Manutenção Matérias NA Mercado

Quando trocar o óleo do carro?

Quando trocar o óleo do carro?

O óleo lubrificante é um item de fundamental importância dentro do automóvel, pois é ele que mantém o bom funcionamento do motor, permitindo que as partes móveis possam atuar livremente na transmissão de força da combustão para as rodas. Inclusive é muito bom saber escolher o óleo correto para o seu motor. Mas, quando trocar o óleo do carro?


O óleo do motor tem uma vida útil pré-determinada, seja ele de origem mineral, semi-sintético ou sintético. Quando dentro do motor, ele ajuda a reduzir o atrito entre as partes móveis, retirando resíduos desse movimento, assim como outras impurezas e ajudando a manter a temperatura de funcionamento do propulsor.

Então, é vital que haja uma frequência na substituição do lubrificante, que precisa ser trocado junto com o filtro, importante para reter parte dessas impurezas, já que as partes mais pesadas acabarão sendo depositadas no fundo do cárter, onde o óleo fica armazenado e de onde é drenado.

Quando trocar o óleo do carro?

Quando trocar o óleo do carro?


Todos os fabricantes recomendam a troca do óleo em determinados períodos, variando de acordo com o tipo de motor, modelo ou marca. Nos carros mais antigos, quando não se se sabe quando foi trocado, o melhor é fazer a substituição e depois verificar o nível e o consumo de óleo no período. Geralmente os mais cuidadosos trocam a cada 5.000 km.

No caso de carros novos, a média de intervalo entre as trocas é de 10.000 km ou 12 meses de uso, o que vier primeiro. Mas existem exceções. Marcas como Fiat, Jeep e Renault indicam a troca para motores diesel a cada 20.000 km, mas alguns modelos, como a Ducato, precisam de substituição a cada 15.000 km.

Motores de desempenho diferente do comum também podem ter alteração na periodicidade, como no caso do Sandero RS, com intervalos de 8.000 km. Confira os períodos de troca de óleo das principais marcas e modelos.

Tabela com as trocas de óleo de algumas marcas e modelos:

