Finanças Governamental/Legal Mercado Segurança

O que é carro NP?

mercado-2 O que é carro NP?

O que é carro NP? O que significa carro NP?

Você está navegando pela internet em busca de uma boa oferta de carro e de repente você vê uma oportunidade que parece um milagre. Um carro, muitas vezes bem novo, por um preço inacreditavelmente baixo. Se o carro for zero quilômetro então, você praticamente ganhou na loteria! Ou não? Não. O que lhe parece a “oferta dos sonhos”, em realidade pode ser o caminho do pesadelo.



Muitos anúncios de automóveis na internet surgem com preços muito baixos em relação à cotação de mercado e isso não ocorre por bondade de seus donos ou anunciantes. Na verdade, em muitos casos, se trata do chamado “carro NP”. Mas o que significa então estas duas letras? O que significa carro NP? NP é igual à “Não-Pago”. O termo em si já diz tudo.

Trata-se basicamente de um veículo financiado, cujas prestações não foram pagas pelo proprietário por falta de condições ou por um motivo mais escuso, que é o financiamento em nome de um “laranja”, que é uma pessoa que empresta seu nome para outra, a fim que esta última possa fazer uma aquisição sem assumir a propriedade legal do bem ou serviço.

Os anúncios de carros NP chamam a atenção de muitas pessoas e geram enormes dúvidas em quem ficou tentado à entrar no negócio. Para todas as coisas, uma certeza é válida: não existe almoço grátis. Um veículo que foi financiado nessas condições deixou de ser pago por algum motivo. Com isso, as parcelas atrasadas foram se acumulando e assim a dívida chegou em um nível onde o proprietário não pode mais pagar, seja pelo motivo que for.



mercado-2 O que é carro NP?

Como é feito?

Nesse caso, o que acontece é o seguinte. O dono anuncia o veículo financiado e com parcelas em atraso pelo valor que já pagou da dívida ou menos que isso para tornar a venda mais fácil, a fim de que um novo comprador possa assumir o veículo e a dívida. Dependendo do tamanho desta e da negociação com o banco, o carro NP pode acabar sendo uma boa para quem compra e também para quem vende, pois o automóvel voltará a estar em dia com o banco ou financeira. O antigo dono se livra de uma dívida que seria impagável e o novo comprador passa a pagar menos que o esperado (depende do que for negociado com o banco).

O que aconteceu acima, como exemplo, é um caminho legal para o carro NP, apesar de que nesse caso, seja obrigatória a transferência do veículo para um comprador em 30 dias, de acordo com o artigo 123 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB). Não há caso de leasing, pois só pode ocorrer a transferência após metade da dívida paga.

No caso de CDC, que é onde o NP se apoia, pode ser feito a qualquer momento. Mas, nem todo mundo faz isso. O motivo é que em muitos casos, a dívida é enorme, impagável mesmo para um novo comprador. Nesse caso, o negócio é “oficializado” por meio de cartórios, num contrato de compra e venda firmado entre as partes perante o tabelião. Ou seja, nem chega perto do Detran.

Mesmo no caso em que um carro NP teve a dívida assumida por um novo comprador, quem repassa o veículo geralmente o faz de forma que quem está assumindo o veículo possa negociar a dívida. Nesse caso, além do carnê, manual, chave reserva, documento de compra e venda (Certificado de Registro do Veículo) e documento do veículo(Certificado de Registro do Veículo e Licenciamento) são entregues para o novo dono, que assim pode junto ao banco negociar o valor devido.

Mas, na situação onde a dívida é praticamente impagável, o novo comprador não tem intenção de pagar. Nesse caso, ele irá rodar com o veículo por alguns meses ou anos e depois vai abandona-lo ou repassar para outra pessoa. Enquanto isso, a dívida apenas cresce de forma descomunal. Para quem decide se enveredar por esse caminho, o carro NP se torna um risco. Por conta disso, ele decidirá pagar um valor muito baixo para não ter o prejuízo de ver o carro sofrer busca ou apreensão; ou o que é pior, ter o veículo preso numa blitz e sofrer complicações judiciais.

mercado-2 O que é carro NP?

Busca e Apreensão

Assim como o “não-pago”, “busca e apreensão” por si só já diz o que é. Esse é o meio jurídico para que o banco ou a financeira possam reaver o bem que deixou de ser pago pelo proprietário. Algumas instituições financeiras colocam a terceira parcela não paga como início do período em que pode haver um mandado judicial para a retomada do veículo. Outras, no entanto, fixam esse prazo em seis meses.

O mandado de busca e apreensão, no entanto, não ocorre imediatamente. Mesmo que o banco entre com a ação no dia seguinte ao vencimento da terceira ou sexta parcela, conforme cada instituição, o processo para que o veículo fique em posse da financeira pode levar meses ou até anos. Alguns relatos falam em um período médio de dois a cinco anos, mas isso não pode ser levado em consideração, já que uma ação pode ser julgada em semanas ou meses, dependendo apenas do poder judiciário para o mesmo.

Mas, como vemos no mercado, os processos em geral são bem longos, ao ponto dos bancos reduzirem a aprovação de novas fichas e o processo acabar em alta dos juros nos planos de financiamento, redução do crédito e até queda nas vendas de veículos. Tudo por conta da inadimplência gerada por contratos que acabam como um carro NP.

Uma vez com busca e apreensão liberada, o veículo pode ser localizado e levado da residência do proprietário ou apreendido em blitz policiais. Há casos em que os carros acabam sendo abandonados, “escondidos” ou levados para outro domicílio, a fim de despistar o oficial de justiça. Mesmo se tiver alerta de busca e apreensão, quem está conduzindo não terá problemas com isso.

Se houver algo errado com o veículo, além da dívida, o condutor pego numa blitz pode até responder judicialmente por receptação. Mas existem aqueles que vendem carros NP para obter lucro, utilizando-se de laranjas, financiando e vendendo o carro em seguida, por um valor muito baixo.

mercado-2 O que é carro NP?

Carro NP Finan

Enquanto se sabe que muitos carros NP acabam rodando muito até que a busca e apreensão seja efetivada, existe também um outro lado, ainda mais obscuro. Esse é o do carro NP Finan. Trata-se de uma prática ilícita enquadrada como estelionato. Um veículo zero km é financiado e logo em seguida é oferecido em anúncios de internet. Muitos até são carros de luxo ofertados por preços irreais, inclusive com parcelamento de parte do valor em prestações bem suaves… Audi A1 2017 por R$ 34 mil ou Audi A4 2017 por R$ 54 mil, são alguns exemplos.

Assim como no carro NP usado, onde geralmente o valor é referente à um terço do preço normal, segundo depoimento de um negociante anônimo na internet, o carro NP Finan também vai pelo mesmo caminho. Nesse caso, o falso proprietário não tem intenção de pagar e sim de revender o veículo por qualquer preço, já que o que entrar é lucro. Neste mercado negro, até sair a busca e apreensão, um veículo nessas condições pode rodar tranquilamente e mesmo ser licenciado, o que acontece até o bloqueio do mesmo. Por isso, muitos acabam rodando “legalmente” até serem abandonados ou repassados.

