Comprando e Vendendo Matérias NA

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona

Carros só pra rodar: todos os dias, veículos com pendências, multas, IPVA, licenciamento e financiamento não pagos são negociados livremente em grupos no Facebook, e essa negociação tem continuidade via WhatsApp.

Além desses, é possível encontrar automóveis roubados.


Em uma simples busca, encontramos mais de 30 grupos com a identificação “Carros só pra rodar” e alguns com localizações específicas, os seus administrados colocam o nome do bairro e da cidade para facilitar as negociações do comércio online.

Alguns deles ficam em modo público, facilitando a visualização de qualquer pessoa.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona


Em 2017, quando o esquema ganhou força e repercussão, diversos portais publicaram sobre o assunto, mas ainda assim as comunidades continuaram e continuam no ar.

O número de participantes também é grande, um dos maiores grupos têm mais de 323 mil membros, outros 5,7 mil membros, 38 mil e 27 mil.

Carros só pra rodar: como funciona a venda

Diferentemente de um veículo 0 km, ao pensar em adquirir um usado, o comprador deve ter atenção redobrada, analisando detalhes para não cair em pegadinhas e “maquiagens”. Você pode conferir algumas das nossas dicas na matéria: Como comprar carros usados sem ter problemas?

Por isso, se você pensa em adquirir um automóvel em um dos grupos “Carros só pra rodar”, é essencial saber que em muitos casos acaba se tornando prática contra a lei.

O grande diferencial neste caso é que comprador sabe o que está adquirindo, tem ciência que o veículo possui débitos e de que o mesmo não poderá ser ter titularidade transferida legalmente.

Em muitos casos, o valor da dívida dos “carros só pra rodar” são altos, chegando a ser superior ao preço do próprio veículo.

E é esse o principal fator deles serem baratos nos grupos.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona
Ao entrar em uma dessas comunidades, os usuários colocam fotos e uma breve descrição do modelo, o seu estado, ano, valor e o telefone para contato.

A sigla “NP” é geralmente utilizada nas publicações, significa “ninguém paga”, que, na verdade, identifica que o proprietário deixou de pagar o financiamento, passou para terceiros e essa outra pessoa não irá liquidar as parcelas.

Mais do que “carros só pra rodar”, os grupos também são conhecidos como “feira do rolo”, isso porque as negociações não são só realizadas da maneira tradicional, carro por dinheiro, muitos integrantes trocam por outros produtos e pudemos encontrar videogames, rodas, pneus, peças automotivas, relógio, cômoda, celular, relíquias, sobrados, dentre outros itens bem incomuns para um grupo mais dedicado a automóveis.

Entramos nos grupos de carros só para rodar

Para detalhar, o Notícias Automotivas entrou em um desses grupos para analisar como tudo funciona.

Encontramos de tudo, carro velho e novo, porém, o que mais chamou a nossa atenção foi a quantidade de motos sem placas.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona

Um vendedor de São Paulo tenta negociar um Ford Fusion 2006 por R$ 8.500, ou se for realizada troca, o preço passa a ser R$ 10 mil. O mesmo Fusion de ano 2006 na Tabela Fipe, sai por R$ 27.458.

No anúncio, o então proprietário informa que tudo está funcionando perfeitamente e que o carro é só papel puxado, o que significa que o veículo não tem histórico de furto ou roubo e o “papel” é um documento emitido por despachantes com todo os detalhes da área cível e criminal do carro.

Uma moto Honda CG 150 também está à venda, o dono diz que o financiamento está atrasado e pede R$ 2 mil à vista por ela ou troca por um carro 4 portas completo, acima de 2005 e não se importa com a documentação.

Em uma publicação de 3 de agosto de 2018, ou seja, a alguns dias atrás, um participante diz que fez um rolo entre carros e o modelo adquirido por ele é roubado.

Na legenda junto com fotos, ele afirma que já realizou a devolução e que agora está a procura do então culpado que “agiu de má fé” diz o rapaz que ainda acrescenta a placa do veículo, cor e pede ajuda para encontrá-lo.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona

Para finalizar alguns casos que encontramos em 2 de agosto de 2018, um jovem de São Bernardo do Campo, ABC paulista, tenta vender um Volkswagen Gol roubado por R$ 2.500, ainda é possível encontrar comentários de interessados, no entanto, por motivos de segurança não daremos mais detalhes desta negociação.

Em geral, esses grupos não possuem regras, qualquer pessoa pode entrar e a liberação é feita de forma rápida, ainda há aqueles que usam o grupo para indicar que tiveram o veículo roubado e pedem por ajuda.

