Sedãs Toyota

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Um sucesso em vendas até hoje no mercado brasileiro, o Toyota Corolla também é um dos queridinhos dos consumidores no mercado de carros usados. A linha Toyota Corolla 2010 é uma das mais procuradas.


O Corolla 2010 pode ser encontrado entre os usados nas versões XLi, GLi, XEi e SE-G, com motores 1.6 a gasolina e 1.8 flex e transmissão manual ou automática. Segundo a Tabela Fipe, ele parte de R$ 35,9 mil em sua configuração mais básica.

Veja abaixo tudo sobre o sedã 2010 da Toyota:

Toyota Corolla 2010 – mudanças e novidades

Levando em consideração que a Toyota passou boa parte do ano de 2009 preparando o novo motor 2.0 Dual VVT-i flex para as versões topo de linha do Corolla, o sedã médio na linha 2010 (lançado em 2009) chegou com apenas uma novidade.

O Toyota Corolla passou a ofertar a nova versão intermediária GLi, com motor 1.8 manual ou automático. Esta nova configuração chegou para preencher a lacuna existente entre o XLi 1.8 automático e o XEi 1.8 manual. A primeira era básica demais, enquanto a segunda era mais equipada, mas bem mais cara – com uma diferença de quase R$ 9 mil entre elas.

O Corolla GLi teve ainda como missão competir com o Honda Civic LXS.

Em relação ao XEi, perdeu recursos como retrovisores externos com rebatimento elétrico e repetidores de seta, piloto automático, faróis de neblina, sensor de luminosidade e airbags laterais.

Por outro lado, quando comparado ao Corolla XLi de entrada, o então novo Toyota Corolla GLi se diferenciava por recursos como volante multifuncional, rodas de liga-leve de 16 polegadas, ar-condicionado automático e digital, banco traseiro bipartido e rebatível com descansa-braço central, vidros elétricos com one touch e antiesmagamento nas quatro janelas, entre outros.

Seus preços começavam em R$ 65.750.

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010 – detalhes

Em suma, o Toyota Corolla é um carro equilibrado. A linha 2010 do sedã dispõe de um amplo catálogo de versões e atende bem quem busca por um sedã mais familiar.

O visual do carro é pouco ousado, com linhas mais discretas e equilibradas. Em sua última reestilização, esta geração do Corolla ganhou novos para-choques e uma grade frontal com dois grossos filetes horizontais. Os faróis são angulosos e as lanternas traseiras seguem a mesma linha.

Pulando para o lado de dentro, ele tem bom acabamento, com material emborrachado no painel e plásticos de boa qualidade. Nas versões mais caras, há revestimento em couro no volante, manopla de câmbio, painéis de porta e bancos.

O espaço interno do carro não é um dos grandes destaques. Ele acomoda bem quatro adultos, mas poderia ser melhor. Seu porta-malas comporta até 470 litros de bagagens, um bom volume para a média da categoria.

Entre os equipamentos, ele traz o “kit básico” desde a versão de entrada. Mas é no Corolla XEi e, principalmente, no Corolla SE-G que você vai encontrar os melhores recursos, como retrovisor interno eletrocrômico, bancos em couro, faróis de xênon, sensores de luz e chuva, piloto automático, quatro airbags, entre outros.

Toyota Corolla 2010 – versões

A linha 2010 do Toyota Corolla foi oferecida no mercado brasileiro com uma ampla gama de versões. O sedã médio podia ser encontrado nas variantes de acabamento XLi, GLi, XEi e SE-G, com motor 1.6 litro a gasolina e câmbio manual e 1.8 litro flex e câmbio manual ou automático.

Confira a seguir as versões do Corolla 2010:

  • Toyota Corolla XLi 1.6 automático
  • Toyota Corolla XLi 1.8 manual
  • Toyota Corolla XLi 1.8 automático
  • Toyota Corolla GLi 1.8 manual
  • Toyota Corolla GLi 1.8 automático
  • Toyota Corolla XEi 1.8 manual
  • Toyota Corolla XEi 1.8 automático
  • Toyota Corolla SE-G 1.8 automático

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010 – equipamentos

Toyota Corolla XLi

Segurança: airbag duplo frontal, dois apoios de cabeça traseiros com ajuste de altura, freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, brake light, entre outros.

Conforto: ar-condicionado manual, direção elétrica progressiva, vidros elétricos nas quatro portas, vidro do motorista com sistema one touch e antiesmagamento, travas elétricas, retrovisores externos elétricos, porta-objetos nas portas, porta-revistas nos bancos dianteiros, limpador de para-brisa com temporizador, descansa-braço dianteiro deslizante com dois compartimentos, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do tanque de combustível, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

Visual e acabamento: acabamento interno na cor preta, vidros verdes, rodas de aço de 15 polegadas com calotas, entre outros.

Tecnologia: sistema de som com CD player, MP3 e WMA, quatro alto-falantes, computador de bordo (relógio, consumo instantânea, consumo médio, autonomia e velocidade média), entre outros.

Toyota Corolla GLi

Segurança: recebe encosto de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes.

Conforto: ganha ar-condicionado automático e digital, vidros elétricos com one touch e antiesmagamento em todas as janelas, banco traseiro bipartido e rebatível com porta-copo e descansa-braço central, travas elétricas com acionamento à distância, trava automática das portas após 20 km/h, para-sol do motorista e passageiro com espelho cortesia, entre outros.

Visual e acabamento: agrega rodas de liga-leve de 16 polegadas.

Tecnologia: traz volante com comandos do computador de bordo e do sistema de som e painel de instrumentos com iluminação Optitron.

Toyota Corolla XEi

Segurança: ganha airbags laterais dianteiros e faróis de neblina.

Conforto: dispõe ainda de sensor crepuscular, piloto automático e retrovisores externos retráteis com repetidores de seta integrados.

Toyota Corolla SE-G

Segurança: passa a dispor de faróis de xênon com regulagem automática de altura e lavador e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

Conforto: ganha retrovisor interno antiofuscante eletrocrômico, para-sol do motorista e passageiro com luz, sensor de chuva, limpador do para-brisa com temporizador de velocidade ajustável, entre outros.

Visual e acabamento: inclui bancos revestidos em couro, manopla de câmbio e volante revestidos em couro, maçanetas, grade dianteira, moldura das janelas e moldura da tampa do porta-malas cromadas, acabamento interno em padrão madeira, entre outros.

Tecnologia: traz sistema de som CD player para seis discos integrados no painel com quatro alto-falantes e dois tweeters.

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010 – preços

Abaixo, você pode ver os preços do Corolla linha 2010 quando ele era comercializado como 0 km pela Toyota entre os anos de 2009 e 2010:

  • Toyota Corolla XLi 1.6 automático 2010: R$ 60.280
  • Toyota Corolla XLi 1.8 manual 2010: R$ 60.980
  • Toyota Corolla XLi 1.8 automático 2010: R$ 65.010
  • Toyota Corolla GLi 1.8 manual 2010: R$ 65.750
  • Toyota Corolla GLi 1.8 automático 2010: R$ 69.760
  • Toyota Corolla XEi 1.8 manual 2010: R$ 69.440
  • Toyota Corolla XEi 1.8 automático 2010: R$ 73.470
  • Toyota Corolla SE-G 1.8 automático 2010: R$ 86.260

Já abaixo, os preços do Corolla 2010 no mercado de usados, de acordo com a Tabela Fipe em julho de 2020:

  • Toyota Corolla XLi 1.6 automático 2010: R$ 35.900
  • Toyota Corolla XLi 1.8 manual 2010: R$ 35.000
  • Toyota Corolla XLi 1.8 automático 2010: R$ 38.000
  • Toyota Corolla GLi 1.8 manual 2010: R$ 36.300
  • Toyota Corolla GLi 1.8 automático 2010: R$ 38.150
  • Toyota Corolla XEi 1.8 manual 2010: R$ 36.850
  • Toyota Corolla XEi 1.8 automático 2010: R$ 39.800
  • Toyota Corolla SE-G 1.8 automático 2010: R$ 41.000

Toyota Corolla 2010 – motores

O Corolla 2010 pode ser encontrado no mercado de usados com motores 1.6 a gasolina e 1.8 flex. Todavia, o Corolla 1.6 é um pouco mais difícil de ser visto nas garagens e concessionárias, visto que ele foi comercializado em somente uma versão.

Ambos os motores são dotados do sistema VVT-i (Variable Valve Timing with Intelligence) de comando de válvulas variável. Este recurso permite que as válvulas se abram e se fechem de acordo com as diferentes rotações do motor, liberando mais torque em baixas rotações e mais potência em altas rotações. Isso resulta em maior desempenho ou menor consumo de combustível, dependendo da situação.

No primeiro caso, o 1.6 VVT-i a gasolina tem quatro cilindros em linha e quatro válvulas pro cilindro (16V no total). São 110 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 15 kgfm de torque, entregue a partir de 4.400 giros.

Este propulsor está associado sempre ao câmbio automático de quatro marchas, com Super ECT (Controle Eletrônico de Transmissão, em português). Este recurso analisa as condições de uso (trânsito, ladeira, subida, etc) e seleciona e mantém a marcha mais adequada para a situação encontrada, evitando mudanças desnecessárias de marcha.

Já no segundo caso, o 1.8 VVT-i segue a mesma concepção, com quatro cilindros e 16 válvulas. Entretanto, um dos diferenciais é o sistema flex.

O 1.8 flex do Toyota rende 132 cavalos de potência com gasolina e 136 cv com etanol, a 6.000 rpm. O torque máximo é de 17,3 kgfm com gasolina e 17,5 kgfm com etanol, ambos a 4.200 rpm.

Neste caso, há dois tipos de transmissão: manual de cinco marchas e automática de quatro velocidades com Super ECT.

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010 – consumo

Veja abaixo as médias de consumo de combustível do Corolla linha 2010, conforme os números aferidos pelo Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem:

Toyota Corolla 1.6 automático

  • Consumo de 9,4 km/l na cidade e 13,4 km/l na estrada com gasolina.

Toyota Corolla 1.8 manual

  • Consumo de 6,5 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 8,3 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada com gasolina.

Toyota Corolla 1.8 automático

  • Consumo de 6,6 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 8,6 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada com gasolina.

Toyota Corolla 2010 – desempenho

Conforme os números divulgados pela Toyota, os dados de desempenho do Corolla 2010 na aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima são os seguintes:

Toyota Corolla 1.6 automático

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 12,5 segundos;
  • Velocidade máxima de 170 km/h.

Toyota Corolla 1.8 manual

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 10,6 segundos;
  • Velocidade máxima de 204 km/h.

Toyota Corolla 1.8 automático

  • Aceleração de 0 a 100 km/h 11,8 em segundos;
  • Velocidade máxima de 186 km/h.

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Toyota Corolla 2010 – revisões e manutenção

Por se tratar de um carro que está fora do mercado há mais de 10 anos, o Corolla 2010 já não dispõe mais de revisões a preços tabelados no site da Toyota.

Todavia, como já é sabido, o Toyota Corolla não é um carro que costuma dar muitas dores de cabeça quando o assunto é manutenção. Ele, aliás, tem fama de veículo robusto e parte do seu sucesso deve-se justamente a este quesito.

O motor do carro é resistente e tem baixa manutenção. Um dos destaques do propulsor é o sistema de comando por corrente, no lugar de correia dentada. Sendo assim, caso a manutenção seja feita de forma correta e periodicamente, o proprietário não terá muitos problemas com a corrente de comando, não sendo necessário substitui-la durante toda a vida útil do propulsor.

Abaixo, você pode conferir o preço médio dos principais componentes que devem ser substituídos na manutenção preventiva:

  • Jogo de velas de ignição de iridium: R$ 250
  • Fluido de freio – kit com 2 de 500 ml cada: R$ 42
  • Kit de discos e pastilhas de freio dianteiros e traseiros: R$ 630
  • Kit com 5 litros de óleo 5W30 e filtro de óleo: R$ 250
  • Filtro de ar – R$ 30
  • Filtro de combustível – R$ 20

Como dá para reparar, os preços das peças do Corolla são um tanto quanto acessíveis. Além disso, por ter uma manutenção descomplicada, o Toyota costuma ser amigo do bolso do proprietário também no custo da mão de obra.

Vale ressaltar, porém, que as peças citadas acima não são genuínas da marca. Isso porque as peças da própria Toyota costumam ter preços bem mais elevados e baixa disponibilidade. Além disso, os preços não são tabelados em todas as oficinas da marca.

Outro ponto que merece destaque são os recalls do Corolla. Em 2011, a Toyota convocou Corolla 2008 a 2010 para substituição do sistema de partida a frio, instalado no interior do compartimento do motor, o que inclui reservatório, mangueira, bomba e bocal de arrefecimento. O sistema pode sofrer deterioração da mangueira, provocando vazamentos de gasolina.

Houve também um recall em 2018 para exemplares do Corolla fabricados entre janeiro de 2010 e dezembro de 2012, por conta dos “airbags mortais”. O airbag do passageiro dianteiro pode ter saído de fábrica com o deflagrador montado incorretamente, podendo acarretar em vazamento do gás propelente em seu interior. Isso pode fazer o airbag não inflar corretamente, gerando riscos de lesões físicas ao passageiro.

Se você estiver analisando algum exemplar do Corolla 2010 no mercado de usados, vale fazer uma consulta no site do Denatran para analisar se o veículo passou pelos recalls.

Toyota Corolla 2010 – concorrentes

Chevrolet Vectra

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Um dos concorrentes do Corolla no mercado brasileiro era o Chevrolet Vectra – que em 2009 recebeu seu último facelift antes da chegada do seu sucessor, o Cruze. O modelo tinha preços bem mais em conta, variando de R$ 54.350 a R$ 70.650.

Além disso, ele tinha um motor 2.0 flex de quatro cilindros e oito válvulas, capaz de entregar até 140 cavalos de potência. Tinha câmbio manual ou automático, este último de quatro marchas.

Entre os equipamentos, a versão topo de linha do Vectra oferecia itens como airbags frontais e laterais, volante multifuncional, sensor de chuva, sensor de luminosidade, ar-condicionado automático, trio elétrico, direção hidráulica, computador de bordo, sistema de som com Bluetooth, entre outros.

Citroën C4 Pallas

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Famoso pelas dimensões generosas, interior futurista e boa oferta de equipamentos, o Citroën C4 Pallas era um destaque do segmento. Todavia, não chegava nem perto do Corolla em vendas. Ele tinha preços a partir de R$ 58.990, podendo chegar a R$ 76.230 na configuração mais bem equipada.

E por falar em equipamentos, ele oferecia quatro airbags, controle de estabilidade, faróis de xênon auto direcional, sensores de estacionamento, ar-condicionado automático digital de duas zonas, sistema Isofix de ancoragem para cadeirinhas infantis, entre outros.

Seu motor é um 2.0 flex de quatro cilindros e 16 válvulas, que consegue entregar até 151 cavalos de potência. Ele está acoplado a uma transmissão manual ou automática Tiptronic de quatro velocidades.

Fiat Linea

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Sedã do Punto, o Fiat Linea tentava brigar com os sedãs médios do segmento mesmo sendo considerado por muitos um carro de uma categoria abaixo do Corolla, por exemplo. O modelo na linha 2010 tinha versões 1.9 flex e 1.4 turbo, com preços variando entre R$ 53.990 e R$ 68.850.

Entre os recursos de série e opcionais, a versão mais completa do Linea contava com ar-condicionado automático digital, bancos em couro, sistema Blue&Me, sensores de luz e chuva, retrovisor interno eletrocrômico, seis airbags, sistema de som com subwoofer, sensor de estacionamento, entre outros.

Seu motor é um 1.9 16V de 132 cv, com câmbio manual ou automatizado Dualogic, ambos de cinco marchas. Já o esportivo Linea T-Jet oferece um 1.4 turbo a gasolina, de até 152 cv e 21 kgfm, com transmissão manual.

Ford Focus Sedan

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Ainda na lista de concorrentes, há o Ford Focus Sedan, que se destacava na época por sua boa dirigibilidade. Seus preços iam de R$ 54.400 a R$ 74.890. Ou seja, era tão “salgado” quanto o Corolla, mas recompensava pela boa lista de equipamentos.

O Focus Sedan Ghia, o mais equipado e caro da gama, oferecia recursos como controle de frenagem em curvas, partida do motor por botão, ar-condicionado automático e digital de duas zonas, computador de bordo, sensor de estacionamento, sistema de som Sony com Bluetooth, bancos em couro, teto solar elétrico, entre outros.

A versão mais em conta do Focus Sedan usa um motor 1.6 flex de 116 cv, com câmbio manual de cinco marchas, enquanto as demais saíram de fábrica com um 2.0 flex de 145 cv, com transmissão manual de cinco velocidades ou automática de quatro marchas.

Honda Civic

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Principal concorrente do Corolla no mercado brasileiro, o Honda Civic era também um dos sedãs médios mais vendidos na época. A propósito, em 2009 o modelo estreou a versão com facelift, com retoques sutis, piloto automático de série e sistema de estabilidade VSA na versão topo de linha.

Todas as versões do Honda Civic 2010 usam o motor 1.8 flex i-VTEC, de até 140 cv, com transmissão manual ou automática de cinco marchas. Havia ainda o esportivo Civic Si, com um 2.0 de 192 cv, atrelado a um câmbio manual.

Oferece recursos como freios ABS com EBD, controle de estabilidade VSA, bancos em couro, ar-condicionado digital, câmbio automático com paddle shifts, sistema de som com entrada USB, entre outros.

Seus preços iam de R$ 64.365 a R$ 83.810. Ou seja, mais salgados até que os preços do Corolla. Já o Civic Si custava nada módicos R$ 96.965.

Nissan Sentra

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Japonês, o Nissan Sentra também tentava abocanhar uma fatia nas vendas dos sedãs médios. Ele era ofertado em versões com preços entre R$ 53.990 e R$ 71.990.

Oferecia recursos como chave presencial, faróis com acendimento automático, sistema de som Rockford Fosgate com entrada USB, tela colorida de 4,3 polegadas e oito alto-falantes, ar-condicionado manual, rodas de liga-leve aro 16, entre outros.

Seu motor é um 2.0 flex de até 143 cv, com câmbio manual ou automático do tipo CVT.

Volkswagen Bora

Toyota Corolla 2010: manutenção, versões, preços, motores, consumo

Por último, mas não menos importante, a Volkswagen oferecia o Bora. O sedã importado do México tem motor 2.0 8V flex de 120 cv, com câmbio manual ou automático, e podia ser encontrado com preços a partir de R$ 53.990.

De série, oferecia ar-condicionado automático, duplo airbag, faróis de neblina, rádio com MP3 player, banco do motorista com ajuste de altura, direção hidráulica, freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, entre outros. Podia receber teto solar elétrico como opcional.

Toyota Corolla 2010 – ficha técnica

Motor1.6 VVT-i 16V DOHC1.8 VVT-i 16V DOHC Flex
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm31.5981.794
Válvulas1616
Taxa de compressão10,5:110:1
Injeção eletrônicaMultipontoMultiponto
Potência máxima110 cv a 6.000 rpm132 cv com gasolina e 136 cv com etanol a 6.000 rpm
Torque máximo15 kgfm a 4.000 rpm17,3 kgfm com gasolina e 17,5 kgfm com etanol a 4.200 rpm
Transmissão
TipoAutomática de 4 marchasManual de 5 marchas ou automática de 4 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoEletroassistida progressivaEletroassistida progressiva
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseirosDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço de 15 polegadasAço de 15 polegadas ou liga-leve de 16 polegadas
Pneus195/65 R15195/65 R15 ou 205/55 R16
Dimensões
Comprimento (mm)4.6404.640
Largura (mm)1.7601.760
Altura (mm)1.4801.480
Entre eixos (mm)2.6002.600
Capacidades
Porta-malas (L)470470
Tanque de combustível (L)6060
Carga (Kg)455455
Peso em ordem de marcha (Kg)1.2301.210 a 1.260
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDND

Toyota Corolla 2010 – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

            Quem somos

            O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

            Notícias por email