EUA Listas Top 10 Mercado Sedãs

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

O ano de 2018 não foi um dos melhores da história para os sedãs nos EUA. Não só em termos de vendas, mas também em relação ao futuro, já que declarações como da Ford, por exemplo, que pretende cortar qualquer coisa que não seja crossover, SUV, picape e esportivo, marcaram um declínio do qual o segmento pode não se recuperar tão cedo.


O motivo é que os consumidores americanos (e no resto do mundo também) começaram a embarcar nos utilitários esportivos. E como as vendas de picapes sempre são elevadas e bem focadas nos states, os demais segmentos não tiveram muito para onde correr.

Se não bastasse a Ford, a GM veio com o fechamento de cinco fábricas e corte de produção de modelos dessa categoria, um dos quais incluído na lista abaixo. Ainda assim, os bravos sedãs lutaram bem em 2018, embora com duas futuras baixas entre os 10 combatentes mais fortes.

Nessa “guerra”, os japoneses dominam e prometem resistir até o último carro ante as sucessivas vitórias anuais dos utilitários esportivos no mercado americano. Então, na lista abaixo, eles aparecem como destaque no resultado parcial, contabilizado até 28 de dezembro.


Confira abaixo, os 10 sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

1) Toyota Camry

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

O sedã médio da Toyota recebeu mais de US$ 1 bilhão para continuar a lutar nos EUA e respondeu com a liderança do segmento, tendo vendido mais de 314 mil, por exemplo. Ainda assim, suas vendas caíram 8% em relação a 2017.

2) Honda Civic

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

O modelo da Honda foi atualizado recentemente em sua décima geração mas, mesmo assim, caiu 13,45% em relação a 2017, com pouco mais de 299 mil exemplares no ano passado.

3) Toyota Corolla

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

O best seller da Toyota não escapou de ser alvejado pelos SUVs no ano passado e caiu 10%, emplacando pouco mais de 278 mil no período. A nova geração só chegou no apagar das luzes de 2018, o que não ajudou em nada.

4) Honda Accord

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Recém-chegado ao Brasil, a nova geração do Accord também não foi capaz de suportar o avanço dos utilitários esportivos e caiu 12,68% no ano passado, emplacando pouco mais de 262 mil exemplares.

5) Nissan Sentra

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Para resistir por mais tempo, a estratégia da Nissan foi manter o preço do Sentra lá embaixo, sendo o mais barato de seu segmento e por isso mantendo vendas de pouco mais de 195 mil unidades em 2018. Por isso, a queda foi de apenas 3%.

6) Nissan Altima

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Com quase 19% de queda em 2018, o Nissan Altima não conseguiu municiar-se a tempo com a nova geração, que demorou muitos meses para estar disponível no mercado, tendo vendido acima de 186 mil no ano passado.

7) Hyundai Elantra

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

O renovado sedã médio da Hyundai havia vendido pouco mais de 185 mil no ano passado e como ainda tem bala na agulha, conseguiu subir 4,8%. A atualização visual, embora estranha na frente, parece ter agrado os consumidores.

8) Ford Fusion

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Já julgado e sentenciado, o Fusion foi abandonado pela própria marca no campo de batalha e aguarda execução. O sedã executivo não tem mais um futuro na “América” e isso se refletiu nas vendas, que caíram 18% com pouco mais de 157 mil vendidos.

9) Chevrolet Cruze

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Outro marcado para morrer é o Cruze, que subirá no cadafalso dia 1 de março para execução pública. Motivo de disputa com os mexicanos, agora o sedã é condenado por vender pouco, mesmo sob protesto do presidente. A queda é estimada em 21%.

10) Chevrolet Malibu

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018

Diferente do Impala – cujo destino será igual ao do Cruze – o Malibu conseguiu escapar do corredor da morte, mas isso não significará um futuro tranquilo, já que seus emplacamentos caíram 22% em 2018.

