Manutenção Matérias NA Vídeos

Como pintar carros?

Como pintar carros?

Já pensou em pintar o seu carro em casa?


Fazer as coisas em casa pode ser algo muito prático e economicamente viável em relação à manutenção e conservação de um automóvel.

Até mesmo o manual do proprietário tem algumas recomendações nesse sentido, mas nada fala sobre algo que para muitos pode até parecer impossível, pintar carros. Então, fazendo em casa, como pintar carros?

Neste artigo, vamos falar sobre esse assunto, com recomendações sobre como proceder para efetuar de forma correta e prática a pintura do automóvel na própria residência ou local onde o proprietário pode abrigar seu carro para fazer o serviço.

OBS.: É claro que é muito bom lembrar que pintar um carro é algo que exige um bom conhecimento. Por isso que bons pintores cobram caro pelo seu trabalho. Portanto, fica o alerta no sentido de que uma pintura mal feita por alguém sem conhecimento pode estragar o carro e deixar o prejuízo ainda maior.

Vamos lá:

Pintar um carro em casa é algo que pode ser feito sim, desde que se tenha o material adequado e se execute as etapas do processo de forma correta.

Isso é importante para que o serviço fique bom e não prejudique o veículo, dando à ele o acabamento esperado para ficar bonito e agradável visualmente.

Como pintar carros?

Como pintar carros?

Pintar carros não é um processo tão simples assim, é necessário alguns recursos e condições para que seja feito corretamente.

Deve-se pensar bem no que diz respeito ao local para fazer a pintura do carro, assim como no uso de materiais adequados para que se possa preparar a superfície da lataria, depois fazer a pintura e então o acabamento final.

Nessa parte, deve-se seguir os passos indicados de forma correta, para que a qualidade fique boa e assim o carro possa não ter somente a cor restaurada, mas também que a mesma esteja em condições de dar brilho e aspecto de novo ao carro.

Cor de pintura deve ser igual ao documento

Antes de mais nada, é preciso lembrarmos de um detalhe importante.

De acordo com o Código Nacional de Trânsito (CTB), no artigo 230, é proibido “conduzir o veículo com a cor ou característica alterada”.

A mudança de mais de 50% da aparência (exceto área envidraçada) sem comunicação e autorização do Detran prevê multa de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH. Isso pode ser resolvido com pedido de alteração junto ao Detran.

Como pintar carros?

Escolha um local adequado para a pintura

Bom, com ou sem substituição da cor original do veículo, o primeiro passo para se pintar carros é escolher um bom local para sua execução.

A recomendação é que seja um local onde haja espaço suficiente para que possa ser feito um trabalho em volta do veículo sem impedimento.

É importante que seja um local sem trânsito de pessoas ou animais e especialmente coberto. Pode ser na própria garagem, de preferência sem nenhum objeto por perto, o qual ficará coberto de tinta se não for protegido.

Além de o local da pintura estar coberto, o espaço precisa ser bem iluminado, naturalmente ou artificialmente. Também é necessário que o espaço seja regularmente ventilado.

Por fim, após o local estar devidamente desobstruído de materiais ou objetos que não farão parte do processo de pintura, deve-se cobri-lo com plástico, a fim de evitar pinta-lo também. Se existir algo que não possa ser removido, cobra-o da mesma forma.

Se a garagem for coletiva, melhor encontrar outro local que não prejudique outros veículos. No caso de casa, a indicação é que o serviço não seja feito com outro carro próximo, se a mesma tiver duas vagas, por exemplo.

Como pintar carros?

Materiais necessários para pintar o carro

Depois de escolher o local adequado, agora o próximo passo para pintar o carro é a escolha do material necessário.

Isso é fundamental, pois produtos errados poderão danificar o veículo e deixar o serviço muito mais difícil e, dependendo, até impossível de ser resolvido sem a mão de um profissional.

Na lista de materiais para um bom serviço de pintura de autos é importante ter lixa de mão, solventes para limpeza de superfície, muito papel, fitas adesivas, primer, máscara para pintura, óculos de proteção, preenchedor para reparos, tíner e catalisador, bem como (é claro), a tinta.

A tinta pode ser do tipo verniz, verniz acrílico ou poliuretano.

Uma tinta de boa qualidade é importante para que o serviço de pintura fique bom, sendo que nas casas especializadas em tintas, existem profissionais que possuem produtos específicos e muito bons para a linha automotiva.

Aliás, estas empresas também reproduzem a cor original do veículo para o cliente, o que é muito melhor.

Como pintar carros?

Inicie o processo de pintura

Antes de começar o processo de pintura, primeiro se equipe de forma adequada para sua própria proteção. Use a máscara de pintura com filtro de preferência, a fim de evitar a inalação da tinta. Para proteção dos olhos, use óculos de serviço com laterais fechadas, assim como calça e blusa de manga comprida.

Observe o estado de conservação do veículo para ver se está com corrosão aparente ou amassados. Caso positivo, primeiro será necessário corrigir esses defeitos.

Para isso, utilize uma lixa seca 150 de metal para remoção da ferrugem, passando lentamente para extrair a corrosão e suavizar o metal atingido. É preciso ter cuidado para não tirar mais do metal que o necessário.

Se a corrosão for muito profunda, use um produto para remoção de ferrugem, encontrado facilmente no mercado. Para melhor resultado, deve-se lixar a pintura completamente até o metal.

Após resolver isso, as irregularidades na superfícies precisam ser corrigidas com a aplicação de um preenchedor (massa de poliéster) e depois o primer em camadas finas e a cada 10 minutos para que a irregularidade seja eliminada.

O primer precisa ser misturado com catalisador e um diluente, que é o tíner. Na embalagem do primer, há indicação da proporção de cada um.

Após secar de um dia para o outro (tempo de secagem varia de acordo com o produto, por isso verifique na embalagem), use uma lixa 500 para dar o acabamento e deixar a superfície lisa para que arranhões e eventuais danos à superfície, já preenchidos, sejam corrigidos.

O primer precisa estar completamente seco para que a tinta seja aplicada à carroceria e o processo de lixamento precisa ser suave para não expor novamente o metal.

Lixe completamente a pintura, caso não queria expor o metal, desgaste a pintura até a superfície ficar bem áspera ou aparecer alguns pontos pretos na lataria.

Como pintar carros?

Aplicando a tinta

Após o primer ter sido aplicado e devidamente lixado, agora o próximo passo para pintar carros é a aplicação da tinta.

Para isso, utilize o compressor de ar para que a pulverização seja mais eficiente. Este é o modo mais correto, embora existam produtos em spray e alguns utilizem até bombas de inseticida para aplicação de tinta.

A tinta precisa ser diluída em proporções que são indicadas na embalagem do fabricante, sendo utilizado o catalisador e o tíner para diluição.

Antes da aplicação, use papel para cobrir as partes que não devem ser pintadas, como vidros, partes plásticas, maçanetas, etc. Use a fita adesiva para prender bem essas proteções. O ideal seria retirar para-choques, maçanetas, lanternas, faróis e grade.

O compressor de ar pode ser de 25 litros e a pistola de pintura deve ser aquela com reservatório gravitacional. A pressão deve ficar entre 40 e 50 libras. Ajuste a pistola para que uma boa área possa ser atingida pela tinta.

Cada demão de pintura deve ser feita em intervalos de 5 minutos. O tempo de secagem vai depender do produto que está sendo aplicado, podendo ir de alguns minutos até sete dias. Evite que o carro pegue poeira.

Utilize após pintar, uma lixa d´água bem fina para dar acabamento na pintura, enxaguando para retirar os resíduos do excesso de tinta.

Se preferir um brilho e proteção adicionais, adicione um verniz automotivo para essa finalidade e depois lixe suavemente para remover o excesso em determinados locais. Feito isso, a pintura está finalizada.

OBS.: Fazer a pintura de um carro por conta própria é algo de responsabilidade de cada pessoa. Se você não está seguro de fazer isso, leve seu carro até um bom pintor, para que ele faça o serviço por você.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Phantasma

    Esse é o tipo de serviço que é melhor pagar um profissional.

    • UPTSI

      Em carros que valem menos de 10mil reais não é muito viável economicamente pagar 2~~4 mil para pintar o carro.

    • Good Doctor

      Uma vez pintei o chassis inteiro de um caminhão (1113) do meu pai com pincel.
      Ficou muito bom, melhor que nada e ele já estava sem carroceria

  • Racer

    Faltou falar dos tipos de tinta….nem todas usam catalisador. Um compressor de 25L é muito pequeno….uma boa pistola de pintura tem consumo na casa de 5~8 PCM (até mais)…, depende se for HVLP ou LVLP. Um compressor pequeno vai ficar sempre ligado. E pintar com bomba de inseticida?

  • hinotory O

    O cara da foto nem está de óculos..

  • Matheus

    Como pintar seu carro em casa:
    1) não pinte seu carro em casa.

  • zekinha71

    Como pintar o seu carro em casa.
    Uma lata de latéx, um rolinho, depois de algumas horas, o serviço está feito e é só ir pro rolê ostentar a aberração.

  • Luis Burro

    Pintar ou adesivar?
    E carroceria de alumínio e ñ metálicas precisam de pintura?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email