Home Manutenção Como usar bem a embreagem do meu carro, e garantir maior vida...

embreagem carro Como usar bem a embreagem do meu carro, e garantir maior vida útil




A embreagem do meu ou do seu carro é muito utilizada, todos os dias. E nunca pensamos nela, a menos que ela dê defeito. A maioria dos veículos rodando pelas ruas do Brasil não apresenta problemas na embreagem. Mas, mesmo assim, temos muito o que nos preocuparmos com ela.

Aqui vamos dar algumas dicas para que este componente do seu carro trabalhe melhor, e também dure mais. Ou seja, menos gastos eventuais. Vamos diretamente para as dicas:

É expressamente proibido manter o pé sobre a embreagem ao dirigir

Para muitos, isso é óbvio. Mas existem muitos motoristas que nem se apercebem de que estão descansando o pé em cima da embreagem, ao dirigir. Quem descansa o pé em cima do pedal da embreagem faz com que ela se gaste bem mais rápido. E isso é atestado. Pergunte para um mecânico de concessionária, que ele vai lhe citar vários carros onde a embreagem tem que ser trocada, por causa desse hábito.

Não mantenha o carro parado usando a embreagem

Este segundo ponto já não é tão óbvio. Até mesmo bons motoristas acabam cometendo esse erro, apenas por costume, ou porque é mais fácil assim. Segurar o carro em um semáforo ou em uma subida usando a embreagem é o mesmo que fazer com que ela se gaste mais rápido, propositalmente. Sempre acione o freio, e deixe o carro em ponto morto, quando estiver em uma subida.

Faça verificação do cabo e regulagem com regularidade

Se o seu carro não tiver embreagem de acionamento hidráulico, ela é acionada por um cabo. Esse cabo tem que ser verificado, caso o acionamento da embreagem não esteja macio e sem barulhos. Acha que a embreagem do seu carro está alta demais, ou baixa demais? Pois não precisa ser assim, você pode pedir que seu mecânico faça uma regulagem da altura do pedal. Se bem que ás vezes, altura estranha pode significar problemas no conjunto.

Não coloque seu carro em subidas muito íngremes, ou terreno deslizante

Se você tem um Jeep ou uma Land Rover, tudo bem. Mas sabe aquele hábito de pegar o carro 1.0 e ir para aquele sítio no final de semana? Pois bem, isso pode estar danificando a embreagem do seu carro. Pois se você anda em uma subida muito íngreme, seu carro não consegue subir nem mesmo em primeira marcha. Aí você fica forçando o carro a subir, usando a embreagem. Isso é péssimo. E terrenos escorregadios também exigem o uso errado da embreagem, para forçar o carro a subir.

Verifique se o pedal está trepidando ou se a embreagem está patinando

Estes dois sinais podem significar que existe algo de errado com o conjunto da embreagem do seu carro. Pode ser disco empenado ou disco desgastado demais. Aí não tem jeito, tem que ser efetuada uma troca.

Não faça reduções de marcha muito exageradas

Sabe aquela redução de marcha tão drástica, que você sabe que a marcha inferior vai entrar e jogar as rotações lá pra 5.500, 6.000? Essa prática é perigosa para com a embreagem do carro, pois o disco pode até se quebrar.


  • JDFortuna

    Show!

    Quando a embreagem fica dura ou exige realmente que se pise até o fundo, do que se trata? Tipo, mesmo que não falhe. Só dura e funda, mesmo.

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      olha, não tenho muito conhecimento técnico disso, mas sei que quando a embreagem tá muito dura e funda, é sinal de que ela precisa ser trocada. mas é claro que é seu mecânico que deveria ver isso… abraço!

      • JDFortuna

        :teeth:

  • tiago

    muito boas as dicas. Uma dúvida: Será que só posso mudar a altura do pedal da embreagem, ou posso mudar também, a do acelerador?

    • rafael.pereira

      Opa, sempre quis saber isso também. Aliás, é possível mudar a “profundidade” deles? Como sou baixo, acabo tendo de ficar mais perto do volante para alcançar com segurança os pedais.

      • Mark

        Um anão!!!! :clapp: :drinkk:

        • rafael.pereira

          PO, não é assim também :teeth: 1,67m. :smile:

  • rikg12

    boa eber…

    vlw pelas dicas!!!

  • rafael.pereira

    Dicas valiosas, carro é que nem corpo humano, tem que se preocupar com tudo. Não adianta ter um motor zero-bala no capô se a embreagem, se os amortecedores foram pro saco. Cuidar de tudo para não ter que se preocupar com nada! :rayban:

  • Trambique

    Parabéns pelas dicas EBER.
    Tiago, alguns modelos de veiculo permitem a regulagem dos pedais de embreagem e acelerador, consulte seu mecanico.

  • Guilherme

    Tenho uma dúvida: e aquele tipo de motorista que usa 4ª nos 40km/h pra “economizar combustível”?
    Esse tipo de procedimento não força a embreagem tbm? Pois o carro está numa rotação e o motor em outra muito baixa….

    Não sei se vcs entenderam, mas todo mundo deve ter um conhecido q dirige desse jeito….outras situações: “passar a lombada em 3ª e 4ª, virar a esquina tbm em 3ª e 4ª”…. td isso com a desculpa de economizar combustível, mas e o desgaste q isso provoca na embregem??

    Eber, fica uma sugestão aqui para uma próxima matéria: essas ações (que eu julgo inadequadas) realmente economizam combustível?

    Valeu pela reportagem,
    Abraços!!

    • mcrafilski

      olha amigo, ai vai depender muito do carro e da curva…
      o bom eh sempre manter a rotaçao estavel (num carro ‘comum’ entre 2,5 a 3,5 krpm)…
      mantendo o carro nessa faixa, vc vai saber qual marcha usar…
      alguns carros entregam o torque em rotaçoes mais baixas, outros com rotaçoes mais altas…
      realmente vai depender do carro
      abraços

      • rafael.pereira

        Eu particularmente paso em lombadas de 2ª marcha. tem um certo trabalho de embreagem, sinto que gasto bastante, mas acho melhor sacrificar um pouquinho a peça pra não ter que ficar fazendo 3 trocas e me preocupando em rodar suavemente em primeira marcha.

    • Ricardo

      Não… A embreagem só “trabalha” quando existe fricção, ou seja, quando está acionada ou parcialmente acionada. Se não está pisando nela, então não há desgaste, pois ela está totalmente acoplada. Além disso muitos carros podem andar tranquilamente a 40 km/h em 4ª marcha, principalmente os modelos populares (que têm relações curtas de câmbio). Exemplo: Celta, Palio… Já num carro 2.0 por exemplo realmente estaria forçando um pouco o motor. O pior que pode acontecer é que a indução à vibrações gere desgaste nas partes móveis, mas isso numa situação bem extrema.

      • Claudio

        Mesmo com a embreagem totalmente acoplada, ela sofre risco de avaria, se usar rotações muito baixas com marchas altas, pois suas molas que seguram o disco ao platô acabam recebendo esforço excessivo, e as mesmas podem quebrar!

  • Zeppa

    Gostei mto do topico Éber!!!

    continue assim postando essas dicas ae…coloque mais sobre motores tb…ex: curiosidades de como funcionam certas coisas, ex: turbo, supercharger, comando de valvulas…etc…!!!

    grande abraço

  • Felipe Siena

    Caraca eu tenho mow mania de parar na subida segurando o carro na embreagem…vou ter que parar de fazer isso ! :eyess:

  • Guilherme Henrique

    Gostei do Tópico, Vo Fala Pra minha Mãe

    Ela Que Tem Mania De Fica Em Subida, Parada no Semáforo Acelerando Para o Carro Não Descer

    Em Vez de Coloca no Ponto Morto e Freio de Mão :upp:

  • verde.10

    Otimas dicas e um post com certeza muito bem feito

    Vlw Eber!

    :clapp: :clapp: :clapp: :clapp:

  • rivo

    Qual o problema que pode ocorrrer se o carro for guardado em uma ladeira diariamente?

    :rayban:

    • rafael.pereira

      O problema está não na embreagem, mas sim no cárter. Li isso na quatro rodas ontem. O ideal é deixar o carro, se não me engano, com a frente pra baixo. Mas aí posso estar errado, tenho que conferir. A questão é que deixar o carro engatado em descida não tem problema pra embreagem. Aliás, é bem recomendável, pro carro não sucumbir à gravidade.

