Combustíveis Manutenção Mercado

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?

Vou cruzar a fronteira e sei que do outro lado existem muitas diferenças em relação ao Brasil. Uma delas é a gasolina, a chamada “pura”. Diante disso, penso em meu carro nacional e flex. Será que ela é melhor? Ou ela estraga o motor? As duas questões usadas no exemplo citado são muito importantes, especialmente para quem está na mesma situação.


Como se sabe, o Brasil possui uma gasolina diferente dos demais países vizinhos e até em relação ao resto do mundo, pois aqui não há opção de poder abastecer com o derivado de petróleo sem a mistura com etanol, como acontece ainda em alguns países, embora boa parte já adote o mesmo que os EUA, sendo no caso, os combustíveis E10 e E85, por exemplo.

Aqui, de acordo com a legislação vigente, as refinarias podem adicionar até 27% de álcool anidro na gasolina. Antes era 25%. Para carros com tecnologia flex, isso pouco importa, já que estes foram desenvolvidos para suportar qualquer mistura dos dois produtos ou 100%. Nesse caso, em realidade apenas 100% de etanol, pois a gasolina já vem com um percentual de álcool. Ou seja, é impossível hoje em dia, com ou sem carro flex, abastecer com gasolina 100% sem etanol.

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?


Nos carros com motor a gasolina

Do outro lado da fronteira, a gasolina chamada “pura” tem octanagens diferentes da nacional, em média menores e limitadas a 87 octanas. Mas então, dá problema? Isso vai depender do tipo de motor. Quando lembramos que no momento em que o governo ampliou de 25% para 27% a mistura de etanol na gasolina, alertas foram dados para os proprietários de carros abastecidos apenas com gasolina, em especial os mais antigos, sem gerenciamento eletrônico.

Isso é devido ao fato de estes motores não possuírem a tecnologia que permite ao motor se adaptar às condições do combustível que está sendo usado. Nesse caso, os parâmetros de funcionamento não corresponderão igualmente quando na presença de uma gasolina sem adição de álcool. Mas o que acontece nesse caso? Como o etanol contém oxigênio, sem este, o motor necessitará admitir mais ar atmosférico na mistura para funcionar perfeitamente.

Isso provoca uma mistura rica, onde há mais combustível que ar, porém, a aspiração de uma quantidade maior de ar, pode levar a uma condição de mistura pobre, onde o motor começará a falhar e gerar aumento no consumo e danos no motor. O gerenciamento eletrônico corrige eventuais alterações na queima do combustível, mas mesmo assim, existe o risco de que danos ou consumo elevado possam ser gerados.

Em carros com motor a gasolina, especialmente os com turbo e injeção direta, as correções são feitas pontualmente em muitos casos e o propulsor até passa a render mais por causa do rendimento energético melhorado com a gasolina sem adição de etanol. De qualquer forma, a baixa octanagem pode afetar o motor de forma contrária, gerando prejuízo ao invés de ganho.

A pré-detonação é um problema comum quando o motor não responde bem ao consumo de gasolina pura. A chamada “batida de pino” ocorre quando a detonação ocorre antes da centelha, o que provoca o ruído característico, mas com essas detonações não programadas, problemas podem ocorrer com o motor.

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?

Nos carros com motor flex

No caso do motor flex, a regra é a mesma para a adequação ao combustível. Como a programação desta tecnologia permite qualquer mistura dos dois combustíveis, não há problema imediato. Porém, sabe-se que a gasolina brasileira leva em média 1/4 de etanol e, como já dito acima, nunca o sistema irá trabalhar com uma gasolina 100% pura em território nacional.

O projeto desses motores não leva em consideração seu uso fora do país. De qualquer forma, a tecnologia flex permite ao motor saber o que está sendo queimado e se adaptar rapidamente para manter o funcionamento em ordem. Assim, graças à sonda lambda, que determina o que está sendo queimado e que depois dá ordem ao controlador da borboleta de admissão, o motor acaba ajustando o tempo de ignição para aquele momento, a fim de obter uma queima mais perfeita possível.

Quando o sistema detecta uma gasolina pura, ele vai buscar um ajuste imediato para que a queima seja eficiente e isso não resultará em danos ao motor, pelo contrário, pode até mesmo render um consumo melhor. Mas, isto vai depender do tipo de motor e injeção de combustível. A batida de pino pode ocorrer em sistemas que não conseguem se adaptar rapidamente à mudança de combustível. A mistura rica é outro indicativo de problemas nesse caso, sendo que o motorista é alertado pela luz-espia no painel, a da injeção.

Ao longo dos anos, a gasolina teve diversas variações de percentual de etanol misturado. E desde então, os motores vem sendo adaptados para utilizar esse tipo de combustível, especialmente após a chegada do Flex, que trouxe a oportunidade de escolha ao condutor, se quer gasolina ou etanol. A diferença entre os dois, em termos energéticos, é de 32% a favor do derivado de petróleo. Então, saiba que o consumo sempre será mais alto com gasolina nacional do que com a pura do exterior.

Há alguns anos, a Fiat lançou o Grand Siena Tetrafuel, seguindo a geração anterior, podendo assim usar gasolina pura, gasolina comum (nacional e com etanol), etanol e gás natural. Essa opção não durou muito, mas mostra que foi necessário fazer alterações para que este último pudesse trabalhar com os demais. Muitos taxistas, especialmente no Rio de Janeiro, onde o custo do gás é menor, consideraram o modelo como carro de praça. Essa opção surgiu bem antes de 2012, com o Siena Tetrafuel, que disputava poder com o Chevrolet Astra Multipower.

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?

Biocombustíveis

Apesar de muita gente adorar a gasolina pura e outros temer que ela possa avariar o motor de seus carros, sua oferta no mercado mundial tenderá a cair. O motivo é a questão ambiental. Na Argentina, por exemplo, a gasolina tinha adição de etanol de 10% até 2016, mas um decreto da Casa Rosada, fez com que o percentual subisse para 12%. Lá, o etanol vem do milho e da cana. Chegou-se a um acordo entre produtores de açúcar e de milho, para que cada lado fornecesse metade do volume necessário para adição na gasolina.

Por ora, o impacto ainda não é grande como no Brasil, onde há muitos anos, a gasolina tem um bom percentual de álcool, mas com a tendência de equiparação técnica entre os dois lados, especialmente agora com um projeto para similaridade entre os carros produzidos no Brasil e na Argentina, pode ser que o nível de etanol suba também no país vizinho e quem sabe um dia possa estar no mesmo patamar do brasileiro.

A fronteira já foi o marco para se obter a gasolina pura mas, hoje em dia, dificilmente alguém conseguirá abastecer seu carro, seja flex ou não, com gasolina pura no Brasil e nos países do Mercosul, pelo menos. Uruguai e Paraguai já adicionam um percentual de etanol em seus combustíveis, chegando a 24% na terra dos guaranis.

Porém, um estudo apontou que atualmente existem mais de 60 países que adotam a mistura obrigatória de biocombustível em derivados de petróleo, como gasolina ou diesel. Só na América Latina, 13 países adotam o etanol como complemento da gasolina. Então, quando se fala em gasolina pura, podemos entender que, ao atravessar a fronteira, estamos apenas reduzindo o percentual de álcool anidro na gasolina, que deixa de ser pura. Com maior poder calorífico, a gasolina sem etanol permite melhor queima, resultando em performance e economia superiores. No entanto, polui mais que uma gasolina E10 ou E27, por exemplo.

Gasolina pura é melhor? Estraga o motor?
Nota média 3.7 de 3 votos

  • 110anosimigraçaojapa

    pura é melhor

    • th!nk.t4nk

      Se o motor aceitar e for devidamente calibrado pra isso, com certeza.

    • Lucas de Lucca

      Se for flex ou com taxa de compressão muito alta vai bater pino pra caramba. Esses motores modernos quase todos tem taxa acima dos 10:1, ou seja, a pura vai bater mais que a nossa comum que tem mais octanas.
      Deve ficar muito boa em carros com taxa mais baixas.
      Acho que hoje, a melhor solução é a E10 americana.

    • Nnoitra

      É mais cara, polui mais, melhor por que ?

  • Matthew

    Quanto “depende” na matéria, no final inconclusiva. Tá na cara que os motores flexíveis de hoje são calibrados levando em consideração a adição de 27% de etanol na gasolina. E como tudo no Brasil, o motivo é mais político do que técnico para atender aos interesses dos usineiros. 10~12% é aceitável como aditivo, ok. Mais de 1/4 não há nenhuma justificativa técnica defensável. Talvez uma redução na importação de gasolina já refinada, na margem. Era melhor que a nossa gasolina se aproximasse à da Argentina em percentual de etanol do que o contrário.

    • Luciano RC

      Sou a favor de ter gasolina pura e etanol puro… ponto final.

      • ObservadorCWB

        Vc e 99,9 % da população…. Devíamos dar um BASTA nesta corja política que nos governa. O único motivo é o bem estar dos usineiros.

        • Luciano RC

          Mas o povo só vai pra rua pra pular carnaval. Imagina a 23 de Maio fechada igual no carnaval, porém por protesto pela redução dos impostos e prisão dos corruptos? Seria melhor do que foi em 2013. Mas o Brasil só está preocupado se o Neymar vai jogar na Copa.

          • Hugo Leonardo Dos Santos

            Hahahahaha, como dizem os brazucas: lacrou

            • Luciano RC

              Uiii..kkk

          • Dario Lemos

            Triste verdade!

          • MauroRF

            Cara, onde assino seu comentário? Mas eu não me canso de dizer isso. Você vai ver agora na copa o mimimi com escalação, isso e aquilo. Tomara que o Brasil perca e saia logo.

            • Luciano RC

              Se ganhar, o povo vai até esquecer da Eleição. Pode esperar… esse ano teremos a eleição mais ferrada de todas. Quero assistir os debates, porém sei que se fomos campeões mundiais, o Brasil vai virar um circo.

          • Guilherme Batista

            Achei que iam decretar feriado em BH no dia da cirurgia dele. Fecharão um quarteirão inteiro de uma das principais avenidas da cidade e, pra piorar, tinha muita gente tietando o cara na porta do hospital.
            Isso tudo por causa de um dedo

            • Luciano RC

              Pois é… coisa de Brasileiro. Está chegando a Copa e teremos dias parados.

        • Fernando

          vote nesse baixo assinado. tem que começar por algum lugar a mudança
          https://www.change.org/p/jair-bolsonaro-oferta-de-combust%C3%ADvel-com-0-de-etanol-na-gasolina

      • Cláudio Lima

        Eu também gostaria que existisse a opção de escolha sobre qual combustível usar. Atualmente só podemos escolher em usar mais ou menos etanol então a gente compra 100% etanol ou uma mistura de 27% de atanol com gasolina.. Isso não é um poder de escolha real. Mas como as coisas no Brasil sempre são nebulosas, caso fosse liebrada gasolina pura o valor do litro chegaria fácil na casa dos 8 reais o litro.

        • leomix leo

          Já tem podium aqui em minha cidade de R$ 6,20, a pura deve chegar de R$ 10,00 facil.

