Por que carros blindados usados são mais baratos? (2024)

blindagem

Ele é um SUV de entrada , SUV de luxo ou mesmo um sedã de alto valor, mas o que chama atenção é o preço bem abaixo da tabela. Anúncios com estas características são comuns em sites de classificados de venda pela internet, mas há um detalhe importante nesses casos, o termo “blindado”.

Para muita gente que procura um carro usado de luxo e não tem pretensões extras quanto à segurança, acaba ficando decepcionado diante daquela oferta irresistível. Mas por que carros blindados são mais baratos? (veja quanto custa blindar um carro)

Um dos motivos é esse. A maioria das pessoas não quer arcar com os custos extras de manutenção de uma blindagem, que altera a estrutura do veículo e especialmente seu peso, tornando inviável para muita gente ter um carro desse tipo na garagem.

O desgaste acentuado dos conjuntos de suspensão e freios, que não foram projetados para o peso extra dos materiais de proteção, bem como o consumo mais elevado por conta do deslocamento extra de pessoas e carga, torna o carro blindado ideal apenas para quem precisa mesmo se proteger.

A performance e o conforto também são comprometidos, já que apenas a janela do condutor geralmente abre. Nesse caso, comprar um carro desse tipo se torna um bom negócio, mas que exige cuidados, entre eles o custo da delaminação (ruptura do revestimento de policarbonato dos vidros) e perda de transparência, que é bem cara para substituição.

Como existe a lei da oferta e procura, se há baixa demanda por esse tipo de carro, a tendência é a redução nos preços para facilitar sua aquisição. Porém, há mais coisas envolvidas. A cotação desse tipo de automóvel é complicada, pois o mercado não tem como definir o quanto foi gasto em cada blindagem e nem o quanto o veículo vale de fato com a tecnologia que foi empregada. E ela não é estática, ou seja, não fica presa ao carro sem exigir manutenção.

Como poucos fazem a manutenção preventiva no sistema de blindagem do veículo, o mercado acaba entendendo que a maioria está “no estado” e sem qualquer garantia de que ainda continua eficiente. Ou seja, se você procura um carro blindado e não tem certeza de que ele está devidamente protegido, das duas uma: ou você desiste da compra ou exige um valor ainda menor para compensar uma futura revisão ou substituição de componentes. Isso tudo ajuda a empurrar o preço do blindado usado para baixo.

Quanto mais antigo, mais difícil fica para termos uma noção de preços. Com até 10 anos, ainda algumas empresas se arriscam a estabelecer valores, mas o certo é que não há uma cotação precisa. Por isso, existem enormes discrepâncias de preços no mercado.

Desvalorização acentuada

A desvalorização acentuada chega a 50% em alguns casos, especialmente de carros importados, que geralmente perdem muito mais valor com o passar dos anos. A blindagem só acentua essa tendência, o que faz com que carros caros e blindados sejam vendidos por preços irresistíveis.

O problema é que existem diferentes tipos de blindagem com custos variados e isso, assim como ocorre com os equipamentos extras ou opcionais, não entra na formação de preço de carro usado.

Então, mesmo que o nível de blindagem seja elevado e que sua proteção esteja em dia, pouco ou nada fará para alterar para cima do valor do carro em comparação com uma blindagem mais fraca e em condições inferiores em outro veículo similar.

No mercado, se fala em vida útil limitada da blindagem, quando na verdade a degradação por causa do tempo só existe na parte dos vidros, que é a mais frágil do sistema. Isso também ajuda a empurrar ladeira abaixo os valores de blindados mais antigos.

Outra tendência é que a aquisição de automóvel blindado é feita no zero km, ao invés de usado na grande maioria dos casos. Isso permite ao cliente escolher o carro desejado e o nível de proteção que precisa, bem como fazer o orçamento de acordo com o que quer gastar.

Para os usados, resta apenas uma desvalorização menos acentuada nos primeiros quatro anos de uso, pois depois disso acaba tendo como destino mofar nos pátios e salões de lojas multimarcas ou concessionárias.

toyota hilux processo blindagem

Comprando um blindado usado

Para ter um carro blindado usado, o ideal é procurar um carro cuja empresa que realizou o serviço seja credenciada pelo Exército e renomada no setor, sendo descrita no Certificado de Blindagem do veículo.

Verifique o interior para ver se não há sinais de entrada de água ou mofo, pois a umidade estraga a aramida usada na blindagem. Observe a montagem e o estado do acabamento, por causa da desmontagem do veículo e veja se o vidro elétrico funciona em velocidade compatível com um carro comum, lembrando que abrem apenas parcialmente (75%).

Teste todos os sistemas elétricos do veículo (especialmente o ar-condicionado) e observe alinhamento das peças da carroceria e se há deformidades aparentes na estrutura, o que indicaria fadiga. Vidros escuros, azuis ou espelhados não são películas, mas foram adicionados durante a blindagem e hoje são raros. Sua substituição é impossível por conta disso.

Observe a delaminação dos vidros, que podem apresentar bolhas de ar de no máximo 2 cm. Manchas brancas ou trincas nos vidros não possuem concerto.

Faça um test drive e observe o comportamento do carro, que precisa ser neutro como em um carro comum, especialmente a suspensão. Se for pneumática, teste os niveladores. Se a dúvida for maior, leve em um profissional especializado nesse tipo de carro. Faça uma revisão da blindagem após a compra para ver se tudo está em ordem.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X