O motor de um carro híbrido pode se desligar em um longo trecho de descida, como em uma serra?

carro freando serra
carro freando serra

Algumas pessoas pensam que, já que o motor de um carro híbrido se desliga em várias situações onde seu uso não está sendo necessário, será que ele pode se desligar em um longo trecho de serra, descendo em direção à praia?

A tecnologia na área automotiva ajuda muito, mas sabemos que desligar o motor com o carro em movimento é muito arriscado.

Se isso acontecer, o pedal do freio pode ficar duro, e dirigir fica mais complicado e perigoso.

Isso pois o servofreio precisa do vácuo do motor para funcionar bem. Sem ele, nossa segurança e do carro podem estar em perigo durante uma descida.

É por isso que os carros híbridos não tem seu motor desligado em longas descidas, até porque, nestas situações, mesmo funcionando, o motor não vai estar usando nenhum combustível. A injeção de combustível é cortada quando não aceleramos.

Por outro lado, existem algumas situações específicas em que o motor de um carro híbrido pode sim ser desligado, sem causar nenhum tipo de perigo para os ocupantes do carro.

Vamos ver quais são:

A primeira situação é quando a carga das baterias é suficiente para movimentar o veículo. Isso geralmente acontece em baixas velocidades.

Em um carro como o Toyota Prius, por exemplo, notamos que se acelerarmos bem levemente, pisando pouco no acelerador, o motor não chega a ser acionado, e o carro vai se movimentando em total silêncio, como se fosse um elétrico.

Já se pisamos fundo no acelerador, o motor é ligado quase que instantaneamente, para fornecer uma potência extra e muito necessária.

A segunda situação é quando o câmbio automático está na posição P, de Parking. Aí o carro também fica com o motor desligado.

E a terceira situação é quando o carro está totalmente parado, com o motor funcionando em marcha lenta, como em um semáforo fechado.

Ou seja, em descidas de serra, o motor do carro híbrido continua funcionando normalmente, como qualquer carro convencional.

E, vamos falar a verdade, mesmo que o motor por acaso se desligasse em uma situação como essa, os freios continuariam a funcionar.

O único problema é que não teríamos a ajuda do servofreio, necessitando de mais força no pé para pressionar o pedal do freio. Mas o carro pararia tranquilamente.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.