo, já estou há 6 anos seguidos usando carros somente a gasolina, ambos com injeção direta, o atual com turbo, e sem nenhum problema usando gasolina comum.

          • F30FLORIPA

            Não vou discutir se isso existe ou não.
            Relatei apenas um FATO de que a Chevrolet está recomendando que se abasteça apenas com gasolina Premium, pois sabe que a longo prazo a não utilização desse combustível vai dar problema, assim como ocorre na maioria dos carros com injeção direta.

            • yurieu

              No manual do Equinox diz apenas E22, não recomenda gasolina Premium. Ou seja, é impossível abastecer o Equinox.

          • yurieu

            O motor V6 australiano montado no méxico da captiva foi calibrado pra tanto etanol!

        • Paulo Lustosa

          vpower e grid aceitam de boa, só com a comum que acende a luz de injeção

          • F30FLORIPA

            Aceita gasolina aditiva e comum sem acender a luz da injeção, mas a Chevrolet está recomendando (consta até no manual) que seja utilizado apenas gasolina premium. Pois sabe que a longo prazo a não utilização desse combustível vai dar problema, assim como ocorre na maioria dos carros com injeção direta.

            • Iran Borges

              Dificilmente terei um carro que precise de gasolina específica, a menos que eu comprasse 0km. Acho esse tipo de coisa um tiro no pé das empresas pq o segundo dono vai ficar com uma possível bomba nas mãos. Por isso não tenho coragem de comprar carros como Tiguan 2.0tsi por exemplo, pois sei que o dono anterior usou no máximo a aditivada, e a gasolina que esses carros exigem nem vende por aqui. Pode ser preconceito meu mas… esses carros não são baratos de comprar e nem de manter, imagina se ficarem dando defeitos!

              • F30FLORIPA

                Na prática é assim, quem compra esse carros 0km e fica com eles por 2 ou 3 anos, talvez não tenha problemas por não usar gasolina Premium, mas o 2º dono vai colher oq o primeiro dono plantou :-)

                • Iran Borges

                  Exato!

            • Marcos megdA

              Que eu saiba a questão dos motores com injeção direta era a quantidade de enxofre. Até 2014 só a podium tinha a quantidade de enxofre máxima recomendada pra esses motores. Depois desse ano as outras gasolinas se adequaram e consequentemente podem ser utilizadas nos motores com injeção direta. Tenho carro com injeção direta há mais de 4 anos e nunca tiveram defeito por utilizar a aditivada. Amigo meu tem um Golf TSI 2013 com 129mil km sem defeitos na parte de motorização. Meu A4 com 50mil km também está intacto

    • Fabio Marquez

      Eu louvo por meu carro no ser flex, sendo assim mais econômico…

      • No_Name

        Aqui em MG a gasolina tá custando quase o dobro do álcool. Não tem economia de motor monocombustível que pague essa diferença.

        • Vitor Barcellos

          Mas são poucos estados que o álcool é mais vantajoso que a gasolina.

          • REDDINGTON

            Nem no maior produtor do país SP o alcool compensa…carro flex já era. O negócio tem que ser híbrido. Flex pra andar só a gasolina compensa onde?? Fora que gasta mais que um mono combustível

        • RBuriti

          Mas o Brasil não é só MG, esse é só um estado das exceções.

        • Vinicius

          “Aqui em MG”, onde ? Sou de Montes Claros e aqui não compensa álcool… Depende da região do estado também.

    • Lukoh

      Flex só em são paulo e região (vc deve ser desse lugar)… o resto do país roda somente na gasolina, essa é a realidade.

  • Fabio Marquez

    É um carro que eu teria… Mas é bom comprar agora, ou então pegar um seminovo daqui pouco tempo, pois não duvido nada que marca vá subir e muito os preços se ele fizer algum sucesso.

  • F30FLORIPA

    Esse nova geração de carros da Chevrolet (Cruze, Tracker e Equinox) melhorou MUITO em relação aos carros que a marca vendia no Brasil anteriormente.

    • João Cagnoni

      Era difícil piorar, né?

    • Edson Fernandes

      Discordo do Tracker. Ele deve muitos itens que existem nos concorrentes. Só o motor turbo e a parte de segurança ainda devem uma parte da tecnologia e conforto.

      • PEDAORM

        Segurança do Tracker também não merece elogios, freio traseiro a tambor e não tem ESP.

        • Paulo Lustosa

          premier ja tém esp, negócio que custa caro

        • Edson Fernandes

          Até tem na opção de topo. Mas o carro é muito mal equipado.