E os impostos? Em alguns estados, se o veículo estiver com IPVA e licenciamento atrasados, o veículo não é apreendido. Mas, para quem anda com um carro NP, não pagar IPVA, DPVAT ou licenciamento significa não ter em mãos o CRVL do ano vigente. Ou seja, configura uma infração não portar tal documento válido, segundo o artigo 133 do CTB.

Assim, o veículo acaba sendo retido pela polícia. Porém, se houver um meio eletrônico do agente policial verificar o pagamento de IPVA e outros impostos, sem que haja alerta de busca e apreensão, então carro e motorista podem seguir em frente. Diante da justiça, todos os envolvidos (laranja, vendedor e comprador) poderão responder por estelionato. Ou seja, é crime!

COMPARTILHAR:
  • CharlesAle

    Eu recomendo a evitar todas essas buchas acima. Se for roubado então, e a policia pegar em um comando, ai o cara tá enrolado. Bem melhor comprar um carro simples e mais todo legalizado a um de mais sofisticação e enrolado. Uma dica: grupos de face não é lugar de comprar veículos!

    • Douglas

      Acredito que OLX também não.
      Para quem quer evitar possíveis problemas o melhor é em uma loja, pois tendo qualquer problema a pessoa sabe onde ir, além de ser amparado para CDC.

      • Pedro Henrique

        e tomar muito cuidado com lojas, inclusive as com o “selo de garantia e procedência” lembrando que o selo não torna a loja honesta, pesquise, melhor jeito de evitar pepinos com loja desconhecida é a revenda de seminovos de uma marca, geralmente(veja geralmente, nem aqui se esta seguro) essas lojas cumprem todas as condições legais até porque são representantes de marca.

      • Uranium

        Olx é como qualquer site de anúncio de veículos, com a diferença que o alcance é maior que qualquer outro site. Tá cheio de carro bom, carro ruim, carro maquiado, carro caro, carro barato. Não vejo problema nenhum, no fim a responsabilidade de checar o que está comprando é do comprador mesmo… Já comprei carro de particular que não deu nenhum problema, já comprei carro em loja que me encheu o saco… Não dá pra generalizar.

      • Wilson Junior

        Ta cheio de vídeos no youtube de “lojas” desonestas que passam a perna no consumidor.
        Pessoas com má índole tem em todo lugar, seja internet ou seja loja física.

        • Elizangela Oliveira

          Acredito que concessionária seja a forma de reduzir os riscos ao máximo! Melhor que isso apenas carros de conhecidos.

          • Alexandre

            comprei um seminovo na concessionaria Chevrolet de Erechim RS,
            carro de unica dona, e todas revisões… 15 dias depois, saltou uma roda fora andando, depois tive que gastar 3500 para colocar o carro em dia e depois descobri que o carro já foi capotado.
            Agora, comprei um corolla pelo OLX, melhor carro que ja tive

      • Elizangela Oliveira

        O meu tá na OLX e é filé!!!

      • José Barbosa

        Prezado, sites de venda, como o que você citou e o outro famoso são MUITO mais seguros do que lojas virtuais convencionais. Hoje em dia, no Brasil, tem muita loja pilantra que usa a suposta “credibilidade”, mas na verdade é muito pior que nestes sites, em que pelo menos há sistemas justos e rápidos de disputa. Tem uma famosa loja de peças de computador que tive vários problemas. Eles não mandam, não entregam, e quando cancelam não pagam. Quando resolverem devolver o dinheiro (e não duvido que um dia chegará ao “se”), você receberá de volta.

      • Eric Palamar Blaca

        Seja OLX, seja classificado do seu jornal local, lojista ou o que for. A qualidade do carro está atrelado a honestidade de quem o vende! meu irmão já comprou e vendeu carro pelo olx e sempre deu tudo certo. Eu comprei um carro em autoshopping aqui de Curitiba a alguns anos atrás e quando fui vendê-lo fiquei sabendo que a frente do carro foi totalmente trocada, ou seja carro de sinistro… o problema definitivamente não é o OLX!

      • fsjal

        Já vendi carro no OLX.
        Picareta tem em qualquer lugar. Não é a plataforma de venda a culpada.

  • Junior_Gyn

    Conheci uma mina que trabalha justamente numa empresa de cobrança de finan para os bancos. Cansou de ver casos em que o devedor negocia sua dívida com descontos absurdos que chegam a 50%, 70%.

    O fator que influencia no desconto é proporcional ao tempo de calote, quanto maior o tempo, maior o desconto. (O banco deve entender que a chance de receber de quem deve 3 anos é bem menor de quem deve só 1 ano, por isso o maior “caloteiro” consegue mais desconto.)

    E aquele que sempre honrou o pagamento, se ficar 2 parcelas sem pagar terá que arcar com multa e juros sem choro nem reza, integralmente.

    Ou seja, um incentivo aos caloteiros, e o BR sempre na contramão do bom senso.

    Um Ex de um caso que minha amiga fechou:

    Rapaz financiou veículo de R$ 100.000 e pagou 1 parcela somente. 3 anos depois foi acertar com essa empresa que ela trabalhava, o banco pediu R$ 60.000, o cara falou que tinha só R$ 30.000. Resultado? Acordo fechado na hora.

    E outra, os carros ficam em busca e apreensão só depois de muito trabalho por parte dessa empresa de cobrança, não é fácil pedir isso. E qdo vai, fica restrito a uma (1) única cidade se não me engano.

    Só conseguem pegar (prender) o carro de fato se o proprietário não paga o IPVA, numa blitz, a PRF constata que está em busca, prendem o veículo na hora. Aí o proprietário fica devendo o valor integral do finan o resto da vida, enquanto não quita-la.

    • Wilson Junior

      Isso acontece com muito frequência, seja financiamento de carro, empréstimos, cartão de credito e etc.
      Os bancos ganham com a inadimplência junto ao governo, abonando impostos, ou seja, quanto mais inadimplência existe menos impostos pagam ao governo.
      A divida junto ao cliente devedor do banco, já foi paga pelo governo em forma de desoneração de impostos, a divida passa então para um empresa de cobrança que já sabem que oque vier é lucro, por isso os descontos muitas vezes são altos.

    • konnyaro

      Realmente a legislação Brasileira beneficia os caloteiros e pune os bons pagadores, que são obrigados a pagar juros absurdos devido aos inúmeros calotes existentes…
      Em relação ao banco, o desconto absurdo dado aos caloteiros é devido ao fato da dívida ter sido considerado como perdida (eles mesmo fazem esta jogada para declarar como prejuízo e pagar menos imposto de renda), e com isso fecham acordos por valores irrisórios, pois qualquer dinheiro é melhor que nenhum. Para o caloteiro a única desvantagem é não conseguir mais financiamento com este banco, mas aí ele irá procurar outras financeiras.

