Qual sabão usar para lavar carros?

Qual sabão usar para lavar carros?

Na hora de lavar o carro, o que você usa? Saiba que nem todos os produtos saponáceos que existem no mercado de fato são adequados para a limpeza de um automóvel.


Geralmente, muitas pessoas utilizam detergente de lavar louça e até sabão em pó, usado naturalmente para lavar roupas. Mas esses produtos não são ideais para essa tarefa. Então, qual sabão usar para lavar carros?

Os mais indicados são os produtos específicos no mercado para a limpeza de automóveis, vendidos em lojas autopeças ou supermercados. Você ainda pode encontrar aqueles kits com produtos para lavagem de veículos, mas que geralmente vem junto com outros produtos.

Esses kits são bem populares e o mais básico deles já vem com shampoo específico para lavagem automotiva.

Qual sabão usar para lavar carros?

Qual sabão usar para lavar carros?

Mesmo não sendo neutro na cor, o produto é indicado para latarias de veículos e pinturas automotivas. Nesse kit básico vem ainda limpa pneus, esponja, silicone, flanela e cera para dar brilho na pintura.

Já os pacotes mais completos e mais caros apresentam uma gama variada de produtos e incluem desde aditivo para radiador até estopa para tirar manchas de pintura com um polimento mais dedicado. Porém, a substância para lavagem é a mesma.

Mas alguns produtos apresentam cera líquida misturada com o shampoo e outros prometem dar mais brilho sem a necessidade de encerar, poupando assim muito tempo de lavagem.

O mercado possui muitos tipos de sabão específicos para isso, mas essencialmente todo aquele recomendado para carros fará um trabalho melhor do que usar detergente, mesmo o neutro, ou sabão em pó.

Estes produtos são muito agressivos para a cera protetora que está na lataria. Por isso, o ideal é usar somente sabões próprios para a lavagem de veículos, comercializados no mercado com esse objetivo, evitando as soluções caseiras. 

O que não pode usar?

Qual sabão usar para lavar carros?

Ainda assim, caso não haja um produto específico para lavagem automotiva, uma alternativa é usar pelo menos um sabão neutro, que não atingirá agressivamente a pintura, provocando manchas.

Isso é o que acontece com a aplicação de substâncias químicas feitas para outros usos, como é o caso do limpa vidros doméstico, que nunca pode ser usado no para-brisa do veículo, por exemplo.

Também não se pode usar sabão em pedra derretido na água para lavagem do carro, assim como produtos de limpeza doméstica, como sabões para limpar o chão ou para outros tipos de limpeza. A carroceria do automóvel é uma superfície bem sensível e qualquer produto que tiver materiais reagentes muito fortes, acabará estragando essa parte tão delicada do carro.

Assim, o melhor é evitar usar produtos que não sejam específicos para o segmento automotivo, sob pena de acabar com o brilho da pintura, provocar riscos e retirar a capa protetora da superfície da carroceria.

Isso aumenta as chances de danos provisórios e até permanentes no veículo.

Veja também: Como lavar o motor do carro?

Como não lavar um carro

Qual sabão usar para lavar carros?

Lavar um carro requer alguns cuidados e aqui vão algumas dicas do que não se pode fazer nesse caso. Se você vai lavar em casa, como já falado extensivamente acima, nunca use produtos que não sejam específicos para lavagem automotiva.

Isso inclui especialmente sabão em pó, querosene e detergentes, que acabam com a pintura.

Quando aplicar o sabão, não esfregue com espuma comum. Tem muita gente que usa um dos lados da esponja de lavar louça e até pedaços de colchão! Esses materiais simplesmente riscam e danificam a pintura.

Se esfregar muito, você vai provocar manchas irretocáveis. Também, quando estiver lavando o carro, evite o uso de apenas um balde. Isso não significará economia de água, mas danos à pintura do carro, pois a cada mergulho no recipiente, mais sujeira do veículo será misturada com a água, virando uma verdadeira lambança de detritos que danificarão a superfície do carro.

Bom, acabou de ensaboar, agora é hora de jogar água. Nunca faça isso se estiver sob o sol forte. Quando você menos esperar, as manchas de sabão estarão por toda a parte, visto que a alta temperatura da carroceria, aliada aos raios do sol, formará manchas esbranquiçadas de sabão seco. Não adianta jogar água que não sairá.

Outra dica é não passar o sabão em todo o carro de uma vez, pois isso facilita a ação do sol e da temperatura ambiente. Faça uma área do carro de cada vez, aproveitando para dar aquela caprichada na limpeza.

Mas ainda tem mais. Para secar, muita gente usa diversos tipos de panos inapropriados para secagem automotiva, especialmente panos de chão, tolhas, camisas e sabe-se lá o que mais. Os materiais e fibras dessas roupas simplesmente riscam a pintura.

Na lavagem, não se deve limpar as rodas junto com a carroceria, pois a sujeira do material rodante irá se misturar ao sabão da parte superior e virará outra lambança com riscos na pintura.

E os vidros? Se você acha uma boa ideia usar o limpa-vidros doméstico, esqueça! Ele contém amônia e isso prejudica o para-brisa e demais vidros do carro.

Porém, se tudo isso for trabalhoso e optar por uma lavagem comercial, não use lava rápidos automáticos, como aqueles de postos de combustíveis. Aqueles rolos não possuem uma limpeza correta e suas cerdas simplesmente vão riscar e até danificar partes do carro diante da força empregada em seu uso.

Qual sabão usar para lavar carros?

Como se deve lavar um carro

Mas e então, como fazer o certo na hora de lavar o carro? Antes de começar, procure um local coberto ou sombreado. Evite a maior parte do dia, preferindo fazê-lo de manhã cedo ou ao entardecer, caso também não tenha uma cobertura ou sombra.

Se vai usar a máquina de jato d’água, sem problemas. Aproveite para molhar o carro primeiro, o que vai facilitar a retirada da sujeira mais grossa. Se for usar balde, use dois, sendo um para limpeza com sabão e outro para enxaguar.

Use sabão específico para limpeza automotiva e, para esfregar suavemente, use uma luva de lavagem, própria para esse serviço. Ela possui fibras que não agridem a superfície da carroceria, limpando e ao mesmo tempo preservando a pintura.

Passe o sabão e esfregue o carro por partes, sempre começando pelo teto e depois capô, traseira e laterais. Em cada um, lave bem. Após tudo isso, chegou a hora de limpar as rodas, certo? Errado.

A lavagem deve começar exatamente pelas rodas, pois a sujeira pode respingar sobre parte das carroceria já limpa, se for feita no final. Para isso, use uma luva exclusiva, lavando depois de forma individual cada roda.

Finalmente, para a secagem da carroceria, utilize panos de microfibra, silicone ou algodão, que são indicados para a lavagem automotiva, por não produzirem riscos na pintura.

Use panos absorventes, que vem em alguns kits mais completos, ajudando a retirar a água mais rapidamente. Nos vidros, lave da mesma forma que a carroceria e seque. No para-brisa, pode-se usar aditivos autolimpantes no compartimento da água para melhor transparência e remoção de sujeira.

Mas, se mesmo assim, lavar o carro em casa dá trabalho, então o recomendável é ir aos lava-rápidos que não utilizam sistemas automáticos, sendo o serviço todo feito manualmente.

Dê preferência aos que lavam da forma tradicional, pois aqueles que optam pela limpeza a seco podem produzir riscos na hora de passar o pano para limpeza.

Por fim, o jato de vapor deve ser usado com cautela, pois o calor altera a estrutura da tinta do carro e a torna frágil diante de riscos que antes seriam evitados.

E você, como costuma fazer a limpeza de seu carro? Conte pra gente nos comentários!

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.