Fiat Linea – Defeitos e problemas

O Fiat Linea foi um sedã compacto com entre eixos longo que foi vendido como se fosse um modelo médio. O produto foi colocado no mercado nacional em 2008 e só saiu de cena em 2016, após oito anos de produção.

Feito em Betim-MG e derivado do Fiat Punto, o compacto era mais longo que os demais, medindo 4,56 m de comprimento e 2,60 m de entre eixos.


Ele chegou inicialmente com motor 1.9 16V Flex com 130 cavalos na gasolina e 132 cavalos no etanol, além de 18/18,5 kgfm, respectivamente. Também veio com motor 1.4 Turbo na T-Jet com 152 cavalos e 21,1 kgfm.

Depois o 1.9 16V teve a potência reduzida para 127 cavalos, a mesma que o E.torQ 1.8 na versão LX. A HLX tinha 132 cavalos. Na gasolina, 130 cavalos nos dois. O sedã teve ainda câmbio automatizado Dualogic no 1.9 e depois no 1.8.

Com visual elegante e uma solução que não agradou muita gente (troca de segmento), o Linea tinha bom espaço e porta-malas generoso. No entanto, esse produto para mercados emergentes tem seus defeitos e problemas.

As maiores reclamações recaem sobre o acabamento interno, considerado muito ruim em parte dos depoimentos dos proprietários. Também se queixam de ruídos diversos, em especial na suspensão traseira, assim como radiador e Dualogic.

Fiat Linea – Defeitos e problemas

Linea BR 3

Alguns donos de Fiat Linea reclamam bastante da suspensão, especialmente a traseira. Eles falam de defeitos e problemas nos amortecedores e de muitos ruídos no conjunto.

Um deles afirmou ter trocado os amortecedores traseiros e mais um dianteiro com apenas 30.000 km. Outros dizem que tiveram de fazer o mesmo antes de 60.000 km.

Alguns dizem que o problema estaria no batente do amortecedor e não no próprio dispositivo, algo parecido com o visto em alguns exemplares do Fiat Grand Siena, que compartilha a mesma plataforma.

Muitos se queixam também da parte dianteira, onde as buchas precisaram ser trocadas com menos de 60.000 km. Falam ainda que os coxins de motor e câmbio também não duram, precisando de trocas bem antecipadas.

Um proprietário disse ter trocado aos 30.000 km e outro relatou o problema com pouco mais de 50.000 km. Abaixo de 100.000 km, boa parte trocou essas peças.

A Fiat chegou a fazer um recall da suspensão traseira em janeiro de 2017, chamando todos os donos de Linea fabricados entre janeiro de 2009 e junho de 2011, para substituição do eixo de torção.

Dualogic novamente

Front panel Fiat Linea Latam 323 2014–16

O câmbio automatizado Dualogic não passa ileso em quase nenhum depoimento de proprietário de carros da Fiat, e no caso do Fiat Linea, isso não é diferente.

Entre os defeitos e problemas do carro, com Dualogic, os donos reclamam de ausência de redução no momento exigido e marcha abaixo na hora errada.

Também falam de trancos e até de imobilização do veículo. Um dos proprietários apontou até troca do atuador eletro-mecânico e da própria embreagem com 40.000 km.

Outro dono dá um alerta sobre uma borracha de vedação do câmbio, que resseca e quebra, provocando vazamento de óleo. Um dono de Linea relatou esse problema com avaria orçada em R$ 3.000 para resolução.

Alguns falam de danos no sistema, mas não especificam quais seriam. Outros encontraram a solução na atualização de software, que acrescentou funções do Dualogic Plus.

A Fiat realizou um recall do Dualogic. Isto se deu em dezembro de 2014, chamando todos os donos de Fiat Linea feitos entre julho e novembro de 2014 para substituição do atuador da embreagem.

Radiador

Fiat Linea Latam 323 2014–16 2

Alguns observaram o problema e acharam se tratar de um defeito isolado, porém, alguns donos de Fiat Linea acusam que o radiador tinha propensão a avaria de fábrica.

Vários relatos falam de vazamentos de água no corpo do radiador. Alguns fizeram reparos ainda na rede Fiat e outros tiveram que pagar pela troca do componente.

Um dono de Linea trocou o radiador com 52.000 km, enquanto outros o fizeram entre 60.000 km e 100.000 km.

Muitos reclama de falta de garantia e assistência para substituição do dispositivo por vício do produto. Nenhum recall do radiador foi realizado pela Fiat.

Barulhos e outros problemas

Interior Fiat Linea 323 2007–15

O acabamento é um dos itens que os donos de Fiat Linea mais reclamam. Eles falam até de peças rebarbadas, colunas que se soltam e todo tipo de defeito no revestimento interno.

Em alguns casos, estes geram ruídos, em especial no painel, onde teve um proprietário que resolveu o problema adicionando espuma no revestimento para acabar com o ruído.

Barulhos provocados por partes plásticas soltas também são frequentes em relatos de donos do Fiat Linea, mesmo em carros com pouca quilometragem.

Alguns dos defeitos foram corrigidos ainda na garantia, mas outros tantos não conseguiram corrigi-los e acabaram “aceitando” a condição imposta sem uma solução.

Entre os defeitos, o descascamento de volante e partes do painel são relatadas por alguns donos, que denunciam a má qualidade dos itens empregados.

Ruídos excessivos provocados por vento nas portas dianteiras e até nas vigias traseiras são mencionados por alguns.

Entre outros defeitos e problemas do Fiat Linea, o ar condicionado com falta de gás e vazamento se apresenta com alguma frequência. Alguns tiveram de trocar mangueiras e até mesmo o compressor para resolver o defeito.

Turbo trincado?

liena t jet

 

Em alguns relatos, onde os donos indicam os defeitos de seus veículos, no caso do Fiat Linea, reclamam que a carcaça do turbocompressor e o coletor de escape do motor 1.4 T-Jet trincam devido a altas temperaturas.

Nos fóruns de donos de carros Fiat, esse problema é indicado por outros donos como sendo de operação do veículo e não um defeito de fábrica, embora outros sustentem isso.

O motivo é que no caso do T-Jet (e outros carros turbinados), o motorista precisa esperar um pouco para acelerar, deixando a turbina aquecer. O mesmo em relação ao desligamento, que precisa ser feito depois de um minuto em neutro.

Alguns relataram o problema e indicaram que se tratava de um defeito, inclusive alguns propondo acionamento da Fiat para correção.

No manual do proprietário, outros donos afirmam que existe um tópico sobre as recomendações de uso. Falta de orientação ou de leitura do manual?

Recall

Linea BR 2

Além dos dois recalls já mencionados, o Fiat Linea ainda passou por uma terceira chamada para inspeção e/ou substituição do alternador nos carros feitos em 2016 e 2017 (ano/modelo), sendo esta iniciada em maio de 2017.

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.