[Fonte: Fool]

 

TOP 10: Os sedãs mais vendidos nos EUA em 2018
Nota média 5 de 8 votos

  • Eskarmory .

    Fusion ainda que venha em queda, vendeu 157 mil unidades. Gente são 157 MIL, como isso pode não ser suficiente para continuar à venda? De qual realidade estamos falando afinal?

    • Angelo Neto

      Americana.

    • Vitor

      Mercado americano é bem maior que o brasileiro.

      • Eskarmory .

        Eu sei que é bem maior, mas poxa, 157 mil é um ótimo número mesmo para o ranking deles. A menos que alguém apresente dados bastante convincentes, não consigo entender como isso não é o bastante para mantê-lo em linha. Veja bem, não estou dizendo que está uma maravilha em vendas e o prognóstico bom, mais uma vez, se este número não serve para apenas manter um veículo em linha não sei o que é.

        • duhehe

          A atual geração do fusion já esta envelhecendo, necessitando um grande investimento na nova geração, porem investir centenas de milhões de dólares em um segmento já em grande queda é arriscado, some isso ao fato de o mercado americano necessitar sempre estar olhando com 24 a 36 para frente, que são os prazos de leasing, o fusion vendido hoje sera devolvido para a montadora daqui 24~36 meses, nessa ocasião o mercado de sedans vai ser menor do que é hoje, obrigando as montadoras a baixar muito o preço para desovar para o 2º comprador, esse comprador sera ao mesmo tempo alvejado por N opções de SUV +- no mesmo valor e todos querem estar na moda.
          Agora imagine você que vendeu um carro com nem 5% de lucro, depois de 2 anos ter que entubar um prejuízo para se livrar do carro.

        • Zé Mundico

          157 mil não é um bom número para os padrões americanos, é pouco.
          Indústria trabalha com lucratividade e não com número de unidades vendidas, eis a grande diferença que ninguém sabe ou quer enxergar.
          Daí, não compensa mais planejar, investir, construir, empregar, transportar, distribuir, financiar, enfim, locar recursos humanos, financeiros e industriais para fabricar 157 mil carros.

          • Hodney Fortuna

            Vc falou certo! O mercado americano trabalha com lucratividade e não com unidades vendidas, ao passo que no brasil é preciso trabalhar com unidades vendidas pois o lucro de cada modelo, independente da categoria o altíssimo preço cobrado já cobre o equivalente a dois ou três carros no mercado americano. Isso explica porque o carro no brasil é um objeto quase inacessível para muitos.

        • Cosi fan Tutti

          Tu tens de lembrar que nos Eua como a concorrência é acirrada da margem de lucro é baixa, muita das vezes o lucro é negativo em alguns segmentos, como este que é disputadíssimo.

          • Hodney Fortuna

            Nos EUA um Corolla só rende uns 500 dólares de lucro para a montadora. O que diria o quanto esse carro rende para a Toyota do brasil? Chuto uns 20 a 30 mil reais.

        • Danilo

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, quem determina se é um ótimo número ou não acredito que seja a diretoria da Ford , que tem como principal objetivo o LUCRO, se não é viável corta fora, simples! Agora entendo eu que a entidade competente para julgar e avaliar isso seja a própria empresa e não tu, comentando no site do notícias automotivas com base na percepção pessoal do mercado americano que não entende kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é cada uma que seja ser engraçado.

          • Eskarmory .

            Não vejo nada de engraçado, não nasci sabendo. Realmente, não entendo nem o mercado nacional, quem dirá o americano. Agradeço a todas as explanações, sem mais.

          • Hodney Fortuna

            O lucro é o objetivo natural de qualquer empresa.

      • Zé Mundico

        Pois é…não apenas maior mas também mais maduro, sólido e seletivo.

    • Ducar Carros

      Americana.

      A concorrência com os outros sedãs médios disponíveis deve reduzir muito a margem de lucro da Ford na venda do Fusion, de forma que ela está preferindo deixar esse segmento e se concentrar nos que ela consegue concorrer melhor e obter mais lucro.

    • carlos magno magno

      Da quela de que alguém só porque tem um acha que não deve parar .rsrsrkkkk

    • octavio cesar godoy

      Realidade americana, que vende num dia mais que nós aqui no brasil em um mes. Essa é a realidade

    • Gabriel

      157 mil é próximo das vendas do Onix aqui no Brasil que é o mais vendido. (entre 180 e 200 mil certo?)
      Mercado americano é bem diferente do nosso.
      Mas com 157 mil acho que não chega a dar prejuizo, mas com certeza da menos lucro que um SUV vagabundo qualquer e mal feito e caro que o povo compra que nem louco achando que é um otimo produto.

    • Marcos

      O mercado americano está mudando assim como o mercado global e não é só os suvs, os carros elétricos também, a Ford planeja lançar novos produtos elétricos no mercado americano e pra isso é preciso tirar de linha os produtos menos rentáveis.

    • Hodney Fortuna

      O mercado americano para poder lucrar precisa vender muitos carros por mês de um determinado modelo. Carro com apenas 19 mil unidades mensais (como o Ônix aqui) para eles lá é prejuízo.

  • El Gato!

    E a lista só possui sedans pequenos (Cruze, Sentra, Civic…) e médios (Altima, Camry…). Isso no padrão americano, claro. E os sedans full size, que sempre foram preferência nos USA, estão em uma relação separada? Ou estão definhando no mercado que nem aparecem nem entre os top 10? Taurus, Maxima, Avalon, 300C, Impala… cadê?

    • Douglas Biângulo

      Todos caminhando pro fim, os Buick, Cadillac e Lincoln são mantidos ainda só como carros de imagem.

    • Filipo

      Os sedans médios (Camry, Accord, Altima, Sonata, etc) sempre venderam mais que os grandes por lá nessa década. Tanto que o Camry era o automóvel mais vendido nos EUA nos últimos anos.

    • Mr. Pereba

      Amigo a matéria está se referindo aos 10 sedans mais vendidos. A lista só possui sedans pequenos e médios porque só possui os 10 sedans mais vendidos. Os sedans grandes que você mencionou não estão entre os 10 mais vendidos. Simples assim.

  • vicegag

    Qual o motivo para o Civic vender mais lá que o Corolla, e aqui perder feio?

    • Ford Opala Attractive 200TSI

      Creio que o brasileiro sempre preferiu sedans de apelo mais conservador. Ex. O Opala vendia muuuito mais que o Maverick.

    • Lucas

      Brasileiro gosta de endeusar marca. Já o americano compra mais racionalmente.

      • Rodrigo

        Pensando racionalmente o Civic entrega mais conteúdo que o Toyota – nessa geração. Entretanto há de se relevar outros parâmetros: como o colega acima disse o público desse tipo de veículo lá é mais jovem, aqui é mais conservador. Lá às condições de rodagem são melhores (na média) portanto a suspensão mais firme do Civic não sofre tanto quanto aqui, onde o Corolla reina por ser mais confortável. Por fim custos de manutenção e seguro do Civic aqui tendem a ser maiores em cerca de 20% em relação ao Corolla (o que também influência na escolha).

        • Vitor

          Aqui no Brasil uma pessoa com 20, 20 e poucos anos, dificilmente tem condições de comprar um carro dessa faixa de preços, vai ter condições se tudo der certo depois dos 30, 35, 40 anos.
          Também por isso creio que a racionalidade da compra levando em conta facilidade de revenda pese. A maioria dos consumidores com mais de 40 anos não sentem tanta atração por modelos chamativos ou “excêntricos” (não acho esse o caso do Civic).

          • Dag Drollet

            A não ser que seja um servidor público!

            • LKenappe

              So pelos comentários percebesse que ou você tem um desafeto ou uma mágoa grande ae pelo funcionalismo público ein colega.