      • rivo

        Então deixando ele com a frente pra baixo, posso deixar ele engatado em primeira marcha ou ré?

        :rayban:

        • Med

          primeira

        • kuakuakua

          Nao, se a frente esta para baixo vc tem q deixar na ré, se deixar na primeira so vai fazer com q o carro nao caia muito rapido… Na ré pra fazer o carro cair pra frente so em jupiter mesmo.

  • Rogerio

    Ótima materia, parabens :cool:

  • Med

    O problema de trafegar em rotações baixas é a vibração que o motor vai gerar, causando um desgaste um poquito más acelerado… mas a faixa de rotação ideal depende do carro, da condição da pista, do quanto você tem de combustível no tanque e mais um MONTE de fatores… a não ser que você tenha um legítimo muscle-car, daqueles que você consegue contar o giro dos pistões sem olhar no painel… :cool: o melhor é LER O MANUAL do seu carro !!! Ainda mais hoje em dia com a tecnologia chegando nos carros de entrada, você pode acabar descobrindo alguns mimos no seu carro que nem imaginava…

  • Claudio

    “”Esqueceram de uma dica valiosa””

    Arrancadas com acelerações e troca de marcha bruscas também prejudicam o conjunto da embreagem inclusive suspensão e direção! OK
    Embreagem dura demais, funda e com dificuldade de engatar é sinal que o disco da embreagem ja esta no fim apesar de não patinar ainda!

  • andrehhh

    o primeiro e mais importante sinal que a embregem precisa ser trocada eh dificuldade em passar as marchas, mas as vezes isso pode ser tb soh as buchas do cambio. entao geralmente ela fica bem baixa tb e faz um barulho de disco arranhando qd fica pisada. experiencia propria. outra coisa: embreagem baixa qd eh por cabo pod estar soh desregulada, foi o que aconteceu com o fiat uno daki. quebrou o cabo e dpois q o cara trocou ficou bem baixa, voltei na mecanica e o cara regulou, eh bem simples. nas embreagens hidraulicas, se tiver baixa pod ser o fluido que esta pouco. foi o que aconteceu com o palio daki. a embreagem tava bem baixa, quase naum dava pra passar marcha, nunk imaginei q era pq o fluido de freio tava baixo e consequentemente o da embragem tb. foi soh completar o fluido q ficou blz.

  • pablorocha

    Embreagem é o tipo de peça que dá a dica pro cara quendo algo vai mal…ruidos incomuns (chiados) dureza, aspereza no final do movimento…o pior é que muitos continuam a usar e abusar da embreagem…boa idéia a do post Eber !!!

  • Diegors

    Eber, e aquele velho hábito de deixar o carro em primeira marcha com o freio de mão puxado, em estacionamentos com aclive acentuado?

  • naskah

    uma coisa que ninguem comentou é que se prejudica ou nao parar o carro no semaforo mas deixar engatado na primeira pisando no freio e com o pedal da embragem fundo, esperando para arrancar (sem ficar forçando e em um terreno plano)
    há problemas? ou melhor deixar em ponto morto? =)

    • Diogo

      To com a mesma duvida…. ngm vai responder nao??

      • medici

        Melhor dexar em ponto morto!
        pq se vc segura a embreagem mesmo que ate o final, vc está acionando a embreagem, fazendo com que um conjunto de partes que se movimentam enquanto o motor esta funcionando fiquem encostadas. e artes em movimento encostadas… desgasta!
        :blink:

  • Wellison

    Só uma pergunta,para sair da rua da minha casa todo dia tem uma subida pra entrar em uma avenida sem Semáforo,então muitos como eu fican na meia ambreagem pra segurar o carro e sair mais rápido.
    Então,fazer a conhecida meia embreagem em rampas ou ladeiras para segurar o carro faz mal para a embreagem?

    • Yasu

      Pelo que está escrito faz mal sim.

  • Wotan

    É por essas e outras que o Cambio automático é melhor:
    1_sempre mantem o motor na rotação CERTA.
    2_na maioria das vezes também na marcha certa.
    3_A manutenção é na maioria das vezes apenas troca do óleo, e isso, dependendo do modelo é lá pelos 100mil km, ou até 150mil km.
    4_praticamente TODOS os defeitos no cambio manual e na embreagem sao causados por erro humano, o que não ocorre no automático.
    Agora no Brasil, infelizmente reina a absoluta ignorancia, onde as pessoas preferem o manul a ao automatico, quando fui comprar meu carro, diziam que eu era louco por comprar automatico, hoje passados 13 anos a unica manutenção foi a troca do oleo, e nada mais, se fosse manual seriam pelo menos 2 trocas de embreagem, fora as arranhadas e trocas de marcha erradas. O consumo? média de 7Km/l. :clapp:

  • Kalvin Klein

    Dentro dos limites de retação, é claro.

  • Edgard

    Show essa reportagem. Muito bacana. Parabéns. :clapp:

  • eduardo

    Embreagem é para ser usada o mínimo possível. Aquela técnica de dirigir economicamente, que foi matéria de um post aqui no começo da semana, serve também para economizar embreagem: se vc dirigir numa velocidade constante, sem acelerações desnecessárias, necessitará menos trocas de marcha e economizará embreagem. Cada “aperto” é um desgaste, ainda que minimo. Meia embreagem então… tem gente que consegue “fritar” a embreagem nestas situações. Lamentável… :bate:

    Dirigir em baixa rotação não irá prejudicar a embreagem, afinal ela foi dimensionada para suportar o torque máximo do motor. Em situações extremas, pode prejudicas pistões, bielas, etc. Mas este limite é bem mais baixo do que se imagina. Antes disso, a estas alturas, o carro já vai estar parecendo uma britadeira…

  • Juan

    Segurar o carro na subida usando a embreagem – não seria o mesmo que o controle de embreagem?! na prova do detran não é exigido esse tipo de conhecimento?!

    • kuakuakua

      isso é pra fazer a carro arrancar numa ladeira sem o uso do freio de mao, uma coisa é vc fazer isso na hora da arrancada outra e ficar sustentando por 30s a 1m num semaforo.

  • eduardo

    Para uma arrancada em suba, é exigido sim que o motorista saiba fazer esta manobra. Mas ficar segurando não, ô perai… :eyess:

  • Rafael Sta Brígida

    Gostei demais da reportagem.
    Esse assunto da embreagem faz parte de alguns problemas que eu percebo no meu carango.
    Tenho um SIENA (novo modelo) que tem 1 ano e 3 meses.
    Já percebo a embreagem dura. Mesmo porque eu só paro no sinal com a 1ª engatada!!!
    Bem que eu tento não usar este modo, mas o que mais me preocupa é a violência hoje em dia.
    Se alguem te abordar no semáforo e você pensar em sair de primeira (independentemente se você não pensa em reagir)?
    É difícil, mas infelizmente eu prejudico a embreagem.

    Adoro esse site!
    Parabéns a todos!

  • Kalvin Klein

    Alguem saberia informar se utilizar a redução de marchar para auxiliar na frenagem do veículo pode reduzir a vida útil do conjunto da embreagem???? :?s?:

    • kuakuakua

      ta transferindo o desgaste da pastilha do freio para o disco de embreagem…

  • Kalvin Klein

    Dentro dos limites de rotação, é claro.

  • Diogo

    Na boa,

    eu acho que algumas pessoas já perderam o limite até onde é “estragar” a embreagem desenecessariamente e até onde é a necessidade de uso de cada pessoa…

    por exemplo:

    Descançar o pé em cima da embreagem= desgaste desncessario
    Segurar o carro na subida com embreagem = desgaste desnecessario

    agora falar pro cara não colocar o carro em subidas ingremes e terrenos deslizantes???

    Não fazer trocas com o giro do motor elevado??

    ou até um colega ai em cima que mencionou que segura o carro a meia embreagem pra poder arrancar mais rapido…

    tem gente q tá esquecendo que o carro é pra se usar… se eu quero dirigir esportivamente eu vou desgastar mais o carro com certeza mas tem que entender q cada pessoa tem um estilo ou até mesmo necessidade diferente…

    se for assim vo manda neguinho só andar na Bandeirantes com o carro pq não tem buraco dai não vai gastar a suspenção… tbm nao vai desgasta embreagem pq precisa muda de marcha 1 vez a cada 50km!!

    não esqueçam que carro é PRA USAR !!!

  • vhlins

    vcs poderiam botar alguma ferramenta para compartilharmos os seus links!

  • francisco

    a embreangem da motocicleta e melhor alta ou baixa?