BYD Dolphin Plus 2025: Pequeno e encorpado, elétrico sem concorrentes tem interior moderno e estiloso

byd dolphin plus (10)

A BYD vem se consolidando como a maior montadora de veículos elétricos e híbridos no mercado Brasileiro, e dentre seus produtos mais vendidos está o Dolphin.

O Hatch possui powertrain 100% elétrico, com preço competitivo e diversos recursos se segurança e conforto.

Partindo de R$ 179.800,00, o Dolphin Plus é a versão de topo do Hatch e se mantém relativamente acessível.

Avaliamos uma unidade e trouxemos todos os detalhes para você:

A versão de topo do Dolphin é a Plus, e vem de série com:

Chave presencial, assistente de frenagem e frenagem automática de emergência, controle de tração e estabilidade, reconhecimento de placas de trânsito, controle de cruzeiro, airbags dianteiros, laterais e de cortina, monitoramento da pressão dos pneus, direção elétrica, detecção de ponto cego, freio regenerativo, alerta de colisão frontal, assistente de manutenção de faixa, alerta de colisão traseira, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, volante multifuncional, cluster digital, assento de couro (sintético), ajuste elétrico dos bancos, carregador por indução, bancos dianteiros com aquecimento, multimídia de 12,8” com rotação elétrica, Android Auto, Apple CarPlay, 6 alto-falantes, conexão 4g e mais.

Fique de olho nos detalhes:

Conjunto eletrificado adequado para uso urbano

byd dolphin plus (32)

O BYD Dolphin Plus tem um powertrain 100% elétrico, isso quer dizer que não consome nem uma gota de gasolina ou etanol, o que pode ser bom ou ruim para você, dependendo de vários fatores, como localização e forma de uso.

Para um dia-a-dia mais urbano, com poucas rodovias de alta velocidade, o Hatch pode ser uma opção interessante.

O modelo tem um comprimento total de 4,30m, que se encaixa bem no trajeto urbano, pesando 1.658 kg, que é bastante, mas ainda é pouco para um elétrico, que costuma ultrapassar as 2 toneladas.

Com cerca de 31,6 kgfm de torque, e 204 cv, o conjunto leva 7 segundo para completar a aceleração de 0 a 100 km/h, com sua velocidade máxima em 160 km/h.

A aceleração é digna de esportivo, já sua velocidade deixa um pouco a desejar, mas não deve incomodar os motoristas mais comportados.

Sua autonomia é de 427 km, graças ao conjunto de baterias do tipo LFP, com capacidade de 60,48 kwh.

Seu principal concorrente, também chinês, é o Ora 03 GT, que parte de R$ 184.000,00.

Ele tem 171 cv e torque de 25 kgfm, com peso de 1.580 kg, atinge a aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 8 segundos, com velocidade igualmente limitada em 160 km/h.

Sua bateria tem capacidade de 63 kwh, com autonomia de 319 km.

Pequeno e encorpado

Ao bater o olho no Dolphin, já temos uma sensação conflitante, ao mesmo tempo que é pequeno, passa uma impressão de ser encorpado, talvez pelas rodas relativamente grandes e pela altura das portas traseiras.

byd dolphin plus (11)

A dianteira tem diversos detalhes que enfeitam o pequenino, como LEDs e uma grade bem trabalhada, porém ainda falta uma qualidade visual, é o famoso bonitinho (feinho arrumadinho).

Apesar do esforço da montadora, os faróis dianteiros não são muito agradáveis, ainda lembram uma fase onde as montadoras chinesas tinham carros de baixo orçamento, e não investiam muito em design.

byd dolphin plus (13)

A grade superior, entretanto, é bem bonita, preta, com linhas diagonais e o logo “BYD” em cromo no centro.

Logo abaixo, no para-choque, filetes em preto brilhante ornamentam o conjunto, completados pela grade inferior com detalhes igualmente em preto.

byd dolphin plus (12)

Subindo um pouco, o capo é liso, com dois vincos na direção do começo dos faróis.

byd dolphin plus (8)

Visto de lado, talvez seu melhor ângulo, mostra rodas de fundo preto, diamantadas, que tem um desenho moderno, combinando com sua proposta.