              • Lucas

                Vontade reprimida de ser um.

              • Dag Drollet

                Acontece que pertenço a essa categoria há muitos anos, e justamente por isso sei o quanto somos privilegiados. Não é muito fácil encontrarmos um recém formado comprando carros acima de 100 mil com seu próprio dinheiro, algo que o serviço público em muito facilita, pois, em algumas carreiras, pagam-se de início salários altos, sem contar o fato de que vc tem a segurança de estabilidade, permitindo-o contrair dívidas de longo prazo, sem medo de demissão, e a taxas de juros mais favoráveis.

              • Hodney Fortuna

                Entendo a posição dele! Infelizmente no Brasil essa cultura do concurseiro levou os muitos bons profissionais a cargos públicos pensando apenas na estabilidade sem precisão extrema na qualidade e capacidade na exigência, bem diferente do âmbito privado.

          • Incitatus

            Exatamente Vitor. Quando a gente é mais novo compra por impulso e pelo que o dinheiro dá. Sem contar a fase pega usado do pai e da mãe. O tempo passa e a gente fica mais racional e tem renda própria. Hoje quem é novinho quer rodão aro 20, pneu perfil 40, asa, som de trio-elétrico, o carro vira um tamanco de madeira que enche o saco de todo mundo. Preza motorzão, mesmo que o carro não ofereça conforto. Daí o tempo passa e a gente pensa no conforto, na eficiência, versatilidade, não necessariamente um carro capenga, quer som de qualidade pra ouvir de vidro fechado. Sempre que passa um carro “velho” do meu lado com rodões, vidros abertos, som altíssimo e quase sempre um maninho com boné virado pra trás, dou risadinha e penso como pode ser tão otário. Se somar o preço do carro velho, mas rodas, pneus, som, etc. Dá pra comprar um carinho novo básico que você pode dar carona pra sua mãe sem quebrar a coluna dela ou fazer ela morrer de vergonha pelo que sai do som do seu carro pro quarteirão inteiro ouvir.

    • Douglas Biângulo

      Clientela diferente, Corolla e Civic aqui são carros da turma da high school, enquanto aí no BR é carro da turma com mais de 40,50 anos, em sua maioria.

      • Emilio

        Mais ou menos.. A turma do “College” tá mais pra Versa hj em dia. O Civic é mais para recem empregados. Não é um carro tão barato assim…

        • Douglas Biângulo

          Na escola que eu estudava, grande maioria tinha Civic, Corolla, Cruze, Sentra, Fusion. Eu mesmo nunca conheci ninguém que tenha Versa.

          • André Luis Versiani

            Versa deve ser só nos estados próximos ao México, kkkkkkkkkk

            • Douglas Biângulo

              Moro em Austin, TX.

        • Hodney Fortuna

          Um Honda Civic nos EUA na versão intermediária custa uns 24 mil dólares. Como o Salário Mínimo americano gira em média de 1600 dólares (é difícil alguém lá receber só isso por mês trabalhado) você com 2300 dólares que é o valor mais pago em empresas diversas, vc financia um carro desses com parcelas de até uns 350 ou 400 dólares por mês ou leasing com valores ainda menores. Nos EUA carro não é patrimônio tão valorizado como no brasil e sim um bem de consumo!

      • Hodney Fortuna

        Vc pode concluir isso no canal BNA Since 1988 do You Tube onde o Lyndon, o dono do canal que fala sobre carros em leilões na Pensylvania, um cara de classe média normal ia comprar um carro mais velho para sua filha que acabou de tirar a carteira de motorista e acabou comprando uma Ford Escape ano 2016 por 15 mil. E um modelo Ford com motor Ecobost e versão intermediária SE que diga-se de passagem, muito melhor que Honda Civic, Toyota Corolla e outros modelos que aqui é “carro de rei” como esses anteriormente ditos.

