Honda Matérias NA Sedãs

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

Civic 2008. Em 2006, a Honda virou a mesa e mudou completamente seu principal carro. Antes considerado um produto focado no consumidor de maior idade e tradicionalista, o New Civic alterou completamente esse panorama.


Dando continuidade na (re)evolução gerada em 2006, quando o elegante, jovial e esportivo Honda Civic da oitava geração apareceu, o modelo seguinte adicionou a opção de motorização flex e continuou o sucesso do lançamento.

Em fins de 2008, em plena crise mundial, que levaria a bancarrota dois grandes fabricantes americanos, o Civic 2008 continuava vendendo bem e era simplesmente o sedã mais vendido do país.

O New Civic 2008 tinha a capacidade de superar até mesmo o popular Chevrolet Classic e colocou a Honda como a marca de destaque no mercado. Considerado caro, o sedã médio japonês não era perfeito.

Tinha porta-malas de hatch médio, contendo apenas 340 litros, enquanto a versão Flex simplesmente reduziu a potência com gasolina para 138 cavalos e adicionou mais 2 para alcançar 140 cavalos no álcool.

Também cortou o torque para 17,5 kgfm no primeiro caso, mantendo 17,7 kgfm no segundo. Feito paralelamente com o modelo 100% gasolina, o cliente ainda teve tempo de escolha naquela época.

Quem apostou na gasolina se deu bem, pois, são relatadas como sendo mais econômica que a versão flex, o que é natural, dada que a tecnologia não é totalmente eficiente em nenhum dos combustíveis.

No caso do Civic 2008, ele tinha uma caixa automática de cinco marchas, além da manual. Disponível nas versões LX, LXS, EXS e Si, o sedã da Honda tinha dois extremos. A versão LX tinha uma oferta direcionada aos clientes PCD.

Naqueles tempos, os consumidores com deficiência física podiam adquirir qualquer carro e no preço que desejasse, porém, limitados a 127 cavalos. Foi assim como Fiat Marea e o mesmo com o New Civic.

Do outro lado, contudo, o Civic Si aliou a jovialidade natural do novo carro com a esportividade gerada pela tecnologia VTEC e trouxe de volta os anos 90, onde a emblemática geração 5, que lançou o cônico VTi e estiloso CRX (Del Sol).

Com motor 2.0 e 192 cavalos, que cominavam com seus 19,2 kgfm, o Civic Si 2.0 era o sonho de muitos consumidores, especialmente jovens, em 2008. Também virou um ícone em sua época e ainda se aguarda pelo retorno de um nacional…

Contudo, o Civic da geração 8 ainda tinha algumas coisas que o tornavam diferente, como o longo para-brisa de 23,9 graus de inclinação, uma proeza para um carro destinado a um cliente que, até então, buscava o conservadorismo do antigo.

Suas linhas esguias orbitavam entre a sensualidade e fluidez, que era notadamente clara do para-brisa até as colunas C, que deslizavam sobre o curto porta-malas. Com frente curta e baixa, o Civic 2008 e se dava ao luxo de ter vigias dianteiras.

Tendo esse traço que o ligava ao Fit, o Civic ainda apresentava um ambiente futurista com painel de dois níveis com display digital no topo e o conta-giros em outro corpo. Painel baixo e longo, como numa minivan estranhamente baixa.

Não era um monovolume, mas a alavanca do câmbio se posicionava como em um, bem avançada, junto de um painel com todo embutido e sem nenhum dos “dins” da vida. Até o freio de mão era “estranho” aos conservadores, bem à frente.

Tendo uma frente expressiva e uma traseira que dividia opiniões, o New Civic foi a geração que mais mudou em relação à anterior, até mais que a décima, que hoje se constitui numa bela evolução da oitava, mas apenas isso.

Por conta desse conjunto, não por acaso, o Honda New Civic foi um carro realmente desejado e valorizado, inclusive ainda hoje na revenda. Foi um belo presente dos japoneses, que até então só haviam ousado mesmo nos anos 90…

Civic 2008 – detalhes

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

O Civic 2008 tinha um estilo próprio que arrebatou muitos consumidores, ávidos por ter um carro ousado numa proposta incomum, já que o público de sedãs médios no Brasil não assumia riscos.

Com frente baixa e fluida, o Civic tinha faróis de dupla parábola com piscas e lanternas integradas. A grade com barra cromada e o “H” característico da Honda, cortavam o desenho daquele incomum.

Quando surgiu a versão Flex, a Honda incorporou um bocal extra no lado exterior para abastecimento de gasolina para partida a frio quando com etanol. Os carros da marca eram os únicos no mercado a ter dois bocas de abastecimento.

Harmônico, o para-choque era liso e tinha apenas uma abertura inferior para ajudar na refrigeração, sendo que nas versões EXS e Si, possuía faróis de neblina ovais.

Na versão Si, o sedã tinha uma frente diferente, empregando uma grade própria e com design esportivo, tendo nela o logotipo Si. O para-choque até dispensava spoiler.

Os retrovisores do modelo lembravam os do Fit, mas com repetidores de direção nas versões EXS e Si. Não havia saias laterais em nenhuma versão, mas um vinco pronunciado nascia na frente e ia crescendo até morrer na traseira.

As rodas de liga leve tinha cinco raios e eram modernas na LXS, tendo um desenho mais elegante na EXS, sendo ambas com aro 16 polegadas e pneus 205/55 R16. Já o energético Si empregava rodas aro 17 com pneus 215/45 R17.

Estas tinham um desenho não tão esportivo, mas impressionavam pelas formas. Nas portas traseiras trazia a inscrição “i-VTEC” e “DOHC”, em alusão ao motor de duplo comando, diferente do comando único do 1.8.

Com linha de cintura reta e arco do teto curvado levemente, o Civic chamava atenção por suas disruptivas, como as vigias nas colunas C inclinadas em demasia, assim como nas maçanetas pronunciadas.

Já a traseira tinha lanternas duplas grandes, enquanto o desenho do conjunto todo era um recorte curvado do desenho básico do carro. Cortadas pela tampa, as luzes internas ainda eram acompanhadas pelo suporte da placa.

No Civic Si, havia um aerofólio sobre a tampa do porta-malas. Ele tinha ainda um escape esportivo, além de para-choque liso, como nas demais versões. Sobre o teto, havia ainda antena pouco proeminente.

Com 4,48 m de comprimento, o Civic 2008 tinha 2,70 m de entre eixos, o que lhe conferia bom espaço interno, especialmente no banco traseiro, que era bipartido e tinha cintos completos com apoio de braço dotado de porta-copos.

Na frente, o painel era longo e baixo, sendo que o cluster era em dois níveis, sendo um digital. Este primeiro tinha velocímetro e nível de combustível, além de temperatura da água.

O segundo tinha um conta-giros analógico, enquanto um display digital abaixo, reunia dados de consumo, hodômetros, entre outros. Ao lado do tacômetro, ficavam os indicadores de marcha.

Com difusores de ar espaçados num revestimento sem detalhes para realçar luxo, o Civic 2008 vinha com rádio dotado de MP3 e CD Player, embutido no acabamento do painel, assim como seu display digital e o ar condicionado.

A alavanca de câmbio era elevada, quase como de uma minivan, tendo ainda entre ela e o painel, um porta-objetos com tampa deslizante. Na versão automática, o seletor era cromado. Toda a base era prateada, assim como o freio de mão.

Este tinha um formato de pescoço de ganso e ficava ao lado do câmbio, liberando espaço para copos e outras coisas entre os bancos dianteiros. O porta-luvas era de tamanho mediano.

Os bancos eram em tecido, mas tinha opção de couro. No Si os bancos eram bem volumosos e esportivos, num revestimento preto que dominava o ambiente escurecido, que tinha vermelho no rádio, cluster e no ar digital (também no EXS).

Sua alavanca de câmbio era curta como nas versões comuns, mas com pomo esportivo e costuras vermelhas, que dominavam também os bancos.

O volante do Civic era estiloso e agregava comandos de mídia e piloto automático. No Civic EXS, havia paddle shifts.

Revestido em couro, tinha ajustes em altura e profundidade, além de assistência hidráulica. No Civic Si, os pedais eram de alumínio. O New Civic trazia ainda comandos dos vidros elétricos (sem controle remoto) nas portas.

Os retrovisores eram ajustados na mesma base, na porta do condutor. Ao lado esquerdo do painel, um botão do VSA, que era o conjunto de controle de tração e estabilidade. O Civic tinha ainda freios a disco nas quatro rodas com ABS.

