Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Olá amigos do NA. Meu nome é Vinícius e no ano de 2013 escrevi pela primeira vez para a sessão “Carro da semana, opinião de dono” relatando minha experiência ao comprar um Renault Clio Sedan 1.6 Privilege 2007.


De uma forma geral o carro me impressionou muito e influenciou diretamente na compra do meu terceiro carro que irei falar hoje, um Renault Sandero Stepway 1.6 2014.

O romance com o Clio acabou quando tive a oportunidade de comprar meu primeiro carro 0km. Antes que venham jogar pedras em mim, que carro 0 KM não vale a pena, eu comprei o carro com o desconto para deficientes físicos, que me isenta de IPI, ICMS e IPVA. Minha opção óbvia era um usado completo, mas o 0km acabou se tornando muito mais vantajoso, como falarei mais pra frente.

Para a compra do meu terceiro carro, as condições eram: Custar até R$ 35.000 (já com o desconto incluso), não ser 1.0, ter sistema de navegação e os itens que para mim são básicos (ar, direção, travas, vidros) ah, e ele seria branco também. Tenho 22 anos e prezo muito por itens de conforto e o carro tem que ser bonito (logo, nem fui ver o Etios).


De princípio, minha opção nunca tinha sido o Sandero, eu tinha em mente que seria o novo Logan, que tinha acabado de mudar, estava mais bonito, confortável e era grande e espaçoso como eu queria. Na época, o Dynamique que era o top de linha estava em torno de R$ 45.000 (sem desconto) já com sistema de navegação, piloto automático e etc. Fiz o Test Drive, gostei e já era certo que aquele seria meu próximo carro.

Por via das dúvidas, fui até a Ford e fiz um Test drive no New Fiesta, que teria que ser o 1.5 SE. O carro era muito confortável e bonito e a direção muito leve (minha mãe tem uma EcoSport das novas, então tive um padrão ao experimentar o Fiesta), mas o problema do Fiesta era que ele não tinha o bendito sistema de navegação, vidros elétricos traseiros e outros equipamentos que o Logan tinha, além de as revisões terem de ser feitas de 6 em 6 meses.

Fui ver o Onix e Prisma, mas pelo preço do Logan eu só pegava um 1.0 LT com calotas e não, muito obrigado. Fui na Hyundai e na Volkswagen e em ambas, não fui sequer atendido, então olhei alguns carros sozinho no showroom, não me interessei e fui embora.

A Peugeot não trabalha com desconto para deficientes (A Peugeot faz algo certo neste país?) e cheguei a ver um Palio Sporting 1.6, mas não gosto muito de carros da Fiat e tinha muitos, muitos opcionais no carro que jogavam o preço lá em cima.

Acabei voltando a Renault e na entrada tinha um Sandero Stepway verde. Por curiosidade, perguntei o preço e ele saía um pouco mais barato que o valor do Logan, porém, não tinha o piloto automático, nem o ar digital, mas tinha suspensão mais alta, visual diferenciado e não tinha cara de vô para um cara de 22 anos. Após muita indecisão, opinião de amigos, familiares, pesquisas na internet, acabei optando pelo Stepway branco.

O que quase me fez decidir pelo Logan, era que o Sandero iria mudar logo e eu ficaria com um carro desatualizado, mas não tinha como esperar a chegada do novo Stepway, porque além de mais caro, ele demoraria muito para chegar e eu perderia o desconto. Quase fiquei com a série especial Tweed, aquelas rodas pretas me cativavam, mas ao entrar no carro e ver aquele monte de xadrez e uma costura nos bancos que podia machucar, optei pelo “tradicional”.

Depois de dar entrada na papelada em janeiro de 2014, consegui pegar meu branquinho em julho de 2014! Sim, a burocracia é enorme, precisa passar por várias etapas e etc., além de ter que fazer o pedido na Renault. Fora isso, um dos meus maiores problemas foi vender o Clio, que encontrei enorme dificuldade e ficou encalhado um bom tempo na concessionária, o que é uma pena, pois é um ótimo carro (Esse é um problema grande das francesas, revenda e valor de revenda).

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Depois de escolher o carro, ele chegou em 20 dias. A sensação para mim, de ter um carro 0 KM foi incrível: Sem placas, cheiro de novo, hodômetro marcando 4 km e saber que ninguém nunca usou ele…. Era um sonho de criança se realizando.