        • Douglas Biângulo

          Citei Corolla e Civic por conta da pergunta do rapaz acima. Mas se formos falar do mercado em geral, a preferência pelos SUVs é grandíssima também, mas onde moro, todo mundo sonha com picape, independente se é homem ou mulher. Esse canal que você mencionou é de YouTube?

          • Hodney Fortuna

            Sim!

    • Davi Nascimento

      Preço

    • Maycon Farias

      Nem sempre vendeu. E o modelo novo do Corolla foi lançado praticamente no fim do ano. Ou seja ele vendeu 22 mil unidades a menos com o modelo velho. O sucesso da Toyota aqui vem desde a pickup Bandeirantes que consagrou a marca. Não da pra competir com isso.

    • Oliveira

      questão de preço também.. o Corolla topo de linha (Altis) custa cerca de R$10mil a menos que o Civic topo (Touring).. “ah, mas é um 1.5 turbo contra um 2.0”.. como brasileiro compra carro por litragem, o motor menor sofre mais.. fora a média de idade de quem compra este tipo de sedan ser alta, e ter preferência por carros mais conservadores..

      • Incitatus

        Racionais e não conservadores. A gente chega nos 40, já pagou o ap., tem rendimentos melhores e não compra mais por impulso. Conservador é o cara que quer manter o passado. Nem civic, nem corolla representam o passado. São modernos no traço e em tecnologia. Com ou sem turbo. Basta compará-los com eles mesmos há dez anos. A gente pode até dizer que falta ousadia no design, ok. Mas se comparar com o jetta novo, civic e corolla são mais ousados. Conservador é o design da vw.

    • Raul Cotrim de Mattos

      Faixa etária do consumidor. Pessoas mais velhas preferem o corolla por ser um carro mais conservador e por aqui pessoas mais jovens não tem dinheiro para comprar um carro de mais de 100 mil reais.

      • Dag Drollet

        Basta ser servidor público, ganha-se bem mesmo recém saído da faculdade!

        • Hodney Fortuna

          Certíssimo

    • Mr. Pereba

      Civic e Corolla são carros pra estudantes e jovens casais, uma espécie de carro de entrada. Aqui o publico alvo é diferente. Além disso, o Corolla passou uma boa parte do ano vendendo um modelo que todo mundo sabia que estava para mudar e já estava meio “cansado”.

    • Paulino Lino

      Brasileiro não tem bom gosto! Porque achar Corola mais bonito que Civic só sendo maluco mesmo.

      • Gabriel

        Nenhum dos 2 é bonito atualmente.

  • Rodrigo

    Senti falta do Mazda 3.

    • Zé Mundico

      O pessoal da Mazda também..rsrsrsrs…vende pouco por lá.

  • Vitor Santos

    O interessante é que praticamente todos os modelos também são vendidos aqui! A diferença é que somos um país de 3 mundo e eles de 1 kkkk

    • Lucas

      Não são os mesmos modelos. De forma geral, apenas os nomes são iguais.

      • Cosi fan Tutti

        Não são os mesmos pq eles tem uma variedade de opções, mas todos os vendidos aqui eles tem lá em alguma destas versões.

  • Tosca16

    Veja a soberania das marcas japonesas, veja também que a querida Mazda apesar de vender bem por lá ainda está longe das líderes; para que não fiquem falando aqui num possível retorno da marca japonesa que a mesma é uma das mais vendidas nos EUA, o que não é verdade. O Marcão do Vlog 18 Rodas tem um Mazda, ama a marca, mas ele repetidas vezes disse em vídeo que a marca tem vendas relativamente pequena, mas consumidores fieis a montadora.

    • Zé Mundico

      Pega leve, a matéria é apenas sobre sedãs. Quando coloca outros tipo de carro, a briga é de foice. Sedã tá saindo de moda em todo lugar do planeta.

      • Tosca16

        Sim, mas se refletiria nas demais categorias também. Mazda é muito boa, tem clientes que são fieis a marca, mas é bom ir cortando logo alguns que vem aqui e em outros blogs dizer que a marca é das que mais vende nos EUA. Entretanto vendas não quer dizer muito, GM vende só de Onix o que outras marcas não vendem em sua gama completa, nem por isso é disparada a melhor…

  • Fabio Marquez

    Fico imaginando 300 mil Camrys sendo vendidos nobrasil em um ano… Até nas arvores teria carro… Aqui nem a GM dando carro para as locadoras deixarem amolecer no sol vende tanto, acho que só o Gol vendeu isso em um ano no tempo de vacas gordas.

    • Danilo

      golzinho bateu a marca e muitooo suado KKKKKKK

  • Pedrov154

    O best seller da Toyota não escapou de ser alvejado pelos SUVs no ano passado e caiu 10%, emplacando pouco mais de 278 mil no período. A nova geração só chegou no apagar das luzes de 2018, o que não ajudou em nada.

    A nova geração foi apenas apresentada em 2018, as vendas ainda não iniciaram.

  • Robinho

    meu Deus cada um mais lindo que o outro…enquanto isso aqui…

  • Robinho

    duvida cruel se tivesse que escolher um destes; Altima, Canry, Malibu e Fusion…

  • carlos magno magno

    É vcs já viram ?A volkswagen também esta dando tchal .

    • Incitatus

      Quando estourou o dieselgate os fanboys da marca diziam que era um conspiração do governo americano a vw. Balela, somando todas as marcas do grupo dá coisa de 2% do mercado, só F-150 vende três vezes mais. As esperança da VW é se infiltrar através da Ford, como fez a Fiat com a Chrysler.

  • Paulino Lino

    As frentes dos Toyotas Camry e Corola estão medonhas heim?! Valha-me Deus.

    • Ernesto

      Milhares de norte americanos discordam de você.

      • Paulino Lino

        E eu não estou nem aí pra esses milhares de norte americanos e até respeito as escolhas deles!

  • HENRY ME

    Venda totais diminuíram, porém que japoneses expulsaram Ford e Gm do.segmento isso sem dúvida.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Acho um grande erro tirarem de linha, FCA, GM e Ford, um dia, irao se arrepender de abandonarem esse mercado, mesmo com o domínio Japones no segmento. A onda SUV, não acredito ser pra sempre.

    • wili

      A exatamente 7 anos vi um comentario identico sobre SW.

  • Valdek Waslan

    1) Toyota Camry
    2) Honda Civic
    3) Toyota Corolla
    4) Honda Accord
    5) Nissan Sentra
    6) Nissan Altima
    7) Hyundai Elantra
    8) Ford Fusion
    9) Chevrolet Cruze
    10) Chevrolet Malibu

    DOIS TOYOTAS
    DOIS HONDAS
    DOIS NISSANS
    UM HYUNDAI
    UM FORD
    DOIS CHEVROLETS

    NENHUM VOLKSWAGEM? Como assim? As VolkSets devem ficar loooooucas de raiva e dizer que americano não entende de carro.
    SIM… NENHUM FIAT TAMBÉM…
    E aí eu acho engraçado as briguinhas dos fãboys da VW. A grande maioria deles, fala que americano não entende de carro e diz que carro oriental é lixo. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    O mercado americano é grande? É bem maior que o brasileiro? Acho que na realidade, isso é mais um motivo para a VW e a FIAT se envergonharem pois já que lá o mercado é maior, então tem mais espaço, não é mesmo?

  • Salim Mahmood

    Americano valoriza Japones ,Brasileiro Valoriza Chevrolixo que vida !!!

  • Fabão Rocky

    Esses Chevys Malibu e Cruze são mto bonitos!

  • Douglas Biângulo

    Tem bastante conteúdo o canal dele, nunca cheguei a ter curiosidade de visitar pátios de leilões, mas parece que com pouco dinheiro da pra levar algo legal pra casa. Assim que tiver um tempo, vou visitar um.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email