*Featured Avaliações Esportivos Hatches Volkswagen

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Ele foi aguardado com ansiedade por muita gente e chegou trazendo de volta uma sigla famosa dos anos 80 e 90. O Polo GTS vem para resgatar essa esportividade nos compactos.


Desenvolvido localmente pela Volkswagen, esse GTS do século 21 traz um estilo mesclando conservadorismo e performance, o que não agrada a todos, mas no seu caso, funciona.

Sem muitos adornos e com suspensão em altura padrão, o VW Polo GTS até parece uma personalização, mas seu comportamento e desempenho passam longe das demais versões.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Com motor 1.4 TSI de 150 cavalos e mesmo com um câmbio Tiptronic, o Polo GTS anda muito, como seria de se esperar, mas também se comporta bem no dia a dia.

Tudo isso a partir de R$ 100.490. Caro? Pois é, num mercado de preços tão distorcidos, o Polo GTS se situa no limiar dos carros compactos, já passando essa barreira psicológica e financeira.

Por fora…

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Até certo ponto discreto, o Volkswagen Polo GTS chama atenção nas ruas por sua frente dotada de faróis com frisos vermelhos e assinatura em LED, assim como por sua grade “GTS”.

A “boca preta” no para-choque também se destaca. Outro ponto de atração são as rodas de liga leve aro 17 polegadas, com desenho que remete em estilo ao Jetta GLI.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Retrovisores pretos e badge GTS (que é bem pequeno), o Polo GTS passa longe do exibicionismo, especialmente se comparado ao clássico Gol GTS.

Na traseira, as lanternas em LED ficam solitárias com apenas a sigla GTS dominando a tampa. O escape duplo cromado é um alento. Nem teto ou defletor de ar preto para reforçar o estilo.

Por dentro…

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

No interior, o Polo GTS vem como manda o atual figurino da Volkswagen, que é direcionar a atenção do motorista e passageiro para as telas do painel.

Active Info Display com grafismos vermelhos se destaca de fato, tendo a mesma tonalidade vista no console do câmbio, difusores de ar laterais e costuras de volante e bancos.

A tela de 10,25 polegadas está em sintonia com a multimídia Discover Media com outra de 8 polegadas, tendo boa apresentação e Android Auto e CarPlay, além do esquecido MirrorLink.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Ela traz o monitor de desempenho, que ajuda mais a dar sensação de esportividade a bordo do que realmente ser útil numa condução esportiva. Uma das funções só funciona em circuito fechado.

O mesmo em relação ao ronco do motor, artificialmente reproduzido no habitáculo e ajustável em três níveis, de acordo com a proposta de condução (Eco, Normal e Sport).

Sem podar o isolamento acústico, a VW decidiu não mexer na estrutura básica do Polo, o que por um lado é bom.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Volante de boa pegada com paddle shifts necessários e bancos bem justos dão mais conforto ao condutor, que ainda terá uma alavanca de câmbio Tiptronic com opção manual se desejar.

O botão de partida no console e o ar condicionado automático (podia ser dual zone) também lembram que o Polo GTS é um carro mais completo, apesar de destoar no acabamento.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

As portas dianteiras – assim como o painel – se fazem com plásticos duros que não escondem a aparência de baixo custo. Atrás, ainda pior, pois não há detalhes que reforcem sua posição.

Mesmo os bancos com revestimento “premium” apresentam a sigla GTS quase oculto sob um acabamento escurecido, apesar de o volante ostenta-la bem em sua base. Menos mal…

Num ambiente escurecido, como manda o figurino dos esportivos (com ótimas exceções), o Polo GTS tem bom conteúdo, mas faltou um teto solar para dar mais importância à missão.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Na parte de trás, difusores de ar e USB, além de um espaço mediano se comparado ao irmão Virtus GTS. Com sistema de som Beats, a sonoridade é ótima.

Tendo ele a bordo, parte dos 300 litros de espaço do porta-malas vão embora, mas ainda assim tem um volume aceitável, ainda mais para a proposta jovial desse Polo esportivo.

Por ruas e estradas…

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Muita gente torceu o nariz, reclamou e desistiu de pegar o Polo GTS, mas não foi apenas pelo preço. Queixaram-se do câmbio Tiptronic.

Mesmo sem o purismo do Renault Sandero R.S., o esportivo da Volks seria assim tão ruim? A resposta é não.

O Polo GTS se beneficia de mais tecnologia embarcada e reproduz o panorama atual, o mesmo até em superesportivos.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

A programação eletrônica, que também está (em menor nível, é claro) no hatch francês, se aplica em tempo integral.

Em troca de mudanças na alavanca e agilidade na embreagem, a programação aplicada ao GTS é semelhante àquela vista no GTI. Então, o Golf esportivo é ruim também? Não.

Com resposta plena do ótimo propulsor 1.4 TSI de 150 cavalos a partir de 5.000 rpm e torque de 25,5 kgfm entre 1.400 e 4.000 rpm, a coisa muda completamente a seu favor.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Fazendo jus ao passado, o motor do Polo GTS não precisa de muita explicação. É muito elástico e entrega a força necessária em qualquer tempo, respondendo da forma que se exige.

Isso pode ser na suavidade do modo Eco, na boa dosagem do Normal ou em prontidão do Sport, que nem precisa de um modo “+ ou Plus” para realmente dar aquilo que se imagina.

Na verdade, ele dispensa até a trilha sonora vinda de um sistema de som. A sensação de força é bem nítida e dispensa apresentações.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

O câmbio automático Tiptronic de seis marchas não é ruim, mas obviamente não tem a mesma resposta de um DSG. De qualquer forma, nada substitui o prazer da alavanca e da embreagem.

A Volks poderia ter feito isso, seria fácil colocar um MQ curto a bordo do Polo GTS, mas isso também tiraria um dos alvos da marca, que são clientes que apreciam a tecnologia.

E essa tecnologia é exibida desde que se entra no carro, com aquelas telas e uma em especial, a que mostra os modos de condução e a opção Individual, onde se escolhe o que quer.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

No Polo GTS, aliás, a programação é bem liberal. Prendeu as trocas no manual? Ele vai manter o que escolheu até o limite para corte, assim como mudará para baixo apenas no limiar do “estol”.

As respostas às mudanças manuais também são boas e não há sinais de marcha sustentada “fictícia”, como em alguns carros, onde câmbio e indicador de marchas se contradizem.

Com ponteiro subindo com vigor até 6.500 rpm, o VW Polo GTS corresponde bem ao esperado, mostrando a performance que todos querem ver.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Ainda assim, não dá para andar o tempo todo com pé embaixo e tocar o carro como se estivesse numa competição, como exigem alguns esportivos.

Dá para andar como se fosse um carro comum, até mesmo economizando combustível, algo impossível em certos produtos.

Trocas breves, giro baixo e aquele torque bom, se apresentam logo cedo e não é preciso ficar sustentando giro alto para que o carro embale, ele faz isso com folga, muita folga.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Na estrada, rodando docilmente, ele fica nos 2.000 rpm e permite fazer 15,4 km/l com gasolina no modo Normal, mas mesmo no Sport, não fica diferente.

Isso porque, se mantiver a velocidade, a programação joga a sexta e o ponteiro desce. São as respostas que mudam a coisa toda. Tocou, subiu, disparou.

Dentro da cidade, o Polo GTS deslancha bem, fazendo 11,6 km/l sem se arrastar para obter máxima economia. O modo Eco é bom, mas o Normal dá um resultado melhor.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Em rodovia, nem pense no mais frugal, ele só atrapalha e acaba bebendo até mais. Tudo isso aí, é claro, feito com gasolina. Não deu tempo de abastecer com etanol, infelizmente.

Com direção agradável e adaptável ao modo de condução, o Polo GTS tem bons freios (a disco nas quatro rodas) e uma dinâmica de condução ampliada com uma suspensão mais firme.

Não foi mudada apenas a calibração de molas e amortecedores, mas acrescida até barra estabilizadora exclusiva e eixo de torção traseiro com maior espessura.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Só a altura que passou de fininho ao piscar de olhos dos engenheiros…

Claro que não, a Volkswagen definiu de fato a manutenção da altura livre do solo para evitar as condições de rodagem no Brasil, segundo dizem.

Ficou alto, não raspa o fundo em lombadas e nem a frente nas rampas de garagem. Com curso maior, então, dá para ter um conforto maior em pisos alheios ao espírito do Polo GTS.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Contudo, por ser mais alto que o desejável (ele é até mais alto que o Polo MPI, por exemplo), acaba deslocando parte de seus 1.230 kg em curvas mais fechadas, inclinando um pouco mais.

