Carros automáticos da Fiat

No Brasil, os carros com câmbio automático já representam mais de 50% da frota e, nos últimos, a preferência por modelos desse tipo cresce num ritmo muito forte. Há 10 anos, eles representavam apenas 12,7% do total de veículos.

Em anos recentes, mais da metade das vendas de modelos novos foram de veículos que dispensam a embreagem, e a expectativa é que eles se tornem 60% da frota brasileira em 2021.


Entre os modelos mais baratos atualmente, temos Chevrolet Onix, VW Gol, Nissan V-Drive, Citroën C3, Fiat Argo, Hyundai HB20 e Chevrolet Onix Plus, todos equipados com câmbio automático.

Além do Argo, citado acima, a marca italiana tem poucos modelos com esse tipo de transmissão, se limitando apenas ao Cronos, que usa basicamente os mesmos conjuntos mecânicos do hatch, e a picape Toro.

Carros automáticos da Fiat

Reunimos uma lista com os carros da Fiat à venda no Brasil equipados com câmbio automático de série. Lembrando que atualmente a marca não tem nenhum modelo automatizado em sua linha, como era comum no passado.

Os carros da Fiat equipados com câmbio automático:

1) Fiat Argo Trekking 1.8 AT6 – R$ 82.590

Carros automáticos da Fiat

Uma das apostas da Fiat com o Argo é conquistar a liderança do seu segmento por aqui.

Em 2021, o hatch se posiciona como o 7º mais vendido no acumulado geral e o 3º mais procurado em seu segmento, perdendo apenas para Chevrolet Onix e Hyundai HB20 entre os hatches pequenos.

Sua opção mais barata com câmbio automático é a configuração Trekking, equipada com motor E.TorQ 1.8 16V de 139 cv de potência e câmbio automático sequencial de 6 marchas. Essa versão tem o famoso visual “aventureiro”, com teto e espelhos pintado em preto, molduras de plástico, suspensão elevada e pneus todo-terreno.

Além disso, a grade também é preta, assim como o novo logotipo da marca. No capô e nas laterais, mais faixas decorativas que entregam o objetivo dessa versão.

Por dentro, há muito plástico, mas isso não tira a beleza no painel com materiais de qualidade e detalhes interessantes. A central multimídia fica no centro do painel e é sensível ao toque. A Fiat poderia dar uma atenção especial para o espaço interno, que é pior para o quinto passageiro.

Entre seus itens de série, o Argo Trekking vem com multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple Carplay, direção elétrica, ar-condicionado, faróis de neblina, hill holder, rodas de 15 polegadas, sensor de estacionamento, controle de tração, entre outros.

Além dessa versão, a segunda mais cara, a topo de linha HGT conta com o mesmo conjunto de motor e câmbio. O Argo HGT tem preço sugerido nas concessionárias de R$ 84.890 e conta com um visual mais esportivo que a versão Trekking.

2) Fiat Cronos Drive 1.8 AT6 – R$ 86.490

Carros automáticos da Fiat

O Cronos Drive 1.8 é uma de três opções automáticas na família do sedã, sendo a mais acessível delas. Derivado do Argo e substituto do Linea, ele chegou em 2018 para competir com Volkswagen Virtus, Chevrolet Onix Plus, Hyundai HB20S e outros.

Com linhas robustas na região do porta-malas, o modelo tem uma extremidade da tampa lembrando bem um aerofólio. O detalhe pode não agradar alguns motoristas, mas passa a sensação de esportividade.

Falando em porta-malas, o carro entrega 525 litros, mas peca no braço que pode amassar a bagagem. Já o espaço interno é praticamente igual ao do Argo, pois o Cronos não tem um entre-eixos alongado como é o caso do VW Virtus.

Ele consegue acomodar bem quatro adultos e uma criança. O acabamento interno segue chamando a atenção com seus detalhes bem feitos, e a tela no centro é bonita e conta com conectividade.

Produzido na Argentina e vendido no Brasil por R$ 86.490, o Fiat Cronos Drive 1.8 AT Flex vem de série com direção elétrica, ar condicionado, computador de bordo, banco do motorista com ajuste de altura, controle de tração e estabilidade, sistema de monitoramento de pressão dos pneus e volante multifuncional.

Além dessa opção, a linha do Cronos ainda tem as versões Precision e HGT com câmbio automático (confira aqui Cronos 2019: versões, revisão, etc), tendo exatamente o mesmo conjunto mecânico da versão Drive e do Argo citado acima. Elas custam R$ 90.290 e R$ 93.390, respectivamente.

3) Fiat Toro Endurance 1.8 AT6 – R$ 114.590

Carros automáticos da Fiat

Sport Utility Pick-Up ou SUP foi a nova categoria implantada pela marca italiana para as suas picapes com a chegada da Fiat Toro, alguns anos atrás. Hoje ela já está reestilizada em nosso mercado e continua fazendo muito sucesso, o que faz alguns até esquecerem que ela tem como concorrente a Renault Duster Oroch.

A Toro Endurance 1.8 AT6 Flex é a versão mais barata da linha, por R$ 114.590. Essa configuração tem o mesmo motor 1.8 de 135/139 cv e 18,8/19,3 kgfm da dupla acima, também associado ao câmbio automático de seis marchas.

De série, ela vem com seis airbags, ar-condicionado, direção elétrica com regulagem de altura e profundidade, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas, multimídia com 7 polegadas, sensor de estacionamento, piloto automático, luzes diurnas em LED, rodas de 16 polegadas, entre outros.

Sem nenhuma versão com câmbio manual, a Toro 2022 tem ainda outros dois conjuntos mecânicos que também oferecem o câmbio automático. O primeiro tem o novo motor 1.3 turbo de 180/185 cv e 27,5 kgfm, também com transmissão automática de seis velocidades e com preço inicial de R$ 119.590.

Depois, a picape tem o já conhecido motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque, este ligado a um câmbio automático de nove velocidades e vendido a partir de R$ 152.990.

Outras versões do Toro com câmbio automático: Toro Endurance 1.3 Turbo Flex, Toro Freedom 1.3 Turbo Flex, Toro Volcano 1.3 Turbo Flex, Toro Endurance 2.0 Diesel, Toro Freedom 2.0 Diesel, Toro Volcano 2.0 Diesel, Toro Ranch 2.0 Diesel e Toro Ultra 2.0 Diesel.

Modelos descontinuados Fiat com câmbio automatizado

Anteriormente, a Fiat era conhecida por ter vários modelos com o câmbio automatizado, como o Mobi Drive 1.0 Flex GSR, que era vendido por menos de R$ 50 mil e contava com a função GSR-Confort sport e volante com alavanca de seleção das marchas tipo borboleta.

Na família do Fiat Argo, a Drive Flex GSR, também automatizada, possuía câmbio Gear Smart Ride (GSR) com botões. O carro proporcionava trocas de marchas atrás do volante (borboleta).

Com o câmbio automático cada vez mais presente nos automóveis populares, “eliminar” a embreagem no dia a dia gera conforto e agrada a maioria dos motoristas. Podemos encontrar por aí carros equipados com CVT e automatizado, e conhecer as diferenças entre eles são muito importante.

Infelizmente, alguns vendedores informam que carros automatizados são automáticos, mas sabemos que isso não é verdade. Apesar do câmbio automatizado efetuar trocas de maneira automática, a suavidade fica longe dum conjunto verdadeiramente automático.

Por isso, é essencial conhecer os dois. Confira na matéria especial as diferenciações entre câmbio automático, automatizado e CVT.

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011