Ainda na segurança, o habitáculo era protegido por dois airbags, visto que apenas em 2009, o Si e o EXS ganhariam os airbags laterais. Com bom espaço para as pernas e muito conforto atrás, o Civic 2008 agrada bastante.

Contudo, seu porta-malas era bem pequeno, dispondo de apenas 340 litros, sendo uma de suas maiores críticas. No entanto, isso não arrefeceu o entusiamo dos clientes, que tornaram o Civic líder por um bom tempo.

Civic 2008 – versões

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

  • Honda Civic LXS 1.8 MT
  • Honda Civic LXS 1.8 AT
  • Honda Civic EXS 1.8 AT
  • Honda Civic Si 2.0 MT

Equipamentos

Honda Civic LXS 1.8 MT – Motor 1.8 e câmbio manual de cinco marchas, mais ar condicionado, direção hidráulica, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, vidros elétricos nas quatro portas, travamento central elétrico, chave canivete com telecomando, rodas de liga leve aro 16 polegadas, pneus 205/55 R16, freio a disco nas quatro rodas, freios com ABS e EBD, vidros verdes, desembaçador traseiro, abertura interna do porta-malas e bocal do tanque de combustível, abertura interna do bocal do tanquinho do sistema flex, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro bipartido, cintos de 3 pontos para todos, sistema de áudio com CD/MP3, alarme, retrovisores externos com ajustes elétricos, retrovisor interno dia e noite, luzes de leitura, fonte 12V, descansa-braços dianteiros com portas CD´s, entre outros.

Honda Civic LXS 1.8 AT – Itens acima, mais transmissão automática de cinco marchas.

Honda Civic EXS 1.8 AT – Itens acima, mais rodas de liga leve exclusivas, faróis de neblina, ar condicionado automático digital, porta-copos no descansa-braço traseiro, volante em couro com comandos de mídia e controle de cruzeiro, sistema de som com disqueteira para seis CD´s, retrovisores com piscas integrados, paddle shifts, computador de bordo, espelhos iluminados nos para-sois e bancos e portas em couro.

Honda Civic Si 2.0 MT – Motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas, incluindo itens das versões LXS e EXS, bem como rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 215/45 R17, grade dianteira exclusiva, aerofólio, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, direção elétrica integrada, bancos esportivos em tecido, acabamento interno preto, painel com dispositivos e instrumentos em vermelho, alavanca esportiva e pedais de alumínio.

Preços

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

  • Honda Civic LXS 1.8 MT – R$ 59.990
  • Honda Civic LXS 1.8 AT – R$ 64.990
  • Honda Civic EXS 1.8 AT – R$ 85.235
  • Honda Civic Si 2.0 MT – R$ 99.500

Civic 2008 – motor

O Honda Civic 2008 empregou dois motores, sendo um 1.8 i-VTEC para as versões LXS e EXS, enquanto a esportiva Si, empregava um 2.0 i-VTEC preparado.

O propulsor 1.8 era construído todo em alumínio e chamava atenção pela tecnologia i-VTEC, empregada em seu cabeçote de 16V que, no entanto, dispunha apenas de um comando único para acionar todas elas.

Este comando dispunha da tecnologia acima, que permite abrir e fechar as válvulas de admissão e escape no melhor momento de funcionamento. Também permite que apenas 8 das 16 válvulas operam em rotação baixa para ganhar torque.

Com injeção eletrônica multiponto e sistema de partida a freio com reservatório para gasolina, o 1.8 i-VTEC tinha taxa de compressão de 9,9:1 e seus 1.799 cm3 garantiam 138 cavalos na gasolina e 140 cavalos no etanol, quando na versão flex.

Neste caso, a rotação atingida era de 6.200 rpm. Na versão a gasolina, a potência era de 140 cavalos a 6.300 rpm. Já o torque era de 17,7 kgfm a 4.300 rpm na versão puro gasolina, sendo os mesmos da flex com etanol.

Na flex, quando abastecida com gasolina, o torque caía para 17,5 kgfm. Ou seja, havia uma perda pequena no 1.8 i-VTEC Flex. O câmbio era manual de cinco marchas ou automático de cinco velocidades, sendo esta com paddle shifts na EXS.

A transmissão automática ainda ainda com as posições 1, 2, 3 e D, que acumulava as outras duas marchas. Dessa forma, era possível limitar a velocidade do veículo por meio de rotações.