Isso não traz uma sensação muito boa, visto que ele poderia fazer muito mais com alguns milímetros a menos na altura geral. Em alta velocidade, a tendência à flutuação seria menor.

De todo modo, o Polo GTS é um carro que agrada ao volante e não vai decepcionar em desempenho e mesmo em economia.

Por você…

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

O Polo GTS é uma proposta interessante num mercado que vê pouco esportivos com preços mais baixos. Diferindo de outros, traz conforto ao dirigir em tempo integral e economia.

Sem carros como o Peugeot 208 GT e sustentando ainda um Renault Sandero R.S, que realmente é a opção de entrada do mercado, não há mais a escolher até R$ 100 mil.

Volkswagen Polo GTS é um bom esportivo para o dia a dia

Existe uma boa diferença de tocada e desempenho entre o GTS e o R.S., os que sobraram. Contudo, a diferença de R$ 30.800 dá quase para comprar um Kwid Life ou uma boa moto.

Assim, o Polo GTS, por preço, não é uma boa proposta. Contudo, um esportivo não é uma compra racional, como um carro para a família. A emoção vem primeiro e isso faz a diferença.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Volkswagen Polo GTS 1.4 TSI 2020

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, turbo

Cilindrada – 1.395 cm³

Potência – 150 cv a 5.000 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 25,5 kgfm a 1.400 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automática Tiptronic de seis marchas com trocas manuais na alavanca e volante

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 8,4 segundos

Velocidade máxima – 207 km/h

Rotação a 110 km/h – 2.000 rpm

Consumo urbano – 11,6 km/litro

Consumo rodoviário – 15,4 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 17 com pneus 205/50 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.068 mm

Largura – 1.751 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.477 mm

Entre eixos – 2.564 mm

Peso em ordem de marcha – 1.230 kg

Tanque – 52 litros

Porta-malas – 300 litros

Preço: R$ 102.890 (versão avaliada)

Volkswagen Polo GTS 2020 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • MarcioMaster

    Um bom carro para o dia a dia..esportivo ele passa longe.

    • Martini Stripes

      Queria o que?
      0-100 de Ferrari?
      Um Classa A45 AMG?

      Não sei o que tanto esperam nos esportivos nacionais.
      Ok, faltou cambio manual e teto solar, mas é um esportivo.

      • MarcioMaster

        É o mesmo 1.4 do resto da linha VW, podia no esportivo vir com 170 180 cv pelo menos.

        • ocampi

          Este mesmo motor no Audi está com 122cv…. A VW colocou mais potência no mesmo motor, para o GTS….

      • Silvestre

        Queria o que?
        Não ser chamado de esportivo…

        • Fabão Rocky

          É apenas um hatch convencional de 4 portas com uma sigla esportiva. Se fosse 2 portas, com câmbio manual, motor “vitaminado”, bancos recaro, pára-choques diferenciados e teto-solar aí eu poderia até chamar de esportivo.

          • Martini Stripes

            Quem quer carro duas portas? O motor é vitaminado, o 1.4 anda muito bem obrigado nesse carro, os pára-choques, faróis, grade, rodas, são diferentes. Concordo com cambio MT e teto-solar. Os bancos são interiços, só não tem a marca recaro neles.
            O Golf tem esse papel na versão R, não o Polo. Não entendem a diferença de um carro esportivo pra venda e um pra visibilidade de marca?

          • daneloi

            Não existe Polo VI duas portas nem na Europa. O para-choques do GTS é o mesmo do GTI europeu. Teto solar não classifica um carro como esportivo mas concordo que pelo o preço que é cobrado o teto solar deveria ser de série.

        • Martini Stripes

          Agradeça por ainda fazerem!
          Se faz, reclama, se não faz, reclama de SUV…

          Esquece um carro de pista, mola dura, rebaixado, raspa em toda lombada, ninguem vai usar pra pista, quem quer um esportivo para o dia-a-dia o carro é ótimo!
          Poderia ter cambio MT e teto solar? Sim, acho que deveria ser Polo MT e Virtus AT. Mas não foi. Quer deixar mais duro? Fique a vontade, vai ser a minoria. Para a montadora, é custoso e atingiria um publico menor.
          Já viu pessoalmente e entrou em um? Eu tenho um Highline, e tem vários detalhes principalmente internamente que muda bastante o carro.
          Mas não vai ser um Audi S3 ou um A45 AMG

          • Silvestre

            Não é querer um carro de pista, duro e blábláblá. Basta não chamar de esportivo, pq não é… Simples assim.

            • Martini Stripes

              O que define um esportivo para você, pode não ser para os outros 80%.
              Prefiro fazer um produto para 80% que pra 20%

              • Silvestre

                Realmente… para mim um veículo esportivo remete TAMBÉM a exclusividade. E nesse seus nros ela não existe. Enfim… Opiniões divergentes e como não existe certo ou errado, respeito a sua, só não concordo…

                • Thyago Moraes

                  O carro e esportivo no visual, que e o que publico quer. Nao faz sentido fazer um esportivo puro sangue, com motor potente e suspensao impraticavel pro dia a dia. Sandero RS ja sofre com esse problema. E cobrar demais para empresa um carro Sport de verdade custando 100mil reais.

                  • Silvestre

                    É o que o publico quer? Um carro que apela para o que seria um visual esportivo? Se não faz sentido fazer um esportivo puro sangue, pq vender a imagem de um?
                    Creio que o publico de um esportivo saiba de suas deficiências. Para quem quer apenas o visual, existem os esportivados.

                  • Martini Stripes

                    Os caras querem um Polo R, sendo que custaria 200k fácil
                    O Golf tem esse papel na versão R, não o Polo. Não entendem a diferença de um carro esportivo pra venda e um pra visibilidade de marca.

                • Martini Stripes

                  Mas o GTS é exclusivo! Vai vender muito menos que o High. O motor 1.4 anda muito bem obrigado nesse carro, os pára-choques, faróis, grade, rodas, são diferentes. o interiro é diferente, bancos esportivos, acabamento…

                  Concordo com a falta de cambio MT e teto-solar.

                  O Golf tem esse papel na versão R, não o Polo. Não entendem a diferença de um carro esportivo pra venda e um pra visibilidade de marca?

          • MarcosGojira

            A VW tinha que aprender com a Renault como se faz um esportivo nacional, simples.

            • Diego Amaral

              Sim, aprender como se faz um esportivo que não vende.

              • MarcosGojira

                Se sua lógica funcionasse a Pagani era um lixo

                • Diego Amaral

                  Pegar a exceção pelo todo é que não tem sentido. Estamos falando de montadoras populares que precisam de volume de vendas e não de montadoras de nicho que em alguns casos tomam prejuízo.

                  • MarcosGojira

                    Mas o volume de vendas é considerado pelas versões comuns né!! Toda versão esportiva de um carro será considerada de nicho, independente da marca. A não ser que lancem somente ela (caso do finado new Fusca).

                    • Diego Amaral

                      Realmente, essas versões podem ser consideradas “nicho” dentro da própria família, mas se o volume apesar de menor que as demais versões não for considerado rentável, certamente serão retiradas, seja para os “esportivados” ou os “esportivos”.

    • Roberto Dias

      O valor é de esportivo.

    • Eduardo Gregório

      Se todos os outros modelos do Polo trabalham com o 1.0 (ou 1.6 aspirado) e este é o único 1.4, pode-se considerar “esportivo” sim. Se no Golf já anda muito bem, no Polo deve ter ficado ótimo.

    • ocampi

      Principalmente passa longe de dono de Onix.

    • lucas

      “Esportivo” PIADA

  • Rodrigo

    Esportivo?

  • biscoitao

    Tudo muito legal…..até que você vê o preço……

    • Daniel Pirolli

      E o acabamento kkkk

      • biscoitao

        acabamento tá complicado. Todas as marcas conforme o tempo vai passando vão piorando
        Veja o civic, o g9 tinha um acabamento bom pelo preço (casa dos 80 mil). Hoje ele chega a 130 mil com acabamento bem pior que o g9

        Não estou defendendo o polo, mas, tirando os carros premium, tá tudo ruim

        • leomix leo

          Isso que percebo, tenho um C4L 2017 e um C4 Hatch 2011/12, a diferença é absurda em prol do mais velho, a cada ano e geração vão tirando refinamento e qualidade dos materiais.

      • leomix leo

        Vagabundo, pode chamar ele de Gol que não faz feio, design bonito, sóbrio, motor faz jus a sigla, mais o acabamento é de carro de 30 mil e olhe lá.

    • Carlos AM

      Tem o preço do seguro também que não fica nada amigável por ser esportivo.

    • Diego Amaral

      Levando em conta que o Polo GTI de 2008 chegou aqui pelos mesmos R$ 100.000, até que não tá caro.

  • Dod.

    Sinto até remorso por um dia ter criticado o valor que a VW pedia em um Golf 1.0 e 1.4 nos últimos anos de vida do modelo. Até um passado não muito distante com 100k ou uns trocados a mais se levava um 1.4 Highline, mas qualquer versão dele é muito mais carro que esse Polo com interior de plástico de batucar.

    • Cleidson

      Ah, mas com esse valor da pra comprar um Renegade, um Compass, uma Tracker. A madame e o playboy de shopping não vão querer um hatch quando podem ter um carro altinho.

      • Aristeu Junior

        desde quando Um POLO GTS tem como publico alvo uma madame? se o playboy entende de carro e quer um carro com grande potencial vai muito preferir andar de compass, renegade ou tracker kkkkk.

      • Jefferson Alves Goncalves

        Polo é carro popular playboy anda é de audi e bmw. esse carro ai so tem preço mesmo.

  • Verdades sobre o mercado

    É um bom produto ? Sem dúvidas, MAS pelo preço e pela proposta deveria ser mais esportivo, em especial pela transmissão que deveria ser DSG e também deveria ter a opção de suspensão mais baixa, talvez até com rodas 18″ no pacote.

  • Ricardo Leite

    150HP não dá pra chamar de esportivo ainda… esportivo é 180HP pra cima.

    • Aristeu Junior

      Onde tá escrito isso? Então Chevrolet calibra, Vectra gsi, gol GTI e golf gti 1.8 tbm não são esportivos? Sandero RS tbm não é? Um Caterham com motor 1.6 e 130cv q faz 0a100 em 5s tbm não é esportivo né. Beleza! Anotei aqui. Vlw!

      • MarcioMaster

        Carros de 20 anos atras, aí não vale a comparação. Sandero RS tbm não é esportivo e o Caterham é outra categoria.

        • FREDRED

          Falou pouco mas falou groselha.

    • th!nk.t4nk

      Tem carro de 180 cv que se arrasta, e tem carro de 130 cv que supreende (ex: BMW Série 1 de 138 cv faz 0-100 km/h em 8,7 s). Só valor de potência não diz nada, o que interessa é o desempenho e dinâmica. Mas concordo que virou bagunça já chamar de “esportivo” qualquer coisa que tenha uns detalhes visuais e não se arraste por aí.

      • MarcioMaster

        Exatamente, porem quando se fala em dinamica as pessoas tem dificuldade em entender, por exemplo, podem me jogar pedras mas o pior carro que ja dirigi na vida chama-se Sandero, o carro é todo desengonçado, alto, instavel, posição péssima de dirigir etc etc etc. Aí colocam um motor 2.0 de 1930, endurecem a suspensão e vem chamar de esportivo? Desculpa é a mesma porcaria com mais potencia e ainda tem um programa de tv (acelerados) que esta fazendo materia em pista com esse troço, que é uma vergonha para a Renault Sports que tem na Europa Megane RS e Clio RS, sempre muito elogiados. Aos donos e simpatizantes de SanderoLogan, estou me referindo a dinamica, a sentir o carro na estrada e seu comportamento, não que o mesmo não sirva para ir e vir no dia a dia.

        • Andre Studart

          Está errado e claramente nunca dirigiu um sandero RS.

          A renault do brasil queria exatamente o que voce disse, o sandero desengoçado com a sigla RS, coisa que a RS europeia não permitiu e retrabalhou no carro inteiro.

          Motor, suspensão, cambio, acerto tudo é diferente, inclusive até os calçados dele é o mesmo utilizado na linha AMG.

          Além do mais, na própria europa teve protesto quanto ao nosso sandero RS por que há anos estão pedindo para a Renault fazer algo semelhante e queriam que lançasse o carrinho por lá tambem, com um pouco de pesquisa verá que o sandero RS é totalmente diferente de um sandero convencional e só o critica quem não o conhece

          • MarcioMaster

            Geralmente gosto de opinar de carros que tenho na garagem, mas nesse caso tenho um amigo que comprou e pude andar por algumas horas e nada me chamou atenção, posição de pilotagem continua ruim, centro de gravidade alto, suspensão dura, estabilidade eu não pude colocar em prova, motor razoável.

  • T1000

    Esportivo só se for na cabeça da vw

    • LL

      É um pequeno com motor de sobra, na minha humilde opinião…ja que cambio e suspensão não tem nada de diferente.

      • Eduardo 1981

        A suspensão é modificada sim, e idem o mapeamento da injeção.

  • Alvarenga

    A velha receita da VW, um carro esperto para a cidade, normalmente as custas de relações bem curtas, umas perfumarias e nome de esportivo, e o povo compra aos montes.

  • FREDRED

    Discutir preços de carros no brasil (sim em minúsculo) virou utopía.
    Se, repito, se viesse com rodas 17″ com pneus 205/45, suspensão rebaixada (igual ao do RS não manolada igual a maioria pensa que seria um carro rebaixado) Escapamento esportivo (de verdade!) Botão Sport que mudasse o gerenciamento da injeção, igual do RS que aumenta a marcha lenta, retira o delay do acelerador e na troca de marchas mantém por mais tempo a aceleração e claro proporciona os maravilhos e lindos pipocos que deixam o dia-a-dia mais feliz e alegre.

    • Cláudio Modesto

      Nosso mercado sempre foi uma piada agora virou uma tragédia, sinceramente esse polo é um engodo, carro bom, mas puro marketing. Estamos discutindo se um polo 1.4 é esportivo, chegamos no fundo do poço realmente e não podia ser diferente, dólar buscando os 6 reais não vale nem a pena vender carro aqui.
      Mas para um país miserável o polo GTS é o esportivo do povo.

  • Daniel dos Santos

    Quase o preço de um Porsche Boxter usado…é uma comparação estranha, mas ….

  • LL

    Nem se fosse o 2.0T eu pagava 100k

  • CanalhaRS

    Precisava ter um visual mais agressivo, intimidador, um câmbio manual (ou DSG), além de um capricho maior por dentro.
    Aí sim, merecia a etiqueta de 100 mil verdinhas.

    • Daniel Pirolli

      Exato!!! E chamarem ele de esportivo tbm acho exagero, mas deve andar bem sim, pro nosso padrao.

      • leomix leo

        Nervoso ele é, estava com um tem 10 dias, minha irmã comprou um, mais o acabamento affffff. De carro de 30 mil ou menos, o bixinho pede pra empurrar o pé toda hora, acho que amaciei ele, fiquei 3 dias só queimando gasolina nele…. Kkkkkkk

  • Fellipe Z

    Nem se viesse com o 2.0 tsi acho que valeria 100mil.
    De repente uns 89 mil, com o motor 2.0tsi…pra brasil, estaria justo

    • leomix leo

      Aí vc quer demais, olha o preço do Jetta GLi, acho que os 100k com o 2.0 iria matar muita gente, esse 1.4 não faz feio não, fiquei 3 dias com ele, o bixinho é nervoso demais, agora acabamento 0.

      • Fellipe Z

        exatamente, acabamento zero. esse acabamento zero ai quebra muito, n da pra pagar 100mil reais num carro sem acabamento, ainda mais um compactozinho desse. Que viesse o 1.4, mas com uma calibraçao maior pelo menos, 170-180 cavalos.

    • Cláudio Modesto

      80 mil é o highline, nossa renda virou pó nesse mundo globalizado.

  • oscar.fr

    Não teria mesmo como custar abaixo disso, mas poderiam ao menos tirar os plásticos sem vergonha do Polo normal e fazer um painel digno de um carro desse preço.

    • Cláudio Modesto

      Era capaz de vender bem se melhorassem o acabamento. Tenho um HL e nem cogito pagar 100 mil num GTS.

