*Destaque Matérias NA Sedãs Toyota

Toyota Corolla – defeitos e problemas

toyota-corolla-2018-NA-8-1 Toyota Corolla - defeitos e problemas

Não dá para negar que o Toyota Corolla é um verdadeiro fenômeno em vendas há bastante tempo no mercado brasileiro e tal popularidade se mantém até hoje.



Somente no ano de 2017, o sedã médio foi capaz de emplacar nada mais, nada menos que 66,2 mil unidades emplacadas, enquanto o segundo colocado do segmento registrou 25,9 mil exemplares – ou seja, uma vantagem de pouco mais de 40 mil modelos. E parte deste sucesso pode ser explicado pela robustez do veículo e também pela boa assistência no pós-venda que a Toyota costuma oferecer.

Entretanto, isso não significa que o Corolla é um modelo isento de problemas. O modelo pode sim apresentar alguns supostos defeitos, conforme mostram as reclamações registradas pelos proprietários do sedã médio da Toyota no Reclame Aqui e também em alguns fóruns e clubes exclusivos.

Há relatos relacionados a alguns equipamentos, ao acabamento interno e também em parte da mecânica. Selecionamos abaixo parte dos principais itens que aparecem nas reclamações dos usuários. Confira:



Ruídos de acabamento

Embora o acabamento interno do Toyota Corolla seja bem mais primoroso que o de um carro popular de porte compacto, com peças mais resistentes e bem encaixadas e também materiais macios ao toque em diversos pontos do interior, o sedã também pode sofrer com ruídos de acabamento. Pelo menos é o que mostra a lista de reclamações feita por parte dos proprietários do modelo no Reclame Aqui. São diversos os pontos da cabine do carro que supostamente apresentaram barulhos com o decorrer do tempo em alguns exemplares.

Em uma das reclamações, um Corolla XEi adquirido em agosto de 2016 começou a apresentar um barulho no painel. O proprietário diz que entrou em contato com a concessionária e agendou um reparo para tentar solucionar o problema.

Todavia, ao invés de resolver, os ruídos ficaram ainda maiores e foram aumentando com o decorrer do tempo e visitas à oficina da revenda. O exemplar começou a exibir ainda vibrações no painel, barulho na parte traseira interna e diversos outros ruídos. E pelo menos até o momento desta publicação, o dono do carro diz que os problemas não foram solucionados.

Num caso mais recente registrado por outro proprietário também no Reclame Aqui, um Corolla XEi retirado da concessionária no início de março de 2018 supostamente começou a apresentar ruídos no painel e na parte traseira após alguns quilômetros rodados.

Depois de uma visita à concessionária, os ruídos se proliferaram em outros pontos da cabine depois de apenas dois dias de uso. Porém, o dono também diz que os defeitos ainda não foram solucionados até a publicação desta matéria, visto que se trata de uma reclamação relativamente recente.

toyota-corolla-2018-NA-8-1 Toyota Corolla - defeitos e problemas

Rachaduras/trincas nos faróis

Uma das reclamações que também é recorrente entre todas as reclamações feitas pelos proprietários do Corolla está relacionado aos faróis do modelo. Segundo os proprietários, o modelo pode apresentar rachaduras/trincas na parte interna dos faróis dianteiros. As reclamações são mais frequentes entre os donos do Toyota Corolla de ano 2015, o que, segundo eles, indicaria uma possível falha num lote de peças que equiparam esses carros.

Entretanto, na maioria dos casos, os proprietários relatam que as concessionárias não costumam substituir os faróis em garantia. Em uma das reclamações, o mecânico alegou que não iria promover a troca dos faróis porque apresentavam indícios de que já haviam sido usadas lâmpadas paralelas.

O dono afirmou que as lâmpadas são de fábrica e nunca foram substituídas, além de que o material é de baixa qualidade. Porém, ainda assim, a concessionária não trocou os itens sem custo ao proprietário.

Já em outro relato, os faróis não foram substituídos pelo fato de o carro estar fora da garantia. Além disso, a empresa respondeu a reclamação dizendo que “a qualidade da Toyota é referência mundial para a Indústria Automobilística e constantemente buscamos aperfeiçoar nossos produtos e serviços para manter a satisfação de nossos clientes e todos os nossos veículos passam por rigorosos testes de controle da qualidade para serem produzidos e comercializados”.

Folga na caixa de direção

Este suposto problema pode aparecer somente em exemplares da geração mais antiga do Corolla, comercializada por aqui entre os anos de 2008 e 2014. Porém, resolvemos destaca-lo por aqui pelo fato de ser algo com uma quantidade maior de reclamações. De acordo com relatos de proprietários, o sedã médio de antiga geração pode apresentar uma folga na caixa de direção.

Tal defeito pode ser notado por meio de ruídos na parte frontal do veículo, sobretudo ao passar por asfaltos irregulares ou calçamentos, conforme relatou um dos proprietários do Toyota Corolla. E eles reconhecem também que tal problema pode provocar o mau funcionamento da direção e causar um acidente grave, tanto é que um deles tem “evitado viajar por longas distâncias com o carro”.

Em outro relato, um Corolla XEi de ano/modelo 2008/2009 com 68 mil quilômetros rodados também começou a apresentar uma folga na caixa de direção. No entanto, a Toyota alega que não conseguiria reparar em garantia, visto que o carro se encontra fora do período de garantia desde dezembro de 2012, e “o fenômeno apresentado em seu veículo não se trata de uma falha do produto, mas sim causado pelo desgaste natural e à condição de utilização, provavelmente antes de sua recente aquisição”.

toyota-corolla-2018-NA-8-1 Toyota Corolla - defeitos e problemas

Ar-condicionado ineficiente

Outro ponto relatado por proprietários do Toyota Corolla da atual geração é o sistema de ar-condicionado que segundo eles seria ineficiente para refrigerar toda a cabine do carro. De acordo com uma série de relatos registrados por proprietários no Reclame Aqui (confira um deles clicando aqui e outro clicando aqui), exemplares do Corolla, normalmente de ano 2015, podem apresentar um defeito no compressor do ar-condicionado após poucos quilômetros rodados.

Parte dessas unidades já não contam mais com a cobertura da garantia de fábrica e as concessionárias costumam recomendar a troca de toda a peça do compressor do ar-condicionado, que inclusive não conta com preço nada convidativo. Em um dos relatos, o valor pedido pela revenda foi de pouco mais de R$ 5,3 mil, enquanto outros mostram um preço de R$ 6 mil e de R$ 7 mil.

Retrovisor interno frouxo

O retrovisor interno também é alvo de reclamações por parte dos donos do Corolla no Reclame Aqui.

