Home Manutenção Revise o Seu Carro: Como verificar o nível do fluído de freio

 Revise o Seu Carro: Como verificar o nível do fluído de freio




Hoje vamos falar sobre como verificar o nível do fluido de freio, quando trocá-lo, e como proceder na troca do fluido de freio. Há vários formatos do reservatório do fluido de freio. Na maioria das vezes o reservatório está acoplado ao Servo-Freio, ao lado esquerdo do motorista, depois da coluna A (à frente da coluna de direção no capô).  Você poderá identifica-lo pelo líquido amarelo ou vermelho, que são as cores mais comuns.

O servo-freio é uma peça preta, que aparenta ser um grande disco. À frente há o reservatório de plástico, e abaixo o cilindro mestre que se caracteriza por ser de alumínio e por sair dele dutos. Ao olhar o reservatório, abra-o e verifique se há sujeira. Você perceberá em torno da peneira um arco de partículas pretas, além de o fluido estar de cor muito escura. Se estiver muito escuro você deverá trocá-lo imediatamente. Caso não esteja, faça a troca do fluido de freio de dois em dois anos, pois o fluido de freio envelhece, e cria umidade dentro do reservatório, o que prejudicará a eficiência de frenagem do seu veículo.

Haverá no reservatório do fluido de freio em destaque por tinta de outra cor ou em relevo, a marca máxima e mínima. O fluido de freio sempre deverá estar na margem, mais próximo do máximo. Como você identificará o nível correto? Primeiro o seu veículo deve estar no plano, de preferência com o veículo frio. Quando o fluido e o reservatório estão novos é fácil notar o nível. Mas se o reservatório estiver sujo, a melhor maneira de verificar o nível correto é chacoalhar o reservatório, ou balançar o veículo, para tentar observar o nível. Nesse ponto, você deverá fazer a troca dos componentes imediatamente.

O servo-freio tem por função facilitar a frenagem do veículo. Em veículos mais antigos, o pedal é duro, forçando você a fazer mais força para o veículo frear. Observe se não há vazamentos entre o Cilindro Mestre e o Servo-Freio, e também nos dutos do fluido de freio conectado ao cilindro mestre.

Como realizar a troca do fluido de freio? Você deve ir a uma oficina especializada, ou a um mecânico de confiança. Deve-se observar antes da troca, o DOT correspondente ao seu veículo. Geralmente está descrito na etiqueta ou na tampa do reservatório do fluido de freio. O DOT é a qualidade do fluido de freio. Nos carros nacionais mais recentes é comum o DOT 4. Há o DOT 5 mais visto em importados ou veículos de alta performance. Tem por função resistir altas temperaturas.

Ao completar, você deverá observar o DOT e a cor do Fluido de Freio. Se você tiver de trocar o fluido, coloque sempre da mesma marca e da mesma cor, para não gerar conflito. Ao trocar o mecânico deverá trocar todo o fluido dos dutos do sistema de freio (muito raro o mecânico que faça isso). Não pode sobrar fluido da outra cor, ar no sistema e nem fluido sujo. O reservatório e a peneira deverão ser lavados (é mais comum àqueles que só lavam a peneira) e ao repor os componentes não pode haver nenhuma gotícula de água, pois senão haverá aeração, ar no sistema.

Você reconhece que há ar no sistema ou aeração quando você precisa do freio e no exato momento o pedal vai lá no fundo (como se não houvesse mais freio). Isso pode ser esporádico. Ao executar a troca do fluido de freio, o mecânico deverá fazer a sangria de freio, nas quatro rodas. Você deve observar, na roda dianteira, olhando a pinça de freio, se há uma tampinha de borracha preta. Ela veda o sangrador de freio para não deixar entupir com impurezas. Há também atrás dos tambores de freio, ou nas pinças de freio traseira.

O procedimento correto de sangria de fluido de freio é em cruz. Primeiro a roda dianteira esquerda, depois a roda traseira direita, depois a roda dianteira direita e por último a roda traseira esquerda. Deve-se sangrar até sair toda bolha de ar do sistema e todas as impurezas.

Se o seu veículo ficou muito tempo sem trocar o fluido de freio (na faixa de 5 anos pra mais) você deverá realizar a limpeza completa dos dutos do fluido de freio. Para isso, antes de colocar o fluido limpo, coloque álcool isopropílico, faça a sangria do álcool até sair toda impureza, e depois coloque o fluido de freio novo e sangre mais um pouco até sair todo álcool.

Fique atento ao sistema de freio do seu veículo, pois se estiver abaixando muito o fluido de freio, significa que há problemas no sistema de freio. Não corra risco. Leve seu carro imediatamente ao mecânico e faça a troca dos componentes com defeito.

No caso de abaixar o fluido constantemente, aparecerá no painel do seu carro uma luz vermelha. Pare o veículo no local seguro. Olhe o nível do fluido de freio. Se estiver baixo, complete e leve no mecânico mais próximo. Se não puder completar, chame o guincho, ou reboque seu veículo. Verifique o servo-freio, os “burrinhos de freio” que são os cilindros dos tambores traseiros, o próprio cilindro mestre. Esses componentes são comuns de estarem danificados.

VÍDEO:

Agradeço a sua atenção. Até a próxima.



Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.