Hatches Manutenção Matérias NA Peruas Peugeot Sedãs

Peugeot 207 – Defeitos e problemas

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

Criado para servir ao mercado regional, o Peugeot 207 foi no Brasil e Mercosul, uma repaginada do antigo 206, tendo sido criticado por não ser exatamente o modelo europeu, mais sofisticado e de nova geração.


A despeito do modelo ser antigo ou não, o Peugeot 207 serviu ao propósito da marca francesa, que teve assim tempo para preparar a geração seguinte, do compacto 208.

Com visual inspirado no europeu, o Peugeot 207 “Brasil” não foi mais que um facelift sobre o anterior, tendo assim motores 1.4 8V de 80 cavalos na gasolina e 82 cavalos no álcool.

Também era equipado com o 1.6 16V de 110 cavalos na gasolina e 113 cavalos no etanol, entregando 14,2 kgfm no primeiro e 15,5 kgfm no combustível vegetal. No 1.4, o torque era de 12,8 kgfm.


VEJA TAMBÉM:

O Peugeot 207 podia vir com câmbio manual de cinco marchas ou automático com quatro velocidades. O compacto feito em Porto Real-RJ foi vendido de 2008 a 2014. Ele foi vendido em carrocerias hatch, sedã (Passion) e perua (SW).

Fora o detalhe da atualização, o que os donos de 207 reclamam de seus carros? Entre as reclamações mais frequentes, a suspensão é o maior de todos os defeitos e problemas do compacto.

Além disso, se queixam também de itens como caixa de direção, câmbio automático, infiltrações, arrefecimento do motor, entre outros.

Peugeot 207 – Defeitos e problemas

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

O Peugeot 207 é um carro amplamente criticado não só por ser apenas uma atualização do 206, mas também por causa de defeitos e problemas que são considerados crônicos.

Um deles é a durabilidade da suspensão. Muitos reclamam que o conjunto apresenta defeitos nas buchas da balança e nas próprias peças, bem como bieletas e pivôs.

Os depoimentos registrados na internet falam de trocas de componentes da suspensão bem antes de 30.000 km, alguns até antes de 10.000 km, indicando a baixa qualidade dos materiais empregados.

Vários reclamam de barulhos no conjunto de suspensão dianteira, inclusive com desgastes de pneus e desalinhamento de direção. Os proprietários que relataram defeitos dizem também que alguns dos componentes são bem caros e que outros voltam a apresentar problemas pouco depois.

Também reclamam do eixo traseiro, cujo desgaste prematuro leva à redução da vida útil dos pneus e cambagem negativa acentuada nas rodas traseiras.

O eixo em si é bem caro e alguns já foram obrigados a troca-los, enquanto outros conseguiram resolver o problema com retífica das pontas de eixos e novas buchas, sendo que o defeito é originado pelos rolamentos ruins.

Outros problemas

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

Alguns donos de Peugeot 207 também se queixam de defeitos nos freios, com alguns reclamando de ruídos metálicos elevados durante a frenagem.

Parte deles descobriu que seria necessária a troca de pastilhas e discos, ainda na garantia. Outros tiveram que retificar os discos de freio, avariados pelas pastilhas.

Contudo, alguns relatam que os discos de freio empenaram, o que indica qualidade inferior do aço empregado nos mesmos. Alguns falam de trocas completas antes de 20.000 km.

A caixa de direção também é relatada com alguma frequência por donos de Peugeot 207.

Motor

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

No caso do motor, outros donos de Peugeot 207 dizem que tiveram problemas com o sistema de arrefecimento, gerando superaquecimento e enorme prejuízo financeiro com a retífica do propulsor.

Alguns descobriram a tempo que haviam vazamentos no sistema de refrigeração e outros falaram de defeito na ventoinha do radiador, que não funcionava de forma correta, gerando altas temperaturas.

No motor do 207, alguns donos relatam defeitos na bobina de ignição, que gera perda de corrente elétrica e falhas no funcionamento do motor. Dos relatos, praticamente todos tiveram que trocar o componente.

Também existem relatos de falhas elétricas que geram panes, inclusive com o desligamento do painel, o que deu bastante dor de cabeça em alguns, visto que – fora da garantia – alguns mecânicos não estavam habituados com esse tipo de defeito no 207, o que complicava mais.

Ainda na parte do motor, um defeito apontado por donos de 207 é a correia dentada. Alguns relataram que a mesma fazia enorme ruído durante o funcionamento, mas sem quebra da mesma.

Outros, porém, foram surpreendidos pelo rompimento do componente, vital para a segurança do motor, visto que a quebra gera enormes danos do propulsor.

Isso de fato ocorreu em vários casos relatados, onde válvulas e pistões foram avariados, gerando enorme gasto para os proprietários com a retífica do motor.

Mais defeitos

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

Além desses defeitos e problemas, outros donos de Peugeot 207 reclamam ainda de barulhos no acabamento interno, especialmente no painel.

Outros falam de ruídos vindos da tampa do porta-malas, que parece estar solta. Nem todos resolveram esse defeito.

Também existem vários relatos de infiltração de água pelas borrachas das portas, resolvidos com a substituição das mesmas. A reparação aparentemente não funciona.

Da mesma forma, ocorreram infiltrações de água pelo forro do teto, ocasionando forte cheiro de mofo e obrigando a troca do revestimento.

Nas portas, outro problema é o acionamento dos vidros elétricos no 207. O defeito não é na parte elétrica, mas nos cabos que levantam e abaixam os vidros das janelas que, de acordo com os donos prejudicados, quebram com facilidade.

Um dos proprietários disse que três dos quatro vidros tiveram seus cabos de acionamento substituídos. Outros falam que o vidro simplesmente caiu dentro da porta, causando grande transtorno.

Há também quem relate problemas na máquina de vidros do 207 sem acionamento elétrico, resultando também na troca do componente.

Câmbio automático AL4

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

O câmbio automático conhecido como AL4 só não supera a suspensão dianteira do Peugeot 207 em defeitos e problemas, porque a maioria das unidades vendidas eram de transmissões manuais.

Esse câmbio é tido como um dos maiores problemas crônicos dos carros da PSA no Brasil, tendo gerado inúmeras reclamações de proprietários em diversos modelos.

Num fórum da marca francesa, o tópico do AL4 tem 75 páginas de discussões sobre os defeitos e problemas dessa caixa, entre eles travamentos, impedimento de mudança de marcha, desprogramação, entre outros.

As tais eletroválvulas são as algozes dos donos de 207, relatados em diversos depoimentos. Alguns até recomendam parar o carro imediatamente quando se percebe algo errado no funcionamento do mesmo, pois, as avarias podem ser enormes.

Infelizmente nem todos os donos de Peugeot 207 afetados pelos defeitos e problemas do AL4 conseguiram o conserto na rede autorizada ainda na garantia.

Na internet, existem diversos vídeos de oficinas que fazem o serviço de reparação desse câmbio, inclusive com a divulgação de um kit para isso, porém, o custo para a manutenção corretiva de um câmbio automático é bem elevado.

Em 2014, chegou-se a fazer um abaixo-assinado para que a PSA fizesse um recall do AL4, gerando 1.157 assinaturas. Recentemente, esse câmbio foi trocado pelo EAT6 nas duas marcas francesas.

Recall

Peugeot 207 - Defeitos e problemas

Falando em recall, o Peugeot 207 teve uma chamada em 2010 para a bomba de direção hidráulica, que pode provocar endurecimento da direção e vazamento de fluido ao longo tempo.

Outro recall foi da conexão da tubulação de alimentação de combustível de partida à frio, que poderia apresentar má conexão com vazamento de combustível e potencial incêndio.

Esse recall se iniciou em 2010 e foi seguido pelo do controle do torque dos parafusos de fixação da fechadura do capô, podendo assim em casos extremos, provocar a soltura do capô e consequentemente risco de acidente.

Ainda em 2010, a Peugeot chamou os donos por conta de mais um problema, o alinhamento de direção e as contra-porcas dos terminais de direção, ambos precisando de verificação e reaperto dos componentes.

 

Peugeot 207 – Defeitos e problemas
Nota média 4 de 2 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • marcosCAR

    Como todos os carros que passam pelo crivo aqui do site, o 207 tem problemas… Sendo assim, se formos levar em conta as reclamações que existem na internet não compramos nenhum carro mais.

    • Al

      Todos os carros tem problemas, mas alguns tem maiores problemas crônicos, e infelizmente, parece ser o caso do 207…
      O câmbio AL4 é horrível em todos os sentidos, simplesmente não compraria um carro com este câmbio. seria capaz de pagar mais caro num manual.
      A junta do cabeçote do motor 1.4 também é ruim. Queima fácil a mistura óleo ao fluido de arrefecimento. Pelo que sei, foi corrigida no motor 1.5, que vem na geração seguinte do C3 e no 208.
      A suspensão também não é das melhores, de fato meio frágil. Pude perceber isto até mesmo no C3 da minha esposa.
      As peças na rede autorizadas tem preços exorbitantes. Quem não souber comprar peças paralelas de boa qualidade, vai sofrer pra fazer a correta manutenção.
      Enfim, alguns problemas, como a fragilidade da suspensão, parecem que ainda existem nos carros mais novos da PSA, mas outros, como a junta do cabeçote e o câmbio automático (agora um excelente AT6 japonês da Aisin) já foram resolvidos. A rede autorizada continua ruim. Pelo menos agora são carros bons, bem equipados, e com manutenção dentro do normal. Só que os erros anteriores da PSA ainda refletem em desconfiança e depreciação em relação aos novos produtos.

      • fabio

        Mesmo nivel FECAL das Chinesas

    • Sino Weibo

      Gambiarra problems!

  • TijucaBH

    Esse é um carro que tem vários problemas e realmente os 3 pontos mais críticos são suspensao, cambio AL4 e ruido de acabamento interno. Os outros sao mais pontuais e nao preocupam.

    • Al

      Para este modelo com motor 1.4, a junta do cabeçote dá problema com certa frequência. No motor 1.5, pelo que sei, foi corrigido.
      Claro que o mau hábito de muitos de deixar o frentista completar o radiador com água da torneira em nada ajuda…

  • Romualdo Vieira

    A ventoinha desse carro ainda tem um valor surreal! R$ 1.300 original da Valeo (pelo menos pro motor TU5JP4, pois não sei se a versão 1.4 usa a mesma ventoínha). Se o dono sonhar em colocar uma paralela, não dura 6 meses e o problema de arrefecimento volta. A PSA surra seus clientes com essa política de preço de um componente tão simplório.

  • matheus

    Tive um 207 durante 6 anos e posso afirmar: problema de suspensão e desgaste excessivo de pneus é uma realidade e acredito que 100% dos carros tiveram esse problema. Troquei 1 vez e logo depois deu defeito novamente. Outro problema crônico é a borracha da porta de trás do lado do motorista que com menos de 1000km começou a soltar (vários donos reclamaram dessa borracha em especifico). O problema do liquido de arrefecimento é ocasionado por uma falha da própria PSA em que no manual ela indica que deve ser colocado 3,5l e na verdade a quantidade é 3l. Acontece o famoso problema conhecimento popularmente como “doce de leite”.

    Nunca tive nenhum barulho de acabamento do painel, infiltração de água e problema no cabo dos vidros.

  • Emerson Monteiro

    Tive um 207 XS 1.6 de 2009 a 2013, rodando 70 mil km com ele, de todos os defeitos citados o unico que se manisfetou foi o barulho das correias, ja com 30 mil km, resolvido com a troca do tensor. Fora isso nada mais, mesmo os pneus permaneceram originais ate a epoca da venda. O mesmo não posso falar do motor 1.4, minha irmã possui um XR 2012 e possuimos uma Hoggar.
    Em ambos os casos a junta do cabeçote se rompeu com baixa km ( 35000 na Hoggar e 50000 no XR ). Esse sim me parece um caso cronico.

