Projeção: Fiat Strada Ranch 2023 quase vira uma Toro pequena

Projeção: Fiat Strada Ranch 2023 quase vira uma Toro pequena

A Fiat Strada tem atualmente a versão Volcano como topo de linha e é ela a responsável pela virada de mesa da picape leve da marca italiana, que passou a ser o veículo mais vendido do mercado nacional, passando facilmente de 10 mil unidades mensais.


Ainda que venda muito, a Nova Strada ainda está podada em seu potencial, não tendo, por exemplo, transmissão automática. Fora isso, ainda se apoia no velho Fire Evo 1.4 e tem interior que já nasceu pedindo uma revisão.

De qualquer forma, o que a Fiat fez agradou o público, que não para de comprá-la, apesar desses e outros detalhes. Então, com lenha para queimar, a Nova Strada pode ir muito além e uma opção sugerida por Kleber Silva é a versão Ranch.

Projeção: Fiat Strada Ranch 2023 quase vira uma Toro pequena

Nesse caso, uma opção acima da Volcano e, segundo ele, já com transmissão CVT. Essa caixa com correias de aço e polias variáveis foi enfatizada pela Fiat recentemente, indicando seu uso em produtos da marca.

Embora se fale no motor 1.0 GSE Turbo com câmbio automático de seis marchas, a Fiat poderia adicionar o CVT ao mesmo, já que o 1.3 Firefly pode não corresponder totalmente com uma transmissão que naturalmente desliza.

Seja lá como for, a Strada Ranch apresentada nessa projeção parece muito interessante, adicionando uma grade similar à da Toro, assim como o para-choque.

Projeção: Fiat Strada Ranch 2023 quase vira uma Toro pequena

Pode ser até que a Fiat evite – se estiver com a mesma ideia – mexer tanto no protetor, talvez adicionando um skid plate mais robusto, por exemplo.

As rodas de liga leve naturalmente não seriam estas, mas aquelas opcionais de aro 17 polegadas da Volcano em acabamento escurecido, por exemplo.

Na caçamba, um adicional ao santantônio faria a ligação com a Toro Ranch sem mudar muito o acessório atual da Strada. Estribos para facilitar o acesso, uma suspensão mais elevada e retrovisores cromados seriam bem-vindos realmente.

Por dentro, um merecido volante multifuncional em couro e de base chata da linha Fiat-Jeep, bem como detalhes em preto brilhante e pedais esportivos ajudaria, assim como um ar-condicionado automático também não seria ruim. Note a alavanca do CVT. Com tudo isso e talvez algo mais, você compraria por uns R$ 110.000?

[Projeção: KDesign AG]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.