          • Nnoitra

            Sendo que gasolina podium ou premium tem 25% de etanol anidro.

          • Ramón Alves

            Gasolina pura venezuela, próximo onde moro (cerca de 200km) custa R$ 0,05 (isso mesmo que digitei: cinco centavos)

            • Adriano Lius II

              da pra comprar um caminhão tanque e revender pra galera por 2 reais que vc fica rico.

        • Luciano RC

          O problema do Brasil é político. Precisamos eleger alguém que realmente queira trabalhar pelo País e não pelos acordos e lucros. Passou da hora… senão vamos ficar nessa desgraça.

          • Cláudio Lima

            A pessoa que quer trabalhar pelo país nunca irá se candidatar a algum cargo eletivo … kkk

            • Luciano RC

              Se candidata sim… temos pessoas que desejam melhorar esse País. Claro, eu ficaria feliz se tivéssemos como candidato o Roberto Justos (gostei das propostas deles quando falou a Jovem Pan), porém ele não seguiu em frente.

            • leomix leo

              O problema é ela não se corromper nesse maldito sistema, tem pessoas sérias sim, mais para trabalhar, se não fizer conchavos não vai para lugar algum.

              • RIP Brazil

                Acho que o problema foi nossa colonização.
                Cada pessoa “gente fina” que veio ao Brasil a partir de 1530…
                Junte-se isso à cultura latina (portugueses e espanhóis)… que é bastante diferente da cultura anglo-saxã e germânica…
                :(

          • Antonio Dourado Aguirre

            O problema do Brasil meu jovem é o próprio brasileiro.

            • Luciano RC

              Mas ainda acredito que tem jeito.

      • Lucas de Lucca

        Mas o etanol teoricamente já é puro não? O pouco de água é resultado da fermentação e se não houver adulteração é menos de 5%, não acho que trará vantagens práticas em relação ao anidro, que tem menos de 1% de água, até porque para se obter o anidro precisa passar por mais processos o que o torna mais caro.
        Já a gasolina, na minha humilde opinião o mais sensato é a E10 como vendida nos EUA, pois precisa-se de algum antidetonante, ainda mais com as taxas de compressão tão altas usadas hoje em dia, sempre acima dos 10:1.

        • Luciano RC

          Não sei das vantagens do algo puro para o que tem um pouco de água, mas a gasolina deveria ser igual a dos EUA e Europa. Esses 27% só atrapalha.

        • Eduardo Canedo

          bom do álcool não posso dizer muita coisa …..mas a gasolina é certa que entre 10 e no máximo do máximo 15% estaria de bom tamanho …..
          Posso estar falando “groselha”, mas a muito tempo atras eu li uma matéria onde dizia que o petróleo brasileiro não é o mais adequado para fazer combustível. Dizia em “categorias” do mais fino (categoria 1) ao mais denso (categoria 4) onde o petroleo brasileiro é o de categoria 4, que necessita de um processo maior de refino. Tbm me lembro, que por isso o Brasil tem q importar petróleo para fazer uma mistura e assim reduzir o processo de refinamento. Peço desculpa se eu falei besteiras …..mas eu li essa matéria ( não sei onde) ha muitos anos….Se falei alguma bobagem, por favor corrijam-me

      • Fernando
      • Celso Rabello

        Permita-me discordar. Sou engenheiro especialista em motores e posso explicar minha opinião. A adição do etanol anidro melhora a capacidade anti-detonante do combustível, podendo-se aumentar a taxa da compressão e melhorar o rendimento termico, compensando a menor quantidade de energia por massa do etanol. Na parte de emissões tambem posso citar o beneficio do balanço de emissão de CO2 do etanol ser neutro, ou seja, o que você emite no motor pode ser absorvido no plantio a cana.

        • Luciano RC

          Então a nossa gasolina é melhor que do mundo todo?

          • Celso Rabello

            Talvez a resposta não seja tão facil…se vamos avaliar qualquer coisa, precisamos de atributos e critérios para avaliar cada um deles…mas para não parecer que estou fugindo da resposta: Para emissões e poder anti-detonante? SIM. Para autonomia? NÃO. Custo??? Não sei…O mais importante é que as especificações dos combustíveis sejam claras e possam ser estaveis ao longo do tempo. Podemos calibrar os motores para qualquer combustível e, usando algo diferente, o desempenho geral do motor (potencia, consumo, emissões, autonomia) não será o melhor possível, podendo em alguns casos causar danos sérios…

            • Luciano RC

              Entendi… muito obrigado.

        • Guilherme Batista

          Você não acha que se a gasolina fosse pura, as empresas desenvolveriam motores específicas para este combustível e, assim, melhorando o rendimento térmico e emissão de poluentes?
          Falo de técnicas como controle de temperatura do combustíveis e das câmaras dos motores, melhoria nas técnicas de bombeamento e injeção de combustível ou até mesmo criar um outro aditivo que ajudam nisso tudo sem prejudicar o desempenho?

          Posso até estar falando bobagem, mas gostaria de ouvir a opinião de alguém que entenda sobre isso.

      • Guilherme Batista

        Principalmente pq se fosse qualquer outro produto, você paga por ele então tem que levar o que pagou e não levar 30% de outra coisa..

    • Fernando
  • Mauro Banqueiro

    Pura é melhor, terá boa autonomia com um tanque em comparação ao mesmo tanque em Brasil

  • Anderson Lemos

    Vamos deixar a teoria de lado e vamos para a prática; Em 2015 fui à Machu Picchu partindo de Uberlândia-MG em um Ka SE 1.0. Em território nacional ele estava fazendo 16 kml dessa nossa mistura que alguns tem coragem de chamar de gasolina. Em solo Peruano rodei 1,5 mil km com gasolina “pura” a dita 87 e o carro fez média de 23 kml. Não houve mudança significativa no motor a não ser o ronco que ficou mais encorpado. Senti falta de potência no motor ao cruzar os Andes mas descobri mais tarde que o problema era a altitude e não a gasolina. Salvo engano, perde-se 10cv a cada 1000m de altitude e o ponto mais alto que passei ficava a 4,8 mil metros.
    Reumo: Gasolina “pura” não estraga o motor.

    • Rafael

      23 Km/L? que delícia, cara!

    • Leonardo Poletto

      Anderson, em 2013 aluguei um Lancia Y na Ittalia, com motor Fire 1.2 e start stop.
      Rodei pouco mais de 4.000 kms com medias entre 23 e 24 km/l.

      • Anderson Lemos

        Há algo de errado com nosso combustível e com nossos motores. Montei um kit de vapor de gasolina em uma Meriva 1.4 na zueira mesmo só pra pagar pra ver e ela está fazendo 24 km/l com nossa gasolina, antes fazia 13. Nossos motores não estão trabalhando com a eficiência máxima, não tenho dúvidas disso!!

        • Rodrigo Sanvido

          Truco

          • Anderson Lemos

            Seis!!
            kkkkkk brincadeiras à parte.
            Faz o seguinte; Estou em Uberlândia-MG te passo meu telefone e nós vamos fazer um teste. Você vai pegar a ficha técnica da Meriva 1.4 e verificar qual o consumo declarado pelo fabricante (10km/l). Nós vamos abastecer e dar um passeio na BR, se ela der menos de 18km/l te dou mil reais se der mais vc me dá mil.

        • Dario Lemos

          Mas qual seria o ganho com essa eficiência máxima? É difícil de responder mas, penso eu, o maior culpado é esse combustível que faz com que todos nós tenhamos que abastecer mais vezes gerando, assim, mais dinheiro à Petrobras, ao Estado e usineiros e mais poluindo ainda mais o ambiente. Para mim, isso é proposital, o governo não tem interesse em diminuir suas receitas.

          • Anderson Lemos

            Faz sentido seu comentário, mas acredito que seja uma junção das duas coisas.

        • Louis

          Vi uns vídeos de vapor de gasolina e não acreditei. Mas se for realmente verdade, se economizar tudo isso, logo vai popularizar. Eu ainda não arrisco com receio na segurança.

          • Anderson Lemos

            Testei e cheguei à seguinte conclusão; Vai ser proibido, pois será uma pedra no sapato da petrobrás. A eficiência na estrada é absurda já na cidade é algo em torno de 20%. Quanto à segurança precisa melhorar muito ainda.

      • Flávio

        Estive nos EUA em novembro passado, aluguei um Malibu 1.5 Turbo. Fiz 19 km/l de média com ele. Isso que a Gasolina lá pode ter até 10% de alcool.

    • ObservadorCWB

      Nem precisava ir longe. Qualquer ida ao Paraguai e argentina dá mesma. Os frentistas de postos brasileiro até reconhecem que você veio de lá pelo cheiro que sai do tanque ao reabastecer. Somos feitos de trouxas todos os dias pelo nosso DES-governo.

    • Rogerio Ramos

      Andei 12 mil km pela argentina em jan/18 com meu vectra 2010 e tambem notei melhora no consumo. Cerca de 10%…

    • RVS

      Anderson, digamos que tua conclusão não é bem verdadeira.
      Tua análise limita-se a dizer que rodou alguns km com gasolina Pura e nada aconteceu. Te desafio a utilizar a gasolina Peruana de 87 ocatanas por mais algum tempo. Verás o que vai acontecer com teu motor. Tem Ka possui taxa 12:1 (relativamente alta até para combustível de 95 octanas RON). Ele não foi validado para isso, e a longo prazo problemas de durabilidade acontecerão.
      Outra coisa: no Peru em particular, o teor de olefinas e aromáticos na gasolina é bastante alto. Sérios problemas de acúmulo de carvão acontecem por lá. Enfim…cuidado com a análise pouco científica…rs….você pode ter surpresas desagradáveis.
      O povo sai dizendo “Meu Deus, Gasolina Pura é muito melhor!”. Cuidado: depende! A propósito: se abastever com E27 (combustível Brasileiro) e depois com E0 95 Octanas, a diferença de consumo é de no máximo, 7 a 8%. Não existe milagre. É estequiometria simples!

      Ps: A conta para perda de potência em altitude não é bem essa. Ela é percentual: em 1000m, perde-se aproximadamente 10%. Não é bem linear, mas poderia ser aproximada assim. Teu carro com a gasolina deles entregaria no márximo uns 78cv. Subindo, vai perdendo…

      • Anderson Lemos

        Eu fiz uma análise com uma perspectiva a curto prazo, já que a matéria exemplifica uma viagem e não uma mudança de país! As impurezas da gasolina, como acúmulo de carvão, são removidas assim que você volta a usar o álcool, prova disso são meus carros que com mais de meio milhão de km rodados nunca fizeram limpeza de bico ou descarbonização de válvulas e nem vão fazer. Outra coisa, se observar meu comentário logo abaixo verá que instalei um sistema de vapor de gasolina em um carro e a eficiência dele na estrada atingiu mais de 90%, esqueça a conversa de engenheiro, nossos carros estão servindo de mula para a Petrobrás.

        • RVS

          Se voce acredita que realmente vapor de combustível funciona, entao melhor parar a conversa por aqui….rs.
          Você é taxista?

