*Destaque *Featured Chery Hatches Linha 2018 Preços

Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

CHERY-NEW-QQ-3-2 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

O Chery QQ 2018 chegou e trouxe algumas novidades interessantes. O subcompacto de acesso da marca chinesa traz motor flex mais potente, classificação AA no Inmetro com Selo Conpet e duas primeiras revisões grátis. Além disso, chega em abril na versão Smile, que terá preço inicial de R$ 26.690.



Ele deixou de custar R$ 25.990 na versão Smile, o que significa um acréscimo de R$ 700. A versão intermediária Look sai por R$ 30.690 e a ACT agora sai por R$ 32.290, alta de R$ 800.

Nascida em 1997, a Chery teve como primeiro modelo o Cowin, que era uma versão chinesa do Seat Toledo da primeira geração. O liftback de origem teuto-hispânica começou a ser feito em 1999. Até então, a marca não atraiu a atenção no mercado chinês, já que tinha apenas um modelo e diversas versões. A empresa acabou criando modelos derivados do mesmo carro, mas a coisa só mudou de figura a partir de 2003 e com um processo.

Esse ano foi o principal para o nascimento de diversos fabricantes de veículos chineses, visto que o governo liberou diversas empresas que atuam em áreas do setor automotivo, como autopeças, mas não possuíam o direito de produção de veículos. Com as licenças, a concorrência local começou a crescer e a Chery lançou um pequeno carro urbano chamado QQ.

Este seria seu produto mais em conta, mas a similaridade com o Daewoo Matiz, fez com que a GM iniciasse um processo contra a montadora de Wuhu, já que o carrinho sul-coreano era vendido também como Chevrolet Spark. Como não conseguiu vencer o processo, a General Motors obrigou a Shanghai Auto (SAIC), que era sua sócia na China e detinha 20% das ações da Chery, a sair da composição acionária da empresa de Anhui.

As semelhanças entre Chery QQ e Dawoo Matiz eram enorme e ficou evidente que se tratava do mesmo produto. A empresa chinesa alegou que havia firmado um acordo com a marca sul-coreana pouco antes dessa ser assumida completamente pela General Motors. De qualquer forma, o modelo nasceu e continuou em linha. Nessa época, os motores eram um três cilindros 0.8 ou 1.1 com quatro pistões, ambos da chinesa CAC, mas igualmente copiados de outros fabricantes.

Até 2007, o Chery QQ foi o único modelo de acesso da marca, sempre tendo o Cowin logo acima e, na virada da década de 2000, o utilitário esportivo Tiggo, que era uma copia do Toyota RAV4. A plataforma do QQ, que tinha suspensão traseira por eixo rígido, derivou outros produtos. Foi a partir de 2005 que a Chery começou a criar novos modelos, mas próprios, diferente das demais locais.

O primeiro derivado foi o QQ6, um sedã compacto com vigia traseira integrada ao porta-malas. Ao mesmo tempo, a Chery desenvolveu o hatch “altinho” A1, que aqui foi chamado de Face. Este chegou a ter um exemplar chamado Dodge Breeze, que seria feito pela parceria Chery-Chrysler, mas o projeto não deu certo. Outro modelo era um cupê duas portas simétricas – incluindo faróis e lanternas – que chegou a ser vendido por lá.

A família S18 também era outra derivada do Chery QQ, tendo versões hatch, sedã e perua. Desses, apenas o hatch chegou ao Brasil. Mesmo assim, o pequenino da marca continuou em produção. Entre as opções, havia o câmbio automatizado EZ-Drive. Com o A1, o QQ começou a perder privilégios dentro da Chery, mas continuou como ponta de lança da marca. Ainda não geração antiga, recebeu motor 1.0, sendo o primeiro da Acteco, mas os demais da CAC foram substituídos por equivalentes mais modernos.

O modelo teve apenas facelifts ao longo do tempo, mas apenas em 2014 surgiu a nova geração, tão aguardada para o subcompacto. O chamado New QQ chegou junto com o eQ – que motivou uma ação da Chery recentemente contra a Mercedes-Benz – uma versão elétrica do pequenino, que tem autonomia de 200 km e potência de 58 cv com 15,3 kgfm.

Essa nova geração manteve o sorriso da anterior, mas agora com linhas mais arredondas e inspiradas na proposta do Chery QQ 2018. Ainda que tenha evoluído, o modelo continua a medir pouco, cerca de 3,56 m de comprimento com 2,34 m de entre-eixos. O foco passou a ser o uso do motor 1.0 12V no lugar dos antigos 0.8 e 1.1.

Esse modelo chegou ao Brasil sem alarde, mas só mudou sua imagem perante o consumidor quando apareceu a versão Smile, que chegou inicialmente por R$ 25.990. Rapidamente o Chery QQ 2018 passou a atrair a atenção de muitos consumidores, mas a maioria leva a versão Look, que é mais completa que a Smile, extremamente pobre.

Desde seu lançamento, o Chery QQ foi vendido em diversos países e também produzido – além da China – no Brasil, Venezuela, Irã, Iraque, Egito, Rússia e Indonésia.

E o futuro? O Chery QQ está com sua posição ameaçada no Brasil. Mesmo tendo respondido razoavelmente em vendas nos últimos meses, a estratégia da CAOA Chery – nova joint-venture que assumiu a operação local – tem pretensões de substituir o lineup atual por utilitários esportivos e sedãs. Por isso, a empresa ainda não decidiu se tira o New QQ de cena no país a partir de 2018.

Na China, o modelo tem versão elétrica, mas da mesma forma, deve acabar migrando para a Cowin Auto, marca de carros baratos ligada à Chery. Não se sabe o que surgirá depois, mas o provável é que o subcompacto termine como um carro puramente elétrico na próxima geração, atendendo assim aos requisitos estabelecidos pelo governo chinês.

Dessa forma, podemos imaginar o próximo Chery QQ com uma base nova e dotada de baterias que podem ampliar a autonomia dos atuais 200 km para 300 km ou mais. Por ser pequeno demais, o modelo não poderia ser feito sobre a futura base M1X, que dará origem aos próximos sedãs da marca. No geral, o pequenino chinês tem potencial para continuar por muito mais tempo. Aqui no Brasil, porém, ele pode encerrar sua carreira sob a gestão CAOA-Chery.

CHERY-NEW-QQ-23-2 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

Chery QQ 2018 – detalhes

O Chery QQ 2018 tem uma dianteira com faróis amendoados, capô curto, grade em formato de sorriso, para-choque com detalhes diferenciados, bem como faróis de neblina integrados. Nas laterais, existem vincos marcantes, maçanetas a cor do carro e janelas com formas arredondadas. As maçanetas traseiras ficam em uma posição mais elevada e embutidos no acabamento. Atrás, tampa do porta-malas inteiramente em vidro e lanternas verticais arredondadas, além do para-choque elevado.

Por dentro, o Chery QQ 2018 tem painel com desenho convencional e cluster digital, mas fica evidente o baixo custo com materiais plásticos em excesso e porta-luvas sem tampa. Os comandos dos vidros elétricos instalados no console central também denotam os cortes nos gastos para sua produção. Em compensação, existem 14 espaços para armazenamento de objetos.

O Chery QQ 2018 mede 3.564 mm de comprimento, 1.620 mm de largura e 1.527 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.340 mm. Já o porta-malas tem capacidade para apenas 160 litros. Mas com o rebatimento do banco traseiro, o espaço útil chega a 636 litros. As cores disponíveis são: branco, preto, vermelho, prata, azul e marrom. No caso da versão Smile, apenas as três primeiras estarão disponíveis.

O estilo de formas amendoadas atraí bastante o público feminino. O Chery QQ 2018 apresenta um visual simpático e alegre, feito mesmo para conquistar pelo olhar. Mesmo pequeno, tem boa altura interna e agilidade no trânsito. Com produção em Jacareí, o subcompacto só carece de volume, pois com sucessivas greves, a fábrica – já com volume baixo – não atende a demanda, que surgiu após o preço chamariz de R$ 25.990.

CHERY-NEW-QQ-21-1 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

Chery QQ 2018 – novidades

O Chery QQ 2018 chega como modelo 2018 e terá três versões: Smile, Look e ACT. De série, o hatch vem na Smile com airbag duplo, vidros dianteiros elétricos, rádio com dois alto-falantes e USB, acabamento em dois tons, cluster digital, computador de bordo, abertura elétrica do porta-malas, ajuste elétrico dos faróis, rodas de aço com calotas, maçanetas e retrovisores pretos e antena no teto.

A direção continua sendo hidráulica, mas os pneus aumentaram de tamanho, passando de 165/60 R14 para 175/65 R14. Com essas e outras alterações, o Chery QQ 2018 ficou mais econômico em relação ao anterior, mas ainda não foram divulgados na tabela do Inmetro. Outros detalhes do veículo permanecem os mesmos, tais como tanque de 35 litros, por exemplo.

Como você pode notar, é uma versão bem simples do Chery QQ 2018. Já a versão Look, acrescenta itens fundamentais, tais como ar-condicionado e direção hidráulica, além de 4 alto-falantes, limpador e desembaçador do vidro traseiro, chave com telecomando e rodas de liga leve aro 14. Por fim, a mais completa opção, a ACT, adiciona luzes diurnas, sensor de estacionamento, retrovisores elétricos e vidros traseiros elétricos.

O que falta para o Chery QQ 2018? Como a conectividade está em alta, o pequeno urbano poderia oferecer uma central multimídia. Ele não tem nem na China. Para isso, a única solução seria uma tela digital em um aparelho 2din, a fim de introduzi-lo no pequeno painel do modelo. Suspensão mais firme, airbags laterais, direção elétrica, recuperação de energia da bateria, melhoria no acabamento e, por ora, é só. Diante das declarações da CAOA-Chery de que o hatch não deverá seguir por muito tempo, fica difícil prever tais mudanças.

Uma solução para ampliar as vendas seria a criação de uma versão aventureira do Chery QQ 2018. Um sugestivo “QQ Cross” adotaria para-choque com protetores pretos proeminentes, protetor central em cor cinza, faróis com máscara negra, saias de rodas revestidas em plástico preto, suspensão recalibrada com pneus mais altos, protetores traseiros extras e cinza no central, bem como lanternas escurecidas e proteções largas nas laterais. Retrovisores e outros detalhes em cinza grafite ajudariam no visual.

Chery QQ 2018 – versões

  • Chery QQ Smile 2018
  • Chery QQ Look 2018
  • Chery QQ ACT 2018

O Chery QQ 2018 era vendido anterior, após a atualização de geração, as versões Loook e ACT, mas a marca chinesa decidiu criar uma opção espartana abaixo, partindo de R$ 25.990. Sem ar, direção ou vidros elétricos, ela tem somente rádio com USB como destaque, pois é totalmente pelada e focada no uso comercial. Como carro de frota, seria interessante. O mesmo vale para a versão Life do Renault Kwid, que cortou o essencial para cumprir a meta de preço….

CHERY-NEW-QQ-18-1 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

Chery QQ 2018 – equipamentos

Chery QQ Smile 2018 – Motor 1.0 12V de até 75 cv e câmbio manual de cinco marchas, mais airbag para motorista e passageiro, cintos de segurança dianteiros e laterais traseiros de três pontos, luzes de condução diurna, freios ABS com EBD, apoios de cabeça dianteiros e traseiros com ajuste de altura, farol com ajuste elétrico de altura, imobilizador do motor, alarme de luzes de portas abertas, brake light, rádio com entrada USB, bancos revestidos em tecido, banco do motorista com ajuste de quatro posições, painel de instrumentos digital, bancos traseiros rebatíveis, rádio AM/FM e USB, dois alto-falantes, rodas de aço com calotas de proteção, para-sol dianteiro com espelho (passageiro), dois porta-copos dianteiros, entre outros.

Chery QQ Look 2018 – Itens acima, mais ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricas, computador de bordo, retrovisores externos com capas em preto, maçanetas externas na cor preta, para-choques dianteiro e traseiro na cor da carroceria e antena de teto.

Chery QQ ACT 2018 – Itens acima, mais rodas de liga-leve de 14 polegadas, vidros elétricos traseiros, retrovisores externos com ajuste elétrico, vidro traseiro com limpador e aquecimento e sistema de som com quatro alto-falantes.

Chery QQ 2018 – preços

  • Chery QQ Smile 2018 – R$ 26.690
  • Chery QQ Look 2018 – R$ 30.690
  • Chery QQ ACT 2018 – R$ 32.290

Os preços do Chery QQ 2018 são bem atraentes e dão ao modelo o merecido título de carro mais barato do Brasil. No entanto, recentemente o modelo recebeu um aumento de valores de cerca de R$ 700, o que tira um pouco do brilho da proposta do compacto. De qualquer forma, a faixa de atuação é um chamariz para novos clientes e pessoas que estão entrando no mercado automotivo.

CHERY-NEW-QQ-38-1 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

Chery QQ 2018 – motor

Com a alteração no motor 1.0 de três cilindros, a potência subiu de 69 cv com gasolina para 74 cv, enquanto com etanol, o rendimento fica em 75 cv, ambos a 6.000 rpm. No caso do torque, este agora é de 9,7 kgfm com gasolina e 10,1 kgfm com etanol, ambos a 4.500 rpm, ostentando assim números semelhantes aos de motores 1.0 de concorrentes do mercado nacional.

O propulsor é da Acteco, divisão de motores e transmissões da Chery. A empresa surgiu a partir do desenvolvimento de engenharia a pedido do fabricante, que foi cumprida pela austríaca AVL, que desenvolveu uma grande gama de motores para o fabricante chinês na virada dos anos 2000.

Conhecido pelo código SQR371VVT, o propulsor do Chery QQ 2018 tem três cilindros, bloco, cabeçote e cárter de alumínio, bem como duplo comando de válvulas variável, sendo a versão mais atual da gama de motores 1.0 da marca. Ele está integrado ao câmbio manual de cinco marchas QR512MH.

Chery QQ 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

Chery QQ 1.0 2018 – 14 segundos e 165 km/h

O Chery QQ 2018 vem com um conjunto motriz já atendendo aos requisitos do mercado brasileiro quanto à cilindrada. O subcompacto da marca chinesa tem números modestos de performance, mas dentro da realidade, já que o motor possui somente 74 cv na gasolina e 75 cv no etanol.

Feito para a cidade, o Chery QQ 2018 é leve e conta com direção hidráulica, que poderia ser elétrica. Seu pequeno tamanho favorece o estacionamento em vagas apertadas, enquanto seu espaço interno surpreende, apesar da ergonomia ruim. O mesmo se pode falar do bagageiro, feito apenas para pequenas compras de casal sem filhos ou solteiros. Para o meio urbano, a proposta é interessante, mas no caso rodoviário, o porte já não é indicado.

CHERY-NEW-QQ-39-1 Chery QQ 2018: motor, preço, detalhes, fotos, novidades

Chery QQ 2018 – consumo

Cidade

Chery QQ 1.0 2018 – 8,9 km/litro no etanol e 12,9 km/litro na gasolina

Estrada

Chery QQ 1.0 2018 – 9,9 km/litro no etanol e 14,4 km/litro na gasolina

Chery QQ 2018 – manutenção e revisão

O Chery QQ 2018 oferece cinco anos de garantia e revisões programadas com preço fixo. As revisões somam R$ 2.572 e são feitas a cada 10.000 km ou 12 meses. O serviço consiste na substituição de filtro de óleo, filtro de combustível, óleo lubrificante 5W40, óleo de transmissão 75W90, filtro de ar, velas de ignição e inspeção de até 37 itens.

O subcompacto também carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do Cesvi Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.0

10.000 km

R$ 239

20.000 km

R$ 484

30.000 km

R$ 434

40.000 km

R$ 420

50.000 km

R$ 353

60.000 km

R$ 642

Chery QQ 2018 – ficha técnica

Motor

1.0

Tipo

Dianteiro transversal, Etanol e Gasolina

Número de cilindros

3 em linha

Cilindrada em cm3

998

Válvulas

12

Taxa de compressão

9,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 74 cv @ 6000 rpm / Etanol: 75 cv @ 6000 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 9,7 kgfm @ 4500 rpm / Etanol: 10,1 kgfm @ 4.500 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 5 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo

Hidráulica

Suspensão

Dianteira

McPherson, barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Aço / Liga Leve aro 14 polegadas

Pneus

175/65 R14

Dimensões

Comprimento total (mm)

3564

Largura sem retrovisores (mm)

1620

Altura (mm)

1527

Distância entre os eixos (mm)

2340

Capacidades

Porta-malas (litros)

160

Tanque (litros)

35

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

ND

Peso em ordem de marcha (kg)

940

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

Chery QQ 2018 – fotos

4.0

  • Eduardo Gregório

    Parece honesto, como está a questão de confiabilidade?

    • Luciano RC

      Melhorou muito… está tbm mais resistente que aquele primeiro lançado. É um bom carro com preço bom.

      • Mario

        Esse valor não deveria ser de promoção, mas sim o preço normal.

        • Tosca16

          É o preço normal, promoção na Chery dura meses … Apenas é forma de marketing.

          • oscar.fr

            Promoção dura tanto quanto os estoques: longos meses.

            • Tosca16

              É o que digo, segundo uma revenda são apenas 500 unidades por esse preço, o que dá pro restante do ano se as vendas não aumentarem, e acho que irão aumentar, vide que pelo que sei o New QQ vai ter marketing até televisivo agora.

              • oscar.fr

                É um carro que poderia estar vendendo mais. Mas com um país cada vez mais afundado nas crises econômico e política, muito carro continuará vendendo menos que “deveria”, enquanto alguns valores seguros, como Corolla, continuarão a vender bem, mesmo que não o justificando, pelo medo da população do que vem aí (evidentemente que pensar que Corolla é investimento é uma grande burrice, mas o brasileiro sempre teve dessas).

                • Tosca16

                  Esse modelo se a Chery tiver marketing e revendas nos principais centros, coisa que não tem hoje, poderia vender facilmente na casa dos 150 carros mês.

                  • oscar.fr

                    E ainda seria pouco. O carro, evidentemente, não é bom. Mas também não chega a ser ruim e não concorre com coisas muito melhores. Se a Fiat consegue emplacar Mobi, a Cherry deveria conseguir vender seu QQ.

    • Danillo Barros

      Tenho um como segundo carro, fora a bateria de escola de samba que é de série, é um divertido city car.

      • Tosca16

        Versão atual ? New QQ ?

        • Danillo Barros

          O primeiro mesmo.

          • Tosca16

            Do atual batedeira não terás, até melhor montado que muito Ford por aí…

            • Danillo Barros

              Que bom, será que é ágil como o primeiro? O meu QQ humilha qualquer 1.0 não turbinado… Até porque ele é 1.1 e muuuuuuuito leve.

              • Tosca16

                Exageros a parte o mesmo ainda bem, agora com 75cv deve ser um foguetinho.

  • Diego Lip

    Esse já não é nacional? Será que vale a pena? Queria ver no teste de colisão do Latin NCap.

    • Edson Fernandes

      É fabricado no Brasil sim. Tanto que o motor inclusive foi flexibilizado.

      • Diego Lip

        É que é de estranhar o baixo preço.

        • Tosca16

          Marca nova, tem que correr atrás do prejuízo, precisa aumentar as vendas para crescer no mercado e nutrir as concessionárias que estão na crise, tudo compreensível. Se tivesse vendendo 2 mil carros por mês aí sim, era de se duvidar, mas vendendo quando muito 40 por mês não é nada de absurdo ver queda nos preços.

        • Edson Fernandes

          Precisam deixar o preço baixo para tentar ganhar mercado. Mas precisam tbm aumentar o numero de revendas e assistencias.

    • Fedido

      Here you go. A diferença é que no teste ele não tem os bags

      https://www.youtube.com/watch?v=K9ZHbZUQw28

      • Vix… nenhuma estrela! Mas também, o volante vem no peito!

      • Wagner Lopes

        Desconsiderando a falta de itens básicos como air bags, a resistência da carroceira me pareceu semelhante ao que vemos em classic, celta e ka com grande deformação e o painel/volante avançando sobre o motorista. Me parece que celta e classic são ainda piores que este carro. Precisa de melhorias estruturais. Sendo assim, pra mim, nem de graça!

        • Tosca16

          A Chery questionou a nota na época e afirmou que o nosso New QQ tiraria tranquilamente 3 estrelas, além disso ela fez um questionamento sobre o não uso do Isofix mesmo num modelo que disponibilizava, e a resposta do Latin NVAP foi no mínimo estranha, de alegar que não se tinha orientações de como utilizar e cadeiras recomendas pelo fabricante.

          • Wagner Lopes

            Pois é Tosca, os equipamentos o fabricante instala sem problemas dependendo do mercado vendido, agora, a rigidez estrutural da carroceria aí já é bem mais complicado de se mexer e sabemos que segue o mesmo padrão na maioria dos mercados. No teste do LatinNcap a carroceria não se saiu bem. Porém está no mesmo nível de nossas carroças como celta, classic e ka (antigo).

            • Tosca16

              Se analisar o vídeo do New QQ com outros carros que tiraram também 0 estrelas verás que a carroceria do New QQ se saiu razoavelmente bem, e a Chery foi categórica em dizer que facilmente na época alcançariam 3 estrelas com o modelo comercializado no Brasil. E não é incomum carros que deveriam ser iguais se saírem totalmente diferente nos testes de impacto, não duvido que o modelo aqui comercializado, sobretudo o feito em Jacareí tenha mais rigidez e segurança. Mas aí é só testando mesmo !

      • carnero

        Esse carro testado não é o Brasileiro

        Vem da China importado para o Peru

  • Luccas Villela

    Até o QQ antigo costuma ser elogiado pelos seus antigos donos (exceto suspensão, mole demais), esse parece bem interessante e beeeem melhor que o Mobi por exemplo, espero que o preço das versões Look e ACT se mantenham. As vendas tinhas que aumentar, mas a Chery não investe em propaganda. Como será o consumo nessa versão flex? Sempre achei aquele 11,9 com gasolina na cidade pouco demais, aposto que o carro faz mais.

    • Luciano RC

      A Chery precisa de um departamento de marketing bem agressivo. Está falhando nisso e perdendo tempo.

    • Vinícius Lima

      Pra investir em propaganda precisa ter onde comprar o produto, a unica concessionaria aqui do ABC que eu conhecia fechou… assim fica dificil sem representação num polo industrial como o ABC paulista.

      • Luccas Villela

        Concordo. No Rio (capital) só tem UMA concessionária. A que tinha aberto no Recreio durou menos de um ano… Fica dificil vender. Aqui em SP (capital) tem 5, de acordo com o site.

  • Vattt

    Pra quê comprar carro ser ar condicionado????? Conforto e “segurança” foi pro brejo. Além de andar no calor, pra revender depois que vai ser difícil. Vai virar mico!
    A Chery bem que apareceu forte no início, mas na crise, sumiu!!!

    • O lado bom da coisa é que você perde no máximo 26 mil reais… kkkk

      • Vattt

        Puuuuuuutz!!! Que maldade, kkkkkkkkkkk.

        Fui até olhar pelo webmotors a faixa de preço do QQ, a versão de 29.900 já vem com o Ar condicionado se tornando a mais coerente! Mas eu não sou referência pq não acho nenhum carro 0km barato!!!!

        • Tosca16

          Acho que a ideia foi mais chamar a atenção do consumidor e boa parte irá por pouco mais na versão Look, e esta Smile ficará mais com frotistas e vendas diretas.

          • Edson Fernandes

            Ouso dizer que no futuro essas versões de topo ficam proximo ao preço da versão de entrada. Nesse momento estão abrindo opções mas obviamente focada nas versões intermediarias e de topo. E a curiosidade maior é que o QQ consegue ser mais completo comparando as versões de entrada de Mobi e Up.

            • Tosca16

              O “pelado” vem com rádio AM, FM com USB e vidros elétricos dianteiros .

              • Edson Fernandes

                E direção. Qual mobi ou up tem isso na versão de entrada?

                • Tosca16

                  O pelado não tem direção, mas o Look tem direção, rádio com USB, vidros elétricos dianteiros e até roda de liga leve isso custando R$ 29.990,00 !

        • Não sei como anda o QQ hoje. Alguns canais de mídia criticaram demais o primeiro na época do lançamento. Assisti um vídeo do “Vruumm” uma vez em que o jornalista começa dizendo da surpresa dele ao ver o hodômetro do carro em 800 km, pois se tivesse 800 mil ele acreditaria, tamanha era a “bateção” dentro do carro.
          Eu pessoalmente não o conheço como condutor ou passageiro. Mas confesso que me surpreende a quantidade daqueles primeiros que ainda vejo rodando em bom estado aqui pelas ruas de Goiânia. Não deve ser tão ruim assim.

          • Luccas Villela

            Também acho que não deva ser tao ruim. O atual parece bem bacana, já vi um video no youtube comparando com o Mobi, achei bem interessante.

            • Em termos de preço, então… dá pra levar um por cerca de 60% do preço de um Mobi.

    • Tosca16

      É uma versão com foco mais em frotistas e não teve nenhum aumento de preços, apenas uma versão mais barata como mais uma opção ao consumidor.

    • Rafael Rodrigo

      Mobi parte de quase 34k sem nada, e com motor fire antigo ainda, o QQ pelo menos e barato…

      • Tosca16

        R$ 33.030,00 aferido ontem por mim.

        • Vattt

          Pois é, no site da Fiat está por esse valor, mas encontrei a versão com ar por 29900 na webM. Estratégia pra quem pode, como a Fiat. Todo mundo que vai comprar um carro 0km de entrada começa pela Fiat, dai o preço de tabela é alto, mas o praticado é baixo.

          • Tosca16

            Leva a versão Look do New QQ com rodas de liga, ar, direção, vidros elétricos dianteiros e limpador e desembaçador do vidro traseiro a esse preço.

            • Edson Fernandes

              Será que na negociação o QQ não se aproxima da versão de entrada em preço? (falo da versão de topo do mesmo)

              • Tosca16

                Creio que esse será o preço mais barato, e como poucos compram à vista será mais fácil por pouco mais na parcela ir numa versão mais completa. É mais pra chamar o consumidor esse preço de 26 mil reais.

                • Edson Fernandes

                  Eu tbm acho isso, mas acredito que esse topo de linha seja bem possivel comprar com uns R$28000 tranquilamente. Ninguem está vendendo sem descontos hoje em dia.

                  • Tosca16

                    Só que a Chery vai lançar como preço promocional, desconto encima de promoção acho difícil, mas não impossível rsrsrs.

                  • Tosca16

                    Saiu os preços no site, confirma-se o Smile em R$25.990,00, Look em R$ 29.990,00 e ACT menos do esperado anteriormente que era R$ 32.500,00; vai sair por R$ 31.490,00.

                    • Edson Fernandes

                      Falei pra ti… esse carro será encontrado por R$29990 tranquilamente…rs (a versao de topo)

                    • Tosca16

                      R$ 31.490,00 a ACT, mas R$ 29.990,00 na Look é um baita negócio.

        • Rafael Rodrigo

          Engraçado, de acordo com um site de segredos autos, pelo menos a versão 2018 parece que vai encarecer… R$ 33,700.00. E perdendo as versões ON!

      • Vattt

        No site da Fiat, um Mobi com Ar, parte de 37 mil, mas nos classificados tem por 33 mil com o ar também. Acho que ele botam um “preção”, mas na venda o valor é outro, estratégia de ostentação.

        • Tosca16

          2017/2017 ?

      • Junoba

        Lembrando que o QQ é 3 cilindros.

        • Tosca16

          Se fosse 33 mil no Firefly até relevaria os que iriam no pelado da Fiat, mas no Fire não tem lógica alguma.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Vi umas avaliações no YT e parece ser um carrinho bom – ao menos na média dos concorrentes de marcas tradicionais. Porém falta um rede de assistência mais abrangente, pois é complicado precisar viajar mais do que 100km para efetuar um simples revisão. Além disto a Chery precisa mudar a postura de não ceder carros para avaliação de imprensa.

    • Tosca16

      Ele cede sim, nenhum veículo da imprensa reclamou disso…

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Mas é estranho, pois só encontro avaliações independentes. Este blog, por exemplo, nunca avaliou este carro – apenas o antigo.

        • Tosca16

          Porque não tiveram interesse, a Chery não nega veículos a imprensa, tem uma frota pequena porque a demanda é pequena também.

          • Fernando Bento Chaves Santana

            Mas por que praticamente nenhum blog, revista ou portal especializado não se interessaria em testar o modelo? Seria interessante que os editores do NA se manifestassem.

            • ricmoriah

              respondi acima, amigo.

          • ricmoriah

            Não se trata de falta de interesse como você diz. A Chery já emprestou carros outras vezes para o NA, que os foi retirar em Salto/SP. Foi feito um pedido para o Celer em 2015, até hoje não respondido. Se houvesse resposta nos contatos, avaliaríamos. O NA também não é chamado para eventos da Chery.

            • Tosca16

              É um problema de comunicação da empresa, ela é solícita sempre, muitos canais minúsculos que não é o caso do NA avaliaram carros, deve ter sido pontual.

  • Louis

    Carrinho bem simpático e preço bacana, só fico um pouco receoso com a disponibilidade de peças para manutenção, pois já ouvi que são difíceis de encontrar.

    • automotivo

      Trabalho com autopeças há 30 anos, e durante esses tempo todo desde que apareceu as peças chinesas, as verdadeiramente Chinesas, pouca coisa mudou, elas ainda enferrujar nas prateleiras, o plástico resseca rápido, um número muito alto de peças com defeito de fábrica, etc,etc. E esse QQ, com q peças são montadas?

      Em suma não compraria ainda, um ”legítimo” chinês, podem atirar pedras, seria mais negócios um Mobi da vida (que também não compraria ).

      • Tosca16

        Bateria Moura, Pneus Pirelli, sistema de injeção Bosch ou Delphi ( não me recordo especialmente deste modelo, acho que é Bosch) …. Tem amortecedores Cofap pra QQ no mercado de reposição, e outras peças … É um nacional sem tirar nem pôr.

        • automotivo

          Então ele é 100% nacional? Com todas as peças essas ai na fabricação? Como você tem essa certeza? Estou curioso. Pode ser muito útil.

          • Tosca16

            Não existe nada 100% nacional, primeiro que não temos indústrias genuinamente brasileiras e uma ou outra peça é importada, especialmente sistemas mais complexos como os de injeção; agora as principais peças, de manutenção mais corriqueira já são de fornecedores nacionais e a tendência é aumentar o leque de fornecedores locais, aumentado o índice de nacionalização do modelo. E toda semana nos grupos é encontrado uma ou outra peça nova no mercado de reposição, para quem tem QQ 2011/2012 até para os mais atuais já se acham peças de fornecedores conhecidos no mercado. Outra que sites de peças tem peças para este modelo, a maioria de origem chinesa.

        • automotivo

          Sei…terminais, pivôs da viemar, Nakata ou trw, caixa de direção Dhb ou trw.material do motor da mahle?

  • Tosca16

    O pessoal reclama da versão Smile, como se tivesse capado as demais versões e aumentado os preços; pelo contrário, é uma versão mais barata e as demais continuam com boa relação custo-benefício. Bem capaz de duas versões do New QQ estarem entre as mais baratas do mercado, ontem mesmo entrei no site da Fiat e o Mobi 2017 começa em R$ 33.030,00 com aquele motor antiquado Fire 1.0. Outra que as versões Look agora contarão com rodas de liga-leve, antes só presente na ACT, e agora contam com limpador e desembaçador traseiro e som com 4 alto-falantes.

    • Carroças S&A

      Tosca esse QQ look que já era completinho com ar direcao computador de bordo vidros travas abertura interna do tanque etc… agora adicionando as desejadas rodas de liga e lavador desembaçador ficou filé em! Só acho que a chery vacilou na nova versão de entrada pois deveriam ter retirado até o rádio e os vidros elétricos e pelo menos ter mantido o ar condicionado e com algum esforço manter um preço de ao menos 26900. Aí sim ia balançar na escolha de muitos indecisos.

      • Tosca16

        Creio que é uma versão para frotistas e de quebra que possa ter um resultado muito bom no Conpet, não é atoa que as empresas tiram ar e direção; até o Mobi Fire melhorou ao ser testado sem tais equipamentos.

  • As chinesas tem que focar nisso mesmo: carros pelados, porém “baratos”, se compararmos com o que virou o preço dos populares da GM/VW/Ford/Fiat, etc…
    O certo seria oferecer uma garantia grande, para o cliente perder o medo de comprá-los.

    • Tosca16

      Ví ontem no site da Fiat, por mais que estejam vendendo a menos do preço de tabela mas o Mobi 2017 começa em R$ 33.030,00. Dá pra comprar se for ver praticamente as 3 versões do New QQ a esse preço !

  • Tosca16

    Segundo uma revenda; “Chery QQ Flex, nas versões Look – R$ 29.990 e na Versão ACT – R$ 32.500.” Portanto todas mais baratas que o Mobi 2017 !

    • Rafael Rodrigo

      Sem contar que o Mobi de entrada não tem NADA! A versão ACT já tem o Kit dignidade…

      • Tosca16

        Errado, a Look já vem com esse kit kkkkk

      • Tosca16

        E o pelado da Chery ainda tem rádio AM e FM com USB, e vidros elétricos dianteiros.

  • Duh

    Tá interessante, vale bem mais a pena que o Pobi e o Down.

    • Rafael Rodrigo

      Exato! Se e pra ser pelado que seja barato!

      • Tosca16

        O completo é mais barato que o pelado da concorrência, e o pelado ainda mais.

        • Rafael Rodrigo

          Pois eh, não entendo como não emplaca… Se precisasse de um carro barato pra trabalhar o QQ seria uma ótima opção!

          • Edson Fernandes

            Porque qdo se enxerga o mercado a marca ainda segue sem confiança pela falta de assistencia.

            E outra, como encorajar a compra de um produto estando distante de assistencia? Sem contar a falta de cencessionarios em diversas cidades satelite e muitas que fecharam…. fica dificil o consumidor ter confiança para emplacar.

            Eu mesmo tenho mto interesse num que a Chery abriu mão: Celer CVT. Esse seria um que eu ficaria mto interessado se o preço fosse bom. Mas… ela desistiu.

            • Louis

              Eu tenho mais medo de falta de peças do que falta de concessionário. Se tiver distribuição de peças, qualquer mecânico arruma. A Chery tem que focar nisso, com o comércio eletrônico, não é difícil disponibilizar peças para o Brasil inteiro.

              • Verdade comercio eletrônico seria uma solução excelente!

              • Edson Fernandes

                Mas se vc não tem concessionario, muito menos peças fora dela terá. Por isso eu falo: A rede principal é para garnatir que vc tenha peças qdo não encontra em outros locais.

                Mas e quando não se tem elas? O que faz? Vai importar uma peça da China, feita para aquele mercado? O carro vai ficar te dando dor de cabeça em muito pouco tempo.

                • Tosca16

                  Já se acha peças de reposição paralelas de fabricação nacional para QQ’s desde 2012 de fabricação, um exemplo crônico que hoje foi resolvido era com os amortecedores, por mais que muitos comprem chineses já tem de marcas como Cofap no mercado.

                • Louis

                  Com o comércio online a todo vapor, não seria difícil a Chery criar uma página na internet para vender peças de reposição. Só precisa ter um pouco de vontade.

                  • Edson Fernandes

                    Poderiam mesmo. Com isso daria bem certo.

              • invalid_pilot

                Deviam vender o carro pela internet também, porém existem leis protecionistas ao intermediário (css)

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Só teria trocado os vidros elétricos pelo ar condicionado. Assim todos viriam pelo menos com ar condicionado desde a versão de entrada

    • Louis

      Também faço muito mais questão do ar que do vidro elétrico.

      • invalid_pilot

        Ar condicionado é indispensável em qualquer cidade grande, não tem condições de andar sem.

        • Tosca16

          Não tem condições de andar é se não tivesse motor kkkk, se fosse assim metade dos carros ou mais não estaria rodando, tem muitos sem ar e até carros de “bacana” rodando com os vidros abertos aí, reflexo da crise kkkk

          • radioactive

            Geração HB20, mal acostumada… Nunca teve que andar em Mille que até o esguicho de água do parabrisa era manual.

            O preço do carro tá justo, mas o pessoal tem que fazer mimimi sempre.

          • rgrigio

            Pois é… Já cansei de ver os “bacanas” com seus carrões e vidros abertos em um sol/calor de rachar o chão… Nessas horas prefiro meu “milzim” com o A/C no máx hehehe

  • automotivo

    ”Smile” na hora de comprar …

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Quando o NA submeterá o New QQ a uma avaliação? Ainda que o fabricante careça de uma boa rede de distribuidores ele oferece um produto com bom potencial em face aos concorrentes e, diferente do que observamos nos últimos anos, por preços interessantes.

    • invalid_pilot

      Até onde sei, a Chery por algum motivo, até agora não disponibiliza carro de imprensa.

  • Antonio Carneiro

    “Me veja dois”

  • ViniCarvalho77

    25.990 (Smile), 27.990 (Look) e 29.990 o ACT. Chamaria muita atenção e roubaria algumas unidades de Mobi, up e cia. ltda. O Smile está 9 mil mais barato que o Mobi Easy e, sinceramente, está honesto demais esse valor, mesmo que carro flex para a região sul do país não valha pra absolutamente nada!

    • rgrigio

      No Paraná valia em vários lugares. Hoje só próximo aos pontos sucro-alcooleiros. Ainda abateço com etanol, mesmo sabendo que a razão aqui está em 0.73 (alcool/gas). Meu 1.0 não sai do lugar com gasolina…

  • Esquilo Tranquilo

    Prevejo o slogan do comercial: “O carrinho feliz com a versão Smile”

    • zekinha71

      Claro se existir um comercial.

    • Tosca16

      “Você sorrindo de carro zero ;)” o slogan que irão utilizar.

    • automotivo

      Quem deveria ficar feliz seria o comprador!

  • Victor Hugo

    Eu compraria se tivesse o mínimo de segurança. 3 Estrelas seria o mínimo.

    • Tosca16

      A Chery questionou o Latin NCAP e declarou à época que tiraria tal nota, e hoje com os testes mais rígidos se este modelo tirar as 3 estrelas estará de muito bom tamanho.

  • Marcio Mendes

    Com isso, o QQ volta a ser o carro mais barato do Brasil. Um trunfo que pode ser bem explorado como marketing. Basta a Chery se mexer…

    • Tosca16

      Já era, por tabela o mais barato do mercado.

  • Elfo Safadão.

    Pra quem precisa de um veículo urbano compacto, já dá pro gasto.

  • marcosCAR

    A Chery começou a acertar as coisas… E claro que tudo teria que iniciar pela redução de preços… Vamos aguardar o marketing para divulgar o carro mais barato do Brasil.

  • zekinha71

    Pena que só vamos saber que esse carro existe aqui, e alguns outros sites.

    • Tosca16

      A Chery vai por comerciais do New QQ pelo que fiquei sabendo.

  • Josué

    É tentador,só falta a coragem.

  • Diogo Augusto

    O QQ é um dos melhores, ou, ”menos ruins” City cars do mercado, a Lista de equipamentos é boa, o motor é bom (PRA UM CARRO DO PORTE DELE), e o preço é convidativo… O Problema fica com, Design, Segurança e o fato de ser Chinês que acaba fazendo que ele seja difícil de revender e a manutenção ”complicada”

  • Thiago C

    Ate os chineses resolveram vender carro pelado agora.

    • Tosca16

      E completos mais baratos que os pelados da concorrência, e isso vc’s não falam.

  • Eduardo Jorge R. A. Silva

    Sem ar vai virar mico, por 29000 com ar se torna outra criatura e não custava colocar controle de tração no modelo top

    • Tosca16

      Controle de tração num modelo de R$ 32.500,00 ? Repito, compre um Mobi pelado de R$ 33.030,00 e seja feliz.

      • Eduardo Jorge R. A. Silva

        Controle de tração e estabilidade são apenas programações envolvendo ECU e ABS, quanto muito acelerômetros, o hardware já está lá, não é nenhum bicho de sete cabeças. Os teste nCap não se baseiam apenas nos resultados físicos mas atribuem pontos para itens de segurança. Se vc quer se destacar num mercado maduro seja diferente, seja o primeiro, essa é a lei número um do marketing.

        • Tosca16

          Cara quando o mercado oferecer é claro que as marcas chinesas irão oferecer também, entretanto no modelo mais barato do mercado é que não vou ver tais equipamentos pelo menos a curto prazo.

      • invalid_pilot

        A moda agora é medo de capotar, do que adianta eletrônica se nego sem noção nenhuma faz m…

        • Tosca16

          Eletrônica é importante, mas tem muitos outros aspectos que deveriam ser levados em consideração, e concordo que a peça entre o banco e volante também é fundamental.

  • Ygor Soares

    Por R$ 19.900 eu comprava sem pensar 2x para ser o segundo carro!

    • Ducar Carros

      Para valer a pena arriscar, o QQ devia ser pelo menos 30% mais barato que o Mobi (que também é caro para o que é). O QQ por esse preço não vale a pena (o Mobi pelado também não), é melhor comprar um carro melhorzinho seminovo.

      • Ygor Soares

        Por isso falei que por R$ 19.000,00 eu comprava ele

  • Bruno@BRN.CS

    Pensei que nunca mais veria um 0Km por menos de 30 mil.

    • Tosca16

      Verá duas versões, essa pelada e uma bem completinha do New QQ por R$ 29.990,00 que terá até rodas de liga-leve por exemplo; não tem do que reclamarem, sendo que o Mobi Fire pelado tá por R$ 33.030,00 aferido no site da FIAT.

  • Sonhos_versos Felicidade

    Chery Brasil..comendo a sopa quente pelas beiradas..

  • Renata Tavares De Lima

    E um carro maravilhoso tenho o meu desde de 2012 e nunca fique na mão adoro meu carro muito econômico…

  • Ibrahim Shehata

    Parece carrinho de brinquedo, acho que eu com meu tamanho não vou conseguir entrar em um desses…….

    • Tosca16

      diz aí Golias, vc tem 2 metros e quanto ?

  • 1945_DE

    Colocaram um boquinha no para-choque. Ficou bem Smile mesmo. Mas na minha garagem não entra.

    • Tosca16

      O conceito é esse mesmo, um carro “feliz” e urbano.

  • Leandro Santos

    pelo menos vem com volante…

    • Tosca16

      Já tem vidros elétricos dianteiros e rádio, coisa que nas versões básicas do Mobi e afins vem só o local para colocação dos mesmos.

  • Bikudin

    Tava demorando pra entrar no ritimo do Brasil sil sil, o de carros pelados

  • JAntonio

    Daqueles carros que não se sabe qual é o nome do fabricante, só tem uma logomarca que, se voce não é um expert, jamais saberá, também, em toda a matéira não é citado o nome/marca, algum motivo…?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend