Usado da semana

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Olá pessoal do Notícias Automotivas. Como sempre gosto de ler a opinião dos usuários com seus carros, nada mais justo do que eu falar sobre o meu, um VW Fox Trend 1.0 2011/2011.


Comprei o carro usado em 2015 com uns 85.000 km rodados e o vendi com 107.000. Eu nem considerava o Fox como opção, queria algo mais barato, mas com ar e direção pelo menos. Já tive um Fiat Palio da “segunda geração”, e estava em busca de um Fire um pouco mais novo. Mas na época o preço e as condições estavam bons, eu gostei do carro, e acabei levando.

Fox Trend – Carroceria e interior

Acho o carro bem bonito. Como o estilo dos Volks atuais é o mesmo até hoje, esse Fox não parece tão desatualizado. A frente mais quadradinha com faróis de parábola dupla é bonita e essa versão Trend tem os retrovisores com pisca alerta.


Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Apesar de ter mudado pouco em relação ao Fox anterior, a traseira é mais bonita também. Tirando um pequeno desnível no lado direito do para-choque abaixo do farol (acho que é um problema crônico do Fox, pois já vi vários assim), a carroceria é bem montada e com peças bem alinhadas.

Por dentro é ainda melhor. Como a Volks queria vendê-lo como um carro de categoria superior ao que era, nessa re-estilização ela mexeu nele todo. O painel é todo novo e assim como a carroceria, tem o mesmo estilo dos Volks mais novos.

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

O meu tinha computador de bordo I-System, com várias funções. A iluminação dos instrumentos azul com os ponteiros em vermelho é bonita e tinha até um ajuste da intensidade da luz dos mostradores. O carro também tinha as alças de apoio dobráveis no teto e luz de cortesia para todos. Aliás há até um certo exagero nessas luzes. Na frente, há uma luz central que qualquer carro tem, mas ainda tem um foco para o motorista e um para o passageiro, e ainda tinha mais uma para cada parasol, e ambos tinham espelho com tampa deslizável.

Também tem uma luz no porta luvas (que é meio pequeno aliás), e mais uma no porta malas, com tomada 12v e redes para por objetos nas laterais. A tampa do porta-malas precisava de uma batida meio forte para fechar, mas o espaço era bom para um hatch.

Falando em espaço, o Fox aproveita bem o entre-eixos, é espaçoso na frente e atrás. Todas as portas têm revestimento em tecido, e algum porta objeto. Ele também tem vidros elétricos nas 4 portas e retrovisores elétricos além de sensor de estacionamento.

A qualidade geral é muito boa, mas claro que havia alguns ruídos, afinal é um carro de 2011. Se estacionasse o carro no sol por muito tempo, o painel fazia uns estalinhos ao rodar.

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Fox Trend – Dirigibilidade e conforto

A suspensão é um pouco dura e como vim de um Fiat (que sempre privilegia o conforto), estranhei um pouco no início, mas esse ajuste tem seus benefícios.

O Fox, mesmo sendo mais alto que o Palio, transmite mais segurança, a carroceria rola menos nas curvas e os pneus aro 14, com perfil mais largo, ajudam na estabilidade. A direção, apesar de ser hidráulica, era um pouco pesada em manobras, mas firme na estrada.

Os freios são suficientes, mas eles começaram a fazer muito daquele ruído típico de disco empenado e precisei trocar. Achei os limpadores do para-brisa ruins. Mesmo trocando as palhetas, eles não varriam tão bem a água da chuva mesmo na velocidade máxima.

Mas os faróis são bons. Por dentro, o computador de bordo é bem útil para monitorar o consumo e o meu veio com sensor de estacionamento que ajuda muito já que a visibilidade traseira do Fox é ruim, a coluna C é larga e o vidro traseiro, pequeno.

Ele poderia apenas ter o retrovisor com tilt down, que aponta o espelho para baixo ao engatar a ré, para não ralar a roda traseira na guia por que, além da visibilidade ruim, o Fox é alto e fica mais difícil enxergar o meio fio.

Os bancos até têm uma boa densidade e a padronagem do tecido é bonita, mas ele cansa mesmo em viagens mais curtas. O ar condicionado gela bem, mas a potência do carro cai e o consumo sobe sensivelmente, a ponto de eu evitar usá-lo. E olha que moro numa cidade bem quente.

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Fox Trend – Pontos negativos

O Fox é uma decepção em desempenho e consumo. Não dá para esperar muita agilidade de um carro 1.0, mas tenho a impressão que meu Palio anterior, com 55 cv, era mais ágil que esse Fox de 75 cv.

Temos um Gol 1.0 2001 que anda mais do que ele também. O Fox é lento em qualquer situação. Até para sair de 1º ele vacila. Você pisa até o fim e o carro não anda. Tem que administrar bem o câmbio para ganhar força, mas o giro do motor cai rapidamente entre uma marcha e outra.

Ao menos o câmbio é bem justo e preciso, típico de carros da Volks. Quando o comprei, fiz uma revisão e troquei velas e cabos e outros componentes, mas não ajudou em nada. Com etanol na cidade, em transito leve, sem ar ligado e sem pisar fundo, ele mal chegava aos 7km/l.

Na estrada andando a 90 km, também sem ar, conseguia uns 9km/l. Essas eram as médias do computador de bordo, mas o ponteiro do marcador de combustível descia rapidamente. Já ví vários relatos de que o Fox tem um alto consumo com etanol e isso nem seria um problema se ao menos o desempenho fosse um pouco melhor.

Na gasolina, ele fica na média do segmento, com uns 12/15 na cidade/estrada, mas a diferença de preço é muito alta. Esse foi o único ponto em que me decepcionei com o carro.

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011

Fox Trend – Manutenção

Fora a manutenção preventiva que fiz ao comprar, com troca de correia dentada, as velas e o cabo, óleo e filtros, o Fox deus alguns problemas que acho serem normais para um carro 2011.

A direção fazia uns pequenos estalos quando estercada, era a rótula da direção que precisou ser trocada. Esse motor VHT 1.0 é conhecido por um recall que não sei se foi o caso do meu, de tuchos batendo, algum problema com a especificação do óleo. Nunca tive problemas com isso, e ele não fazia nenhum barulho anormal.

Houve o rompimento da correia Poly V, que apesar de ser bem barata, poderia ter causado um acidente sério. Ela rompeu na cidade, estava andando devagar mas tinha acabado de pegar pista. Se houvesse rompido uns 10 minutos antes, acho que o estrago seria grande por que ela controla a direção e os freios, que travam quando ela se solta.

A bomba de óleo também precisou ser trocada em outra situação. Na suspensão ele começou a fazer um ruído meio “seco” na dianteira ao passar em lombadas, e um outro de coisa solta no lado do motorista.

Os vidros elétricos traseiros pararam de funcionar. Como esses problemas apareceram recentemente, e eu já estava querendo vender, eu não os arrumei, mas deixei o comprador ciente deles.

Fox Trend – Veredito

O Fox é bonito, espaçoso e bem completo nessa versão. Se você prioriza isso, e anda sozinho na maior parte do tempo como eu, ele até serve. Mas o baixo desempenho não justifica o alto consumo. Se tiver família ou viajar muito, vá de 1.6, o 1.0 não serve para isso.

Carro da semana, opinião do dono: Volkswagen Fox Trend 1.0 2011
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email