MarcaModeloPeríodo de troca a cada:
ChevroletOnix/Prisma 1.0/1.410.000 km ou 12 meses
ChevroletCobalt/Spin 1.4/1.810.000 km ou 12 meses
ChevroletCruze/Cruze Sport6 1.4 Turbo10.000 km ou 12 meses
ChevroletEquinox 2.0 Turbo10.000 km ou 12 meses
ChevroletTracker 1.4 Turbo10.000 km ou 12 meses
ChevroletS10/Trailblazer 2.5/2.8/3.610.000 km ou 12 meses
ChevroletCamaro 6.210.000 km ou 12 meses
ChevroletMontana  1.410.000 km ou 12 meses
VolkswagenGol/Voyage 1.0/1.610.000 km ou 12 meses
VolkswagenPolo/Virtus 1.0/1.6/1.0 TSI10.000 km ou 12 meses
VolkswagenFox 1.610.000 km ou 12 meses
VolkswagenSaveiro 1.610.000 km ou 12 meses
VolkswagenGolf/Golf Variant 1.0 TSI/1.4 TSI/2.0 TSI10.000 km ou 12 meses
VolkswagenJetta 1.4 TSI10.000 km ou 12 meses
VolkswagenPassat 2.0 TSI10.000 km ou 12 meses
VolkswagenTiguan 1.4 TSI/2.0 TSI10.000 km ou 12 meses
VolkswagenAmarok 2.0 diesel10.000 km ou 12 meses
FiatMobi 1.010.000 km ou 12 meses
FiatUno 1.010.000 km ou 12 meses
FiatArgo/Cronos 1.0/1.3/1.810.000 km ou 12 meses
FiatDoblo 1.4/1.810.000 km ou 12 meses
FiatWeekend 1.4/1.810.000 km ou 12 meses
FiatFiorino 1.410.000 km ou 12 meses
FiatStrada 1.4/1.810.000 km ou 12 meses
FiatDucato 2.3 diesel15.000 km ou 12 meses
FiatToro 1.8/2.410.000 km ou 12 meses
FiatToro 2.0 diesel20.000 km ou 12 meses
FordKa/Ka Sedan 1.0/1.510.000 km ou 12 meses
FordNew Fiesta 1.610.000 km ou 12 meses
FordFocus/Focus Fastback 1.6/2.010.000 km ou 12 meses
FordFusion/Fusion 2.5/2.0 Turbo/2.0 Hybrid10.000 km ou 12 meses
FordRanger 2.5/2.2/3.2 diesel10.000 km ou 12 meses
FordEdge 3.510.000 km ou 12 meses
FordEcoSport 1.5/2.010.000 km ou 12 meses
FordMustang 5.010.000 km ou 12 meses
JeepRenegade 1.810.000 km ou 12 meses
JeepRenegade 2.0 diesel20.000 km ou 12 meses
JeepCompass 2.010.000 km ou 12 meses
JeepCompass 2.0 diesel20.000 km ou 12 meses
JeepCherokee 3.210.000 km ou 12 meses
JeepGrand Cherokee 3.610.000 km ou 12 meses
JeepGrand Cherokee 3.0 diesel20.000 km ou 12 meses
JeepWrangler 3.610.000 km ou 12 meses
HondaFit/City/WR-V 1.510.000 km ou 12 meses
HondaHR-V 1.810.000 km ou 12 meses
HondaCivic 2.0/1.5 Turbo10.000 km ou 12 meses
HondaCivic Coupe 1.5 Turbo10.000 km ou 12 meses
HondaCR-V 1.5 Turbo10.000 km ou 12 meses
HondaAccord 2.0 Turbo10.000 km ou 12 meses
HyundaiHB20/HB20S/HB20X 1.0/1.0 Turbo/1.610.000 km ou 12 meses
HyundaiCreta 1.6/2.010.000 km ou 12 meses
HyundaiElantra 2.010.000 km ou 12 meses
HyundaiTucson 2.010.000 km ou 12 meses
Hyundaiix35 2.010.000 km ou 12 meses
HyundaiNew Tucson 1.6 Turbo10.000 km ou 12 meses
HyundaiSanta Fé 3.310.000 km ou 12 meses
HyundaiHR 2.8 diesel10.000 km ou 12 meses
RenaultKwid 1.010.000 km ou 12 meses
RenaultLogan/Sandero 1.0/1.610.000 km ou 12 meses
RenaultSandero 2.0 RS8.000 km ou 12 meses
RenaultDuster 1.6/2.010.000 km ou 12 meses
RenaultDuster Oroch 1.6/2.010.000 km ou 12 meses
RenaultCaptur 1.6/2.010.000 km ou 12 meses
RenaultKangoo 1.610.000 km ou 12 meses
RenaultMaster 2.320.000 km ou 12 meses
RenaultZoe R90 elétricoNão há troca
ToyotaEtios/Etios Sedan 1.3/1.510.000 km ou 12 meses
ToyotaYaris/Yaris Sedan 1.3/1.510.000 km ou 12 meses
ToyotaCorolla 1.8/2.010.000 km ou 12 meses
ToyotaPrius 1.8 Híbrido10.000 km ou 12 meses
ToyotaRAV4 2.010.000 km ou 12 meses
ToyotaCamry 3.510.000 km ou 12 meses
ToyotaHilux 2.7/2.8 diesel10.000 km ou 12 meses
ToyotaSW4 2.7/2.8 diesel10.000 km ou 12 meses
NissanMarch/Versa 1.0/1.610.000 km ou 12 meses
NissanKicks 1.610.000 km ou 12 meses
NissanSentra 2.010.000 km ou 12 meses
NissanFrontier 2.3 diesel10.000 km ou 12 meses
NissanGT-R 3.8Não especificada

 

Quando trocar o óleo do carro?
Nota média 4.2 de 5 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • th!nk.t4nk

    O importante é ler o manual com atenção, e não perder os prazos. Já vi gente ferrar com o motor de carro novinho por ignorar completamente as revisoes. Curiosidade: em meu antigo Mercedes a primeira troca foi aos 25 mil km, enquanto no BMW no momento ele está dando no painel previsão de primeira revisão em incríveis 27 mil km. Maravilha, dá pra economizar uma boa grana (e tempo) assim.

    • Bruno Augusto

      ja rodamos com mais de 20mil km sem trocar nunca deu problema era de um fox quando vendeu não fico uma semana na loja ja tinha outra pessoa comprado

      • renato dantas

        Sortudo jogue a Mega que acerta.

      • Janduir

        Ferrou quem comprou o carro agora… provável que tenha torrões de borra no motor…

        • invalid_pilot

          Roda 20k km com mesmo óleo e quando troca pega o Mineral 15W40 de 15 reias o litro…

          Ai o motor vai pro espaço e a culpa é da VW (ou outra fabricante qualquer)

          • Aconteceu muito com os motores 1.0 16v turbo de 4cc da VW..cara achava o óleo sintético caro e ouvi o mecânico boqueta que dizia não ter problema por mineral..a culpa acabou sendo da VW depois.

      • Por essas , e outras, não compro carro de particular, maioria são super relaxados com a manutenção. Em CSS pelo menos tem garantia

        • Bruno Augusto

          vai nessa…

    • Charlis

      Caramba, mas por que é diesel, não?
      Pois imagino que o clima, e a qualidade da gasolina não interfira tanto assim.

      Pois na minha ex 320i, o countdown dos 12K era rápido, bem rápido, rs.
      Brincadeiras a parte, fica em torno de 10K mesmo, mas dificilmente passa disso.

      []s

      • th!nk.t4nk

        Sim, ambos! O diesel por si só já demanda trocas mais espaçadas. Se juntar com estradas boas e clima ameno, daí vai longe mesmo. Confesso que no BR eu teria medo desse sistema revisão variável viu hehe.

        • Charlis

          Era um pânico durante o tempo que eu tive a 320i.
          Mas a minha, ao menos seguiu o “padrão” de tocas a cada 10K.
          Pois já ri relatos de algumas no BR, que acusam a troca com menos de 5K, ai fica a dúvida se o sistema dela estava com algum tipo de programação para a sacanagem, ou se o dono realmente abusava do carro, combustível ruim, coisas do tipo.
          Por exemplo, se rodar no etanol com ela, realmente o tempo da revisão despenca.

          []s

    • Nicolas

      A vida útil do mortor depende do óleo, ele evita que as peças metálicas entrem em contato e uma raspe com a outra, perde as propriedades conforme esquenta e esfria dentro do motor ou pega sujeita. Se fica mais parado no trânsito que anda, o motor continua rodando, mas a quilometragem não avança, assim é melhor trocar antes. Se só pega estrada, motor roda pouco e o carro anda muito, pode trocar depois. Mas se quer manter óleo 100% troca na metade do tempo.

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Hoje em dia eu sinceramente não sei o real motivo, cada lugar fala uma coisa, é que alguns estabelecimentos fazem a troca por aparelho de sucção e não mais por escoamento pelo bujão, no Mercado Car falaram que estavam tendo muitos problemas de espanar o bujão do cárter e aí pararam de fazer por escoamento, eu fiz uma vez essa por sucção e sinceramente não me deu muita firmeza que se tira toda a sujeira lá de dentro do óleo velho, vou trocar de óleo esse mês e vou levar no mecânico mesmo para fazer do jeito tradicional.

    • Zé Mundico

      Até onde eu sei, o método por sucção não retira todas as impurezas restantes, principalmente partículas pesadas que ficam lá no fundo, onde o aparelho não consegue alcançar. Daí, sempre fica óleo velho lá no fundo.
      Sinceramente, não vejo vantagem para o usuário nesse método, prefiro subir o carro e sangrar o óleo todo. Pelo menos tenho a certeza que o óleo foi realmente “trocado”.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

        Então, depois ainda mistura óleo novo com sujeira do antigo, mas hoje em dia tá virando algo “comum” isso.

        • invalid_pilot

          Virando comum por conta de tempo e “menos trabalho”

          Chutando que num Sábado típico os caras fazem 300 trocas, se o sistema for mais ágil da pra fazer 500, lembrando que lá eles cobram uma mixaria pra trocar (ganham na venda o óleo).

      • Ralex

        No Audi 2.0 A4/A5 nem existe mais o parafuso do Bujao, apenas por sucção

    • SDS SP

      Sucção não é o método mais adequado, melhor forma é escoando pelo cárter.

      Meu carro (VW), vou acabar indo na css mesmo. Vou fazer a 7° revisão e me cobraram 384 reais pelo serviço. Troca de fluidos + regulagem dos farois + diagnose por scanner + verificação da suspensão. Últma vez que troquei o óleo por fora, foi quase 200 reais.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

        Meu carro já saiu da garantia, o óleo, filtro compro por fora, na css é uma bica mesmo, mas ao menos dá mais segurança quanto o procedimento.

    • Louis

      Espana o bujão do cárter porque o cabeçudo aperta demais. Deveriam usar torquímetro.

      • afonso200

        ou até onde a força vai , sabendo que ja ta aplicando uma boa força

        • Pedro Henrique

          “até onde a força vai” ai vem o tião faz tudo e vai até o braço não aguentar mais…
          e não se enganem por css, já soube por um amigo que trabalhou em uma, que viu pelego apertar bujão do cárter na pneumática entre outros absurdos…

      • Savigny

        Nem precisa torquímetro, é só ter bom senso.
        Mas tem gente que coloca o parafuso enviesado com parafusadeira, aí dá cagada mesmo.

