Avaliações Cupês Vídeos Volkswagen

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

Jetta, Passat e Tiguan. São vários os modelos com motorização 2.0 TSI que já avaliamos aqui no NA. Este propulsor entrega entre 200 e 211 cavalos nestes modelos, e sabemos muito bem como é ótimo o desempenho de um carro Volkswagen com esse conjunto. Agora chegou a vez do Novo Fusca.


Avaliamos por uma semana uma unidade preta equipada com vários opcionais, como faróis xenon, teto solar, bancos em couro, GPS, etc., e temos muitos pontos positivos a ressaltar sobre o Novo Fusca.

Primeiramente falando do visual dele, pessoalmente nota-se que ele realmente não tem nada a ver com o New Beetle, com exceção das suas linhas gerais.

O Novo Fusca ficou mais baixo e mais largo. Isso, junto com alguns detalhes de iluminação permanente nos faróis com as portas sem arco ao redor do vidro deixam o modelo bem esportivo e interessante. Nada de carro de mulher como era antes.


Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

O único problema é o preço, que quando colocamos vários opcionais no Novo Fusca fica bem distante dos 77.890 reais da versão mais barata possível. Apenas adicionando câmbio DSG o valor já sobe para mais de 82.000 reais. Completo o modelo bate nos 105.000 reais, isso sem contar o ágio praticado por aí.

Volkswagen Novo Fusca – Impressões do interior e qualidade de acabamento

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

Se você espera que o Fusca tenha um interior parecido com o de outros modelos da marca, pode tirar o cavalinho da chuva. A marca alemã foi a fundo em um esforço duplo. Primeiro, de deixar o Novo Fusca com detalhes bonitos e interessantes que lembrem o Fusca original. Segundo, deixar ele diferente de outros modelos da marca, aqueles considerados premium aqui no Brasil.

O volante não é aquele que todo mundo diz que é usado do Gol até o CC. É um volante diferente, com aro um pouco mais fino, o que pesa um pouco contra a esportividade mas imita o Fusca antigo. É um volante bonito, de muito bom gosto.

Temos também um porta-luvas ao estilo clássico e aquelas alças na coluna B que tem um apelido impronunciável em um site também acessado por crianças e adolescentes.

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

A posição de dirigir é ótima para quem quer pisar fundo, e os pedais de acelerador e freio tem um visual bem bacana. Ah, o acelerador é preso no assoalho, assim como nos Fuscas de antigamente. Outro detalhe retrô é que o quadro de instrumentos mantém o velocímetro maior e em uma posição central.

No topo do painel, três mostradores indicam a temperatura do óleo, um cronômetro e a pressão do turbo. Os bancos são confortáveis, bem melhores do que os bancos do Jetta TSI, que pessoalmente achei muito duros.

E outro ponto bem legal do interior do Novo Fusca preto que você vê nas fotos é que ele era equipado com o sistema de som opcional da marca Fender, apresentando uma qualidade sonora impressionante e graves bem fortes.

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI

Volkswagen Novo Fusca – Vídeo de detalhes

Volkswagen Novo Fusca – Comportamento e consumo na cidade

Sim, o desempenho do Novo Fusca é arrebatador. Deixa tranquilamente para trás outros modelos esportivos de sua mesma faixa de preço, como o Citroen DS3, e também detona com outros que são mais caros.

É difícil encontrar um carro tão gostoso de dirigir quanto o Fusca dentre carros que tem uma faixa de preço acessível a parte dos brasileiros.

Isso com o câmbio DSG, é claro. Se você comprar um com câmbio manual a diversão também será ampla, mas não tão garantida quanto um Fusca com o DSG, que não se importa em se você é um ótimo motorista ou apenas mediano.

As acelerações são bem fortes, não falta potência e vigor em qualquer situação.

Achamos que o Novo Fusca anda até mesmo um pouco mais que aqueles modelos VW citados no começo da avaliação, e que ele tem mais estabilidade que aqueles seus meio-irmãos é fato.

Uma coisa que achamos muito interessante no modelo é que ele passa mais conforto ao motorista e ao passageiro dianteiro do que o Jetta Highline. Ele tem bancos mais confortáveis, embora seja bem menos prático no dia-a-dia.

O consumo que aferimos ficou um pouco pior que no Jetta, mas isso pode com certeza ser devido a pequenas variações nos trajetos feitos com um e com outro e também a variações de um carro para o outro, qualidade da gasolina, etc.

O número alcançado foi de 6,5 km/l com gasolina e ar-cpndicionado ligado o tempo todo.

Este consumo é um pouco alto, mas se você pensa na potência e na diversão que o Fusca entrega, isso é o de menos.

Volkswagen Novo Fusca – Comportamento e consumo na estrada

Modelos com conjunto mecânico modernos e eficientes costumam dar um show nas avaliações NA. Eles conseguem um desempenho ótimo e ao mesmo tempo consumo impressionante. É o que acontece também com o Novo Fusca.

Ele acelera muito rápido, quando você está com pressa ou quer brincar um pouco, e ao mesmo tempo mantém bons níveis de ruído, rotações e consumo em velocidades de cruzeiro.

Com o Novo Fusca tivemos ótimos tempos de aceleração de 0-100, quer o câmbio esteja em Drive ou na posição esportiva S. A estabilidade é ótima em curvas, graças a pneus de qualidade e perfil baixo, ligados a rodas de 18 polegadas.

O nível de rotações é maior em 100 km/h e 110 km/h do que conseguimos com o Citroen DS3, 2.200 e 2.500 rotações. Mas ainda assim tivemos bem pouco ruído vindo do motor quando não estamos pisando fundo. As portas não deixam ruídos aerodinâmicos passarem para dentro.

Isso não pode ser dito a respeito do teto solar. Ele adiciona mais ruído à cabine, infelizmente. Os pneus também se mostraram um tanto ruidosos, isso pode ser proveniente dos pneus ou de falta de forração acústica nas caixas de roda.

O consumo foi de 12,5 km/l, o que é um pouco melhor do que conseguimos com o Jetta Highline, que tinha sido 12,2 km/l. Em nossa opinião esse consumo com essa potência está ótimo.

Volkswagen Novo Fusca – Ficha técnica

Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.984 cm³, quatro cilindros em linha, turbo, com quatro válvulas por cilindro e comando duplo de válvulas no cabeçote. Injeção direta de combustível e acelerador eletrônico.
Transmissão: Câmbio automatizado de dupla embreagem com seis marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle eletrônico de tração.

Potência máxima: 200 cv a 5.100 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 7,5 s.

Velocidade máxima: 223 km/h.

Torque máximo: 28,5 kgfm entre 1.700 e 4 mil rpm.

Diâmetro e curso: 82,5 mm x 92,8 mm. Taxa de compressão: 9,6:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores telescópicos hidráulicos e barra estabilizadora. Traseira do tipo Multilink, com molas helicoidais e amortecedores telescópicos hidráulicos. Oferece controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 215/55 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás.

Carroceria: Cupê em monobloco com duas portas e quatro lugares. Com 4,27 metros de comprimento, 2,02 m de largura, 1,48 m de altura e 2,53 m de distância entre-eixos. Oferece airbags frontais, laterais e de cabeça.

Peso: 1.364 kg em ordem de marcha.

Capacidade do porta-malas: 310 litros.

Tanque de combustível: 55 litros.

Produção: Puebla, México.

Fotos Claudio Teixeira

Avaliação NA: Volkswagen Novo Fusca 2.0 TSI
Nota média 4.5 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email