De acordo com eles, a geração antiga do sedã pode apresentar uma esfera frouxa do retrovisor central. Em uma das reclamações, um Corolla GLI de ano 2011 começou a apresentar um ruído no retrovisor interno e, quando exposto à luz do sol, o retrovisor “fica mole e caindo”, sendo necessário “ficar arrumando para poder dirigir corretamente”.

Já em outro relato, num Corolla de ano/modelo 2011/2012 o retrovisor interno não parava mais na posição desejada. Todavia, a Toyota entrou em contato e resolveu o problema em uma concessionária.

COMPARTILHAR:
  • Louis

    O carro é tão bom, que pra conseguir citar defeitos, foram caçar em Corollas com 10 anos de uso KKKKKK

    • Eduardo

      Pois é…imagina pegar peugeot/citroen com essa idade!

      • Se pegar um carro de outra marca qualquer e citar uma lista dessas aí o comentário seria: “tá vendo, é tudo porcaria”. Mas como é Toyota é assim: “tá vendo, tem que pegar defeito de carro com 10 anos”, mesmo que o modelo tenha sido fabricado até 4 anos atrás.

        • leomix leo

          Carro de pobre vendido como carro de rico, mais o povo idolatra essa porcaria.

          • Pietro_Turbo

            Corolla tem seus adjetivos, mas não é inquebrável.
            Mas até que a concorrência faça algo melhor o toyotinha aí seguirá na liderança do segmento.
            Está para nascer um carro tão ordinário e tão bem construído e montado.

            • André Luis Versiani

              Exatamente, tá pra surgir um carro mais bem montado e agradável de dirigir que o Corolla há um preço “acessível”.

        • JOSE DO EGITO

          Pessoal vamos ser sinceros:esses defeitos com um carro de 10 anos de uso chega a ser obrigatorio o carro ter kkkkkk Nao adianta TOYOTA o papo é no “andar de cima” !!

          • Carro fabricado entre 2008 e 2014, meu amigo. O “dez anos” é só manipulação narrativa para turvar um compreensão de texto que chega a ser primária: há carros com 4 anos de uso que já passaram pelo problema.
            Agora, se aparece um Pallas 2006 que dê defeito no câmbio AT8, aí a casa cai.
            Sem dúvidas, Toyota é no andar de cima: no preço de aquisição, sem dúvidas.

            • Fabão Rocky

              Verdade. Brasileiro tem essa mania de xingar tudo q é marca de carro de lixo, mas qdo é um TOYOTA… “Ahhh! Toyota é Toyota. Nunca quebra!”
              Tenho um simples Corsa sedã Premium 2009 e nunca quebrou. Antes dele tive um 2003 e tbm nunca quebrou. Esse sim tbm é digno de se dizer q é inquebrável.

              • Minha esposa teve dois Corsas: um Millenium 4 portas ano 2000 e um Maxx 2005. Nunca deram nada no tempo em que ficaram conosco. O segundo está ainda hoje na família (com a esposa do meu irmão). Palavras dele: “esse é guerreiro”. A esposa dele é bem leniente com a manutenção, mas o carrinho está com 160 mil km e segue “bonito na foto”.
                De negativo mesmo na minha convivência com eles só o preço da revisão que as concessionárias GM cobravam na época. As de 30 e 4o mil km saíram na casa de R$ 800,00 e R$ 1.300,00, respectivamente, sem nada de serviços extras… isso entre 2007 e 2008.

                • Fabão Rocky

                  Cara, as ccss metem a faca na revisão. Meu pai tem um City 2013 q não está mais na garantia. Fui fazer o orçamento da revisão dos 40 mil km numa ccss Honda aqui em Salvador-BA e saiu custando salgados 1.380 reais. Isso pq o espertalhão disse q precisava fazer “alinhamento de válvula” e trocar “junta de cabeçote”, achando ele q sou um leigo. Resultado: comprei o q precisava em lojas de autopeças e troquei apenas o filtro de ar do motor e da cabine, filtro de combustível, óleo e filtro de óleo e gastei apenas 328 reais.

      • Carlos Esteban

        Eu tenho 2. Um Xsara Picasso e um 206 cc. Ambos em perfeito estado. Sem reclamações.

      • Luciano

        Na empresa onde trabalho tem um 307 sedan ano 2007 com mais de 100 mil km que está inteirão ainda.

        • Meu irmão tem um 307 ano 2007 impecável, com 130 mil km rodados.

      • Ricardo

        Peugeot e Citroen são marcas com padrão de qualidade europeu , pode ser caro a manutenção , mas não dão tantos defeitos . Agora quero ver um FIAT com mais de 10 anos , ae sim , está só o bagaço , cheio de barulhos , peças quebradas/soltas , motor batendo/fumando , vasamentos de todo tipo …

        • Paulo Moreira

          Não necessariamente. Até mesmo porque a Fiat é de origem italiana, e a Itália está na Europa. Tive um Siba 1.4 e rodei 190000km com ele e não me deu nenhuma amolação. Carro exemplar. Hoje tenho Corolla é só tenho elogios. Mas não é o único carro bom do mercado não. E nem a Toyota é a única marca boa. O preconceito é tão burro quanto a idolatria, na minha opinião.

          • Ricardo

            Mas os carros da Peugeot/Citroen são os mesmos que são vendidos na Europa , a Fiat vende Uno , Palio ,Siena , Mobi na Europa ? Lá o povo não quer carro com esse padrão de qualidade de 3 mundo nem de graça …

            • Paulo Moreira

              Da mesma maneira que por aqui muitos não querem PSA nem de graça. Só deprecia menos do que carro chinês. Por enquanto.

              • Ricardo

                O problema da PSA é o pós venda e a falta de investimentos , se acomodaram em ter meia dúzia de concessionárias , que vendem meia dúzia de carros , deviam seguir o exemplo da conterrânea Renault , que apesar das críticas por trazer só carros da Dacia , já está colhendo os frutos de um bom trabalho ( e investimentos ) no país .

                • Paulo Moreira

                  Exatamente. Brasileiros avaliam muito o pós venda e a robustez. Na minha opinião, não há montadora perfeita. Toyota tem bom pós-venda e robustez, mas os caros são caros e não oferecem recursos compatíveis com o preço. As francesas têm muita tcnologia e bom acabamento, mas pecam no pós-venda e o índice de reclamações é mais elevado. Isso só pra exemplificar. Cada consumidor vai naquilo que lhe é prioridade.

    • Unknown

      Verdade!

    • Lucas Alves

      Essa foi a primeira coisa que percebir ao terminar de lê o artigo, essa apelação não achei nem um pouco legal. Kkkk kkkk

    • Deadlock

      E o cara fala em 40 mil modelos, nenhum carro tem tal quantidade de modelos…

    • Yuri SP

      Engraçado que nenhum defeito foi mecânico como panes constantes no motor ou na transmissão, como é comum em carros de uma certa marca alemã…

    • Erivelton Freitas

      Sério, vi só um dos problemas sendo citados como da geração passada, estando sujeito, inclusive, a carros de 2014. Mas claro, quando se trata de defender o Corolla, até ser desonesto conta!

    • what_the_hell??

      Pois é, o Corolla é inquebrável! Meu tio teve que trocar o câmbio com menos de 3 anos de uso e 50mil km! Orçamento: 21mil reais!
      O Corolla é um ótimo carro, só não dá pra aguentar dizerem que ele é o supra-sumo da categoria, que não quebra etc. É um carro que tem muitas vantagens em relação aos concorrentes e também várias desvantagens. Eu, por exemplo, já tive inúmeros franceses em casa (das 3 marcas, inclusive) e nunca tive um problema com nenhum deles!

  • Daniel

    Isso non eczisteeee!

  • Aires Jone

    Sem comentários!

  • Heleno

    Nenhum carro esta isento de problemas, nem mesmo o aclamado Corolla. Mas quanto os barulhos internos, parece falha recorrente em quase todos os veículos nacionais atuais. Parte da culpa, ao meu ver, vem das ótimas condições das vias do nosso querido país.

    • Fanjos

      É culpa das vias espalhadas pelos buracos onde trafegamos, o pessoal tem que tampar essas vias e deixar só os buracos.

      • Luciano RC

        Olha… aqui em Guarulhos tem rua que é complicado andar. Não da mais para ter carro baixo e muito menos acelerar um pouco. Sem falar que a SAAE não arruma nenhum buraco que faz para reparo em seu sistema de abastecimento. Aqui perto de casa tem mais de 10 buracos deles que tem meses abertos.
        Pior que ligar lá ou na Prefeitura não resolve nada. Ainda estamos esperando o Prefeito Guti tomar posse, porque não fez nada.

        • CharlesAle

          Aqui no ABC, os caras só arrumam buracos, que eles mesmos fazem, com calombos, Fica uma bost@ andar nessas ruas todas lotadas de lombadinhas..Falta fiscalização para coibir esse tipo de coisa..

          • Luciano RC

            Verdade… fica pior que o buraco.

          • Louis

            É assim em praticamente todo o país. Também, colocam um petista analfabeto pra tapar o buraco sem técnica nenhuma. Vai lá o acéfalo e joga o piche de qualquer jeito, depois dá uns pulinhos em cima e está pronto. O $$$ é desviado entre a “empreiteira” e o prefeito.

            • Ernesto

              Eu sou totalmente contra o demônio barbudo de língua presa, mas isso de asfalto me parece que não é exclusividade dos acéfalos esquerdistas, infelizmente.

        • André Luis Versiani

          Aqui em Natal-RN a CAERN está fazendo saneamento em todos cantos da cidade, meu amigo, não tampam um buraco direito, fica cheio de remendos ou deixam buracos mesmo, o dono do carro que se lasque pra arrumar, tenso viu!

          • Luciano RC

            Isso é meio que padrão. Em SP, Eletropaulo e Sabesp fazem a mesma coisa… aqui em Guarulhos, a Bandeirantes e a SAAE é pior. Nem tapar eles tapam.

      • Edu

        As lombadas também rsrs.

        • Fanjos

          Vc digita no Google: Lombada no HuEzil ele volta…

          Google Você quis dizer: Poste deitado?

          • André Luis Versiani

            kkkkkkkkkkk, boa!

    • Olha, se tem uma coisa de que eu não posso reclamar do C4 Lounge após 4 anos e quase 70 mil km rodados é de ruído interno. O que apareceu no painel logo que saiu da concessionária foi resolvido a contento em garantia. Se tem algo elogiável no modelo é a sua robustez com relação à carroceria e acabamento interno.

      • José Eduardo D’Acampora Guazzi

        Tenho um Lounge 14 e 40mil km, comigo a 6 meses, ZERO problema de ruído tambem. Acabo achando que o C4 Lounge paga pela fama que deram as Francesas mesmo sendo um produto muito bom, no fim até agradeço pois comprei usado por preço de Ka.10

      • JOSE DO EGITO

        …..Apareceu no painel logo que saiu da concessionaria…..isso que eu chamo de boas vindas ,realmente é o “cartao de visitas”da PSA

        • José, o problema era relativo ao conjunto do cluster que tinha uma folga milimétrica, e foi resolvido na revisão sem nenhuma dor de cabeça.
          No primeiro Polo que tive, tiveram que trocar o banco do motorista que rangia ansurdamente. No Jetta os ruídos de acabamento interno que iam e vinham eram “equipamento de série” no modelo, sem falar no “batidinho” de suspensão em curvas com piso irregular que acompanharam toda a vida do veículo comigo.
          Agora, quando é PSA, os comentários são sempre nos moldes desse seu.
          A observação que fiz foi positiva, com um pequeno problema resolvido de forma simples e eficaz (bem ao contrário dos narrados no texto para alguns Corollas na matéria), seguido por 70 mil km de completa ausência de qualquer ruído de acabamento ou de carroceria.
          Esse preconceito faz muito mal ao consumidor, que muitas vezes acaba por pagar mais caro em determinados produtos por questões subjetivas que na realidade não passam de mito. Acaba o comprador limitando imensamente seu poder de barganha na aquisição de um veículo simplesmente por eliminar opções que seriam muito vantajosas a ele.
          Eu acho bom ler os comentários aqui de alguns proprietários de Corolla: “tive problemas no câmbio, gastei 7 mil reais na troca, mas foi um problema pontual, o carro é ótimo”, ou “os problemas de ruídos internos são uma constante, mas o carro é maravilhoso, e o pós-venda é perfeito”. Como assim perfeito, se não resolveu sequer os problemas de ruído? Agora, se eu vou e narro que um PSA veio com um pequeno ruído no painel que foi resolvido rapidamente em garantia, aí vem o comentário nos moldes do seu. Vai entender…

          • JOSE DO EGITO

            Ubaldir Nao estou aqui fazendo uma analise passional da TOYOTA,mesmo pq nao tenho um ,mas,acompanho a maioria dos sites do mundo automotivo e tambem acompanho relatos de proprietarios de diversas marcas (relatos sem pretençao tecnica feitos assim na mesa de bar tomando cerveja) e sempre o perfil de elogios e reclamaçoes sao direcionadas respectivamente para TOYOTA e PSA ,e pior,tendo em vista a quantidade de carros fabricados a deixa em uma cituaçao mais vexatoria ainda,mas como te falei sao relatos escritos e falados,mas nao da pra negar que ha uma supremacia de qualidade na TOYOTA em relaçao ao outras,e digo mais o ETIOS ta fazendo o mesmo caminho,recentemente a PSA lançou aqui no Brasil o 5008,e relatos feitos aqui mesmo no NA corroboram para baixa qualidade da PSA,é claro que isso nao quer dizer que 100% dos carros irao ter problemas mas com certeza uma grande parte e sem julgar o merito do barulho no painel do seu carro,a PSA isso seria facilmente evitado com uma simples vistoria na pre entrega,afinalquantos carros sao entregue por dia na PSA e quantos sao entregue na TOYOTA??

            • Pois é. Eu não falo de “relatos”. Eu falo por intermédio de experiência própria. Acho que com 5 PSA na família atualmente (dois em casa, um com minha irmã, um com meu irmão e um com o meu primo – nunca tivemos outros antes), dá pra fazer uma análise boa e objetiva, que o que eu primo por trazer aos leitores do site toda vez que coloco minúcias sobre minha convivência com os dois modelos que estão em casa. Em todos os relatos sobre minha convivência com os modelos, sempre faço questão de narrar mesmo as pequeninas ocorrências.
              Não estou criticando a sua determinação em distorcer algumas informações que passo no sentido de sempre levar a comparação para a Toyota, como se ela fizesse algum sentido. Cada um faz o que bem entende. Mas eu considero por demais vazias frases como “Toyota está em outro nível”, assim como acharia vazio se eu dissesse a mesma coisa de carros que já tive, como Citroen, GM, Peugeot, VW…
              Não, não vejo relatos no NA que corroboram com a baixa qualidade de PSA. E olha que acompanho o site a uma boa quantidade de anos. Não, a pequena folga que só era notada ao se passar com o carro por pisos bastante irregulares não pode ser considerada um problema significativo que possa desmerecer uma futura compra de um carro Citroen, ainda mais se levado em consideração que ao primeiro contato a revendedora resolveu o problema em definitivo sem qualquer desgaste. Como podemos ver nos relatos da matéria acima, ocorrem também no Corolla. Na verdade, basta procurar para qualquer modelo à venda no Brasil que você vai encontrar.
              Agora que é uma grande bobagem minorar os relatos da presente matéria e incrementar qualquer relato com relação a carros de outra marca com o intuito de, sei lá, “torcer” pra Toyota, isso é. Não tem sentido. Assim como não teria sentido eu estar tendo uma experiência gratificante com o 208 e o C4 que tenho em casa e querer chegar aqui e dizer o contrário. É informação que eu me disponho a fornecer a troco de nada aqui no site, dividindo-a com quem porventura tenha interesse particular em algum dos modelos.
              Acho que o mais apropriado é quem tem Corolla vir aqui e fazer a mesma coisa, apresentando suas experiências (positivas ou negativas) com o carro. Isso sim, é informação válida e aproveitável. O resto é só conversa jogada fora.

              • JOSE DO EGITO

                Mas quem tem COROLLA ja vem aqui fazer relatos e junta-se os que estao no nosso dia dia que tambem falam muito bem do carro,eu nao sei pq a maioria de quem nao tem Corolla tem resistencia em falar ou melhor aceitar que a robustes mecanica é melhor do que a grande media,diferente da PSA que esta na outra ponta,desde de criança ouço falar desse motot THP,amaioria dos carros sao montados com esse motor,outro que ja deu o que tinha que dar sao os 1.5 e 1.6 tambem do tempo da TV a lenha,salvo alguma css a maioria com pessimo atendimento,tudo bem que carro so é gasto,mas a PSA tem uma desvalorizaçao absurda,seguro caro e por ai vai,diante de tudo isso nao da pra sermos levianos e fecharmos os olhos e falar PSA é do mesmo nivel da TOYOTA!

                • Pulou o “corguinho de ré”, hein amigo… colocar o motor THP com “defasado”? “Desde criança”? Tem uns 8 anos de idade? O motor do Corolla então é um exemplo de modernidade? Aí não dá nem pra discutir. Tem que conhecer muito pouco do mundo do automóvel para chegar numa conclusão dessas.
                  Quanto a “nível”, muito relativo. A diferença entre Toyota e outras marcas está em termos de atendimento em pós-venda. A Toyota nunca foi chegada a ser pioneira em apresentação de novas tecnologias. É até muito conservadora nesse sentido, demorando bem mais que suas coirmãs para adotar tecnologias mais recentes.

    • Thiago Nogueira

      Tenho um Corolla 2017, já rodei 18.000 Km e não percebo defeito nenhum.

      • Paulo Nunes

        18mil km!? Porque será… Carro foi feito pra rodar e durar muito, quando bem cuidado. Barulhos de acabamento são provenientes de carros de qualidade inferior vendidos no Brasil e principalmente pela má qualidade das nossas ruas. Todo carro no Brasil tem barulho de acabamento, se ainda não tem, terá, questão de tempo. Agora, mecânica é outra conversa.

      • JOSE DO EGITO

        KKKK vc leu a materia? so depois de 10 anos,quer ter problemas logo que sai da css pega uma PSA

        • wagner oliveira

          Já tive carro Zero Km que com poucos meses já apresentava barulho. Não precisa esperar 10 anos pra isso acontecer. E um carro com 10 anos que não fizer barulho nenhum não existe.

      • Ramon Takeyama

        Tenho um Corolla 2012, já rodei 181.000,00 e não percebo quase defeito nenhum.
        Amanhã farei a revisão de 180 mil Km na concessionária. Sempre fiz todas as revisões programadas e, como proprietário, posso elencar os seguintes pontos:
        – aproximadamente R$ 8.300,00 gastos nas revisões programadas da Toyota, já contando com a revisão de amanhã (me passaram um orçamento de R$ 658,00)
        – pastilhas de freios troco a cada 40 mil km e discos a cada 80 mil km;
        – troquei 2 vezes a bateria do carro;
        – lâmpadas das lanternas e faróis dianteiros, acredito que tenha trocado 2 vezes cada;
        – faço alinhamento e balanceamento regulares, a cada 15 mil km em média. Os pneus (Bridgestone) estão durante em média mais de 50 mil km. Estou no meu terceiro jogo e estão com meia vida ainda…;
        – percebo alguns barulhos de acabamento que começaram a surgir após os 100 mil km, mas não chegam a me incomodar;
        – o interior do carro está bem conservado. Muita gente não acredita que o carro possui essa km avançada;
        – a pastilha arranha no disco de freio e produz um chiado / apito agudo. Isso é intermitente e me incomoda bastante;
        – o câmbio automático é antigo e de 4 marchas. É suave e não dá tranco até hoje quando se conduz de modo “normal”. Contudo, ele é lento para retomadas… demora de 1 a 2 segundos quando uma arrancada forte o obriga a reduzir 2 marchas de uma única vez. Já me acostumei a usar o modo manual nessas situações…;
        Já planejei trocá-lo por um outro sedã ou SUV médio, mas como eu tô de boa com ele, vou levando… Agora se me deixar parado na estrada, aí o trocarei no dia seguinte

        • wagner oliveira

          Parabéns! Vc cuida devidamente do carro fazendo as revisões na Autorizada e trocando as peças que desgastam naturalmente com o uso. Por isso ele nunca te deixou na mão.

  • Rafael Prado

    Não é bem assim, podem procurar o COROLLA tem defeitos sim, caixa de cambio automática, tem defeito recorrente vários, tem defeito no sistema de freios, e neste caso a própria Toyota já sabe e tem kit freios. O para sol do lado motorista que cai sozinho. E a mais tranquila é a de o motor falhar, mas é um item que a Toyota é culpada por colocar as trocas das velas muito espaçada.

    • André Luis Versiani

      E os bicos injetores dos Corolla Brad 03-08 vivem entopindo, muito sensíveis a nossa gasolixo.

  • Guilherme Galante

    E os airbags??

  • Douglas

    Pelo menos essa geração não começa a beber óleo depois dos 100kkm como os Corolla Brad não flex.

    • André Luis Versiani

      Verdade, tive um e vendi pois não queria gastar 6 mil pra abrir motor e revender o carro barato pois não valorizam.

      • Douglas

        Peguei um XEi 03/03 na Toyota com 44K km em 2010, andei até 108k km (2015). Sempre usei óleo Toyota 10W40 trocado a cada 5k km e rodava 90% do tempo em estrada, quando chegou aos 100k km começou a baixar 1L de óleo a cada 3k km. Orçamento do meu mecânico da Bosch Service pra retificar o motor: R$ 6000. Vendi no mês seguinte.

  • Cardoso (não aquele)

    “””qualidade””” Toyota

  • André A

    Não existe Corolla com defeitos, a Toyota é a melhor marca do mundo. No pós-venda tem cafézinho, bolacha…e eu garanto que é só trocar o óleo a cada 10.000km que o carro chega aos 10.000.000km como se tivesse saído da concessionária no dia anterior.
    E ainda faço um alerta aqui para que as pessoas não sejam enganadas: no site oficial da Toyota diz que todos os anos-modelo de Corolla, desde 1998, passaram por recall, e que tem ano-modelo que passou por 7 (sete) recalls. Mas isso é porque hackearam a página! Não acreditem nisso! Carro japonês é I-N-Q-U-E-B-R-Á-V-E-L.

    Deixo um alerta final: cuidado com milhares de postagens sobre defeitos no Corolla, bem como com imagens e vídeos de Corollas com defeitos crônicos que existem na internet. A internet é um campo perigoso. Fotos e vídeos são facilmente manipulados e postagens são feitas por robôs e pessoas mal intencionadas! É tudo, tudo fake!

    E aqui estamos comentando em mais um post com título e conteúdo fake. Todo mundo sabe que o fim da vida de um Corolla só chega quando o dono não quer mais um carro que continua em perfeito estado, não importa o que aconteça.

    • Fanjos

      Um Duro Golpe na Fake News

    • LSM300C

      Concordo plenamente, já tive corolla e hilux e não volto mais pra eles, mais não falo nada deles pois tenho medo de ser alvejado…

    • Sergio sempre Primeira

      Compra um I30, C4 ou Civic heheheheh

    • SDS SP

      Kkkk, apesar de achar o Corolla um bom carro, foi muito bom esse seu comentário, recheado de ironia.

    • Erivelton Freitas

      Certo cara, certo! Corolla é Deus e agora vamos rezar para ele!

      Agora que já terminou, me passa aí o becky que tu andou fumando, que deve ser dos bons!

    • what_the_hell??

      Mas tem MUITA gente que tem essa concepção mesmo!Parabéns ao marketing da Toyota e à ignorância do povo.

      É mais ou menos assim: “Corolla é inquebrável!!! Peças feitas de adamantium e com algumas inserções de vibranium com fibra de carbono!! Eles não precisam nem de troca de óleo! Se alguém relatar problemas com Corolla é pq deve ser vendedor de outra marca! Afinal, Toyota é outro nível”

  • Robinho

    Toda maquina da problema e ponto final.

    • JOSE DO EGITO

      Toda maquina da problema mas umas dao menos que as outras!!!

      • Robinho

        sim, com certeza, e neste ponto Toyota e Honda são realmente superiores a todas as outras.

  • zekinha71

    Uma coisa que já vi em Corollas é a qualidade os plástico do painel, risca fácil e não sai mais, andei em um que estava totalmente riscado, parecia que tinham pego um garfo e passaram em todas as direções, coisa que nunca vi em carro vagabundo de empresa.
    Não sei se atualmente melhoraram isso.

    • Gil de Piento

      Se foi na área do passageiro, Pode ser por causa de pessoas com o péssimo costume de colocar os pés ali, muitas vezes com calçados cujos metais podem riscar tudo.

    • Yuri SP

      Isso é bem verdade, também reparei o mesmo.

  • Adriano

    Fui limado no post anterior, mas sou brasileiro, não desisto nunca…. Seguinte, não vou contar a história toda novamente, mas fica a seguinte opnião: Toyota é sem sombra de dúvida o melhor pós vendas do mercado, Corolla é um carro excelente, mas a TOYOTA não teve uma atitude do nível de seus produtos não realizando o RECALL do cambio do Corolla, linha 2008/14, que infelizmente o meu quebrou, fora da garantia, e tive de arcar com o prejuizo. Em suma é isso. Descrevi detalhes, mas fui limado. em resumo é isso!

    • KOWALSKI

      Os Honda Civic de sétima geração também tinham problemas no câmbio. ”Resolveram” colocando um filtro duplo, vulgo gambiarra, mas o filtro continuou impossível de se trocar sem abrir o câmbio completamente.

    • Nicolas_RS

      Mas isso se encaixa como Defeito Oculto, e não importa quantos anos se passa, a fabricante do produto tem que arcar com o prejuízo!

    • Fernando Dantas

      Tenho um Corolla GLI 2011 e apresentou tal defeito no câmbio. Há centenas de casos semelhantes na internet. É um caso de recall, mas a Santa Toyota se faz de cega.
      No meu caso, não aceitei ficar com o prejuízo, orçado incialmente em R$33.000,00. Após negociações ofereceram que dividíssemos as responsabilidades (fabricante, concessionária, consumidor) e pagaria cerca de 20% desse valor. Tive que pagar e recorrer ao judiciário. E lá decidiram em duas instâncias, a procedência das minhas alegações.
      A Toyota teve que devolver o valor pago com juros e correção monetária.
      A empresa tem um bom pós venda, mas nem sempre tem atitudes que justifiquem o endeusamento recebido.

  • Giuliano

    Muito cuidado com esse papo de pós venda, tem concessionários afirmando que o novo Cambio CVT não precisa troca de fluido, é vida
    toda, e o manual diz que verifica em 40mil km e troca-se aos 80mil km.

    • KOWALSKI

      A velha história de não trocar óleo. Por isso o SLXA do Civic 7th é cliente fiel das oficinas de câmbio A/T, junto com AL4. Queima todos os pacotes e lá se vão no mínimo 6 mil reais de prejuízo.

      • CharlesAle

        Pois é. Não entendo como um componente de altíssimo atrito, o câmbio, não precise ter seu óleo/fluido trocado.E as impurezas geradas por tanto atrito, vão pra onde?..Todo caso, quem faz a festa são essas oficinas especializadas…

  • renato dantas

    Todo e qualquer produto produzido em larga escala vai aparecer defeitos, como um produto (exemplo automóvel), recebe peças de diversos fornecedores pode causar defeito uns mais graves outros menos, quando há Recall é porque um lote de certa peça veio do fornecedor com defeito, como o motor é produzido pelo fabricante do veículo é raro haver recall.

  • Yuri Bambirra

    Meu Corolla 2013/2014 apresentou o mesmo problema e foram trocados os dois braços de tração (com as homocinéticas) na garantia.

  • Luciano RC

    Meu advogado está no terceiro Corola (pegou um XE-I 0km mês passado). Fala mal da mulher dele, mas não fala do Corola. O cara diz que em 10 anos de Toyota, a única coisa que o aborreceu foi que mandaram o vendedor que o atendia embora. O resto, só elogia. Conheço umas 10 pessoas da família que tem Hilux e é a mesma coisa… bate na mãe mas não fala mal dos Toyota.
    Quem pega um modelo que não da problema, apaixona de um jeito que defende até morrer. Comprei o Tracker agora e só ouvi deles: Você é louco, deveria ter pego algum Toyota… esse dai só vai te dar problemas.

    • O maior mérito da Toyota e Honda sempre foi esse. Os próprios clientes defendem a marca e fazem propaganda, ao menos a maioria. Em outras marcas não vejo isso, parece que eles conseguiram fazer algo do tipo a Harley Dadvison, é muito difícil um dono de uma moto dessa marca não falar bem. J´li uma reportagem sobre marketing que a marca Porsche consegue algo parecido a nível mundial.

      • Luciano RC

        Sim… ela não criou consumidores e sim fãs.

    • carlos rodrigues

      Acho que pessoas assim ficam tão cegas que não reconhecem que o produto possui algum defeito. Se alguém passar uma semana com algum desses toyota deles, com certeza encontrarão algum defeito, pois o pior cego é aquele que não quer enxergar. Toda máquina pode apresentar defeito, não existe essa de inquebrável, pode até demorar um pouco mais a dar defeito, mas uma hora ou outra vai dar problema.

      • Luciano RC

        Concordo.

    • JOSE DO EGITO

      Vou te falar uma verdade o ETIOS ja esta indo pelo mesmo caminho!

      • Luciano RC

        Pior que é verdade… essa adoração ao invés de uso.

  • CanalhaRS

    Barulhos de acabamento, até eu tenho, com essas ruas marcianas do Brasil.
    Cai até a dentadura da boca.

  • Vinícius

    Engraçado que os problemas são exatamente os mesmos citados nos veículos de entrada.

  • Andrew B.

    2012 Brad Pitt?

    • leomix leo

      Acho que ele se equivocou, Brad Pitt é antes de 2008.

      • Me pergunto o seguinte, daqui a alguns anos as pessoas vão chamar a geração atual do Kwid atual de Kwid Marina Ruy Barbosa kkkk.

  • Maycon Farias

    Surpresa é se existir algum veiculo no mundo que não tenha falhas*. Mas no geral se for comparar provavelmente ele apresenta uma taxa de problemas bem menor que muitos, e isso também faz parte do sucesso dele.

  • Eduardo Sad

    Eu tenho um Corolla e ele tem problemas sim… Tá com 63mil km e já troquei as buchas de suspensão… Meus 3 carros anteriores eu vendi próximo aos 100mil km (com mesmo uso) sem mexer na suspensão… Meu carro tbem estala a direção ao manobrar com velocidade constante (em garagem) no fim do batente. Não acho a suspensão tão resistente: andar com 4 adultos normais e algumas malas parece, aos olhos de quem observa externamente, que o carro está carregando dois bezerros. Também tem um mega atraso no acelerador eletrônico de uns 2 fuso-horários, que dá raiva! Esse negócio de Toyota Corolla Highlander não existe!

  • Fernando Dantas

    Tenho um GLI 2011 e apresentou tal defeito no câmbio. Há centenas de casos semelhantes na internet. É um caso de recall, mas a Santa Toyota se faz de cega.
    No meu caso, não aceitei ficar com o prejuízo, orçado incialmente em R$33.000,00. Após negociações ofereceram que pagasse cerca de 20% deste valor. Tive que pagar e recorrer ao judiciário. E lá decidiram em duas instâncias, a procedência das minhas alegações.
    A Toyota teve que devolver o valor pago com juros e correção monetária.
    A empresa tem um bom pós venda, mas nem sempre tem atitudes que justifiquem o endeusamento recebido.

    • what_the_hell??

      Meu tio teve o mesmo problema no câmbio, modelo 2014! Teve de trocar tudo com o carro com menos de 50mil km, orçamento de 21mil reais!

      O Corolla é um bom carro, mas, assim como todos os outros, quebra sim! Você paga mais caro no 0km pra depois vender mais caro o usado, então, dá na mesma!

  • Gil de Piento

    Essa matéria me fez recordar os tempos do Gol quadrado (e os primeiros bola): ninguém criticava mecânica, O câmbio, o desempenho nem o consumo, mas em compensação às críticas ao acabamento, aos ruídos, ao espaço, nível de equipamentos eram constantes. Trinta anos de diferença e a história segue a mesma.

  • ALVIN_1982

    Esse carro é muito problemático. Partiu comprar um JAC J5, Citroën C4 Pallas, Peugeot 408…

    • JOSE DO EGITO

      KKKKKK to rindo muito aqui

  • Diego Kawano

    tanque de guerra para os fanboys, para outros um carro normal, sujeito a qualquer tipo de problema! Aqui é o Brasil. Não concordo com essa idolatria de marcas japonesas

  • Cmenusi

    O N.A. deve estar ficando LOUCO de criticar a divindade automobilística !!! Falar que Corolla tem defeito é igual a falar que DEUS tem defeito !! Como podem blasfemar contra o todo poderoso das ruas e estradas?
    PS: Caso não tenham entendido, é uma trolagem com os fanboy do Corolla que vendem a mãe pra comprar um carro com tecnologia de 15 anos atrás …

  • Diego Antunes da Silva

    O meu corolla 2015/16 AT, aos 20.000km teve o problema dos faróis, apesar do problema ser quase imperceptível, foram trocados em garantia sem questionamentos pela CSS de Parauapebas-PA. Posteriormente, aos 25.000km começou a entrar água no veículo, gotejamento nos pés do motorista, o problema era de vedação do para brisas e também foi solucionado em garantia sem questionamento. Todo carro está sujeito a problemas. A CSS me atendeu bem. O que mata é preço da manutenção em CSS, ex. R$580,00 pra troca de pastilhas de freio traseiro, que me recusei a pagar e recorri a manutenção externa (180,00).

    • Totalmente normal que qualquer produto manufaturado em linha de montagem apresente defeitos pontuais. No caso da Toyota, me parece que o bom atendimento nas autorizadas na resolução dos “pontos fora da curva” é o ponto forte. Mas não acho que o produto em si tenha grandes diferenças com relação à maioria de seus concorrentes.
      A Toyota e a Honda se aproveitam muito de seu lineup reduzido (poucos modelos, todos com volume de vendas apenas razoável com relação ao mercado como um todo) para gerarem um atendimento pós-venda altamente especializado. Com poucos produtos no mercado, a especialização da equipe no atendimento a problemas dos modelos em produção é muito mais simples de ocorrer.
      Claro, há um mérito enorme nisso: a PSA possui poucos modelos à venda, tem participação no mercado limitada em número de vendas, e mesmo assim ainda sofre pra chegar a um nível razoável de atendimento no pós-venda.

  • invalid_pilot

    Nem li a matéria, mas ta dizendo que os Corollas velhos baixam óleo e a turma acha super normal isso?

    • Retrato do Papai

      corolla brad pid consome mais óleo do que lanchonete do burger king

      • invalid_pilot

        Pessoal no Facebook acha mega normal baixar 1 litro a cada 1k km

  • Paulo Reis

    Consumo excecivo de pastilha de freio traseiros. Donos trocam com menos de 35 mil e com frequencia.

  • REDDINGTON

    Nunca tive, não tenho a mínima vontade de ter…o maior defeito desse carro tá no design interno e externo. Mas deve ter muitas qualidades também, só não me agrada.

    • Louis

      Já eu acho o desenho externo o ponto forte do Corolla atual.

    • Eu acho o Corolla um produto no nível dos concorrentes, só que com preço bem maior que boa parte deles. Não tenho grandes ressalvas quanto ao seu design (a traseira não me agrada muito), nem quanto ao seu interior (aguentaria o reloginho de Del Rey sem maiores problemas). Nessa nova geração, após a adoção do ESP de série, acho que não deve nada aos concorrentes em termos de pacote.A adoção das já ultrapassadas faixas de borracha de acabamento longitudinais nas duas extremidades do teto são anacrônicas, mas também não me incomodam tanto. Agora, o preço pedido não tem justificativa plausível. Enquanto custar cerca de 10% acima de Cruze e Focus e cerca de 20% acima de um Lounge, é inviável sob meu ponto de vista.

  • REDDINGTON

    O Corolla “Brad Pitt” é o modelo 2002-2008 amigo…no qual o famoso ator guiava o carro e dava um cavalo de pau ao som da música New Sensation (Uma provocação clara rs rs rs) da banda australiana INXS…Esse era o único modelo que tive vontade de ter, já que os outros eram sem graça até a Honda matar a pau com o New Civic, que até hoje acho lindo!!!…

    • Adriano

      Tem razão, colega. Na verdade este com defeito foi um 2012 usado, mas tive um 2008/9 0 Km, que foi o medelo posterior ao Brad Pitt, cujo comercial era uma musica do Information Society, foi a estes modelos que quis me referir, que na verdade, são a geração anterior a atualmente nas ruas…

  • Erivelton Freitas

    Como era de se esperar do carro mais superestimado do país! Ele não é perfeito! Wow, pasmem! Será que alguém vai chorar?! Será que alguém vai cortar os pulsos?! Porque afinal, é do Corolla que estamos falando! Mas claro, como é Corolla, só tem dois caminhos…

    Ou a defensoria vem a cavalo ou inventam de desmerecer a verdade afirmando – sem provas. – que é mentira! kkkkkk

    • Sergio sempre Primeira

      É como as Hilux lider de vendas, tem caras que nem passaram perto de uma e tentar procurar algum defeito nelas kkkkkk. Vão comprar a Ranger marea(05 cilindros), Maroka motor de Santana 2.0 ou a S10 de véio p ver o que é bom kkkkkkkk

      • Erivelton Freitas

        Hilux? Não é aquela pick-up líder em relatos sobre Capotamento?! Vá falando…

        • Sergio sempre Primeira

          Compre a Ranger Marea 5 cilindros, a maroka 2.0 motor de santana, a Forntier com trocentas turbinas e por aí vai hehehehehhe, Triton com frente de carro chines e a S10, de véio kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Erivelton Freitas

            Sabe o que dizem, né?! Brasileiro só fecha a porta quando se vê roubado! ;) #FikaDica

            • Sergio sempre Primeira

              Alguém te obrigou a comprar a Hilux, líder de vendas?????? Se ninguém te obrigou com uma arma, fique com sua camionete e seja feliz….. Fica a dica……

        • Sergio sempre Primeira

          Qual sua camioneta Erivelton???????

          • Erivelton Freitas

            Preciso ter uma para saber que a Hilux não é nem de perto a melhor da categoria?!

            Se duvida de mim, pergunta lá na Quatro Rodas XD Eles terão a mesma opinião!

            • Sergio sempre Primeira

              Faça um outdoor com essa pesquisa e espalhe pelo seu estado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              • Erivelton Freitas

                Comece você a ler mais, de fontes variadas, e a pensar um pouco fora da bolha do ‘fanatismo’ por marcas! #FikaDica

                • Sergio sempre Primeira

                  Cada um é dono de seu dinheiro ou vc vai querer mandar também no dinheiro dos outros????? Ainda não me respondeu, qual a sua camionete????????????????????

                  • Erivelton Freitas

                    Quanta demagogia forçada!

                    “Cada um é dono de seu dinheiro ou vc vai querer mandar também no dinheiro dos outros????” – Eu disse que quero mandar no dinheiro dos outros?! Só acho que TODO MUNDO precisa simplesmente pesquisar, ouvir opiniões diferentes, e não simplesmente ir na direção daquilo que a maioria vai! Nem sempre a escolha da maioria é a melhor escolha para todo mundo! Caso contrário, não seria de uma maioria, e sim uma unanimidade!

                    “Ainda não me respondeu, qual a sua camionete????????????????????” – Deficit de Atenção da sua parte: “Preciso ter uma para saber que a Hilux não é nem de perto a melhor da categoria?!”, eu comentei anteriormente!

                    • Sergio sempre Primeira

                      Se tu nunca teve ou tem Hilux, como sabe que é pior da categoria????? Só lendo na net??????? Não é só a questão de ser a melhor ou a pior, tem muitos outros fatores como: problemas mecânicos recorrentes e quase insanáveis; desvalorização acentuada; aceitação na venda e troca(tem umas que nem com pai de santo na caçamba se vende); atendimento na CSS; valor das revisões; fidelização a uma marca específica e muito mais…..

                    • Sergio sempre Primeira

                      Então, cada um compra o que quiser heheheheh.

  • Luis Burro

    Sinceramente acho q é mais mérito da fabricante q do produto em si.Msmo caso da GM com as vendas do Onix.

  • Racelogic

    Tenho um Corolla 2013 com 100.000km e NENHUM defeito até agora. Todas as revisões feitas em concessionária. Nem um barulho interno, nenhuma falha mecânica. Inquebrável? não. Perfeito? Tampouco. Mas uma probabilidade de defeitos muito menor do que a encontrada em várias marcas concorrentes, com um atendimento bem melhor e um preço justo pelos serviços.

    Típica matéria para gerar comentários.

  • Paulo Beto M Tavares

    Olá, tenho um Corolla 2008 que está comigo desde 0km. O carro é realmente bom, por isso que ainda estou com ele, mas este problema da caixa de direção ocorre desde novo, ou seja, é mentira da fábrica ao afirmar que é um processo de desgaste natural. Obviamente com o tempo a folga tende a aumentar, mas nas diversas vezes que fui na concessionária, fizeram aperto da caixa e mais nada. Pela primeira vez vejo uma reportagem que trata do assunto e fico sabendo que é um defeito de fabricação. Mais uma vez vejo que somos tratados com desrespeito, porque se fosse no japão ou nos EUA, duvido que a Toyota desse este tipo de tratamento, somos povo tupiniquim!

  • Leopoldo Alvim

    Tenho um 2016 e tive todos os problemas. Acho que é crônico do carro. Barulhos de painel . Ar não gela. Farol com lente quebradica parecendo ressecada. Decepcao total com a marca. Passarei para um civic logo. Não vi nada que justifique tal “qualidade”

  • Lucho

    Já ouvi e vi histórias sobre problemas com alguns modelos. O carro é bom, mas é sujeito a falhas. Ele tem concorrentes melhores e superiores. Mas vai falar isso pra um fanático. Fale isso num grupo de coroleiros. É ban na hora. kkkk A Toyota vende um bom pós venda e empurra seus produtos pelo valor que quer e que, em muitas vezes, é superior aos de seus concorrentes. Ai os tolos pagam, a Toyota lucra e continua o ciclo vicioso.

    • Sergio sempre Primeira

      Compre um C4, um JAC ou um Liffan e seja feliz kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Lucho

        O pior que conheço proprietários de C4 Lounge super satisfeitos com seus carros. Em tempo: superior ao endeusado Corola em quase tudo. Em motorização nem vale comentar. THP surpreendente: forte, econômico. Já sobre essas orientais, se praticassem preços abaixo do que as outras, oferecessem um pós venda considerado pelo menos “regular”, venderiam até bem. Mas o brasileiro que é ignorante a respeito de tudo que o cerca sabe desdenhar. Por isso Toyota e outras fazem a fe$$$ta em alguns segmentos.

        • Sergio sempre Primeira

          Que bom que o cara está satisfeito com o C4, só na hora da venda é que vai cair a ficha dele heheheheheh. Cada um compra o que quiser com seu dinheiro……

          • Lucho

            Verdade. Mas convenhamos, o C4 é mais acabado, confortável e o THP caiu bem ao carro. Os Citroen só não são bem aceitos devido ao preconceito enraizado. A marca mudou muito com o passar dos anos. O pós venda é a qualidade melhoraram muito nos grandes centros. Uma pena não vender mais.

          • Vamos lá, eu sou dono de um Lounge Exclusive 2014 (valeu 80 mil reais na época). Na troca por um zero hoje, me ofereceram na concessionária eu entregar o meu e voltar 55 mil em um Shine (novo C4L topo de linha atualmente). Na época, pesquisei simplesmente todas opções de sedãs médios antes de fazer a compra, indo inclusive em cada concessionária para ver as propostas (todos deveriam fazer isso). Pois bem, o Altis me custaria 93,5 mil reais em 2014, viria com uma lista de equipamentos significativamente a menor que a do Lounge, tinha um entre-eixos 11 centímetros menor, câmbio de 4 marchas, nada de controle de tração ou estabilidade, fora o motor aspirado que não se compara ao THP do Lounge, ainda mais acoplado na antiga caixa de marchas (melhorou demais com o CVT, vale o registro).
            Se eu tivesse adquirido o Altis no lugar do Lounge Exclusive e quisesse trocá-lo hoje por um Altis zero km, o desembolso (sendo bonzinho com o Corolla e considerando o valor dele de tabela FIPE – 62 mil reais), eu desembolsaria algo na casa dos R$ 58 mil. Se eu considerasse a tabela FIPE para o Lounge, a diferença que eu pagaria para um zero ainda cairia para 50 mil reais (avaliaram o meu na concessionária com o tradicional deságio de 5 mil em relação à tabela FIPE).
            Ok, a desvalorização percentual do Lounge ficou na casa dos 36% para este período de quase 4 anos, enquanto a do Corolla ficaria na casa dos 33% (fazendo a analogia pelos valores de tabela FIPE para os dois modelos). Mas na grana, se for pra continuar no mesmo carro, você vai torrar aí mais ou menos uns 5 a 8 mil reais a mais para continuar com o Corolla do que um proprietário satisfeito de C4 que queira continuar com o mesmo modelo.
            Portanto, estou muito satisfeito com o Lounge e não, essa de a “ficha cair” na troca não procede. Talvez se eu tivesse comprado o Altis e quisesse trocá-lo por um C4L Shine hoje, aí a diferença monetária fizesse sentido.
            O que eu recomendo é o seguinte: preconceito na hora de trocar de carro é um limitador enorme para um bom negócio. Vale pesquisar o que há no mercado, buscar informações detalhadas na mídia especializada, visitar os concessionários das mais diversas opções, ter em mãos as propostas de cada um deles. Isso ajuda demais na obtenção dos melhores descontos. Mesmo que se opte por comprar um Corolla.

        • Sergio sempre Primeira

          Quem quiser comprar que compre, eu fora……

  • Luís De Mattos Coelho

    O assunto é Toyota mas adquiri em etios 17/18 0km ele está hoje com 29.000km faço todas as revisões na concessionária e notei que a 8 dias ao passar com asfalto ruim,lombadas,quebra molas, um barulho surge atras do banco traseiro do lado direito,bate lata com lata,além disso o painel dianteiro interno vibra muito,não sei o que é mas me causa irritação para dirigir pois não era para ter isso em um veículo que não tem nem 1 ano de uso.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email