Separei alguns tópicos, pelos quais vou falar a seguir:

EQUIPAMENTOS: O meu Stepway é completo, só não tem câmbio automático e banco de couro. Rodas de liga leve aro 16, direção hidráulica, ar condicionado, trio elétrico, bancos bipartidos, MEDIA NAV com GPS, airbag duplo, freios ABS, faróis de neblina, computador de bordo, comando satélite no volante, bluetooth, banco do motorista com regulagem de altura, entre outros. Nota 8.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

DESEMPENHO, MOTOR E CAMBIO: Sinto falta do 1.6 16v válvulas do Clio, o Sandero é muito pesado para o 8v e carregado com 5 pessoas mais ar, deixa a desejar. Também acho a arrancada dele fraca demais. Com 98 cv na gasolina e 106 no etanol, está na hora da Renault atualizar esse motor e oferecer mais tecnologia, como eliminar o tanquinho. O Câmbio é melhor que o do Clio, mais preciso e gostoso de dirigir. Nota 7.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

CONSUMO: Considero dentro dos padrões. Faço cerca 8 km/l em uso misto no etanol. Nunca cheguei a abastecer ele com gasolina pois o etanol acaba sendo vantajoso aqui em Jundiaí – SP. Na estrada ele chega no máximo a 10 km/l, mas acredito que se eu fosse mais paciente conseguiria aumentar esse valor. Em comparação, meu Clio era mais econômico. Com ar condicionado ligado, o consumo não muda muito. Nota 6.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

DIRIGIBILIDADE: Adoro a altura dele em relação ao solo, não raspa em lugar nenhum. Os bancos seguram e são de boa qualidade e o ar-condicionado gela muito bem. Porém, a direção hidráulica é muito pesada e como eu já disse, o motor é fraco. Em longas viagens, não chega a cansar como meu Clio que tinha a embreagem alta demais e o Sandero, pelo contrário, é gostoso de dirigir. Nota 6.

SEGURANÇA: Ele é firme e estável, mesmo sendo mais alto que os outros Sanderos. Ele freia bem e os airbags e abs estão lá como manda a lei. Além disso, as portas se travam automaticamente aos 6 km/h e existe a trava para os vidros traseiros no painel ao meu lado. Nota 8.

ERGONOMIA: O maior problema está no sistema de navegação que fica muito abaixo da vista. O comando satélite muda apenas as músicas, volume e troca de rádio para mídia. Quando quero trocar a pasta, fazer uma ligação ou digitar um endereço, sou obrigado a olhar para baixo e ficar caçando os lugares certos. Outra coisa que me incomoda é o estepe que fica para fora do carro, embaixo do porta malas. Os botões são de fácil manuseio e estão ao alcance das mãos e também tenho regulagem de altura do banco e do volante (que são de couro). O acabamento black piano é muito bonito, mas o restante em plástico me irrita um pouco. Nota 7.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

ESPAÇO: Excelente. Está aí um dos pontos mais altos do Sandero. O porta-malas nunca me deixou na mão e sempre consigo levar as coisas que quero. Os bancos são rebatíveis (apesar de nunca ter usado) e o espaço para as pernas traseiras é ótimo. O que meus amigos reclamavam do Clio, elogiam no Sandero, pois o espaço para cabeça, ombros e pernas é ótimo para o tamanho do carro. Nota 9.

DESIGN: Outro ponto forte do carro, que na minha opinião é lindo. O interior tem detalhes vermelhos que são do meu agrado e o cuidado com o design que a Renault teve me impressionou. Por fora, o branco contrastando com o preto então, é perfeito, combinou muito bem com as linhas do carro. Nota 10.

DEFEITOS: Não tive problemas ainda, mas desde os 13 mil km tem um barulho na porta do passageiro que vem me irritando faz tempo. Como se tivesse uma porção de grilos ali. O meu cinto está desfiando e o painel também range um pouco. Fora esses imprevistos o carro não teve problema algum. Nota 8.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

MANUTENÇÃO: A primeira revisão foi feita sem problemas. O valor foi de R$223,00 para o essencial. O atendimento da Renault foi ótimo e me surpreendeu. Entregaram o carro no horário e tentaram resolver o problema dos rangidos no painel (avisaram que se continuasse que eu poderia retornar) e reapertaram o freio de mão, para deixá-lo mais baixo. A segunda revisão já foi muito cara ao meu ver, para um carro relativamente popular, paguei absurdos R$ 580 reais para fazer exatamente o que foi feito na primeira revisão, ao menos, ganhei a lavagem. Não conseguiram resolver o barulho dos grilos nas portas, pois, como constatei, eram 2 barulhos diferentes e eles resolveram um que eu pedi (que achava que era 1 só), o outro fica para a próxima revisão. Nota 10 para o trabalho da CSS e 5 para os valores impostos pela Renault.

SEGURO: 22 anos, solteiro, universitário, que roda mais de 50 km por dia e sai aos fins de semana, a conta saiu em R$ 2.700,00.

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Pontos Fortes:
Espaço
Design
Equipamentos

Pontos Fracos:
Motor
Qualidade dos materiais
Posição do Media Nav

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

CONSIDERAÇÕES FINAIS: Apesar das minhas críticas, é o melhor carro que já tive. Gosto muito dele e já vou chegar aos 25 mil km sem maiores sustos. Gosto da rede Renault e de seus carros. Recomendaria sim a quem estivesse interessado e pelo menos na época que comprei, tinha o melhor custo benefício do mercado. Apesar de tudo, acredito que meu próximo carro não será um Renault, pois é sempre bom mudar, certo? Mas com certeza será algum tipo de SUV ou um hatch equipado. Até o próximo carro.

Por Vinícius Barreto

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014

Carro da semana, opinião de dono: Sandero Stepway 2014
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email