Já o motor 2.0 i-VTEC era diferente do que apareceu no Civic alguns anos depois na geração 9. Este tinha duplo comando de válvulas variáveis no cabeçote, sendo ainda desenvolvido para obter um desempenho muito elevado.

Com 1998 cm3, o propulsor tinha taxa de compressão de 11:1. Construído em alumínio, o motor de quatro cilindros também tinha 16 válvulas e apenas 8 delas poderiam funcionar se necessário, mas a programação deste VTEC era outra.

Preparado para andar rápido, o 2.0 i-VTEC DOHC, como vinha marcado nas laterais, tinha 192 cavalos a incríveis 7.800 rpm, enquanto o torque ocorria em elevados 6.100 rpm.

Além disso, trazia uma caixa manual de seis marchas devidamente preparado para a performance, assim como sua embreagem de acionamento hidráulico.

Desempenho

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

O Civic 2008 era um carro com um bom desempenho, chegando a 200 km/h e com aceleração próxima dos 10 segundos no manual e em menos de 12 segundos no automático.

Contudo, o Civic Si 2.0 era mais “insano”, indo de 0 a 100 km/h em menos de 8 segundos e com 215 km/h de final. Com sua pegada totalmente esportiva e um câmbio manual de seis marchas, o sedã da Honda era realmente um carro bom.

  • Honda Civic 1.8 MT – 10,3 segundos e 202 km/h
  • Honda Civic 1.8 AT – 11,9 segundos e 200 km/h
  • Honda Civic 2.0 MT – 7,9 segundos e 215 km/h

Consumo

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

No consumo, o Civic 2008 era um carro com bom resultado a versão puro gasolina, mas com a flex, o nível reduziu naturalmente. Os números abaixo refletem bem o bom comportamento do sedã.

Ainda assim, ele conseguia fazer 10 km/l de álcool na estrada e 9,5 km/l com o mesmo, mas na versão automática. Mesmo o Civic Si 2.0 tinha um bom consumo, sendo um carro abastecido apenas com gasolina.

  • Honda Civic 1.8 MT – 7,1/10,0 km/l e 9,0/13,0 km/l
  • Honda Civic 1.8 AT – 6,8/9,5 km/l e 8,5/12,0 km/l
  • Honda Civic 2.0 MT – 8,0 km/l e 13,1 km/l

Civic 2008 – manutenção e revisão

Civic 2008: motor, preços, detalhes, ficha técnica, fotos

O plano de manutenção da Honda ainda se baseia em valores de mão de obra diferenciados em cada concessionária, o que gera uma discrepâncias nos valores, ainda que menor do que ocorria há alguns anos. O Civic 2008 não contempla a tabela.

Todas as variantes do Civic disponíveis no site da marca vão até 2016, o que se aplica aos valores abaixo. Por R$ 4.708,88, as revisões até 60.000 km se referem ao modelo 2016.

Para maior informação, no caso do Civic 2008, é importante consultar a rede Honda. Cada uma tem sua tabela de serviços e é melhor pesquisar para ver qual oferece o melhor preço e atendimento, porque o serviço em si é padronizado.

Óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, filtro de ar da cabine, velas, correia em V, entre outros, são substituídos nas trocas previstas, assim como fluídos de freio e transmissão automática, por exemplo.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.8R$ 353,15R$ 573,71R$ 584,15R$ 1.307,16R$ 584,15R$ 1.659,71R$ 4.708,88

Civic 2008 – ficha técnica

Motor1.82.0
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm317991998
Válvulas1616
Taxa de compressão9,9:111:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima138/140 cv a 6.300 rpm (gasolina/etanol)192 cv a 7.800 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo17,5/17,7 kgfm a 4.300 rpm (gasolina/etanol)19,2 kgfm a 6.100 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchas ou automática de 5 marchasManual de 6 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoHidráulicaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseirosDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraMultilinkMultilink
Rodas e Pneus
RodasLiga leve, aro 16 polegadasLiga leve, aro 17 polegadas
Pneus205/55 R16215/45 R17
Dimensões
Comprimento (mm)4.4894.489
Largura (mm)1.7521.752
Altura (mm)1.4501.450
Entre eixos (mm)2.7002.700
Capacidades
Porta-malas (L)340340
Tanque de combustível (L)5050
Carga (Kg)400400
Peso em ordem de marcha (Kg)1230 (MT) 1267 (AT)1322
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,290,29

Civic 2008 – fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

      Quem somos

      O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

      Notícias por email