  • Rbs

    O calcanhar de aquiles desse carro 206/207 é o sistema de suspensão traseira!

  • Sino Weibo

    O bom é que hoje a Peugeot colhe os frutos do desrespeito ao mercado brasileiro, deviam estar se achando uma Fiat, VW, GM da vida pra empurrar essa gambiarra ae pra cá, agora ficam de propaganda falando que mudaram isso ou aquilo, igual marido infiel pra tentar volta pra esposa. Eu morro de rir com estes comerciais pq lembro do que a Peugeot fez e falo, cai mais que ta pouco.

    • Retrato do Papai

      eu vejo esse comercial da NOVA PEJÔ e lembro do 208 e derivados com segurança inferior a projetos baratos como kwid e onix, até o fox de 16 anos atrás se sai melhor

    • Fernando

      Na verdade a Peugeot nunca se achou uma VW, Fiat ou GM, mas sempre se achou superior a elas e o resultado agora, é o que vemos no mercado. Peugeot é sinônimo de carros completos, ar que gela muito, mas também, carros de suspensão de papel, peças de reposição difíceis e caras e valor de revenda irrisório.Resumindo, Peugeot é uma Aventura.

  • Arthur Brasil

    “Alguns descobriram a tempo que haviam vazamentos no sistema de refrigeração”…

    O certo é “… havia vazamentos…”, há anos que, pelo menos uma vez por semana, mando uma mensagem para o site ensinando que o verbo haver no sentido de “existir” não flexiona quanto ao número, porque toda semana tem esse erro em alguma matéria.

    Vamos caprichar mais, pessoal!

    • Leonardo F J

      Apesar de visitante assíduo do site, os erros de português, concordância e conjugação irritam.

  • Leonardo F J

    Tive um 207 1.4 manual 2010, não tive problemas.
    Depois um Passion Automático, vendi em dois meses Ainda em garantia por causa do cambio. O consumo do Automático também era horrível, porem andava bem.

  • MarcosGojira

    A Única coisa boa da Peugeot foram as propagandas nos anos 2000.

  • Francisco Helio

    Eu tive um 207 1.4 em 2009, caixa de direção com problema por volta de 25.000 Km, com necessidade de troca. Inadmissível.

  • Leodinei Bielak

    Tenho um 207 1.6 XS 11/12. Meu desde outubro de 2012 onde peguei com 15mil km. Atualmente está com 97 mil.
    Sinceramente a suspensão não é tão problemática assim.
    Troquei dois amortecedores dianteiros com 60 mil km.
    Sempre faço geometria e balanceamento a cada 5 mil km.
    Toquei o primeiro jogo com 45 mil (goodyear eagle) e não estava no TWI.

    O segundo par ainda está em cima e roda fácil mais 10 mil (Continental Extreme Contact). O mesmo possui TWI para seco e para molhado. Nem o do molhado sumiu ainda.
    Vidro elétrico realmente estraga fácil. Em 7 anos foi ao menos um por ano.

    Fora a manutenção periódica (óleo e filtros a cada 10 mil km) foi:
    2 Amortecedores dianteiros (50 mil km).
    Balanças e algumas outras peças da suspensão dianteira com 80mil km.
    Ar condicionado estourou duas válvulas com 95 mil.
    A tampa traseira faz barulho devido a trava ser um plástico sobre o metal, fácil e barato de trocar. A mesma sobre desgaste com o tempo.
    Lâmpadas da luz baixa queimam com facilidade (todo ano).

    Como pontos positivos:
    O câmbio é muito bem escalonado, quinta é usável e não é overdrive.
    Motor rende muito bem.
    Ar condicionado digital é maravilhoso.
    Farol e limpador automático.

  • Claudio

    Problemas demais..cruzes!!!

  • Leonardo Seixas

    Um dos melhores carros que já tive.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email