      • F30FLORIPA

        Você está desatualizado quanto ao Tracker.
        A versão Premier que custa menos de 100 mil, oferece além do motor 1.4T, bancos de couro, teto-solar elétrico, sensor e câmera de ré, chave presencial, controle de tração, ESP, alerta de ponto cego, faróis com projetores e DRL em led, airbags laterais e de cortina e alerta de mudança de faixa e de colisão.
        Qual concorrente do Tracker oferece isso por menos de 100 mil?
        HR-V e Creta não oferecem isso nem mesmo nas versões que custam acima 100 mil.

        • Edson Fernandes

          O Creta tem coisas que o Tracker não tem:
          – Ar digital
          – Resfriamento dos bancos
          – mais porta objetos
          – Iluminação com xenon
          – Repetidor de seta(que só veio ter agora no Tracker)

          enfim, tem coisas que ele carece sim de ter.

        • Samuel Novais

          Creta tem 6 airbags também na versão de 102 mil

          • F30FLORIPA

            Por isso que eu disse ABAIXO de 100 mil.

  • rafael morozini

    Estou seriamente pensando em comprar um ! Mas aí entro no velho dilema : será que eu compro ele ou pelo mesmo valor vou de x3 35i 2014 … eai oq acham , vale apena arriscar em uma bm de 306 cv ?

    • João Cagnoni

      BMW custa mais e entrega mais, se você tiver como bancar e gostar de carros é uma boa opção. Mas pesquise o custo de manutenção de uma BMW, não compre no escuro.

      • rafael morozini

        Sim , estou ciente do custo ( e do seguro … ) e é exatamente por isso que meu bolso pede o equinox e meu coração a bmw kkk .

        • João Cagnoni

          Depois de ler o seu comentário, acho melhor vc seguir o seu coração!

  • João Cagnoni

    “na cidade atingimos 9,5 km/litro, sempre com gasolina”. Se fizer 6 km/L aqui onde moro já está excelente.

    • Luciano RC

      Duvido que ele faça mais de 6km/l em São Paulo.

      • João Cagnoni

        Eu não consumo pegar muito trânsito, mas só os faróis e subidas já tornam muito difícil qualquer carro fazer mais de 8km/L. Se o Equinox fizer 6km/L, já está excelente.

        • Luciano RC

          Concordo… ninguém merece esse transito maldito.

      • Edson Fernandes

        Se o teste foi em Monte Verde onde o Eber mora com os morros que ele pega… o consumo está muito bom. E acredito que tenha sido viu. Apesar dele não pegar mto transito, ele pega muito morro.

        • Luciano RC

          Isso é verdade… aquela região tem mais subida que descida. KKKKK

          • Edson Fernandes

            Exatamente. Ele parce morar num buraco…rs

  • Emanuel

    Nossa, eu nem sabia que o Camaro tinha uma versão 2.0! Que blasfêmia

    • Luconces

      Blasfêmia por quê?

      O mesmo vale para o Mustang.

      • Emanuel

        Porque muscle é praticamente sinônimo de motor V8. O mesmo vale para o Mustang. Não eu não tenho nada contra o downsizing, foi apenas uma brincadeira.

        • Luconces

          É que tanto Camaro como Mustang já deixaram de ser pony/muscle car nessa nova geração. Viraram sport cars.

          Quem representa o significado é o Challenger apenas.

          O downsizing só reforça isso tb kkk

  • NutheoTobba

    Mas é feio, coitadinho! Não passa de uma capivara, digo, Spin tamanho G. Não vai pegar jamais. 😂

    • ALEMAO RS

      Pois é Nutheo , gosto não se discute, pensava quase que nem você, mas como presto serviços para uma multinacional que atende algumas concessionárias de várias marcas ao vê-la ao vivo mudei de idéia, claro que ainda acho o Compass e o 3008 bem mais bonitos. Mas das 500 que vieram no primeiro lote , já foram vendidos TODAS e já tem lista de espera ! Ou Seja : Já pegou !

      • Edson Fernandes

        É por isso que esses carros atraem pelo rodar. Porque muda qualquer caracteristica de compra.

        E também…. eu acredito que vc seja igual a minha pessoa: Vc compra o carro para seu prazer e não para o que os outros dizem. Logo… Pode ser uma Spin tamanho G, só sabe de quem tem um bom produto quem não fica com essas bobeiras.

  • Popdogue

    Quem foi que entrou com o pé sujo e carimbou o console traseiro?

  • NaoFaloComBandeirantes

    Pra performance que tem, esse consumo está ótimo!

  • Benjamin Machado

    Se tivesse dinheiro ,eu compraria.

  • Wagner Lopes

    A GM mandou muito bem no powertrain mas o interior do 3008 faz os concorrentes ficarem datados em pelo menos uns 5 anos…

  • Ricardo Blume

    E agora eu pergunto: Comprar Trailblazer por que? Só se for pelo gosto de dirigir um motor diesel.

