Matérias NA Mercado

Vale a pena comprar carro saindo de linha?

meriva-2011-minivan-da-chevrolet-traz-mais-equipamentos-mas-somente-na-premium-1 Vale a pena comprar carro saindo de linha?

Para uns, a proposta não é recomendável. Para outros, parece uma boa oportunidade. Comprar um carro que está saindo de linha vale realmente a pena? A resposta depende mais das necessidades do consumidor. Vários modelos do mercado nacional já estão seguindo o caminho da história para serem substituídos por novas gerações ou outros modelos.



Quem está saindo, sai com boas ofertas e descontos na rede de concessionários. Além disso, caso seja produzido no Brasil ou Mercosul, o consumidor ainda pode contar com boa oferta de peças e serviços para o modelo em fim de carreira.

A desvalorização é natural, devido à presença de um novo modelo ou mesmo pelo fato de estar deixando o mercado sem sucessor. Para quem compra já pensando em vender, a escolha não é apropriada. O mesmo serve para quem quer novidade na garagem. O modelo que sai de cena oferece estilo defasado e plataforma mais antiga (nem sempre neste último caso).

Carros importados são mais suscetíveis à redução na oferta de peças e maior desvalorização, que já é grande mesmo com o modelo em produção no país de origem e vendido normalmente no Brasil. A compra de um fim de linha pode ser vantajoso pelo melhor custo x benefício e pelo preço mais baixo, já que quase sempre o lançamento chega às lojas com ágio ou longas filas de espera.

Isso sem contar o preço mais alto sugerido em relação ao modelo que sai. Mesmo assim, o lançamento muitas vezes apresenta maior tecnologia e sofisticação. No fim, o modelo antigo ainda pode oferecer bons motivos para ser o novo na garagem do consumidor.

  • llrubbo

    Depende do carro; nesse caso no lançamento já não me agradou!

  • Tripa-Seca

    A resposta é: Depende? Se você busca um preço menos injusto, provavelmente seja o melhor negócio a ser feito.
    E acredito que seja melhor comprar o último carro da linha de produção que o primeiro!

    Edit: Principalmente no mercado brasileiro, onde muitos carros são substituídos por versões piores…

    • AventadorMan

      Exatamente, e não só nos que sairam de linha lembro do golf no ano 2000 vinha com abertura interna elétrica do tanque, um monte de luzes de cortesia aí entrei num 2003 ou 2004 nao me recordo agora, a abertura do tanque ja era manual, a luz era inteiriça, foram pelando o carro o máximo póssível

      • thales_sr

        A abertura do tanque do golf é elétrica… Só é destravar as portas que o tanque é destravado.

        • Rocha85

          Nem todos. eu tinha um 2009 e a abertura era manual.

    • Rodrigo_alr

      Concordo, vai da cabeça e bolso de cada um… Não me importaria com isso, mesmo pq temos carros 0Km de gerações antigas convivendo com as gerações mais "novas" sem muitos problemas… Acho válido mesmo sendo um modelo que será substituído!

    • Pedro_Rocha

      Sou da mesma opinião, tanto que comprei um Corolla GLI AT 2011 (antes do xuning 2012) que, com todas as vantagens (opcionais, IPVA, DPVAT e emplacamento por conta da css, além de 2 anos de garantia estendida etc.), saiu por 61K. Numa situação normal gastaria uns 74K.

      • thales_sr

        Você comprou um carro completamente em linha ainda… Só mudou perfumaria.
        O design desse novo ficou muito "xunado" pro meu gosto também, prefiro o antigo (esse 2011)

    • BCA_83

      Sem contar que nem sempre há descontos reais… Um vendedor me falou de uma "promoção de fim de linha" da S10 antiga, e resolvi cotar uma CD 4×2 flex como produtor rural no apagar das luzes da produção, semanas antes do lançamento da 2012, e por sorte abortei o negócio… a 2012 veio no mesmo preço!!! Outro exemplo é a matéria da Ecosport 4×4 que foi mostrada dias atrás aqui no NA… olhando friamente, a proposta não era vantajosa em relação a modelos mais novos! Sinceramente, não me lembro de uma promoção que REALMENTE valesse a pena perante a desvalorização e futuros possíveis problemas de falta de peças!

    • Cil

      Pois é. No meu caso pesou o combustível, já que o modelo sairia de gasolina para flex. Desvalorização? Mais ou menos, todods os carros têm. Peças, é um modelo importado, então saindo de linha ou não, elas vão demorar.

      E foi no momento certo porque logo depois o governo baixou aquelas medidas de restrição ao crédito. Confesso que não me arrependi da compra, até porque não sou adepta da troca anual de carro.

  • MecanicoDigital

    Se a intenção não for vender o carro em breve, se os descontos forem bons, e se o carro vier completo, pode ser uma boa opção sim.

    • Acelerando

      Mas se eu tivesse a intenção de comprar um ecosport esperaria a nova geração, acho que virá com um upgrade interessante.
      A minha intenção agora é adquirir uma Frontier, pois acho que próxima geração não deve vir muito diferente na mecânica/desempenho, mas o preço será lá nas alturas. O mesmo vale para o Sentra, pois os mais modernosos ( cruze, civic ) não estão mostrando vantagens no desempenho, aí o novo Sentra tbém deverá vir com poucas novidades QUE REALMENTE INTERESSAM.

  • ambrosio1974

    Acho que vale muito à pena se for um sonho de consumo. No meu caso, compraria sem pensar duas vezes um Fusion Branco pérola com teto por R$ 70.000,00.

  • Moy

    Me lembro que nos anos 90 eu comprei um VW Apolo mesmo sabendo que sairia de linha.
    Era um modelo completo, inclusive com teto solar. E foi oferta do tipo final de estoque. Pegar ou largar.
    Era uma delícia pegar a estrada com ele. Tinha um bom conforto e posição de dirigir bem baixa.
    Passei uns 3 anos com ele e depois vendi sem muita dificuldade. Não me lembro do valor, mas nada muito difirente do que se ele estivesse em linha.
    Enfim, valeu à pena no meu caso.

  • fabioalisson

    Depende. Se o valor for bom. Peguei um Civic 2011, dos últimos do modelo anterior, uns 12% abaixo do valor de tabela e ainda com uma promoção de entrada e o restante em 24x sem juros. Achei um excelente negócio.

    • Gilberto Belin

      Apesar dos carros no Brasil serem caros demais, novos, seminovos ou usados, você ainda conseguiu uma barganha das boas. 12% é raro conseguir, mas pra quem consegue é o mais vantajoso. Para quem não dá essa sorte toda, o ideal é pegar um seminovo com no máximo um ano e meio de uso e baixa quilometragem, pois você pega um carro na garantia que rodou pouco e mau teve tempo de se estragar em algum ponto. Lógico que tem que analisar o estado do carro e tudo mais que ja sabemos, mas em questão de valores, é o ideal. Conheço gente que comprou CrossFox com 9 ou 10 meses de uso e pagou 5mil a menos…

    • dougkmt

      Só achei errado a Honda ter tirado de linhas os modelos anteriores e ter lançado o LXL SE pra manter o preço mesmo sabendo que teríamos o novo modelo. Na prática, o LXS seria um bom negócio saindo de linha e com um bom desconto!

  • DouglasPSa

    Tem gente que compra novidade e não carro, então vai de cada um…

    Tem uns carros como o novo Palio por exemplo que foi avaliado pelo best cars e o mecânico apontou várias falhas de projeto, ferrugem logo de cara. Nesse caso de mudança de plataforma ainda prefiro um projeto maduro do que a novidade. As vezes o novo sai caro. Me lembro até hoje o primeiro ano do prisma foi horrível, tinha um monte de encaixes da lataria tudo torto. Aquele capô parecia que tinha entrado ali a marretadas e a tampa do porta malas também…

    Enfim, eu ainda sou a favor de uma boa barganha de um produto já conhecido. Pelo menos sei o que estou comprando.

  • MM_

    É como falaram. Depende muito do carro, do preço e da sua necessidade.

    Comprei uma Megane GT para minha esposa pq precisava de um carro com espaço (para volume, não peso) e com menos de 50k era o melhor que poderia comprar. Além disso provavelmente é mais seguro e mais bem acabado que a minivan da Dacia que vai substitui-la.

    • JPaulo10

      Acho que seu caso é ainda vantagem, porque não existem mais peruas médias que concorram com a GT.
      Duro é quando a substituta é pior do que a antecessora, no caso a Spin contra a Zafira: motor mais fraco, menor espaço e acabamento mais simples, embora vença a antiga no câmbio AT de 6 marchas.
      Mas, você arriscaria seu $$ numa defasadíssima Zafira zero km, por melhor que ela seja? …….

      • MM_

        Realmente é bem complicado. O cunhado da minha esposa tinha uma Zarifa há uns 5 ou 6 anos e trocou por uma nova agora. Não sei qual versão é nem o que vem, mas sei que é automática e ele pagou R$ 53k.

        Eles tem 2 filhos pequenos e de vez em quando saem pra almoçar ou jantar no final de semana com os pais dele, q não dirigem, assim ele precisava de um carro q pudesse colocar as 2 crianças na 3a fileira.

        Segundo ele, era o mais adequado que ele conseguiria comprar com essa grana.

      • Eugenio C.

        Acabei de ler o teste da Spin na 4 Rodas e comparei com a Zafira e Grand Livina. A Spin perde, não somente na qualidade do acabamento, mas também na falta de diversos itens diferenciais em uma minivan: mesinha tipo avião, não tem; porta-objetos no assoalho, não tem; assoalho plano ao rebater os bancos traseiros, não tem… E ainda oferece menos espaço do que elas no porta-malas, com os dois bancos extras abaixados. Quando vocês verem as fotos do interior da Spin, verão que o projeto do assoalho dela é o mais simples possível, como em uma perua nacional compacta das antigas… achei desconcertante. E na versão top, com câmbio de 6 marchas, ela teve uma diferença desprezível em relação à Zafira (0,5s mais rápida na maioria das provas, apenas) mas gastou muito mais combustível (lembrando que a Zafira era 2.0 com câmbio de 4 marchas e tinha 180kg a mais que a Spin!!!). Comparando com a Grand Livina SL 1.8 16V, a Spin LTZ não oferece nada de melhor… Só resta aguardar os preços.

  • millemiglia

    Pode compensar se o comprador não estiver pensando em trocar de carro logo. Ao comprar um carro em fim de linha é interessante ficar com ele por pelo menos dois ou três anos para compensar a desvalorização que ele terá com a saída de linha. No primeiro ano após sair de linha a desvalorização tende a ser maior mas depois de dois ou três anos o preço estabiliza.

  • eduardo82

    Se essa Meriva da foto não tivesse ganhado a "nova identidade" da Chevrolet, nem aquelas lanternas xuning, eu até compraria.

    • Eugenio C.

      As Meriva 1.8 eu compraria sem dúvida alguma! Mas as 1.4, de jeito nenhum. Não são mais rápidas nem mais econômicas que a 1.8 – essa voa nas ultrapassagens…

  • harfangdneiges

    Estou em dúvida se espero o novo Sentra, ou compro este que está com um preço até "razoável" dentro da categoria.

    E se for pra comprar, é melhor esperar para quando lançarem o modelo novo ou aproveitar o IPI baixo (o qual eu acredite que vá ser renovado e, mesmo que não seja, acho que vão manter o preço por um bom tempo)? Dúvidas e mais dúvidas…

    Aproveitando quem tem: valeu a pena? O consumo de um automático é muito grande?

    • JADERSONLEMAO

      Pode comprar agora que o novo vai demorar.

    • marcosldesouza

      Quando chegar o sentra novo, ele vai custar entre 10 a 15 mil mais caro que esse e vai demorar mais uns 3 a 4 anos…Vejam quanto tempo a nissan anunciou que traria o march para o brasil e quanto tempo ela demorou pra trazer…
      Esse carro é um ótimo negócio hoje, o preço dele é honesto…o cvt é elogiado por todos, inclusive no consumo que dizem ser melhor que nos manuais até.

      • Loducaregis

        Rodei 1500km com um Sentra c/ CVT e posso dizer tranquilamente que é um excelente carro, tanto em consumo como em dirigibilidade, o câmbio CVT é maravilhoso, na época só não troquei o meu por um pq estava mto caro !!! Mas agora é a hora !!!

      • harfangdneiges

        Beleza! Mas será que vale a pena esperar um pouco mais? Será que quanto mais próximo do lançamento do novo, mais barato ele será? Ou já está "barato" por conta do IPI?

        • Eugenio C.

          Acho difícil que fique mais barato, pois o novo provavelmente será reposicionado para lutar com Civic, Fluence, Cruze… ou seja, creio que ficará (bem) mais caro que o atual. Por mim, compraria agora, desde que fosse as versões top, que têm o melhor custo/benefício. E a segurança do Sentra é ótima.

          • harfangdneiges

            Eu quis dizer esperar o novo para comprar o antigo… será que vale a pena?

            • Eugenio C.

              Eu entendi, rsrs, e na minha resposta eu disse que provavelmente não vale a pena, já que o novo virá bem mais caro, ou seja, não deverá ter muitos descontos no antigo quando o novo chegar.

            • marcosldesouza

              Esse modelo do sentra com 2 anos de uso vc acha a preços muito bons pois infelizmente é um carro desvalorizado. Acho melhor que esperar chegar o modelo novo para comprar o antigo. Acredito que preço dele não vai mudar, o novo que vai custar mais caro.

  • RafafGuima

    Depende….
    Se o preço fosse uns 30% ou 40% mais baixo eu até compraria. Mas dar um desconto de 2mil ou 3 mil é sacanagem.

    • Eugenio C.

      No caso da Spin – Meriva, a nova virá com versão básica (LT) quase pelo preço da anterior top (Premium), que é bem mais luxuosa e melhor resolvida em projeto. Eu compraria Meriva 1.8 sem pensar.

  • ubiratamuniz

    É aquele negócio.

    Pra quem quer se mostrar no condomínio, não vale à pena.
    Pra quem troca de carro todo ano ou de dois em dois anos, também não vale à pena, pois a "paulada" da desvalorização inicial é ainda maior em um carro que acabou de sair de linha.
    Pra quem compra carro pra usar por muito tempo (mínimo de 3 anos), e não faz questão de alguma das "features" que possam vir no carro "modelo novo", sem dúvida vale à pena. Geralmente para modelos que estão a sair de linha tem todo tipo de benefício: descontos altos, pacotes completos a preço de básico, e até mesmo taxas diferenciadas no financiamento. O objetivo é "desovar" e pra isso eles fazem qualquer negócio, às vezes você consegue até valor justo no seu carro usado na troca se for um modelo "mais comercial".

    Então, cada caso é um caso. Confesso que se meu carro ainda não fosse novo, eu teria encarado um dos últimos 307 hatch 2.0 automáticos (completos com teto e couro) que estavam sendo vendidos por um precinho pra lá de bom, em que pese ser um carro ruim de mercado à beça.

    • Edson Roberto

      Bem… ele chegou no seu fim de vida a custar R$51000 ANUNCIADOS em uma concessionaria da Peugeot na Ricardo Jafet em SP.

      Enquanto o 308 partia disso na versão 1.6 mais capenga. Confesso que eu fiquei mexido e o motivo maior que me fez recuar foi o cambio. AL4… uma pena.

      • dougkmt

        Eu sempre via anúncios da Alpes de São Bernardo do Campo por 52.000 e 53.000 (webmotors.com.br).

    • marcosldesouza

      Tenho um amigo que tem um i30 e um 307 1.6 modelo antigo…nem o modelo recente é! E ele só viaja de 307. Na opinião dele, o 307 é melhor que o i30, mesmo sendo do modelo mais antigo e 1.6.
      è um carro ruim de revenda por ser PUG, mas quem tem gosta muito dele.

  • JADERSONLEMAO

    Eu até queria comprar um STILO – DUALOGIC, no fim da vida dele com teto solar sky window, e quem disse que eu achava.

  • Thales_ed

    Pra minha cunhada vale muito apena… comprou um Gol G V Série Especial 25 anos 1.0 por cerca de 33.000,00 na cor sólida, completíssimo (- ar)…
    Eu avisei que sairia de linha e com este preço comprava o Palio de nova geração completo (com ar)…

    • dougkmt

      Não entendi o "completíssimo (-ar)"!

      Pensei que já teria ESP, controle de tração, Hill Holder, mais de 2 air bags etc. Hauheauheuahe

      • kikofar

        Igual aos anúncios que vemos em vidro de carros por aí: "VENDO. COMPLETO (- AR)" Então não é completo, cacete!!!!!

      • Thales_ed

        esqueci de mencionar que vem com 4 super-calotas integradas as rodas de aço!!! hauhauhauhauhauha

    • Eugenio C.

      Mancada pagar 33 mil nesse Gol 1.0 sem ar e com pintura sólida… Mostre para ela o que é possível comprar com ar e pintura metálica por esse preço…

    • macaense

      Ar é o item de conforto que mais importa no carro!

  • marcosldesouza

    Lendo essa reportagem, agora me deu medo…será q vou encontrar peças pro meu Soul daqui uns 5 anos???sem precisar fazer aqueles xunxos com peças de outros modelos "adaptadas"?!?!

    – Acho que no caso de uma Zafira X Spin, a Zafira se sai bem melhor!!!é maior, motor mais forte e mais bem acabada concerteza…
    Spin X Meriva, acho que fica mais dificil de optar pela meriva, pois é um carro menor e dependendo do motor nao dá muita diferença…
    Mas a Base da meriva é do corsa 2002 e a base da Spin é derivada do corsa 94(pelo que eu tenho lido). Nesse caso a Meriva leva vantagem.

    – Em 95 vcs escolheriam a novidade Vectra ou a confiança do Monza???
    Alguém lembra de algum outro exemplo parecido???pq normalmente o modelo antigo continua por anos convivendo com o modelo novo pra dar mais lucro as montadoras, vide: uno, gol, corsa sedan, palio, fiesta…

    – Modelo saindo de linha e bom é a Megane GT…

    • SonataRio

      A Spin é muito boa sabia. Anda mais que 408 e Jetta, freia melhor que a maioria dos sedans médios, além de ser tão silenciosa quanto um Focus Sedan. Fora o bom custo/benefício. A versão de entrada com ar,direção, trio, airbags e ABS vai custar em torno de 45 mil.

      • JPaulo10

        Mesmo com motor 108 cv e 17 kgf de torque?
        Eu acho que a Spin é boa para quem tem Meriva. Mas e quem tem uma Zafira?

        • SonataRio

          Vamos aos dados, assim ficaremos mais esclarecidos. Ambas automática. 0 a 100km/h, Zafira 13,4s, Spin 12,9s. Retomada 40-80km/h, Spin 5,8s/ Zafira 5,7s. Retomada 60-100km/h, Spin 7,6s/ Zafira 8s. O fato da Spin andar mais que a Zafira (quase empatanto com a Zafira no 40-80), é relacionado ao peso, ao passo que Spin automática pesa 1.255kg, a Zafira também automática pesa 1.480kg.

      • Edson Roberto

        Tem algum link para demonstrar esse desempenho?

        • SonataRio

          Não, pois os dados da Spin está na Autoesporte de Julho. Acabou de chegar e não sei se vai disponibilizar o teste no site. Mas já adiantei esse números, pois a Autoesporte conseguiu testar antes do lançamento oficial, tem fotos, interior, tudo da Spin.

          • JPaulo10

            Você viu também que o espaço dela é menor do que a Zafira. E a terceira fileira é banco inteiriço (tal como a Grand Livina), perdendo o benefício dos bipartidos na antiga minivan. Além do assento da segunda fila ser imóvel.
            Pelo visto, o depto de marketing da GM, enquanto atende aos consumidores da Meriva, pressiona os clientes da Zafira Elite (mais exigentes) a procurarem a Captiva. Ou baseou-se nas concorrentes J6 (mais para Meriva) e Grand Livina.
            Estou curioso, esperando o lançamento em 28/06 e a chegada na concessionária.
            Mas se eu tivesse filhos pequenos, continuaria a olhar com carinho a Zafira.
            PS. Soube que ela continua em produção até o final do ano, em número limitado.

            • SonataRio

              Sim realmente nesse aspecto peca em relação a Zafira. Mas é válido também observar que a Spin ganhou 3cm no comprimento, 4 na altura, e perdeu 1cm em largura, isso em relação a Zafira. Mas o porta-malas da Spin é imbátivel na versão 5 portas com 710litros de capacidade, muito maior que a Livina, Idea, Zafira (mesmo com o último banco rebatido), Meriva…

      • Eugenio C.

        Você andou em Spin, Meriva e Zafira para saber que "é muito boa"? A qualidade construtiva e de acabamento é melhor? É mais silenciosa, sem vibrações e mais confortável? Duvido muito.

    • Carlosr2011

      A Spin usa a plataforma do COBALT, não a do corsa.

    • Edson Roberto

      A do Spin é base nova. A mesma que equipa o Cobalt.

      Sobre Vectra ou Monza? Bem… pegaria o Monza somente na versão High tech. Caso contrário ficaria com o Vectra (sem julgar valores).

      Sobre seu Soul? Obrigatoriamente o fabricante tem que manter peças do modelo durante alguns anos. Além disso, acredito que importadoras terão muito interesse em manter peças disponiveis para esses carros. Portanto fique tranquilo caso seu desejo seja ficar com o Soul.

      • JPaulo10

        Edson Roberto, o Soul é carro mundial. Não será difícil encontrar na internet peças para ele, mesmo que deixe de ser importado.
        Consegue-se peças para o Sportage DLX, de 1999-2000 …

      • 3ic

        10 anos para ser exato. tive um problema com um monza e queria trocar o volante. isso o carro ja com 9 anos ja fora de linha.
        acionei o procon e a gm teve que arrumar um volante novo p mim.

  • GuiCastro

    O melhor mesmo é parar de comprar carro novo e comprar semi novo.

    • SonataRio

      Dependendo, você pode estar fazendo uma grande M***DA

      • GuiCastro

        Tomando as devidas precauções e procurando com calma, nos lugares certos, você corre o risco de estar fazendo um excelente negócio. Tive três carros usados/semi novos e só foi alegria!

  • Filipe_GTS

    Se for pra comprar carro "velho" procuro nos usados então. Zerinho que seja lançamento…

  • ocduarte

    Pegamos nossa Grand Tour em fim de maio, com redução de IPI e desconto para CNPJ por 43k. E eu lá estou preocupado que vai sair de linha? Tenho um carro honesto, espaçoso, muuuuuito mais equipado que qualquer outra na mesma faixa de preço, confortável, seguro e econômico (rodei 1300 km em uma viagem e fez média de 15,4 km/l). E ainda tem 3 anos de garantia. Compre o seu e seja feliz!

  • duhehe

    No caso do brasil vale muito a pena garantir o seu, já que ultimamente o subtituinte é inferior ao substituído, se eu achasse um Astra 0km eu comprava ..

    Só para citar alguns que o antigo era melhor pelo preço do novo
    Astra – Sonic
    Zafira – Spin
    Corsa 1.8 – Agile
    Montana – ''Monstrana''

    Isso falando em produto .. sem levar questão design em merito

    • MM_

      Montana e Agile/Corsa eu concordo.

      Zafira/Spin, pelas configurações, provavelmente. Por outro lado nunca andei pra poder opinar.

      Astra/Sonic eu nunca andei também. Não dá pra falar se um carro é "melhor" q outro por ficha técnica. De qqr maneira, em muitos aspectos o Sonic é bem melhor que o Astra. Começando pela questão Segurança e terminando no cambio automático de 6 marchas.

    • SonataRio

      Quem disse que a Zafira é melhor que a Spin? Anda menos, freia menos, bebe mais, é mais barulhenta, fora o interior antiguíssimo, contra o bem mais moderno da Spin. Fora que a Spin é maior que Zafira em todas as medidas, somente na largura pede em 1 centímetro.

      • duhehe

        Ninguem me disse ! .. Eu constatei !

        A zafira é um projeto opel, com muito mais qualidade e engenharia que a Spin.

        A Spin ainda não esta a venda .. logo, o anda mais, freia mais, mais silenciosa é expectativa sua, mas sinto em informar que serão frustadas.

        • SonataRio

          Não é expectativa não. É como você disse, constatação. Já saiu o teste da Spin na Autoesporte de julho, e lá como já coloquei mais acima, a Spin é tudo isso na frente da Zafira. Senão acredita, então compra a Autoesporte e veja o teste completo. E não é porque é Opel que seja muito melhor que Chevrolet. É válido ver que vários carros desenvolvidos pela Chevrolet também é vendido como Opel, então não se torna uma regra.

          • Eugenio C.

            Já saiu o teste na Autoesporte? Na 4 Rodas também. E sei lá onde mais também vai sair nos próximos dias. Agora, eu pergunto: fizeram um comparativo detalhado da Spin com a Meriva e a Zafira? Porque pela experiência (não sou nenhum bebê como alguns comentaristas) sabemos que muitas vezes a revista só tece elogios ao carro no lançamento, depois vemos na prática que é uma boshtia. E é notório (ou deveria ser!) que os novos lançamentos da Chevrolet Brasil são voltados para o baixo custo de produção, com uma qualidade muito inferior em sua construção – nas partes que os olhos não vêem mas o tempo e o uso nos fazem sentir. Foi assim com os primeiros EcoSport, com os primeiros Gol G5 cheios de problemas… Pelos preços que estão vendendo Meriva e Zafira, considero sim melhor negócio.

            Em tempo: as revistas sempre chamaram a Meriva e a Zafira de "beberronas". Mas pude constatar que a Meriva nas estradas chega a ser mais econômica que alguns carros 1.0 na mesma situação (a Maxx 1.8 da família faz 14km/l com ar ligado a 110km/h constantes, ao passo que o antigo Clio Privilége 1.0 16V não passava de 12,9km/l na mesma situação, ambos a gasolina).

        • JPaulo10

          A Zafira é um Opel.

          • Eugenio C.

            E a Spin é um Daewoo. #prontofalei

  • epa

    Comprem Astra! Os preços estão no chão e o carro é simplemente excelente.

    • Loducaregis

      Só se for pra colocar um Kit Gás, ai vale a pena !!

      • Eugenio C.

        O 2.0 de 140cv chegava a 10,5km/l de álcool na estrada – mesmo consumo do Uno 1.4.

        Diga mais sobre o GNV…

        • xeriffe

          Ano passado eu comprei um Astra zero por 39.000 (compra por CNPJ), veio até com AB2, faz 10,5 na cidade rodando com gasolina, não tenho nada a reclamar do carro. Quando eu penso que carro eu compraria com esse dinheiro hj eu não me arrependo da compra!!

        • Loducaregis

          Digo isso pq se vc compra um Astra é pra ficar pelo menos 3 anos e com o dinheiro do desconto que se pode obter dá pra colocar um Kit Gás e o que vc irá com combustível vc já praticamente paga o carro !!!

    • marcio

      Olá, estou procurando astra advantage 2009, mas os preços estão de 3 a 4 mil acima da fipe, um absurdo …

  • wfilippetti

    passei por duas situações. Compreu um Corolla XEI 2.0 2010/2011 (ultimos antes de lançar a versao com leds) por mais de 7 mil abaixo da tabela…ai acho que vale a pena. Outro caso foi do meu sogro, que comprou as ultimas unidades da Honda CRV, com acessorios etc, por 72 mil, em 24x taxa 0

  • Loducaregis

    Agora é a hora de compra um Focus, uma Megane GT e um Sentra !!! Fora isso não recomendo !!!

  • JonathanAbud

    Isso é muito relativo. Como já mencionei antes em outros tópicos, meu caso foi exatamente esse. Comprei o Vectra logo após sair de linha. Economizei 7k, comprei o carro que queria e com preço melhor que os rivais. Como nada pode ser generalizado, esse é um caso que também tem suas vantagens/desvantagens. Nem sempre renovação quer dizer melhora. As vezes um carro que está deixando a linha de produção tem mais atrativos que um carro que está chegando, seja visualmente, seja por equipamentos. Modernidade também não quer dizer avanço. Como também mencionei antes, muito falava-se dos motores 2.0 da chevrolet. Veio então o tão pedido Ecotec, que não necessariamente só trouxe coisas boas. No caso do Astra por exemplo, comprava-se um carro muito bem equipado por um ótimo preço logo antes de sair de linha. Seu substituto (ao meu ver, e falando em esportividade) não é um sucessor a sua altura. As vezes também deseja-se muito um carro mas que não se tem condições de comprar, e lógico, quando aparece uma oportunidade dessas, quem deseja muito vai querer aproveitar. Agora tem o outro lado. Para quem vive de novidade ou tem aquele medo/preconceito de perder na hora da venda ou de falta de peças para manutenção, vai partir para o lançamento, mas isso também não quer dizer que é totalmente bom negócio, afinal, quem garante que o carro será bem aceito no mercado? É muito relativo isso. Varia de carro para carro, pessoa para pessoa. No final, o importante é o consumidor sair satisfeito.

    • RicardoSuroieck

      O Hyundai Azera é um bom exemplo.
      Ficou sendo, disparadamente, a melhor compra do segmento por alguns meses antes da chegada do modelo novo. Aqui em São Paulo você conseguia comprar um sedã grande, com 280 cavalos, por R$ 75 mil. Dai chegou o modelo novo, que está mais de 110 mil reais. Olha o absurdo de diferença.

    • Eugenio C.

      Ufa! Um comentário lúcido que me trouxe alívio depois de ler tanta abobrinha em alguns comentários acima! Concordo contigo.

  • zemarreta

    O melhor mesmo é comprar um seminovo do modelo que acabou de sair de linha. Como tem gente que simplesmente não aguenta ver um modelo novo do seu carro que corre para trocá-lo, sempre dá para achar uma boa oferta de seminovo com 1 ano de uso e preço lá no chão.

  • Marcola

    Falando em semi novos. SE eu ja não tivesse meu carro, eu teria comprando um hoje. hahaha Vi um honda civic 2010 70.000 por 30.000 reais, impecavel. Aqui em Recife o preço ta abaixo do normal.

  • RicardoSuroieck

    Se você vai comprar o carro para você, e não para os outros, é uma grande oportunidade. Agora se ja vai comprar pensando em vender, obviamente não é uma boa opção.

  • Jason

    Pessoalmente, eu só compraria um carro de fim de linha se fosse um veículo de uma categoria mais cara (um sedã médio, um hatch "premium", etc), bem equipado e tivesse pretensão de passar, ao menos, acima de 4 anos com ele na garagem. Se a ideia é comprar e logo trocar, aí não vale à pena.

  • joseantoniopg

    O que dizer do i30, é hora ou vale a pena esperar?

    • 3ic

      depende…se o novo vier com o 1.6 é melhor comprar o atual senão, vale esperar.
      a zafira vale a pena comprar, muito mais potente, bonita, confortavel, tecnologia, melhor acabada que a espirro..

  • CharlesAle

    Vi a nova Eco em cima de uma plataforma e achei muito bonita,eu esperaria a nova tranquilamente..e aposto que ,como tem muita eco a ser endida ainda,vai ficar as duas a venda por um tempinho………..

  • jmdurap

    No meu caso valeu sim. Comprei um Corsa Hatch 1.4 2012 0km por 34.000 reais (completo com AR + DH + VE + TE + Alarme + Airbag + Pintura metálica), antes da queda do IPI, e dei 17.000 reais e 36 x sem juros. Pensei bem que carro com estes itens pegaria pelo mesmo preço? O novo Palio ficava mais caro (e também não gostei dele), o novo Uno 1.4 tb ficava mais caro. Pensei num JAC J3 (mas o sedan que gosto mais, porém fiquei um pouco receoso). O próprio Agile odiei quando andei (achei muito mais pesadão que o Corsa e não encontrava posição para dirigir). Fiquei um pouco em dúvida com o Fiesta 1.6, mas era mais caro (37.990). Pesei o fato de estar saindo de linha mas encarei e estou muito satisfeito.

  • Rods

    O que eu acho ruim, é que carro em fim de linha não tem descontos tão expressivos….

  • rdassis

    Melhor negocio é o semi-novo que ja saiu de linha, ai sim vc paga barato…. Brasileiro é otário demais, sempre financiando o carrinho "Zero" e passando a vida trabalhando pra Banco !!!

  • lk4z

    Eu gostaria, sinceramente, de ler textos que parassem de "chover no molhado". Essa é um grande dúvida minha, sobre carros que estão saindo de linha, mas acredito que seria interessante ler um artigo com valores "palpáveis". Estimativas de desvalorição pré e pós encerramento de produção, ou talvez, uma projeção de quanto tempo você deve manter o carro em sua garagem para que a desvalorização inicial de um modelo como esse seja amortizada.

    fica meu pedido, para alguém que possa fazer um artigo realmente esclarecedor.

    • Eugenio C.

      Vou dar alguns exemplos:

      Astra: o modelo 2011, último produzido, teve uma desvalorização de 18% em relação ao seu preço quando zero km. Todavia, seu subtituto (Sonic) chegou menos equipado, com motor menos eficiente e por preço mais alto (ou seja, quem comprou o Astra levou para casa um ótimo negócio, apesar da alta desvalorização). o Astra 2011 completíssimo tem valor médio de R$ 36.900 (novo era 44,500) contra os 46.000 do novo Sonic.

      No caso da Meriva, a versão Premium (topo de linha) com câmbio automatizado Easytronic está sendo ofertada por em média 44 mil reais, com pacote de equipamentos mais completo que a futura Spin LT (cujo preço estimado é de 45 mil reais). Creio ser o mesmo caso do Astra: a desvalorização será alta, mas o consumidor levará um carro mais recheado e melhor acabado do que o sucessor.

      Para a Zafira, a Spin não será uma substituta à altura; está mais para concorrente da Grand Livina. A Zafira já é bem mais cara que a Grand Livina top de linha automática, então provavelmente sofrerá uma desvalorização elevadíssima após 1 ano. Só vale para quem é muito fã desse carro, porque o prejuízo é certo.

      Para fazer outras análises, seria necessário comparar os valores dos carros que saíram de linha, o que eles ofereciam, e o que os substitutos ofereciam e custavam. Os casos são bem diferentes, não há uma "fórmula" que se aplique a todos.

      • lk4z

        Valeu pela resposta! Mostrou com clareza que cada caso, é um caso. Ao menos pra mim, fez sentido.

        A Zafira, era uma dúvida em especial, justamente, porque a Spin não vai chegar nem perto de ter o requinte que a anciã teve em seu auge. Mas concordo que a desvalorização deverá ser grande.

        abs!

  • JORGE_BAMBAM

    Não vale, experiencia própria, comprei um astra no ano passado por causa do desconte e me arrependi amargamente, a desvalorização foi enorme e o preço do seguro disparou.

    • Eugenio C.

      Sugestão: vá a uma concessionária e faça um test-drive de um Sonic ou um Cobalt, analise o que eles oferecem pelo preço que você pagou em seu velho Astra, e veja se realmente fez mau negócio.

      Quem compra pensando em vender na hora realmente faz péssimo negócio. Esses modelos em final de carreira são ideais para pessoas que querem ficar mais tempo com o carro. Além disso, o Astra já tinha uma desvalorização relativamente alta mesmo antes de sair de linha, por ser um modelo mais antigo (o Focus antigo também sofreu uma desvalorização enorme quando chegou a nova geração, o mesmo ocorrendo com Corolla, Civic e Sentra, por exemplo). Quando um carro médio ou grande (em nosso mercado) é substituído por uma geração totalmente nova, costuma formar-se um degrau de preço bem grande entre os usados da antiga e da nova geração.

      • JORGE_BAMBAM

        Com o carro estou satisfeito excelente escolha, principalmente se comparado a Sonic e Cobalt, porém não comprei pensando em vender vou ficar com ele por um bom tempo, só que quando comparado a um modelo equivalente que continua em produção a desvalorização e o custo com seguro serão superiores no acumulado dos anos quando eu for vende-lo.

        • Eugenio C.

          Se você pesquisar os preços do Focus de primeira geração, verá que eles sofreram desvalorização maior até que a do Astra, apesar de o Focus continuar em produção… Sobre seguro, é dureza contratar para modelos que foram alterados (como o Focus) ou saíram de linha (como Astra). Seguradoras, no Brasil, são uma mérida…

  • kikofar

    Tude depende da pessoa que compra. Quem acha que carro dá status e andar com uma novidade atrai olhares e aprovação alheia, certamente não é um bom negócio.
    Agora, se o comprador não faz questão do que citei acima, é uma ótima pedida, afinal, carros em final de produção, na maioria dos casos, estão com o projeto bem amadurecido, sem grandes defeitos crônicos ou "surpresas". Vale reforçar que em alguns casos, como no exemplo da reportagem, os carros da GM que antes eram europeus tropicalizados agora são coreanos, de uma subsidiária da GM. Ou seja: antes recebíamos carros cujos projetos foram desenvolvidos num mercado exigente, crítico, maduro e não chegado à desperdícios ou exageros. Os mais novos, no entanto, já são feitos pensados para "países em desenvolvimento". Plástico duro e que arranha com certa facilidade, pouca ou nenhuma superfície emborrachada, painel básico e simplório (beirando o xing ling), suspensão por barra de torção e por aí vão algumas "modificações" que podem ser traduzidas como empobrecimento do modelo que chega ao mercado.

  • kikofar

    Por outro lado, não dá pra deixar de ressaltar que alguns equipamentos, hoje, estão sendo produzidos em maior escala e sendo usados nesses modelos mais novos: abs, controle de estabilidade (bem vindo numa minivan!), câmbio automático (de 6 marchas ou de relações infinitas como o CVT), sistema de som para várias mídias e tela já prevista no projeto, ao passo que nos modelos antigos esses equipamentos não estavam disponíveis ou até existiam no portfólio, mas acrescentavam muita grana ao custo de aquisição, ainda mais voltando ao exemplo da Chevrolet, cujos equipamentos são/eram atrelados entre si em pacotes caríssimos! Enfim: tem que se pesar na balança da conveniência o que é melhor.

  • Fábio

    Bom!!! eu tenho uma Meriva 2004… Até hoje só troquei a correia dentada e o óleo 10w40 + filtro. Para min um ótimo carro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend