Home Manutenção Revise o Seu Carro: Como verificar o nível do fluído de freio

 Revise o Seu Carro: Como verificar o nível do fluído de freio




Hoje vamos falar sobre como verificar o nível do fluido de freio, quando trocá-lo, e como proceder na troca do fluido de freio. Há vários formatos do reservatório do fluido de freio. Na maioria das vezes o reservatório está acoplado ao Servo-Freio, ao lado esquerdo do motorista, depois da coluna A (à frente da coluna de direção no capô).  Você poderá identifica-lo pelo líquido amarelo ou vermelho, que são as cores mais comuns.

O servo-freio é uma peça preta, que aparenta ser um grande disco. À frente há o reservatório de plástico, e abaixo o cilindro mestre que se caracteriza por ser de alumínio e por sair dele dutos. Ao olhar o reservatório, abra-o e verifique se há sujeira. Você perceberá em torno da peneira um arco de partículas pretas, além de o fluido estar de cor muito escura. Se estiver muito escuro você deverá trocá-lo imediatamente. Caso não esteja, faça a troca do fluido de freio de dois em dois anos, pois o fluido de freio envelhece, e cria umidade dentro do reservatório, o que prejudicará a eficiência de frenagem do seu veículo.

Haverá no reservatório do fluido de freio em destaque por tinta de outra cor ou em relevo, a marca máxima e mínima. O fluido de freio sempre deverá estar na margem, mais próximo do máximo. Como você identificará o nível correto? Primeiro o seu veículo deve estar no plano, de preferência com o veículo frio. Quando o fluido e o reservatório estão novos é fácil notar o nível. Mas se o reservatório estiver sujo, a melhor maneira de verificar o nível correto é chacoalhar o reservatório, ou balançar o veículo, para tentar observar o nível. Nesse ponto, você deverá fazer a troca dos componentes imediatamente.

O servo-freio tem por função facilitar a frenagem do veículo. Em veículos mais antigos, o pedal é duro, forçando você a fazer mais força para o veículo frear. Observe se não há vazamentos entre o Cilindro Mestre e o Servo-Freio, e também nos dutos do fluido de freio conectado ao cilindro mestre.

Como realizar a troca do fluido de freio? Você deve ir a uma oficina especializada, ou a um mecânico de confiança. Deve-se observar antes da troca, o DOT correspondente ao seu veículo. Geralmente está descrito na etiqueta ou na tampa do reservatório do fluido de freio. O DOT é a qualidade do fluido de freio. Nos carros nacionais mais recentes é comum o DOT 4. Há o DOT 5 mais visto em importados ou veículos de alta performance. Tem por função resistir altas temperaturas.

Ao completar, você deverá observar o DOT e a cor do Fluido de Freio. Se você tiver de trocar o fluido, coloque sempre da mesma marca e da mesma cor, para não gerar conflito. Ao trocar o mecânico deverá trocar todo o fluido dos dutos do sistema de freio (muito raro o mecânico que faça isso). Não pode sobrar fluido da outra cor, ar no sistema e nem fluido sujo. O reservatório e a peneira deverão ser lavados (é mais comum àqueles que só lavam a peneira) e ao repor os componentes não pode haver nenhuma gotícula de água, pois senão haverá aeração, ar no sistema.

Você reconhece que há ar no sistema ou aeração quando você precisa do freio e no exato momento o pedal vai lá no fundo (como se não houvesse mais freio). Isso pode ser esporádico. Ao executar a troca do fluido de freio, o mecânico deverá fazer a sangria de freio, nas quatro rodas. Você deve observar, na roda dianteira, olhando a pinça de freio, se há uma tampinha de borracha preta. Ela veda o sangrador de freio para não deixar entupir com impurezas. Há também atrás dos tambores de freio, ou nas pinças de freio traseira.

O procedimento correto de sangria de fluido de freio é em cruz. Primeiro a roda dianteira esquerda, depois a roda traseira direita, depois a roda dianteira direita e por último a roda traseira esquerda. Deve-se sangrar até sair toda bolha de ar do sistema e todas as impurezas.

Se o seu veículo ficou muito tempo sem trocar o fluido de freio (na faixa de 5 anos pra mais) você deverá realizar a limpeza completa dos dutos do fluido de freio. Para isso, antes de colocar o fluido limpo, coloque álcool isopropílico, faça a sangria do álcool até sair toda impureza, e depois coloque o fluido de freio novo e sangre mais um pouco até sair todo álcool.

Fique atento ao sistema de freio do seu veículo, pois se estiver abaixando muito o fluido de freio, significa que há problemas no sistema de freio. Não corra risco. Leve seu carro imediatamente ao mecânico e faça a troca dos componentes com defeito.

No caso de abaixar o fluido constantemente, aparecerá no painel do seu carro uma luz vermelha. Pare o veículo no local seguro. Olhe o nível do fluido de freio. Se estiver baixo, complete e leve no mecânico mais próximo. Se não puder completar, chame o guincho, ou reboque seu veículo. Verifique o servo-freio, os “burrinhos de freio” que são os cilindros dos tambores traseiros, o próprio cilindro mestre. Esses componentes são comuns de estarem danificados.

VÍDEO:

Agradeço a sua atenção. Até a próxima.


  • davi_auto

    NA não é só informação, é APRENDIZAGEM!!

  • Leandro

    Boa dica. Não entendo nada desse assunto e achei muito bom abordar esses temas que não fazem tanto sucesso.

  • Fla3D

    Muito legal o post, a maioria nem deve se ligar nisso, quando muito olhar o nível, agora vai ver quantos se preocupam em fazer a sangria do sistema…

    Agora achei engraçada essa parte: "Mas se o reservatório estiver sujo, a melhor maneira de verificar o nível correto é chacoalhar o reservatório"

    Acho que a melhor maneira é limpar o reservatório… :p

    • fredggp

      Não dá para limpar o reservatório. Acontece de o plástico do reservatório se deteriorar e mudar de cor, ficando amarelado. Quando estiver deste jeito, já é hora de substituí-lo.

  • exmarujo

    Essa do completar o fluido está totalmente errada e explico porquê: o material de travão é sujeito a desgaste, tanto o disco como a placa ou calço ou pastilha de travão conforme lhe queiram chamar, ao desgastar o liquido vai baixar no depósito como é normal, quando você completa acontece que quando você vai pôr material novo a norma é esqucer de avisar o mecánico para esse pormenor, o coitado muda tudo e depois têm óleo a mais no sistema o que também é perigoso pois pode danificar o mesmo, quantoaorestodo artigo nada a criticar, antes pelo contrário, como tal quando começar a faltar uma quantidade fora do normal de liquido de freio (1cm abaixo da marca) aconselha-se uma ida com urgência a um mecânico para vêr se não existe fuga no sistema

    • SeuCanalha

      Exatamente, não é bom completar, pois conforme as pastilhas vão gastando, o óleo vai baixando . . .

      Em alguns carros isso serve para avisar o motorista que as pastilhas estão gastas !

      ou falei besteira ?

  • fudencio10

    óleo do meu carro tá o mesmo a 5 anos desde que comprei,e meu pai na vida dele só trocou uma vez,porque os carros ficavam com o óleo desde novo e até vender não trocava…sei lá,freia normal e não tem vazamentos,e a cor tá um "verde bem vivo".

  • Antonio De Julio

    Obrigado pela AULA!

  • HarryStefano

    Eber, so lembrando ao pessoal, e a maioria nao sabe disso, mas a maioria dos carros novos usa embreagem por acionamento hidraulico, que usa o oleo de freio pra acionar a embreagem. Se o oleo tiver muito velho ou sujo (com impurezas) O pedal de embreagem pode “descer” e deixar vc no “prego”.
    Ia acontecer comigo, tenho um omega CD 4.1 96 com cambio manual, que tem embreagem por acionamento hidraulico (Nos carros mais antigos que o meu esse acionamento é feito por cabo), e as vezes eu acionava o pedal de embreagem mais ele nao retornava. Eu tinha que puxa-lo com o pé.
    Levei no meu mecanico e tive que trocar o cilindro de embreagem pois o oleo de freio estava tao velho(algo com mais de 5 anos sem trocar) e que havia oxidado o interior do cilindro de embreagem. O mecanico me falou se eu continuasse assim, ia chegar um dia em que o pedal de empreagem nao iria mais funcionar, me daixando literalmente parado.
    Entao pessoal voces que tem carros novos, com cambio manual, com certeza a embreagem deles tem acionamento hidraulico entao atençao com o fluido de freio.
    P.S. Eber meus comentarios nao estao aparencendo no site, vc sabe dizer o que esta havendo???

    • V8_sempre

      Nos carros GM !

      Só CELTA, PRISMA e CLASSIC não possuem embreagem hidraúlica !

  • eds2010

    Bem… agora sabemos os periodos de troca e como fazer. Agora, a duvida mais importante… alguem sabe um mecanico de confiança que faça tudo isso? pq eu duvido que meu mecanico faça…

    • http://www.metalomega.com Metal Ômega

      Nem que vc tenha que gravar ele fazendo ;-)

      • SeuCanalha

        Metal ômega, e a história de trocar usando o aparelho de pressão pra remover o óleo velho de algumas partes "mais acomodadas" ? ? ?

        • http://www.metalomega.com Metal Ômega

          Não é homologado por nenhuma CC
          Já trabalhei com essa máquina quando estive em Centro Automotivo, mas o correto é bombar o pedal ;-)

  • Viper559

    É bom não brincar com segurança, freios merecem atenção pois são itens baratos de se manter, e de grande importância!
    Não é comum pessoas perderem os freios em descidas de serra, visto que aí que o sistema será exigido.

  • 3dimensional

    Esqueceu de mencionar que o fluído DOT5 possui silicone e NÃO é compatível com os DOT3 e DOT4!
    Se quiserem usar o DOT5 usem o DOT5.1 que não tem silicone e não vai estragar as borrachas do seu sistema de freio.
    Abraços!

    • http://www.metalomega.com Metal Ômega

      Valeu pelo complemento

    • SeuCanalha

      Achei q só eu tinha percebido ! ! !

      SNME o DOT 5 tb não é compatível com freios ABS . . . O DOT 5.1 é compatível ! ! ! certo ?

  • LuisRenatoJoia

    O gol do meu pai tinha que trocar o cilindro mestre!Mais a peça antiga não estava oxidada, mais deu outro problema que tinha que trocar.

  • V8_sempre

    Taí uma coisa que raramente alguém troca…

    Fluído do freio !!! heheh !

    • SeuCanalha

      Lá no manual do meu carro atual ta escrito, 2 anos ou 40 mil km, o que vier antes ! ! !

      Eu sigo !

  • william braz

    Quando traco o cilindro da roda as sapatas e preciso fazer a sangria!!

  • Fabiano

    Galera a matéria ficou show! Aproveito para trocar uma ideia com vcs…. tenho um Peugeot 206 1.4 2004/2005, e nas declividades mais acentuadas ele acendia a luz STOP e freio de mão no painel… levei no mecânico ele disse estar td ok, sem nenhum problema…. acontece que de 1 semana p/ cá essas luzes acendem com frequência, mesmo em retas… Olhei o reservatório do fluido de freio e aparentemente está certo o nível… o que me aconselham fazer? abrs

    • Flavio

      Pode ser a pastilha de freio. Em alguns carros quando ela esta muito gasta a luz do freio de mão acende. Isso serve como um aviso para o motorista de que a pastilha esta desgastada. Se a frequencia aumentou provavelmente a pastilha chegou em um nível de desgaste acentuado.

  • carlos

    qual e fruido de freio da zafira 2002