          • Anderson Lemos

            Amigo, não é questão de acreditar. Eu instalei e funcionou, eu não esperava que funcionasse mas funcionou!!
            A conversa realmente deve parar por aqui, um abraço!!!

            • Janduir

              Um amigo instalou, mas o de vapor de cachaça. Disse que tá fazendo 30km/l na cidade, e o cheiro do escapamento é ótimo…

              • Anderson Lemos

                Fala para ele abrir uma startup de alambique ambulante, 30km/l ele mata 2 coelhos…

        • afonso200

          compre um corolla ou fielder brad pitt, e veras que com 7mil km, vai ter que limpar bicos,,,,, ridiculo aquela geração de corollas ta sempre falhando os bicos

          • Anderson Lemos

            Não sabia que o Corolla tinha esse B.O e olha que todo mundo bate palmas para ele hein.

            • afonso200

              o que mais tem é video de corolla falhando no youtube, mas isso até 2009 depois acho que melhorou…motivo é que os icos injetores tem muitos micro furos, enquanto nas outras marcas tem entre 4-8 furos maiores,,,,,ou seja, micro furos entopem mais facil

    • Zé Mundico

      Ano passado aluguei um Fiat 500-X na Itália.
      Tá certo que era diesel, mas fiz média de 15-17 km/l. Fiquei de queixo caído com a economia do bichinho.

    • Fernando

      temos que nos mobilizar. assinar um abaixo assinado é um início https://www.change.org/p/jair-bolsonaro-oferta-de-combust%C3%ADvel-com-0-de-etanol-na-gasolina

    • afonso200

      consumo de UP aspirado a 80km/h com AC desligado

      • Nnoitra

        Com AC desligado a 80 km/h, o Mobi Drive manual fez 27 km/l na rodovia Fernão Dias, no trecho de Betim até São Paulo, abastecido com a gasolina comum E27 nacional.

    • Henry

      1.5mil bastante km esse 23km/l é impressionante

      • Anderson Lemos

        Esta é a distância entre a divisa Brasil/Peru e a cidade de Cusco, ponto de partida para Machu Picchu. Apesar de o manual do carro “pedir” expressamente para não usar gasolina com chumbo, arrisquei sem medo e quando cheguei em casa, depois de 8,4 mil km rodados o carro estava afinadíssimo.

        • Henry

          Temos um mesmo modelo,por isso achei um consumo fora de série

    • Leandro Fernandes Morais

      Anderson Lemos, é uma característica de motores naturalmente aspirados, que sofrem perda de 1% de potência a cada 100m de altitude. Na cidade onde moro mesmo (Anápolis/GO) fica a 1017 metros acima do nível do mar, logo meu carro tem esses 10% a menos de potência. Motores superalimentados (com turbo ou compressor por exemplo) não sofrem essa perda de potência. Na sua próxima empreitada dessas, use um carro turbinado(UP! TSI pra ficar na mesma categoria) e sentirá a diferença.

      • Anderson Lemos

        Perfeita observação!! Fiquei curioso para saber qual seria a média do TSI usando a gasolina 87

  • Ricardo

    Cada vez mais etanol na gasolina e cada vez fica mais caro, cade a lógica disso!?

    • ObservadorCWB

      Se os estoques de vento diminuíram, e você tinha uma meta, depois tem que dobrar a meta, do cachorro atrás da criança. Sem levar em conta que a bola é exemplo de cultura. Pois 10 mil btu´s mais mil btu´s dão 13 mil btu´s. Cara, é simples assim. Deu para entender ?

      • Oberon de Megrez

        Não pode esquecer de saudar a mandioca…

        • ObservadorCWB

          Espero que a dita senhora esteja sentada em cima…..de uma bem grossa….

          • Edson Fernandes

            Não… porque ela vai gostar. Talvez a FALTA ajude.

        • Zé Mundico

          E depois a gente dobra a meta.

    • Ricardo Blume

      Politicagem amigo, pura politicagem. Nada nesse país tem lógica, a não ser que você faça parte da turminha.

  • D136O

    Ta difícil ler estes textos sem coesão textual, é como ler uma charada.

    • ObservadorCWB

      Este texto saiu de um relatório assinado por DiLLma Russef enquanto era responsável na Petrobrás. RESUMO: você é roubado quando compra mijolina e águanool no Brasil. Qualquer abastecimento fora do país e o SEU carro irá ter MAIOR autonomia (MENOR consumo).

    • Anderson Lemos

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • F30FLORIPA

    E como ficam os carros importados de forma independente que não estão preparados para receber a nossa gasolina com etanol ?

    • Oberon de Megrez

      Eu tenho um, e estou quase separando o etanol da gasolina por minha conta… só estou pesquisando mais sobre o assunto. veja o video “gasolina pura como obter” é muito simples. Toda vez que vou abastecer meu carro é uma dor no peito.

      • Nnoitra

        É muito fácil separar o etanol da gasolina, só não é barato, porque você vai descartar 27% do combustível que você comprou caro. E tem outro problema, você não sabe como vai ficar o índice anti-detonante(IAD/RON) deste combustível sem o etanol anidro, pode ficar perigosamente baixo.

        • Oberon de Megrez

          sim, é por esse motivo que ainda não fiz isso.

  • JCosta

    Tive uma experiência com gasolina pura, na Venezuela. O carro rende mais KMs por litro e só. Na ocasião, não percebi outra alteração significativa no comportamento dinâmico (aceleração, velocidade final, etc).