    • Gio

      A Trailblazer ainda é um carro (teoricamente) mais robusto, pela forma de construção. Carroceria sobre chassi, 4×4 com reduzida, motor a diesel..

      Mas concordo que, para a maioria dos compradores, isto não faria diferença, e a Equinox é uma compra melhor, muito mais racional.

    • Paulo Lustosa

      Espaço interno maior e forma de construção mais robusta (SUV de verdade, montado em chassis com longarina derivado de picape, tração 4×4 com reduzida e motor diesel com autalmente o maior volume de torque da categoria). Pra quem tem fazenda é muito mais vantajoso TBlazer à Equinox

  • Fabão Rocky

    Suv c/ performance de espoortivo? Quero ver fazer curva q nem um esportivo!

    • Cristiano_RJ

      Mas por quê?

  • Lucas B.

    Realmente o Equinox veio bem completo e com um preço competitivo, com vários itens de segurança e um conjunto mecânico que dá um banho na concorrência. Em comparação com a versão topo de linha vendida dos EUA, ele fica devendo apenas os bancos dianteiros e traseiros aquecidos e refrigerados (uma pena, pois a Captiva já vinha com bancos dianteiros aquecidos, e, se não me engano, o Fusion Titanium, também importado do México, também vêm com bancos dianteiros aquecidos e refrigerados. Acho que, nessa faixa de preço no entanto, o único crossover que possui aquecimento nos bancos é a Dodge Journey).

    Mas de qualquer maneira ele veio extremamente recheado. Ao meu ver um dos melhores custo-benefícios na faixa dos 150k.

  • sepchampions

    O interior tem uma aparência meio pobre (pelas fotos) se tivesse grana pra comprar um carro desse analisaria bastante os itens a menos do 3008 pra ver se não compensa abrir mao deles, pq por fotos, o interior do 3008 é maravilhoso.

  • Jaspion

    Corra pra comprar o seu se gostou. Esse preço não vai durar mto, isso se realmente alguem conseguir comprar nesse preço, não que seja barato.
    Acredito que a GM irá importar não muitas unidades, então acredito em algum ágio.

  • Iran Borges

    Equinox, 3008, Tucson, Compass… Só carro bom nessa categoria, seja em design, acabamento ou mecânica.

  • Fanjos

    Igualzinho o Malibu por dentro….
    Na ultima viagem para lá tentei colocar na mala mas não coube =(

  • Daniel Costa

    Vi muitos aqui comentarem sobre o 3008. Também estava empolgado com ele, porém, até ver a versão europeia dele, onde é bem superior. A versão brasileira é muito “depenada”. Tiraram tudo o que o i-cockpit foi projetado para fazer. Ter uma tela dessas como painel, para mostrar somente os instrumentos “analógicos” em cores diferentes, chega a ser piada. Fora sistema de som, opções de acabamento e motorização, etc. Decepção com a Peugeot! Seria meu próximo carro, com certeza, se viesse completo, mesmo que mais caro!
    Já o Equinox é de fato a mesma experiência de uso de quem o compra nos USA (exceção do aquecimento/resfriamento dos bancos. Só isso!), porém, com preço justo. A versão do Equinox vendida aqui, em conversão direta, se comprada nos USA sairia por volta de R$ 120 mil. Nisso, ele ganhou muitos pontos comigo e passei a considerá-lo como 1a. opção, mesmo sendo mais feio que o 3008.

    • Daniel Costa

      Aliás, acabei de fazer a configuração no site americano e, com a mesma configuração e itens oferecidos aqui, a versão lá sai por U$ 40.885, ou seja, na conversão direta simples de hoje em R$ 3,26, comprando lá daria R$ 133.285.
      Ou seja, com esse preço de R$ 150 mil aqui no Brasil, a GM está fazendo algo que eu nunca vi qualquer montadora fazer.
      É de se duvidar se esse preço aqui ficará nesse patamar.

  • Mancelmo

    Forte candidato a ser meu próximo carro usado!

  • Ramón Alves

    Gostei muito do carro. Estou entre ele e o 3008. Creio que o equinox oferece mais nessa categoria. Porém tem um detalhe que pra mim, vai influenciar muito em minha decisão de compra: Achei muito baixo para um SUV. Às vezes necessito viajar para o interior em estrada de barro e não sei se o equinox será alto o suficiente para não raspar na sua parte dianteira em alguns obstáculos. Me parece que o compass e o peugeout 3008 são mais altos…. Se alguém tiver alguma experiência com o equinox em estrada de barro poderia descrever aqui?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend