Europa Hatches Mercado Sedãs Segredos-Flagras SUVs

Lada Niva voltará ao Brasil com preço atraente

Lada Niva voltará ao Brasil com preço atraente

A Lada – marca russa pertencente a Auto VAZ, muito bem conhecida no Brasil, vai retornar em breve ao nosso mercado nacional, segundo uma informação à qual tivemos acesso no site da Gazeta do Povo.


Ícone do início da era dos importados no Brasil, a montadora Lada desapareceu há alguns anos e agora pretende voltar com muita força.

A representação da marca no Brasil não estará a cargo da CAOA, como se pensava inicialmente e sim fabricado pela Renault, que controla a Auto VAZ em sua aliança global com a japonesa Nissan.

Lada Niva


O modelo que todo mundo pensa quando se fala em Lada é sem dúvida o Lada Niva. A Lada deverá trazer ao mercado o jipe Lada Niva 4×4 nas versões com três e cinco portas – esta até então inédita no Brasil.

Na sua geração atual o modelo tem motor 1.7 litros de 80 cv e 127 nm, ar condicionado e direção hidráulica, mas o Lada Niva 4×4 deverá chegar ao Brasil somente em sua nova geração, o que deverá acontecer por volta de 2021, de acordo com o site da Gazeta do Povo.

Ainda mantendo uma grande comunidade de fãs aqui no Brasil, o Lada Niva será uma alternativa muito barata para quem quer iniciar ou já é experiente no off-road. O modelo ainda tem como destaque a opção de redução das marchas.

Diferente de quando o Lada Niva foi vendido aqui no Brasil por uns cinco anos, quando ele vinha importado, em 2021 ele seria vendido no Brasil com produção local, segundo afirma a Gazeta do Povo.

A produção aconteceria em São José dos Pinhais, no Paraná. Na sua nova geração, o Niva terá nova plataforma e também um novo motor. A base dele seria de Renault Sandero, mantendo a tração 4×4, com a qual o Niva passou a fazer tanto sucesso no Brasil.

Lada Niva voltará ao Brasil com preço atraente
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email