Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Gol Trend 2010

gol-trend-2010-4-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Gol Trend 2010

Com um novo projeto, o Gol G5 foi a grande atração em 2008 quando foi revelado. Concebido para ficar “acima” da geração 4, ele também buscava aumentar mais ainda as vendas da VW em nosso país, papel que ele cumpriu bem, até a chegada do novo Uno, dois anos depois, onde a disputa ficou bem acirrada. Esta geração foi eleita mais bonita desde a geração 3 (1999), e o G5 conseguiu resgatar o prestígio em termos de design e acabamento interno que pecou na quarta geração, muito criticada pela simplicidade e pobreza do acabamento interno.



Ao longo de 2009 e 2010, a imagem do Gol foi manchada por 5 recalls, ocasionados talvez pela pressa da montadora em lançar a nova geração do carro mais vendido no Brasil. Rolamento das Rodas Traseiras, sistema de partida a frio, Lanterna traseira dos carros equipados com faróis de neblina, defeitos na unidade de comando do motor 1.0 e problemas nos freios do veiculo, fizeram com que o consumidor ficasse um pouco apreensivo em comprar o G5, mas nem isto foi capaz de diminuir as vendas.

Problemas sanados no decorrer de 2010, o Gol seguiu como mais vendido até hoje. Entre 2009 e 2011 o carro estava intocável, já a versão 2012 acabou recebendo novas calotas e acabamento inteiro do painel na coloração branca e vermelha, seguindo a tendência dos demais veículos fabricados pela montadora.

gol-trend-2010-3-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Gol Trend 2010

Mesmo sabendo de todos os problemas que o Gol apresentou, ainda era o carro que mais me chamava a atenção, tanto pelo acabamento inteiro quando pelo design muito bonito, principalmente da frente do carro. Pesquisei todos os carros que eu poderia comprar com o mesmo valor, mas que fosse do segmento de populares, então na minha lista estavam: Palio, Ka, Uno, Mille, Gol G5, Gol G4, Corsa, Celta, Fiesta, Sandero, 206 e 207. Mesmo com todas as qualidades dos outros, encontrei um gol melhor que eu esperava e fechei negocio.

Vamos a avaliação:

Preço: Com o efeito IPI consegui um preço mais amigável do que minhas ultimas pesquisas. Minha exigência era que o carro ao menos tivesse, Ar-Condicionado, Vidros-Elétricos, Travas Elétricas e Direção Hidráulica. Pois bem, alem disso, ele veio com retrovisores elétricos, Vidros elétricos nas 4 portas, alarme original de fábrica e porta malas elétrico com acionamento pela chave canivete. Este Gol 2010 tinha apenas 3868 km rodados quando o comprei, hoje fechei 13 mil km desde final de maio, quando adquiri o veículo. Paguei o valor de R$ 28.900,00 por um carro praticamente zero km, tanto que até cheirinho de novo ele ainda tem. Se você está pensando em comprar o seu primeiro carro, seminovo e completo, todos os carros que citei antes podem lhe atender, mas em meu caso, tive um pouco de sorte pela baixa quilometragem. Como o G5 é um carro muito procurado pelo público, o valor de revenda é muito bom, somado a baixa desvalorização do carro, que está na lista dos que menos se desvaloriza em nosso país.

Desempenho: O motor do Gol nunca foi um dos mais fortes do mercado. Considerando que ele é flex, o carro entrega 72 cv a gasolina e 75 cv quando abastecidos a etanol, com um torque 9,7. A velocidade máxima dele foi atestada como 167 km/h e seu 0-100 km fica na casa de 13 segundos. Estes números se comparados com outros carros concorrentes estão dentro do esperado para motores de 999 cm³.

Condução/Dirigibilidade: O Gol tem a característica suprema de ser um carro que aguenta tudo, e o G5 não deixou isto de lado. Projetado oficialmente para dar adeus ao Fusca, ele preservou essa característica do seu antecessor e das demais gerações do Gol. Ele é um automóvel que tem uma suspensão rígida, que está mais voltada para estabilidade que conforto. Como bom popular e pequeno, é muito fácil de manobrá-lo em qualquer lugar. Quando a opção é mais voltada ao conforto, a GM e a Fiat possuem carros mais confortáveis se comparados ao próprio gol. O VW fica dentro da média dos demais concorrentes, porem, Corsa e o Palio se sobressaem nesse quesito.

Segurança: Em 2010 não era padrão os carros já vir com Air-Bag e ABS, então neste ponto o Gol peca, assim como todos os seus concorrentes. Só agora que algumas versões do carro você acha com esses itens de série, mas se você procurar bem, existem G5 com esses acessórios. Embora não muito comuns, dê preferência aos veículos que já possuam estes sistemas, porque alem da segurança, futuramente será um pouco a mais na revenda do carro.

gol-trend-2010-6-620x465 Carro da semana, opinião de dono: Volkswagen Gol Trend 2010

Consumo: Por ser meu primeiro carro, optei começar com um 1.0, pois nunca tive o habito de precisar ir ao posto abastecer meu próprio carro. Considerando que faço em torno de 40 km diários, o carro tem atingido médias urbanas de 13,5 km/l sem ar e 12 km com ar ligado. Já em viagem, a 100 km/h conseguimos uma média de 17 km/l sem ar e com ar ficou em 15,5 km/l. Todas essas médias foram consideradas a gasolina. Verificando os dados de testes feitos por reportagens, o Gol pode atingir até 18 km/l (sem ar) em viagem, então creio que aquela marca ainda pode melhorar, já as demais estão batendo com os testes.

Conforto e conveniência: Como o carro é um popular, não existem tantos opcionais de serie, ainda mais na linha 1.0. Notei que VW oferece alguns itens que sentimos falta nas gerações anteriores, como apoio para cabeça dos bancos traseiros, que era um acessório nas outras versões de entrada e regulagem do banco de motorista. Nessa versão que tenho, entrou como opcional o Ar-Condicionado e retrovisores elétricos que auxiliam para uma condução mais tranquila. Admito que a surpresa do carro, foi já vir com o porta malas elétrico, item que pensei que só o Voyage dispunha

Vida a bordo: O painel do Gol é bem acabado, principalmente da versão Power que possui computador de bordo, que infelizmente não é o caso do meu. Mesmo assim, o painel do carro é bem desenhado e dispõe de conta-giros e horário. Alguns carros não tem este painel, o outro relógio é apenas com o nível de gasolina, mas presumo que a maioria desses foram destinados para carros de frota. A iluminação até final de 2011 ainda é azul, depois a coloração passou para vermelho e branco, entretanto ainda acho mais bonita a azul. A noite ela é mais suave para uma viagem, embora o branco torne a informação bem visível.

Os comandos do farol deixaram de ser no console central e passam a junto a seta de pisca nessa geração, e podem causar um pouco de confusão para os motoristas de primeira viagem. Talvez essa ideia não foi muito bem aprovada pelos donos, tanto que no novo desenho, esses comandos voltaram para o console ao lado da porta. A visibilidade do retrovisor interno não é muito boa, pelo fato do tamanho do vidro traseiro. Talvez quem esteja acostumado a dirigir carros sedans tenha sintam essa mesma impressão que tive. No resto, os comandos ficam bem a vista do motorista. Pessoas com altura acima de 1.80 devem ter um pouco de trabalho dentro do carro, porque ele não é muito alto, principalmente nos bancos traseiros.

Acabamento: Talvez por ouvir críticas em relação ao acabamento da geração anterior, a VW caprichou no acabamento do G5. Mesmo com bastante plástico, ele se mostra um material bom, com encaixes precisos, e até o momento não percebi qualquer barulho vindo deles. A forração das portas e bancos são de material de qualidade, e é bem fácil de limpar. O novo console de instrumentos também ficou muito bonitos, ainda mais comparados ao antigo G4. O Fiesta a nova geração do Sandero também possuem consoles muito bonitos, mas não estavam ao meu alcance.

Até o momento não precisei trocar qualquer peça com defeito, apenas as trocas de óleo a cada 6 mil km e as revisões normais a cada 10 mil quilômetros. De modo geral, estou bem satisfeito com o carro. Durante 6 meses estudei bem o carro para compensar a compra, pois como é o primeiro, não queria comprar e depois entrar em uma furada. Recomendo a todos que buscam esse carro, que dê preferência aos carros fabricados de 2010 em diante, pois estavam fora dos problemas que as primeiras unidades apresentaram.

Outra dica que é muito importante, é que façam seguro. Como você já leu aqui mesmo no Noticias Automotivas (https://www.noticiasautomotivas.com.br/os-carros-mais-roubados-do-brasil-gol-e-palio-sao-os-mais-visados/), o Gol é o campeão de vendas, mas também é o campeão de roubos. Estima-se que 40 mil já foram roubados esse ano, porem as pesquisas mostram que o G4 é o mais procurado. Descobri isso quando fui fazer o meu seguro, pois o do G5 é mais barato que do G4.

E você que já foi dono ou ainda é de um Gol, qual a sua opinião sobre esse carro?

Por Willian Barros Kochhann

4.0

  • maycu7

    esse carro nao desce…

    • HugoVictorCE

      Ele passou 06 meses escolhendo um carro pra comprar, E ESCOLHEU UM GOL?
      Hahaha… brincadeira.
      Foi a compra que ele escolheu, e esta satisfeito com o carro, ou seja, tenha o carro que lhe cabe no orçamento e lhe faça feliz!

      Mas, fiquei impressionado com o consumo, porque só o que ouço falar mal é consumo do Gol G5.
      Parabéns pelo Carango! = )

      • jonathan1985

        Cara, temos um gol G5 aqui em casa, 2010 também e ocorreu o mesmo fato, o carro era pra minha mae que obviamente preferia um modelo mais "feminino", mas não deu outra, o gol era de longe o modelo mais completo e mais "barato" dentre os 0KM's. O nosso é o top, tem bluetooth e comandos de som no volante, dentre outros ítens que até carros bem mais caros, em 2010 nao ofereciam, e sobre o consumo, parece mentira, mas o nosso já fez média 19 na estrada! BR290 a 100 km/h uma viagem que de ida e volta (Poa-Alegrete) totaliza aproximadamente mil km's foi possível fazer quase toda ela com um tanque. Com ar a média cai pra 15 km/l.

        Já na cidade oscila MUITO conforme o pé do motorista, a melhor média que fizemos foi 14,5, porém fica mesmo em torno dos 13.
        O nosso gol tambem nunca deu problema, o maior porém, assim como o avaliador acima disse, é por conta do conforto, o conforto dos bancos do gol são lamentáveis, quem prioriza muito isso, pode esquecer do VW.

        Acho que a maioria das pessoas que criticam nem conhecem tanto assim o carro, falam mal pra parecer "cool". Não vou dizer qe o gol é o melhor da categoria, mas também não é tão a toa que é lider de vendas, e pra deixar claro mais uma vez, na época que compramos o nosso, o gol era o penúltimo da lista e o seguro que todo mundo fala nem foi tão caro assim, se foi 10% mais caro que os concorrentes, foi muito…

        Sobre avaliação, muito bem feita, parabéns ao amigo que a fez!

        • Edson Roberto

          Na verdade, o que acontece aqui é o seguinte: Fale FIAT, sem excessão, todos vão dizer que o carro se parece com um 147. Pode ser Mille, Uno, Palio, Punto, Linea, Bravo,qualquer um. Não importa, Fiat é um lixo.