Entre os modelos, encontramos Volkswagen New Beetle, Honda Civic, Ford Ka antigo, Ford EcoSport, Citroen C4 Picasso, Audi A3, Fiat Uno, Citroen C4 Pallas, Mercedes-Benz C230, Chevrolet Prisma e até Brasília com motor de Kombi.

Carros só pra rodar: o que diz o Detran e o Facebook

São Paulo é um dos estados com muitos desses grupos, em vista disso, entramos em contato com o Departamento Estadual de Trânsito que nos informou que não influencia e nem interfere nestes grupos.

O Detran ainda afirma que rodar com automóveis irregulares pode gerar multas e apreensão.

Por fim, o órgão diz que (obviamente) não se deve adquirir um modelo de “carros só pra rodar”.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona

Leia na íntegra a nota enviada pelo Detran SP ao Notícias Automotivas:

“O Detran.SP não tem qualquer ingerência sobre a venda de veículos, sejam novos ou usados. Rodar com veículo sem estar devidamente registrado e licenciado, em bom estado de conservação e com todos os equipamentos obrigatórios em funcionamento pode gerar uma série de multas ao condutor, além da apreensão do veículo ao pátio. Além disso, dependendo da situação do veículo, pode colocar em risco a segurança no trânsito. Desta forma, nenhum cidadão deve comprar veículo “só para rodar.”

Já o Facebook não retornou até agora o nosso e-mail enviado no dia 3 de agosto de 2018, mas esclareceu por meio de sua assessoria de imprensa, em março de 2017, ao jornal O Estado de São Paulo que retira toda comunidade ou fan page quando constata conteúdos ligados a uma atividade ilícita.

Ainda encerra com: “contamos com a nossa comunidade para denunciar”.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona

Não é crime comprar um carro com débitos. No entanto, há prazos para que tudo seja regularizado e lembramos que essas dívidas podem gerar impedimento para realizar o licenciamento, sem ele o mesmo pode ser apreendido.

O crime então é no caso dos modelos roubados, furtados ou com fraude contra financeiras, como alguns casos que encontramos.

Carros só pra rodar: entenda o que significa e como funciona
Nota média 4.7 de 6 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • invalid_pilot

    Isso é o suco do brasileiro médio que reclama que político rouba, mas sempre quer fazer as coisas “no esquema”.

    Depois reclamamos de porque que um Onix custa mais de 45 mil reais.

    • Chris

      É aquela coisa, os políticos se originam de onde? Da população, como uma pessoa qualquer. Falta de educação, infelizmente acaba com nosso país.

      • Racer

        Falta é vergonha na cara e caráter.

        • Leandro

          Caráter se aprende, com educação. Se uma pessoa é criada num meio em que isso é normal, ele vai repetir o comportamento.

          • Racer

            Até concordo em partes….só que temos muitos exemplos de pessoas “educadas” e “instruídas”….só que sem um pingo de caráter. Se ele tem exemplos de falta…vai repetir como normal.

            • Leandro

              Se você criar uma criança sem família, sem mãe ou pai presentes para dar exemplo, vivendo no meio do tráfico, vendo gente sendo morta e se drogando todos os dias, não tem como formar uma pessoa com “caráter”. Pega essa mesma criança e dá uma família com estrutura e bons exemplos: está formado o “caráter”. Você pode vir com os exemplos de gente que mora na favela e tem bom caráter, mas são justamente os que tem alguma estrutura familiar dando exemplo. Quem não tem exemplo, não tem nem como saber que o que faz está errado. Isso não nasce com a pessoa, ele aprende com exemplo.

              • Racer

                Só que sabemos que muitos que nasceram em uma família estruturada também fazem “o errado”. E aí? Qual a desculpa? Teve tudo…Não foi criado perto do tráfico…da bandidagem… Nossa “classe política” é o maior exemplo.

                • Leandro

                  São exceções. Quantos com família estruturada e com recursos entram no crime? E quantos sem estrutura entram?

                  • Racer

                    Tu sabes que não existe esta estatística….Tem muito “classe média” nos presídios. Usando eles novamente como exemplo: políticos corruptos (é o centro da discussão), vem de qual classe social?

                    • Leandro

                      “A população penitenciária brasileira chegou a 622.202 pessoas em dezembro de 2014. O perfil socioeconômico dos detentos mostra que 55% têm entre 18 e 29 anos, 61,6% são negros e 75,08% têm até o ensino fundamental completo. Esses resultados constam do último relatório do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), relativo a dezembro de 2014, divulgado nesta terça-feira (26), em Brasília. O estudo traz informações sobre a população carcerária e estabelecimentos prisionais do país, estados e Distrito Federal.”

                      www(.)justica(.)gov(.)br(/)news(/)populacao-carceraria-brasileira-chega-a-mais-de-622-mil-detentos

                    • Racer

                      Jogar a culpa da criminalidade só na educação é muito fácil…e é o discurso da esquerda (não querendo levar para o lado político), que tenta colocar a culpa na sociedade e na falta de oportunidades” para o cara virar bandido (população carcerária). E o discurso do vitimismo.

                    • Leandro

                      Não é fácil não. Quem sempre teve tênis de marca, 4 refeições por dia, escola particular, viagem para Disney etc não consegue se colocar no lugar de quem não tem nada disso e que não tem perspectiva de conseguir subir na vida se não for pelo crime.

                      É um milagre um cara morar numa favela e não partir para o crime, pois a desigualdade é uma escola de criminosos. Você acha que o adolescente na favela não quer ter iphone? Vai falar para ele estudar e fazer faculdade que um dia ele consegue comprar… Jovem quer tudo para ontem.

                      Os que chegam na faculdade ainda precisam trabalhar de dia e estudar de noite. O cara de classe alta chega na faculdade com a cabeça vazia, banho tomado, barriga cheia, só começa a trabalhar na vida depois terminar a faculdade. O de classe baixa tem que trabalhar para pagar conta em casa. Como isso é ser vitimismo? É desigualdade mesmo.

                      É como apostar corrida, a classe alta de ferrari e o pobre de fusquinha, o resultado será igual? Todo mundo tá de carro né?

                      Quem estuda ciências humanas/sociais sabe muito bem da relação pobreza/criminalidade. Mas quem faz faculdade de exatas e só vê números pela frente, acha que a sociedade é igual para todos, assim como 2 e 2 são 4. Não é e nunca será igual.

                    • Jaime Soares

                      Sempre o vitimismo… Minha avó era servente em escola, meu pai já foi servente de pedreiro. Eu já trabalhei depenando frango, e nem por isso estamos roubando por aí… Já dirigi fusquinha e nem por isso tive vontade de roubar quem tinha carros mais caros. Por este tipo de pensamento que este país tá uma m….

                    • Mike Milankovic

                      Só não roubar,matar,traficar,estuprar e aplicar golpes que não vai preso,as maiores vítimas desses presos são justamente os pobres,e a maioria dos presos nem negra é e sim parda,branca ou mulata

                    • Leandro

                      Uma pessoa com família estruturada para de estudar no primeiro grau?

                    • Racer

                      Se só uma família estruturada fosse suficiente para não formar um meliante… O fato de parar de estudar, ou ter só o primeiro grau, não é parâmetro. Se formos levar assim, as favelas estão tomadas quase que 100% de ladrões. E pra mim, educação, instrução e caráter são coisas distintas. Uma não leva a outra.

                    • Leandro

                      Não adianta argumentar com você. Se você não consegue ver a relação da escolaridade com o crime com os dados que eu te mostrei, nada o fará.

                      Vote no Bolsonaro e seja feliz.

                    • Racer

                      Tá começando a explicar tua posição… Reclama que não adianta argumentar, mas não quer receber argumentação…

                    • Leandro

                      E o que leva? É só ser religioso, acreditar em Deus, que vai ter caráter? um exemplo: criança não nasce racista, quem ensina a ser racista são os adultos. Assim como ninguém nasce bandido, quem ensina são os exemplos que o meio apresenta.

                    • Mike Milankovic

                      Não é fácil não. Quem sempre teve tênis de marca, 4 refeições por dia, escola particular, viagem para Disney etc não consegue se colocar no lugar de quem não tem nada disso e que não tem perspectiva de conseguir subir na vida se não for pelo crime.

                      É um milagre um cara morar numa favela e não partir para o crime, pois a desigualdade é uma escola de criminosos. Você acha que o adolescente na favela não quer ter iphone? Vai falar para ele estudar e fazer faculdade que um dia ele consegue comprar… Jovem quer tudo para ontem.

                      MM-Muitos filhinhos de papai tem isso e ainda assim estão no crime,na minha região dou dois exemplos,faz alguns anos que prenderam por tráfico um playboy que a mãe recebe pensão de R$ 16 mil e a mesma deu dois carros 0 km pra ele e tem um moleque que o pai é empresário,mora num dos melhores prédios do meu bairro,começou a andar com bandido e virou um,além de traficar ele também rouba,meu avô veio pra SP fálido e tinha várias pessoas pra sustentar,ele não aplicou golpes,traficou ou roubou e sim trabalhou,meu primo foi mandado emobra do banco quase cego e precisando de dinheiro pra comprar um óculos urgente,ele não traficou ou roubou pra comprar
                      seu óculos e sim trabalhou,o crime é perspectiva de subir na vida para os vagabundos que vc defende como disse nessa frase”que não tem perspectiva de conseguir subir na vida se não for pelo crime.”,se fosse um cara que rouba pra comer,coisa muito dificil de acontecer hoje em dia,tudo bem,agora ser for querendo coisas de marca como Iphones,Galaxy S9,Moto G,Motonas de 600 cc ou encher o cu de maconha,crack ou pó,tem que se fuder e acabou.

                      Os que chegam na faculdade ainda precisam trabalhar de dia e estudar de noite. O cara de classe alta chega na faculdade com a cabeça vazia, banho tomado, barriga cheia, só começa a trabalhar na vida depois terminar a faculdade. O de classe baixa tem que trabalhar para pagar conta em casa. Como isso é ser vitimismo? É desigualdade mesmo.

                      É como apostar corrida, a classe alta de ferrari e o pobre de fusquinha, o resultado será igual? Todo mundo tá de carro né?

                      Quem estuda ciências humanas/sociais sabe muito bem da relação pobreza/criminalidade. Mas quem faz faculdade de exatas e só vê números pela frente, acha que a sociedade é igual para todos, assim como 2 e 2 são 4. Não é e nunca será igual.

                      MM-Trabalham de dia e estudam a noite ainda correm o risco de serem roubados pelos bandidos que vc defende,tem vários riquinhos que passam droga em faculdades e sempre foram acostumados a trabalharem tarde,melhor que o cara de classe baixe trabalhe honestamente do quê vender drogas para outros e pobres e roubar pessoas tão pobres quanto ele,vitimismo é passar a mão na cabeça de bandido que não tá nem aí pra desigualdade,tanto que vários bandidos andam tatuando notas de dólar no corpo e quando ganham dinheiro no tráfico exibem motonas,notas de 50 e 100 reais,whisky caro no facebook,ou outros que andam pra cima e pra baixo numa favela com mercedes roubada.
                      O discurso pobreza=crime é o mais mentiroso e descarado que existe,SP na década de 70 tinha várias favelas que era uma miséria só com esgoto a céu aberto,barracos sem água e luz,animais como porcos no meio de crianças e não se tinha a violência de hoje,a India tem mais pobreza que a Àfrica e não 1/3 da violência que tem aqui,na áfrica países miseráveis e mais desiguais que aqui como Libéria,Serra Leoa,Uganda não tem a proporção de crimes que tem aqui,esses estudantes de ciências sociais e humanas,a maioria são coitadistas que nunca leram Marx,e acham que tem a realidade na ponta da língua e nem em periferia moram,não conseguem ficar nem 5 minutos num ponto de ônibus as 5 da manhã num lugar desses,não é questão da sociedade ser igual,desigualdade e pobreza nunca foram pretexto pro crime,pois se fossem o Brasil já teria virado um inferno,

              • Tainã

                Então se a pessoa tem pais ladrões ela será ladrão também ? supondo que a pessoa em questão frequente a escola , ou assista tv , leia , etc … ela saberá que roubar é errado . Com essa premissa , entendo que o que molda o caratér é o discernimento do certo e errado , baseado no nosso conhecimento -que não vem apenas da família – , pois somos seres sociaveis .

                • Leandro

                  Somos sociáveis sim, por isso aprendemos com o exemplo. Não afirmei que todo filho de ladrão será ladrão, só disse que viver num meio onde muitos fazem isso banaliza e acaba influenciando. Qual a taxa de criminalidade de filhos de ricos? Qual a taxa no rxtrato mais pobre. As estatisticas estão aí , só não vê quem não quer.

    • 1 Raul

      O cara que mexe com isso tem o perfil de quem não se preocupa com política, mas tão somente em ver o seu lado.

    • TijucaBH

      Exatamente!!!!!
      Alem disso, essa repotagem mostra o quanto nao temos fiscalização, pois se fossemos um país serio, além da Polícia investigar esses grupos, teriamos ffiscalização nas ruas para recuperar esses carros.
      Além disso, burro é quem compra pois além de ser desonestidade, a qualquer momento voce pode ter o bem apreendido e perder todo o dinheiro.

      • invalid_pilot

        Esses carros NP custam bem abaixo, ai na cabeça desses mongos vale a pena o risco, já que a fiscalização é frouxa.

        Muitas vezes nem transferem pro proprio nome.

      • Filipe Augustus

        Outro dia estava procurando um carro no Mercado Livre e apareceu uma Mercedes SLK conversível acho que ano 2003 ou 2004, um carro desses, vale até hoje entre 50 e 75 mil reais em média dependendo do estado de conservação e essa estava anunciada por 10 mil reais, até fui dar uma olhada no anúncio, pois poderia ser apenas o valor de entrada e assumir umas parcelas, enfim, “No anuncio dizia que era apenas para rodar” E que por se tratar de um Mercedes conversível o proprietário disse que passava até em blitz com a capota aberta e que nunca pararam ele por não ser um carro visado! Por outro lado eu vejo esse aumento de carros com débitos enormes e só consigo pensar nos valores abusivos de IPVA e na industria da multa, em qualquer outro lugar do mundo esses débitos absurdos inclusive com juros sobre juros não existem! Não justificando o jeitinho brasileiro, mas se a começar pelos políticos, fossem justos com a gente, grande parte dos problemas e irregularidades desse país deixariam de existir automaticamente!

    • Zé Mundico

      É aquilo que eu sempre digo: não existe político desonesto, o que existe é cidadão desonesto que se torna político.

      • klaus

        pois é, as pessoas falam q o cara se elege e vira ladrão, mas ele SEMPRE foi ladrão!

    • Matafuego

      O país não está nessa desgraça a toa

    • catucadão

      eu ja fiz isso nunca deu nada… é bestera so pra roda não tem que ficar dando dinheiro pro governo vale a pena pra quem ta apertado ou para quem não quer gastar

    • Tohn Lenon

      ESSE É UM CASO TOSTINES…BRASILEIRO É LADRÃO PORQUE ROUBA O GOVERNO OU O GOVERNO É LADRÃO PORQUE ROUBA O BRASILEIRO???

      • invalid_pilot

        Sim, exatamente kkkk

        É cultural isso

  • kirig

    facebook por muito meno, tirou vários sites ditos de “direita”, e permite este balcão criminoso?

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Isso daí é igual feira do “rolo” todo mundo sabe que é ilegal, todo mundo sabe onde tem e seguem na ativa, se combaterem isso no Facebook os responsáveis dão um jeito de colocarem em grupos de Whats, esses carros manolados aí dependendo do lugar não dá uma volta no quarteirão sem ser parado por uma viatura.

  • Bruno Alves

    País nojento…

    • Carlos Eduardo

      eu diria, POVINHO NOJENTO!

  • Louis

    Falta é blitz para apreender estas coisas rodando. Eu nem lembro qual foi a última vez que fui parado.

    • TijucaBH

      Verdade!!!! Eu tenho mais de 5 anos que fui parado em blitzpela última vez e olha que eu rodo quase 30 mil km por ano!!!!

      • Carlos Eduardo

        Claro que nao tem Blitz. Grupos de whats que avisam sobre blitz já são uma forma de corrupção do povo que sempre quer dar um jeitinho. Então pra que blitz? Deixa uma zona mesmo!

        • catucadão

          quer pais chato e certinho vai pro estados unidos ou canada…. eu prefiro assim mesmo

          • Andre souza

            olha o exemplo de brasileiro tipico

    • dallebu

      Moro no sul do ES, tirei carteira em 2010 aos 19 anos, hoje tenho 27 e nunca fui parado numa blitz, poderia estar sem carteira e com carro roubado até agora…

    • Carlos Eduardo

      SE O POVO TIVESSE A EDUCACAO CERTA, NAO SERIAM NECESSARIAS AÇÕES DE BLITZES!

    • aletp

      Por mim tinha uma blitz por esquina todo santo dia, pra fazer uma limpa, infelizmente o negocio por aqui só funciona desta forma.

    • Dario Lemos

      As blitze, em sua maioria, são para vistoriarem motos ou em saídas de shows para verificação de uso de álcool; é o que tenho notado em Cuiabá.

    • Gio

      Instalação de câmeras que fazem a leitura das placas pela cidade resolveria este problema. Assim, o policial ia direto naquele que está infringindo a lei.

    • Guilherme

      Cara, me fez pensar, também não lembro última vez que fui parado, mas tranquilamente mais de 10 anos.

    • Juca Bla

      Pra ser abordado é só comprar uma moto kk

  • UPTSI

    O pior do Brasil é o brasileiro

    • TijucaBH

      É essa turma que depois grava vídeo pra Globo dizendo que o país que querem para o futuro é co. Políticos honestos!!!aff

    • Carlos Eduardo

      FATO, FATISSSIIIIMOOOO

    • Diego G. de Lima

      E digo mais: o brasileiro tem e irá ter por muito tempo os políticos que merecem.

      • aletp

        Até porque são os brasileiros que os elegeram, logo os merecem.

  • Raul Cotrim de Mattos

    Pagar tudo isso em um veículo que nunca será seu e pode ser apreendido a qualquer momento é burrice demais…

    • Thiago

      É a necessidade culturalmente muito forte que o brasileiro tem de “posar de bonito”, aparentar uma coisa que não é, viver de aparência ou que nome você queira dar. Numa versão extremada, leva alguns a fazer idiotices como comprar uma coisa dessas. Só existe gente vendendo porque tem quem compre.

  • Amadeus Lutz

    Celular vendendo sem carregador nota ou caixa então, só tem bandido nessa desgraça

  • André A

    O mais triste é a pessoa mal ter o básico pro próprio sustento ou da família, mas tem um carro que vale mais do que o imóvel em que vive, ou parcelado em 72x (já com busca e apreensão) ou desses NP ou “só pra rodar”.
    Isso explica o tanto de carro que eu vejo por aí cometendo os maiores absurdos no trânsito e o motorista parece estar pouco se importando se tá sendo multado ou não.

  • Alvaro

    Sem comentários, infelizmente se há comprador, sempre haverá esse tipo de prática. Parabéns a NA por essa matéria!

  • Ai o estado tem de agir….mas prefere aumentar o valor dos tributos…

    • Dario Lemos

      É mais fácil e cômodo pois o povo aceita sem reclamar.

  • Juliano

    O grande problema ai é como esses carros chegaram a tal estado . Multas abusivas , industria corrupta de multas , impostos caríssimos . muita gente perde emprego e acaba nao tendo como bancar o carro . ai paga so financiamento e esquece da documentação e vice-versa. O estado e os órgãos públicos nao ligam pois eles são os responsáveis pela maioria dos carros estarem nessa situação . muita gente nao aguenta pagar multas e impostos .O governo é corrupto . e ferra todos os outros . Quando vai ver o carro tem tanto debito que o que resta pro dono é ir pro lado da ilegalidade . Ai junta a culpa dos governos com o jeitinho brasileiro ferra tudo .

    • Racer

      Sempre tem uma desculpa pra falta de caráter. Tenho 43 anos e dirijo desde os 18. Nunca tomei uma multa. As multas estão é muito baixas ainda. E se não tem $$$ pra ter um carro, que venda. Mas esperar o que de quem tem a corrupção correndo nas veias….

      • Juliano

        Nobre , desculpe mas vc nao deve andar com o carro o dia todo , eu tenho empresa de transporte , tenho amigos taxistas , os caras tomam multas idiotas com radares pegadinha , eu nao tomo multa pq eu nao rodo com o carro pela cidade o dia todo . mas quem roda nao escapa . sempre toma uma ou outra , aqui em Sp temos um monte de buracos e vias mal sinalizadas . mas radar e agente de transito pra multar nao falta . quero ver vc rodar aqui em SP todo dia e nao levar multa . é praticamente impossível

        • Racer

          Ando…mas ando certo. Só cai em radar quem está acima da velocidade. Meu pai e meu irmão trabalham como motoristas, rodando o dia todo….também não tomaram uma multa sequer. Daí tu pega um “cidadão” andando no dobro da velocidade (como pegaram em uma estrada daqui, o cara a mais de 200km/h) e ele acha que foi injustiçado… O motorista brasileiro é no geral muito mal educado. Tu não consegue atravessar uma faixa de pedestres, com semáforo, sem que pelo menos um jacú destes não passe no vermelho….ou falando no celular.

          Não dá pra misturar falta de conservação viária e usar isto como argumento para não cumprir a lei. Aqui a cidade está virada em buracos, mas nem por isto eu vou andar errado (e dando dinheiro para o governo pagando multas).

          • Juliano

            Mas vc mora onde ?

            • Racer

              Porto Alegre.

              • Juliano

                Po vc deve ser um piadista ….. acaba a discussão por aqui . mesma coisa de comparar alhos com bugalhos …. kkkkk

                • Racer

                  Piadista é ficar justificando o errado cm argumentação falha. É bem o típico brasileiro que reclama da corrupção, mas é corrupto igual.

                  • Juliano

                    BAh Gaucho ! Não sabia que quem leva multa é corrupto . vai estudar um pouco , ou vai tirar o barro da sua butina e tomar um chimarrão ou então queimar …, esquece a discussão . não tem como comparar a diferença é 1 x 1000 . deixa pra la …. abs …

                    • Racer

                      Não filhote…..mas tu usou as multas para justificar a comercialização de carros irregulares. Mas pelo visto, tu está bem acostumado a fazer este tipo de “rolo”….daí acha normal. Tu precisa de um pouco mais do que estudo…E, pela citação a “butina”, mostra que tu não conhece um palmo daqui. Um paulistinha que nunca saiu do bairro. E por queimar…..sabemos quem é que “queima” alguma coisa….

                    • Ananias Anacleto

                      Para que essa argumentação infantil de “nunca tomei multa pois sou certinho” vs “eu tomei mesmo me cuidando”…… e depois ainda vira papo de bairrismo de “meu estado é melhor que o seu”…. pqp. Uma criança falando mal da outra.
                      Eu já tomei multa por descuidar de uma lombada eletrônica, passei a 62km/h em um limite de 50km/h ….. estava certo, estava errado? Estava errado é logico, passei acima do limite e tomei multa, simples assim, o jeito é pagar e ficar quieto. Mas não fico nessa de “sou certinho e nunca tomei multa” ou “sou certinho mas tomei multa”.

                    • Racer

                      ?????? Te perguntamos algo? Fica na tua…

                    • Ananias Anacleto

                      Oh, desculpa papai. Não sabia que não aceitava crítica.

                    • Racer

                      Não filhote….é que te falta educação.

                    • Ananias Anacleto

                      Tá certo.

                    • Leandro

                      Quem leva multa é por que descumpriu uma regra.

              • Juliano

                É fácil falar morando ai onde vc mora . ja andei muito por ai e nada de multas …. quero ver aqui . chega a ser piada a comparação Sp com sua cidade .

                • Racer

                  A tá….mostra que tu não conhece a cidade. Também já andei em SP e nada de multas…

            • Juliano

              Vc não sabe o que é São Paulo amigo , Não faz a mínima ideia do que é rodar aqui diariamente , juntando todas as capitais do pais nao da São Paulo . Venha vc pra ca com seu pai e seu irmão . e experimente rodar todo dia pra vc ver se não sai com uma coleção de multas so me Sp de radares fixos são 1200 inclusive de velocidade média . fora os moveis e pistolas

    • Marco

      Isso chama-se transferência de responsabilidade. A culpa é do cidadão que pratica esse atos.

    • Leandro

      Um erro não justifica o outro. não é por que o imposto é alto que você deve deixar de pagar. Deve eleger representantes conscientes que mudem a legislação, não fazer justiça do seu jeito.

  • Fernando Gabriel

    Isso é só uma parte da ciranda que existe. 100 Pessoas financiam carros, 30 pagam certinho, 40 pagam sempre em atraso e 30 nunca pagam nada. Por causa dos 30 que financiam sem ter condições ou de má fé mesmo, os 70 que pagam em dia ou tentam pagar, sempre vão pagar esse prejuízo, já que Banco/Financeira nunca assume isso, só “repassa” a que “pode” pagar e assim, temos os juros mais “adequados” do planeta. O mais engraçado é ver pessoas querendo vender algo que não é efetivamente seu, já que em casos de Leasing, o Veículo é do Banco e em casos de CDC, há restrição de Venda somente com autorização do Banco.Nem vou comentar sobre quem compra, é no mínimo igual ou pior.

  • dallebu

    Aqui no sul do ES eles nunciam como sendo “pra roça”, seja carro ou moto, mas é a mesma coisa.

  • Ailton Maschio Gomes

    É por essa e outras que afirmo: esse país é caso perdido!

  • SDS SP

    Pior que às fotos mostradas na material são daqueles famosos carros de “manolo”…

  • Zé Mundico

    Analisando friamente, é uma atividade comercial como outra qualquer, já que existe produto e esse produto tem uma demanda. Enfim, se há quem compre, sempre vai haver quem venda.
    Coisa muito pior acontece no mercado de motocicletas nas feiras das periferias. Já presenciei negociação de motos por armas, animais, drogas e todo tipo de presepada. Na maioria das vezes são motos totalmente irregulares ou mesmo roubadas. Atualmente a motocicleta cumpre o mesmo papel da bicicleta antigamente, é moeda de troca para qualquer coisa.

  • Paulino Lino

    O país inteiro está cheio desses indivíduos negociando carros sem ter a efetiva propriedade do mesmo. Concordo com os comentários abaixo que qualificam como “pessoas de baixa inteligência” aquelas que os adquirem mesmo sabendo que a qualquer momento podem perder sua posse…. mas a vida é assim: enquanto uns se acham espertos, outros (por exemplo EU), estudo pra retirar essas nojeiras das ruas! Não vamos mudar o país mas podemos melhorá-lo.

  • F30FLORIPA

    Os administradores dos grupos deveriam ser responsabilizados de alguma forma.

  • Elizangela Oliveira

    90% bandidos, o restante, idiotas acreditando que estão fazendo um bom negócio.

  • leitor

    Não compraria um negócio desses.

  • Guilherme Galante

    E se os débitos em vez de ficarem atrelados ao carro, fossem ligados ao CPF/CNPJ do proprietário?
    Assim não haveria carro com débitos e sim o responsável legal pelo veículo.
    É uma reflexão e não uma opinião formada…

    • Jorge

      Neste tipo de situação hipotética, não permitiria o proprietário vender o veículo com dívida por um valor mais baixo para que o novo comprador possa assumir as dívidas.
      Vender um carro com dívida é um jeito do proprietário anterior quitar as suas dívidas. O problema évender o carro com dívidas sem haver a intenção de regularizar a situação do carro.

    • Ernesto

      O nome da pessoa não fica sujo?

      • Guilherme Galante

        É essa a ideia.
        Se o nome do cara ficasse sujo, pensaria (em tese) duas vezes antes de comprar o carro e parar de pagar (e transformá-lo em NP) pois todas as dívidas posteriores (imposto, multas, etc) estariam no CPF do cidadão.

  • fschulz84

    É uma bilada Cino!

    Agora falando sério, é o que muitos aqui já comentaram… Este tipo de sub-mercado existe porque tem quem o alimente… Parece que em nossas raízes está encrustado o sentimento de que temos que tomar vantagem de qualquer situação, legal ou ilegalmente, já que as leis são frouxas e a fiscalização, quase inexistente…

    E como já mencionaram aqui, quem detêm o poder de reter o bem, não perde de nenhuma maneira… O governo taca mais tributos em cima de quem anda na linha e as financeiras tacam juros abusivos naqueles que pagam o financiamento certinho…

  • catucadão

    eu já comprei carro pra isso nunca deu problema acho normal

  • zekinha71

    Isso é a robauto digital.
    E essa turma que curte isso vai ajudar a eleger nossos próximos governantes.

  • Schack Bauer

    O melhor do Brasil é o brasileiro

  • Ubiratã Muniz Silva

    “contamos com a nossa comunidade para denunciar”.

    tá cheio de grupo e page de LADRÃO DE MOTO (que fica ostentando com moto roubada dos outros) e o FB não faz nada, mesmo com denúncias!

    essa é boa…

    agora piada, o cara compra um carro “só pra rodar” e depois que descobre que é roubado ainda reclama de má fé do vendedor… como se comprar um carro nessas condições fosse agir de boa fé.

  • Leandro

    Depois se indigna com os políticos em Brasília. Compram carros irregulares, celulares roubados, avançam sinal, compram mercadoria de origem duvidosa em camelôs, subornam policiais etc. A culpa é só dos políticos, ou os que estão lá são só o nosso espelho?
    Nesse país a lei de Gerson impera, infelizmente.

  • Ronaldo Prado

    Financeiramente pode valer a pena. Dirijo carro e moto há 11 anos. Nesse tempo só fui parado pela policia duas vezes e só de moto. Pensa no dinheiro que eu teria economizado se eu não tivesse pagado IPVA, licenciamento, multas e seguro para os carros nesses 11 anos.

  • Ítalo Figueirôa

    Negócio de pilantra e cabra safado. Infelizmente tem no mundo todo, assim como no Brasil, que tem de montes.

  • Banido por ofender o outro leitor.

  • Filipe Augustus

    É sim, industria da multa sim, eu já tomei cada multa idiota, você sai de uma rua coloca duas rodas em um corredor de ônibus, aí vem o fiscal da CET e te multa falando que vc estava trafegando em local proibido, você não deve ser de São Paulo ;)

    • Andre souza

      sim, corredor de onibus é para onibus, nao para carro. brasileiro sendo brasileiro, querendo levar vantagem e nao ser punido por isso

      • Filipe Augustus

        Santa hipocrisia André ;)

        • Andre souza

          sabe o significado de hipocrita?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email