      • Retrato do Papai

        basta ver o caso do iptu… pelo menos uma vez em cada período eleitoral aparece uma campanha de anistia total, aí o mau pagador fica em dia com toda a dívida pagando apenas o valor corrigido em parcelas à perder de vista, enquanto o bom pagador mal consegue um pequeno parcelamento e paga juros se atrasar alguns dias…

        • Alvaro

          Realmente, estava pensando nisso que ser bom pagador não compensa. Você sua a camisa para economizar e pagar adiantado e deixar tudo em dia, no fim, consegue míseros 3% de desconto no IPTU. Enquanto o locatário do meu apartamento atrasa o aluguel sempre uns 2 meses, para no final, re-negociar e quitar sem as multas. Queixo com a administradora sobre o fato e ela solta “nossa tem que levantar mãos ao céu que ele finalmente pagou né, você reclama ainda?”, é para acabar…

        • konnyaro

          IPTU é coisa séria, pois como a dívida é gerada pelo próprio imóvel, não tem dessas de ser bem impenhorável. Se o cara não pagar, o bem vai para penhora e posterior leilão. Sou oficial de justiça, mas o que me deixa mais P. da vida é que quando vou citar um pobre honesto que mora num casebre sobre dívida do IPTU, você vê que o cara não tem nada, mas o coitado se vira mas acaba pagando, enquanto que os caloteiros profissionais sempre acabam enrolando, procuram se evadir, mentem na cara dura mesmo tendo condições de pagar. Ou seja, é da índole do cara.
          Melhor emprestar dinheiro para pobre honesto do que para rico safado!

          • José Barbosa

            Eu particularmente detesto este “preconceito” de pobre, de que são honestos e os ricos “safados”. Tanto para um lado, como para o outro, a honestidade é coisa de minoria. É mais fácil achar um pobre honesto, ou que cumpra com suas obrigações, basicamente por dois motivos: a uma o maior número, a duas porque ele pode não conhecer e tentar subverter o sistema. Mas é engraçado: aqui em Gyn a prefeitura atualizou o IPTU por geoprocessamento e muita gente estava reclamando. Lembro de uma família com dois carros de luxo xingando a rodo por um aumento de R$ 50,00 POR ANO.

    • Antonio_Brust

      Já vi pessoas que vivenciaram essa situação descrita por você, contando às gargalhadas, numa mesa de bar, o quanto foi “esperto” por ter conseguido renegociar a dívida do Astra que, apesar de não ter as parcelas pagas, estava devidamente equipado com rodões e som. Mas repare a vida desses malandros e/ou caloteiros. Eles nunca têm nada. Tudo o que possuem em termos de bens móveis e imóveis são itinerantes, pois vivem fugindo ou tem que ser dilapidado pra conseguir outro calote.

    • O problema é que por determinação do BACEN, os bancos e financeiras com ativos de inadimplência superior a 60 dias, possuem ordem imediata de baixa e perda. Ou seja, o banco não pode considerar o ativo podre como recebível.

      Logo, como está em um fundo de perda, o ativo podre que já não vale mais nada, vai para recuperação de terceirizadas, onde qualquer valor recuperado, retorna como lucro ao Banco.

      • José Barbosa

        60 dias não torna um crédito “podre”, de imediato. Apenas piora a sua qualidade.

    • José Barbosa

      Prezado, não é bem “desconto”. Na verdade, como os juros são exponenciais, quanto maior o tempo, muito maior a dívida. O desconto, geralmente, se refere à aplicação de uma taxa “civilizada”, que dá esta diferença toda. Em raríssimos casos, o banco dá um desconto grande porque, dada a qualidade péssima do crédito de determinado CPF (classificado como G ou H, os piores níveis), obriga-o a provisionar um valor alto, e aí para ele é melhor liquidar esta dívida e tirar a provisão do que continuar com a cobrança.

    • Eric Palamar Blaca

      É verdade! mas uma noticia boa nisto tudo é que este cliente fica queimado no mercado. Por mais que este cliente pague em atraso e se passe 5 anos, a divida continua sim! como um score negativo. Tenho loja de moveis planejados e tenho certeza que um cliente assim não tem sua ficha aprovada pelas financeiras cadastradas na loja. Picareta é picareta e hj em dia as financeiras não estão dando 2ª chance.

      • José Barbosa

        Na verdade, o Brasil deveria copiar o sistema americano, em que você começa sem crédito e vai construindo seu score ao longo da vida. Entretanto, não interessa ao sistema bancário, posto que teriam menor volume E menor spread, pois teriam certeza da qualidade do crédito e ficaria praticamente inviável não praticar taxas diferenciadas conforme a qualidade de crédito do cliente. E conta TUDO que está no nome da pessoa.

  • Eng Turbo

    Ja faz algum tempo, vi um infografico explicando que é mais fácil tomar de volta uma casa do que um carro financiado!

    • Uranium

      A casa não dá pra esconder hehe

      • JOSE DO EGITO

        Tenho um amigo que certa vez comprou um GOLF financiou em 60X ,pagou 3 parcelas somente,depois deixou “rolar”,depois de 2 anos a justiça decretou a Busca e aprrençao do veiculo,certo dia chegou o Oficial de Justiça pra cumprir o mandato,meu amigo disse que tinha emprestado o carro para um tio e que esse foi para o nordeste e iria ficar por um bom tempo,o oficial “virou as costas” e foi embora,sabe onde estava realmente o carro??,do lado da casa dele em uma garagem fechada.

        • Thiago

          Desculpe-me, mas por causa de gente como seu amigo que esse país é o que é. E os bancos justificam seus juros escorchantes em razão de gente que se comporta assim. Dentre outras razões, é claro.

          • Luciano RC

            Exatamente.
            E não acredito nessa situação. Tenho familiar que ficou desempregado e o banco buscou na quarta parcela. O Oficinal de Justiça chegou as 7h da manhã de um sábado e ainda estourou o cadeado do portão com a Policia. Ele acordou com o estouro e foi ver o que era… era a Policia levando o carro dele. Depois que o banco recebeu o carro, nem aceitava mais negociação dos atrasados. Perdeu tudo.

          • José Barbosa

            E sendo um carro tipo Golf, basta dar uma olhada nas redes sociais do sujeito que duvido que não apareceria em alguma foto. Tem hora que acho que falta à justiça ir a fundo em alguns casos para dar o efeito “pedagógico”, como o descrito abaixo.

      • José Barbosa

        kkk fato

    • Raul Pereira

      Isso porque a lei mudou de uns anos pra cá e ficou ‘mais simples’ para as empresas

    • Luciano RC

      Conheço quem está com 3 anos de prestação atrasada da casa e até hoje nem aviso de debito recebeu. Tudo vai do banco, como está a divida e de como você recebe as primeiras ligações.

    • Luconces

      Me manda aí pois meus pais estão há mais de 10 anos tentando retomar uma casa comprada em leilão.

  • invalid_pilot

    Porque financiamento e bens são caros no Brasil?
    Além de impostos e necessidade de sustentar toda vagabundagem política, existem esses espertos que já compram coisas roubadas ou na intenção de dar calote.

    • Raul Pereira

      E o banco, que tem todos os riscos friamente calculados faz o que o cidadão comentou ai em cima: negocia dívidas dos caloteiros, muita gente deve de propósito, tendo dinheiro pra pagar, mas prefere ficar ‘guardando’, depois de um tempo negocia com o banco e paga 50-70% do valor original e o banco aceita pra não perder tudo. Esse dinheiro (valor original + juros) que o banco deixou de ganhar com um, ele vai botar nas costas de outro: os trouxas aqui que não atrasam pagamento. Pra financiar um carros certiho os juros são absurdos!

    • SDS SP

      À taxa de poupança no Brasil é muito baixa. Isso acaba contribuindo de certa forma para taxas de juros tão absurdas.

      • konnyaro

        O povo brasileiro não tem educação financeira e também não tem costume de poupar para o futuro. Se a prestação de 60 vezes couber no orçamento não pensa duas vezes e fecha negócio sem pensar nos juros que irá pagar. É um pensamento imediatista ao colocar a prioridade de satisfazer seus desejos de imediato em vez apertar o cinto e reduzir despesas para poder poupar, e quando juntar o necessário ter maior poder de negociação à vista com o vendedor.
        O mesmo vale para o empresariado: É melhor fechar o negócio pouco lucrativo antes que comece a ficar no vermelho, mas as pessoas não pensam com a razão e buscam empréstimos bancários para tentar salvar o negócio, na ilusão que o as coisas vão melhorar do dia para a noite… Se antes, sem dívidas o negócio não ia pra frente, com dívidas é quase certeza que o barco irá afundar.

        • José Barbosa

          E se financia em 60 meses muito provavelmente vai pagar mais do que “2 carros”. E pensa só na prestação (muitas vezes ignora até o combustível, manutenção então, sempre). Aí com 2 ou 3 anos o carro que não teve o tratamento preventivo devido começa a virar uma bomba, vai tentando tocar até o final do financiamento para aí pegar outro carro nas mesmas condições.

  • Zé Mundico

    Realmente isso é a maior furada. Além da dívida do financiamento do banco, geralmente existem débitos enormes com multas e emplacamento atrasado, sem falar despesas com advogados e escritórios de cobrança. E se o cara não tem grana nem para pagar o banco, muito menos vai ter para pagar emplacamento, multa e seguro.
    Mesmo assim, já comprei carro assim. Comprei um Outlander 2011 no início de 2016 de uma pessoa com problemas de saúde na família. O carro estava com as 3 últimas prestações do banco Itaú atrasadas, 2 anos de emplacamento (e seguro DPVAT) atrasados, e várias multas. O carro vivia fechado numa garagem pois já corria um mandado de busca e apreensão.
    Assumi todas as dívidas, multas e consegui um acordo com o advogado do Itaú para facilitar o débito restante.
    Mas só entrei nessa porque conhecia a família e o carro estava em excelente estado. Não aconselho isso para essas OLX da vida, geralmente é fria.

    • Retrato do Papai

      furada pra quem quer andar na linha… para os manolos que vivem à margem da lei é um baita de um negócio… essas pessoas sequer tem habilitação, nunca viram um boleto de ipva ou seguro, só aparecem na oficina quando não dá pra consertar com arame, dentre outras mutretas… o cara gasta 20~30% do valor do veículo, não se preocupa com multas, coloca gasolina e roda à vontade até o dia que for parado numa blitz e o “seu puliça” não o liberar em troca de uma onça… aqui no rj isso acontece muito com mototaxistas e moto entregadores de pequenos comércios (chuto dizer que 90% vivem à margem da lei, o salário é tão baixo que é economicamente inviável estar em dia com suas obrigações)…

      • Linkera

        Antes de mais nada, eu não apoio práticas paralelas mas, apenas uma reflexão…

        Se, teoricamente, 90% vivem à margem da lei, seria porque TODAS essas pessoas tem má índole e, qualquer que fossea renda dela, ela iria burlar o sistema de alguma forma? Ou será que o que movimenta este mercado paralelo é fato de que o sistema está errado, as pessoas que ganham menos do que mereceriam por excesso de encargos na folha, as coisas que custam mais do que deveriam de novo por excesso de encargos [não só no produto final, mas em toda a cadeia produtiva e, inclusive, na oneração fiscal da folha] ou, pelo simples anseio das pessoas em ter, que é o que nos movimenta – afinal ninguém trabalha para ficar no mesmo lugar que está [ou não deveria]??

        No Brasil, é pecado ter. Se você estudou ou se você empreendeu, se hoje ganha mais do que 5 salários mínimos você é RICO para o governo pois você entra na última faixa do Imposto de Renda. No Brasil, para ter é preciso pagar, e muito, para obter e para manter. E, os poucos que tem, são demonizados: “Ah! Porque o transito em grandes centros (como SP e RJ) está como está pelo excesso de carros”… Ou seria pela falta de planejamento a longo prazo que deveria ter previsto tal crescimento lá atrás e preparado as vias para esse aumento de carros na rua?

        Enfim, só uma reflexão. Um abraço!

        • Daniel

          Cara, isso é da indole da pessoa.
          Quer um exemplo? Gatonet!
          TV a cabo não é bem essencial, mas, o cara reclama da assinatura de 200-300 reais por mês e vai lá e assina a gatonet (que financia os traficantes de drogas!) por 30-50/mes…
          Dai o pior de tudo, assina gatonet, financia o trafico e bandidagem, e… só assiste a Globo!!! hahaha
          Não dá pra dizer que ele teve que burlar o sistema pq era uma coisa essencial pra vida dele e o valor e impostos da forma “legal” eram excesso.

          Da mesma forma com os carros. Carro sempre é um bem com alto custo de manutenção (aqui e no resto do mundo, lá fora, menos que aqui, mas, ainda é algo caro!). Mas, se a pessoa quiser andar na linha, ela tem opção!

          A maioria desses NP é pra ostentar mesmo… BMW, LandRover, “Corollão”, “Civicão”…
          E, muitas vezes eles pagam nesses NP o valor pra comprar um carro “honesto” a vista!

          Outra coisa, com educação financeira, é possivel vc ter um carrinho NOVO!.
          Eu mesmo ajudei uma amiga com isso. Primeiro organizamos as finanças dela. Identificados os desperdicios, foram tratados, e a folga foi suficiente para ela comprar um carro 0km e resolver o problema de transporte dela com segurança e conforto.

          Conheço outras pessoas com renda semelhante a dela que vão lá e compram o “carrão” seminovo, saem torrando em acessórios, depois não sobra dinheiro pra trocar pneu, pagar imposto, etc… tudo pq quiseram ostentar e não andar com o que a renda deles permitia!

          • José Barbosa

            E o ruim deste tipo de gente, que gasta como se não houvesse amanhã, é que mesmo aqueles controlados têm que pagar preços muito mais caros que aqueles que seriam justos. Imóvel, por exemplo, é um caso clássico. Não dá para competir com quem compra financiado, só olha a prestação e nem imagina o custo total.

            • Daniel

              Não entendi o “não dá pra competir”… Quem compra imovel financiado, o dono recebe o mesmo valor, o valor a mais vai para o banco (que compra a casa a vista e vende financiada).
              Normalmente, quem vai pagar a vista, consegue bom desconto pq evita muita burocracia. Eu mesmo estou vendendo um apartamento e um terreno em Macaé, e, se aparecer alguém querendo pagar a vista, vai ganhar desconto!

              Agora, do ponto de vista economico, acho que não vale a pena comprar imovel a vista (a não ser que vc receba o dinheiro numa bolada). Pois, o juros pra financiamento imobiliario é relativamente baixo aqui no Brasil, muitas vezes, se vc pegar o valor a vista e aplicar, dá pra pagar a prestação e ainda sobra dinheiro! Como a maioria é sistema SAC e a prestação vai decrescendo, a longo prazo rende muito mais do que pagar a vista.
              Agora, sai muito mais caro aquele que fica anos pagando aluguel e tentando juntar dinheiro pra comprar a vista… uma pq imovel valoriza mais do que seu dinheiro está rendendo (com raras excessões), outra pq você vai estar jogando o dinheiro do aluguel fora todo mês.

  • Louis

    Por isso, carro pra mim só a vista. Quem financia está indiretamente pagando por todos esses malandros aí. Por isso os juros são altos, apesar da Selic baixa. Aqui no Bananistão, é cada um por si. Tem que dormir com um olho aberto.

    • Raul Pereira

      Infelizmente é como você falou. Eu só financiei o meu Onix porque na época o valor abaixou muito (2015, quando começaram a ter condições de taxa 0, mas os preços ainda não tinham subido astronomicamente) e peguei taxa 0, do contrário, não iria pagar juros em carro de jeito nenhum

      • Daniel

        É isso ai!
        Eu só compro com taxa 0. Mas, na hora da compra tenho condições de pagar a vista. o valor financiado na taxa 0 fica aplicado e rendendo, contando tbm como um fundo de emergencia para situações de veiculo…

      • konnyaro

        Taxa zero é ilusão, na verdade os fabricantes, principalmente a GM, inflam os preços de tabela e depois fazem promoção a taxa 0, feirão de fábrica, etc…, mas se você for negociar à vista no dindin consegue um desconto bem melhor no preço, ou seja os juros seriam este desconto que você deixou de ter.

        • Raul Pereira

          Eu fiz as contas na época, a taxa 0 que peguei compensava. Mesmo assim, na época a categoria estava péssima, a melhor opção era a GM. E sem grana pra pegar à vista, a taxa zero se torna uma boa opção.

      • José Barbosa

        Taxa 0, como já observado, é ilusão por dois motivos: a uma, você paga o preço inflado, de tabela ou próximo a isto, acrescido das tarifas do contrato (registro, abertura de crédito e, se bobear, até alguma abusiva). A duas, tem o aborrecimento de ter o carro alienado. Depois de quitar a dívida tem que ter todo o transtorno de ir ao Detran, modificar veículo, pagar taxa para o Estado etc. Já tive amigos que tinham o dinheiro para comprar o carro à vista e acreditaram no conto da taxa zero. No final das contas, perderam aproximadamente 5% do valor de compra do carro, sem contar a negociação para o pagamento à vista, e sem contar que, tendo o dinheiro, poderiam ter uma ótima oporutnidade para negociar um bom seminovo.

        • Raul Pereira

          Na minha taxa 0 peguei o carro com preço promocional, não de tabela.
          Claro, que na hora de ver as prestações, a vendedora ‘errou o cálculo’ e cada uma veio com $30 a mais, tive que pagar uma taxa de abertura (acho que foi uns 500 reais), mas na época ainda compensou muito, até porque não dava pra eu comprar a vista. Cada caso é um caso. Eu prefiro sempre comprar a vista, até porque o poder de barganha é muito maior. Mas cada caso tem que ser avaliado

          • José Barbosa

            Isto é muito relativo. Acho que compensa quando se espera que o preço do carro suba muito num curto prazo (dois casos recentes: Golf alemão e HRV). Há outros casos também. Mas via de regra, te faz assumir um compromisso e lhe tem um custo de oportunidade, que muitas vezes é ignorado.

    • Jefferson Ferreira

      90% dos que compram não tem condições de pagar a vista, principalmente com os preços irreais do mercado. Independente da forma de pagamento à vista ou financiado o comprador é feito de trouxa. Quem paga a vista tá pagando um valor inflado e quem financiado é trouxa dobrado ou triplicado dependendo da taxa de juros… essa é a realidade da banânia!!

    • SDS SP

      Nós brasileiros não temos o hábito de poupar. Somos muito imediatistas, e isso acaba contribuindo para taxas de juros tão altas.

  • Antonio_Brust

    Comprar um veículo nessas condições já possui como desvantagem primária o fato do dono não realizar manutenção adequada, pois ninguém vai gastar dinheiro em um carro que pode ser apreendido a qualquer momento.

  • Catucadao

    eu compraria de boa se fosse um carro que eu gosto pagaria as prestações e ja era

  • fschulz84

    O que mais se vê em grupos de compra e venda nos Facebook da vida são os “carros só pra rodar”… Ai no anúncio o vendedor menciona que não sabe quem é o dono (que está no documento), que não compensa regularizar, pois a dívida é muito alta…

    E vejo que muita gente compra estes “carros só pra rodar”, vai lá paga tipo R$ 7.000,00 em um carro que vale R$ 20.000,00 e se iPVA, licenciamento e etc estiver em dia, provavelmente não terão o veículo apreendido.

    Sei lá, brhuehue tem jeito pra tudo…

    • Zé Mundico

      O problema é que um carro por esse preço está com tudo atrasado, desde emplacamento até IPVA, sem falar nas multas. Se estivesse com tudo certinho não estaria sendo vendido por esse preço…..rsrsrsrsrs
      E quem compra sabe que pode perder o carro na primeira blitz que aparecer, vai viver adivinhando e arriscando.

      • João Holmes

        O problema é quando a primeira blitz vai aparecer. Eu estava pensando aqui a última vez que fui parado numa blitz para mostrar os documentos e não lembrei de nenhuma nos últimos 10 anos. São pelo menos 10 anos, 150.000km, sem ser fiscalizado. Para quem adota esse estilo de vida acaba valendo a pena de mais. Isso sem falar do recurso de propina caso tenha o azar que cair numa blitz.

        • Daniel

          Pois é… recentemente a policia tem feito algumas ações pra apreender veiculos com dividas milionárias (acho que o recorde é esse com 16 milhoes: https://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/detran-apreende-gol-com-mais-de-r-16-milhoes-em-multas-em-sp.ghtml ). Detalhe que as multas eram sempre nos mesmos lugares e horarios, ou seja, dava pra ter pego MUITO antes, se houvesse fiscalização de verdade (e não apenas cameras fotograficas).

          A ultima vez que fui parado em blitz já tem uns 4 anos e foi pq os policiais estavam intimidando a galera com carro emplacado em outro estado.
          Meu carro tinha placa do PR, mas isso pq eu morava no PR e estava no RJ apenas a trabalho… quando viu que minha CNH tbm era do PR, liberou… qdo eles viam carro com placa do ES – ipva mais barato – e CNH do RJ, já encostavam na parede: “Aham! te peguei… como podemos re$olver i$$o!?”
          Um colega de trabalho passou por isso e foi liberado por uma onçinha… (detalhe que ele usava endereço falso do ES para pagar menos IPVA e não passar pela [ridicula] vistoria do RJ)

          Perguntei pra minha mãe agora… a ultima vez que ela precisou mostrar a CNH foi em 2006. E foi a unica vez em 30 anos de habilitação (e ela sempre está dirigindo em estrada!)

          • Mayck Colares

            Uai, não sabia que era proibido ter placa em um estado e a habilitação em outro. E se vc mora em 2 endereços? Não vejo problema. Eu sou muito azarado com blitz tenho habilitação há 10 anos e já fui parado umas 6/7 vezes.

            • Daniel

              Pois é. Na verdade, não é proibido, mas os policiais usavam pra intimidar dizendo que era fraude fiscal, etc (e, sim, sabemos que tem muitos casos). Mas, de qualquer forma, não é nem atribuição da Policia Militar (no caso) fiscalizar isso, e sim a Receita estadual.
              Quando o cara já esta errado, se peida todo e acaba oferecendo algo para os Policiais (sim, tem policial honesto e policial corrupto).

              Eu, por exemplo, tenho residencia em 3 estados! Se algum policial viesse com onda pra cima de mim ia se dar mal (até pq eu tinha câmera no carro naquela época – tenho que comprar outra!).

              Hoje mesmo eu tenho carro ainda emplacado no PR (já entrei com a mudança de estado pra entregar na troca por um 0km), outro emplacado aqui em SP, e minha CNH mudei agora pra SP (estava PR). Só não me meti com o Detran do RJ, que é uma bagunça total!

        • José Barbosa

          Exato, é o que acabei de falar. Tem mais de 10 anos, com certeza, que não sou parado em blitz.

      • José Barbosa

        Cara, mas cair hoje em dia numa blitz é difícil, viu? A começar, porque tem até app que avisa, e dentro de cidades quase nunca ocorrem. As que vejo, raramente, são nas rodovias. Com o trânsito de hoje, há tanto congestionamento que se um lugar que tem trânsito bom engarrafar, vai dar para você pegar um desvio sem nem levantar suspeita. Capaz de ter uns dez anos que não sou sequer parado numa blitz, o que acho ruim, porque vejo que não há um trabalho de segurança preventiva. Hoje o Estado acaba focado em fiscalização eletrônica (mas ainda sem leitura de placas, que seria um risco para este tipo de veículo).

        • Zé Mundico

          Que bom, né?

          • José Barbosa

            Na verdade, é bem ruim, uma vez que aqueles que cumprem com suas obrigações têm que conviver com veículos não licenciados, motoristas inabilitados (e olha que nem é difícil tirar carteira) e todo o tipo de risco derivado da falta de fiscalização.

    • raf mandwolf

      Se duvidar o Golf que roubaram de mim em maio passado deve ser um desses “só pra rodar”. Ô saudade. >:/

  • Minasi

    Os juros bancários são outro crime contra o brasileiro. O dia que nosso Congresso se virar contra os grandes bancos o país passará a crescer. Pagar 2 ou até 3 vezes o valor do carro só de juros de financiamento é inadmissível!

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Inadimissivel é comprar algo que não pode ter.

      • Lucas086

        Justamente, até parece que o vendedor coloca uma arma na cabeça da pessoa obrigando assinar o contrato. A parcela está lá, se o cara assina, é pq pode pagar, salvo desemprego, ou doença ou sei lá… mas concordar com um juros e depois entrar com a tal da revisional, é bem coisa de brasileiro mesmo.

        • Nicolas_RS

          Então não de pode reclamar da péssima saúde, segurança e educação ? TUDO no Brasil se paga impostos, do pão e leite, a casas e carros. O Brasil está nessa situação, por idiotas como você que não se informa, e reclama de um dos poucos direitos que ainda temos: de reclamar.

          • Lucas086

            Idiotas são pessoas que sabem que não conseguem pagar parcela e ainda assim financiam… carro não é obrigatório que nem saude, educação e tudo, comparação sem cabimento a sua, sua falta de respeito e arrogância só faz mostrar que o pior do Brasil é o Brasileiro… e reclamar que nem vc faz, não adianta nada, faça que nem eu: não compre parcelado, ande no que pode, simples assim.

            • Nicolas_RS

              Já andou de ônibus ? Pelo visto não, quando eu estuda, voltava para a casa de ônibus, demorava 1h30min com um calor insuportável, Isso que é em Curitiba que tem o melhor transporte publico do Brasil, agora em SP ou RJ… que é literalmente um inferno… de carro demorava pouco mais de 20min com ar-concionado e conforto, Se uma pessoa em Curitiba usar um Ônibus todos os dias, se gasta quase 300 reais em um mês, para uma unica pessoa, ou seja, vale mais a pena comprar um carro do que andar de ônibus, se colocar custo e benefícios.

              • Lucas086

                Já andei de ônibus, ando de bike até hoje e não justifica… carro tem combustível, seguro, manutenção e desvalorização… carro é útil para muitas pessoas, mas conheço várias que se viram sem carro e não querem, preferem investir em outra coisa… o que não da vc me chamar de idiota sem me conhecer, e dizer que reclamar resolve algo e vai lá e financia um carro. Faça que nem vários, ande de popular, mas no que pode andar.

                • Nicolas_RS

                  Seguro é opcional, desvalorização conta só para quem quer vender, quem compra carro pensando em vender tem que ganhar um premio de idiota, e não estamos levando em consideração o desejo de cada um, e sim o que vale mais a pena se é andar de ônibus ou de carro. Andar de ônibus em algumas cidades todos os dias é tão caro quanto uma parcela de um carro popular (usado), sem contar o calor, chuva, encochamentos para as mulheres, o inferno que é andar de ônibus em horário de pique, limitações do que pode carregar, dependendo do ponto de espera só aumenta o risco de ser assaltado.
                  Bicicleta só quebra um galho, quem trabalha em escritório não pode chegar molhado ou suado.

                  E não estou falando que a pessoa tem que comprar um carro, e sim que pelo menos o direito de reclamar, já que no Brasil NADA funciona ou custa o que deveria custar. É como se a pessoa que compra comida não pode reclamar dos impostos nas comidas, ai você chega e fala, “então não coma”. É ridículo.

                  • Lucas086

                    Ridiculo é o cara reclamar e pensar pq reclamou vai resolver o mundo… sem fazer nada, só reclamar… e carro, tem carro quem pode, e se as pessoas pensassem mais em ter o que podem, compravam menos financiado, e quem sabe, por um milagre, os juros poderiam diminuir.

                    • Nicolas_RS

                      Você tem total falta de noção sobre o assunto, reclamar é praticamente o mesmo que conscientizar, juros é parte do problema, nos EUA existe financiamento de 20 anos para CASAS e o juros são infinitamente inferior ao do Brasil, mesmo pagando a vista, se paga os impostos que é o MAIOR PROBLEMA ! Procura ai quanto que custa um carro para PCD e a versão normal
                      Tem carro quem pode ? Em qual país ? Pq no Brasil qualquer um pode ter, mesmo que não tenha condições.

                    • Lucas086

                      Quem não tem noção é vc, que compara um país que tem um salário mínimo acho que 4 ou 5 maior que o nosso… está no Brasil, fale do Brasil, invés de reclamar, faça sua parte, ano de eleição esta aí, tente votar no menos pior pelo menos…
                      E obrigado por concordar comigo, qq um pode ter carro no Brasil mesmo, mesmo sem poder, por isso os que não podem entram em financiamentos, não pagam e os que podem pagar, são prejudicados pelos o que não podem… passar bem meu chapa, vc deve viver no mundo da lua.

                    • Nicolas_RS

                      kkkkkkkk tu é uma piada, primeiro que o Brasil já foi muito mais poderoso que os EUA, e se ganha por hora lá e varia de estado para estado, não adianta o salario minimo no Brasil ser de 10 mil reais se metade vai para o governo, e tudo que se compra 50% de impostos.
                      Mas boa sorte, acha que é o espertão.

                    • konnyaro

                      Essa do Brasil ter sido muito mais poderoso que os States foi de matar… Em que mundo paralelo voce vive?

                    • Lucas086

                      Esse cara vive no mundo da lua, nem vale gastar internet respondendo.

                    • Nicolas_RS

                      Não é atoa que o Brasil está entre os primeiros países em educação, se a ordem for dos piores para os piores, e o QI está abaixa da media mundial também.

                      Vá estudar a Marinha Imperial Brasileira e pare de passar vergonha !

                      “Se toda a nossa antiga marinha fosse colocada em campo de batalha no meio do oceano atlântico e confrontada com o Riachuelo, é duvidoso que um único navio com a bandeira americana volte para o porto” Hilary A. Herbert

                      “Se enviarmos toda a Marinha norte-americana contra o Riachuelo, nenhum navio americano voltará para casa” – declaração da Secretária de Estado dos Estados Unidos à época da Guerra do Paraguai.

          • José Barbosa

            Como diria Cerbasi: enquanto você trabalha, eu trabalho. Enquanto você descansa, eu trabalho. Enquanto você reclama, eu descanso.
            É uma das mais sutis sugestões de que reclamar é uma das piores atividades que você pode fazer.

            • Nicolas_RS

              As vezes eu acho que o Brasileiro é uma especia de macaco muito parecido com o ser humano, as vezes eu tenho certeza, são mais de 60 mil mortos por ano, temos as piores educações, saúde e segurança, tudo que pagamos tem quase 50% de impostos, ai tem um animal que fala uma asneira dessa.

              Tenho casa e carro quitado e 50 mil reais no bando, mas se não fosse essa banalandia eu teria um mustang e um sobrado dos sonhos.

              São youtubers que vivem reclamando como o Nando Moura e MamaeFalei que a cada que passa temos mais conhecimento do que se passa no Brasil.

              • José Barbosa

                Não, na verdade é um raciocínio muito simples. Ao invés de reclamar, aja para fazer as coisas diferentes. E existe uma frase muito boa também. Ter a serenidade para aceitar as coisas que não pode mudar, coragem para mudar as coisas que possa, e sabedoria para que saiba a diferença entre ambas. Às vezes, se houvesse mais “gotas no oceano” TRABALHANDO por uma sociedade melhor, creio que estaríamos noutro patamar. Mas o caso típico é o famoso “biscoito de polvilho”, ou seja, só faz barulho. Lembro de um morador de um prédio que reclamava DE TUDO o que você pode imaginar. Com blog de reclamar do país e tudo. Quando ele virou síndico, a coisa ficou pior do que estava antes. Botar defeito nas coisas é muito fácil, não é nem trabalho, tanto que as pessoas fazem de graça e se entretêm com isto. Trabalhar e modificar, ainda que muito pouco uma dada realidade, aí já é outra história.

              • José Barbosa

                Outra coisa muito importante. Lembre-se de que somos um país pobre. E não só isto, um Estado pobre que optou por um caríssimo estado de bem estar social, antes da hora.

              • José Barbosa

                Outra coisa muito importante. Lembre-se de que somos um país pobre. Não dá para nos comparar com os EUA em que se trabalha de segunda a segunda com nossa realidade, de país que nem teve desenvolvimento e já quer ter bem estar social. Temos muitos direitos, poucas obrigações, e um sistema que finge funcionar.

                • Nicolas_RS

                  Não vale a pena perder meu tempo, uma pessoa que não sabe o básico do básico de um país.
                  Boa sorte em sua jornada de ignorância.

                  • José Barbosa

                    Realmente, tem gente que vive numa bolha e ignora completamente o quão miserável é o país que vive.

      • Nicolas_RS

        Inadmissível é um comentário sem noção como o seu, se informa antes de bostejar, o preço de um carro no Brasil é de 50% de impostos, o lucro das empresas aqui são maiores que em outros países, caso não saiba, estrangeiros costumam comprar imoveis no Brasil e vender, o lucro ? É o juros absurdos.
        Se os impostos do Brasil fosse como nos EUA, eu poderia compra um Mustang 0km, mas não, tenho que escolher entre Onix, HB20, Fiesta e outras perolas.

        • Marcos Vinicius Bittencourt

          Lucro e imposto tem em qualquer relação comercial, agora juros só depende do comprador.

          • Nicolas_RS

            Não como no Brasil que chega a quase 50% em quase tudo.

      • Linkera

        Inadmissível é morar em um país onde não se pode ter.

        • Marcos Vinicius Bittencourt

          Também não concordo em pagar pedágio+ipva, inss+previdencia privada, imposto de renda+faculdade particular

  • Daniel dos Santos

    É simples…compre com o dinheiro que tens….caso queiras financia, nao ultrapasse mais que 20% de seus rendimentos….carro é uma fonte de prejuizo, mas é necessario.

  • Schack Bauer

    Como diria um certo candidato: “o melhor do Brasil é o brasileiro”.

  • Lucas086

    A questão gira de que tem pessoas que querem viver de aparência, comprometendo mais de 50% dos rendimentos com o carro… depois se aperta e fica na bola de neve… pq a parcela está visível na hora de fechar o negócio, salvo engano um desemprego ou doença ou outra coisa, assinar o contrato, pagar a primeira e depois entrar com a revisional, eu acho crime. No dia que as pessoas aprenderem a andar no que podem, pode ter certeza que alguma coisa irá melhorar.

  • Razzo

    Neste caso de carro NP, para a financiadora do veículo que já pode contabilizar prejuízo, não seria mais óbvio revender o veículo NP pelo valor de mercado para abater o prejuízo ?

    • Daniel

      quando ela recupera, vai para leilão. Ninguém vai ser louco de pagar valor de mercado num carro que foi parar em leilão (a informação consta nos registros do carro, e muitas seguradoras nem financiadoras aceitam mais)…E, se o cara não pagava a prestação, imagina se ele trocava oleo, filtros etc… normalmente esses carros viram bomba!

  • Diego Sampaio Vieira

    O vizinho aqui da rua tinha um Golf 2003 NP e ficou com ele por uns 4 anos, viajava pra tudo que é lado, andava certinho sem fazer burrada no trânsito e nunca teve problemas (com fiscalização claro), só manutenção básica mesmo, sem investir muito dinheiro com acessórios e etc.

    Que fique claro que não sou a favor de rodar com um carro nessa situação.

    • Rbs

      O vizinho aqui da rua tinha um Golf 2003 NP e ficou com ele por uns 4 anos, viajava pra tudo que é lado e nunca teve problemas! Valeeeu amigão o melhor conselho ate agora foi o seu!! Amanha mesmo vou procurar o meu NP! kkkkkkkkkkkk

      • kkkkkkkkkk

        Depois é a reclamação sobre a Polícia e etc, porque o “Gorfão” ficou retido no posto da PRF.

      • Diego Sampaio Vieira

        Amigão, não dei conselho nenhum e principalmente sou contra quem faz esse tipo de procedimento.

        • Rbs

          Grande Diego! To sabendo parceiro . . você deixou bem claro isso no seu comentário e foi justamente por essa preocupação que achei engraçado! (Que fique claro que não sou a favor de rodar com um carro nessa situação) Só foi brincadeira mesmo. Sds.

    • kirig

      Se Meu vizinho fizer isso denuncio.
      Não quero um vagabundo deste tipo ao lado.

      • Daniel

        Aqui no lisarb, se vc denuncia, acaba preso e processado por calunia… com o dinheiro da indenização que vc vai ter que pagar, o cara compra uma Land Rover NP e ainda tira onda com a tua cara!…
        Infelizmente é assim, nesse país que o poste mija no cachorro!

      • Diego Sampaio Vieira

        Eu deixo pra lá, eu q não quero me meter em confusão !!!

  • Oberon de Megrez

    Nunca tinha ouvido falar em “NP”. Acho que o termo “Só pra rodar” é o mais comum de se ver em anúncios na internet.

    • Daniel

      tem tbm os PZ ou Pizera…(acho que é “pra zoar”, mas nunca confirmei com nenhum “mano”)… Tá cheio desses no facebook, bastava a policia (ou essas recuperadoras de divida) ficar atento nesses grupos e dar o flagrante nos meliante!

  • Bola_D_FoGo

    hehehehe… pessoal do interiorzão deita e rola com essas máquinas… blitz, comando, etc. praticamente não existe, e quando tem… uma oncinha resolve a parada. É isso aí brou… nessa bandalheira aqui é um “salve-se quem puder”… sem neura… sem dor na consciência…. PikiLôco!

  • João Holmes

    Isso só vai acabar quando a atividade de recuperação de ativo não for exclusivamente estatal, ou seja, por meio de oficial de justiça. Nos EUA o banco contrata um agente privado para recuperar a posse do ativo, ou repoman no popular. O repoman tem regras para seguir, mas no geral basta ele encontrar o veículo e rebocar para o depósito. Esse sistema deve funcionar bem, afinal lá vendem 16 millhões veículos por ano com juros baixíssimos.

    • Daniel

      E aqui seria facil o trabalho desses repoman, só dar uma passeada no facebook e ir na certa! hehe

  • Luciano RC

    Isso dai teve uma época. Era tudo que é tipo de carro de luxo sendo vendido entre 10 e 20 mil reais.
    Porém em SP hoje tem radar que vai lendo cada placa. Qualquer coisa que estiver de errado, ele vai avisar a próxima base da Policia e o carro é parado. Acontece muito isso na Marginal Tiete e Pinheiros e algumas avenidas principais.

    Já era isso… quem entra nessa não fica 3 meses com o carro. Ainda pode responder um processo civil por parte do banco. Em 2013/2014 isso era normal, hoje é algo de otário.

  • kirig

    Resumindo: (NP) Não Pegue!

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿®

    Não é novidade, tá cheio de carro assim andando por aí, tem gente que trabalha na rua e compra estes carros para moer, depois passa pra outro e segue o ciclo.

  • mjprio

    E por essas e por outras que nao da pra confiar em nada nesse país. Sigo comprando carros 0Km. Pra eu comprar um carro usado vai ter que ser de um dono que cuide no meu padrão.
    Infelizmente o brasileiro tem tara por falcatruas em qualquer nível

    • Daniel

      Bem assim que eu penso!
      Sem contar que os carros são todos surrados!
      Ofereceram alguns “seminovos” (semivelho!!!) na troca pelo meu C4 (tava vendendo pra comprar um carro pra minha irmã)… cara, só bagaceira, vc entra no carro e parece que ele tem 300 anos de uso!
      E isso pq estou falando do interior de SP, onde os carros são bem menos zuados do que no RJ, p. ex.

      • mjprio

        Essa expressao seminovos e a maior enganação do mercado!saiu da loja é usado. De que adianta ter 5mil, 10mil km se o antigo dono for um idiota ou relaxado? Nada

        • José Barbosa

          Quando fui comprar um usado para a minha esposa, foi uma dura peregrinação. Para cada carro com “tudo funcionando” que eu via tinha tudo quanto era problema de mal cuidado mesmo. Aliás, não sei o que os donos fazem com o manual, que tem até lugar próprio no porta-luva que não serve para outra coisa.

          • mjprio

            Ai e que tá. Eu passei pela mesma coisa quando comprei meu primeiro carro. Na epoca em 2004 carros esculhambados com 3 anos de uso por 20 mil em financiamentos pornográficos . Fui na fiat e tirei um Palio Fire completo por 25 mil e ainda tive taxa 0.29 fechando o saldo de 7 mil em 12 X. Fiquei com o carro 5 anos e vendi sem anunciar porque estava um brinco!foi com nota fiscal manual chave reserva e um livreto com dicas pra dirigir e manter o carro feito por mim.
            Meus 3 carros foram vendidos de boca tamanha era a conservação . E sempre com o manual, NF (inclusive de reparos e revisões) chave reserva. Nao e todo mundo que trata o carro assim

        • Daniel

          Exatamente, e, normalmente, o “seminovo” é o pior negocio do mundo… diferença muito pequena para um 0km pelo risco que vc corre!

  • Eric PB

    Aqui em Curitiba estes carros se chama Pizero(a) pelo entendimento que eu tenho. Entrei em um grupo do face para olhar as maravilhas lá anunciadas e tem cidadão que anuncia hilux por 20k, a4 30k… tudo modelo quase zero bala, entre outros. E com certeza deve haver carros que são provenientes de furtos, etc. Sinceramente acho que deveria haver policia infiltrada nestes grupos para acabar com essa bandidagem…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email