          Se vc fala de VW, parece que essa só produz Gol. Portanto, tudo é lixo. O Gol assim como outros modelos, receberam o volante multifuncional nas versões mais caras que veio do Passat. Hoje por causa disso, o brasileiro diz que o valente veio do Gol!!!! E por ai vai.

          Eu acho que o carro tem que atender sua necessidade. EU não gosto do Gol porque não gosto do comportamento de suspensão do modelo. Acho-a dura. Mas isso é minha opinião em que pude dirigir e não a muito tempo a atual geração. Mas não posso dizer muita coisa, pois minha convivencia não é diaria.

          Entretanto, para mim, ele é um carro na média de seus concorrentes… nem melhor e nem pior. E o desconto que atualmente a VW tem feito para seus produtos, tem compensado a compra do Gol. Tanto que, entre um Gol e um HB20, eu poderia optar pelo Gol por exemplo. E não é puxando o saco não, mas pelo preço e o que oferece, ele pode se tornar interessante.

      • Stark

        O Consumo do EA111 é excelente, pegue um e teste na prática pra você ver.

  • Landrutt

    Esperando a enxurrada de críticas para a compra do rapaz…

    • Carroceiro84

      Ele deveria ter comprado um SENTRA ou um FLUENCE!

      Oh Wait… Esses carros custam R$ 20, 25 mil a mais que um Gol!
      É…pensando bem, por R$ 30 mil não tem coisa melhor não, no máximo equivalente.

      • Edson Roberto

        Sabe oque vai acontecer? Vai ter gente falando para pegar um Sentra por R$30000 do ano de 2008!!! que é nessa faixa! um absurdo. Quem compra um primeiro e ao que me pareceu ele comprou pensando em economizar em combustivel e revenda, certamente ele estaria bem longe de pensar em um Sentra.

        • willianwbk

          Fato Edson. Pelo valor, poderia ter comprado até um Focus 1.6 2009, mas sei que é um carro de manutenção mais cara e se estragasse a embragem, já estaria sem carro hehe. Como primeiro carro, preciso me acostumar a ter que abastecer, trocar oleo, revisoes e etc. Realmente um Sentra está fora da minha alçada, não pelo valor, mas por possíveis manutenções.

      • Filipe_GTS

        Daqui a pouco vão dizer que ele podia ter juntado mais 8mil e comprado um Azera usadão. Quem sabe um Fusion velho.

        • marcelotavaresA

          Fusion velho 2007 ainda e bem melhor que , o Gol..

  • Antoniokings1

    Isso não é um 'carro'. É um meio de transporte. E só.

    • Filipe_GTS

      Tem muita coisa pior então, pois vejo Fusca velho, Corcel velho, Corsinha 94, Celta, Fiesta, Uno, Vectra 97 desmontando, Astra 16v vazando óleo… Nossa tem tanta porcaria na rua… Nada disso é "carro"? "Carro" é Corolla novo?

  • CharlesAle

    Quem já não viu um gol,fox ou voyage passar ao lado com um tec,tec,tec, no motor,parecendo uma máquina velha de costura,não sei se a VW resolveu isso,mas que tem uma quantidade enorme de carros da VW nessa situação,tem…..

    • xton

      Não só VW, mas Fiat, Ford, Renault, Honda… Isso se chama tecnologia FREX de bosta… mataram os motores….

      • Bikudin

        Concordo.

      • Edson Roberto

        Discordo. Tenho um C3 1.4 2008 flex e não fica fazendo tec tec tec de nada…

    • Bikudin

      Eu ouço direto, e não só no Gol, Fiat, GM, Ford, Peugeot… eu só não ouvi esse Grilo nos Clio 1.0, q no caso esses motores a compressão não passa dos 10:1, razoavel para os 2 combustiveis, os outros são de 12,5:1 a 13:1

      • Edson Roberto

        Atualmente o Clio está com taxa de compressão de 12,5:1….

        O meu C3 1.4 não faz tec tec tec não…

        • willianwbk

          Edson, acho que isso é um problema mais de carros 1.0. Realmente, o Fox, Gol e Voyage, quando a rotação está muito baixa, o a pessoa engata a marcha mais alta do que deveria ter engatado, parece que o motor ta se quebrando. Quando andei de gol alugado, notei que no alcool esse barulho diminiu, mas na gasolina é bem evidente. Carros acima de 1.4, eu não escutei esse barulho, até mesmo nos 1.6 da VW. O meu raramente faz esse barulho.

        • Bikudin

          É verdade, mas falo do mais antigo.

        • vynycyus

          O tec, tec, tec, ė clonico no motor 1.0 do gol e fox na maioria das vezes não ė o famoso (grilo)é tucho. esse motor tem um problema serio de lubrificaçao na parte superior, mesmo com alcool ele faz o tec, tec. esse motor ė muito ruim e barulhento. obs meu teclado esta ruim.

    • Jason

      O que eu reparo é que os motores da atualidade necessitam de MUITA aceleração pra desenvolver. Um dia um novo Uno tentou me utlrapassar e, não sei se por falta de experiência do cara, mas o motor berrava!

      • Edson Roberto

        Depende… qual seu carro? Não adianta um 1.0 de 80cv achar que a potencia é de "menos" 2cv para um Gol de 1993 1.6.

        Tudo depende do seu carro e como ele extrai. O mesmo aconteceu quando eu andando numa boa com o meu C3 1.4 e um Celta ao lado "sentando o pé" literalmente!, e o cara só foi mesmo "sumir" na terceira marcha. Detalhe, não estava fazendo racha e estava indo tranquilo, até minha mulher estranhou.

        • Jason

          Edson,
          Eu reparava nos carros mais antigos… Tinhamos um Kadett 1.8, e pra levantar aquele carro era bem fácil. Ele era ótimo de aceleração. Sem sacrificar muito o motor, conseguía-se uma boa resposta. Os motores 1.0 e até 1.6 de hoje, parece que precisam de uma aceleração mais forte. Vc precisa levantar o carro de 4500 a 6000 rpm pra ele levantar, coisa que os motores mais antiguinhos conseguiam fazer com um pouco menos que isso. Mas isso não significa que as coisas pioraram, só são diferentes.

          O que ocorre é situação como esta que você descreveu. Por exemplo, estou a 110km/h no meu 1.0, ele a umas 3800rpm. O cara com outro carro 1.0 quer me ultrapassar, mas pra ele conseguir desenvolver a potência ele tem que jogar em 3ª marcha e atolar o pé… Você escuta o esforço que o motor do carro faz. Mas como disseste, depende do perfil do carro e até do condutor.

    • Alex Johansson

      Isso é barulho de motor forjado, batidinha de saia de pistão. Só que não. hehehe

    • kkkkkkk é ridiculo mesmo esse barulho, ja ouvi ' tec tec tec tec '

  • Boblop61

    Parabéns pela matéria. No passado tive vários Gols, nunca tive problemas com eles, apenas um 96 GL 1.8 que tive, deu um problema num amortecedor dianteiro que a garantia resolveu. Cheguei a 90000 kms, trocando um jogo de pneus, amortecedores e fluídos. Mesmo rodado, o cambio, freio, carroceria, pareciam zero e é essa a essência do Gol: envelhecer bem e acredito que até hoje vende bem por essa razão.

    • gcarlos

      E outras mais, q alguns cegos de ódio, não conseguem enxergar (não tem GOL), mas não GOLfóbico!

  • Louis

    Valeu pelo texto, mas há um trecho que não gostei: "O Gol tem a característica suprema de ser um carro que aguenta tudo, e o G5 não deixou isto de lado."…Sinceramente, isso me pareceu fanatismo.

  • Marolao

    Sei lá… Não vou criticar… Esses dias eu vi um honda fit… Como um carro pro dia a dia, e por 30 e poucos mil dá pra pegar um 2009 pouco rodado… Acho que é uma compra mais agradável, que não pesaria tanto no bolso em questões de manutenção e etc…

    • Bikudin

      Esse sim é um carro de verdade, um tanque de guerra, não quebra facil, honda é honda.

      • Nasckar

        concordo, tenho um 2004 com 60 mil kms, parece novo ! não troco nem vendo ! rsrsrsrs

      • Filipe_GTS

        É mesmo, também tenho carro Honda e gosto. Mas comprar um 2009 pode ser uma péssima surpresa… A não ser que seja do tio, do vizinho, do amigo….

  • Bruce

    Estranho.

  • CanalhaRS

    Meu sogro tem um voyage 1.0 2010, que comprou 0km, e o carro, apesar de peladaço, anda muito bem para 1.0, consome pouco (média de 14/15km/l na estrada) e nunca deu problema em nada. Detalhe: ele fez as revisões e cumpriu todos os chamados.

  • Hellvins

    Não vou criticar, o cara ralou pagou ou esta pagando o carro, isso está bom para mim, não culpo o consumidor, ele e o lado fraco nesta historia, deve ser respeitado sempre, e o carro é bonito sim!

    • Filipe_GTS

      Viajou, pois não tem nada de lado fraco aí (deixa o CDC de lado). O cara pesquisou tempo antes de comprar.

      • willianwbk

        Sim, pesquisei bastente Filipe. Também acho o FIt um carro ótimo, mas os que eu vi em bom estado, fugiam do meu alcance financeiro. Grande parte desse carro ai ainda é financiado, então um fator determinante para eu ter levado ele pra casa foi a baixa km. Peguei ele com 3868 km, e isso fez a grande diferença.

  • msouza91

    Usamos esses na empresa por um bom tempo, estamos trocando agora e o Gol não é mais vantajoso, os nossos são 2009, Trend completos que nem o seu, possivelmente irei trocar por Sandero ou Novo Uno, mas não sei se meu bolso vai agradecer com isso, o Gol era realmente econômico, o problema mesmo vai ser com as caminhonetes…

    Mas enfim, o gol é um carro bem honesto, embora hoje em dia esteja bem carinho… Eu mesmo já passei algum tempo com os da empresa, são carros simples, mas bem robustos, o mais rodado deles vai pra quase 120 mil km e não precisou fazer muita coisa só as manutenções preventivas e o óleo, que nos trocamos de 5mil em 5mil

    • pauloreis

      Honesto?? 120 mil e não fez muita coisa?? duvido que não tenha trocado amortecedores com 60k, ou 80, mais o kit e tal. Quando vc tem um carro de verdade e vai no mecânico vai ver que não tem milagre…, a não ser que ande somente em asfaltos perfeitos full time, o que não existe aqui… Esses carros foram feitos para trocarem muitas peças até os 120k, deve estar mal informado, a preventiva é de praxe para todos, portanto não esta em análise. Pela lógica deve estar rangendo os plásticos mais do que o normal, barulhos para todos os lados e, a resistência torcional da carroceria deve estar comprometida já… isso é a realidade brasileira. Tenho um focus 2008 desde 0 km e esta com 130 k, troquei os amortecedores com 110 e o mecânico ficou de careta que os batentes estavam inteiros ainda… troquei o segundo jogo de pneus que duraram 74 k, vi o relato de um dono de Sentra e de um Punto aqui no NA que trocaram amortecedores com 60 k… eu ando em todas as estradas possíveis, já fui acampar e tudo o mais, não tenho frescura. Vejo que esta confiança do Gol esta sendo super exagerada para a realidade….

      • Edson Roberto

        Paulo, tudo depende.

        Tinha um taxista que eu pegava direto o taxi dele, ele foi trocar os amortecedores do Linea dele com 90000km. Entretanto, depois disso, ele pegou um segundo carro, um Voyage. Ele só trocou ocm 160000km!!!!! Eu acho que depende do uso e situação.

        O irmão dele que tem uma frota de carros médios, para transporte executivo, trocou do Corolla e Civic (de gerações anteriores aos atuais), com 60000 e 70000km respectivamente.

        Eu mesmo troquei do meu C3 com 70000km os amortecedores porque eu sentia o carro menos estavel, mas meu mecanico disse que duravam pelo menos 15000km. Veja… talvez o que ele faça de ser um carro robusto, é ser um carro duravel que não deixa na mão. Claro que quando vc realmente dirige um carro superior, a diferença para um carro mais simples fica nitida. É até engraçado mas vou citar, porque citam os odiados franceses como manutenção ruim, mas nunca ouvi sequer uma pessoa reclamar com tanto odio que eles quebravam a todo momento. Eu tenho um 2001 – Xsara hatch ocm 137000km rodados atualmente e te digo que… se esse carro estiver detonado com essa quilometragem, ele deve ser jogado fora. Os carros na realidade foram feitos para roda rmuito mais de 300000km. Mas infelizmente propaganda e pessoas, acham que carros devem ser rodados até no maximo 100000km, porque depois disso fica caro e o carro começa a dar problema.

        Só dá problema pois bem como vc disse, se não estiver com a revisão programada feita em dia. Se estiver é carro para muitos quilometros. Vemos todos os dias taxis que rodaram acima de 250000km para carros comuns como Voyage, Siena, entre outros.

        • pauloferrer

          tem um colega aqui da minha cidade que tem um siena hlx 1.8 acho q 2008 desde de zero é um táxi e ele viaja muito o carro dele ja ta passando de 350 mil km e nunca abriu motor, alias na praça esse motor 1.8 da gm q foi usado em toda a familia palio é muito elogiado!!!

      • Filipe_GTS

        É um carro barato. Obviamente dura menos que um Focus nas mesmas condições de uso.

      • pauloferrer

        ué ta chamando o cara de mentiroso? só o focus presta? tenho um livina táxi com 120k e nunca troquei amortecedores eae? estão funcionando perfeitamente vou trocar pra q? alias nunca troquei nada d+ só correias e esticadores com 70k, oleos e filtros a cada 10k e 1 pastilha de freio com 70k eae sou mentiroso tb? a unica coisa q rola são alguns grilos mesmo em ruas de paralelo mas tb com mais de 100k acho q ta de bom tamanho!!!

      • msouza91

        não foi trocado, só manutenção preventiva e revisões, os carros só rodam em asfalto em Brasília, e raras as vezes passam de 80km/h (eu mesmo verifico os tacógrafos pessoalmente toda semana), sendo que raras são as vezes que eles saíram do eixo plano-lagos sul e norte,. Não transportam carga, e sempre rodam com 3 pessoas. Não é pq o carro é de empesa que tem que ser mal cuidado, as Rangers sim já foi trocado suspensão completa, mas elas vivem carregadas, isso depende das estradas e do uso que se dá para o carro…

  • Bikudin

    Eu tive um Gol só, o primeiro e ultimo, VW nunca mais.

  • roberto_araujo

    Tendo em vista que o novo Gol custa á partir de 26.890, eu não achei 28.900 R$ um bom preço, ainda mais se tratando de um carro com motor 1.0 e com 2 anos de uso.

    • Jason

      26.890, na versão 2 portas, sem nenhum opcional. Na versão 4 portas, pagam-se 2 mil reais a mais, e se quiser levar o Ar condicionado, a DH, o alarme, aí vai encarecendo mais…

      O Gol nunca foi barato. Nem pra comprar, nem pra manter.

      • roberto_araujo

        Bom, segundo o configurador do site da VW, por 31.858 R$, apenas 11 % a mais do que o preço pago por esse usado, se compra um novo Gol 4 portas com vidro elétrico, ar-condicionado e direção hidráulica.
        O IPI reduzido matou o mercado de usados e semi-novos, acho que se o sujeito que comprou esse carro em maio de 2012 tivesse realizado a compra hoje, não precisaria pagar mais de 24.000 nesse Gol.

        • Edson Roberto

          E ainda, se eu não me engano esse valor ele já vem com Air bag e ABS não?

  • Adriano_Silva

    Como foi comentado no texto é um popular "mesmo que o preço não combine muito com a categoria", que ainda assim reina em relação aos concorrentes o 5,5 visualmente me agrada mais. PARABÉNS PELO CARRO, TA BEM LEGAL.

    • Filipe_GTS

      Não existe 5,5, a VW intitulou "Novo Gol". As seguradoras e revendedoras apelidaram de "G6".

      • Adriano_Silva

        Calma foi só uma brincadeira rsrsrsrsrrsrs.

  • diegoandrade1

    sinceramente, é a primeira vez que eu vejo tantos elogios por parte de um dono sobre o Gol G5. eu tenho dois amigos que ja estao prestes a vender os seus, e so escuto criticas por parte deles.

    • F_F_

      meu irmão teve um G3 e também era só reclamações…

      volante torto, acelerador eletrônico c/ lag, etc…

  • Jason

    Este carro é idêntico ao que minha mãe possui. O nosso só tem de diferente os frisos cromados nas portas, e alguns ítens a menos. Compramos 0km, em 2009, com pacote trend, som, vidros elétricos nas 4 portas, ar quente (uma pena não ter pego o AC) e pagamos 31.500.

    Vou aproveitar pra postar algumas impressões minhas. Eu estava de planos de escrever um artigo para o NA, mas a falta de tempo não tornou possível.

    O carro tem seus pontos fortes, sim. É economico (média de 13km/l na cidade e 15 na estrada, com mudanças de marcha em 2500rpm), estável, e tem boa aceleração pra motor 1.0. Chega a ser mais esperto que o Honda Fit 1.4 da minha tia, que não tem uma arrancada muito boa. Embora necessite algumas retomadas em subidas e em ultrapassagens, o carro não chega a ser muito frustrante.

    Somos em 3 pessoas aqui, e o porta-malas nunca deixou a desejar em viagens. Aliás, certa vez viajei com os bancos rebatidos e algumas caixas, junto com uma mochila e mais um monte de apetrechos. O espaço interno do carro é honesto, e 4 adultos viajam sem aperto. Mas, carregado, ele já não responde tão bem ao acelerador.

    O interior é na média dos carros populares. Sem muito luxo, sem muito exagero. Gosto do acabamento das portas, com uma pequena porção de tecido. O Palio que estávamos interessados na época que o compramos era todo de plástico, rústico.

    Pontos negativos do carro começam a aparecer na ponta do lápis. Embora seja um popular, seus preços de peças e revisão são muito caros. As revisões na concessionária da VW nunca custaram menos que R$ 400. A última custou R$ 500, e a próxima (6ª) deverá custar perto de 600 segundo o próprio consultor da loga. Tão caros quanto carros de categoria superior. Em uma troca de pára-choques, gastamos R$ 1.000 ano passado. Fora o seguro, que, embora nosso perfil seja conservador, nunca baixou de R$ 1700.

    Rodamos pouco com o carro, tanto que em 3 anos ele está com apenas 25 mil KM. Mas as revisões a cada 6 meses são caras, e nunca vamos conseguir rodas 10mil KM em 6 meses. A garantia do carro já se foi, é verdade. Mas a VW poderia fazer revisões a cada 12 meses, para não encarecer tanto. Esse é um ponto negativo.

    No geral, se pudesse dar uma nota de 0 a 10 para o Golzinho, eu daria 6. A relação custo x benefício dele já não é das melhores. Claro que, no caso do autor do artigo, ele já pegou seminovo, com alguns equipamentos a mais, o que torna a oferta um pouco mais atraente.

    Se alguém tiver alguma dúvida, pode perguntar, será um prazer responder! Abaixo, uma pequena foto do nosso Gol:
    <img src="http://t.imgbox.com/abye1dII.jpg&quot; alt="image host">

    • Edson Roberto

      Jason, interessante relato.

      O mais interessante do Fit assim como de alguns carros mais potentes que o Gol ou outros 1.0 é a importancia de uma subida. Lembrando que, hoje, a turma de engenharia se obrigou necessariamente a dar uma atenção em relações de marchas de carros 1.0 mais do que carros mais potentes.

      Tanto que se vc reparar, o Fit tem uma relação longa que pode dar a entender que o Gol puxa com maior facilidade, ainda que o Fit tenha um estilo impecavel de dirigir (eu pelo menos acho).

      Sobre o Gol eu não vou comentar pois não tenho um para o dia-a-dia. Mas confesso que esses valores assustam. No C3 eu não cheguei a pagar mais de R$300 por revisão. Um unico que eu fiz aos 30000km para fazer uma serie de detalhes por capricho meu. Deu R$990.

      É por isso que eu falo, as vezes vale a pena conversar com quem tem o produto para se ver se vale a pena.

      Meu C3 por incrivel que pareça tem peças mais baratas que um Fox. E quanto ao parachoque o do C3 SEM PINTURA custa R$600. (na concessionaria).

      • Jason

        Edson,

        É verdade, as marchas do Fit tem relações um pouco mais longas, e isso dá impressão que o torque demora a aparecer. Eu demorei um pouco pra conseguir levantar o carro de 80 a 100 pra ultrapassar, mas a 4ª marcha dele é melhor escalonada do que a do motor 1.0. A Direção Elétrica, na estrada, é confortável e precisa. Até acho injusta a comparação com o Gol, pois são carros de categorias diferentes, mas foi um parâmetro que achei pra comparar o desempenho, pois são dois carros que tenho contato quase diário. O que senti falta mesmo foi de uma retomada um pouco mais rápida no Fit.

        Sobre o Citroen, é uma boa informação a tua, pois tem muita gente que diz que "carro francês tem mecânica cara", mas vejo que não é bem a realidade. Meu primo tem há anos um Peugeot 206, e só gastou mais de 600 na revisão de 60 mil KM; isso também me leva a crer que a VW tem a mecânica e a cesta de peças cara. Os 1000 reais do parachoque, incluiam a pintura. Acho que a peça sem pintar deva custar uns R$ 600 a 700.

    • kikofar

      Sua análise é bem parecida com a minha. Tive uma Parati Track&Field. Era "tratada a pão de ló" por mim, levando-a à concessionárias da VW para as revisões acreditando que "era o melhor" (rsrsrs). A vendi com 109 mil km's rodados. Resumindo, o que me irritava é que sempre tinha algo pra se fazer no carro. Uma lâmpada queimada aqui, uma coifa acolá, 2 jogos de batentes de amortecedores, 1 par de amortecedores, módulo do alarme (trocado no último dia da garantia de apenas 1 ano, diga-se!!!!), abertura do porta-malas na chave "descodificava", fechamento dos vidros na chave "descodificava" com considerável frequência (ao menos 2 x por ano)…

      Isso sem contar as besteiras que fizeram no meu carro: brearam o forro do teto de sujeira para trocar uma simples lâmpada queimada. Devolviam-me o carro sem executar algo que havia pedido (isso era muito frequente). Quebraram bico injetor e colaram com superbonder (como se resolvesse! O motor jorrava álcool sobre ele mesmo e minha família dentro do carro… Imaginem a cena!!!). Devolveram o carro com um parafuso a menos numa das rodas etc…

      CONTINUA…

    • kikofar

      Adoravam inflar a revisão com as empurroterapias (descabonização, higienização – como gostam de palavras bonitas… E tanta gente cai nessa! – troca de palhetas que ainda estavam boas…), de forma que nunca as revisões saíram menos de 490,00 R$, sendo o menor valor. O maior foi de 1.500,00 e pouco, nos 80.000 km e a média ficou nos 720,00. Sinceramente, pra mim são preços salgados para um carro desses.

      Atualmente, quem me conhece aqui no forum sabe, tenho um Accord V6 2006. O adquiri com 57.000 kms. Não fiz a revisão dos 60 mil por minha conta porque essa eu "pedi e ganhei" da concessionária quando da compra (quem não chora… não mama né! rs), mas a de 70 mil e dos 90 mil me custaram 550,00 e 380,00 respectivamente. A de 80 mil é que ficou em 2.400,00 pelo tamanho do serviço que é previsto (troca de todos os fluidos e da correia)… A dos 100 mil está orçada em 430 e poucos reais…

      CONTINUA…

    • kikofar

      Enfim, penso que devemos sim olhar "para os lados" e ver as demais opções existentes. O Gol é um bom carro. É honesto no que entrega, mas a VW é quem cobra demais por ele e pela sua manutenção que é considerável sobretudo porque não é um "tanque de guerra" como vendem a imagem por aí não.
      Abraço!

      • Jason

        Kiko,

        Otimo relato! uma pena que a rede de manutenção da VW seja tão mercenária! Eles enfiam a faca sem dó. E realizam o serviço mesmo sem autorização. No nosso caso, trocaram as palhetas pelas tais "aerowisher" – quando a mesma não vinha de série – e cobraram R$ 120. Ô palhetinha cara!! Também gostam de empurrar o alinhamento e balanceamento. Mas, fazer esse tipo de serviço a cada 6 meses é irracional. Quando questionados, eles desconversam. Enfim, aquela cultura de que "VW tem manutenção barata" já era. É cascata.

        E existe a pressão da garantia. Quando compramos o carro, sabíamos dos recalls e tudo. Então, a tal da garantia de 3 anos pressiona vc a fazer na CSS as revisões. Vai que vc faz fora dali e dá uma zica no motor? É um risco a que se está sujeito.

        Nesses 3 anos, o nosso Gol já está com uma pequena folga na direção, às vezes na partida o motor fica meio "engasgado" – culpa da gasolina ruim, provavelmente. Mas se for reclamar disso na CSS, pode saber que aumenta o custo da revisão.

        Enfim… vivendo e aprendendo. Esse carro está sendo de um aprendizado tamanho pra gente. Já penso se o nosso próximo não vai ser um seminovo, e de outra marca.

        Abraços!! ^^

  • suguii

    O importante é que ele conseguiu comprar com o dinheiro do suor dele, quem não gostou, faz uma vaquinha e dá um carro melhor pra ele, oras… rsrs

    Meu sogro comprou um Voyage 2013 1.6 Comfortline completo e pra minha surpresa, achei um carro bem acertado, já dirigi o carro e até que gostei, tanto da dirigibilidade quanto do conforto… fiz uma pequena viagem pra Mogi das Cruzes partindo de SP e foi agradável, consegui boas retomadas de velocidade e tomei um pequeno susto que tive que mudar de faixa rapidamente e a direção continuou firme em minhas mãos….

    Todavia, ainda não é o tipo de carro que pretendo adquirir e aproveito para parabenizar o proprietário pela aquisição, e que proporcione bons momentos de alegria!

    • Filipe_GTS

      Para a sua surpresa????????
      Vc nunca leu uma revista automotiva, só pode. Toda publicação séria diz que o Voyage 1.6 é um ótimo carro para dirigir.
      Não sei se aqui neste site já testaram, mas se testaram aposto que disseram o mesmo.

      • suguii

        Sim, para minha surpresa, pois não sou fã da VW, e você errou totalmente, tenho 2 assinaturas, a Car & Drive e 4 Rodas, além de acessar DIARIAMENTE o NA…. de qualquer forma, como você deve ter lido, não meti o pau no carro, pelo contrário, falei muito bem do carro, não sei o porquê do stress…

        Feliz Ano Novo pra você também!

    • willianwbk

      Obrigado Suguii. Andei já em um confortline, e também tive a mesma impressão que você. Se meu alcance fosse maior, tinha buscado um desses.

  • wbianchi

    até o preço ele achou barato
    =D

  • paulluis

    O que vc economiza no combustível gasta com seguro, e ainda por cima perde em conforto, pra mim que na maior parte do tempo ando com mais duas pessoas o carro fica fraco, pra mim tem coisa melhor em um nível acima…

  • EduardoHaddad

    o povo fala muito do gol G5. minha mãe tem um power 2009 a quase um ano, adquirido pouco rodado e nunca deu problema,
    não precisou trocar nada ainda, e o consumo é muito bom!
    não que seja um carro top, mais diante dos concorrentes, pelo menos no mercado de semi-novos, acho uma boa opção.
    da pra pegar um cheio de opcionais pagando tabela.
    agora zero realmente não fica barato pegar um completinho

  • Filipe_GTS

    Povo chato, não dá nem pra ler esses comentários imecis. O Gol é um carro muito bom, não é a toa que vende tanto.
    Tem muita gente aqui que não tem CNH, que não tem carro, que anda com carro de 20 anos de uso e vem xingar o cara que comprou um Gol quase zero.
    Claro que se ele tivesse 50mil ele comprava um carro melhor, com 80mil um melhor ainda e assim sucessivamente.
    Com R$ 30.000 é o que há para comprar. Ah, e não me venham falar em porcaria ano 2004, 2003, 2005 ou o que for e ainda ter coragem de chamar de "seminovo".

    • anderson_sp

      Calma colega, são opiniões e as mesmas devem ser respeitadas, em matéria da Fiat tem gente que não gosta da Fiat, da GM, Ford, Renault, Honda, Toyota………….. e por aí vai, achar que só porque "eu" idolatro tal carro não queira dizer que para outros presta ou deva ser venerado da mesma maneira, tem gente que conheço que tem trauma de carro francês por que já passou por perrengue com um e sai falando mal por aí, é de cada um e varia de cada pessoa, não existe nenhuma unanimidade automobilista, se o cara gastou do dinheiro dele e está feliz com o carro é o que importa.

    • andre luiz

      E existe seminovo, pra mim é usado mesmo.

  • YoOdEx

    Tem gente aqui que tem carro que faz 20 km/l na cidade e 15km/l na cidade… Pra que exagerar tanto? O carro pode ser economico e agradar, mas fazer milagre náo faz não! Acho que nem Uno Mille faz um consumo desses andando com o pé bem leve..

    Quanto ao carro, eu fui em 2010 buscar um Gol 1.6 simplesmente porque gostava muito do motor e cambio, além do ajuste mais firme de suspensão. Na época era o carro que mais transmitia prazer ao dirigir (exatamente o que eu buscava). Só que o preço da versão completa (com todos os itens que eu queria) estava cara demais, e por mil reais a mais peguei um Fox top de linha (com o mesmo motor e cambio.. ou seja, praticamente mesma dirigibilidade). Não me arrependi nem um pouco!

    Fica a dica para quem for buscar um Gol, principalmente se for a versão 1.6, é bom olhar o Fox. Este mantem as mesmas qualidades do Gol, com um algo a mais: espaço interno, acabamento e interior, design (gosto pessoal), e seguro um pouco mais barato. Na versão 1.0 complica um pouco, pois o Fox é 100kg mais pesado que o Gol, ou seja, o desempenho é inferior ao Gol.

  • dohcoelho

    Minha mãe tem um Voyage 2009 preto o carro é muito bom pegamos usado tbm com baixa Km hj ele tem 90.000 Km o carro é firme nunca deu defeito, claro os recall mas isso em 1 dia na CC foi resolvido. o carro passou por uma revisão esses dias só foi trocado a vela para ter uma ideia. é só botar gasolina e andar.

  • LeandroBalmant

    O Gol é sim um carro bem bonito mas não gostei do volante!
    Acho que se fosse comprar um Gol tentaria comprar um Fox pelo tipo do carro.

  • MajorAutomotivo

    Na boa, não quero criticar o autor do texto pela sua escolha.
    Mas, eu parei de ler quando vi "O Gol tem a característica suprema de ser um carro que aguenta tudo."

    • macaense

      Realmente forçou a barra.

  • BrunoMulsane

    Minha noiva tinha um gol modelo 1.0 2009 vermelho. Trocou em um fiesta 1.6 class 2011 na época. O gol era só dor de cabeça. O carro ja nos deixou no meio da rua e na estrada, parava do nada! As portas rangiam com o tempo, o motor é barulhento. O ar condicionado parou de funcionar por várias vezes. Enfim, ficamos com o carro por 2 anos e foi só dor de cabeça! E não sei de onde tiraram esse consumo, só andando a 40km/h pois o nosso quando fazia 9km/l era milagre, tanto é que, não sentimos diferença no consumo para o fiesta, mesmo ele sendo 1.6. Ja no interior, o carro da ford é mais confortável e espaçoso, principalmente no porta-malas. O acabamento também é melhor, pois no mesmo tempo com relação ao gol (dois anos) o fiesta esta durinho, muito confortável e não parece que as portas vão cair. A tocada ( dirigibilidade é ótima), motor anda muito, mesmo sendo 1.6. Comparo, pois tenho um focus 2.0. Enfim, o gol so tinha o cambio mais macio, de resto o fiesta dá um show!! "O Gol tem a característica suprema de ser um carro que aguenta tudo." Isso é para enganar trouxa, assim como fomos. Hoje pegamos cerca de 30 km de estrada de terra com ele todos finais de semana, pois comprei um rancho atualmente, o carro é ótimo, não faz barulhos, muito honesto mesmo! O atendimento da ford aqui em MG é vip, bem diferente da vw. Enfim, so o trocaremos no novo fiesta. VW, never!!

  • lemagri

    Estou numa tremenda dúvida…não sei se compro um usado (gol power) 2011 ou se compro um zero na faixa de 30 a 32 mil…meu tio tem um gol Power completão, coisa linda…

  • Felipe

    Já andei em um Gol, mas ele não tinha o conta-giros. Apesar dos bons engates de câmbio, o seu acabamento de plástico é tão ruim que parece de um Fiesta, os bancos não têm conforto nenhum, entre outras coisas. Aí quando voltei para o Corsa Sedan Milenium 2001, me senti em um carro confortável, e olhe que é outro CARRO POPULAR.

    Parece que não se faz mais carros populares como antigamente, tanto que até o Corsa Wind ou o Escort Hobby são mais confortáveis. Ou será que estou errado? Se fosse para escolher um popular escolheria um desses que citei, o que muda é que são mais fracos e não têm conta-giros. Mas desde quando que o motor 1.0 tem que ser forte?

    Enfim, essa é a minha opinião.

  • Wellinthon

    Tenho um Gol G5 1.0 2011 Branco. Na minha opinião é um carro excelente. Tem um bom desempenho, ótima estabilidade, conforto e tudo mais. Gostei do carro.

  • Jubis

    Estou para conpra um G5 2010 Trend 1.0, meu segundo carro, gostei do modelo e dos acabamentos, mas ainda tenho minhas duvidas quanto a economia e manutenção( motos de preferencia). e fato todo carro 1.0 o motor é mais fraco, mas não procuro potência e sim um pouco de conforto e economia,Alguém pode-me se da sua opinião?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend