Manutenção Matérias NA

O que é líquido de arrefecimento?

O que é líquido de arrefecimento?

Os carros com motor refrigerado a água possuem líquido de arrefecimento, que permite a troca de calor entre o propulsor e o radiador, onde efetivamente ocorre essa alteração na temperatura com o contato externo, atmosférico.


Então, o que é líquido de arrefecimento?

Antigamente, os carros podiam ter refrigeração a ar ou por meio de água. Hoje em dia, no entanto, apenas as motos ainda conseguem ter rendimento suficiente como o primeiro.

Entretanto, os automóveis todos precisam de um sistema de refrigeração com líquido de arrefecimento.

VEJA TAMBÉM:

O motivo é que a troca de calor é mais eficiente com um fluído do que apenas com o ar atmosférico.

Por isso é necessário ter esse elemento líquido para fazer o arrefecimento do motor, evitando danos e equilibrando o funcionamento do mesmo, onde eficiência e desempenho atingirão níveis adequados.

O que é líquido de arrefecimento?

O que é líquido de arrefecimento?

Qualquer fluido utilizado para fazer a troca de calor num sistema de refrigeração é denominado líquido de arrefecimento.

Esse elemento pode ser tanto água quanto um fluído específico para refrigeração, como aquele utilizado pela Honda em seus sistemas de refrigeração selados, que não necessitam de troca frequente.

O líquido de arrefecimento circula dentro do motor, passando pelo bloco e cabeçote, onde acumula a temperatura elevada gerada pelas explosões da combustão da mistura ar-combustível.

Esse calor é então transportado para fora do propulsor através de conduítes metálicos e mangueiras até o radiador, que é o trocador de calor para este tipo de refrigeração.

No radiador, o líquido de arrefecimento passa por serpentinas que ficam expostas ao ar atmosférico, que assim resfria esse líquido, especialmente se acionado o ventilador, que puxa mais ar para acelerar o processo de queda de temperatura.

Assim, o fluido retorna para o motor por meio da bomba d´água, que injeta-o sob pressão no propulsor.

Dessa forma, com um líquido de arrefecimento mais frio, o motor passa a trabalhar numa faixa de temperatura menor, evitando superaquecimento.

Para evitar uma queda brusca nesses níveis, o que traria problemas ao funcionamento do motor, a válvula termostática só permite que esse fluído quente chegue ao radiador em determinada temperatura.

Tipos de líquido de arrefecimento

Água com aditivo

O que é líquido de arrefecimento?

O líquido de arrefecimento é de grande importância para o sistema de refrigeração dos carros modernos. Na maioria dos casos, utiliza-se a água para realizar esse serviço de troca de calor.

No entanto, apenas água não é suficiente para que o rendimento desse fluido seja satisfatório.

Por isso é necessário a diluição de um aditivo em uma parte do total de água. Ele permite que o ponto de congelamento natural da água seja reduzido, evitando assim que o líquido de arrefecimento congele em 0°C, permitindo que o motor possa funcionar corretamente em temperaturas bem baixas.

Além disso, eleva o ponto de ebulição da água (100°C) para um pouco acima, dando assim ao motor uma faixa de temperatura de funcionamento mais adequada, geralmente entre 90°C e 110°C. Mas não é somente isso.

O aditivo ainda reduz a oxidação dos metais que estão em contato com a água, tendo assim a função de manter limpo o sistema de galerias e bomba.

Caso contrário, os resíduos de oxidação entupiriam esses dutos de refrigeração, provocando superaquecimento e danos ao motor.

Líquido de arrefecimento específico

O que é líquido de arrefecimento?

Algumas marcas utilizam um líquido de arrefecimento específico para seus motores, como é o caso da Honda.

Componentes químicos mais fortes que o aditivo comum, como monoetilenoglicol, água desmineralizada (exceto a marca japonesa), aditivos anticorrosivos e corantes fazem parte de alguns desses produtos, que custam bem mais que um simples litro de aditivo comum.

Na Honda, por exemplo, adiciona-se um galão (3,78 litros) que dura dezenas de milhares de quilômetros sem necessitar de troca ou reposição.

No Fit da primeira geração, a substituição no manual do proprietário indicava 140.000 km! Com um sistema de refrigeração selado, esse líquido de arrefecimento específico mantém a eficiência na troca de calor, sendo raramente dado a superaquecer.

Com estas propriedades, o funcionamento do motor ainda necessita de alguns minutos de funcionamento e circulação desse fluido para que a temperatura adequada seja atingida.

Geralmente não há medidor de temperatura no painel, mas duas luzes de alerta. Uma azul para baixa temperatura, a qual, quando se apaga, indica plena eficiência do motor. E a vermelha, quando algo está errado, geralmente superaquecimento.

Avatar

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

                      Quem somos

                      O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

                      Notícias por email