  • Ubaldir

    Como carro de imagem, com preço muito elevado, é quase obrigatório que a VW desse uma atenção especial ao acabamento interno do modelo.
    Quando olhamos para os Gol GTS/GTI dos anos 80/90, dá para entender o que estou querendo dizer. Os modelos esportivos contavam com painel completamente distinto do restante da linha, com soft touch, além de painéis de porta e tapeçaria do teto totalmente diferenciados. Não havia comparação com um Gol de entrada, parecia se estar dentro de outro carro.
    No Polo, os materiais integrantes do interior, tirando alguns pequeninos detalhes aqui e ali,são exatamente os mesmos do Polo de entrada, que custa metade do preço. Isso é muito ruim.
    Ao menos, observando o cantinho de uma foto, me parece que os bancos dianteiros dessa versão vieram adornados com o acabamento lateral que esconde os trilhos dos bancos. Uma falta que já é ridícula no restante da linha e seria inaceitável nesta versão de mais de 100 mil reais.

  • Daniel Pirolli

    Afinal, ele é só um polo, anda bem sim, mas nao é esportivo nao, afinal, ele é só um hatch comum que colocaram um motor um pouco mais forte que a concorrencia. Ah, mas o valor sim, esse é bem esportivo e agressivo kkkkkkkk

  • Baetatrip

    Do que adianta pagar 100 mil e ter acabamento de carro pobre?
    Dispenso….!
    Andei num Virtus 1.0T por 500 metros e fiquei olhando mais o acabamento do que a rua…….
    Plastico pobre puro…..
    Acabamento do carro brasileiro é sempre pior do que euopeu ou americano…..!

    • Aristeu Junior

      é só vc comprar um carro americano ou europeu! fruta vendida nos supermercados tbm são piores que as do tipo exportação, tu deixa de comer por causa disso?

      ain, plastico pobre. agora tem essa é?
      qual plastico que é rico?

      • Baetatrip

        Claro que tem…..
        A qualidade de plastico também conta né?
        Hahahahha!

  • afonso200

    Ate Yaris tem teto solar e é manco. Esse nao tem teto. Hehehhehe

  • Alexandre

    Bom para o dia a dia com aquele banco apertando as costelas? Sem chance, e olha que sou considerado “magro”. Além do preço proibitivo. Fico com o meu Highline.

  • Rogério R.

    Devido a crise eminente acho que somente o Sandero RS permaneça como opção de hatch esportivo de verdade no mercado brasileiro no início de 2021.R$ 30.800 de diferença é MUITA coisa!
    Na minha opinião com essa crise quem quiser um hatch com visual diferenciado dos demais irá de esportivados que estão por vir, Sandero GT Line, 208 GT Line, Onix RS, …

  • leomix leo

    Só tem a casca bonita e o motor, o resto é uma vergonha, andei nesse carro tem 10 dias e até hoje acho um absurdo a VW colocar esses plásticos vagabundos nesse carro, poderia chamar ele de Gol, não faria feio não, mais o polo antigo ainda é mais refinado…

  • Benny Blanco

    Só não vou dizer que será extinto já no primeiro ano porque ele é um gambiarrinha do que a VW já tem por aí há tempos.

  • Ricardo Blume

    Tive a oportunidade de dirigir um no começo deste ano. Confesso que gostei muito do carro. Suspensão bem acertada (dura para alguns), motor com uma resposta muito boa e os bancos dianteiros são realmente algo a mais, com um “encaixe” do corpo que não se vê em outros modelos. Mas aí vem um problema: seria mesmo um esportivo? O T-Cross também tem o mesmo motor (se é para falar em motor) e não é considerado esportivo e o Golf também vinha com o mesmo propulsor e nada de ser considerado um esportivo. O que eu posso dizer é que esportivo dentro da gama da VW são o Jetta GLI e o Golf GTI (RIP), com propostas totalmente diferentes e projetos idem. E não estou falando somente de potência de motor e sim performance, desenvoltura em curvas, estabilidade, frenagem…

  • Megaman X2✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Esse design desse Polo, me da sono, me deixa triste, me deixa cansado.. Ai vc vai ver o interior desse carro e esses sentimentos triplicam.

  • Michel Soares Pintor

    Estou achando estranho esse consumo. Temos 05 Polos TSI ( 1.0 e não o 1.4 da matéria ) na frota e NENHUM faz mais de 8,1km/l, gasolina, na telemetria.

  • Vinícius Guerra

    Uma vez quando disse a um vendedor da Volkswagen que o acabamento dos carros eram fracos, ele disse que se quisesse coisa melhor, basta comprar um Audi. Ai quando mencionei que a FIAT a muitos anos tinha um acabamento pobre, hoje melhorou bastante. Ele ainda insistiu, que o padrão Volkswagen compensaria da qualidade técnica de seus carros, ai mesmo o questionei, que era preciso melhorar mesmo a qualidade, no fim ele concordou comigo, mas que no geral, mesmo o brasileiro hoje sendo mais exigente, ” aceita ” certas coisas. Até porque, a marca Volkswagen, tem inúmeros adeptos no Brasil e no mundo, eu mesmo gosto da marca, mas aponto também os pontos fracos, pois geralmente o atendimento costuma ser muito ruim, nada se compara com a Toyota, quando você chega, a vendedora pergunta se você conhece o carro e se deseja fazer o test drive.

  • Otavio Marcondes

    O carro é bom e gostoso de dirigir, mas o acabamento não condiz com o que se paga e a “gota d’agua” neste ponto é o acabamento interno da tampa do porta-malas. Aquilo chega a ser ridículo (e ainda tem a ausência de fechadura para abrir).

  • Miguel

    Por 100K a VW te dá um motor bom num carro discreto (pq ela estava cobrando pouco e não poderia colocar um spoiler ou novos parachoques esportivos), e completa com aquele interior POBRE com umas listras vermelhas pra dizer que tá tudo diferente. Realmente…

  • André Luiz De Faveri

    Faltou uma opção 2 portas!

  • Paulo Mateus Guerra

    Chamar isso de esportivo é um desserviço automotivo. Ricardo de Oliveira, vamos ser mais críticos com os lixos que são vendidos a preço de ouro no BR.

  • Jonas Brother

    um carro desses com lataria do friso dos banco aparecendo acabamento de polo comfortline e para finalizar SEM TETO SOLAR E CUSTANDO 100K quem compra um carro desses zero km nao da valor nenhum ao seu dinheiro

  • Alexandre Volpi

    E eu reclamando de quando os Golf GTI chegaram da Alemanha por 94 mil reais…

  • Roger Silva

    102.000 kkkkk só Brasileiro mesmo pra pagar isso em um Polo

  • Senhores, com sua licença.

    4 portas, com um câmbio automático Tiptronic, altura do pneu a carroceria de quase um palmo e 150 CV… Pode chamar de tudo, do que quiser. Mas esportivo, é demencial. Nem hot hatch se pode chamar. É um Polo maquiado, simples assim. Sedã tiozão, como o Corolla, com motor 2.0 aspirado, tem mais potência que isso. Um C4 Lounge 1.6 THP, outro sedã tiozão, 173 CV.

    Com 103 mil reais, acrescente 5 ou 7 mil e ande de 320 2017. Que não é esportivo mas é um carro. Não um Polo…

  • Wagner

    Antigamente tínhamos o gol GTS 1.8 com 108cv e era esportivo. Agora temos um com 150cv e é comum? Vai entender esse povo….

  • kikofar

    O impressiona, de fato, é o preço pelo acabamento. Relação muito ruim. Os plásticos desse carro te lembram o tempo todo que é exatamente o mesmo de outros modelos da linha. Duro e pobre. Por mais de 100 mil reais… Olha… tinha tempos que eu não lia uma matéria sobre carros novos brasileiros… e já vi que continuarei distante cada vez mais. É depressivo!!!

  • Rodrigo

    Esportivo com câmbio automático de 6 marchas kkkk

  • Henrique Guedes da Silva

    Até uma Azera 2010 da pau nisso

  • thiago souza

    105 MIL? Achava um absurdo 78 mil e depois 85 mil no 208 gt…
    Completamente fora da realidade. Falando no 208 gt, tive a oportunidade de dirigir um nesse final de semana.
    Nunca havia dirigido nada parecido. Um foguete sobre rodas, 57 mil, 2017, 26 mil km rodados.
    Se o dono baixar 10% eu fecho o negócio…

  • Henrique

    Eu gostei, vou esperar ele no mercado de usados daqui a 5 anos.
    Estou indo de Focus 2016 manual esse ano.

  • Sergio Roberto Feliciano

    Com este interior de plástico, R$ 90.000 tava bem pago. Brincadeira, ainda estaria caro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email