    • Danilo Pelucio

      Só troco no mecânico por isso.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

        É o que vou fazer.

  • Louis

    No Peugeot 206 o manual recomenda a cada 15 mil km, e eu nunca troquei antes disso. Teve vez que eu rodei 20 mil km. Tive um problema na junta do cabeçote recentemente (que não teve nada a ver com a troca de óleo, mas é um problema frequente neste motor 1.4, falha de projeto) e tive que abrir o motor. O mecânico disse que o motor estava inteiro ainda, sem borra. Quase 200 mil km rodados.

  • Navaman

    Há duas semanas fiz uma revisão periódica na Honda. Indicaram para trocar o óleo em 5 mil km, ao invés dos 10 mil habituais. Disseram que era orientação da fábrica essa mudança.

    • renato dantas

      No caso de uso severo o manual do Honda indica a troca a cada 5.000.

    • Savigny

      Tivemos um Honda Civic 2008 que começou a beber óleo perto dos 80.000 km.
      A cada 1.500 km, principalmente se pisasse um pouco mais, ia quase 1 litro.

    • Janduir

      Acredito que todos os manuais indique que em uso severo, metade do tempo. Ou seja, boa parte dos carros teria que trocar na metade…

  • Fernando Oliveira

    Nos carros que tive e tenho, sempre faço a troca a cada 5.000 Km, religiosamente, embora a maioria das montadoras indique a frequencia de 10.000 Km. Além do óleo, sempre troco o filtro também. Ao meu ver, não há como fazer economia neste assunto, pois é o básico do básico que se pode fazer em termos de manutenção de veículos. Sem contar que o seu motor agradece, retribuindo com saúde para rodar por muitos milhares de kms.

    • renato dantas

      Certíssimo Fernando, óleo ainda está barato em relação a rodar 5.000 ou mais.

    • Savigny

      Se vc vai ficar bastante tempo com o carro (mais de 5 anos), é o certo a fazer.
      Mas hoje a maioria troca com não mais do que 3 anos.

    • Janduir

      Uso severo é isso mesmo…

  • Unknown

    Os intervalos de troca devem ser conforme consta no manual.

  • Alvarenga

    Tres comentarios:
    1-Escoar o óleo pelo bujão é melhor mesmo em relação a aspirar por cima, porem existe o desgaste da rosca/bujão principalmente quando o trabalho não é feito com o devido cuidado, alem da necessidade de trocar anel de vedação em alguns casos, e até mesmo de remover o protetor de carter pra evitar a lambança quando o protetor não é adequadamente projetado.
    2- Regra geral, nunca passe de 10000Km ou 1 ano sem trocar o óleo. E convem verificar o nivel após os 5000.
    3-Cuidado com as concessionarias que te ligam “lembrando ” voce da troca de 6 meses. Se o manual fala 1 ano é 1 ano, não precisa fazer com 6 meses caso voce rode pouco.

    • Marcelo Martins

      Esse golpe da css tem mesmo aconteceu com minha cunhada, a sorte que ela comentou comigo antes de levar o carro e eu falei que não era necessário pois ela não tem um uso intenso do carro, queriam tirar uma grana dela e provavelmente nem fariam realmente a troca pois não seria realmente necessário !!

    • invalid_pilot

      Sobre 6 meses é recomendavel pra quem roda em condição severa ou roda pouco (meu caso)

      • Lyn

        Negocio é a generalização que se tornou o uso severo

        • invalid_pilot

          Mas rodar 100% em cidade com trânsito parado é uso severo sim.

          Motor precisa de refrigeração e trabalhar em períodos longos em baixa velocidade e com calor que anda fazendo, é uso severo.

          Troca de óleo é um item tão barato (180 reais em média ou 30 reais por mês pra 6 meses – podendo ser menos se o carro for 1,0) e que evita tanto problema futuro.

          • SDS SP

            Pior condição possível é fazer trajetos curtos em dias frios e abastecido com etanol.

    • Lyn

      Esse 3 acontece muito e muita gente cai pq fica com medo de perder a garantia. Mas lembrem-se, quem lhe da garantia é a fabricante e não a concessionaria, por isso se esta em duvida SEMPRE siga o que esta escrito no manual do veiculo pois concessionaria quer é ganhar dinheiro.

  • globonaotemjapa

    e Mitsubishi?

    • renato dantas

      Que que tem ela?.

  • renato dantas

    A Fiat cisma em passar dos 10.000 km a troca do óleo, lembram do Marea?, a Fiat recomendava 15.000 km?, deu pau em 90 deles.

    • Murilo Soares de O. Filho

      O problema estava no Marea cinco cilindros, que tendia a fundir o quinto cilindro, a mecânica 1.8 e 1.6 eram tranquilas as manutenções. Existem alguns relatos de mecânicos, bons mecânicos com experiência, que relatam bem onde a Fiat errou na manutenção deste motor, mas enfim agora é tarde.

    • Savigny

      Não era só troca de óleo não. Tinha defeito no motor.

      Mesma coisa dos Gol G5. A VW jogou pra Castrol, a Castrol devolveu, e no fim das contas uns 400.000 carros entraram em recall.

  • RPM

    Da minha Hilux troco aos 7.500 km,só uso óleo sintético top,e sempre troco o filtro junto(somente original Toyota),massssss….aguardando comprar meu carro elétrico pra me livrar dessa mão de obra….rs

    • Fernando Gabriel

      E gastar muito mais em baterias e manutenção muito mais cara…kk

      • RPM

        Se as baterias tem garantia de 10 anos(eu disse garantia),então de acordo com o seu comentário,pra “gastar em baterias” a pessoa deve ficar várias décadas com o carro ….e qual a manutenção que um elétrico dará??? Óleos? Filtros? Correias? Juntas? Velas? Bomba dágua/óleo? Cabos/velas? Turbo? Líquido de arrefecimento? Etc….. o seu comentário é bem fraco e fora de propósito…

        • Fernando Gabriel

          No quesito “baterias” realmente houve um exagero no meu coment de brincadeira (muito bom se atentar), mas voce acha realmente que um veículo elétrico vai ter manutenção mais em conta do que um a combustão, sendo nova tecnologia, material muito mais caro, mão de obra diferenciada e mais cara também? Além é claro, do valor do veículo ser maior ao equivalente a combustão, então meu caro, fraco é o seu pensamento, mas eu entendo, afinal, Toyota não quebra e é o melhor, não é? Sucesso.

          • RPM

            Realmente….acredito que as revisões dos elétricos sejam bem caras,as css vão inventar um multímetro gigante,só para o consumidor ficar preso às revisões…rsrs….quanto ao valor dos elétricos,é caro atualmente porque é novidade,acredito que logo teremos muitas opções…
            Quanto aos carros da Toyota,quebram sim,tem que dar a devida manutenção…
            Sucesso pra todos nós :)

  • Savigny

    Não precisa trocar.
    É só parar no posto e pedir para o frentista completar.
    Além disso, óleo é tudo igual, sendo Petrobras ou Shell pode colocar 5w30, 10w30 que resolve para a maioria dos carros.

  • 10, 15, 20 mil rodados com o mesmo óleo, isso é insanidade. O CxB de se trocar o óleo em menos de 10mil Km, ou 1 ano, é tão baixo que não vale a pena arriscar. Por aqui a troca total, óleo sintético e filtros, não chega nem a R$ 130,00, muito pouco para querer economizar.

  • Danilo Pelucio

    Manual meu Fiat Marea 2.4 ano 2002, manda trocar cada 25.000 km!!! Carro com 104.000 km rodados hoje.

    • xman

      Tenho um Marea Sx 1.8 2003 com 52.000km. Só faço as trocas do óleo sintético e filtro a cada 5.000km.

  • Samluzbh

    Sigo sempre o manual, minha troca de óleo custa R$ 0,024 por km rodado.

  • Baetatrip

    Eu sempre vejo oleo no meu carro e estou monitorando!
    Geralmente troco com 5000km e nenhum problema!
    Só coloco Petronas Selenia 5w-40 que gosto muito…. Nunca deu problema!

  • Ernesto

    Temos em casa um Fox 1.6 Rock’n Rio 15/16, adquirido em Out/2015. No manual as revisões são 10.000Km ou 6 meses. Em Outubro/2016 a VW alterou o plano de revisões de todos os carros que eram de 6 em 6 meses para 1 ano. Pergunto: qual a alteração feita nos motores para a VW mudar o plano de revisões, mais especificamente neste motor 1.6 8v?

  • radiobrasil

    E nos carros que temos o aviso no painel, é seguro seguir? No Captiva que eu tinha era assim, no meu atual Fusion também.. e vc troca o oléo zera isso no carro… proximo da troca ele ja vai te INFERNIZANDO rsss

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email