Disponível em cores mescladas, a parte inferior pode ser clara, com o capo, colunas, teto e aerofólio escuros, eles dão um toque de personalidade.

As portas são grandes verticalmente falando, com uma linha dividindo os vidros que tem angulação ascendente em direção à traseira, passa a impressão que o carro está “empinado”.

byd dolphin plus (7)

A traseira tem um visual moderno, com lanternas escurecidas, achatadas e com um perfil de LED que dá as caras quando acesas.

Elas são unidas por um acabamento em plástico preto, com “Build Your Dreams” (BYD) centralizado e cromado.

O para-choque traseiro tem acabamentos em preto brilhante nas extremidades, e na borda inferior.

Por dentro, moderno e estiloso

Quer você goste, ou não, os carros da BYD vem cheios de adornos, em alguns modelos são exagerados, mas no Dolphin Plus as cores escuras e desenho mais contido, formam um interior agradável.

byd dolphin plus (15)

Já ao abrir a porta, as forrações se mostram bem trabalhadas e com materiais de toque agradável.

byd dolphin plus (16)

Os bancos são estilo concha, bonitos, porém destoam um pouco, caso considere que o carro não é um esportivo, olhando eles sem o conjunto são muito bonitos e confortáveis.

byd dolphin plus (17)

O volante é outro acerto, com base reta, recoberto por couro, acabamento dos raios em preto brilhante, botões multifuncionais, centro redondo e pequeno, é bonito.

O painel de instrumentos é minúsculo, digital e se destaca do painel, particularmente não gosto do conceito de telas no lugar de ponteiros, fica parecendo mais um escritório do que um carro, mas é moderno e o mercado parece ter abraçado essa ideia.

byd dolphin plus (19)

Logo ao lado, a gigantesca multimídia com rotação elétrica, um dos grandes chamarizes do carro, novamente não vejo sentido ou necessidade disso, porém é outra coisa que agrada o nicho.

O painel é escuro, com acabamentos em preto brilhante, combinando com o restante do interior e exterior do carro.

byd dolphin plus (20)

O console central tem diversos suportes, além dos botões redondos com funções, inclusive a seletora do “câmbio”.

byd dolphin plus (28)

O espaço atrás é suficiente, sinal que a plataforma foi bem utilizada no quesito conforto.

byd dolphin plus (24)

O teto solar é amplo, sendo outro item de luxo pedido pelos brasileiros, esse tem meu apoio, traz requinte para o veículo.

byd dolphin plus (26)

O porta-malas não fala mal de ninguém e dado o tamanho do carro e o espaço interno oferecido é bem satisfatório.

Pouca concorrência

Um carro elétrico figurar entre os 30 carros mais emplacados é um feito a ser comemorado pela BYD, certamente.

No acumulado até abril de 2024, o Dolphin já emplacou 6.950 unidades, garantindo a vigésima sexta colocação no ranking geral.

Dentre os Hatchs pequenos, sua categoria, está na sexta posição, a frente de 208, city e C3, por exemplo.

Seu rival eletrificado, Ora 03, emplacou 2.564 unidades e se encontra na décima primeira posição.

Nenhum elétrico está à sua frente, perde apenas para Polo, Onix, Argo, HB20 e Yaris.

Seu preço relativamente acessível, quantidade de itens de conforto e a “novidade” de ser elétrico, fazem com que venda bem.

Dependendo do seu uso, poder aquisitivo e gosto pessoal, um Dolphin pode ser uma boa opção.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



c12OrqyAeQ65CANuSaRgcOXX3cvWvBvO3VrU zKQNKMIjAIN28coKUHnlTgz76QZ90
Autor: Luca Magnani

Engenheiro mecânico na indústria automotiva, pós graduado pela Universidade da Indústria do Paraná em Engenharia de veículos elétricos e híbridos.