  • Thiago

    Aqui na fronteira do BR com o PY, pagamos cerca de R$ 2,50 por litro da gasolina E85 no Paraguay… tenho um focus 10/10 2.0 GLX e a única diferença que sinto é que às vezes o motor em baixa rotação, tipo quando vc sai de uma lombada em segunda marcha ele dá uma grilada. Não sei como é agora, mas antes eu sei que a gasolina deles continha chumbo, diferente da nossa, e falam que estraga o catalisador e tal… mas que o bolso agradece, e muito… Por tanque eu economizo R$ 100,00 por abastecida :)

    • Rodrigo Santos

      Não seria E15, ou seja, gasolina com 15% de etanol?

      • Thiago

        haha… rapaz, acho q vc tem razão, essa é a nafta regular 85…

  • konnyaro

    Em 2014 quando faltou etanol no mercado, a Dilma reduziu a porcentagem na gasolina para 20%. A única consequência foi que o carro ficou mais econômico.
    Se reduzir para a porcentagem de 10% teríamos a vantagem de economia ainda maior, aliado ao poder antidetonante do etanol. O efeito direto disso seria que o etanol teria de ter um preço mais baixo ainda para poder concorrer com essa gasolina, mas o lobby dos usineiros nunca vai deixar isso acontecer…

  • RVS

    Notícias Automotivas:
    Honestamente, acredito que o nível técnico da matéria é bastante ruim. Me desculpe o autor, mas há muito equívocos no que foi escrito, típico de quem não tabalha na área. Se quiserem ajuda, estou a disposição.

  • Matafuego

    Acho que está errado chamar a gasolina sem etanol de “pura”. Salvo engano, nenhuma gasolina vendida no mundo é pura pois é necessário colocar algum antidetonante – no nosso caso, o etanol faz esse papel.

    • th!nk.t4nk

      Acho que todo mundo sabe disso, mas de fato poderiam ter usado outro termo (ou simplesmente dizer “gasolina sem etanol”).

  • Rodrigo Sanvido

    Devemos pensar na questão ambiental. Creio que 25% de etanol misturados a gasolina é bom para o planeta sem alterar demais o funcionamento dos motores. O que sinto falta é de motores 100% a etanol… com a tecnologia moderna esses motores renderiam muito mais de fossem monocombustiveis.

    • ObservadorCWB

      Isso é estória….o etanol pode diminuir CO2…mas há subprodutos que surgem da queima que não existem na gasolina. Continuar batendo nesta tecla de “ecologicamente melhor” é balela….tanto que poucos o fazem.

  • Fabio Pasche

    Com minha moto que não é flex ela faz o que com essa mijolina pura, ou a mijolina aditivada DT Clean ?

  • Oberon de Megrez

    Já vi um video no youtube “gasolina pura como obter” (não sei se pode colocar o link direto aqui) ele mostra como separar o etanol da gasolina e em seguida faz um teste de consumo e desempenho… Eu fiquei muito motivado a fazer isso para colocar gasolina pura no meu carro, dá muita dó ter que colocar mijolina num V6 da Nissan de 1995. Tem alguém que já fez isso aqui?

  • Edson Fernandes

    Felizmente a Renault costuma dar uma calibração bem abrangente nos seus motores (mesmo que seja nissan) para que esse possa receber gasolina de outros países sem prejuizos ao motor. Ao menos relatos de amigos e eu de usar gasolina com menor uso de alcool para detonação não trás nenhum prejuizo de pre detonação, o carro continua rodando bem e mais economico por ser mais rico em combustivel.

  • Edson Fernandes

    O que pra mim é simples: Não tem partido no comando e que faz as coisas, tem uma turma de ladrão que faz o reflexo do brasileiro que gostaria de fazer o mesmo caixa 2 que fazem por aí.

    • Unknown

      Exato! Criticam, mas a maioria, se tiver a mesma oportunidade, faz o mesmo! Isso está arraigado no povo brasileiro e levará, ao menos, uns 200 anos para se extinguir…

    • GRANMA

      Equipe NA significa que você trabalha para o site também?

      • Edson Fernandes

        Não, seria bom ter esse “extra” ganho do site viu…rs

        • Rbs

          Equipe NA significa que você trabalha para o site também? Entendi. Esse nick é meu também.

          • Edson Fernandes

            Significa que fazemos parte do grupo em que modera o site. Mas não somos pessoas que fazemos edições ou montamos as materias (ainda que fosse algo que eu gostaria de fazer).

            • Rbs

              Entendido amigo!

  • Igor Pricandi

    Pior que isso é o diesel S50. Mal se tem distribuição do S10 e alguns motores já exigem o S50. Como se nós estivéssemos na europa.

    • O S10 é o mais moderno e mais recente, menos poluente e mais caro. O Brasil já substituiu o S50 pelo S10. Motores que exigem no mínimo S50, funcionam melhor com S10. O S500, diesel comum deverá ser substituído pelo S100, para a seguir ficar apenas o S10.

      Motores que aceitam S50 são de concepção mais antiga do que de modelos que aceitam apenas S10.

  • Louis

    Torçamos pelos elétricos galera! Aí diminui essa palhaçada.
    E, antes que venham dizer que ficarei refém das elétricas, instalarei placas foto voltaicas em casa.

    • Hiboria

      Relaxa, o ICMS vem para as placas e geração própria, quanto as hidrelétricas e linhas de transmissão, essas já são chinesas.

      • Louis

        Escapar 100% não tem como mesmo. E pensar que tem gente que defente Estado inchado….

  • carlos rodrigues

    A matéria é inconclusiva, mas entendo que o motor flex é projetado para queimar gasolina, álcool ou os dois combustíveis em qualquer proporção. Portanto, se ele queima os dois, eu entendo que ele vai queimar um só, sendo pura ou não. A grande questão é que o motor flex brasileiro é quase que uma gambiarra, pois ele não queima na forma eficiente, nem o álcool, nem a gasolina, visto que os dois combustíveis possuem taxa de compressão diferente. Além disso o sistema flex (bomba, bicos, velas) precisa ser preparado para a queima do álcool que libera muita água e pode oxidar o sistema.

  • Gilvan Mendes

    Corrigindo: refinaria entrega gasolina A sem alcool, quem acrescenta o alcool é a distribuidora.

  • Mr. On The Road 77

    O problema é que o ‘governo anterior’ manteve a gasolina a preços baixos artificialmente, por medida popularesca mesmo, durante alguns anos enquanto o barril de petróleo chegou a 200 dólares lá fora até quebrar a Petrobrás.

    • Unknown

      Primeiro que a Petrobrás não está quebrada, as pessoas caem neste papo fiado, que só serve para abrir terreno para privatizações. Segundo que o preço da gasolina no Brasil, nunca foi baixo, em comparação com o preço praticado em grande parte dos outros países…

      • Mr. On The Road 77

        Tá bom então. Pode votar no Lulla e ser feliz. kkkk

        • Unknown

          Se deixarem o povo votar nele, vou pensar nesta possibilidade… Kkkk

          • Renato1983

            Tá vendo como não dá para esperar nada do Brasil? Cogitar votar em um bandido condenado em segunda instância. Não é suspeita, é comprovado, julgado e condenado. Existe robusto conjunto probatório, a despeito dos “movimentos de esquerda” e “artistas” que se manifestam perguntando “onde estão as provas”, como se o judiciário precisasse se explicar par leigos enquanto julga um criminoso comum (exatamente o que o molusco é).

      • toninho

        vende tudo, cabidão de emprego esta demais, vende e pronto.

    • Renato1983

      Exato.

  • Mr. On The Road 77

    Tem alguns carros da Renault que informam no manual que se pode abastecer com gasolina dos países do Mercosul sem problemas.
    Ao menos o Megane (1.6 16V) e o Fluence (motor M4R 2.0 16V) têm essa informação no manual. Curiosamente, ambos tem tx. de compressão do motor bem baixa para os padrões atuais (10,0:1).

  • Racer

    Viajei diversas vezes pra Argentina com um Logus (injeção monoponto) e sempre abastecia lá. O carro virava outro em desempenho e consumo, ficando muito melhor. E nunca apresentou um problema sequer.

  • Lucas de Lucca

    Para mim a melhor solução era: veículos somente a gasolina e que a mesma fosse vendida com apenas 10% de etanol (E10), assim como ocorre nos EUA. Podia ter também o somente a etanol e ponto. Para mim, o maior problema são esses malditos carros patos (flex), pois imagine, se com 27% de etanol (que age como antidetonante) esses carros flex já grilam / bate pinos pra caramba devido a alta taxa de compressão para suportar o etanol, imagine usando gasolina pura (menor octanas) neles.

    • Bikudin

      É isso mesmo, falou tudo. Gasolina pura nos flex tem a vida útil diminuída ainda mais.

    • Ducar Carros

      Nos EUA tem também E85, os carros que o usam são flex.

  • Bikudin

    Uma coisa é certa, carro flex ainda é gambi, enquanto não projetarem um motor com compressão variável não vai ser eficiente, e com gasolina pura, vai dar detonação (batida de pino) ou pré ignição sem dó e isso com o tempo vai furar pistão. Tem motor flex q a compressão passa dos 13:1 essa compressão e de etanol e quando muda para gasolina ela continua a mesma sendo q a compressão de motor a gasolina sempre foi de 9,5:1 a 10:1. Será que todos esqueceram dos problemas q deram o motor do Celta 1.0 VHC? Batia pino adoidado? Alguns chegaram a trocar os pistões por isso. Esse motor tem a compressão q passa dos 12:1 e os primeiros eram só a gasolina.

    • Lucas de Lucca

      Pois é. Quando começaram a surgir os turbos downsizing me lembro que muitos acreditavam que o turbo resolveria o problema do flex. Ledo engano. Tenho um Cruze 1.4T e digo sem medo de errar: com gasolina comum (ou aditivada simples tipo V-Power, DT-Clean ou Grid) bate pino lascado em baixa. Solução? Usar etanol. Porém com o etanol custando R$ 2,999 o litro e o carro fazendo 7,5 km/L de média mista não dá. Como eu detesto carro batendo pino, pois tenho noção do mal que isso faz ao motor sou obrigado a usar a Podium pagando R$ 4,999 o litro e acabou-se os grilos. Pelo menos, como o consumo misto sobe para uns 13,5 km/L acaba ficando elas por elas em valor. O problema da Podium é que nem todo lugar tem.

      • Bikudin

        Pois é, nós estamos em um mato sem cachorro com essas gambi, meu pai tem um Honda fit 2010 flex e ele só usa gasolina acho q não grila pq a esse é um dos unicos motor q usa compressão de 10:1 e ja ta no limite, mas se usar alcool consome muito tb mas fazer o que né.

  • Michel

    Boa Tarde, Qual o risco de comprar um DS4 com ThP que sempre foi abastecido com gasolina comum?

    • Lucas de Lucca

      Cara, depende. Se for 2014 em diante não tem muito problema, pois a partir daí a gasolina comum diminuiu o teor de enxofre para 50ppm e não suja tanto. Se for antes disso, como a gasolina era muito suja (muito enxofre) dava problemas nos bicos da injeção direta. De resto, faz um tratamento nele quando pegar com algum aditivo no tanque tipo o Direct Clean da Koube, coloca uns 2 fracos em 10L de gasolina e deixa 40 min ligado em marcha lenta, depois anda mais uns 10 km e completa com gasolina aditivada tipo V-Power ou DT-Clean e boa. Recomendo após isso também trocar o filtro de combustível. De resto, esse motorzinho THP é muito bom e se a manutenção foi feita em dia, mesmo sempre usando comum não terá problemas.

      • Michel

        Nossa, Obrigado pela resposta bem completa,, to namorando um Ds4 faz tempo rs

      • Gutemberg Ferreira

        Na verdade a redução no enxofre ocorreu a partir de janeiro de 2015.

  • Ronaldo G. Ribas

    A gasolina no Brasil tem a maior mistura de etanol anidro no mundo, é uma gasolina com E27 e com 87 IAD = 93 RON (n° de octanas). Na Argentina a gasolina é E12 (12% etanol anidro) com 93 a 97 RON. No Paraguai a gasolina da PETROBRAS vai com 25% de etanol (E25). Os motores mais modernos que utilizam sondas lambda wide band e sensores de densidade conseguem corrigir facilmente as variações entre os combustíveis com etanol entre 5 e 30% além dos “FLEX” que rodam com 100% de etanol hidratado. Como temos que manter a estrutura de produção de etanol, que custa mais que a gasolina na refinaria, criaram uma equação de preços para equilibrar os custos entre gasolina, etanol e impostos pesados. No final os preços da gasolina Tipo C comum (R$1,53 / litro nas refinarias), na bomba a R$3,999/L, e o etanol hidratado de R$1,85/L por R$2,87/L. É a mágica dos preços no Brazil…zil…zil.

    • Nnoitra

      [No final os preços da gasolina Tipo C comum (R$1,53 / litro nas refinarias), na bomba a R$3,999/L, e o etanol hidratado de R$1,85/L por R$2,87/L. É a mágica dos preços no Brazil…zil…zil.]

      Não é mágica, é lógica, toda substância que oferece risco a saúde pública é sobre-taxada, como a gasolina é muito mais tóxica e poluente do que o etanol, ela paga mais impostos, e por isso fica mais cara.

  • toninho

    medidas populistas de governos populistas, vice maduro na venezuela gasolina de graça e povo fudido, energia de graça no brasil e agora veio a conta. odeio esquerda, ela é a encarnação da inveja e da preguiça e só cobiça o dinheiro e trabalho dos outros.

  • Carlos Magno Serrano

    Agora em janeiro de 2018 atravessei a fronteira e rodei no Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai totalizando 14 mil km e em todo percurso abasteci com gasolina V Power ou similar ( se eu não me engano se chamava 97). Meu carro é um Voyage 2017 1.0 flex, não tive nenhum problema com o motor e a economia se manteve igual ao Brasil, com cerca de 19km/l. Abraços

  • Ricardo Blume

    Em um país que não respeita nem a sua Amazônia, essa ridícula adição de 27% de álcool na gasolina nada tem relação com o meio ambiente e sim com a bancada ruralista em Brasília. Nossos carros podem até poluir menos mas, consomem mais em favorecimento de meia dúzia que diz que trabalha naquela ilha da fantasia.

  • afonso200

    se um V6 aqui no BR faz 13.6km/l andando a 80km/h, nos EUA esse mesmo carro faz 14,5km/l andando a 80km/h com gasolina com 8% etanol

  • Renato1983

    A “era Temer” é a mera continuidade da era Dilma, visto que foi democraticamente eleito por quem votou nela, visto que era o vice na chapa. E apesar dos monstruosos pesares, ele consegue ser menos ruim que ela, pois consegue articular frases completas com sentido, e a economia começou a dar sinais de recuperação.

    • Unknown

      Concordo que a Dilma é tão ruim que não consegue articular e expressar seu pensamento de forma clara, tinha mais é que sair mesmo. Mas o problema é que fica claro que o Temer só continua lá pela compra de votos que fez descaradamente para se livrar do Impeachment e tudo bem, nos foi empurrado pela goela abaixo com uma naturalidade. os dois erraram, mas tiveram destinos diferentes (sem julgar o mérito de quem é melhor).

      • Renato1983

        Perfeito!

  • Adriano Lius II

    SE fosse só esse o problema, blz… questão é que não inventaram o carro a agua, porque os postos de Marília-SP , Agualina e h2ALcool. Meu pai estava com outro veiculo logo atrás de mim, e filmou meu carro mijando litros pelo escapamento, se fosse só no começo do trajeto blz… ele gravou quando saímos e viu que não parava de jorrar agua mesmo depois de uns 15 minutos de condução e gravou novamente. É por isso que meu corsinha 1.4 econoflex ta fazendo 6 km com litro . Quando abasteci em Bauru, cidade vizinha, além de não despencar água, de pagar 50 centavos a menos ( bauru 2,47 etanol – Marília cartel 2,99) meu corsinha fez 8,6 . O problema não é os combustíveis, e sim quem os faz e quem os vende e na maior proporção, nós, que deixamos eles até aplicarem fezes dentro dos combustíveis se for possível. Agora diz que vai tirar o carnaval, que não vai poder falar o nome Neymar, aiiii tem até manifestação. BRASIL…

  • Daniel Leandro

    Só no Brasil se pensa ao contrário.. kkkk …Nos EUA na gasolina comum esta mistura de etanol pode chegar até 80%, ou seja praticamente etanol misturado com um pouco de gasolina.
    O uso do etanol é valido sim, para diminuir a dependência do petróleo, aumentar a concorrência e obviamente diminuir um pouco os danos ao meio-ambiente. Bastou este ultima argumento para que Europa e EUA começassem a misturar, dá para perceber que somos um povo que precisa de muita educação.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email