Tesla Model X: preço, detalhes, autonomia, desempenho

Após a chegada do Tesla Model S, Elon Musk partiu para o desenvolvimento de um utilitário esportivo que surgiu como Tesla Model X, mas se parecendo mais com um crossover grande.


Para destacar-se dos demais SUVs ou crossovers, a marca americana adicionou exclusivas portas traseiras com abertura vertical em estilo asa-de-falcão, de acionamento automático e estiloso.

Fabricado em Fremont, Califórnia, assim como em Tilburg, Holanda, o Model X seguiu os passos do irmão sedã e ampliou o conforto para os sete passageiros.

Atualmente, o Tesla Model X é vendido com preços a partir de US$ 98.940, sendo oferecido nas versões padrão e Plaid, com autonomia de 518 km.

Ele tem também configuração de rodas aros 20 ou 22 polegadas, assim como poucas cores, bem como três configurações de assentos com cinco, seis e sete lugares, além de Auto Pilot.

Tesla Model X – detalhes

Vem com autonomia de 518 km e aceleração de 0 a 96 km/h em 3,7 segundos na versão padrão, enquanto o Plaid tem autonomia de 536 km, bem como aceleração de 0 a 96 km/h em 2,5 segundos.

Nesta versão, o Tesla Model X Plaid tem três motores que entregam 1.020 cavalos, enquanto a versão regular tem 670 cavalos. Ambas utilizam baterias de 100 kWh, mas no passado, ele teve outras opções.

Tendo recebido um facelift há pouco tempo, o Model X recebeu ainda mudanças importantes no interior, sendo uma delas a troca do volante por um manche, que possui inclusive ausência de hastes de pisca.

Também uma nova multimídia com serviços de streaming de vídeo e desenhos, assim como uma plataforma de jogos e os sistemas de bordo, como o Auto Pilot básico, tendo ainda o polêmico FSD (Full Self-Driving).

Com estilo sofisticado, mas já com sinais de datação, o Tesla Model X virou estrela “espacial” ao ser o carro oficial da SpaceX, também de Elon Musk, que transporta os astronautas até a Dragon Crew.

Medindo 5,036 m de comprimento, 1,999 m de largura, 1,684 m de altura e 2,965 m de entre-eixos, o Tesla Model X tem 187 litros com sete assentos, 544 litros com cinco assentos e 2.180 litros com os bancos rebatíveis.

Com bom espaço interno, o Model X tem um padrão de acabamento funcional em vez de luxuoso, bem abaixo do esperado para um carro de US$ 100 mil, porém, o atrativo desse Tesla é o conjunto.

Mesmo não sendo um esportivo, o Model X anda como tal e chega a 300 km/h, porém, a aceleração é o seu destaque, vencendo superesportivos nas arrancadas de 1/4 de milha, onde ele faz em 9,9 segundos.

Vendido desde 2015, o Model X não tem uma programação no momento para sua substituição, tendo recebido apenas um facelift e várias atualizações, algumas importantes, como o Sentry Mode, que monitora o exterior do carro por câmeras.

Também adicionou uma câmera interna para monitorar o motorista, assim como recentemente polemizou com os demais produtos da Tesla, ao ter liberado jogos durante o funcionamento do Auto Pilot.

No suporte, o Tesla Model X conta com a rede Supercharger de carregadores rápidos, bem como o Powerwall, o dispositivo doméstico de carregamento longo. Este último é integrado também aos painéis solares da Solar City.

O Tesla Model X tem porte grande com frente em cunha, dotada de faróis full LED com luzes diurnas em LED, bem como piscas e luzes de posição e curva abaixo.

O X tem ainda pequena grade superior e uma maior na parte inferior, enquanto as laterais têm rodas aro 20 ou 22 polegadas, além de maçanetas embutidas unidas ao centro do carro.

Com portas de abertura automática na frente e asa-de-falcão automática atrás, o Tesla Model X se destaca ainda pelo teto panorâmico e lanternas em LED.

A portinhola do carregador abre e fecha automaticamente, assim como a tampa do bagageiro, com aerofólio. Por dentro, o painel tem cluster digital de 12,3 polegadas e multimídia com 17 polegadas, com funções gerais, inclusive modos de condução e câmeras.

Há uma câmera interna e o manche tem botões para piscas, faróis, Auto Pilot, ajuste da coluna de direção e outras funcionalidades, sem nenhuma haste.

Os bancos são em couro e envolventes, mas os da segunda fileira não rebatem, apenas reclinam. Mesmo assim, deslizando, permitem acesso à terceira fileira com dois bancos individuais.

O bagageiro leva de 187 a mais de 2.000 litros de volume, dependendo da configuração interna, que pode levar 5, 6 ou 7 pessoas.

Tesla Model X – preços e versões

Tesla Model X P100D Long Range – US$ 98.940

Tesla Model X P100D Plaid – US$ 113.940

Equipamentos

Tesla Model X P100D Long Range – Dois motores com 670 cavalos e tração AWD, mais faróis full LED adaptativos, lanternas em LED, câmeras externas, rodas de liga leve aro 20 polegadas, teto panorâmico, portas traseiras automáticas (falcão), portas dianteiras automáticas, entrada presencial, vidros elétricos, retrovisores elétricos com rebatimento/anti-ofuscamento/desembaçamento, vidros climatizados anti-UV, vidros traseiros escurecidos, tampa do bagageiro automática com sensor de presença, maçanetas retráteis, aerofólio, Auto Pilot Basic, Sentry Mode com monitoramento em 360 graus e Live Camera, multimídia com tela de 17 polegadas, Tesla Arcade (jogos), Tesla Theatre (streaming de filmes e desenhos), Android Auto, CarPlay, monitoramento interno, luzes de cortesia, bancos em couro, carregamento wireless (2), luz ambiente personalizável, bancos dianteiros elétricos com memória e climatização, banco traseiro com aquecimento, ar condicionado multizone, cluster digital de 12,3 polegadas, manche multifuncional em couro, manche com aquecimento, teto de vidro eletrocrômico, retrovisor interno eletrocrômico, detalhes em madeira e alumínio, ajuste elétrico da coluna de direção, suspensão pneumática ajustada por GPS, controle dinâmico de chassi, atualização OTA, navegação GPS interativa, app dedicado, cartões de acesso, chaves eletrônicas, conexão para Supercharger e Powerwall, modos de condução Comfort/Eco/Sport, Isofix, Top Tether, configuração de cinco assentos, direção adaptativa, entre outros.

Opcionais: rodas aro 22 polegadas, acabamento em fibra de carbono, seis ou sete assentos, cores internas e Full Self-Driving (FSD).

Tesla Model X P100D Plaid – Itens de série acima, mais três motores e 1.020 cavalos, mais acabamento em carbono e tela de entretenimento traseira.

Opcionais: rodas aro 22 polegadas, seis ou sete assentos, cores internas e Full Self-Driving (FSD).

Tesla Model X – tecnologia

O Tesla Model X apresenta duas tecnologias que o tornam um dos carros mais exclusivos do mundo. Uma delas é o Auto Pilot, vendido em sua versão Basic.

Já integrado ao Model X, o sistema de auxílio à direção utiliza diversos sensores, câmeras estéreo e radar para orientação básica, que permite controle sobre direção, aceleração e frenagem.

Sua capacidade de monitoramento no entorno do carro chega a identificar individualmente os pedestres, por exemplo. Com um toque no botão de seta, pode-se fazer a mudança de faixa sem interferência do condutor.

Também pode-se contornar curvas e mesmo rotatórias, além de dispor de estacionamento automático com monitoramento de vagas e manobra sem auxílio do condutor.

Mesmo assim, é necessário manter a mão no volante em intervalos exigidos para que o sistema não seja desativado em caso de alguma falha.

Essa tecnologia tem uma versão completa e essa é conhecida como Full Self-Driving ou simplesmente FSD. Custando US$ 10.000 a mais, o sistema permite guiagem autônoma até o destino ou próximo, se for em área urbana.

Com o FSD, o Model X pode rodar sem as mãos na estrada, assim como identificar placas de sinalização, limites de rodovia e fazer ultrapassagens.

Também estaciona de modo automático sem o motorista e vai ao seu encontro de forma autônoma num estacionamento, desviando de obstáculos como carrinhos de compras e lixeiras, por exemplo.

Este é o chamado modo Summon, o qual terá a companhia do Autosteer para áreas urbanas em breve. O FSD é um sistema semiautônomo de alta tecnologia que não usa radares laser LiDAR e é envolto em polêmicas.

A mais recente permite que o motorista jogue durante a condução com o Auto Pilot ligado, ou seja, sem prestar a atenção na estrada.

Tesla Model X – motor e bateria

O Tesla Model X tem dois motores conectados na versão Long Range, sendo eles trifásicos e de alta rotação, garantindo assim 670 cavalos e 67 kgfm, com o traseiro sendo um pouco mais potente.

Esta versão, assim como a Plaid, usa baterias de lítio de 100 kWh com maior autonomia de 565 km usando rodas aro 20 polegadas, mas o alcance cai para 534 km com rodas aro 22 polegadas.

Construída em alumínio, a bateria do Model X usa elementos em células de energia como pilhas interconectadas aos milhares (18650), bem como um sistema de refrigeração líquida para mantê-las em boa temperatura, inclusive com bomba de calor.

Toda a estrutura está montada em um chassi de alumínio apelidado de skate e com proteção contra impactos, ainda que casos de incêndio não sejam raros.

Na versão Plaid, são três motores elétricos, com um traseiro duplo, que ajuda a obter uma potência de 1.020 cavalos com 144,3 kgfm.

Sem transmissão, que é direta, o Tesla Model X Plaid tem tração nas quatro rodas e modos de condução Eco/Comfort/Sport, bem como modos de largada e arrancada.

Com rodas aro 20 polegadas, o Model X Plaid tem alcance de 539 km, enquanto com aro 22 polegadas, passa pouco dos 503 km.

Seus 1.020 cavalos e 144,3 kgfm no Plaid, garantem aceleração de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos com máxima de 262 km/h.

Desempenho e consumo

O Tesla Model X não é um esportivo, mas tem desempenho parecido com o de um superesportivo com aceleração de 0 a 100 km/h e 3,9 segundos na versão Long Range.

Com ela, a velocidade final fica limitada em 250 km/h. O consumo é de 5,03 km/kWh e autonomia variando de 534 km a 565 km.

Na versão Plaid, o consumo é de 4,17 km/kWh, sendo bem mais que o do Tesla Model S, devido ao peso maior, visto que compartilham apenas 30% dos componentes.

Contudo, num carro elétrico, o mandatório no momento é a autonomia, que vai de 503 a 539 km, dependendo do tamanho da roda.

Tesla Model X – história

Grande, o Tesla Model X se mostrou um produto atraente para a marca californiana, iniciando com preços acima de US$ 50 mil, já com desconto federal de US$ 7,5 mil.

No início, o Model X atrasou várias vezes, o que levou a Tesla e Elon Musk a perder credibilidade em relação às promessas feitas sobre os próximos lançamentos.

Logo no começo, Musk queria garantir a produção de 20.000 carros do Model S e por isso teria atrasado inicialmente a produção do Model X, que compartilhava a mesma plataforma skate.

Assim como o primeiro, este segundo Tesla de produção em massa fez sucesso, mas demorou devido aos atrasos e problemas.

Como se sabe, o Model X teve problemas graves de qualidade, tal como os defeitos de abertura, fechamento e travamento das portas traseiras.

Além disso, apresentou ainda problemas no acionamento dos vidros. Feito num processo altamente automatizado, o Model X não sofreu tanto quanto o Tesla Model 3, pois, sua produção é pequena.

Pesando 2,5 toneladas, o Model X é um pequeno monstro de cinco metros que teve a performance ampliada com o tempo. Inicialmente, existia a versão de acesso 60D com dois motores e autonomia de 320 km.

Nessa versão, que custava pouco mais de US$ 50 mil com incentivos, ia de 0 a 100 km/h em 6 segundos.

Contudo, essa versão 60D tinha limitação eletrônica, pois, os donos podiam optar por aumento remoto de carga para 75 kWh.

Depois, a Tesla manteve os 75 kWh da 75D e a autonomia chegou a 383 km. O Model X chegou a ter uma versão 70D, com 70 kWh, vendida na Europa através da produção em Tilburg.

Antes limitado a 210 km/h, logo o Tesla Model X subiu para perto de 250 km/h com a versão P90D, que era mais potente que a 90D. A autonomia passou a ser de 400 km na primeira e 414 km na segunda.

Musk, que chegou a pensar num Tesla Minibus como releitura da VW Kombi sobre a base do Model X, decidiu reproduzir as versões padrão e de desempenho com 100 kWh.

Para isso, a partir de 2016, surgiram os 100D e P100D, sendo o primeiro identificado como Long Range e o segundo como Performance, com o modo Ludicrous.

No Ludicrous, o Model X P100D ia de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos com o padrão em 3,1 segundos sem o recurso.

Com o fim das versões 60D e 90D, o Model X ganhou suspensão pneumática com ajuste por GPS, o que elevou muito seu preço, antes na faixa dos US$ 75.000 para US$ 85.000.

Em 2020, ganhou ajustes em seu estilo, perdeu o volante para um manche e o painel mudou a multimídia para uma tela horizontal e flutuante, ganhando carregadores wireless e aplicações como FSD, Arcade e Theatre.

A oferta então foi resumida em Long Range com desempenho inferior e autonomia maior, além da Plaid, com performance elevada, mas com alcance menor.

Tesla Model X – fotos

Autor: